Você está na página 1de 3

ESTUDO BÍBLICO

O Verdadeiro Avivamento
O poder restaurador do Espírito Santo

vamento sem atravessar o caminho


da obediência. É preciso voltar aos
antigos caminhos do Senhor. Sair das
“veredas tortas” (Is 59.8) e fazer “ve-
redas direitas” (Hb 12.13).

3. Ter autenticidade – A Bíblia é a


nossa única regra de fé e prática.
Nunca, em tempo ou lugar algum,
houve avivamento real sem o respal-
cimento das do das verdades bíblicas. É impossí-
fraquezas e da vel um verdadeiro avivamento sem
busca pela mise- doutrina bíblica. Só a palavra de
ricórdia e pelo per- Deus oferece o equilíbrio necessário
dão do Senhor, as para o avivamento.
pessoas podem superar todas as cir-
cunstâncias adversas e, ao final, can- 4. Orar – A Bíblia diz que Deus fala

V
iolência, iniqüidade, opressão, tar como Habacuque: “... todavia, eu com o homem de várias maneiras,
destruição, lei se afrouxa, me alegrarei no Senhor, exultarei no Deus mas só existe uma forma de o homem
justiça nunca se manifesta, da minha salvação” (Hc 3.18). falar com Deus: através da oração.
justiça é pervertida. Estas afirmações Orar com renúncia. Ter uma atitude
estão contidas nos primeiros versí- I - Condições para que haja o avi- de humilhação perante Deus. No An-
culos do livro do profeta Habacuque. vamento tigo Testamento, percebemos ações
As circunstâncias o levam a questio- como: “rasgar as vestes, vestir-se de saco,
nar a Deus através de suas pergun- 1. Desejar – Falar, apenas, não adi- raspar o cabelo e colocar cinza na cabe-
tas. Ele fica amargurado, mas não de- anta. É preciso desejar ardentemen- ça” (Js 7.6, 1Rs 21.27, 2Rs 19.1, Jó
siste em meio à sua geração. Busca te e esse desejo só terá sentido se vier 1.20). Hoje, entretanto, percebemos
em Deus as respostas e cla- uma necessidade muito maior
ma como um verdadeiro que é rasgar os nossos corações e
arauto do Senhor: “Aviva, É preciso içar as velas para que o não as nossas vestes (Jl 2.13). A
ó Senhor, a tua obra no meio vento do Espírito sopre em oração sempre foi a alavanca
dos anos...” (Hc 3.2). nossas vidas, na direção certa. para os grandes avivamentos
dos tempos bíblicos e contem-
Diante de tamanha calamidade acompanhado de atitudes reais. É porâneos. Eis aqui, o que foi dito por
espiritual e moral, vivida naqueles preciso içar as velas para que o vento alguns avivalistas, pregadores e en-
dias, só mesmo Deus, através de um do Espírito sopre em nossas vidas, na sinadores:
avivamento, para mudar o quadro e direção certa. “Deus não faz nada que não seja
fazer brotar a esperança de restaura- em resposta à oração”. John Wesley
ção no Seu povo. Através do reconhe- 2. Obedecer – Não se chega ao avi- “A igreja de joelhos pode trazer os

6 NOVEMBRO/07 A FEVEREIRO/08 | EETAD EM REVISTA


céus à terra”. E.M. Bounds creve aos Romanos: “Alegrai-vos na Igreja dos extremos.
“A Bíblia é uma carta que Deus nos esperança, sede pacientes na tribulação,
enviou e a oração é uma carta que nós perseverai na oração” (Rm 12.12). II – Atitudes de um crente
enviamos a Deus”. Matthew Henry Quantas pessoas iniciam coisas Avivado
“A oração é a chave que abre o céu. que nunca terminam. Precisamos nos
A fé é a mão que faz girar essa chave”. esforçar e perseverar até que Deus 1. Imitar a Cristo – Foi na cidade de
Thomas Watson faça o que tem a fazer em nós e atra- Antioquia que os discípulos foram
“Todos os celeiros de Deus estão vés de nós. chamados de cristãos pela primeira
abertos à voz da fé que clama em 6. Mudar – avivamento implica em vez. Estavam cheios do Espírito
oração”. D.M. MacIntyre mudança. Mudança de direção, de Santo; imitavam a Jesus; andavam
“Só recebemos tão pouco do gran- caminho, de atitude, de visão, de co- como Jesus; viviam e pregavam a
de celeiro de Deus mensagem de Jesus. Paulo buscava
porque usamos mais viver a Cristo de forma tão intensa
as mãos do que os É impossível um verdadeiro (Fp 1.21), que ousou escrever: “Sede
joelhos. A maioria dos avivamento sem meus imitadores como também eu sou de
problemas do homem doutrina bíblica. Cristo”. (1Co 11.1), e “O que de mim
moderno origina-se do aprendestes, e recebestes, e ouvistes, e vistes
tempo exagerado que ele passa usando ração. Avivamento é mudança de em mim, isso fazei.” (Fp 4.9).
as mãos, e do tempo insuficiente que vida. Avivamento é chorar pelos pe-
passa usando os joelhos”. Ivern Boyett cados. “... e se o meu povo, que se cha- 2. Temer a Deus – Não é um temor
“Se eu deixar de gastar uma hora ma pelo meu nome, se humilhar, e orar, cheio de sincretismo religioso como
de oração cada manhã, o Diabo con- e buscar a minha face, e se converter dos o observado em Samaria (2Rs 17.32-
segue a vitória no restante do dia”. seus maus caminhos, então eu ouvirei dos 34), já que havia um “temor” como
Martinho Lutero céus, e perdoarei os seus pecados, e sara- adoração religiosa formal e pública,
“Aquele que foge de Deus de man- rei a sua terra.” (2Cr 7.14). mesmo não existindo um “temor” ao
hã, dificilmente irá encontrá-lO no Deus está à procura de verda- Senhor em relação à obediência a sua
restante do dia”. John Bunyan deiros adoradores. Alguns estão mu- palavra. Seus corações estavam divi-
“É o próprio Satanás que balança o dando a liturgia dos cultos em nome didos. Temer a Deus e ter uma vida
berço quando nós dormimos em nossas dum avivamento
orações”. Joseph Hill histérico e carnal.
“O crente só atinge a sua verda- De fato, o avi- A oração sempre foi a alavanca para os
deira estatura ou altura quando está vamento produz grandes avivamentos dos tempos
de joelhos.” Stephen Olford mudança litúr- bíblicos e contemporâneos.
gica. A liturgia
5. Perseverar – Jesus nos ensina que formalista, fria e cerimonialista é piedosa e de obediência são, afinal,
tudo o que pedirmos em oração, transformada em uma liturgia alegre idéias sinônimas. Jó, sendo um ver-
crendo, receberemos. Sem a perse- e viva, aonde, com decência e ordem, dadeiro homem de Deus e temente
verança das nossas orações, as chuvas o Espírito Santo tem liberdade de a Deus, desviava-se do mal (Jó 1.1),
jamais molharão o deserto espiritual mover os corações em direção a pois “O temor do Senhor é aborrecer o
das nossas vidas. Jesus disse “que não Deus; onde o povo, com alegria, ado- mal” (Pv 8.13). É bem-aventurado o
se ausentassem de Jerusalém, mas que ra a Deus em espírito e em verdade; homem que teme ao Senhor e anda
esperassem a promessa do Pai, a qual onde Deus está falando e operando nos seus caminhos, tendo nos seus
(disse ele) de mim ouvistes.” (At 1.4). nas vidas. J.I. Packer disse no seu li- mandamentos grande prazer (Sl
Muitas vezes ficamos tristes en- vro NA DINÂMICA DO ESPÍRITO: 112.1; 128).
quanto esperamos, somos impaci- “Não há coisa mais solene do que um 3. Ser um ganhador de almas – O ver-
entes e interrompemos as nossas cadáver. Há cultos solenes que estão dadeiro avivamento estimula a fé e a
orações, mas, o apóstolo Paulo es- mortos” . Que Deus guarde a Sua coragem para anunciar o Evangelho.

NOVEMBRO/07 A FEVEREIRO/08 | EETAD EM REVISTA 7


ESTUDO BÍBLICO

Pedro antes do derramamento do Es- salmista Davi abre seu coração enidade que a rodeia. A igreja passa a
pírito Santo negou a Jesus por três declara: “Como o cervo que brama pelas
impactar positivamente como sal da
vezes. Contudo, após ser cheio do Es- terra e luz do mundo.
correntes das águas, assim suspira a mi-
pírito anunciava, com ousadia, a Pa- O Espírito Santo passa a atuar so-
nha alma por ti, ó Deus. A minha alma
lavra de Deus (At 4.31). Os maiores beranamente sobre a igreja, fazendo-
tem sede de Deus, do Deus vivo; quando
ganhadores de almas foram homens a mais eficaz e eficiente na sua gran-
entrarei e me apresentarei ante a face de
e mulheres cheios do Espírito Santo, Deus?” (Sl 42.1). Percebemos quede missão que é representar o Senhor
verdadeiramente avivados, ousados. hoje os “avivados” desejam mais os
Jesus na terra e alcançar os pecadores
“Mas em nada tenho a minha vida por bens materiais (casas, carros, dinhei-
para o Seu Reino.
preciosa, contanto que cumpra com ale- ro, etc.) que a glória de Deus. Estão
Um avivamento que não produz
gria a minha carreira e o ministério que mais em busca da bênção Deus, domudança de caráter e de atitudes,
recebi do Senhor Jesus, para dar tes- que do Deus da bênção. Querem que não transforma pessoas defor-
temunho do evangelho da graça madas em agentes especiais
de Deus.” (At 20.24). de Deus para transformação
“Só recebemos tão pouco do grande de um mundo corrupto e pe-
4. Desejar a volta de Jesus – cador em um mundo ansioso
celeiro de Deus porque usamos
“E o Espírito e a noiva dizem: pela presença e pela glória de
mais as mãos do que os joelhos.”
Vem! E quem ouve, diga: Vem! Deus, não é um verdadeiro
E quem tem sede venha; e quem avivamento.
quiser tome de graça da água da vida”. comer o pão e o peixe multiplicados Busquemos, pois, o verdadeiro
(Ap 22.17). Jesus afirma, em João por Jesus, mas ao ouvir a palavra do avivamento!
14.1-3, que iria preparar lugar, viria Senhor começam a se afastar (Jo
outra vez e levaria Seus discípulos 6.60). No entanto, para quem iremos Pr. Roberto José
para que estivessem com Ele. O alvo nós? (Jo 6.68). dos Santos
de Cristo ao vir ao mundo foi buscar - Pastor da Igreja
e salvar o que se havia perdido (Lc III – Conclusão Assembléia de Deus,
em Abreu e Lima (PE)
19.10). Ora, aquele que está aviva- e da COMADALPE.
do, cheio do Espírito Santo, deseja O verdadeiro avivamento muda a - Membro do Conse-
ardentemente estar com Jesus. O igreja e, conseqüentemente, a comu- lho Fiscal da EETAD.