Você está na página 1de 17

Curso de Dimensionamento

de Estruturas de Aço
EAD - CBCA

Módulo 2
Parte 1
Sumário 1ª Parte
Mezaninos estruturados em Aço

2.1 Definição
página 3
2.2 Estrutura de Piso dos Mezaninos
página 3
2.3. Os vigamentos da estrutura de mezaninos
página 7
2.4. Análise da estrutura de Mezaninos
página 8
2.4.1. Uso de lajes
página 9
2.4.2. Discussão das soluções
página 12
2.5 Mezaninos com formas irregulares
página 13
Dimensionamento de Estruturas de Aço – EAD - CBCA

Vídeo 16 – Mezaninos assista on-line

2.1. Definição
A palavra Mezanino é uma corruptela da palavra Podem, ainda, ser determinados independen-
italiana mezzanino, que é diminutivo de mezzano, temente da estrutura principal, sendo neste último
e que em português significa mediano (dic. Aurélio). caso composto de pilares adequadamente locados
Além de poder também significar uma espécie de sobre vigas da estrutura principal. Este é o caso
janela, o significado que nos interessa é aquele de mais comum nos mezaninos de Shopping Center,
um pavimento colocado entre dois outros. nos quais os vigamentos da estrutura principal são
previamente dimensionados para suportarem car-
Apesar de existirem mezaninos de concreto armado gas concentradas de valores limitados. Neste caso
ou madeira, sua estruturação mais freqüente é em devem ser sempre consultados os regulamentos
estrutura de aço. Isso acontece por duas razões: do Shopping, quanto à instalação de mezaninos.
leveza e facilidade de execução, principalmente se
eles forem inseridos posteriormente à execução Normalmente, neste caso, as cargas admitidas vão
da estrutura principal. de 1,0 Tf a 3,0 Tf. Esses valores vão orientar a quan-
tidade e posicionamento dos pilares, resultando nos
A arquitetura dos mezaninos pode ser das mais vãos das vigas do mezanino.
variadas, desde um simples retângulo a formas
mais complexas, como as amebóides.
Os apoios do mezanino podem ser previamente
determinados pelos apoios da estrutura principal,
com pilares metálicos ou de concreto.

2.2. Estrutura de Piso dos Mezaninos

Vídeo 17 – Os tipos de piso assista on-line

A estrutura de piso dos mezaninos pode ser de obra devido à necessidade de cura da capa
dos mais diversos materiais: de concreto lançada “in-loco”.

a. lajes pré moldadas de concreto;


b. painéis pré moldados de concreto protendido;
c. painéis de concreto celular;
d. painéis leves mistos de chapas cimentícias
e madeira.
e. laje steel deck

a. lajes pré moldadas de concreto

O uso de laje pré-moldada de concreto armado,


painéis protendidos e de concreto celular, ocorre
em mezaninos permanentes internos ou externos,
sujeitos às intempéries.

As lajes pré-moldadas são as de menor custo,


porém são mais pesadas e exige mais tempo

3
Dimensionamento de Estruturas de Aço – EAD - CBCA

Figura 20a

b. painéis pré moldados de concreto protendido

Os painéis protendidos são mais caros, porém sua


instalação é muito rápida, cerca de 250 m² por dia.
Necessitam de gruas para levantamento e lança-
mento sobre a estrutura.

Figura 20c

d. painéis mistos de chapas cimentícias e madeira

No caso do uso deste tipo de painel é interessante


que se estude seu melhor aproveitamento já que
suas dimensões são padronizadas e não permitem
adaptações a dimensões variadas, a não ser pelo
corte dos painéis.

Figura 20b

c. painéis de concreto celular

Os painéis de concreto celular são os mais leves


entre essas três opções, podendo ser alçados e
lançados sobre a estrutura metálica manualmente.
Entretanto, estes painéis apresentam limitação de
vão de 3 m.

As lajes pré-moldadas exigem alguns cimbramen-


tos durante a cura de sua capa, o que não ocorre
com os painéis de concreto protendido e celular.

Figura 20d

4
Dimensionamento de Estruturas de Aço – EAD - CBCA

Nas figuras a seguir são apresentadas, como exemplo, duas soluções em


que a direção adotada para os painéis pode representar maior ou menor
perda de material.

Análise da melhor direção de disposição dos painéis

Solução1

Figura 27a

Solução 2

Figura 27b

5
Dimensionamento de Estruturas de Aço – EAD - CBCA

Exemplos de chapas:

Painéis cimentícios e de madeira

Painel Masterboard - Brasilit

Produto Largura (mm) Comprimento (mm) Espessura (mm) Peso Kg/m²

Masterboard Slim 1200 2400 14 18


Masterboard Medium 1200 2400 23 23
Masterboard Extra 1200 2400 40 32

Tabela de Carga máxima distribuída por painel (Kg/m²)

Distância entre Espessura dos painéis (mm)


apoios (mm) 14 23 40
400 1400 4200 14000
600 400 1200 4000
800 - 500 1700
1000 - 250 850
1200 - - 500

O Painel WALL MADEIRIT® resiste até 700 Kgf/m², com módulo de elasticidade
na direção paralela de 5.218 MPa (média).

Cargas Admissíveis (Flecha Admissível L/350)

Figura 27c

Referências nos links:

www.brasilit.com.br
www.eternit.com.br

Tabela de cargas lajes alveolares protendidas Painéis de concreto celular autoclavado


Lajes Alveolares protendidas http://www.siporex.com.br/paineis.htm
http://www.tatu.com.br/download.asp

Obs.: Os links apresentados acima tem caráter exclusivo de exemplificar o assunto do item 2.2., não havendo
qualquer responsabilidade sobre o eventual uso destes produtos.

6
Dimensionamento de Estruturas de Aço – EAD - CBCA

e. Laje de concreto moldada no local sobre forma metálica corrugada (Steel Deck)

A steel deck é um tipo de laje mista aço-concreto onde a chapa de aço perfilada funciona com armação inferior e
ao mesmo tempo fôrma permanente. A aderência entre o concreto e o aço é garantida pela existência de mossas e
ranhuras na superfície da telha trapezoidal.

Assim como as demais lajes de concreto é pesada, porém exige menos tempo de obra se comparada as lajes de
concreto convencionais, pois dispensa a instalação das formas e cimbramentos, em vãos até 4,0m. De fácil instala-
ção e com baixa taxa de desperdício de material, ainda apresenta bom comportamento em situação de incêndio e
bom desempenho térmico e acústico, que, aliados à excelente qualidade de acabamento podem dispensar forros
e tratamentos adicionais.

Sua versatilidade e boa capacidade de carga (podem suportar até 1.000kgf/m2) ajudaram a propagar seu uso na
indústria, shoppings, garagens, escolas e hospitais, entre outros. O formato ondulado das telhas ainda favorece a
passagem de tubulações diversas e pode ser projetada para funcionar como mesa colaborante de um sistema de
viga mista, diminuindo a taxa de aço global, sendo esta uma outra vantagem.

Figura 21

7
Dimensionamento de Estruturas de Aço – EAD - CBCA

2.3. Os vigamentos da estrutura de mezanino

Vídeo 18 – Os vigamentos assista on-line

Os vigamentos que compõem uma estrutura


de mezanino são normalmente de duas espécies:

a. vigamento principal
b. Vigamento secundário ou nervuras.

No caso de lajes, normalmente dispensa-se as


vigas secundárias, apoiando-se a laje no vigamento
principal.

Figura23

Os perfis U são usados para vigas secundárias; os


Figura22 perfis I para vigas secundárias de maior vão e vigas
principais. Os demais tipos, treliça, vierendeel e
No caso dos painéis mistos, há necessidade de um vagão são usados para vigas principais de grande
vigamento secundário espaçados a cada 1.250 mm. vão (acima de 7 m), ou quando a solução em perfil
Neste caso deve-se estudar a melhor direção de I tornar-se muito pesada.
distribuição desse vigamento para que se evitem
recortes e perdas de material dos painéis. Quanto aos pilares, os perfis mais utilizados são:
(Ver Figura 27ª/27b) a. perfil tubular de chapa dobrada ou estrudado;
b. perfil tubular formado por dois perfis de chapa
Quanto às vigas de suporte da laje, elas podem ser dobrada;
as mais variadas: c. perfil I e o H, sendo estes dois últimos para
a. perfis U de chapa dobrada; cargas mais elevadas.
b. perfis U laminados
c. perfis I laminados;
d. perfis I de chapa soldada;
2.4. Analise da estrutura de
e. treliças compostas de perfis U de chapa dobrada Mezaninos
e cantoneiras de chapa dobrada ou laminadas;
f. viga vierendeel;
Este exercício visa mostrar diversas possibilidades
g. viga vagão.
estruturais de mezanino e seus resultados quanto a
custos. Parte-se de uma mesma área de mezanino
(12,0 m por 9,0 m), estruturada de diversas formas e
com diversos tipos de lajes e verificam-se os custos
obtidos. Os resultados dessa análise são mostrados
após os desenhos a seguir:

8
Dimensionamento de Estruturas de Aço – EAD - CBCA

2.4.1. Uso de lajes

Vídeo 19 – O Custo final assista on-line

Vamos iniciar pelo lançamento da estrutura. Por se


tratar de lajes serão usadas apenas vigas principais.

As possibilidades estruturais são as seguintes:

a) Laje pré

Vídeo 20 – A laje pré assista on-line

a)

Figura 24 a

b)

Figura 24 b

9
Dimensionamento de Estruturas de Aço – EAD - CBCA

c)

Figura 24 c

d)

Figura 24 d

b) Laje protendida

Vídeo 21 – A laje alveolar assista on-line

a)

Figura 25 a

10
Dimensionamento de Estruturas de Aço – EAD - CBCA

b)

c)

d)

Figura 25 b c d

11
Dimensionamento de Estruturas de Aço – EAD - CBCA

c) Laje de painéis de concreto celular

Vídeo 22 – Os painéis de concreto celular assista on-line

a)

b)

c)

Figura 26 a b c

12
Dimensionamento de Estruturas de Aço – EAD - CBCA

d)

e)

f)

Figura 26 d e f

13
Dimensionamento de Estruturas de Aço – EAD - CBCA

d) Painel Misto (Wall ou similar)

Vídeo 23 – Os painéis mistos assista on-line

Figura 28 a b c d e f

14
Dimensionamento de Estruturas de Aço – EAD - CBCA

e) Laje Steel Deck

15
Dimensionamento de Estruturas de Aço – EAD - CBCA

3. Lajes de concreto celular No caso dos painéis mistos de madeira e chapa ci-
mentícia, cujas dimensões encontradas no mercado
As soluções menos econômicas ficam com as lajes têm normalmente 1200 mm por 2500 mm, estes são
de concreto celular. O resultado mais econômico, muito leves, da ordem de 45 kgf/m², sendo, no mínimo,
para essas lajes, se dá quando as lajes vencem o metade do peso das lajes mais leves (concreto celular).
seu vão máximo de 3,00m e são apoiadas sobre
cinco linhas de vigas com vãos de 4,50 m. Suportam cargas de até 700 kgf/m². Em compensação,
esses painéis exigem uma maior quantidade de viga-
4. Painéis Mistos mento que os anteriores já que precisam ser apoiados a
cada 1250 mm. Apesar disso são os elementos de piso
Apesar de muito usados em mezaninos, os painéis mais usados, por serem os mais leves, de fácil manuseio
mistos (wall ou similar) não resultam em soluções e aplicação.
muito econômicas. No entanto, é uma solução seca
e rápida de ser executada e, portanto, muitas vezes 5. Lajes Steel Deck
vantajosa sobre as demais. Por isso seu uso é tão
freqüente. De uso cada vez mais frequente, ainda estão entre as
lajes que apresentam maior custo unitário. Porém,
Para esses painéis a solução mais econômica tornam-se competitivas à medida que se consiga as-
ocorre com lajes apoiadas com seu vão máximo de segurar todas as vantagens do sistema construtivo
1,25 m, sobre nervuras que vencem vãos de 4,50 ainda na etapa de projeto. Os melhores resultados são
m, e que, por sua vez, apóiam-se em três linhas de conseguidos com as vigas dispostas em vãos até 4,0m
vigas principais com vãos de 4,00 m. e contínuos (com apoio intermediário), lajes simples-
mente apoiadas ou quando a laje funciona como mesa
colaborante das vigas do vão de 9,0m, apoiada em
vigas transversais a cada 3,0m.

2.5. Mezaninos com formas irregulares

Vídeo 25 - Mezaninos com formas irregulares assista on-line

Apesar de não ser muito freqüente a utilização A primeira, criando uma malha regular interna com
de formas irregulares em mezaninos, é possível pilares e as vigas principais, deixando que as vigas
a ocorrência de formas diferenciadas. secundárias, em balanço, se ocupem da resolução
da forma irregular do mezanino.
Podemos resolver esta situação de duas maneiras:

Figura 29b

16
Dimensionamento de Estruturas de Aço – EAD - CBCA

A segunda, é utilizando pilares que acompanhem os limites do mezanino e vigas que tenham a mesma
forma do perímetro do mezanino. Ocorre que esta solução implica em aplicar esforços de torção nas vigas
periféricas, além da necessidade de que estas sejam calandradas, o que aumenta consideravelmente
o custo desta solução.

Figura 29c

Figura 29c

Analisar como se fossem uniformes, de acordo com o item 2.4.

17