Você está na página 1de 2

De/s/colonialidade e psicologias:

inserções micropolíticas nos campos psi

RAFAEL SIQUEIRA DE GUIMARÃES*

Propus, com este dossiê, pensar a nos desde os pressupostos da


Psicologia desde uma máxima zapatista colonialidade do poder/saber/ser
que me ensina que um mundo que inclui (QUIJANO, 2005) e uma perspectiva
é “un mundo donde quepan muchos micropolítica (ROLNIK, 2018) para a
mundos”. Desde minha experiência de reflexão sobre o inconsciente colonial,
formação, tendo passado a docente- que está em todas nós.
formador nesta área, tenho pensado
Deste exercício autocrítico, surgem
modos de fazer psicologia que sejam
estes textos, que são mais que textos,
mais fronteiriços (GUIMARÃES,
são manifestos-caminhos que produzem
2017). Se a Psicologia é nosso “lugar de
esgarçamentos daquelas fissuras que,
fala”, subvertê-la, quebrando as ordens
olhando de perto, podemos enxergar no
coloniais que ainda a conformam no
muro que é o sistema-mundo colonial.
Brasil e no mundo é nosso dever ético.
Numa “doble traducción” (MIGNOLO,
Muitas nos antecederam no campo
2017), trata-se de nos encontrarmos
destas reflexões... Virgínia Bicudo,
com nossas irmãs transfronteiriças
Silvia Lane, Nise da Silveira, Ligia do
Glória Anzaldúa, Cherrie Moraga, Ochy
Amaral, tantas outras. E tantas mais
Curiel, Silvia Rivera Cusicanqui, Lélia
vêm dialogando, coletivamente, a fim
González, Viviane Vergueiro e tantas
de construir possibilidades de escritas
outras mais, re-encontrar os rastros
que, para além de nossas tantas lutas
deixados pela luta psi no Brasil em
antimanicomiais, anti-curas gays,
muitos de seus campos, na clínica, na
antirracistas, antifascistas de ontem e de
instituição, na produção de
hoje, busquem conexões saber-fazer nos
conhecimento.
plurais espaços que viemos oCUpando
neste processo. Clínicas extramuros, escritas lésbicas,
potências fílmicas, analíticas desejantes
Neste sentido, me disponho a con-
e cozimentos foram os operadores que
versar, re-sentir, en-contrar “grietas en
estes manifestos encontraram para
el muro del sistema”, como também
deixar fluir um processo ético-estético-
aprendo cotidianamente com as e os
político que transborda o espaço da
zapatistas. Assim, convidei estudantes
“disciplina” na Pós-Graduação, na
de um curso que mediei na Pós-
disciplina Psicologia, na disciplina da
Graduação em Psicologia da Unesp, em
atuação cotidiana. Des-disciplinalizar,
Assis, para que pensássemos,
tanto quanto for possível, a ideia própria
ensaísticamente, em “como
de Psicologia, a ideia de quem somos
descolonizar a Psicologia?”. Baseamo-

1
nós nesse lugar, que compromisso Referências
temos. Propus a esta “grieta” contra- GUIMARÃES, R. S. Por uma Psicologia
corrente que é a Revista Espaço decolonial: (des) localizando conceitos. In:
Acadêmico, que nos acolheu nesta Emerson Fernando Rasera, Maristela de Souza
Pereira e Dolores Galindo (Organizadores).
empreitada: não poderia ser diferente, as
Democracia participativa, estado e laicidade:
trincheiras são muitas e este tem sido o psicologia social e enfrentamentos em tempos
caminho perseguido por esta de exceção. Porto Alegre: ABRAPSO, 2017, p.
publicação. 263-276.

Em processo de construção, outra MIGNOLO, W. La revolución


teórico/decolonial del zapatismo. Consecuéncias
construção, seguimos, com o afeto do
históricas, éticas y políticas. In: Walter Mignolo
re-en-contro, e assim convidamos a et.al. Hacer, pensar y vivir la decolonialidad.
todas e todos à leitura! México: Navarra, 2016, p. 247-285.
QUIJANO, A. Colonialidade do poder,
eurocentrismo e América Latina. In: LANDER,
Assis/Ilhéus/Maringá/Recife/Londrina/ Edgardo (Org.). A colonialidade do saber:
Chiapas/Rojava, junho de 2019. eurocentrismo e ciências sociais. Perspectivas
latino-americanas. Buenos Aires: CLACSO,
2005. p. 107-130.
ROLNIK, S. Esferas da Insurreição: notas para
uma vida não cafetinada. São Paulo: n-1
edições, 2018.

Recebido em 2019-06-13
Publicado em 2019-07-04

*
RAFAEL SIQUEIRA DE GUIMARÃES é professor do Programa de Pós-Graduação em
Ensino e Relações Étnico Raciais/UFSB e do Programa de Pós-Graduação em Educação/UFBA.

Você também pode gostar