Você está na página 1de 8

Universidade pedagógica de Maputo

Faculdade de ciências sociais e filosóficas

Licenciatura em ensino de história e habilitações em geografia

Nome do estudante: Arão Amélia Muianga 4º Ano/2020

Disciplina: Climatologia

Resolução de exercícios

1. A variação da distância entre a Terra e o Sol podem descrever adequadamente as


variações sazonais de temperatura?
Sim. A variação da distância entre a terra e o sol descreve adequadamente as variações
sazonais da temperatura, porem além deste factor outros elementos pode ser consideradas na
desigual distribuição da energia, partindo dos movimentos da terra, bem como a inclinação
do eixo de rotação da terra em relação ao plano da ecliptica.
2. Por que a quantidade de energia solar recebida na superfície da Terra varia quando
varia a altura do Sol?

A quantidade de energia solar recebida na superfície da terra varia quando a altura do sol varia,
devido à esfericidade da terra, associada ao movimento de translação que a terra executa em relação
ao sol, fazendo com que a distribuição da luz e energia na terra seja desigual, sendo que quanto mais
próximo o sol estiver em relação a um ponto, maior energia esse ponto receberá. Mas esta variação
explica-se também pela inclinação do eixo de rotação da terra.

3. Qual latitude apresenta maior amplitude de variação da altura do Sol ao meio-dia,


entre o inverno e o verão: 50° N; 0° ou 20° S? Qual apresenta a menor amplitude de
variação?
A latitude que apresenta maior amplitude de variação da altura do sol ao meio dia entre o
inverno e o verão é o 50º N. A latitude que apresenta menor amplitude de variação é o 0˚.
4. Caracterize o solstício de verão, o solstício de inverno e os equinócios quanto à
altura do Sol no meio - dia e duração do dia e da noite.

Caracterização dos solstícios e equinócios:


Solstício de verão – a intensidade solar é maior em um dos hemisférios (o sol está mais próximo de
um dos hemisférios), dias longos e noites curtas.

Solstício de inverno – a intensidade solar é menor em um dos hemisférios (o sol está mais próximo
de um dos hemisférios) dias curtos e noites longas.

Equinócios – a intensidade solar é igual em ambos os hemisférios (o sol incide directamente na linha
do equador), os dias e as noites têm igual duração.

5. Em que faixa de latitudes pode haver incidência perpendicular de raios solares?

A faixa de latitudes que pode haver incidência perpendicular de raios solares é nas baixas latitudes,
ou seja nas regiões próximas ao equador.

6. Como nossas estações seriam afectadas se o eixo da Terra não estivesse inclinado de
23,5° em relação à perpendicular ao plano da eclíptica, mas fosse perpendicular a
este plano?

Se o eixo da terra não estivesse inclinado de 23,5º em relação à perpendicular ao plano da ecliptica,
mas fosse perpendicular a este plano, varias regiões receberiam a mesma quantidade de radiação e
insolação e consequentemente teríamos dias muito longos e quentes na maior parte da superfície
terrestre.

7. Em latitudes médias os dias são mais compridos que as noites entre o equinócio de
primavera e o solstício de verão. Por quê?

Nas latitudes médias os dias são mais compridos que as noites entre o equinócio de primavera e o
solstício de verão, porque os raios verticais do sol atingem estas regiões perpendicularmente
aumentando assim a insolação.

8. Qual é o significado do Trópico de Câncer e do Trópico de Capricórnio? E do


Círculo Árctico e do Círculo Antárctico?

O trópico de câncer é um paralelo situado ao norte da linha do equador que delimita a zona
equatorial e subequatorial norte. Corresponde à declinação mais setentrional da elíptica solar para o
equador celeste. É uma linha geográfica imaginaria situada na latitude 23,4372º Norte (ou 23º
26’14’’ de latitude norte).

Trópico de Capricórnio – é o paralelo situado ao sul do equador terrestre. Delimita a zona tropical
sul, que corresponde a um limite do solstício, que é a declinação mais meridional da elíptica do sol
sobre o equador celeste. É uma linha geográfica imaginária localizada ao sul do equador na latitude
23,43721º sul (ou 23º 26’14’’ de latitude sul). O trópico de Capricórnio se move, porem muito
lentamente, para o norte, à razão de 0,47 (ou 15 metros) por ano.

Círculo árctico – corresponde ao paralelo da latitude 66º 33’30’’ (ou 66.5622º) norte. Define uma
linha imaginária no planeta, ao norte da qual há pelo menos um dia de noite absoluta (24 horas de
escuridão) no inverno e pelo menos um dia de luz absoluta (24 horas de sol) no verão boreal (sol da
meia – noite) por ano.

Circulo Antárctico – é a linha imaginária cuja latitude é de 66º 33’30’’. Limita, a norte, a zona
frígida do sul onde a noite no inverno e o dia no verão podem durar até 24horas.

9. Defina a constante solar.

Constante solar é a quantidade de energia que chega no topo da atmosfera por unidade de área e
tempo.

10. Qual é a relação entre comprimento de onda e frequência da radiação


electromagnética?

O comprimento de onda é a distância que separa duas cristas consecutivas. Já a frequência indica o
número de repetição da onda, num determinado tempo, ou seja, quantas vezes a crista passa por um
ponto de referência, na unidade de tempo. Quanto a sua relação é que quanto menor for o
comprimento de onda, maior será a frequência e quanto maior for o comprimento de onda, menor
será a frequência, já que a velocidade da radiação é a mesma.

11. Em quais porções do espectro electromagnético concentra-se a maior parte da


radiação solar?

As porções do espectro electromagnético em que se concentra maior parte da radiação solar são a
visível com 44% e a infravermelha com 52%.
12. A absorção da radiação solar por constituintes da atmosfera é um processo de
conversão de energia. Explique isto.

A absorção da radiação solar por constituinte da atmosfera é um processo de conversão de energia,


porque, a parcela da radiação absorvida, dá origem conforme o meio, aos processos de
fotoconversão e termoconversão. Sendo que no primeiro caso a energia é absorvida e remetida num
efeito de cascatas que em geral termina numa termoconversão, a qual consiste na captura da energia
e a sua conversão em calor, passando o material aquecido emitir radiação com um espectro
correspondente à sua temperatura.

13. Através de quais processos um átomo ou molécula pode absorver ou emitir radiação
electromagnética? Quais os intervalos do espectro mais envolvidos em cada processo?

Os processos através dos quais um átomo ou molécula pode absorver ou emitir radiação
electromagnética são; reacções fotoquímicas, reacção de fotoionização, mudanças vibracionais,
transição simultânea rotação - vibração.

14. Que tipos de processos podem sofrer a radiação solar incidente?

Os processos que a radiação solar incidente pode sofrer são: espalhamento, reflexão e absorção.

15. Por que o céu é azul e as nuvens são brancas?

O céu é azul devido a um fenómeno chamado espalhamento. Isto acontece porque a radiação solar
que aquece a terra é uma luz extremamente brilhante e branca, mas composta por várias outras
tonalidades de cor, cada qual com um comprimento de onda específico, que ao penetrar a atmosfera,
ela (luz), atinge os átomos de nitrogénio e oxigénio, bem como outras partículas que compõe a
atmosfera. E porque a cor azul é bem definida acaba se espalhando, pois tem esta capacidade 5,5
vezes mais. Dai que distante do sol o céu parece azul.

As nuvens são brancas, porque contem grande quantidade de gotículas e pequenos cristais de gelo,
que agem como pequenos prismas, decompondo a luz solar nas sete cores.

16. Por que o céu aparece alaranjado ou avermelhado no nascer e pôr-do-sol?


O céu parece alaranjado ou avermelhado no nascer e por do sol, pois os seus raios luminosos tem
que atravessar um pedaço maior da atmosfera, colidindo com mais obstáculos que vão desde os
gases que a compõe ate mesmo poeira da superfície e poluição provocada pelas cidades, assim as
ondas longas, laranja e vermelho acabam tombando e se desviando, avermelhando gradativamente o
horizonte.

17. A atmosfera é relativamente transparente à radiação solar. Discuta esta afirmação.

A atmosfera é bastante transparente à radiação solar incidente pois absorve apenas 19% de sua
energia e que, portanto, esta não é um aquecedor eficiente da atmosfera.

18. Para o sistema Terra - atmosfera porque a radiação solar incidente é equilibrada
pela radiação infravermelha emitida? Quais seriam as implicações se este balanço
não fosse satisfeito?

A radiação solar incidente é equilibrada pela radiação infravermelha emitida, pois, para manter esse
equilíbrio, a energia solar incidente que é absorvida pelo sistema terra atmosfera deve ser balanceada
por uma quantidade igual de energia radiante que sai do sistema. Se este balanço não fosse satisfeito,
o sistema terra – atmosfera estaria progressivamente se aquecendo ou resfriando.

19. Quais são os mecanismos de absorção da radiação solar ultravioleta? Onde actuam?

Os mecanismos de absorção da radiação solar ultravioleta são a fotodissociação do ozónio. E actuam


na estratosfera entre 20 a 60 km.

20. Qual o papel do vapor de água na absorção da radiação solar incidente?

O papel de vapor de água na absorção da radiação solar incidente é manter a atmosfera aquecida,
pois este absorve 5 vezes mais radiação.

21. O que significa uma "janela" atmosférica para a radiação infravermelha?

Uma janela atmosférica para a radiação infravermelha significa essa faixa deixa passar livremente a
irradiância para o espaço, ou seja, não há absorção.
22. Qual é o significado do "efeito estufa" para temperaturas na superfície da Terra?

Por efeito de estufa entende-se a retenção pela atmosfera de radiação emitida pela superfície
terrestre impedindo-a de ser liberada para o espaço. O efeito estufa é um processo físico que ocorre
quando uma parte da radiação infravermelha (percebida como calor) é emitida pela superfície
terrestre e absorvida por determinados gases presentes na atmosfera, os chamados gases do efeito
estufa. Como consequência disso, parte do calor irradiado de volta à superfície, não sendo liberado
para o espaço. Sem o efeito estufa não podia ser como a conhecemos. O efeito estufa mantém o
planeta aquecido e assim garantir a manutenção da vida.

23. Explique por que a atmosfera é aquecida principalmente por radiação da superfície
da Terra.

A atmosfera é aquecida principalmente por radiação da superfície da terra, pois ela é um absorvedor
selectivo, ou seja absorve uma certa quantidade de radiação terrestre e alem de devolve-la na
totalidade conserva uma certa quantidade que a manterá aquecida.

24. Quais gases são os principais absorvedores de calor na baixa atmosfera? Qual o
mais importante?

Os principais absorvedores de calor na baixa atmosfera são ozónio, o dióxido de carbono e o vapor
de água. O mais importante é o ozónio.

25. Qual o papel das nuvens em relação à radiação solar e à radiação terrestre?

As nuvens em relação à radiação solar, elas reflectem a irradiância e uma pequena parte absorve.

Já para a radiação terrestre, camada de nuvens tem o papel de absorver a maior parte da irradiância
terrestre e irradia-la de volta para a superfície.
26. Temperaturas do ar tendem a diminuir numa noite sem nuvens ou numa noite
nublada? Por quê?

As temperaturas tendem a diminuir numa noite sem nuvens. Porque são as nuvens que fazem a
absorção da irradiação solar e devolverem – na à superfície permitindo assim o seu aquecimento.
Logo na ausência das nuvens as noites irão se resfriar.

27. Explique porque a diferença dia - noite da temperatura é tipicamente maior numa
localidade quente e seca que numa localidade quente e húmida.

A diferença dia – noite da temperatura é tipicamente maior numa localidade quente e seca que numa
localidade quente e húmida, é devido à acção do vapor de água, que sendo um bom absorvedor da
radiação infravermelha, mantém a superfície (húmida) aquecida especialmente `a noite.

28. Descreva os três mecanismos básicos de transferência de calor. Que mecanismo é


menos importante meteorologicamente?

Existe três (3) mecanismos básicos de transferência de calor que são:

a) Radiação – consiste em ondas electromagnéticas, viajando com a velocidade da luz. Esta é a


única que pode ocorrer no espaço vazio e é por isso que é a principal forma pela qual o
sistema terra - atmosfera recebe energia do sol e libera energia para o espaço.
b) Condução – ocorre dentro de uma substancia ou entre substâncias que estão em contacto
físico directo. É apenas importante entre a superfície da terra e o ar directamente em contacto
com a superfície.
c) Convenção – somente ocorre em líquidos e gases. Consiste na transferência de calor dentro
de um fluido através de movimentos do próprio fluido.
O mecanismo menos importante meteorologicamente é a condução.

29. Faça um balanço da radiação solar incidente.

Ao nível do globo, a quantidade de energia recebida é equivalente à energia perdida. E ao


nível do planeta verifica-se que toda energia solar absorvida pela atmosfera acaba por ser
reenviada para o espaço, principalmente por reflexão, radiação terrestre e difusão.
30. Faça um balanço global de calor.
O balanço de calor global, que vale para o sistema terra – atmosfera, mantendo sua
temperatura média aproximadamente constante, não é obedecido a cada latitude. As
baixas latitudes são mais quentes e as altas latitudes são mais frias.

31. Por que há desequilíbrio de calor entre a faixa tropical e as altas latitudes,
considerando-se apenas processos radioactivos? Como ele é equilibrado?

Há desequilíbrio de calor entre a faixa tropical e as altas latitudes, pois, a irradiância da radiação
solar nas duas regiões e diferente. Nas altas latitudes a irradiância da radiação solar é menor e a taxa
de resfriamento por radiação infravermelha é maior que a taxa de aquecimento por absorção da
radiação solar. Enquanto que na faixa tropical a irradiância da radiação solar é maior e taxa de
resfriamento é menor.

Ele é equilibrado através da troca das massas de ar, sendo que o ar quente dos trópicos desloca-se
em direcção aos pólos (altas latitudes) e o ar frio desloca-se em direcção aos trópicos.