Você está na página 1de 110

Excel Avançado

Planilhas Inteligentes
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes

Elaboração:

Professor Fernando Alves Dias

Esta Apostila é resultado da compilação de textos


extraídos das obras citadas nas Referências Bibliográficas
com algumas alterações e adaptações necessárias a sua
organização.

ÍNDICE
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes

1. Informações Básicas relativas ao Excel............................................................................6


1.1. Barra De Ferramentas de Acesso Rápido.....................................................................6
1.2. Barra De Fórmulas.........................................................................................................6
1.3. Barras De Status............................................................................................................6
2. Utilizando Atalhos..............................................................................................................7
2.1.1. Acesso Do Teclado À Faixa De Opções.................................................................7
2.1.2. Alguns Atalhos Mais Comuns..................................................................................8
3. Pincel De Formatação.......................................................................................................9
4. Classificando Os Dados Da Tabela...................................................................................9
5. Referências Relativas e Absolutas..................................................................................10
6. Congelar Painéis E Dividir Janela...................................................................................11
6.1. Congelar Painéis..........................................................................................................11
6.2. Congelar Linha Superior..............................................................................................11
6.3. Congelar Primeira Coluna............................................................................................11
6.4. Descongelar Painéis....................................................................................................12
6.5. Dividir Janela................................................................................................................12
7. Trabalhando Com Nomes Em Intervalos De Células......................................................12
7.1. Criar Nomes Para Intervalos De Células.....................................................................12
7.2. Alterar Nomes E Seus Intervalos.................................................................................13
7.3. Excluir Nome(s)............................................................................................................14
8. Entendendo Fórmulas E Funções...................................................................................14
8.1. Funções de Matemática e Trigonometria....................................................................15
8.1.1. Função Soma............................................................................................................15
8.1.2. Função Mult..............................................................................................................16
8.1.3. Função Abs...............................................................................................................16
8.1.4. Função Arred............................................................................................................16
8.1.5. Função Somase........................................................................................................17
8.1.6. Função Somases......................................................................................................18
8.1.7. Função Subtotal.........................................................................................................19
8.2. Funções É.....................................................................................................................20
8.3. Função Lógicas.............................................................................................................22
8.3.1. Função Se..................................................................................................................22
8.3.2. Funções E e OU........................................................................................................23
8.3.3. Função Seerro...........................................................................................................25
8.4. Funções de Texto........................................................................................................25
8.4.1. Função Arrumar........................................................................................................25
8.4.2. Função Concatenar..................................................................................................26
8.4.3. Função Núm.Caract..................................................................................................26
8.4.4. Função Esquerda......................................................................................................27
8.4.5. Função Direita...........................................................................................................27
8.4.6. Função Localizar.......................................................................................................28
8.4.7. Função Maiúscula.....................................................................................................29
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes

8.4.8. Função Minúscula.....................................................................................................29


8.4.9. Função Pri.Maiúscula...............................................................................................30
8.4.10. Função Exato..........................................................................................................30
8.4.11. Função Substituir....................................................................................................31
8.4.12. Função Ext.Texto....................................................................................................32
8.5. Funções Estatísticas....................................................................................................33
8.5.1. Função Média...........................................................................................................33
8.5.2. Função Médiase........................................................................................................33
8.5.3. Função Médiases......................................................................................................34
8.5.4. Função Cont.Valores................................................................................................35
8.5.5. Função Contar.Vazio................................................................................................36
8.5.6. Função Cont.Núm.....................................................................................................36
8.5.7. Função Cont.Se........................................................................................................36
8.5.8. Função Cont.Ses......................................................................................................37
8.5.9. Função Mínimo.........................................................................................................38
8.5.10. Função Máximo.......................................................................................................38
8.5.11. Funções Maior E Menor..........................................................................................39
8.6. Funções de Pesquisa e Referência.............................................................................39
8.6.1. Função Procv............................................................................................................39
8.6.2. Função Proch............................................................................................................41
8.6.3. Função Corresp........................................................................................................42
8.6.4. Função Índice............................................................................................................43
8.6.4.1. Junção Das Funções Índice Corresp.....................................................................44
8.6.5. Função Desloc..........................................................................................................44
9. Formatação Condicional..................................................................................................46
9.1. Criar Regras.................................................................................................................46
9.1.1. Formatar Apenas Células Que Contenham.............................................................46
9.1.2. Formatar Com Conjunto De Ícones..........................................................................48
9.2. Editar e Excluir Regras................................................................................................48
10. Validação de Dados......................................................................................................49
10.1. Tipos de Validação....................................................................................................49
10.1.1. Lista Suspensa........................................................................................................49
10.1.2. Demais Tipos De Validação De Dados..................................................................50
10.2. Editar E Copiar A Validação De Dados......................................................................50
10.3. Mensagem De Entrada E Alerta De Erro...................................................................51
10.4. Apagar Validação de Dados.......................................................................................52
11. Remover Duplicatas......................................................................................................53
12. Texto Para Colunas.......................................................................................................53
13. Obter Dados Externos...................................................................................................54
13.1. Assistente De Importação De Texto..........................................................................54
13.2. Importar tabelas da internet.......................................................................................57
14. Base De Dados.............................................................................................................58
15. Tabelas e Gráficos Dinâmicos......................................................................................59
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes

15.1. Criar uma Tabela Dinâmica.......................................................................................59


15.2. Formatação da Tabela Dinâmica...............................................................................62
15.3. Criar um Gráfico Dinâmico.........................................................................................64
16. Filtro Avançado.............................................................................................................65
16.1. Aplicar filtro Avançado...............................................................................................65
17. Estrutura De Tópicos....................................................................................................68
17.1. Inserir Subtotais Na Estrutura De Tópicos................................................................69
17.2. Excluir Subtotais Na Estrutura De Tópicos................................................................70
17.3. Recurso Agrupar........................................................................................................70
17.4. Recurso Desagrupar..................................................................................................70
18. Trabalhando Com Gráficos No Excel...........................................................................71
18.1. Tipos de Gráfico Disponíveis.....................................................................................71
18.2. Inserir Gráficos No Excel...........................................................................................72
18.3. Alterar Tipo De Gráfico..............................................................................................72
18.4. Elementos De Um Gráfico.........................................................................................72
18.5. Formatar O Gráfico....................................................................................................73
18.5.1. Alterar As Dimensões E Mover O Gráfico..............................................................73
18.5.2. Formatar Área Do Gráfico.......................................................................................74
18.5.3. Legenda No Gráfico................................................................................................74
18.5.4. Linhas De Grade No Gráfico..................................................................................75
18.5.5. Rótulos De Dados...................................................................................................75
18.5.6. Título Do Gráfico.....................................................................................................76
18.5.7. Títulos dos Eixos.....................................................................................................76
18.5.8. Layout e Estilos de Gráficos...................................................................................77
18.6. Recursos Especiais Em Gráficos Utilizados Para Tomada De Decisão...................77
18.6.1. Gráfico de Gantt......................................................................................................77
18.6.2. Gráfico De Acompanhamento Da Adequação Ao Cronograma.............................82
18.6.3. Gráfico Condicional.................................................................................................83
18.6.4. Gráfico de Pareto Automatizado.............................................................................87
19. Macros...........................................................................................................................93
19.1. Guia Desenvolver.......................................................................................................93
19.2. Habilitar Macros.........................................................................................................94
19.2.1. Habilitar macros quando a Barra de Mensagens for exibida.................................94
19.2.2. Habilitar macros quando a Barra de Mensagens for exibida.................................94
19.3. Gravar Macro.............................................................................................................95
19.4. Salvar Pasta de Trabalho..........................................................................................95
19.5. Escrever Macros........................................................................................................95
19.6. Executar Macros Por Um Botão................................................................................96
19.7. Editar Macros..............................................................................................................96
20. Proteção de Dados........................................................................................................97
20.1. Proteção Na Planilha..................................................................................................97
20.1.1. Inserir Proteção Na Planilha....................................................................................97
20.1.2. Remover A Proteção De Uma Planilha.................................................................100
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes

20.2. Proteção Da Pasta De Trabalho...............................................................................100


20.3. Proteção Do Acesso Ao Arquivo.............................................................................100
20.4. Proteção Do Projeto VBA........................................................................................101
21. Referências Bibliográficas..........................................................................................103
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes

1. Informações Básicas relativas ao Excel

1.1. Barra De Ferramentas de Acesso Rápido

Localizada abaixo da barra de título, esta permite fixar em si própria os


ícones de atalho mais utilizados no dia a dia, para isso, deve-se clicar na seta
contida nesta barra conforme imagem abaixo que a deixou em evidência, clicar
novamente no atalho que se deseja adicionar à Barra De Ferramentas de Acesso
Rápido, caso ele não esteja entre os ícones disponíveis, basta clicar em Mais
comandos, selecionar o ícone que se deseja inserir, clicar em Adicionar e
pressionar OK.

 Nota 1: É possível deslocar a Barra De Ferramentas de Acesso Rápido ao clicar na


seta desta barra conforme imagem acima e clicar novamente na opção “Mostrar
Abaixo da faixa de opções”.

1.2. Barra De Fórmulas

Mostra a célula selecionada pelo cursor, a fórmula e ainda textos se


usados, em cada célula.

1.3. Barras De Status

A barra de status na parte inferior dos programas exibe o status das


opções selecionadas para aparecer na mesma. Por padrão, várias opções são
selecionadas, mas você pode personalizar a barra de status ao clicar com o
botão direito do mouse sobre ela e ativar ou desativar as opções que achar

Prof. Fernando
Dias
7
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
conveniente. No exemplo abaixo, temos a média, a contagem e a soma das
células A1:A3 que estão preenchidas com os números 1, 2 e 3 respectivamente.

2. Utilizando Atalhos

2.1.1. Acesso Do Teclado À Faixa De Opções

A faixa de opções vem com atalhos, chamados de Dicas de Tecla. Para


exibir as Dicas de Tecla, deve-se pressionar ALT.

Como podemos perceber na figura acima, ao pressionar o ALT, as guias


da faixa de opções receberão uma letra, por exemplo, C corresponde a guia
Página Inicial, se pressionarmos apenas a tecla C, todos os ícones e opções da
guia Página Inicial receberão uma letra, sendo assim, a sugestão é para decorar
qual a sequencia de letras devem ser digitadas após pressionar o ALT para
executar os comandos mais utilizados no dia a dia. Por exemplo: ALT, S, T,
inseri filtro no intervalo selecionado.
Para deixar de usar estes atalhos se as letras estiverem habitadas nas
faixas de opções, basta pressionar ESC.

Prof. Fernando
Dias
8
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes

2.1.2. Alguns Atalhos Mais Comuns

A fim de ganhar tempo no uso do Excel, atalhos poderão ser utilizados.


Abaixo temos alguns atalhos utilizados com frequência:

Prof. Fernando
Dias
9
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes

3. Pincel De Formatação

Prof. Fernando
Dias
10
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
Ao selecionar uma célula ou um intervalo de células e clicar uma vez no
ícone Pincel de Formatação que está na guia Página Inicial, no grupo Área de
Transferência, a formatação aplicada na(s) célula(s) em questão será copia e
aplicada ao local onde se copiar a formatação. No exemplo abaixo, ao selecionar
as células A2:A4, clicar no Pincel de Formatação e clicar novamente na célula
B2:B4 a formatação das células de origem foram replicadas nas células de
destino.

Ao clicar duas vezes no Pincel de formatação, será possível aplicar a


mesma formatação a vários locais do arquivo, incluindo outras planilhas na
mesma pasta. Neste caso para deixar de utilizar o pincel que estará
representado no mouse junto de uma cruz, pressionar a tela Esc.

4. Classificando Os Dados Da Tabela

Para classificar os dados de uma tabela em ordem alfabética crescente


ou decrescente, caso sejam texto, ou menor para o maior e vice versa para
dados numéricos. Para utilizar este recurso, executar os passos a seguir:

a) Selecionar o intervalo de dados a serem ordenados, incluindo


ou não os títulos criados para identificar as colunas ou linhas;
b) Na guia Inicial, no grupo Edição, clicar em Classificar e Filtrar,
clicar novamente em Personalizar Classificação;
c) A caixa de diálogo Classificar é exibida, caso o cabeçalho dos
dados tenham sido selecionados deixar marcada a opção:
Meus dados contêm cabeçalhos;

Prof. Fernando
Dias
11
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
d) Na opção Classificar por, selecionar a primeira coluna que você
deseja classificar, ou seja, todos os demais dados selecionados
acompanharão a classificação feita a partir das células contidas
nesta coluna;
e) Na lista Classificar em, selecionar Valores para classificar os
dados com base em seus respectivos valores, mas, a
classificação poderá ser feita pela Cor da Célula, Cor da Fonte
ou Ícone de Célula;
Na lista Ordem, selecionar a ordem que se deseja aplicar à
operação de classificação: crescente ou decrescente, isto é, A
a Z ou Z a A para texto ou menor para maior ou ainda maior
para menor para números.

 Nota 9: Caso seja necessário Classificar utilizando mais critérios, basta clicar em
“Adicionar Nível”, desta forma será inclusa a opção “E depois por” abaixo de
“Classificar por”, onde deverão ser selecionados os demais critérios de
classificação.

5. Referências Relativas e Absolutas

Por padrão, ao se fazer referência a uma célula no Excel esta será uma
referência relativa. Por exemplo, se na célula C2 é inserida a fórmula =A2+B2, ao
se copiar esta fórmula para a célula C3, a fórmula nesta célula se ajustará uma
linha para baixo e se tornará =A3+B3.
Referência absoluta é o mesmo que travar a célula, por exemplo, se for
preciso copiar a fórmula =A2+B2 contida na célula C2 para D2 de forma que esta
fórmula não se ajuste para a linha abaixo, é necessário travar as células que
compõem tal fórmula, ou seja, em C2 a fórmula será =$A$2+$B$2, após isso, ao
copiá-la para D2, a fórmula em D2 será =$A$2+$B$2.
Uma referência absoluta contém sinais de cifrão para identificá-la como
tal, por exemplo: $G$15. Veja abaixo o seu uso:
a) Endereços Absolutos $C$3 – Fixa a coluna C e a linha 3
b) C$3 – Fixa apenas a linha 3

Prof. Fernando
Dias
12
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
c) $C3 – Fixa apenas a coluna C
Pressionar F4 dentro da célula, alterna entre os tipos de referência.
6. Congelar Painéis E Dividir Janela

A opção Congelar Painéis é útil quando for preciso manter uma parte da
planilha visível enquanto o restante da planilha é percorrido. Esta opção está
contida na guia Exibição, no grupo Janela, e é subdividida em Congelar
Painéis, Congelar Linha Superior e Congelar Primeira Coluna. Abaixo
estudaremos estas três subdivisões.

6.1. Congelar Painéis

Ao clicar em Congelar Painéis, dentre as opções do botão Congelar


Painéis, o Excel congelará a linha superior e a coluna à esquerda da célula
selecionada. Para congelar a linha imediatamente acima e não congelar a coluna
a esquerda a célula selecionada deve estar contida na coluna A, por exemplo:
Para congelar apenas a linha 5, o usuário deverá clicar na célula A6 e então
clicar em Congelar Painéis e, novamente em Congelar Painéis.

6.2. Congelar Linha Superior

Ao clicar em Congelar Linha Superior, dentre as opções do botão


Congelar Painéis, independentemente da célula selecionada, congelará a
primeira linha da planilha de modo que ao descer na mesma, a primeira linha
continuará sendo visível, bem como seu conteúdo.

6.3. Congelar Primeira Coluna

Ao clicar em Congelar Primeira Coluna, dentre as opções do botão


Congelar Painéis, independentemente da célula selecionada, congelará a

Prof. Fernando
Dias
13
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
primeira coluna da planilha de modo que ao rolar para a direita na mesma, a
primeira coluna continuará sendo visível, bem como seu conteúdo.
6.4. Descongelar Painéis

Caso tenha algo congelado na planilha, para remover isso, na guia


Exibição, no grupo Janela, clicar em Congelar Painéis e, em seguida em
Descongelar Painéis.

6.5. Dividir Janela

O recurso Dividir poderá ser utilizado para exibir várias partes distantes
da planilha de uma só vez.
Ao clicar em Dividir contido guia Exibição, no grupo Janela, duas linhas,
uma vertical e uma horizontal serão criadas na planilha, exatamente na linha
acima e na coluna à esquerda da célula selecionada. Estas duas linhas que
aparecerão poderão ser ajustas conforme necessidade do usuário, portanto cada
parte da planilha passará a ter sua autonomia.
Para remover a divisão da planilha, basta clicar novamente em Dividir
contido guia Exibição, no grupo Janela.

7. Trabalhando Com Nomes Em Intervalos De Células

Ao elaborar uma fórmula ou mesmo depois, para alterá-la, é comum se


deparar com intervalos e mais intervalos de células. Se for preciso fazer
referência diversas vezes ao mesmo intervalo de células, é mais fácil dar um
nome para ele e usá-lo nas fórmulas.

7.1. Criar Nomes Para Intervalos De Células

Prof. Fernando
Dias
14
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
Para dar o nome “Valores” ao intervalo A1:A10 por exemplo, é preciso
selecionar o intervalo em questão e na caixa de nomes ao lado da barra de
fórmulas, digitar o nome do intervalo, neste caso, será a palavra Valores, e
pressionar ENTER. A partir de então ao selecionar o intervalo A1:A10 da planilha
em que se criou o nome, a caixa de nomes apresentará o nome Valores.
Também é possível definir Nome para um intervalo, ao clicar em
Gerenciador de Nomes, contido na guia Fórmulas, no grupo Nomes Definidos
e, em seguida, clicar em Novo, digitar o Nome no campo correspondente e no
campo Refere-se a: selecionar o intervalo, que em nosso exemplo é A1:A10.
Se na célula A12 for inserida a fórmula =SOMA(VALORES), os números
somados serão os contidos no intervalo denominado de “Valores”, ou seja, é o
mesmo que =SOMA(A1:A10).
No item Gráfico de Pareto Automatizado desta apostila alguns Nomes
de intervalo foram criados para executar o processo de automação de um
gráfico.

7.2. Alterar Nomes E Seus Intervalos

Na guia Fórmulas, no grupo Nomes Definidos, clicar em Gerenciador de


Nomes.

Na caixa de diálogo Gerenciador de Nomes, clicar duas vezes no nome


que se deseja alterar.
Na caixa de diálogo Editar Nome, na caixa Nome, digite o novo nome
para a referência.
Na caixa Refere-se a, altere a referência se for o caso e clique em OK.

Prof. Fernando
Dias
15
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
Ainda na janela Editar Nome, para cancelar alterações indesejadas ou
acidentais, basta clicar em Cancelar ou pressione ESC, já para salvar as
alterações, basta clicar em Confirmar ou pressione ENTER.

 Nota: O botão Fechar fecha somente a caixa de diálogo Gerenciador de Nomes. Não
é necessário clicar em Fechar para confirmar as alterações que já foram feitas.

7.3. Excluir Nome(s)

Na guia Fórmulas, no grupo Nomes Definidos, clicar em Gerenciador de


Nomes.

Na caixa de diálogo Gerenciador de Nomes, clicar no(s) nome(s) que se


deseja excluir. Se o objetivo é excluir mais de um nome, pode-se usar o CTRL ou
ainda a tecla SHIFT para vários intervalos.
Agora, basta clicar em Excluir ou pressionar a tecla DELETE e clicar em
em OK para confirmar a exclusão.

8. Entendendo Fórmulas E Funções

Fórmulas são equações que podem executar cálculos, retornar


informações, manipular o conteúdo de outras células e testar condições. Elas
sempre iniciam com o sinal de igual (=).
Nas fórmulas, é possível utilizar operadores aritméticos, operadores de
comparação e funções, sendo que em determinados momentos será possível e
até necessário utilizar estes operadores dentro de uma função.
Na tabela abaixo temos uma relação dos operadores e seu significado:

Prof. Fernando
Dias
16
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes

As funções são um método para tornar mais rápido a montagem de


fórmulas que envolvem cálculos complexos, muitos valores e até variáveis
diversas.
A seguir veremos como resolver operações matemáticas básicas
utilizando alguns operadores no Excel e ainda algumas funções para
substituirmos estes operadores:

O Excel oferece centenas de funções. A partir de então estudaremos


algumas destas funções.

8.1. Funções de Matemática e Trigonometria

Prof. Fernando
Dias
17
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes

8.1.1. Função Soma

A função SOMA, deverá somar os números especificados como


argumentos. Cada argumento pode ser um intervalo, uma referência de célula,
uma fórmula ou o resultado de outra função.
Toda função tem uma sintaxe, ou seja, o esqueleto, a estruturada da
mesma. A sintaxe da função Soma é: SOMA(núm1;[núm2],...), ou seja, soma de
uma célula ou intervalo de células, portanto a fórmula =SOMA(A1:A1000) somará
os valores do intervalo A1 até A1000, enquanto a fórmula
=SOMA(A1:A1000;B15) somará os valores do intervalo A1 até A1000 mais B15,
pois o ponto e vírgula ( ; ) indica que outra célula ou intervalo de células está
sendo somado ao primeiro intervalo de células, sem precisar informar célula por
célula.

 Nota 10: Sempre que a sintaxe da célula contiver alguma informação ou palavra
dentro do colchete [ ] significa que esta parte da função é opcional, portanto na
função SOMA(núm1;[núm2],...), o 2º argumento em diante é opcional;
 Nota 11: Intervalo são duas ou mais células em uma planilha. As células de um
intervalo podem estar próximas umas das outras ou não;
 Nota 12: Referência de célula é o conjunto de coordenadas que a célula abrange
em uma planilha. Por exemplo, a referência da célula que aparece na interseção
da coluna C e linha 4 é C4.

8.1.2. Função Mult

Multiplica todos os números fornecidos como argumentos e retorna o


produto. Por exemplo, se o intervalo A1:A2 contiver os números 5 e 10
respectivamente, a fórmula =MULT(A1:A2) retornará o resultado da multiplicação
que neste caso será 50.

Sintaxe: MULT(núm1, [núm2], ...)

A sintaxe da função MULT tem os seguintes argumentos:


Núm1, núm2,... Núm1 é obrigatório, números subsequentes são
opcionais. Números estes, cujo resultado da multiplicação se deseja saber.

Prof. Fernando
Dias
18
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes

8.1.3. Função Abs

Retorna o valor absoluto de um número, ou seja, retorna o próprio número


sem qualquer sinal. Veja 2 exemplos: =ABS(2) igual a 2, =ABS(-4) igual a 4.

Sintaxe: ABS(núm)

8.1.4. Função Arred

Arredonda um número até uma quantidade especificada de dígitos.


Sintaxe: ARRED(núm;núm_dígitos)

Se a célula A1 contém o número 122,53 e a célula B1 contém a fórmula


=ARRED(A1;0) o resultado será 123, ou seja, o número 122,53 foi arredondado
com 0 casas após a vírgula e mesmo que a formatação da célula B1 seja para
apresentar seu conteúdo com 1 casa após a vírgula o resultado será 123,0 pois o
número de origem foi arredondado para 0 casas após a vírgula.

8.1.5. Função Somase

Esta função adiciona as células especificadas por um determinado critério


ou condição.

Sintaxe: SOMASE(intervalo, critérios, intervalo_soma)

Onde:
Intervalo. É o intervalo de células a ser analisado, onde deverão estar os
critérios;
Critérios. São os critérios na forma de um número, expressão, ou texto,
que define quais células a serem adicionadas.

Prof. Fernando
Dias
19
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
Intervalo_soma. São células que realmente serão somadas. As células
em Intervalo_soma serão somadas somente se suas células correspondentes
em Intervalo coincidirem com os critérios estipulados. Se Intervalo_soma for
omitido, as células em intervalo serão somadas.
No exemplo abaixo a empresa pagará uma gratificação por assiduidade,
ou seja, a aqueles que Não tiveram absenteísmo, para tanto, a fórmula
=SOMASE(B4:B8;“não”,C4:C8) em F5 somará todos os valores da faixa C4:C8
correspondentes a B4:B8 igual a Não, onde o resultado será R$300,00.

8.1.6. Função Somases

Esta função adiciona as células especificadas por um dado conjunto de


condições ou critérios. A ordem dos argumentos é diferente entre as funções
SOMASES e SOMASE. Em particular, o argumento intervalo_soma é o primeiro
em SOMASES, mas é o terceiro em SOMASE. Ao copiar e editar essas funções
semelhantes, é preciso colocar os argumentos na ordem correta.

Sintaxe: SOMASES(intervalo_soma, intervalo_critérios1, critérios1,


[intervalo_critérios2, critérios2], …)

A sintaxe da função SOMASES tem os seguintes argumentos:


intervalo_soma. Uma ou mais células para somar, incluindo números ou
nomes, intervalos ou referências de célula que contenham números. Valores em
branco e de texto são ignorados.
intervalo_critérios1. O primeiro intervalo no qual avaliar os critérios
associados.
critérios1. Os critérios no formato de um número, uma expressão, uma
referência de célula ou um texto que define quais células no argumento

Prof. Fernando
Dias
20
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
intervalo_critérios1 serão adicionadas. Por exemplo, os critérios podem ser
expressos como ">32", B4, "maças" ou "32".
intervalo_critérios2, critérios2, … Opcional. Intervalos adicionais e
seus critérios associados. Até 127 intervalo/critérios pares são permitidos.
No exemplo abaixo a Cia pagará uma gratificação por assiduidade para
aqueles que não tiveram absenteísmo e tem mais de 6 meses de empresa. Para
isso, a fórmula =SOMASES(C4:C8;B4:B8;"Não";D4:D8;">0,6") em C11 somará
todos os valores da faixa C4:C8 correspondentes a B4:B8 igual a Não e a D4:D8
maior >0,6, onde o resultado será R$200,00.

8.1.7. Função Subtotal

Retorna um subtotal em uma lista ou em um banco de dados. Esta função


permite realizar onze operações diferentes, entre elas multiplicação, soma,
média e contagem de itens.
Além de eclética, esta função é bastante esperta. Ao somar os valores de
uma coluna que contém subtotais, marcando a lista inteira, a função ignora os
dados parciais e dá o resultado correto, facilitando o cálculo.
Outra grande vantagem da Subtotal é a economia de tempo que
proporciona na mudança de operação, bastando alterar na fórmula apenas o
número que a identifica.
Para fazer a média das despesas registradas nas células A1, A2 e A3, por
exemplo, escreva: =SUBTOTAL (1; A1:A3). Se quiser saber qual foi a maior das
despesas, o 4 deverá substituir o 1. E se a ideia é somar os três gastos, basta
trocar o 4 pelo 9.

Sintaxe: SUBTOTAL(núm_função,ref1,[ref2],...])

Prof. Fernando
Dias
21
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes

A sintaxe da função SUBTOTAL tem os seguintes argumentos:


Núm_função. O número de 1 a 11 (incluindo valores ocultos) ou 101 a
111 (ignorando valores ocultos) que especifica qual função usar no cálculo de
subtotais dentro de uma lista.
Ref1. O primeiro intervalo nomeado ou referência cujo subtotal se deseja.
Ref2,... Opcional. Intervalos nomeados ou referências de 2 a 254 cujo
subtotal se deseja.
Veja a explicação de cada número que poderá compor o argumento
Núm_função desta função:

Núm_função Núm_função
(incluindo valores (ignorando valores
ocultos) ocultos) Função
1 101 MÉDIA

2 102 CONTA
3 103 CONT.VALORES
4 104 MÁX
5 105 MÍN
6 106 MULT
7 107 DESVPAD
8 108 DESVPADP
9 109 SOMA
10 110 VAR
11 111 VARP

8.2. Funções É

Cada uma das funções, chamada coletivamente de funções É, verifica o


valor especificado e retorna VERDADEIRO ou FALSO. Por exemplo, a fórmula

Prof. Fernando
Dias
22
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
=ÉCÉL.VAZIA(A1) retornará VERDADEIRO se a célula A1 estiver vazia; caso
contrário, retornará FALSO.
As funções É podem ser utilizadas para obter informações sobre um valor
antes de realizar um cálculo ou outra ação com ele. Por exemplo, é possível usar
a função ÉERRO junto com a função SE para realizar uma ação diferente se um
erro ocorrer, por exemplo: =SE(ÉERRO(A2),"Analisar",A2*5%)
Essa fórmula verificará se existe uma condição de erro em A2. Em caso
positivo, a função SE retornará a mensagem "Analisar". Se não houver erro, a
função SE realizará o cálculo A2*5%.

Sintaxe:
ÉCÉL.VAZIA(valor)
ÉERRO(valor)
ÉERROS(valor)
ÉLÓGICO(valor)
É.NÃO.DISP(valor)
É.NÃO.TEXTO(valor)
ÉNÚM(valor)
ÉREF(valor)
ÉTEXTO(valor)

A sintaxe da função É tem os seguintes:

valor. O valor que desejar testar. O argumento de valor pode ser um


espaço em branco (célula vazia), um erro, um texto, um número ou um valor de
referência ou ainda um nome que faz referência a qualquer um desses
elementos.
O quadro a seguir retrata um pouco mais a aplicação das funções É:

Função Retorna VERDADEIRO se

ÉCÉL.VAZIA Valor se referir a uma célula vazia.

Prof. Fernando
Dias
23
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes

ÉERRO Valor se referir a um valor de erro exceto #N/D.

ÉERROS Valor se referir a qualquer valor de erro (#N/D,


#VALOR!, #REF!, #DIV/0!, #NÚM!, #NOME? ou #NULO!).

É.NÃO.DISP Valor se referir ao valor de erro #N/D (valor não


disponível).

É.NÃO.TEXTO O valor faz referência a qualquer item que não seja


texto. Essa função retornará VERDADEIRO se o valor fizer
referência a uma célula em branco.

ÉNÚM Valor se referir a um número.

ÉREF Valor se referir a uma referência.

ÉTEXT Valor se referir a texto.

8.3. Função Lógicas

8.3.1. Função Se

A célula onde for aplicada esta função retornará um valor se uma


condição especificada pelo usuário for considerada VERDADEIRA e outro valor
se essa condição for considerada FALSA. Por exemplo, a fórmula
=SE(B1>30,"Mais que 30","30 ou menos") retornará "Mais que 30" se B1 for
maior que 30 e "30 ou menos" se B1 for menor que ou igual a 30.

Sintaxe: SE(teste_lógico, [valor_se_verdadeiro], [valor_se_falso])

A sintaxe da função SE tem os seguintes argumentos:


teste_lógico Obrigatório. Qualquer valor ou expressão que possa ser
avaliado como VERDADEIRO ou FALSO. Por exemplo, F10>=1000 é uma

Prof. Fernando
Dias
24
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
expressão lógica; se o valor da célula F10 for maior ou igual a 1000, a expressão
será considerada VERDADEIRA. Caso contrário, a expressão será considerada
FALSA; valor_se_verdadeiro Opcional. O valor que desejar que seja retornado
se o argumento teste_lógico for considerado VERDADEIRO. Por exemplo, se o
valor desse argumento for "Conceder Desconto” e o argumento teste_lógico for
considerado VERDADEIRO, a função SE retornará o texto Conceder Desconto.
Se teste_lógico for considerado VERDADEIRO e o argumento
valor_se_verdadeiro for omitido (ou seja, há apenas uma vírgula depois do
argumento teste_lógico), a função SE retornará 0 (zero); valor_se_falso
Opcional. O valor que desejar que seja retornado se o argumento teste_lógico for
considerado FALSO. Por exemplo, se o valor desse argumento for "Não
Conceder Desconto” e o argumento teste_lógico for considerado FALSO, a
função SE retornará o texto Não Conceder Desconto. Se teste_lógico for
considerado FALSO e o argumento valor_se_falso for omitido (ou seja, não há
vírgula depois do argumento valor_se_verdadeiro), a função SE retornará o valor
lógico FALSO. Se teste_lógico for considerado FALSO e o valor do argumento
valor_se_falso for omitido (ou seja, na função SE, não há vírgula depois do
argumento valor_se_verdadeiro), o SE retornará 0 (zero).
Veja mais um exemplo sobre o uso da fórmula SE, onde se a média do
aluno for maior ou igual a 7, então o aluno será Aprovado, caso contrário,
Reprovado.

Até sete funções SE podem ser aninhadas como argumento


valor_se_verdadeiro e valor_se_falso para construir testes mais elaborados. A
figura a seguir, retrata bem, um exemplo de fórmula SE com vários critérios, são

Prof. Fernando
Dias
25
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
eles: SE o resultado alcançado pelo consultor for menor que 70% então o
consultor receberá R$678,00, SE o resultado for menor que 90% então ele
receberá 1,5% de comissão sobre suas vendas, já SE o resultado alcançado for
menor que 100%, então ele receberá 2% de comissão, caso contrário, ou seja,
se o resultado for maior ou igual a 100%, ele receberá 2,5% de comissão.

8.3.2. Funções E e OU

Indicadas para testar se os dados atendem aos critérios especificados.


Conforme abaixo, para a função E o resultado será verdadeiro se todas as
condições forem atendidas.

Sua Sintaxe é: E(lógico1, [lógico2], ...)

No exemplo a seguir, o resultado para a função OU será verdadeiro se


qualquer uma das condições for atendida.

Sua Sintaxe é: OU(lógico1, [lógico2], ...)

Prof. Fernando
Dias
26
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
Os argumentos das funções E e OU são iguais, são eles:
lógico1. A primeira condição que se deseja testar e puder ser avaliada
como VERDADEIRO ou FALSO.
lógico2, ... Opcional. Condições adicionais que se deseja testar podendo
ser avaliadas como VERDADEIRO ou FALSO, até um máximo de 255
condições.
As funções E e OU são utilizadas com frequência em conjunto com a
função Se. Isso pode ser visto no exemplo abaixo, onde o SE(E) está utilizando
os seguintes critérios: Média >= 7,00 e Faltas <=3 estará aprovado, caso
contrário, reprovado.

8.3.3. Função Seerro

Retornará valor_se_erro se a expressão for um erro; caso contrário,


retorna o valor da expressão. Para evitar que planilhas sejam apresentadas
contendo erros, para identificar e padronizar erros, para que erros não
prejudiquem o resultado final, nem mesmo demais cálculos dependentes, é
sugerível utilizar as funções SEERRO, ou a junção das funções SE e ÉERROS.
Considere o cenário a seguir, onde o resultado da fórmula
=MÉDIA(C16:D16) na célula E16 será um erro caso C16 e D16 estejam em
branco, consequente haverá erro em E21, onde será calculada a média da
turma. Para resolver esta situação, podemos usar a fórmula
=SEERRO(MÉDIA(C16:D16);"") ou =SE(ÉERROS(MÉDIA(C16:D16));"";MÉDIA
(C16:D16)).

Prof. Fernando
Dias
27
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes

8.4. Funções de Texto

8.4.1. Função Arrumar

Usada para remover todos os espaços do texto exceto os espaços únicos


entre palavras. Um bom momento para utilizar ARRUMAR é no texto exportado
de outro aplicativo que pode ter espaçamento irregular.

Sintaxe: ARRUMAR(texto)
A sintaxe da função ARRUMAR tem o argumento:
Texto Obrigatório, ou seja, o texto do qual se deseja remover espaços.
Por exemplo:

8.4.2. Função Concatenar

Agrupa várias sequencias de caracteres de texto em uma única sequencia


de texto. Os itens agrupados podem ser texto, números, referências de células
ou até mesmo uma combinação desses itens.

Prof. Fernando
Dias
28
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes

Sintaxe: CONCATENAR(texto1, [texto2], ...)

A sintaxe da função CONCATENAR tem os seguintes argumentos:


Texto1 Obrigatório. O primeiro item de texto a ser concatenado.
Texto2, ... Opcional. Itens de texto adicionais, até um máximo de 255
itens. Os itens devem ser separados por vírgulas.
A função CONCATENAR também poderá ser substituída pelo & (E
comercial). Por exemplo: =A1 & B1 retornará o mesmo valor que
=CONCATENATER(A1,B1).
Caso a planilha contenha o nome de uma pessoa na célula A1 e o
sobrenome da pessoa na célula B1, será possível combinar os dois valores em
outra célula usando a seguinte fórmula: =CONCATENAR(A1," ",B1), onde o
segundo argumento neste exemplo (" ") é usado para inserir um espaço entre o
nome e o sobrenome, ou simplesmente, usar =A1&” “&B1.

8.4.3. Função Núm.Caract

NÚM.CARACT retorna o número de caracteres em uma sequencia de


caracteres de texto.
Sintaxe: NÚM.CARACT(Texto)

Se a célula A1 contém o nome Lucas, e a Célula A2 contém a fórmula


=NÚM.CARACT(A1), o resultado desta célula será 5, pois tal função contará a
quantidade de caracteres contida na célula A1.

8.4.4. Função Esquerda

Retorna o número especificado de caracteres do inicio de uma sequencia


de caracteres de texto.

Sintaxe: ESQUERDA(texto, [núm_caract])

Prof. Fernando
Dias
29
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes

A sintaxe desta função tem os seguintes argumentos:


Texto. A cadeia de texto que contém os caracteres que você deseja
extrair.
Núm_caract Opcional. Especifica o número de caracteres que Esquerda
deve extrair. Este argumento deverá ser maior ou igual a zero e se for omitido,
será considerado 1. Se núm_caract for maior que o comprimento do texto,
Esquerda retornará todo o texto.
Por exemplo, se a Célula A1 contiver a matricula e o nome do colaborador
respectivamente, 757 Maria Deuzilene de Morais e na célula A2 for inserida a
fórmula =ESQUERDA(A1;3), o resultado será 757.

8.4.5. Função Direita

Retorna o número especificado de caracteres do final de uma sequencia


de caracteres de texto.

Sintaxe: DIREITA(texto, [núm_caract])

A sintaxe desta função tem os seguintes argumentos:


Texto. A cadeia de texto que contém os caracteres que você deseja
extrair.
Núm_caract Opcional. Especifica o número de caracteres que Direita
deve extrair. Este argumento deverá ser maior ou igual a zero e se for omitido,
será considerado 1. Se núm_caract for maior que o comprimento do texto,
Direita retornará todo o texto.
Por exemplo, se a Célula A1 contiver a matricula e o nome do colaborador
respectivamente, 757 Maria Deuzilene de Morais e na célula A2 for inserida a
fórmula =DIREITA(A1;6), o resultado será Morais.

8.4.6. Função Localizar

Prof. Fernando
Dias
30
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
A função localizar localiza um texto_procurado, em outro texto e
retorna o número da posição inicial do texto procurado, sendo a leitura feita da
esquerda para a direita. Por exemplo, para localizar a posição da letra "m" na
palavra "primo", deve-se usar a função =LOCALIZAR("m","primo"), o resultado
dessa função retorna 4 porque "m" é o quarto caractere na palavra "primo".
Também é possível procurar palavras dentro de outras palavras. Por
exemplo, a função =LOCALIZAR("linha","sublinha") retorna 4, porque a palavra
"linha" começa no quarto caractere da palavra "sublinha".

Sintaxe: LOCALIZAR(texto_procurado,no_texto,[núm_inicial])

Localizar têm os seguintes argumentos:


texto_procurado. O texto que se deseja localizar. Se o valor de
texto_procurado não for encontrado, o valor de erro #VALOR! será retornado.
no_texto. O texto no qual se deseja procurar o valor do argumento
texto_procurado.
núm_inicial Opcional. Esta função sempre retornará o número de
caracteres a partir do início do argumento no_texto, portanto não é necessário
preencher este argumento.
O objetivo do exemplo ilustrado na figura abaixo é extrair a matricula do
colaborador que está sendo apresentada em conjunto com o nome do mesmo na
coluna Matricula e Colaborador. Como a quantidade de números na matricula
não é uniforme para todos os colaboradores, a função Localizar retornará qual o
nº do caractere do primeiro espaço (“ “) encontrado nas células em questão e
esta informação será o argumento Núm_Caract utilizado na função Esquerda.
Para concluir este exemplo, foi inserido -1 a frente da função localizar,
para que o número do caractere referente ao primeiro espaço (“ “), seja
desconsiderado, ou seja, seja levado em conta só a quantidade de caracteres da
matricula mesmo.

Prof. Fernando
Dias
31
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes

8.4.7. Função Maiúscula

Converte uma sequência de caracteres de texto em letra maiúscula.

Sintaxe: MAIÚSCULA(texto)

Para transformar o nome Marcelino Alves Aguiar que está na célula A1 em


caixa alta, suponha que na célula B1 ou qualquer outra que se deseje apresentar
este nome em letra maiúscula, deverá ser inserida a fórmula =MAIÚSCULA(A1),
portanto o resultado será MARCELINO ALVES AGUIAR.

8.4.8. Função Minúscula

Converte uma sequência de caracteres de texto em letra minúscula.

Sintaxe: MINÚSCULA(texto)

O e-mail MariaDeuzilene@Gmail.com está contido na célula A1, para


apresentá-lo em caixa baixa na célula B1, deverá ser inserida na mesma a
fórmula =MINÚSCULA(A1), portanto o resultado apresentado será
mariadeuzilene@gmail.com

8.4.9. Função Pri.Maiúscula

Prof. Fernando
Dias
32
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
Converte uma sequência de caracteres de texto no seguinte formato: A
primeira letra de cada palavra em maiúscula e as demais letras em minúsculas.

Sintaxe: =PRI.MAIÚSCULA(texto)

Se o nome Lucas alexandre de oliveira barbosa, estiver contido na célula


A1, para apresentá-lo com as iniciais maiúsculas na célula B1, deverá ser
inserida na mesma a fórmula =PRI.MAIÚSCULA(A1), portanto o resultado
apresentado será Lucas Alexandre Oliveira De Oliveira Barbosa.

8.4.10. Função Exato

Verifica se duas sequências de caracteres são exatamente iguais e


retorna VERDADEIRO ou FALSO. Sendo que esta função diferencia maiúsculas
de Minúsculas.

Sintaxe: EXATO(texto1,texto2)

Abaixo temos 3 exemplos para expressar o uso desta função.

8.4.11. Função Substituir

Coloca um novo texto no lugar de texto antigo.

Sintaxe: SUBSTITUIR(texto, texto_antigo, novo_texto,


[núm_da_ocorrência])

A sintaxe da função SUBSTITUIR tem os seguintes argumentos:

Prof. Fernando
Dias
33
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
Texto. O texto ou a referência a uma célula que contém o texto no qual
deseja substituir caracteres.
Texto_antigo. O texto que se deseja substituir.
Novo_texto. O texto pelo qual deseja substituir texto_antigo.
Núm_da_ocorrência Opcional. Especifica que ocorrência de
texto_antigo se deseja substituir por novo_texto. Se especificar
núm_da_ocorrência, apenas aquela ocorrência de texto_antigo será substituída.
Caso contrário, cada ocorrência de texto_antigo no texto é alterada para
novo_texto.

Nos exemplos 5 e 6 da figura acima, temos o mesmo valor com formato


de moeda no texto original. Ao substituir o nº 1 pelo nº 3, o exemplo 5 apresenta
o resultado sem o R$ mesmo que esta célula de resultado esteja no formato
moeda ou contábil, então no exemplo 6 a função Substituir foi utilizada dentro
da função Moeda, para que o resultado de Substituir seja apresentado com o
R$ à frente.

 Nota: A função Moeda converte um número em formato de texto e aplica um símbolo


de moeda. O nome da função (e o símbolo aplicado) depende das suas
configurações de idioma. É possível usar números formatados com MOEDA nas
fórmulas, porque o Excel converte os números inseridos como valores de texto
em números quando faz um cálculo.
8.4.12. Função Ext.Texto

Retorna os caracteres do meio de uma sequencia de caracteres de texto,


tendo a posição e o comprimento especificados.

Sintaxe: EXT.TEXTO(texto, núm_inicial, núm_caract)

Prof. Fernando
Dias
34
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes

A sintaxe desta função tem os seguintes argumentos:


Texto. A cadeia de texto que contém os caracteres que se deseja extrair.
Núm_inicial. A posição do primeiro caractere que se deseja extrair no
texto. O primeiro caractere no texto possui núm_inicial 1 e assim
sucessivamente.
Núm_caract. Especifica o número de caracteres que serão extraídos do
texto.
O objetivo do exemplo ilustrado na figura abaixo é extrair o nome do
colaborador que está sendo apresentada em conjunto com a matricula do
mesmo na coluna Matricula e Colaborador. Como a quantidade de números na
matricula não é uniforme para todos os colaboradores, a função Localizar
retornará qual o nº do caractere do primeiro espaço (“ “) encontrado nas células
em questão, o +1 a frente da função localizar é para que a extração do texto
inicie exatamente nos nomes dos colaboradores, ou seja, estas informações
formarão o argumento Núm_Inicial do Ext.Texto.
O argumento Núm_caract do Ext.Texto foi atendido através das funções
NÚM.CARACT – LOCALIZAR.

8.5. Funções Estatísticas

8.5.1. Função Média

Prof. Fernando
Dias
35
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
Retorna a média (aritmética) dos argumentos. Por exemplo, se o intervalo
A1:A23 contiver números, a fórmula =MÉDIA(A1:A23) retornará a média desses
números.

Sintaxe: MÉDIA(núm1, [núm2], ...)

A sintaxe da função MÉDIA tem os seguintes argumentos:


Núm1, Obrigatório. O primeiro número, referência de célula ou intervalo
para o qual você deseja a média;
Núm2, ... Opcional. Números adicionais, referências de célula ou
intervalos para os quais se deseja a média, até no máximo 255.

8.5.2. Função Médiase

Retorna a média (aritmética) de todas as células em um intervalo que


satisfazem um determinado critério. Por exemplo: A fórmula
=MÉDIASE(B2:B13;"Sim";F2:F13) fará uma média dos valores contidos em
F2:F13 correspondentes a B2:B13 iguais a Sim, ou seja, em B2:B13 sempre que
encontrar a palavra Sim, a célula correspondente em F2:F13 entrará no cálculo
da média.

Sintaxe: MÉDIASE(intervalo, critérios, [intervalo_média])

A sintaxe da função MÉDIASE tem os seguintes argumentos:


Intervalo. Uma ou mais células a serem usadas para o cálculo da média,
incluindo números ou nomes.
Critérios. Os critérios na forma de um número, uma expressão, uma
referência de célula ou um texto que define quais células serão usadas para o
cálculo da média. Por exemplo, os critérios podem ser expressos como 32, "32",
">32", "maçãs" ou B4.

Prof. Fernando
Dias
36
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
Intervalo_média Opcional. O conjunto real de células que será usado
para calcular a média. Se omitido, será usado o intervalo.

Nesta função, caso haja células no intervalo contenham VERDADEIRO ou


FALSO, estas serão ignoradas assim como se uma célula no intervalo_média
estiver vazia. E se nenhuma célula no intervalo satisfizer os critérios, a função
retornará erro.

8.5.3. Função Médiases

Retorna a média (aritmética) de todas as células que satisfazem vários


critérios.

Sintaxe: MÉDIASES(intervalo_média, intervalo_critérios1, critérios1,


[intervalo_critérios2, critérios2], …)

A sintaxe da função MÉDIASES tem os seguintes argumentos:


Intervalo_média. Uma ou mais células a serem usadas para o cálculo da
média.
Intervalo1_critérios, intervalo2_critérios, … onde “Intervalo1_critérios”
é obrigatório, “intervalos_critérios subsequentes” são opcionais. Os intervalos de
1 a 127 deverão conter os critérios associados.
Critérios1, critérios2, … onde “Critérios1” é obrigatório, e “critérios
subsequentes” são opcionais. Os critérios de 1 a 127 na forma de um número,
uma expressão, uma referência de célula ou um texto definirão quais células
serão usadas para calcular a média. Por exemplo, os critérios podem ser
expressos como 32, "32", ">32", "maçãs" ou B4.
No exemplo abaixo, o objetivo é calcular a média das alunas aprovadas,
ou seja, teremos dois critérios, são eles: alunas, portanto do sexo feminino e
aprovadas. A fórmula =MÉDIASES(C2:C13;B2:B13;"F";D2:D13;"Aprovado") terá
como resultado 9,34. Vamos entende-la melhor: A média será obtida dos valores

Prof. Fernando
Dias
37
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
contidos em C2:C13 correspondentes a B2:B13 iguais a “F” e D2:D13 iguais a
Aprovado, ou seja, em B2:B13 sempre que encontrar a letra F e em D2:D13
encontrar a palavra Aprovado, a célula correspondente em F2:F13 entrará no
cálculo da média.

Veja também algumas informações relevantes sobre Médiases:


Cada intervalo_critérios deverá ter o mesmo tamanho e forma que o
intervalo_soma.
Se não for possível traduzir as células do intervalo_média em números ou
se nenhuma célula satisfizer os critérios, ou se um intervalo_média for um valor
em branco ou um valor de texto esta função retornará erro.
Células em intervalos que contiverem VERDADEIRO serão avaliadas
como 1 e as células em intervalos que contiverem FALSO serão avaliadas como
0 (zero).

8.5.4. Função Cont.Valores

Utilizada para saber quantas células estão preenchidas em um


determinado intervalo, ou seja, quais possuem algum conteúdo digitado, seja
texto, valor ou fórmulas, basta usar a função CONT.VALORES.

Prof. Fernando
Dias
38
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
Por exemplo: =CONT.VALORES(A1:A25) é a fórmula a ser usada para
identificar quantos valores foram preenchidos no intervalo de células A1 a A25.

8.5.5. Função Contar.Vazio

Utilizada para contar às células que estão vazias. Por exemplo:


=CONTAR.VAZIO(A1:A25) é a fórmula a ser usada para identificar quantos
valores estão vazios no intervalo de células A1 a A25.

8.5.6. Função Cont.Núm

Conta o número de células em um intervalo que contém somente números


como conteúdo. Por exemplo: =CONT.NÚM(A5:A32) é a fórmula para identificar
quantas células contém apenas números no intervalo de células A5 a A32.

8.5.7. Função Cont.Se

Esta função conta o número de células não vazias em um intervalo que


corresponda a uma determinada condição.

Sintaxe: CONT.SE(intervalo, critérios)

A sintaxe da função CONT.SE tem os seguintes argumentos:


intervalo Obrigatório. Uma ou mais células a serem contadas, incluindo
números ou nomes, matrizes ou referências que contêm números; critérios
Obrigatório. Um número, uma expressão, uma referência de célula que define
quais células serão contadas. Por exemplo, os critérios podem ser expressos
como "3", ">=3", "maçãs" ou B4.
No exemplo abaixo, o CONT.SE é utilizado para identificar quantas vezes
a UF de atuação aparece na no intervalo D20:D38.

Prof. Fernando
Dias
39
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes

8.5.8. Função Cont.Ses

Esta função conta o número de células especificadas por um dado


conjunto de condições ou critérios.

Sintaxe: CONT.SES(intervalo_critérios1 , critérios1 , [intervalo_critérios2,


critérios2]…)

A sintaxe desta função tem os seguintes argumentos:


intervalo_critérios1. O primeiro intervalo no qual avaliar os critérios
associados.
critérios1. Os critérios no formato de um número, uma expressão, uma
referência de célula ou um texto que define quais células serão contadas. Por
exemplo, os critérios podem ser expressos como ">32", B4, "maçãs" ou "32".
intervalo_critérios2, critérios2, ... Opcional. Intervalos adicionais e
seus critérios associados. Até 127 intervalo/critérios pares são permitidos.
Vale ressaltar que cada intervalo adicional deve ter o mesmo número de
linhas e colunas que o argumento intervalo_critérios1.

Prof. Fernando
Dias
40
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
O objetivo da fórmula =CONT.SES(B4:B8;"Não";D4:D8;">0,6") na célula
C10 é contar quantos colaboradores receberão o bônus concedido à aqueles que
não tiveram absenteísmo e tem mais de 6 meses de empresa, então na prática,
o resultado desta fórmula será 2 pois ela contará quantas vezes aparecerá “Não”
no intervalo B4:B8 e também se em D4:D8 encontrar valores maiores que 0,6
(equivalente a 6 meses). Veja a figura abaixo demonstrar isso com mais clareza:

8.5.9. Função Mínimo

Retorna o menor número na lista de argumentos. Por exemplo, se o


intervalo A1:A10 contiver os números 1,2,3,4,5,6,7,8,9 e 10, a fórmula
=MÍNIMO(A1:A10) retornará o menor número deste intervalo, ou seja, 1.

Sintaxe: MÍNIMO(núm1, [núm2], ...)

A sintaxe da função MÍNIMO tem os seguintes argumentos:


Núm1, núm2,... Núm1 é obrigatório, números subsequentes são
opcionais. De 1 a 255 números cujo valor mínimo se deseja saber.

8.5.10. Função Máximo

Prof. Fernando
Dias
41
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
Retorna o menor número na lista de argumentos. Por exemplo, se o
intervalo A1:A10 contiver os números 1,2,3,4,5,6,7,8,9 e 10, a fórmula
=MÁXIMO(A1:A10) retornará o maior número deste intervalo, ou seja, 10.

Sintaxe: MÁXIMO(núm1, [núm2], ...)


A sintaxe da função MÁXIMO tem os seguintes argumentos:
Núm1, núm2,... Núm1 é obrigatório, números subsequentes são
opcionais. De 1 a 255 números cujo valor máximo se deseja saber.

8.5.11. Funções Maior E Menor

Enquanto as funções Máximo e Mínimo mostram apenas os dois


extremos, ou seja, o maior ou menor valor da lista, com a função Maior é
possível identificar qual o segundo ou terceiro maior da lista, e com a função
Menor também se consegue identificar o segundo ou terceiro menor da lista.
Na construção das funções, basta informar a lista de valores a serem
analisados e se deseja que retorne o primeiro, segundo, terceiro, etc., item da
lista. Esta indicação é feita com números 1,2,3,4 e assim sucessivamente.
Vejamos 2 exemplos:
a) O resultado da célula B1 que contém a
fórmula =MAIOR(A1:A20;1) será R$123.000 já que este é o
1º maior valor contido no intervalo das células A1 a A20.
b) Já na célula C1 que contém a fórmula =MENOR(A1:A20;4) será
R$1.560 já que este é o 4º menor valor contido no intervalo das
células A1 a A20.

8.6. Funções de Pesquisa e Referência

8.6.1. Função Procv

Prof. Fernando
Dias
42
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
O PROCV é utilizado para pesquisar a “primeira coluna” de um intervalo
de células, encontrar o valor procurado na mesma e, retornar um valor de
qualquer célula na linha que contem o valor procurado, porem, estes valores a
serem retornados deverão estar à direita da 1ª coluna. Por exemplo, digamos
que uma planilha contenha os funcionários, seus cargos e as respectivas horas
extras realizadas no mês, a lista de funcionários está contida no intervalo A2:C9
e estão armazenados na primeira coluna do intervalo, como mostrado na
ilustração a seguir:

Ao saber o nome do funcionário, você poderá usar a função PROCV para


retornar o cargo ou as horas extras desse funcionário. Para obter o cargo do
funcionário Joaquim, pode-se usar a fórmula =PROCV(Joaquim, A2:C9, 2,
FALSO), ou seja, essa fórmula procurará o valor Joaquim na primeira coluna do
intervalo A2:C9, encontrando, retornará o valor contido na segunda coluna do
intervalo, especificada pelo número 2 da fórmula criada.

Sintaxe: PROCV(valor_procurado, matriz_tabela, núm_índice_coluna,


[procurar_intervalo])

A sintaxe da função PROCV tem os seguintes argumentos:


valor_procurado Obrigatório. O valor a ser procurado na primeira coluna
da tabela ou intervalo. O argumento valor_procurado poderá ser um valor (por
exemplo, Marcelo) ou uma referência (por exemplo, C12); matriz_tabela
Obrigatório. O intervalo de células que contenha os dados. Poderá ser utilizada
uma referência a um intervalo (por exemplo, A2:D8) ou um nome de intervalo;

Prof. Fernando
Dias
43
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
núm_índice_coluna Obrigatório. O número da coluna dentro do intervalo tido
como matriz_tabela, onde o valor/informação correspondente deverá ser
retornado. Para exemplicar melhor, o argumento núm_índice_coluna
especificado como 3 retornará o valor na terceira coluna em matriz_tabela.
procurar_intervalo Opcional. Este argumento trabalhará com duas
condições, são elas:
c) procurar_intervalo preenchido como FALSO ou 0 (zero).
Exemplo: O nome Marcelo será procurado na matriz_tabela,
porem nela ele foi digitado com um espaço Marce lo, portanto
o valor_procurado é diferente ao compararmos a fórmula com a
matriz tabela. Neste caso, a célula que contém a fórmula
PROCV retornará um erro, pois não encontrará um valor
exatamente igual, caso encontre valores iguais, esta função
encontrará a primeira vez que o valor_procurado aparece na
primeira coluna da matriz_tabela e trará a informação contida
na coluna correspondente;
d) procurar_intervalo preenchido como VERDADEIRO ou 1
(um). A função do PROCV trará uma correspondência exata ou
aproximada e, caso não seja localizado correspondência exata,
o valor maior mais próximo que seja menor que o
valor_procurado será retornado, o que muito arriscado.

 Nota 13: Se procurar_intervalo for VERDADEIRO, ou for omitido, os valores na


primeira coluna de matriz_tabela deverão ser colocados em ordem ascendente;
caso contrário, a função PROCV poderá não retornar o valor correto;
 Nota 14: Se procurar_intervalo for definido como FALSO, PROCV encontrará
somente uma correspondência exata, portanto se houver dois ou mais valores
na primeira coluna de matriz_tabela que coincidem com o valor_procurado, o
primeiro valor encontrado será utilizado;
 Nota 15: Se o argumento núm_índice_coluna for maior do que o número de
colunas em matriz_tabela, PROCV retornará erro;
 Nota 16: Ao procurar valores de número ou data, certificar que os dados na
primeira coluna da matriz_tabela não estejam armazenados em formato de texto.
Nesse caso, PROCV poderá retornar um valor incorreto ou inesperado.

8.6.2. Função Proch

Prof. Fernando
Dias
44
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
Usado para localizar um valor na linha superior de uma tabela de valores
e retornar um valor na mesma coluna e na linha especificada da tabela. PROCH
é indicado quando seus valores de comparação estiverem localizados em uma
linha ao longo da parte superior de uma tabela de dados e queira observar um
número específico de linhas mais abaixo.
Sintaxe: PROCH(valor_procurado,matriz_tabela;núm_índice_lin[procurar
_intervalo])
A sintaxe do PROCH tem os seguintes argumentos:
Valor_procurado. Valor a ser encontrado na primeira linha da tabela,
podendo ser um valor, uma referência ou um texto.
Matriz_tabela. Uma tabela de informações onde os dados deverão ser
procurados.
Núm_índice_lin. O número da linha em matriz_tabela de onde o valor
correspondente deverá ser retirado. Se o núm_índice_lin for 1 retornará o valor
da primeira linha na matriz_tabela, se for 2 retornará o valor da segunda linha na
matriz_tabela e assim sucessivamente.
Procurar_intervalo Opcional. Especifica se PROCH deverá localizar
uma correspondência exata ou aproximada. Se VERDADEIRO ou omitido, uma
correspondência aproximada é retornada, ou seja, o valor maior mais próximo
que seja menor que o valor_procurado é retornado. Se FALSO, o valor retornado
será uma correspondência exata ou um erro caso não encontre correspondência
exata.
Se procurar_intervalo for VERDADEIRO, os valores na primeira linha de
matriz_tabela deverão ser colocados em ordem ascendente: ...-2, -1, 0, 1, 2,... ,
A-Z, FALSO, VERDADEIRO, caso contrário, PROCH pode não retornar o valor
correto. Se procurar_intervalo for FALSO, a matriz_tabela não precisará ser
ordenada.

8.6.3. Função Corresp

Prof. Fernando
Dias
45
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
A função CORRESP retorna a posição relativa de um item em uma matriz
que corresponda a um valor específico em uma ordem específica, mas atenção,
esta função retorna a posição do valor correspondido em matriz_procurada e
não o valor propriamente dito. Por exemplo, CORRESP("b",{"a","b","c"},0) retorna
2, que é a posição relativa de "b" na matriz {"a","b","c"}.
O CORRESP também poderá ser utilizado para fornecer um valor para o
argumento núm_lin da função ÍNDICE ou ainda como argumento Lins da função
DESLOC.

Sintaxe: CORRESP(valor_procurado, matriz_procurada,


[tipo_correspondência])

A sintaxe da função CORRESP tem os seguintes:


Valor_procurado Obrigatório. Poderá ser um número, texto, valor lógico
ou uma referência de célula; matriz_procurada Obrigatório. O intervalo de
células onde está sendo
realizada pesquisa;
tipo_correspondência Opcional. As opções disponíveis para
tipo_correspondência são -1, 0 ou 1, onde ao utilizar 0 no
tipo_correspondência será localizado o primeiro valor que é exatamente igual a
valor_procurado. Neste caso os valores na matriz_procurada poderão estar
em qualquer ordem. Se utilizarmos 1 ou não especificado, o CORRESP
localizará o maior valor que é menor do que ou igual a valor_procurado, mas
para isso, os valores da matriz_procurada deverão estar em ordem crescente.
Ao utilizar -1 no tipo_correspondência, o CORRESP localizará o menor valor
que é maior do que ou igual a valor_procurado, mas para isso, os valores da
matriz_procurada deverão estar em ordem decrescente, por exemplo: Z-A, ou
ainda ...2, 1, 0, -1, -2.

8.6.4. Função Índice

Prof. Fernando
Dias
46
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
Retorna o valor de um elemento em uma tabela selecionado pelos índices
de número de linha e coluna. Por exemplo, na fórmula =ÍNDICE(C4:E11;2;5), o
resultado será o valor que estiver no encontro da linha 2 e coluna 5 do intervalo
C4:E11.

Sintaxe: ÍNDICE(matriz, núm_linha, [núm_coluna])

A sintaxe da função ÍNDICE tem os seguintes argumentos:


Matriz. Um intervalo de células. Se a matriz contiver apenas uma linha ou
coluna, o argumento núm_linha ou núm_coluna correspondente é opcional.
Núm_linha. Seleciona a linha na matriz a partir da qual um valor deverá
ser retornado. Se núm_linha for omitido, núm_coluna será obrigatório.
Núm_coluna Opcional. Seleciona a coluna na matriz a partir da qual um
valor deverá ser retornado. Se núm_coluna for omitido, núm_linha será
obrigatório.
Ao utilizar os argumentos núm_linha e núm_coluna, ÍNDICE retornará o
valor contido na célula que estiver no ponto de interseção entre núm_linha e
núm_coluna.

8.6.4.1. Junção Das Funções Índice Corresp

É comum que a função Corresp seja usada para automatizar o argumento


núm_linha da função Índice, nestas condições elas são conhecidas como Índice
Corresp.
No próximo exemplo, a fórmula =ÍNDICE(B6:D21;CORRESP(B3;D6:D21;
0);2) é usada para trazer a matricula do colaborador que está na segunda coluna
do intervalo B6:D21, na linha identificada através da função Corresp.

Prof. Fernando
Dias
47
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes

8.6.5. Função Desloc

Retorna uma referência a um intervalo que possui um número específico


de linhas e colunas com base em uma referência especificada.

Sintaxe: DESLOC(ref, lins, cols, [altura], [largura])


A sintaxe da função DESLOC tem os seguintes argumentos:
Ref Obrigatório. A referência inicial na qual se deseja basear o
deslocamento, ela deverá ser uma referência a uma célula ou intervalo de
células adjacentes;
Lins Obrigatório. O número de linhas, acima ou abaixo de Ref. Lins
poderá ser positivas (abaixo) ou negativas (acima da ref);
Cols Obrigatório. O número de colunas, à esquerda ou à direita da ref.
Cols poderá ser positivo (à direita) ou negativo (à esquerda da ref);
Altura Opcional. A altura em número de linhas, que se deseja para a
referência fornecida. Este argumento sempre deverá ser um número positivo;
Largura Opcional. A largura em número de colunas, que se deseja para a
referência fornecida. Este argumento também deverá ser um número positivo,

Prof. Fernando
Dias
48
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
 Nota17: Se lins e cols deslocarem a referência sobre a borda da planilha, o Excel
retornará erro e se altura ou largura forem omitidos, serão equivalentes a altura
ou largura de ref.

No exemplo abaixo, o resultado do DESLOC trará o conteúdo da célula


E6, já que a partir da referência que é D4, 2 linhas abaixo, 1 coluna a direita,
encontra-se a célula E6:

No próximo exemplo, ao selecionar a UF de atuação, o campo Cidade


deverá conter apenas as cidades que fazem parte do estado selecionado. Tal
ação é possível ao inserir a fórmula
=DESLOC(D19;CORRESP(H20;D20:D38;0);1;CONT.SE(D20:D38;H20)) na
célula I20 através da Validação de Dados. Nota-se que as funções CORRESP e
CONT.SE também foram utilizadas, de modo que CORRESP é o argumento
Lins da função Desloc, bem como CONT.SE é o argumento Altura do
DESLOC.

Prof. Fernando
Dias
49
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes

9. Formatação Condicional

Com este recurso é possível configurar o Excel para usar uma


formatação definida pelo usuário em células com um conteúdo específico.

9.1. Criar Regras

9.1.1. Formatar Apenas Células Que Contenham

Em nosso exemplo de acordo com a situação do aluno, as células


deverão ser coloridas para facilitar a visualização.
Selecionar o intervalo de células a qual a formatação será aplicada;
a) Na guia Página Inicial, no grupo Estilo, clicar em
Formatação Condicional e, depois, em Nova regra;
b) Na janela que se abrirá, deve-se escolher o tipo de regra a
ser utilizada. Neste exemplo, usaremos a opção Formatar
apenas células que contenham;
c) No campo Edite a Descrição da Regra, escolher as
opções “Valor da Célula” e “É igual a”. No campo ao lado,
digite o termo que será formatado;

Prof. Fernando
Dias
50
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes

d) Clicar em “Formatar” para escolher as opções de fonte,


borda e preenchimento e em OK para fechar as janelas e
salvar a configuração;
e) É preciso repetir o processo para as palavras “Reprovado” e
“Recuperação”.
Feito isso, sempre que as células selecionadas para a aplicação da
formatação condicional contiverem um dos termos “Aprovado, Reprovado ou
Recuperação”, a formatação configurada será automaticamente aplicada à(s)
mesma(s).

9.1.2. Formatar Com Conjunto De Ícones

Prof. Fernando
Dias
51
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
Após selecionar o local onde será aplicada a formatação condicional, na
guia Página Inicial, no grupo Estilo, clicar em Formatação Condicional e,
depois, em Nova regra. Na janela que se abrirá, escolher a opção Formatar
todas as células com base em seus respectivos valores, escolher o tipo de
ícone, alterar o campo Tipo para “Número”, ajustar o campo valor para >=7
(Ícone verde), (Ícone Amarelo), <7 e >=6, marcar Mostrar Somente Ícones e
pressionar ok até fechar todas janelas.

9.2. Editar e Excluir Regras

Para alterar alguma regra criada, basta selecionar o local onde se deseja
alterar as regras de formatação condicional, clicar novamente em Formatação
Condicional e, depois, em Gerenciar Regras, escolher a regra, clicar em Editar
Regra e modificar o que for necessário.
Para excluir alguma regra o processo é o mesmo, com apenas a diferença
de clicar em Excluir regra.

Prof. Fernando
Dias
52
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes

10. Validação de Dados

A validação de dados nas células é utilizada para controlar os tipos de


dados inseridos na célula, como, por exemplo, restringir a entrada de dados a
números inteiros ou texto, definir limites de entradas, determinar a validade de
uma entrada com base em dados constantes em outras células, evitando, a
digitação de valores não permitidos.

10.1. Tipos de Validação

10.1.1. Lista Suspensa

Para utilizar a validação de dados do tipo Lista, basta proceder da


seguinte maneira:
f) Selecionar a células ou conjunto de células que se deseja
aplicar a validação de dados;
g) Na guia Dados, clicar na opção Validação de Dados e
Validação de Dados novamente;
h) No campo Permitir selecionar a opção Lista;

Prof. Fernando
Dias
53
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
i) No campo Fonte que será habilitado, é possível proceder
de duas formas, são elas: digitar nele as informações que o
usuário poderá digitar ou selecionar dentro da(s) célula(s)
onde será aplicada a validação, separando estas opções
por ponto e vírgula ( ; ), ou clicar no campo Fonte e
selecionar o intervalo de células que contém as informações
que o usuário poderá digitar ou selecionar dentro da(s)
célula(s) onde será aplicada a validação e pressionar OK.

É preciso verificar se a caixa de seleção Menu suspenso na célula está


marcada. Caso contrário, não será possível ver a seta suspensa ao lado da
célula que receberá a validação quando estiver selecionada.
Para especificar como se deseja lidar com valores em branco (nulos),
deve-se marcar ou desmarcar a caixa de seleção Ignorar em branco, sendo que
os valores permitidos forem baseados em um intervalo de células onde qualquer
célula referenciada estiver em branco, marcar a caixa de seleção Ignorar em
branco permitirá que qualquer valor seja inserido na célula validada.

10.1.2. Demais Tipos De Validação De Dados

Para utilizar os outros tipos de validação de dados, basta selecionar na


janela Validação de Dados no campo Permitir a opção conveniente e definir os
parâmetros como desejar.

10.2. Editar E Copiar A Validação De Dados

Suponha uma tabela com 2.000 linhas, onde as células D1:D2000 contém
uma Validação do tipo Lista, se for preciso editar as informações do campo
Fonte de todas estas células, pode-se selecionar qualquer uma das células da
coluna D que contenham a validação, alterar o que for necessário no campo

Prof. Fernando
Dias
54
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
Fonte, clicar em Aplicar as alterações a todas as células com as mesmas
configurações, pressionar o botão Limpar Tudo e clicar em OK.
Caso queira colocar a lista suspensa em outra célula basta clicar no canto
inferior da célula e arrastá-la para uma nova posição ou simplesmente copiar a
célula que contém a validação e colar na(s) célula(s) que desejar.
10.3. Mensagem De Entrada E Alerta De Erro

É possível mostrar uma mensagem de entrada quando o usuário apenas


selecionar a célula. Normalmente, as mensagens de entrada são usadas para
oferecer aos usuários orientação sobre a célula em questão, como: tipo de dados
permitido para inserção na célula, etc. Esse tipo de mensagem aparece perto da
célula e poderá se movida se desejar, mas ela continuará a ser exibida até se
acessar outra célula ou pressionar ESC.
Para que a mensagem de entrada apareça ao selecionar uma célula, na
janela Validação de Dados, na guia Mensagem de entrada, o usuário deverá
preencher o título, a mensagem que desejar e pressionar OK.

Prof. Fernando
Dias
55
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
É possível mostrar um Alerta de erro personalizado, que será exibido
somente depois que os usuários inserirem dados inválidos na célula. Ao optar
por não personalizar o Alerta de erro, os usuários verão uma mensagem padrão.
Para personalizar o Alerta de erro, na janela Validação de Dados, na guia
Alerta de erro, o usuário deverá preencher o título, a mensagem de erro que
desejar e pressionar OK.

No campo Estilo deve-se escolher um dos tipos de alerta de erro abaixo:

Ícone Tipo Use para


Parar Impede que os usuários insiram dados inválidos em
uma célula. Uma mensagem de alerta Parar tem duas opções: Repetir
ou Cancelar.
Aviso Avisa os usuários de que os dados inseridos são
inválidos, mas não os impede de inserir esses dados.
Quando uma mensagem de alerta de Aviso é exibida,
os usuários podem clicar em Sim para aceitar a
entrada inválida, em Não para editá-la ou em
Cancelar para removê-la.
Informações Informa os usuários de que os dados inseridos são
inválidos, sem impedir a inserção desses dados. Esse

Prof. Fernando
Dias
56
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
tipo de alerta de erro é o mais flexível. Quando uma mensagem
de alerta de Informações é exibida, os usuários podem clicar
em OK para aceitar o valor inválido ou em Cancelar para
rejeitá-lo.

10.4. Apagar Validação de Dados

O botão Limpar Tudo dentro da Janela Validação de Dados, na guia


Configurações apaga a Validação criada na célula(s) selecionada(s). Para
apagar a Validação em todas as células com a mesma configuração, basta clicar
em Aplicar as alterações a todas as células com as mesmas configurações,
pressionar o botão Limpar Tudo e clicar em OK.

11. Remover Duplicatas

O recurso Remover Duplicatas é encontrado na guia Dados, no grupo


Ferramenta de Dados e, é utilizado para excluir linhas duplicadas de uma
planilha. É possível especificar quais colunas devem ser verificadas em busca de
informações duplicadas. No exemplo abaixo, serão removidas as linhas cujo
conteúdo seja idêntico nas colunas marcadas, neste caso, nas colunas:
Matrícula, Colaborador, E-mail e Data de Admissão.

Prof. Fernando
Dias
57
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes

12. Texto Para Colunas

Este recurso separa o conteúdo de uma célula em colunas separadas. Por


exemplo, você poderá separar uma coluna que contenha nomes completos em
colunas separadas de nome e sobrenome.
Para utilizar esta opção é preciso selecionar uma coluna por vez, de modo
que os dados contidos nesta coluna serão separados conforme estipulados na
janela Assistente para conversão de texto em colunas, sendo que as etapas
a serem executadas nesta janela são identificas as etapas do Assistente de
Importação de Texto explicado detalhadamente no próximo tópico desta
apostila.

13. Obter Dados Externos

13.1. Assistente De Importação De Texto

O Excel consegue importar dados de um arquivo de texto para uma


planilha. O Assistente de Importação de Texto examina o arquivo de texto que
se está importando e dá um auxílio para verificar se os dados estão sendo
importados da maneira desejada.
Para iniciar o Assistente de Importação de Texto, na guia Dados, no
grupo Obter Dados Externos, clicar em De Texto. Em seguida, na caixa de
diálogo Importar Arquivo de Texto, clicar duas vezes no arquivo de texto que
você deseja importar.

Etapa 1 de 3

Prof. Fernando
Dias
58
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
Em Tipo de dados originais a opção Delimitado indica que os itens de
cada linha que deverão ser colocados em colunas diferentes estão separados
por caracteres específicos como vírgulas, ponto-e-vírgulas ou espaços.
A opção Largura fixa exibirá o posicionamento sugerido para as quebras
de coluna, onde será possível reajustá-las arrastando as linhas de quebra.
Em Iniciar importação na linha é preciso digitar ou selecionar neste
campo, um número de linha para especificar a primeira linha dos dados que
deseja importar.
Em Origem do arquivo, selecionar o conjunto de caracteres usado no
arquivo de texto. Na maioria dos casos, pode-se deixar essa configuração como
o padrão.
A caixa de diálogo Visualização do arquivo demonstrará como o texto
será exibido quando separado em colunas na planilha.

Etapa 2 de 3 (Se selecionado na etapa 1 a opção Dados delimitados)

Em Delimitadores É necessário selecionar o caractere que separa


valores no arquivo de texto. Se o caractere não estiver listado, deve-se marcar a
caixa de seleção Outros e digitar o caractere na caixa que contém o cursor.
Essas opções não se encontrarão disponíveis se o tipo de dados for Largura fixa.
A caixa de seleção Considerar delimitadores consecutivos como um
só deverá ser marcada se os dados contiverem um delimitador de mais de um
caractere entre os campos de dados ou se contiverem vários delimitadores
personalizados.
Em Qualificador de texto, selecionar o caractere que delimita valores no
seu arquivo de texto. Quando o Excel encontrar o caractere qualificador de
texto, todo o texto após o caractere e antes da próxima ocorrência dele será
importado como um valor, mesmo que o texto contenha um caractere
delimitador. Por exemplo, se o delimitador for uma vírgula (,) e o qualificador do
texto for uma aspa ("), "Fabiana, Serra" será importado em uma célula como
Fabiana, Serra. Se nenhum caractere, ou o apóstrofo ('), for especificado como

Prof. Fernando
Dias
59
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
qualificador de texto, " Fabiana, Serra " será importado em duas células
adjacentes como "Fabiana e Serra" respectivamente.
Se o caractere delimitador ocorrer entre qualificadores de texto, o Excel
omitirá os qualificadores no valor importado. Se nenhum caractere delimitador
ocorrer entre qualificadores de texto, o Excel incluirá o caractere qualificador no
valor importado. Assim, "Fabiana Serra" (usando o qualificador de texto aspas)
será importado inclusive com as aspas, ou seja, "Fabiana Serra".
Observar nesta caixa Visualização dos dados se o texto será separado
em colunas na planilha conforme desejado.

Etapa 2 de 3 (Se selecionado na etapa 1 a opção Dados de largura


fixa)

Em Visualização dos dados Definir as larguras de campo nessa seção.


Clicar na janela de visualização para definir uma quebra de coluna, representada
por uma linha vertical. Ao clicar duas vezes em uma quebra de coluna é possível
removê-la ou ainda para mover uma quebra de coluna é necessário arrastá-la.

Etapa 3 de 3

Clicar em Avançado para:


Especificar o tipo de separador de decimal ou milhar usado no arquivo
de texto. Para que ao importar os dados para o Excel, os separadores
corresponderão aos especificados nas Configurações Regionais e de Idiomas do
Painel de Controle do Windows ou ainda especificar que valores numéricos
negativos deverão ser acompanhados de um sinal de menos à direita.
No quadrante Formato dos dados da coluna é preciso escolher o
formato de dados que corresponda aos dados da visualização para que o Excel
converta os dados importados corretamente. Por exemplo:
Para converter uma coluna de todos os caracteres numéricos de moeda
no formato de Moeda do Excel, ou se a coluna contiver vários formatos, como
caracteres alfabéticos e numéricos, selecionar Geral.

Prof. Fernando
Dias
60
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
Para converter uma coluna de todos os caracteres numéricos no formato
de Texto do Excel, selecionar Texto.
Para converter uma coluna de todos os caracteres de data, cada data na
ordem de ano, mês e dia, no formato de Data do Excel, selecionar Data e depois
selecionar o tipo de data de AMD na caixa Data.
Após selecionar uma opção de formato de dados para a coluna
selecionada, o título da coluna em Visualização dos dados exibirá o formato.
Se não desejar importar uma coluna, na seção Visualização dos dados,
selecionar a coluna e clicar em Não importar coluna (ignorar).

 Nota: Caso necessário, também será possível converter os dados depois de


importá-los.

13.2. Importar tabelas da internet

Essa importação poderá ser utilizada em qualquer site que contenha


tabelas, independente do conteúdo. Os passos para realizar esta importação
são:
Copiar (CTRL + C) o endereço completo de onde se deseja importar os
dados.

No Excel, na guia Dados, no grupo Obter Dados Externos, clicar no


ícone Da Web.

Prof. Fernando
Dias
61
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes

No navegador interno do Excel que será aberto, deve-se colar (CTRL + V)


na barra de endereço a URL que se havia copiado e clicar no botão Ir. A página
será carregada.

Na figura acima é possível perceber que todas as áreas da página que


utilizam tabelas para mostrar o conteúdo são reconhecidas pelo Excel e
assinaladas com uma seta em um quadrado amarelo. Ao clicar na seta que

Prof. Fernando
Dias
62
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
aponta para a tabela desejada. O Excel marcará a tabela selecionada e mudará
a cor do ícone para verde.

14. Base De Dados

Bancos de dados ou bases de dados são coleções de informações que se


relacionam de forma que criem um sentido. Quando as informações de uma
planilha estão organizadas no formato de banco de dados é mais fácil
gerenciálas para extrair apenas os dados necessários.
Estar no formato de banco de dados significa que as informações estão
dispostas de modo que cada coluna corresponda a um campo e cada linha um
registro. Além disso, a primeira linha deve conter os nomes dos campos.
Ao manipular listas desse tipo é importante não deixar colunas e linhas
completamente vazias para não comprometer o resultado das filtragens.
Para criar uma Tabela Dinâmica, Filtros Avançados e Recurso
Subtotais se faz necessário que os dados da planilha estejam no formato de
banco de dados.

15. Tabelas e Gráficos Dinâmicos

Tabelas Dinâmicas tornam mais fácil organizar e resumir dados


complicados, bem como analisar detalhes. Ela é capaz de gerar rapidamente
respostas que seriam difíceis de obter apenas analisando os dados.
Com base em uma tabela dinâmica é possível gerar relatórios e gráficos
dinâmicos. Ambos podem fornecer subsídios para a tomada de decisões sobre
dados críticos da empresa.

15.1. Criar uma Tabela Dinâmica

Prof. Fernando
Dias
63
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
Para criar uma tabela dinâmica é preciso que os dados estejam
organizados em forma de banco de dados. Essa base deve ter:
a) Cabeçalho que identifique cada coluna;
b) Dados consistentes: cada coluna deve possuir apenas um
tipo de dado;
c) Formatação: cada coluna deve possuir a formatação
específica, por exemplo: uma coluna de data deve possuir
uma formatação como data e não como texto por exemplo.
Agora basta seguir os passos abaixo:
a) Clicar em qualquer local do intervalo de dados da planilha;
b) Na guia Inserir, no grupo Tabelas, clicar em Tabela
Dinâmica e novamente em Tabela Dinâmica;Na caixa de
diálogo Criar Tabela Dinâmica que será exibida o campo
Selecionar uma tabela ou intervalo já estará preenchido,
pois, antes de clicarmos em Tabela Dinâmica, uma célula
da base de dados foi selecionada;
c) Ao marcar a opção Nova Planilha e pressionar OK, uma
nova aba, será inserida na pasta de trabalho exibindo a
esquerda da planilha, a área de layout da tabela dinâmica e
a direita o painel Lista de campos de tabela dinâmica.

Prof. Fernando
Dias
64
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes

Os campos que poderão ser inseridos no relatório da tabela dinâmica são


os mesmos campos contidos na base de dados. Por exemplo:

Para inserir estes campos, basta clicar, segurar e arrastar os campos para
uma das áreas: Filtro de relatório, Rótulo de Colunas, Rótulos de Linha e
Valores.
Se desejar que o mesmo campo apareça em duas áreas diferentes, repita
o processo para a outra área de destino, se não for possível manter o mesmo
campo em duas áreas, apenas a última inserção permanecerá automaticamente.
Mesmo após alocar um campo em uma área será possível alterá-lo entre
as áreas ao clicar, segurar e arrastá-lo para a área que desejar.

Prof. Fernando
Dias
65
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
Para excluir um campo de uma área, basta clicar no mesmo na área onde
não mais deseja visualiza-lo, segurar e arrastá-lo de volta para os campos de
origem ou simplesmente clicar sobre ele e na lista de atalhos que aparecerá
clicar em Remover Campo.
As áreas da tabela dinâmica tem a seguinte finalidade:
a) Filtro de relatório: neste campo poderão ser criados filtros
gerais para o relatório;
b) Rótulos de colunas: aqui são colocadas as colunas do
relatório;
c) Rótulos de linhas: campos agrupadores que constarão
nas linhas;
d) Valores: informações quantitativas do relatório, como
exemplo a soma das vendas.
Na figura abaixo é possível identificar como os campos foram alocados
nas áreas e quais os resultados na área de layout da tabela dinâmica.
Neste exemplo, é possível perceber que a tabela dinâmica nos permite
analisar com clareza a quantidade de produto vendido por vendedor em cada
cidade e por período, o que seria mais trabalhoso fazer na planilha original.

Prof. Fernando
Dias
66
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
Para entender o que levou ao número/informação circulado de vermelho
na figura acima, basta clicar sobre ele duas vezes, que será criado uma nova
guia contendo os detalhes.

15.2. Formatação da Tabela Dinâmica

Na figura a seguir ao inserir o campo “Valor Total”, que contém o total das
vendas, vem contando as vendas, enquanto o correto é somar as vendas por
vendedor em cada cidade. Para resolver isso, é preciso selecionar uma célula do
campo “Valor Total”, clicar com o botão direito nos dados e selecionar a opção
Configurações do Campo de Valor, selecionar a aba Resumir Valores por,
marcar a opção Soma e antes de pressionar OK, o Nome Personalizado poderá
ser alterado conforme necessidade do usuário, bem como o formato do número.
.

A janela Configurações do Campo de Valor guarda também outro


valioso recurso, que é o: Mostrar valores como, por meio dele foi possível
alterar uma das colunas do Total Vendido inserida 2 vezes na tabela dinâmica

Prof. Fernando
Dias
67
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
abaixo, de modo que uma delas demonstre o % do Total de Colunas, ou seja,
quanto cada vendedor contribuiu para o total vendido no período analisado.

Perceba que as tabelas dinâmicas também aceitam formatação como:


negrito, itálico, alinhado ao centro etc.
Ao clicar em qualquer campo da tabela dinâmica, o menu Ferramentas
de Tabela Dinâmica é habilitado contendo as guias Opções e Design.
Na guia Opções é possível atualizar os dados da tabela dinâmica, alterar
a fonte de dados, ou seja, os dados que originam a tabela dinâmica, classificar
os dados entre outra ações.
Na guia Design é possível inserir, alterar ou remover subtotais e totais
gerais, alterar layout do relatório e estilos da tabela dinâmica.
Lembre-se sempre de testar e fazer ajustes necessários até deixar a
tabela como conveniente, por isso o nome Tabela Dinâmica.

 Nota: Mesmo que os dados na tabela de origem sejam alterados e a planilha salva,
as alterações só refletirão na “Tabela e no Gráfico Dinâmico” se clicarmos em
“Atualizar” na guia Opções no grupo Dados, ou na guia Dados no grupo
Conexões em “Atualizar Tudo”.

Prof. Fernando
Dias
68
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes

15.3. Criar um Gráfico Dinâmico

Um Gráfico Dinâmico é um gráfico que fornece uma análise interativa de


dados, como um relatório de tabela dinâmica. É possível alterar os modos de
exibição dos dados, ver diferentes níveis de detalhe ou reorganizar o layout do
gráfico arrastando campos e exibindo ou ocultando itens em campos.
Para criar um relatório de Tabela Dinâmica e Gráfico Dinâmico ao
mesmo tempo, na guia Inserir, no grupo Tabelas, basta clicar na seta abaixo de
Tabela Dinâmica e clicar em Gráfico Dinâmico. A caixa de diálogo Criar
Tabela Dinâmica com Gráfico Dinâmico será exibida, a partir de então é só
seguir os procedimentos do tópico “Criar Uma Tabela Dinâmica” desta apostila.
Para criar um gráfico dinâmico a partir de um relatório de tabela dinâmica
existente, basta clicar no relatório de tabela dinâmica e na guia Opções, no
grupo Ferramentas, dentro de Ferramentas da Tabela Dinâmica que será
exibido clicar em Gráfico Dinâmico.

Na caixa de diálogo Inserir Gráfico, clicar no tipo de gráfico e no subtipo


de gráfico desejado e em OK. Poderão ser usados qualquer tipo de gráfico,
exceto gráficos de dispersão (xy), de bolha ou de ações.
O “relatório de Gráfico Dinâmico” que aparece tem os filtros que poderão
ser usados para alterar os dados exibidos no gráfico.
O Gráfico Dinâmico e seu relatório de Tabela Dinâmica associado, devem
estar sempre na mesma pasta de trabalho.
Ao inserir um gráfico padrão para os dados da Tabela Dinâmica (guia
Inserir, grupo Gráficos), o gráfico será um Gráfico Dinâmico que é associado
ao relatório de Tabela Dinâmica.

16. Filtro Avançado

Prof. Fernando
Dias
69
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
O filtro avançado poderá ser aplicado quando há mais de duas condições
em um campo para ser analisada.

16.1. Aplicar filtro Avançado

Para aplicar um filtro avançado é necessário criar antes um intervalo de


critérios que definirão a filtragem, onde a primeira linha deste intervalo de
critérios deverá conter o nome dos campos e abaixo dos nomes dos campos
deverão ficar as condições do respectivo campo. O resultado de uma linha só é
verdadeiro se todas as condições estabelecidas forem verdadeiras.
Para exemplificar, vamos criar um filtro avançado para retornar os
registros com vendas acima de 30 unidades na cidade Goiânia, com vendas
acima de 65 unidades em Fortaleza e acima de 70 unidades em Brasília.
Abaixo da lista de dados foram estipulados e digitados os critérios do filtro
avançado:

Ao selecionar qualquer célula do intervalo de dados que deverá estar no


formato de bando dados, clicar em Avançado contido na guia Dados, no grupo
Classificar e Filtrar.
Na caixa de diálogo Filtro avançado que aparecerá:
d) Selecionar a opção Copiar para outro local para que o
resultado da filtragem não sobreponha os dados da lista.
e) O campo Intervalo da lista estará preenchido com a
referência do intervalo de dados, devido ter selecionado
uma célula do intervalo antes de gerar o filtro.
f) O campo Intervalo de critérios deverá ser preenchido com
os critérios do filtro.

Prof. Fernando
Dias
70
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
g) Em Copiar para deverá ser inserida a célula onde o
resultado da filtragem será aplicado e clicar em OK.

Na linha 96 serão exibidos os nomes dos campos e abaixo deles o


resultado da filtragem.

Prof. Fernando
Dias
71
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
Na análise dos critérios há diferença de acentuação e espaços, mas não
há entre maiúsculas e minúsculas, ou seja, “Matheus” e “Matheus ” são registros
diferentes, enquanto “Matheus” e “MATHEUS” são considerados iguais.
Os operadores lógicos abaixo também poderão ser utilizados no intervalo
de critérios do filtro avançado:

Outra aplicação do filtro avançado é quando existem duas condições a


serem analisadas para um mesmo campo em um critério. Um exemplo dessa
situação é filtrar os dados que estão entre duas quantidades conforme a figura
abaixo:

A repetição do campo Qtde se fez necessário para que os registros


resultantes da filtragem de dados estejam entre as quantidades especificadas.

17. Estrutura De Tópicos

Estruturas de tópicos são utilizadas para exibir rapidamente linhas ou


colunas de resumo de uma lista de dados, ou para revelar dados de detalhe de
até oito níveis. Abaixo temos alguns conceitos relevantes desse tema:

Prof. Fernando
Dias
72
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
Para exibir linhas para cada
nível, clique no símbolo de estrutura
de tópicos apropriados.
O Nível 1 contém o total de
vendas para todas as linhas de
detalhes.
O Nível 2 contém o total de
vendas para cada mês em cada
região.
Neste exemplo temos uma linha de O Nível 3 contém linhas de
estrutura de tópicos de dados de vendas detalhes (apenas linhas de detalhes
agrupada por regiões e meses com várias 11 a 13 são visíveis no momento).
linhas de resumo e detalhes exibidas. Para expandir ou recolher
dados em sua estrutura de tópicos,
clique nos símbolos de estrutura de
tópicos e .
17.1. Inserir Subtotais Na Estrutura De Tópicos

Considere o exemplo onde é preciso inserir na base de dados o total do


valor e da quantidade vendida por cidade. Para isso é necessário:
h) Averiguar se o intervalo de células que contém os dados
está no formato banco de dados;
i) Classificar os dados de forma crescente tendo por base a
coluna cidade;
j) Clicar em Subtotal e na guia Dados, no grupo Estrutura
de Tópicos após selecionar uma célula do intervalo de
dados;
k) Na caixa de diálogo Subtotais que será exibida, execute os
seguintes passos:
a. Em A cada alteração em escolha Cidade;
b. Em Usar função escolha Soma;
c. Em Adicionar subtotal a marque os campos Qtde e

Prof. Fernando
Dias
73
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
Valor Total;
d. Se o objetivo é substituir subtotais atuais caso
existam, deve-se marcar esta opção;
e. Marcar Quebra de página inserirá uma quebra de
página após cada linha de subtotal;
f. Marcar Resumir abaixo dos dados fará com que a
linha de subtotais fique abaixo dos registros.
g. Pressionar OK.
Após todo esse processo, as linhas com os subtotais são exibidas na
lista de dados e ao lado esquerdo da planilha uma estrutura de tópicos, onde
ao pressionar o botão 1 serão exibidos os dados globais, ao pressionar o
botão 2 serão exibidos os dados subtotais e globais e ao clicar no botão 3
serão exibidos todos os dados.

17.2. Excluir Subtotais Na Estrutura De Tópicos

Clicar em Subtotal e na guia Dados, no grupo Estrutura de Tópicos


após selecionar uma célula do intervalo de dados. Na caixa de diálogo
Subtotais que será exibida, clicar em Remover Todos.

17.3. Recurso Agrupar

Em grandes planilhas que utilizem várias linhas e/ou várias colunas


normalmente se utiliza o recurso Agrupar contido na guia Dados, no grupo
Estrutura de Tópicos.

Prof. Fernando
Dias
74
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
Supondo que seja preciso agrupar as linhas 02 até a 15, basta
selecionalas ou selecionar células correspondentes a estas linhas e clicar em
Agrupar no caminho indicado acima que uma estrutura de tópicos aparecerá
a esquerda da área de trabalho no Excel.
Se esta for a primeira estrutura de tópicos contida na tabela em questão,
aparecerão os botões 1 e 2 na parte superior esquerda da planilha, e o botão

ou aparecerá a frente da linha adiante do intervalo selecionado,


neste
caso linha 16.

17.4. Recurso Desagrupar

Ao selecionar toda a base de dados e na guia Dados, no grupo


Estrutura de Tópicos clicar em Desagrupar e Desagrupar novamente, na
caixa de diálogo que aparecerá, clicar em Linhas e OK removerá toda a
estrutura de tópicos, mas manterá as funções subtotais se houver.
Também é possível remover apenas parte do agrupamento. Por
exemplo: Supondo que as linhas 02 até a 15 estão agrupadas, mas agora
somente as linhas 04 a 15 deverão continuar agrupadas. Neste caso ao
selecionar as linhas 02 e 03 na base de dados e na guia Dados, no grupo
Estrutura de Tópicos clicar em Desagrupar e Desagrupar novamente, na
caixa de diálogo que aparecerá, clicar em Linhas e OK removerá o
agrupamento apenas destas 2 linhas.
Se algum intervalo de célula for desagrupado enquanto estiver oculto,

ou seja, com o botão à esquerda, as células que compõem este


intervalo continuarão ocultas.
Nos recursos “Agrupar” e “Desagrupar”, a lógica para ocultar e mostrar
detalhes é a mesma citada no item “Inserir Subtotais Na Estrutura De Tópicos”.
O mesmo raciocínio envolvendo “Agrupar” e “Desagrupar” linhas, se aplica
para Colunas.

Prof. Fernando
Dias
75
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes

18. Trabalhando Com Gráficos No Excel

No Excel os gráficos são elementos utilizados para representar


simbolicamente os dados de uma planilha. Os mesmos são extremamente
úteis para tomada de decisão e apresentações, pois conseguem consolidar e
demonstrar variáveis de formas simples e objetivas.

18.1. Tipos de Gráfico Disponíveis

Para identificar os tipos de gráfico disponível no Excel, na guia


Inserir, no grupo Gráficos, posicionar o ponteiro do mouse sobre um tipo ou
subtipo de gráfico, pois, desta forma uma dica de tela demonstrará o nome e
aplicação do mesmo.
Para visualizar todos os tipos de gráficos disponíveis, na guia Inserir, no
grupo Gráficos, clicar botão indicado na figura abaixo.

18.2. Inserir Gráficos No Excel

Para inserir um gráfico no Excel é necessário selecionar as células


que contém estes dados, clicar na guia Inserir, no grupo Gráficos, clicar no
tipo de gráfico e por fim clicar no subtipo de gráfico a ser utilizado.

18.3. Alterar Tipo De Gráfico

Para altera o tipo de gráfico, deve-se clicar com o botão direito do


mouse no mesmo para selecioná-lo, no menu de atalhos que aparecerá,

Prof. Fernando
Dias
76
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
clicar na opção Alterar Tipo de Gráfico, novamente clicar em uma das
opções disponíveis e pressionar Ok.

18.4. Elementos De Um Gráfico

Os gráficos do Excel poderão conter vários elementos, onde alguns


deles serão exibidos por padrão, enquanto outros poderão serão adicionados
sob medida.
É possível remover os elementos que não se desejar visualizar além
de alterar a exibição dos mesmos ao movê-los para outros locais no gráfico,
ou redimensionando-os ou alterando seu formato.
Na figura e legenda a seguir é possível identificar com clareza os
elementos do gráfico:

1. Área do gráfico: o gráfico inteiro e seus elementos;


2. Área de plotagem: a área delimitada pelos eixos, incluindo
todas as séries de dados;
3. Série de dados: pontos de dados relacionados plotados em um
gráfico. Cada série de dados em um gráfico tem uma cor ou um
padrão exclusivo e é representada na legenda do gráfico. É
possível plotar uma ou mais séries de dados em um gráfico,
porem os gráficos de pizza têm apenas uma série de dados;
4. Eixos: O eixo y está na vertical e contém dados; o eixo x está
na horizontal e contém categorias;

Prof. Fernando
Dias
77
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
5. Legenda identifica os padrões ou cores atribuídos às séries de
dados ou categorias do gráfico;
6. Título do gráfico e Título do eixo: um texto alinhado a um eixo
ou centralizado na parte superior de um gráfico;
7. Rótulo de dados: fornece informações adicionais sobre um
marcador de dados.

18.5. Formatar O Gráfico

18.5.1. Alterar As Dimensões E Mover O Gráfico

Ao clicar na área do gráfico para selecioná-lo, o menu Ferramentas de


Gráfico junto das guias: Design, Layout e Formatar que o compõem, serão
habilitados, assim como os marcadores de seleção ao redor do gráfico e a fonte
de dados usada para criação da gráfico.
Para alterar as dimensões do gráfico, é necessário posicionar o
ponteiro do mouse sobre um dos marcadores de seleção, quando uma seta
dupla aparecer, deve-se clicar, segurar e arrastar a seta para redimensionar
o gráfico.
Para mover o gráfico, basta clicar na área do gráfico, segurar e arrastá-lo
para o novo local.

18.5.2. Formatar Área Do Gráfico

Ao dar um duplo clique na área do gráfico, a caixa de diálogo


Formatar área do gráfico será exibida, onde será possível alterar
preenchimento da área do gráfico, cor da borda, estilo e sombra da borda do
gráfico, assim como, se o gráfico terá alguma formatação 3D. Em Formatar
área do gráfico também é possível alterar tamanho e propriedades do
gráfico.

Prof. Fernando
Dias
78
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes

18.5.3. Legenda No Gráfico

Para acrescentar a legenda no gráfico, deve-se clicar na área do


gráfico para selecioná-lo, no menu Ferramentas de Gráfico na guia Layout,
no grupo Rótulos , clicar na seta abaixo da opção Legenda e selecionar a
forma de apresentação da legenda no gráfico.
Se for preciso modificar a posição da legenda, deve-se clicar duas
vezes na legenda, na caixa de diálogo Formatar Legenda que será exibida,
em Opções de Legenda, selecionar uma das opções disponíveis e
pressionar Ok. Nesta caixa de diálogo também será possível alterar o
preenchimento da legenda, cor da borda, estilo e sombra da borda da
legenda, assim como, se a mesma terá alguma formatação 3D.
Para modificar as dimensões da legenda, clicar uma vez na legenda,
posicionar o ponteiro do mouse em um dos marcadores de seleção, clicar,
segurar e arrastar a seta dupla que aparecerá.

 Nota 17: Também é possível modificar a posição da legenda ao apontar o


mouse para a mesma até que ele se torne um objeto de 4 pontas, neste
instante, clicar, segurar e arrastar a legenda para o destino.

18.5.4. Linhas De Grade No Gráfico

Para adicioná-las, é preciso selecionar o gráfico, no menu


Ferramentas de Gráfico na guia Layout, no grupo Eixos , clicar na seta
abaixo da opção Linhas de Grade e clicar na forma de apresentação das
linhas de grade no gráfico. Já para removê-las basta selecionar neste
caminho a opção Nenhuma.

18.5.5. Rótulos De Dados

Prof. Fernando
Dias
79
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
Para acrescentar os rótulos de dados, é preciso selecionar o gráfico,
no menu Ferramentas de Gráfico na guia Layout, no grupo Rótulos, clicar
na seta abaixo da opção Rótulos de Dados e marcar uma das formas de
apresentação dos rótulos de dados no gráfico. Ainda neste local, ao clicar
em Mais Opções de Rótulos de Dados, a caixa de diálogo Formatar
Rótulo de dados será exibida, onde será possível alterar o Conteúdo, a
posição, o formato, o preenchimento do Rótulo entre outros itens relativos
aos rótulos de dados.
Se necessário formatar apenas os rótulos de dados de uma série de
dados, é preciso dar um clique duplo sobre um dos rótulos de dados da série
de dados que se deseja alterar e fazer as alterações necessárias caixa de
diálogo Formatar Rótulo de dados será exibida. Caso a alteração for em
apenas um rótulo, é preciso clicar no mesmo e clicar novamente (não é um
clique duplo), logo após a caixa de diálogo Formatar Rótulo de dados será
exibida para as devidas alterações.
Para remover os rótulos de dados, deve-se selecionar o gráfico, no
menu Ferramentas de Gráfico na guia Layout, no grupo Rótulos, clicar na
seta abaixo da opção Rótulos de Dados e marcar a opção Nenhum.

18.5.6. Título Do Gráfico

Para adicioná-lo, é preciso selecionar o gráfico, no menu


Ferramentas de Gráfico na guia Layout, no grupo Rótulos , clicar na seta
abaixo da opção Títulos do Gráfico e selecionar a forma de apresentação
desejada. Para removê-lo basta selecionar neste caminho a opção Nenhum.
Ainda na guia Layout, no grupo Rótulos, ao clicar em Mais Opções
de Título, a caixa de diálogo Formatar Título de Gráfico será exibida, onde
será possível alterar o preenchimento e o alinhamento do Título, a cor da
borda, estilo e sombra da borda do Título, assim como, se o mesmo terá
alguma formatação 3D.

Prof. Fernando
Dias
80
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
Para alterar o Título do gráfico, clicar com o botão direito do mouse
sobre ele, no menu de atalho que será exibido, clicar em Editar Texto, após
terminar, bastar clicar em qualquer outro lugar na área de trabalho do Excel.
Para formatar o tipo, o tamanho da fonte, efeitos, espaçamento entre
caracteres, deve-se clicar com o botão direito do mouse no título que se
deseja formatar, no menu de atalho que será exibido, clicar em Fonte, fazer
as alterações que desejar e pressionar OK. Também é possível utilizar as
opções contidas na guia Página Inicial, no grupo Fonte, para formatar o
título do gráfico.

18.5.7. Títulos dos Eixos

Para adicioná-los, é preciso selecionar o gráfico, no menu


Ferramentas de Gráfico na guia Layout, no grupo Rótulos , clicar na seta
abaixo da opção Títulos dos Eixos Linhas e clicar na forma de
apresentação dos mesmos. Para removê-las basta selecionar neste caminho
a opção Nenhum.

 Como são 2 eixos, é preciso fazer o processo de inclusão ou exclusão dos títulos
dos eixos individualmente.

18.5.8. Layout e Estilos de Gráficos

O Excel já possui alguns Layouts e Estilos de Gráficos prontos. Ao


clicar em qualquer local em branco no gráfico, no menu Ferramentas de
Gráfico que aparecerá, na guia Design, basta clicar em um dos modelos já
prontos que o Excel apresentar para o tipo de gráfico inserido que o mesmo
será alterado. O mesmo ocorre ao clicar no gráfico e logo após selecionar no
grupo Estilos de Gráficos, na guia Design, o Estilo desejado. A diferença é
que no grupo Estilos de Gráficos não haverá inserção ou exclusão do título
do gráfico e/ou alteração das configurações da legenda do gráfico, o que

Prof. Fernando
Dias
81
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
poderá acontecer ao se escolher um dos modelos contidos no grupo Layout
do Gráfico.

18.6. Recursos Especiais Em Gráficos Utilizados Para Tomada De


Decisão

18.6.1. Gráfico de Gantt

Quem está à frente de projetos sabe dos desafios encontrados,


principalmente quanto ao controle de prazos. Qualquer atraso pode resultar
em mais gastos e dores de cabeça.
O gráfico de Gantt permite monitorar uma série de atividades que
visam a execução de um projeto. Isso possibilita a visualização gráfica de
todo o planejamento feito, facilitando o acompanhamento por parte dos
projetistas e todos os envolvidos. Resumindo: É uma forma prática para
acompanhar um cronograma de atividades, identificar gargalos e manter-se
em dia.
Para projetos grandes e com grande volume de dados é indispensável
o uso de programas mais sofisticados, mas para projetos e até processos
mais simples, o Excel é bastante eficiente. Vejamos como:
Os dados a serem representados no gráfico deverão estar dispostos
em três colunas: as tarefas em uma, data de início das tarefas em outra e
por fim uma coluna com o tempo de duração das atividades, em dias.

Prof. Fernando
Dias
82
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
A lista de tarefas necessárias para a realização do projeto estão na
coluna B no exemplo acima. Note que a primeira célula da coluna B está em
branco, assim o Excel reconhecerá qual coluna contém as tarefas.
A segunda coluna contem as datas de início de cada atividade relacionada
na primeira coluna, portanto desta coluna é Data de Início.
A 3ª coluna contém a quantidade de dias estimados para execução das
atividades, diante disso o título desta coluna em nosso exemplo é Qtde Dias.
Após inserir corretamente os dados na planilha, na guia Inserir, no
grupo Gráficos clicar na opção Barras e escolher a opção: Barras 2D,
Barras Empilhadas, assim o gráfico abaixo será apresentado.

É preciso alterar alguns itens do gráfico, iniciando pela legenda do


gráfico que deverá ser alocada abaixo do eixo horizontal do gráfico, para tal
basta selecionar a legenda, clicar com o botão direito sobre ela, em
Formatar Legenda que aparecerá no menu de atalho, clicar em Inferior e
fechar. Para apagar a série de dados “Data de Início” que aparecerá na
legenda, é preciso clicar na legenda para selecioná-la e após 1 segundo
clicar novamente em “Data de Início” e pressionar Delete.
Agora é necessário clicar com o botão direito do mouse em cima da
lista de tarefas mostrada no gráfico e escolher a opção Formatar Eixo.
Marcar as opções Categorias em ordem inversa e Eixo horizontal cruza

Prof. Fernando
Dias
83
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
em: Na categoria máxima. Basta pressionar Fechar para que as tarefas
sejam apresentadas em ordem de execução e as datas sejam exibidas na
parte inferior do gráfico respectivamente.

Clicar com o botão direito do mouse em qualquer uma das barras, na


parte mais à esquerda do gráfico e selecionar a opção Formatar série de
Dados. Na caixa de diálogo exibida, definir a sobreposição em 100%. Na
categoria Preenchimento marcar sem Preenchimento e na categoria Cor de
borda selecionar a opção Sem linha. Isso para que esta série de dados fique
invisível, tornando assim possível a simulação do gráfico de Gantt.

Prof. Fernando
Dias
84
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes

O Excel escolhe o que para ele é a melhor forma de apresentar a data


inicial e final que aparecerá no eixo horizontal. Ao manter “Automático”, se as
datas contidas no eixo em questão estiverem sobrepondo umas as outras,
basta expandir o tamanho do gráfico de modo que a visualização do gráfico,
incluindo estas datas fique clara.
Caso o usuário prefira informar as datas iniciais e finais que
aparecerão no eixo horizontal do gráfico, então é preciso clicar com o botão
direito do mouse na área das datas, ou seja, no eixo em questão, escolher
Formatar Eixo e marcar os campos Mínimo, Máximo e Unidade Principal
como Fixo.

Atenção! As datas informadas no campo Máximo e Mínimo deverão


estar no formato que interpretado internamente pelo Excel, ou seja, quando
uma data é digitada no Excel, o programa interpreta internamente como uma
sequência de números. Para identificar qual número a data em questão
representa, poderá ser utilizada a fórmula =DATA.VALOR(“__/__/__”) em
qualquer célula da planilha e, no lugar de __/__/__ colocar a data que deseja

Prof. Fernando
Dias
85
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
converter. Por exemplo, colocando =DATA.VALOR(“28/10/2008”), o valor
demonstrado será 39749.
Em Unidade Principal informar o intervalo de dias para que as datas
sejam exibidas. Por exemplo: 7 para intervalos de uma semana, 30 para
intervalos de um mês, etc. Isto tornará a visualização dos dados mais clara.
Para formatar a exibição da data no gráfico, deve-se clicar com o
botão direito do mouse no eixo horizontal, escolher Formatar Eixo, na
categoria Número, escolher o formato pretendido.
A fim de tornar o gráfico mais atraente, se preferir alterar a cor das
barras horizontais, basta clicar sobre qualquer uma delas com o botão direito
do mouse e em Formatar Série de Dados, na categoria Preenchimento,
escolher a opção que mais agradar. Se achar melhor, ao clicar no gráfico o
recurso Ferramentas de Gráfico será exibido, na guia Design, no grupo
Estilos de Gráfico, selecionar o estilo de gráfico a ser usado. Mas com isso,
a série de dados que estava transparente ficará com uma das cores do estilo
escolhido, ou seja, é preciso que a série de dados da esquerda seja
novamente configurada para ficar sem cor de preenchimento e sem cor da
borda.
No exemplo abaixo, ainda foi inserido um título para o gráfico e linhas de
grade principais para facilitar a visualização de cada etapa ao longo do tempo.

Prof. Fernando
Dias
86
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes

18.6.2. Gráfico De Acompanhamento Da Adequação Ao


Cronograma

O Gráfico de Gantt citado no item 12.6.2. é bastante interessante para


demonstrar um cronograma previsto ou ainda um cronograma realizado.
Agora que sabemos o que é e como construir um gráfico desse tipo, basta
seguir os passos a seguir para criar um gráfico que demonstre o cronograma
previsto e o realizado em apenas um gráfico, ou seja, um
Acompanhamento da adequação ao cronograma, o que é ainda mais útil
e para o propósito de tomada de decisão muito mais eficaz.
a) Para iniciarmos, as atividades deverão ser dispostas conforme
modelo abaixo:

b) Deve-se remover temporariamente o conteúdo da célula C1,


selecionar o intervalo C1:E15 e inserir um gráfico de barras
empilhadas, 2D;
c) Selecionar o eixo vertical e marcar as opções Categorias em
ordem inversa e Na categoria máxima;
d) Selecionar uma das colunas de Início das atividades e com o
botão direito ir em Formatar Série de Dados, marcar as
opções Preenchimento "sem preenchimento" e Cor da borda
"sem linha";

Prof. Fernando
Dias
87
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
e) Selecionar no gráfico a séria Duração e inserir rótulos de
dados;
f) Selecionar cada uma das séries de dados correspondentes ao
realizado e alterar sua cor, como preferir;
g) Inserir linhas de grade principais para facilitar a visualização de
cada etapa ao longo do tempo;
h) Selecione o eixo vertical, em Formatar Eixo, no campo
Intervalo entre as marcas de escala digitar 2, para que o
realizado e o previsto sejam tidos como parte da mesma etapa;
i) Selecionar o eixo vertical, na guia Página Inicial, grupo
Alinhamento, clicar em Alinhar texto a direita para que as
etapas/tarefas sejam demonstradas mais abaixo no eixo,
também para facilitar a visualização das mesmas em relação
ao tempo previsto e ao realizado correspondente.

O gráfico Acompanhamento de adequação ao cronograma após as


ações acima, acrescido do título do gráfico, título dos eixos horizontal e
vertical e de uma legenda terá o formato abaixo:

Prof. Fernando
Dias
88
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes

18.6.3. Gráfico Condicional

Estes são gráficos que mudam de cor conforme critérios especificados


pelo usuário. No exemplo abaixo, temos 3 estágios em uma linha de produção:
Produção Baixa, Produção Esperada e Super Produção, sendo necessário
demonstrar cada resultado com cores diferentes em um gráfico de colunas,
porém com apenas 1 coluna.

É preciso criar três colunas para separar os valores: Produção Baixa,


Produção Esperada e Super Produção. Logo após, através das fórmulas
SE e SE(E), vamos criar as condições para preencher estas colunas.

Prof. Fernando
Dias
89
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes

A coluna Produção Baixa deverá conter a função:


=SE(B5<100000;B5;0), onde o valor de B5 aparecerá na coluna caso ele
seja menor que 100.000, caso contrário o valor desta coluna será 0;
A coluna Produção Esperada deverá conter a função:
=SE(E(B5>=100000;B5<=400000);B5;0), onde o valor de B5 aparecerá na
coluna caso ele seja maior ou igual a 100.000 E menor ou igual a 400.000, caso
contrário o valor desta coluna será 0;
Para coluna Super Produção a função deverá ser:
=SE(B5>400000;B5;0), onde o valor de B5 aparecerá na coluna caso ele seja
maior que 400.000, caso contrário aparecerá 0.
Ao arrastar as fórmulas para baixo, o resultado será:

Selecionar as três colunas com as condições que criamos, incluindo o


cabeçalho das mesmas (células D4:F16). Inserir um gráfico de colunas,
Coluna 2D, Colunas agrupadas.
Ao clicar em qualquer lugar em branco do gráfico em Ferramentas de
Gráfico que aparecerá, na guia Design, no grupo Estilos de Gráfico,
selecione o Estilo 26.
Agora deve-se clicar em qualquer uma das colunas do gráfico
correspondente a Produção Esperada, em Ferramentas de Gráfico, clicar
na guia Formatar, no grupo Estilos de Forma, clicar novamente em

Prof. Fernando
Dias
90
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
Preenchimento da Forma e escolha a cor Amarelo. Repita este processo
para as colunas com Produção Baixa que deverão ficar em vermelho.
A fim de alterar os números que estão no eixo horizontal para o nome
dos meses, deve-se clicar em qualquer lugar do gráfico com o botão direito,
no menu de atalho que aparecerá, clicar em Selecionar Dados. Em Rótulos
do Eixo Horizontal (categorias), clicar em Editar, selecionar os meses das
células A5:A16, pressionar Ok e depois Ok novamente. Teremos este
resultado:

Agora deve-se clicar com o botão direito do mouse sobre qualquer


coluna do gráfico, no meu de atalho, escolher em Formatar Série de Dados.
Na janela que se abre, altere a Sobreposição de Séries para 100% (isso fará
com que as colunas fiquem uma sobre a outra, dando a impressão da troca
de cor).
A Largura do Espaçamento deverá ficar com aproximadamente 20% (isso
fará com que as colunas fiquem mais largas dando um efeito muito interessante).
Experimente alterar o valor da produção em qualquer um dos meses para
ver as colunas “mudando” de cor.
Por fim, basta colocar o gráfico exatamente sobre a área onde as
condições foram criadas, inserir um título no mesmo e alocar a legenda
abaixo do eixo horizontal.

Prof. Fernando
Dias
91
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes

Através desta técnica é possível criar gráficos condicionais com várias


cores, ou seja, várias condições.

18.6.4. Gráfico de Pareto Automatizado

Este tipo de gráfico serve para facilitar a priorização de algo. Após


compilar os dados e informações necessárias, os resultados podem ser
classificados e rankeados através do gráfico de pareto. Por exemplo:
Identificar através de um gráfico, quais produtos estão com maior margem de
lucro, quais filiais e até vendedores estão com melhor desempenho, ou ainda
qual a filial com maior eficiência operacional ou com maior rentabilidade. Já
em situações negativas, também podemos extrair várias informações, tais
como: quais as principais reclamações que minha empresa tem recebido dos
clientes, Qual(is) filial(is) está(ão) com o(s) pior(es) resultado(s), quais as
maiores despesas que tenho pessoalmente, qual(is) departamento(s) tem
gastos mais significativos.
No exemplo abaixo o gráfico de Pareto apresenta os gastos por
departamento em ordem decrescente e atrelados a uma curva de
porcentagens acumuladas, também conhecida como curva ABC. Portanto,

Prof. Fernando
Dias
92
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
para fazer um Pareto é necessário colocar os dados em ordem e fazer o
cálculo das porcentagens acumuladas.

Vejamos como preparar as tabelas conforme a seguir para inserção do


gráfico acima.

O objetivo aqui é que ao inserir novos departamentos com suas


respectivas despesas, eles sejam ranqueados e apresentados no Gráfico de
Pareto de forma automática.
Será necessário as duas tabelas ilustradas acima: uma de entrada,
onde serão lançados os dados e outra de saída, onde serão realizados os
cálculos para ordenar.

Prof. Fernando
Dias
93
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
Na tabela de entrada, além das informações sobre as categorias
(Departamento) e os dados (Despesa) existem duas colunas: Ordenador e
Índice. A coluna de índice define qual a ordem padrão dos dados caso todos
os valores fossem iguais, é como um critério padrão de desempate. Isso é
necessário para que o Excel não fique em dúvida quando acontecerem
valores iguais como no caso das despesas dos departamentos de Logística
e Qualidade.
Já a coluna do Ordenador da tabela de entrada é o valor através do
qual a tabela de saída será ordenada.
Na tabela de entrada o valor do ordenador se dá pela soma da
quantidade com 1 / (índice * 1000). Fazer 1 / índice é necessário para que
as despesas com maior índice apareçam primeiro e a multiplicação por mil é
necessária para que o critério de desempate apareça apenas após a
terceira casa decimal. Agora, cada despesa tem um número único pelo qual
é possível ordenar.
A tabela de saída deverá ser composta pelas colunas: Ordenador,
Colocação, Despesas, Departamento, Representação e Acumulado
respectivamente.
Na tabela de saída a coluna Colocação será a primeira a ser
preenchida com a quantidade de departamentos relacionados na Tabela de
Entrada. No exemplo que estamos estudando, a célula H4 contém a fórmula
=SEERRO(MENOR($C$4:$C$25;M4);"").
Na tabela de saída, a coluna Ordenador será a segunda a ser
preenchida de forma a classificar por ordem decrescente os dados contidos
na coluna Ordenador da tabela de entrada, através da função MAIOR. Em
nosso exemplo, a célula G4 contém a fórmula
=SE(ÉERROS(MAIOR($B$4:$B$25;H4));"";MAIOR($B$4:$B$25;H4)).
A coluna Despesa da tabela de saída deverá buscar as despesas
com base no conteúdo da coluna Ordenador da mesma tabela. A fórmula
contida na célula H4 é =SE(G4="";"";PROCV(F4;$A$4:$D$25;4;0)).
A coluna Departamento da tabela de saída também deverá buscar os
departamentos com base no conteúdo da coluna Ordenador da tabela de

Prof. Fernando
Dias
94
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
saída. A fórmula contida na célula J4 é
=SE(G4="";"";PROCV(F4;$A$4:$D$25;3;0)).
A coluna Representação da tabela de saída deverá demonstrar o %
de contribuição das despesas do departamento analisado em relação ao
total das despesas, para isso, basta dividir o valor da despesa do
departamento pelo total. A célula J4 contém a fórmula
=SEERRO(H4/$H$26;"").
A coluna Acumulado da tabela de saída deverá somar a cada
departamento o % de representação do departamento anterior até chegar a
100%. A fórmula contida em K4 =SE(J4="";"";J4) e na célula K5 é
=SE(J5="";"";K4+J5).
Ao concluir as fórmulas na tabela de saída, é preciso replicá-las até a
linha 25 que é a última da tabela em questão, restando após elas a linha de
totais.
Uma vez pronta a tabela de dados, para inserir e configurar o gráfico,
é preciso selecionar o intervalo H4:H12, pressionar a tecla Ctrl e também
selecionar o intervalo K4:K12, ir na guia Inserir, no grupo Gráficos,
selecionar o tipo gráfico de Colunas, 2D, Colunas Agrupadas. O gráfico será
apresentado conforme abaixo:

Prof. Fernando
Dias
95
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
A série2 no gráfico acima representa o acumulado e para que ela seja
demonstrada em forma de linha é preciso selecionar a legenda do gráfico, após
1 segundo clicar novamente em “Série2” na legenda, agora com o botão
direito, novamente clicar em “Série2” na legenda, no menu de atalho que
aparecerá, clicar em Alterar Tipo de Gráfico de Série, clicar 2 vezes no 1º
tipo de gráfico de linha apresentado. Mais uma vez, selecionar a legenda do
gráfico, após 1 segundo clicar novamente em “Série2” na legenda, com o
botão direito, novamente clicar em “Série2”, em Formatar Série de Dados
marcar a opção Eixo Secundário e pressionar Fechar.
Pressionar o botão direito em qualquer lugar em branco no gráfico,
clicar em Selecionar Dados. Em Rótulos do Eixo Horizontal (categorias),
selecionar o intervalo que contém os departamentos, ou seja, I4:I12 e
pressionar Ok. Ainda na Janela Selecionar Fonte de Dados na Entrada de
Legenda (Série), clicar em Série 1 e depois em Editar, no campo Nome da
Série, selecionar a célula H3 que está com o nome Despesas, repetir o
processo para série 2, com a diferença de clicar na célula K3 que é o título
da coluna Acumulado. Para fechar esta janela, pressionar OK.
Após alocar a legenda na parte inferior do gráfico, inserir um título no
mesmo, inserir rótulo de dados na extremidade externa, ele será
representado conforme a seguir:

Prof. Fernando
Dias
96
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
Para automatizar o gráfico acima, de modo que ao inserir novos
departamentos com suas despesas, o mesmo por si só apresente estes
novos dados, é necessário realizar duas atividades, são elas:
a) Criar no Gerenciador de Nomes, os Nomes dos Campos para
cada série de dados contida no gráfico. Estes Nomes utilizarão a função
DESLOC para abranger todos os dados inseridos nas colunas
Departamento, Acumulado e Despesa da tabela de saída, de forma que se
estes intervalos se atualizarem, seja por inclusão e/ou exclusão de
departamentos e despesas, o DESLOC atualizará o intervalo selecionado.
b) Substituir os intervalos de dados apresentados no gráfico pelos
Nomes dos Campos que se atualizarão a cada inserção de departamentos e
despesas na base de dados.
Deverão ser criados Nomes que a cada para cada série de dados
contida no Gráfico de Pareto, ou seja, No gráfico temos as séries de dados
Departamento, Acumulado e Despesa
Para criar os nomes, na guia Fórmulas, no grupo Nome Definido,
clicar em Gerenciador de Nomes, na janela que se abrirá, clicar em Novo,
na nova janela que se abrirá, no campo Nome: digitar o nome do Campo
que se está criando, neste caso, Despesa, no campo Refere-se a: apagar o
conteúdo e inserir a fórmula: =DESLOC('Gráfico Aut'!
$H$3;1;0;CONT.NÚM('Gráfico Aut'!$H$4:$H$25)), pressionar OK e Fechar.
É preciso repetir a operação para Departamento, onde a fórmula a ser
inserida é =DESLOC('Gráfico Aut'!$I$3;1;0;CONT.VALORES('Gráfico Aut'!
$I$4:$I$25)) e Acumulado com a fórmula =DESLOC('Gráfico

Aut'!$K$3;1;0;CONT.NÚM('Gráfico Aut'!$K$4:$K$25)).
Vamos entender a lógica da fórmula inserida no Nome Despesa, pois
as outras são similares. O =DESLOC é a função, 'Gráfico Aut'! , é o nome
da aba/planilha que contém a base e o gráfico que estamos trabalhando, se
a fórmula estiver sendo montada no campo Refere-se a, ao clicar na célula
H3, será apresentado: 'Gráfico Aut'!$H$3, ou seja, com o nome da planilha
e a célula selecionada. O H3 é a célula de referência, o 1, indica 1 linha

Prof. Fernando
Dias
97
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
abaixo da célula de referência começará a seleção, na coluna 0, ou seja, na
coluna que está a célula de referência começará a seleção e, o
CONT.NÚM('Gráfico Aut'!$H$4:$H$25) é para contar quantos números tem
no intervalo $H$4:$H$25 e usar essa contagem para definir a altura de
linhas a serem selecionadas, portanto, é aqui que conseguiremos alterar a
seleção automaticamente ao inserir e/ou excluir valores em despesa.
A lógica da fórmula inserida no Nome Departamento só se
diferenciado pois não usa CONT.NÚM, mas CONT.VALORES, já que os
valores a serem contados são texto e não números.
Agora é necessário substituir os intervalos de dados apresentados no
gráfico pelos Nomes dos Campos, para isso, siga os seguintes passos:
Em qualquer lugar em branco no gráfico ao clicar com o botão direito
do mouse, em Selecionar Fonte de Dados na Entrada de Legenda (Série),
clicar em Despesa e depois em Editar, no campo Valores da Série,
substituir qualquer informação após o ponto de exclamação, pelo “Nome do
Campo correspondente” exatamente conforme criado em Gerenciador de
Nomes, neste caso, substituir pela palavra Despesa. Agora basta repetir
este processo para os campos Departamento e Acumulado.
Na figura abaixo é possível identificar que os departamentos 9 e 10
inseridos na base a critério de teste, estão refletindo no gráfico, ou seja, ele
está sendo atualizado automaticamente.

Prof. Fernando
Dias
98
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes

19. Macros

As macros são uma sequência de comandos e funções armazenadas


em módulo do Visual Basic for Application (VBA) para automatizar rotinas,
portanto se houver tarefas executadas de forma recorrente no Excel, poderá
ser gravada uma macro que automatize essas tarefas.
As macros podem ser gravadas ou criadas por meio de programação
no Editor do Visual Basic, em ambos as casos há existência de código,
mas ao gravar uma macro o próprio Excel transforma as ações executadas
em uma série de comandos.

19.1. Guia Desenvolver

Antes de gravar uma macro é preciso habilitar a guia Desenvolvedor


que por padrão não estará visível no Excel. Para ativá-la no Excel 2010,
basta clicar na guia Arquivo, em seguida clicar em Opções, clicar na
categoria Personalizar Faixa de Opções, na lista Guias Principais, clicar
em Desenvolvedor e em OK.
Para habilitar esta guia no Excel 2007, o usuário deverá clicar no
Botão Office e em Opções do Excel, na janela que se abrirá, marcar a
caixa “Mostrar guia Desenvolvedor na Faixa de Opções” e pressionar OK.

19.2. Habilitar Macros

Macros podem conter códigos capazes de executar vários comandos


no computador. Por isso são consideradas um possível risco à segurança e,
por padrão, ficam desabilitadas.

19.2.1. Habilitar macros quando a Barra de Mensagens for exibida

Prof. Fernando
Dias
99
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
Macros podem conter códigos capazes de executar vários comandos
no computador. Por isso são consideradas um possível risco à segurança e,
por padrão, ficam desabilitadas.
As configurações de segurança de macro estão localizadas na
Central de Confiabilidade, para alterar o nível de segurança das macros,
na guia Desenvolvedor, no grupo Código, deve-se clicar em Segurança de
Macro e na janela Central de Confiabilidade que será exibida, marcar
Desabilitar todas as macros com notificação e pressionar OK. Dessa
forma as macros são desabilitadas, mas alertas de segurança serão
apresentados se houver macros, sendo necessário habilitá-las uma a uma.

19.2.2. Habilitar macros quando a Barra de Mensagens for exibida

Ao abrir um arquivo que possui macros, a Barra de Mensagens


abaixo, aparecerá e, se a(s) macro(s) for(em) de fonte confiável, clique em
Habilitar Conteúdo.

 Nota: Antes de habilitar as macros é preciso se certificar que o desenvolvedor


que a criou é confiável. Também é importante ter um bom antivírus
atualizado no computador.

19.3. Gravar Macro

Na guia Desenvolvedor, no grupo Código, clique em Gravar Macro,


escolha um nome, um atalho, um local para salvar a macro e clique em OK
para iniciar a gravação.
A partir desse momento todas as ações executadas no Excel serão
gravadas, como os cliques, as seleções e formatações feitas, independente
do tempo levado para executá-las, enfim tudo que se fizer durante a
gravação da macro será repetido exatamente na mesma ordem
posteriormente quando se executar a macro.

Prof. Fernando
Dias
100
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
A gravação da macro é parada ao clicar em Parar Gravação, no grupo
Código da guia Desenvolvedor.

19.4. Salvar Pasta de Trabalho

Arquivos com macro deverão ser salvos em formato que suporta a


existência de macros, para isso, na janela Salvar Como, além dar um nome
ao arquivo, na caixa Tipo a opção Pasta de Trabalho Habilitada para
Macro do Excel deverá ser escolhida e logo após pressionar Salvar.
A extensão desse tipo de arquivo é XLSM.

19.5. Escrever Macros

Para escrever o código de uma macro é preciso conhecimento sobre


a linguagem de programação Visual Basic for Application (VBA) e seu editor
que é o Editor do Visual Basic (VBE), sendo este, um ambiente usado para
escrever códigos e procedimentos em VBA.

Prof. Fernando
Dias
101
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes

19.6. Executar Macros Por Um Botão

Após associar uma macro a um botão, ao clicar sobre ele a macro será
executada.
Na guia Desenvolvedor, no grupo controles, em Inserir, selecione o
Botão (Controle de Formulário) ao clicar sobre ele, agora, clique e arraste o
mouse na planilha para que este botão apareça.
Clique com o botão direito do mouse sobre o botão criado, vá na
opção Atribuir macro na caixa de diálogo que será exibida, selecione a
macro desejada, clique em Ok, edite o nome do botão se preferir e clique em
outro do local na planilha.

19.7. Editar Macros

Prof. Fernando
Dias
102
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
Para editar uma macro, no grupo Código da guia Desenvolvedor, clique
em Macros, selecione a macro gravada e clique em Editar.
No Editor do Visual Basic que aparecerá, faça as alterações como
preferir, teste o código, feche o Editor do Visual Basic e execute a macro
novamente.

20. Proteção de Dados

Proteger os dados de uma planilha e primordial para manter a


integridade das informações. Por isso, o Excel possui recursos para inserir
senhas e bloquear o acesso a determinadas informações.
Ao proteger uma planilha estamos evitando que usuários manipulem os
dados contidos nelas.

20.1. Proteção Na Planilha

20.1.1. Inserir Proteção Na Planilha

Para que o usuário edite apenas algumas células da planilha, é preciso:


l) Selecionar toda a planilha, pressionar Ctrl+1 para abrir
a janela Formatar Células, na guia Proteção, marcar
Bloqueadas (para tornar as células selecionadas,
bloqueados previamente) e Ocultas (para que as
fórmulas contidas nas células selecionadas, não sejam
demonstradas);
m) Na guia Revisão, no grupo Alterações, clique em
Proteger
Planilha;
n) Na lista Permitir a todos os usuários desta pasta de
trabalho, deixar marcadas apenas as opções que o
usuário possa ter acesso;

Prof. Fernando
Dias
103
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
o) Na caixa Senha para desproteger a planilha, digitar
uma senha para a planilha, clicar em OK e digite
novamente a senha para confirmá-la.

O quadro abaixo ilustra quando desmarcar cada caixa de seleção da lista


Permitir a todos os usuários desta pasta de trabalho:

Desmarque esta
caixa de seleção Para impedir que os usuários
Selecionar células Movam o ponteiro para células nas quais a caixa de
bloqueadas seleção Bloqueadas está marcada na guia
Proteção da caixa de diálogo Formatar
Células. Por padrão, o usuário pode selecionar
células bloqueadas.
Selecionar células Movam o ponteiro para células nas quais a caixa de
desbloqueadas seleção Bloqueadas está desmarcada na guia
Proteção da caixa de diálogo Formatar Células.
Por padrão, os usuários podem selecionar células
desbloqueadas e pressionar a tecla TAB para
mover-se entre células desbloqueadas em uma
planilha protegida.
Formatar células Alterem qualquer uma das opções das caixas de
diálogo Formatar Células ou
Formatação
Condicional. Se você aplicou formatos
condicionais antes de proteger a planilha, a
formatação continuará sendo alterada quando
um usuário inserir um valor que atenda a uma
condição diferente.
Formatar Colunas Usem qualquer comando de formatação de coluna,
incluindo a alteração da largura da coluna ou a
ocultação das colunas (guia Página Inicial, grupo
Células, botão Formatar).
Formatar linhas Usem qualquer comando de formatação de linha,
incluindo a alteração da altura da linha ou a
ocultação das linhas (guia Página Inicial, grupo
Células, botão Formatar).

Inserir colunas Insiram colunas.

Prof. Fernando
Dias
104
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes

Inserir linhas Insiram linhas.


Inserir hiperlinks Insiram novos hiperlinks, até mesmo em células
desbloqueadas.
Excluir colunas Excluam colunas. Observação: Se Excluir colunas
estiver protegido e Inserir colunas não estiver
protegido, um usuário poderá inserir colunas
que
não conseguirá excluir.
Excluir linhas Excluam linhas. Observação: Se Excluir linhas
estiver protegido e Inserir linhas não estiver
protegido, um usuário poderá inserir colunas que
não conseguirá excluir.
Classificar Usem qualquer comando para classificar dados
(guia Dados, grupo Classificar e Filtrar).
OBSERVAÇÃO Os
usuários não
podem
classificar intervalos que contenham células bloqueadas em uma planilha
protegida, independentemente dessa configuração.
Usar AutoFiltro Usem setas suspensas para alterar o filtro em
intervalos quando os AutoFiltros forem aplicados.
OBSERVAÇÃO Os usuários não podem aplicar
ou remover AutoFiltros em uma
planilha protegida, independentemente dessa
configuração.
Usar relatórios de Formatem, alterem o layout,
atualizem ou tabela dinâmica modifiquem de alguma forma os
relatórios de tabela dinâmica, ou crie novos relatórios.

Prof. Fernando
Dias
105
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes

Editar objetos Execute qualquer um dos seguintes procedimentos:


 Façam alterações em objetos gráficos, incluindo
mapas, gráficos incorporados, formas, caixas de
texto e controles que você não desbloqueou antes
de proteger a planilha. Por exemplo, se uma planilha
tiver um botão que execute uma macro, clique nele
para executar a macro, mas não será possível
excluir o botão.
 Façam quaisquer alterações, como formatação,
em um gráfico incorporado. O gráfico continuará
sendo atualizado quando você alterar seus
dados de origem.
 Adicionem ou editem comentários.

Conteúdo Fazer alterações em itens que façam parte do


gráfico, como séries de dados, eixos e legendas. O
gráfico continua a refletir as alterações feitas em
seus dados de origem.
Objetos Fazer alterações em objetos gráficos — inclusive
formas, caixas de texto e controles — a menos
que você desbloqueie os objetos antes de proteger
a planilha de gráfico.

20.1.2. Remover A Proteção De Uma Planilha

A opção Proteger Planilha será alterada para Desproteger Planilha


quando uma planilha estiver protegida. Para desprotegê-la, na guia Revisão,
no grupo Alterações, basta clicar em Desproteger Planilha e se solicitado,
digitar a senha.

20.2. Proteção Da Pasta De Trabalho

Prof. Fernando
Dias
106
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
Na guia Revisão, no grupo Alterações, em Proteger Pasta de
Trabalho, há duas opções que poderão ser utilizadas separadamente ou em
conjunto. São elas:
p) Estrutura: Deverá ser utilizada para impedir que usuários
consigam inserir, excluir, alterar posição, ocultar e reexibir
planilhas dentro da pasta de trabalho.
q) Janelas: Usada para manter a janela da pasta de
trabalho como o mesmo tamanho e posição cada vez que
for aberta;
O campo Senha é (Opcional), porem é sugerível colocar senha no
mesmo já que o objetivo é restringir acessos. Se for inserido senha neste
campo, após digitá-la deve-se pressionar OK, redigitar a senha na nova
janela que abrirá e pressionar OK novamente.

20.3. Proteção Do Acesso Ao Arquivo

Também é possível proteger o acesso ao arquivo estipulando uma senha


que é exigida antes de abri-lo. O procedimento para isso é:
Pressionar F12 ou clicar no botão Office e, em seguida clicar em
Salvar Como, na janela Salvar Como clicar na opção Ferramentas,
Opções Gerais, o janela Opções Gerais, execute um destes procedimentos
ou ambos:
j) Senha de proteção: Digitar uma senha para que sem ela
não se consiga nem mesmo abrir o arquivo;
k) Senha de gravação: Digitar uma senha para que sem ela
não se consiga salvar alterações no documento original.
Em ambos os casos, será preciso confirmar a senha.
Ao optar pela senha de gravação, será exibida a caixa de diálogo
conforme abaixo, onde o usuário poderá abrir o arquivo e navegar por ele
sem alterá-lo ao clicar em Somente Leitura.

Prof. Fernando
Dias
107
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes

20.4. Proteção Do Projeto VBA

Para proteger o código do projeto no VBA basta:


a) Abrir a janela do Microsoft Visual Basic (Alt+F11);
b) Clicar no menu Ferramentas e escolher a opção
Propriedades de VBA Project;
c) Na caixa de diálogo VBA Project – Propriedades do
Projeto, clicar na guia Proteção;
d) Marcar a caixa de seleção Bloquear projeto para
exibição;
e) É preciso digitar uma senha e confirmar esta senha nos
devidos campos, pressionar OK, salvar e fechar o projeto.
Para testar se está tudo funcionando, é preciso abrir o arquivo
novamente e na janela do Visual Basic, tentar abrir os arquivos no
explorador de projetos a fim de identificar se aparecerá uma caixa de diálogo
solicitando uma senha.
Para remover a proteção do projeto VBA, após abrir a janela do VBA
e digitar a senha do projeto, é preciso fazer o mesmo caminho de inserção
da senha, porem apagando a senha e a confirmação da mesma,
desmarcando a opção Bloquear projeto para exibição, e ainda salvar e
fechar o projeto.

Prof. Fernando
Dias
108
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes
 Nota: Ao optar por utilizar senhas, crie senhas com mais de 7 caracteres,
alternando entre letras, números e caracteres especiais como: @, _ , #, etc,
para dificultar a possível quebra das mesmas por outros usuários;
 Nota: a Microsoft não pode recuperar senhas perdidas ou esquecidas, por
isso, mantenha uma lista de suas senhas em local seguro.

21. Referências Bibliográficas

Várias informações foram obtidas no endereço <http://office.microsoft.com>


Acessado em Março e Abril de 2013;

Apostila: Básico do Microsoft Excel 2003 - Escola de Artes, Ofícios e


Computação – UNIFESP;

Prof. Fernando
Dias
109
Excel – Planilhas
Avançado Inteligentes

Apostila de Informática Básica - CAMP - Círculo de Apoio à Aprendizagem


Profissional de Goiânia;

Disponível em <http://www.computerdicas.com.br/2011/04/formatar-celulasno-
excel-2010.html> Acessado em Março e Abril de 2013.

Apostila: Construtora OAS Ltda. Gerência De Tecnologia Da Informação


Microsoft Excel 2000 – recursos básicos e avançados

Disponível em <http://www.techtudo.com.br/dicas-e-tutoriais> Acessado em


Maio de 2013.

Prof. Fernando
Dias
110