Você está na página 1de 7

Canal: Dose de Rebeldia

QUESTÕES SOBRE O GOVERNO DE EURICO GASPAR DUTRA

1. (FGV/2002) A gestão do Presidente Eurico Gaspar Dutra foi marcada pela


adoção de medidas que visavam à modernização das instituições político-
administrativas. Entre essas mudanças, pode ser destacada:
a) A aprovação de uma nova Constituição que, embora seguisse princípios
liberais e democráticos, mantinha a proibição ao direito de voto das mulheres.
b) A aproximação com a União Soviética, em função do enorme prestígio dos
parlamentares ligados ao PCB.
c) A extinção do corporativismo, com a regulamentação de centrais sindicais
livres da tutela do Estado.
d) A implantação de um plano de metas (Plano Salte) que visava atender às
necessidades da industrialização e do abastecimento doméstico.
e) A recusa de participação na Organização dos Estados Americanos (OEA), por
considerá-la um instrumento de consolidação da hegemonia norte-americana na
América Latina.

2. (UNIFOR CE/2003) Durante o governo Dutra, foi assinado o Tratado


Interamericano de Assistência Recíproca com os Estados Unidos, alinhando o
Brasil ao bloco liderado por esse país. Levando ao extremo esse alinhamento, o
presidente brasileiro
a) Instalou a Assembleia Constituinte e aprovou a Constituição de cunho liberal-
democrático.
b) Adotou uma política externa independente e condecorou o ministro cubano
Che Guevara.
c) Colocou fora da lei o PCB e cassou os mandatos dos parlamentares
comunistas.
d) Reatou relações diplomáticas com a URSS e implantou o estilo de governo
paternalista.
e) Instituiu um regime político autoritário e perseguiu os seguidores do partido
político UDN.

3. (UNIMONTES MG/2004) Acerca do Governo Eurico Gaspar Dutra (1946-


1951), é CORRETO afirmar que
a) se serviu da Constituição de 1937, base legal da República Populista, para
colocar na ilegalidade o PCB.
b) se elegeu pelo PTB, mas contava também com o apoio do PSD e da UDN na
condução de sua política administrativa.
c) sua política econômica foi liberal, em sua primeira fase, e ganhou um caráter
intervencionista, em seus últimos anos.
d) reformulou as leis trabalhistas, visando desconstruir a estrutura corporativista
herdada dos tempos de Vargas.
Canal: Dose de Rebeldia

4. (PUC RS/1999) O Plano SALTE (Saúde, Alimentação, Transporte e Energia)


foi uma tentativa de planificação estatal da economia no governo Dutra. Pode-
se afirmar que um dos fatores que condicionaram o relativo fracasso do plano foi
a política econômica inicialmente adotada por aquele governo, a qual determinou
a) a elevação drástica das taxas inflacionárias, devido aos aumentos reais
concedidos ao salário mínimo.
b) uma forte recessão, devido aos termos ortodoxos do acordo então firmado
com o FMI.
c) graves dificuldades no setor exportador, devido à elevação de taxas
protecionistas condenadas formalmente pelo GATT.
d) falhas no abastecimento interno de insumos industriais, devido ao
cancelamento unilateral de acordos comerciais com os Estados Unidos.
e) o esgotamento das divisas internacionais do país, devido à abertura então
praticada no setor das importações.

5. (UEL PR/2000) O processo de redemocratização, instaurado no Brasil, em


1946, foi ameaçado durante o governo de Eurico Gaspar Dutra, em razão da sua
posição política, uma vez que o presidente
a) alinhou-se à União Soviética, o que provocou pressões políticas e econômicas
dos Estados Unidos.
b) cassou os mandatos dos representantes do Partido Trabalhista Brasileiro, por
ser um partido de oposição ao seu governo.
c) perseguiu os integralistas e tornou ilegal a Ação Integralista Brasileira,
prendendo, inclusive, o seu líder Plínio Salgado.
d) desenvolveu uma política econômica planificada, que provocou insatisfação
das multinacionais instaladas no país.
e) colocou o Partido Comunista do Brasil na ilegalidade, rompendo inclusive
relações diplomáticas com a URSS.

6. (UECE/1999) A respeito das posições assumidas pelo governo do General


Eurico Dutra, pode-se dizer corretamente:
a) alinhando-se totalmente com o bloco liderado pelos EUA, no contexto de
fermentação da Guerra Fria, Dutra procurou meios para perseguir ou neutralizar
a influência dos comunistas.
b) no contexto da redemocratização, Dutra instalou um governo amplo,
democrático, que permitia todas as manifestações políticas, inclusive dos
comunistas.
c) Dutra, apesar de ter sido eleito pelo voto popular, reforçou as instituições e
métodos do Estado Novo, fechando o Congresso e outorgando uma nova
Constituição.
d) apesar do apoio aos EUA durante a guerra, Dutra procurou manter uma
posição independente no plano internacional.
Canal: Dose de Rebeldia

7. (UEPB/2007) Em 1945 o Brasil experimenta um processo ao qual não estava


acostumado. Com a eleição do General Eurico Gaspar Dutra à presidência da
República inicia-se o processo de redemocratização. Assinale a única alternativa
correta, em relação a esse contexto.
a) A nova Constituição Brasileira, feita para negar o arcabouço jurídico do Estado
Novo, era inovadora: instituía o direito de voto aos analfabetos e, pela primeira
vez no Brasil, legalizava o direito de greve e a livre organização sindical.
b) Fato marcante da redemocratização foram os mais de 500 mil votos dados
aos comunistas. A forte campanha contrária promovida pelos partidos políticos
ligados ao ex-presidente Vargas não impediu que o partido comunista elegesse
uma bancada de 15 membros para a Assembleia Nacional Constituinte de 1946.
c) A eleição do General Dutra e o próprio processo de redemocratização
garantiram o aniquilamento das práticas populistas implantadas por Getúlio
Vargas de 1930 a 1945. Dutra implantou uma política que impedia que a farta
distribuição de favores servisse como valor de troca nas eleições parlamentares.
d) Apesar ter sido eleito através da aliança PSD-UDN, de nítida orientação
liberal, Dutra implantou uma política econômica estatal estritamente
intervencionista, fechando o país às importações, o que impediu que o Brasil
fosse invadido por produtos de consumo não-duráveis norte-americanos.
e) Mesmo sendo militar e em que pesasse o mundo enfrentar as consequências
da Guerra Fria, Dutra não aceitava as pressões da conservadora elite brasileira
que, assustada pelo crescimento da força do Partido Comunista, pedia a
cassação dos mandatos dos parlamentares comunistas.

8. (PUC RS/2009) No combate à inflação, o governo de Eurico Gaspar Dutra


(1946-1951) buscou direcionar os gastos públicos em investimentos nos setores
considerados prioritários. Nasceu, então, o plano SALTE, destinado a investir em
saúde, alimentação, transporte e energia. Mas o desenvolvimento brasileiro,
especialmente da indústria, ficou abaixo das aspirações dos industriais
brasileiros. Isso ocorreu em razão
a) de políticas econômicas que regulavam os preços dos produtos essenciais,
para proteger a indústria nacional.
b) das facilidades à exportação de bens duráveis, promovidas pelas políticas
econômicas do governo.
c) da abertura do mercado brasileiro à importação de bens supérfluos.
d) de políticas econômicas voltadas para a seleção das importações, priorizando
os bens duráveis.
e) da captação de recursos a partir da construção das indústrias de base e da
política econômica nacionalista do governo.
Canal: Dose de Rebeldia

9. (UEA AM/2013) O Plano SALTE (iniciais de Saúde, Alimentação, Transporte


e Energia) instituído pelo governo de Eurico Gaspar Dutra, a partir de 1947,
visava
a) pagar a dívida externa brasileira.
b) estabelecer uma coordenação dos gastos do Estado brasileiro.
c) dividir entre os camponeses as grandes propriedades fundiárias.
d) reconhecer as organizações sindicais operárias.
e) instalar no Brasil a indústria automobilística.

10. (Mackenzie SP/2009) O governo de Eurico Gaspar Dutra (1946-1950) foi


influenciado pelos acontecimentos internacionais que marcaram o pós-guerra. A
política econômica adotada em seu governo tinha como principal objetivo
a) o aumento da intervenção do Estado, que passou a controlar as importações,
diminuindo as tarifas alfandegárias.
b) a manutenção de uma política de confisco para combater a inflação que,
entretanto, não prejudicou os ajustes salariais dos trabalhadores.
c) a liberalização do câmbio, aumentando as importações de produtos
supérfluos, sem adotar uma política de seleção nas importações.
d) a adoção de uma política liberal e nacionalista, favorável aos negócios das
empresas nacionais.
e) a manutenção das condições favoráveis à acumulação de capital, por meio de
uma política social democrática e nacionalista.

11. (UNIMONTES MG/2014) A democracia brasileira, instaurada no Brasil em


1946, após a promulgação da Constituição, foi ameaçada, pelo presidente Dutra
em razão da sua ação política que
a) perseguiu os integralistas e tornou sua agremiação ilegal por serem
opositores do governo.
b) se alinhou à Ex-União Soviética, levando os Estados Unidos a pressionarem
economicamente o Brasil.
c) desenvolveu uma política econômica planificada, provocando a insatisfação
das multinacionais.
d) colocou o partido comunista brasileiro na ilegalidade, cassando os
parlamentares eleitos pela sigla.

12. (UNIFOR CE/2002) Considere os itens abaixo.


I. No seu governo procurou-se pôr em prática o Plano Salte, primeira tentativa
de planejamento global da economia brasileira.
II. O período de seu governo foi caracterizado pelo intenso crescimento
econômico, aumento da dependência com relação aos Estados Unidos e total
instabilidade política.
Canal: Dose de Rebeldia

III. No plano das relações exteriores, a política adotada foi a de não-alinhamento


automático às grandes potências, especialmente aos Estados Unidos.
IV. A política de liberação das importações adotada pelo governo, consumiu
rapidamente as reservas brasileiras de ouro acumuladas durante a Segunda
Guerra Mundial.
V. No plano internacional o presidente inseriu o Brasil nos quadros da Guerra
Fria, definindo sua política externa alinhada aos Estados Unidos.
Pode-se associar ao período de governo do presidente Dutra o que está afirmado
SOMENTE em:
a) I, II e IV
b) I, III e V
c) I, IV e V
d) II, III e IV
e) II, III e V

13. (UNIMONTES MG/2004) A partir de 1947, (...) o que se observa é a


estruturação da democracia liberal, tal como sempre a viram os donos do poder
(...) Liberal na forma, herdeiro do autoritarismo característico dos anos 30 no
conteúdo, eis possivelmente uma descrição sumária do período Dutra.
(ALMEIDA JÚNIOR, Antônio Mendes de. Do Estado Novo ao suicídio de Getúlio
Vargas. In: FAUSTO, Boris (org.). História Geral da Civilização Brasileira. São
Paulo: Difel, 1986, Tomo 3, vol. 3, p. 244)
Caracterizam politicamente o período Dutra
a) a tendência à intervenção nos movimentos ou organizações de massas pelos
aparelhos de Estado e a manutenção das garantias e liberdades individuais aos
cidadãos.
b) a garantia à liberdade para atividades político-partidárias e o
desmantelamento da legislação trabalhista e sindical vigente no período anterior.
c) a criação de mecanismos eleitorais que privilegiavam a representação das
classes operária e popular e o fortalecimento da autonomia dos setores
segurança e desenvolvimento.
d) o estabelecimento de uma democracia populista, sustentada pelo apoio das
massas ao governo, e o amplo desenvolvimento dos setores produtivos com
capitais nacionais.

14. (UFMG/2005) Leia este trecho: Durante o governo do General Eurico Gaspar
Dutra, foi criada, em 1948, “uma Comissão Técnica Mista com o objetivo de
promover o desenvolvimento econômico brasileiro atrelado aos capitais e
interesses norte-americanos. Essa comissão, chefiada pelo economista
brasileiro Otávio Gouveia de Bulhões e pelo norte-americano John Abbink,
produziu em 1949 um documento conhecido como relatório Abbink. Segundo os
princípios do liberalismo, o relatório dizia que o crescimento econômico nacional
deveria se dar pela dinamização da iniciativa privada, pela contenção da
Canal: Dose de Rebeldia

especulação imobiliária nos principais centros urbanos e, sobretudo, pela


expansão e modernização dos meios de transporte e da produção de energia”.
BERTOLLI FILHO, Cláudio. De Getúlio a Juscelino. 1945- 1961. São Paulo:
Ática, 2000. p. 16.
Algumas propostas apresentadas por essa Comissão Técnica Mista tiveram
desdobramentos que se efetivaram ainda durante o Governo Dutra. Entre esses
desdobramentos, inclui-se a:
a) Expansão da malha rodoviária e a abertura do Brasil a empresas
multinacionais norte-americanas produtoras de automóveis, caminhões e
tratores.
b) Nacionalização de todas as companhias estrangeiras de energia elétrica que
atuavam no País, visando a diminuir o custo de operação das empresas
nacionais.
c) Privatização das empresas estatais, alocadas, a partir de então, nas mãos da
iniciativa privada, com base numa política de subsídios fiscais.
d) Adoção de um plano econômico governamental de investimentos, que
priorizava as áreas de saúde, alimentação, transporte e energia.

15. (FGV/2009) Do ponto de vista da política econômica, o governo Dutra se


iniciou seguindo um modelo liberal. A intervenção estatal foi condenada [e]
passou-se a acreditar que o desenvolvimento econômico do país e o fim da
inflação gerada nos últimos anos da guerra dependiam da liberdade dos
mercados em geral e principalmente da livre importação de bens. [...] em junho
de 1947, o governo mudou de orientação, estabelecendo um sistema de licenças
para importar. Na prática, o critério de licenças favorecia a importação de itens
essenciais, como equipamentos, maquinaria e combustíveis, e restringiu a
importação de bens de consumo.
Boris, Fausto. História do Brasil. São Paulo: Edusp, 1995, p.403.
De acordo com a leitura do texto, podemos concluir que:
a) Dutra iniciou seu governo com uma orientação econômica intervencionista,
mas, a partir de 1947, adotou uma política liberal, que proibia as importações de
bens de capital e de consumo.
b) houve uma mudança na orientação econômica do governo Dutra a partir de
1947, no sentido de permitir a importação de bens de capital e restringir a entrada
de bens de consumo.
c) o governo Dutra, ainda sob o impacto do Estado Novo getulista, adotou uma
política econômica intervencionista que se acentuou, a partir de 1947, com
medidas restritivas à importação de bens de capital no Brasil.
d) a orientação liberal da política econômica do governo Dutra acarretou a
desindustrialização do país, processo intensificado com a política
intervencionista adotada a partir de 1947.
e) a adoção de uma política econômica liberal foi a plataforma pela qual a UDN
conseguiu chegar ao poder, com Dutra. A mudança para uma linha
Canal: Dose de Rebeldia

intervencionista marcou a reaproximação de Dutra com Getúlio e o rompimento


com a UDN.

GABARITO