Você está na página 1de 3

QUESTÕES BÁSICA DIREITO CONSTITUCIONAL - PEI - PEB - 2020 - GUARULHOS

15. Sobre as atribuições constitucionais dos Municípios


na promoção da educação, é INCORRETO afirmar que

(A) os Municípios atuarão prioritariamente no ensino fundamental e na educação infantil, ficando a


cargo dos Estados e do Distrito Federal a atuação prioritária no ensino fundamental e médio.
(B) nos 10 primeiros anos da promulgação da Emenda Constitucional no 14, de 1996, os Municípios
destinarão não menos de 60% dos recursos vinculados à educação na manutenção e
desenvolvimento do ensino fundamental.
(C) na organização de seus sistemas de ensino, os Municípios definirão formas de colaboração com
os Estados, de modo a assegurar a universalização do ensino obrigatório.
(D) os Municípios aplicarão, anualmente, no mínimo, 25%, da receita resultante de impostos,
compreendida a proveniente de transferências, na manutenção do ensino.
(E) é vedada a destinação de recursos a bolsas de estudo para o ensino fundamental, na medida em
que o Poder Público municipal está obrigado a investir, prioritariamente, na expansão de sua rede.

57. A disciplina constitucional da educação atribui a


atuação prioritária no ensino fundamental e médio

(A) às instituições privadas de ensino.


(B) à União.
(C) aos Municípios.
(D) às entidades de confissão religiosa.
(E) aos Estados e ao Distrito Federal.

120. É competência privativa da União legislar sobre

(A) assistência jurídica e defensoria pública; direito penal e propaganda comercial.


(B) direito civil; diretrizes e bases da educação nacional e direito penitenciário.
(C) direito civil; proteção do meio ambiente e controle da poluição, e sistemas de consórcios.
(D) direito comercial, espacial e do trabalho; desapropriação e propaganda comercial.
(E) direito comercial, espacial e do trabalho; trânsito e transporte, e proteção ao patrimônio
histórico, cultural, artístico e paisagístico.

129. Compete, privativamente, à União legislar sobre

(A) responsabilidade por dano ao meio ambiente, ao consumidor, a bens e direitos de valor artístico,
estético, histórico, turístico e paisagístico.
(B) direito penitenciário, econômico, urbanístico, comercial e tributário.
(C) condições para o exercício das profissões.
(D) proteção à infância e à juventude.
(E) educação, cultura, ensino, desporto, previdência social e defesa da saúde.
191. A Constituição Federal reconhece as línguas dos
índios (art. 231, caput) e assegura às comunidades
indígenas também a utilização de suas línguas maternas
(art. 210, § 2º). De outra parte, afirma que a língua
portuguesa é o idioma oficial da República Federativa do
Brasil. Assim,
(A) só a língua portuguesa é oficial e as línguas indígenas podem ser usadas privadamente, mas, por
exemplo, não pode haver educação nessas línguas.
(B) a língua oficial do país é o português, mas, nas comunidades indígenas, a língua materna tupi-
guarani também é oficial, ao lado daquela.
(C) cada comunidade indígena tem sua língua como oficial ao lado da língua portuguesa, que é a
única oficial nacional.
(D) temos tantas línguas oficiais quantas são as línguas indígenas, além da oficial língua portuguesa,
todas utilizáveis no território nacional.

40. O orçamento da seguridade social deve abranger,


sem exceção, as seguintes funções:

(A) assistência social, saúde e saneamento.


(B) assistência social, saúde e previdência social.
(C) saúde, saneamento e trabalho.
(D) saúde, educação e saneamento.
(E) assistência social, educação e previdência social.

68. Tendo em vista as competências legislativas da


União, observa-se que NÃO é considerada de sua
competência privativa, dentre outras, legislar sobre
(A) diretrizes e bases da educação e sistema viário local.
(B) sistema de medidas, títulos e garantias dos metais.
(C) propaganda comercial e metalurgia.
(D) trânsito, transportes e sistema de consórcios.
(E) comércio interestadual e cidadania.

69. Hefesto é professor de “Graias”, escola pública,


desenvolvendo sua jornada de trabalho em período
diurno, sendo que no período noturno vem exercendo o
cargo de assessor técnico-pedagógico em “Atena”,
fundação controlada pelo Poder Público, cuja finalidade
é educação e cultura. Nesse caso, é certo que Hefesto
(A) enquadra-se na proibição absoluta de acumular, aplicável aos professores e outros profissionais
liberais.
(B) não pode acumular os dois cargos públicos, em face da vedação constitucional.
(C) pode acumular os dois cargos públicos, desde que opte pela remuneração de um deles.
(D) não pode acumular os dois cargos públicos, visto que são de natureza diversa.
(E) pode acumular, de forma remunerada, os dois cargos públicos, em razão de sua licitude.

GABARITO
QUESTÕES BÁSICA DIREITO CONSTITUCIONAL - PEI - PEB - 2020 - GUARULHOS

15. – E;
57. – E;
120. – D;
129. – C;
191. – E;
40. – B;
68. – C;
69. – A;

Você também pode gostar