Você está na página 1de 2

ORDEM DE SERVIÇO

ORDEM DE SERVIÇO
 
CBO: 9501-05 Nome: GILSON PIRES BARBOSA
 
Admissão: 30/05/2018  Função: ENCARREGADO ELETRICISTA
ATIVIDADES DESENVOLVIDAS

 Cumprir todas as normas expedidas pelo Empregador, inclusive esta ordem de serviço;
 Comunicar todas as condições inseguras presentes no ambiente ao supervisor imediato;
 Usar obrigatoriamente os Equipamentos de Proteção Individual indicados para a função;
 Manter a ordem, disciplina, higiene e segurança no trabalho;
 Executar as tarefas que lhe forem delegadas após treinamento específico para execução da mesma;
 Acompanhar  as atividades  realizadas em seu  ambiente de trabalho  e orientar os empregados que
estiverem em situação de risco;
 Colaborar com a empresa na aplicação das Normas Regulamentadoras – NR’s.

RISCO DA OPERAÇÃO

 Stress ocupacional,
 Iluminação excessiva e insuficiente;
 Queda de objetos: Escoriações, perfurações, lesões, traumas e luxações.
 Queda de nível: andaimes e escadas.
 Queda do nível: solo
 Postura incorreta
 Choque Elétrico
 Queimaduras
 Ferramentas inadequadas

AGENTES DE RISCOS ASSOCIAVÉIS

 Risco: físico, químicos, ergonômicos e acidente/mecânico.

EPI’s RECOMENDADOS

 Capacete de segurança (área)


 Uniforme
 Botina de Segurança com Biqueira
 Óculos de segurança contra impacto (incolor) (área)
 Protetor auricular tipo plug.

MEDIDAS PREVENTIVAS

 Utilizar o uniforme e calçado adequado para desenvolver suas atividades;


 Participar de DDS e treinamentos pertinentes para a realização de suas atividades;
 Utilizar os EPI’s indicados para a sua função apenas para a finalidade a que se destinam e zelar pela sua
guarda e conservação;
 Solicitar a substituição do EPI quando este estiver danificado ou quando qualquer alteração o torne
impróprio para o uso;
 Respeitar e cumprir as sinalizações de segurança existentes;
 Cuidado com o trânsito de veículos e a movimentação de equipamentos;
 Não utilizar ferramentas e equipamentos improvisados e irregulares;
 Proibido passar embaixo de cargas suspensas;
 Alertar os colegas que estiverem em situações de risco;
 Realizar exames médicos previstos sempre que solicitado; e monitoramento do risco através de exames
indicados no PCMSO;
 Seguir as Normas Regulamentadoras (NR’s) de Segurança, Saúde, Meio Ambiente e do Trabalho do
Ministério de Trabalho e Emprego (MTE);.
 Cuidado com a rede elétrica;
 Não transite pela obra sem capacete e calçado de segurança;
 Não ultrapasse a barreira (cancela) de segurança sem o elevador esteja no seu pavimento;
 Cumprir as disposições legais e regulamentadoras sobre Segurança e Medicina do Trabalho;
 Colaborar coma empresa nas implantações das Normas Regulamentadoras;
 Cumprir e respeitar o horário de expediente e intervalos;
 Manter seu posto de trabalho limpo e organizado;
 Exija de seus encarregados uma reunião preliminar com suas equipes, para discutir as medidas específicas
de segurança a serem adotadas, quando do início de qualquer trabalho;
 Mantenha a obra sempre limpa e a circulação de trabalhadores desobstruída;
 Corrija as condições de risco que lhe forem comunicadas, com a máxima urgência;

TREINAMENTO (S) NECESSÁRIO (S)

 Manter medidas de Controle indicadas,


 Importância e o uso de EPIs e EPC.
 Treinamento de NR1, NR18 e NR10.

PROCEDIMENTO EM CASO DE ACIDENTE DE TRABALHO

 Acionar Corpo de Bombeiros quando constatada necessidade;


 Todo e qualquer acidente de trabalho, de trajeto ou surgir qualquer tipo de doença profissional deverá ser comunicado
imediatamente para o superior imediato, na falta deste para o Técnico de Segurança, para que possa ser providenciada
a emissão da CAT – Comunicação de Acidente do Trabalho, cujo prazo é de 24 horas.
 Prestar informações verdadeiras para o preenchimento da ficha de investigação de acidente.
 Obs.: O acidente não comunicado, não será considerado para efeitos legais.

CARACTERIZAÇÃO DA EXPOSIÇÃO
 
Adicional de Insalubridade:
Não caracteriza como atividade ou operação insalubre de acordo com o disposto na Norma Regulamentadora NR 15.

Adicional de Periculosidade:

Não caracteriza como atividade ou operação periculosa de acordo com o disposto na Norma Regulamentadora NR 16.

TERMO DE RESPONSABILIDADE

De acordo com o Artigo 158, Parágrafo Único, da lei 6.514/77 e da Norma Regulamentadora NR 1, a recusa ao fiel
cumprimento desta ORDEM DE SERVIÇO, no todo ou em parte, constituirá ATO FALTOSO sujeitando o funcionário às
penalidades previstas na lei. Declaro que recebi da ENGEMAR ENGENHARIA E MANUTENÇÃO LDTA, as orientações
que fazem parte deste documento, comprometendo-me a seguir as orientações nele contidas e reconhecendo serem elas
indispensáveis à minha segurança e à de meus colegas de trabalho, fui orientado ao procedimentos de segurança e estou
ciente dos riscos decorrentes da atividade e das sanções disciplinares a que estou sujeito a seu descumprimento.

Data
/ / Ass. Funcionário Ass.Supervisão
De acordo com a portaria nº 3.214 do Ministério do Trabalho, N. R. 01 sub item 1.8 “Cabe ao Empregado: a) cumprir as
disposições legais e regulamentares sobre segurança e medicina do trabalho, inclusive as ordens de serviço expedidas pelo
Empregador; b) usar o E.P.I. fornecido pelo empregador; c) submeter-se aos exames médicos previstos nas Normas
regulamentadoras N. R. 1.8.1 constitui ato faltoso a recusa injustificada ao cumprimento dos dispositivos no item anterior”.