Você está na página 1de 5

PROJETO DICIONÁRIO PARA 3º ANO

Objetivos:

 Valorizar o uso do dicionário na aprendizagem de novo repertório lexical;


 Despertar a curiosidade para o uso do dicionário;
 Conhecer as partes do dicionário;
 Buscar palavras no dicionário de um modo mais eficiente;
 Usar a sequência alfabética como recurso nas buscas de palavras e leitura de listas,
agendas, dicionários, enciclopédias;
 Trabalhar a autonomia e iniciativa própria.

Na aula de apresentação do projeto, colar no quadro a seguinte imagem:

Questionar os alunos:

O que veem nessa imagem?


Qual é a fisionomia do rapaz?
O livro tem muitas ou poucas páginas?
Que tipo de livro ele está lendo?

Depois de ouvir as respostas e hipóteses levantadas pelos alunos, fazer o seguinte


questionamento:

Será que ele está consultando o pai dos burros?

Talvez, os alunos não conheçam essa expressão. Explicar aos alunos que antigamente
essa expressão era muito usada. Não se tem a origem exata, mas essa expressão popular
vem de um dos dicionários mais famosos do Brasil, o Aurélio. 
profjacbagis.wordpress.com
O pai de Aurélio Buarque de Holanda Ferreira era fabricante de carroças e era muito
elogiado pelos seus clientes, ao ponto de muitas vezes eles não terem palavras para se
expressarem. O então menino Aurélio criou o seu primeiro dicionário para anotar os elogios
que os clientes poderiam utilizar para elogiar o trabalho do seu pai.
Aurélio nasceu em Passo do Camaragibe, Alagoas, em 3 de maio de 1910. Foi
professor desde os 14 anos, formou-se advogado e em 1929 mudou-se para o Rio de Janeiro
e foi professor do Colégio Dom Pedro II, lecionando até os 70 anos. Foi um notável tradutor
do francês, espanhol e italiano. Faleceu em 28 de fevereiro de 1989.
A expressão pejorativa pai dos burros já foi muito usado pelas pessoas em geral;
entretanto, com a difusão da informação e da cultura, essa expressão mesmo se ainda
for usada, não demonstra ignorância, mas inteligência em querer aprender palavras e
significados novos.

Curiosidades

1. Quais palavras da língua portuguesa não tem tradução literal em outros idiomas?
R. saudade, cafuné, farofa, malandro e malemolente.

2. Qual é a maior palavra da língua portuguesa?


R. Pneumoultramicroscopicossilicovulcanoconiótico, com 46 letras e é a pessoa que sofre de
uma doença pulmonar causada pela aspiração de cinzas vulcânicas.

3. Sempre surgem novas palavras (tuitar, por exemplo) e outras caem no esquecimento:

quiprocó: confusão
chumbrega: estranho, feio
carraspana: bebedeira

O Aurélio Online tem mais de 230.000 verbetes. No caderno, para auxiliá-los nas próximas
aulas, escreva o seguinte texto no quadro para que copiem e consultem para as próximas
aulas do projeto:

ORIENTAÇÕES PARA SE CONSULTAR UM DICIONÁRIO

1º. Quando as palavras começam com a mesma letra, deve-se considerar a ordem alfabética
da segunda letra:

Alface – amargo – anel – atrasado

2º. Quando as palavras têm as duas primeiras letras iguais, deve-se considerar a ordem da
terceira letra:

Boa – bobo – boca – bode

3º. Quando as palavras têm as três primeiras letras iguais, deve-se considerar a ordem da
quarta letra:

profjacbagis.wordpress.com
Cabana – cabelo – cabide – cabo

E assim segue com todas as palavras.

Na segunda aula, a professora fará uma atividade lúdica com os alunos. Sentados em
círculo, num primeiro momento os alunos serão questionados quais letras vem antes e
depois de determinadas letras (por exemplo, quais letras vêm antes e depois de G? F e H).
Num segundo momento, a atividade se dará da seguinte maneira: cada aluno receberá uma
letra do alfabeto – na sequência – e cada um deverá formar as seguintes frases com essa
letra:

Jogador com a letra A – Tenho uma amiga chamada Ana, ela gosta muito de Andar no
parque.

Jogador com a letra B – Tenho um amigo chamado Bruno, ele gosta muito de comer
Banana.

E assim sucessivamente.

Na terceira aula, os alunos receberão o seguinte poema:

Depois que eles realizarem a leitura do poema, perguntar o que notaram durante a leitura
(pode ser que notem duas coisas: que o poema está em ordem alfabética e que faltam
letras). Se perceberem que faltam letras, falar que esse poema foi escrito antes da reforma
ortográfica, assim, as letras K, W e Y ainda não haviam sido incorporadas no nosso alfabeto.
profjacbagis.wordpress.com
Como atividade, eles deverão ser divididos em três turmas e cada um desses grupos receber
uma dessas letras e elaborar uma frase para ser acrescentada nesse texto. Depois,
montaram um cartaz com esse poema e os acréscimos feitos por eles para ser exposto na
escola.

Na quarta aula, a professora perguntará a cada um dos alunos o nome dos membros da
sua família (pai, mãe, irmãos) e irá anotando no quadro. No caderno, os alunos deverão
anotar todos esses nomes em ordem alfabética. O objetivo dessa atividade é trabalhar a
sequência alfabética que é necessária aos alunos para encontrarem as palavras no
dicionário.

Na quinta aula, a professora trabalhará com os alunos sobre como as palavras estão
dispostas no dicionário. As palavras seguem uma sequência que respeita a ordem alfabética.
Para encontrar uma palavra, qualquer palavra, deve-se respeitar essa ordem. A professora
pedirá à turma para recitar o alfabeto. Depois, escreverá algumas palavras no quadro,
palavras essas que não são muito usuais pelos alunos, para que pesquisem no dicionário,
auxiliando-os na questão da ordem alfabética. No caderno deverão anotar essas palavras,
juntamente com seus significados e como tarefa para casa, elaborar frases com essas
palavras.

Na sexta aula, os alunos montarão o dicionário da turma. Esse dicionário irá conter os
nomes de cada aluno e professores, com descrições de natureza física e afetiva sobre os
colegas, incorporando etimologia, abreviações e outros conceitos importantes.
Confeccionarão um cartaz com esses dados para exposição no corredor da escola.

Na sétima aula, os alunos participarão de uma atividade lúdica. Todos os alunos ficarão
em pé no fundo da sala. No meio da sala, estará duas mesas com os dicionários deles
dispostos lado a lado. Serão orientados a ficarem virados para a parede, enquanto a
professora escreve o nome de uma palavra (no total serão 10, até o final do jogo). Ao sinal
da professora, todos se viram ao mesmo tempo, leem a palavra e vão até o seu dicionário,
procurar a palavra e ir até o quadro e ler o significado. O aluno que encontrar mais
palavras, ganha um brinde.

Na oitava aula, serão selecionadas pela professora, algumas palavras que não são usadas
pelos alunos. Será montada uma tabela no quadro, com a palavra, uma coluna com o
significado que a turma levantou a hipótese e depois o significado verdadeiro. Os alunos vão
comparar se as hipóteses que levantaram condizem com o que realmente é.

Na nona aula, participarão de um stop modificado: receberão uma lista como as que são
feitas no jogo, contendo os seguintes itens 

 Nome feminino
 Nome masculino
 Objeto
 Profissão
 Animal
profjacbagis.wordpress.com
 Flor
 Cor
 Cep
 Carro

Depois que todos receberem as suas listas, deverão preencher os dados com as letras do
alfabeto, consultando o dicionário para encontrar palavras quando tiverem dificuldades ou
não lembrarem. Os alunos terão meia hora para preencherem a lista. Depois que terminar o
tempo, cada aluno deverá ler os itens que respondeu, marcando as seguintes pontuações:

 10 pontos para palavras não repetidas;


 5 pontos para palavras repetidas;
 0 pontos para as não respondidas.
O aluno que fizer a maior pontuação, ganha um brinde. 

Na décima aula, os alunos deverão copiar palavras ditadas pela professora. A professora
recolherá e grifará as palavras que estão ortograficamente incorretas e devolverá aos
alunos, para que consultem o dicionário para encontrar a grafia correta e corrigir o texto.

profjacbagis.wordpress.com