Você está na página 1de 5

ELETROSTÁTICA

• A Eletrostática é a área da Física que estuda os fenômenos


produzidos por cargas elétricas em repouso;
• Toda carga elétrica influencia o espaço ao seu redor por meio de
uma grandeza física vetorial chamada de campo elétrico;
• O campo elétrico é a medida da força elétrica exercida sobre cada
unidade de carga;
• Campos elétricos positivos afastam os corpos para longe da
carga que gera este campo. Campos elétricos negativos atraem os
corpos para perto da carga que gera este campo.

• O módulo da força elétrica entre duas cargas elétricas pode ser


determinado a partir da lei de Coulomb.
• Analogia: Gravitação x Eletrostática
O campo gravitacional está para a MASSA (m), assim como o campo
elétrico está para a CARGA ELÉTRICA (q).
Força gravitacional = Peso = m.g (massa x campo gravitacional)
Força elétrica: Fe = q.E → E = F/q (N/C) (carga elétrica x campo
elétrica)
• Intensidade da Corrente Elétrica: mede a quantidade de elétrons
(carga elétrica) que passa por um ponto em um espaço de tempo:
𝑛.𝑒
𝑖 = C/s → A = Ampere
∆𝑡
Fórmulas de Eletrostática

→ Fórmula da carga elétrica


Essa fórmula é utilizada para calcular o valor da carga elétrica
excedente ou em falta em um corpo. Também pode ser
utilizada para calcular o número de elétrons em falta ou em
excesso.

n = nº de elétrons
e = carga de UM elétron ou carga fundamental (é a menor
carga elétrica possível)
grandeza escalar, medida em Coulomb [C]

→ Fórmula de campo elétrico


É utilizada para determinar a intensidade de um campo
elétrico produzido por uma carga elétrica pontual q1 a uma
distância d dessa carga:

grandeza vetorial, medida em Coulomb [N/C]


K0 = constante eletrostática no vácuo [N·m²/C²]
q1 = carga elétrica do corpo [C]
d = distância até certo ponto [m]
Obs.: depende só de um corpo!!

→ Fórmula da força elétrica (lei de Coulomb)


A fórmula que pode ser utilizada para calcular a força que
uma carga elétrica q1 exerce sobre uma carga
elétrica q2, separadas por uma distância d, é determinada pela
lei de Coulomb:

grandeza vetorial, medida em Newton [N]


K0 = constante eletrostática no vácuo [N·m²/C²]
q1 , q2 = carga elétrica do corpo [C]
d = distância entre os corpos [m]
Obs.: depende de um par de corpos!!
LISTA DE EXERCICIOS
1. Duas cargas pontuais -q e +Q estão dispostas como ilustra a figura.

Se |Q| > |-q|, o campo elétrico produzido por essas cargas se anula em um ponto situado:
a) à direita da carga positiva
b) à esquerda da carga negativa
c) entre as duas cargas e mais próximo da carga positiva
d) entre as duas cargas e mais próximo da carga negativa

Raciocínio:
- Região que se anula: Entre as duas cargas, porque é um campo elétrico de ATRAÇÃO
- Perto de qual carga? Mais próximo da carga negativa, pois é a carga com o MENOR campo
elétrico.

2. Considere cada um dos quatro pares de cargas elétricas, representados nos esquemas 1, 2, 3 e
4, distantes e independentes, um do outro. Em cada esquema, o campo elétrico gerado pelas
duas cargas ao longo da reta que as une é nulo em um ponto.**

Esse ponto fica (MAIS) à esquerda das cargas nos esquemas


a) I e II
b) I e III
c) I e IV
d) II e III
e) III e IV

3. Nos vértices do triângulo eqüilátero ABC da figura são fixadas três cargas elétricas
puntiformes e de mesmo sinal. A força elétrica resultante sobre a carga A será:

a) nula, pois encontra-se eqüidistante das cargas B e C.


b) vertical para cima, somente se as cargas forem positivas.
c) vertical para baixo, somente se as cargas forem negativas.
d) vertical para cima, qualquer que seja o sinal das cargas.
e) vertical para baixo, qualquer que seja o sinal das cargas.
4. Quatro pequenas cargas elétricas ocupam os vértices de um quadrado, representado na figura
abaixo.

Represente o vetor campo elétrico resultante das quatro cargas no ponto P.

1º) Cargas +2q e -2q: são de mesmo módulo, porém sinais diferentes (-2q → campo de atração e
+2q → campo de afastamento). Como essas cargas estão a uma mesma distancia do Ponto P,
então neste ponto P, a resultante desses dois campos elétricos é NULA.

2º) Cargas -2q e +q: são de sinais diferentes (-2q → campo de atração e +q → campo de
afastamento). Como essas cargas possuem sinais opostos, elas terão o mesmo sentido no ponto
P. Para saber o sentido, temos que saber que o campo negativo é de ATRAÇÃO e o campo
positivo é de AFASTAMENTO. Logo, a resultante desses dois campos, no ponto P, é para
cima.
5. Duas partículas de massas iguais e cargas, respectivamente, 2q e –q estão em repouso e
separadas por uma distância 4x, conforme a figura.

Desprezando-se a ação do campo gravitacional, as partículas, após serem abandonadas, vão-se


encontrar em:

(A) 0
(B) x
(C) 2x
(D) 3x
(E) 4x

6. A maioria dos relógios digitais é formada por um conjunto de quatro displays, compostos por
sete filetes luminosos. Para acender cada filete, é necessária uma corrente elétrica de 10
miliampères. (mA)
O 1º e o 2º displays do relógio ilustrado abaixo indicam as horas, e o 3º e o 4º indicam os
minutos.

Admita que esse relógio apresente um defeito, passando a indicar, permanentemente, 19 horas e
06 minutos. A pilha que o alimenta está totalmente carregada e é capaz de fornecer uma carga
elétrica total de 720 coulombs, consumida apenas pelos displays.
O tempo, em horas, para a pilha descarregar totalmente é igual a:
(A) 0,2
(B) 0,5
(C) 1,0
(D) 2,0

Corrente elétrica: quantidade de carga em um determinado tempo (C/s → A)


I = 10 mA para cada filete → I = 10/1000 A → I = 0,01 A ou 0,01 C/s
Como temos 20 filetes: I = 20 x 0,01 = 0,2A
Quantidade de carga: é a carga que a pilha tem, logo 720 C

𝑄 𝑄
𝑖 = → ∆𝑡 =
∆𝑡 𝑖
720 𝐶
∆𝑡 = → ∆𝑡 = 3.600𝑠 → ∆𝑡 = 1ℎ
𝐶
0,2
𝑠