Você está na página 1de 67

c  

  
 Y



 Y

YYYYYYc  Y

îYYYYYY   


!"#
  Y

¦YYYYYY
$% 
&'! Y

YYYYYY%
&c c$c  Y

0YYYYYY%   "( Y

) Y

%  Y



 Y

   Y

  Y

*+
&'Y

 )  Y

YYYYYYc",%*-., * **"Y

c / &' *


0 
+ &'  * 


  c c$ Y

³Ora, o Senhor disse a Abrão: Sai -te da tua terra, da tua parentela e da casa de
teu pai, para a terra que eu te mostrarei. E far -te-ei uma grande nação, e
abençoar-te-ei e engrandecerei o teu nome; e tu se rás uma bênção.E
abençoarei os que te abençoarem, e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; e
em ti serão benditas todas as famílias da terra.´ Gn 12.1 -3 Y

c / 1&'  &2 3  (% '


   &'  
 
(  !
        !   
c  
%45 Y

* % '      ( $6  


$ 
6  7 86   
! !
   (  %
&  9         +  


   0 Ê ÊÊ  % ' : 0;<= <E sucedeu que, posto o
sol, houve escuridão, e eis um forno de fumaça, e uma tocha de fogo, que
passou por aquelas metades. Naquele mesmo dia fez o Senhor uma aliança
com Abrão, dizendo: « tua desce ndência tenho dado esta terra, desde o rio do
Egito até ao grande rio Eufrates;) d     d   E não se
chamará mais o teu nome Abrão, mas Abraão será o teu nome; porque por pai
de muitas nações te tenho posto) 
    
 
 
 

  
Y

  
 


  

  
 

 
! 
 "  
       
  
   
   
  
  # $ %

 

 &  

 

   
 
    '
 
  ( )
'
 
 

 
     

 

 
  


  

 *        
) + 

        

  ,

 d
 Y

 -

   è 
."





 
 
  /0

 
'  '
'


Y

UJodas estas são as doze tribos de Israel; e isto é o que lhes falou seu pai
quando os abençoou; a cada um deles abençoou segundo a sua bênção.´Gn
49.28Y

%
  &'   >
        &'  c 
      
  
  $     9  )
 
 ! Y

7portanto, grandioso és, ó Senhor Deus, porque não há semelhante a ti, e não
há outro Deus senão tu só, segundo tudo o que temos ouvido com os nossos
ouvidos. E quem há como o teu povo, como Israel, gente única na terra, a
quem Deus foi resgatar para seu povo, para fazer-te nome, e para fazer-vos
estas grandes e terríveis coisas à tua terra, diante do teu povo, que tu
resgataste do Egito, desterrando as nações e a seus deuses? E confirmaste a
teu povo Israel por teu povo para sempre, e tu, Senhor, te fizeste o seu Deus.
Agora, pois, ó Senhor Deus, esta palavra que falaste acerca de teu servo e
acerca da sua casa, confirma-a para sempre, e faze como tens falado. E
engrandeça-se o teu nome para sempre, para que se diga: O Senhor dos
Exércitos é Deus sobre Israel; e a casa de teu servo será confirmada diante de
ti. II Samuel 7.22-26). Y

Ô Ô Ô

ÔÔ Ô Y

Y
 7porque, se de todo te calares neste tempo, socorro e livramento de
outra parte sairá para os jude us, mas tu e a casa de teu pai perecereis; e quem
sabe se para tal tempo como este chegaste a este reino? (Ester 8.16)´. Y

³E para os judeus houve luz, e alegria, e gozo, e honra.(Ester 8.16)´. Y

³Eu sou o Senhor teu Deus, que te tirei da terra do Egito; abre bem a
tua boca, e ta encherei. (Salmos 81.10)´ Y

³Se não fora o Senhor, que esteve ao nosso lado, ora diga Israel; Se
não fora o Senhor, que esteve ao nosso lado, quando os homens se
levantaram contra nós. Eles então nos teriam engolido vivos, quando a sua ira
se acendeu contra nós. Então as águas teriam transbordado sobre nós, e a
corrente teria passado sobre a nossa alma; Então as águas altivas teriam
passado sobre a nossa alma; Bendito seja o Senhor, que não nos deu por
presa aos seus dentes. A nossa alma escapou, como um pássaro do laço dos
passarinheiros; o laço quebrou -se, e nós escapamos. O nosso socorro está no
nome do Senhor, que fez o céu e a terra. (Salmos 124.1 -8)´Y

³E acontecerá nos últimos dias que se firmará o monte da casa do


Senhor no cume dos montes, e se elevará por cima dos outeiros; e concorrerão
a ele todas as nações. E irão muitos povos, e dirão: Vinde, subamos ao monte
do Senhor, à casa do Deus de Jacó, para que nos ensine os seus caminhos, e
andemos nas suas veredas; porque de Sião sairá a lei, e de Jerusalém a
palavra do Senhor. (Isaias 2.2 -3)´ Y

Y

Y ³Assim diz o Senhor dos Exércitos: Ainda neste lugar, que está
deserto, sem homem nem animal, e em todas as suas cidades,
haverá uma morada de pastores, que façam repousar aos seus
rebanhos.Y

Y Nas cidades das montanhas, nas cidades das planícies, e nas


cidades do sul, e na terra de Benjamim, e nos contornos de
Jerusalém, e nas cidades de Judá, ainda passarão os rebanhos
pelas mãos dos contadores, diz o Senhor. Y
Y Eis que vêm dias, diz o Senhor, em que cumprirei a boa palavra
que falei à casa de Israel e à casa de Judá; Y

Y Naqueles dias e naquele tempo farei brotar a Davi um Renovo de


justiça, e ele fará juízo e justiça na terra. Y

Y Naqueles dias Judá será salvo e Jerusalém habitará seguramente;


e este é o nome com o qual Deus a chamará: O Senhor é a nossa
justiça.Y

Y porque assim diz o Senhor: Nunca faltará a Davi homem que se


assente sobre o trono da casa de Israel; (Jeremias 33.12 -17)´.Y

 7'ontudo eu me lembrarei da minha aliança, que fiz contigo nos dias
da tua mocidade; e estabelecerei contigo uma aliança eterna. (Ezequiel 16.60)´ Y

³porque assim diz o Senhor dos Exércitos: Depois da glória ele me


enviou às nações que vos despojaram; porque aquele que tocar em vós toca
na menina do seu olho. (Zacarias 2.8)´ Y

³Assim diz o Senhor dos Exércitos: Naquele dia sucederá que pegarão
dez homens, de todas as línguas das nações, pegarão, sim, na orla das vestes
de um judeu, dizendo: Iremos convosco, porque temos ouvido que Deus está
convosco. (Zacarias 8.23)´. Y

³Este será grande, e será chamado filho do Altíssimo; e o Senhor Deus


lhe dará o trono de Davi, seu pai; E reinará eternamente na cas a de Jacó, e o
seu reino não terá fim.(Lucas 1.32 -33)´Y

³Digo, pois: porventura rejeitou Deus o seu povo? De modo nenhum;


porque também eu sou israelita, da descendência de Abraão, da tribo de
Benjamim. Deus não rejeitou o seu povo, que antes conheceu.(Romanos 11.1)´ Y

Y
³E assim todo o Israel será salvo, como está escrito: De Sião virá o
Libertador, E desviará de Jacó as impiedades. (Romanos 11.26)´. Y

Y

Ô ÔÔ Ô Y

% " )
+..
# -

< 
- 6  " 
 #
   "

% 
  9 )     î?@6   "   (

)!   (
>
  (
  
$
6     


 
(  
&'69
$!*$
6" 
. #

0
./
61  
 6 
!


  1  $  
$
2    6   !0  $0  0 *  /   
9           
 
$ 
!

0&2   6   96
!/  ! (
>
6
 

A
       B
6 9 96   

 
   
6


$
  (
6$

 
&6096
(6

 
   1  $  
$
2       6  


  


        /    
   $>
    C   

' 6 /   !
! 69!
" !   
,
 B/ 9!

0 "    
$ C & 6
 /    /    
 
/ (6  !$
 $
  !
       &2   ! 6
 <  D
$   60      
 
$ 6
 !    96    
 
#
6 ) (   ' 

 * 
  /   
  /    $ 6 $  
/
  
/   

$ /  
 6$
 $
6 
' ) 
  
'6       $ ( ' ()    
9((
>

)
9 " 9$
 
( 
09 
   6 

$  (
 6
!
!   "     E B6    (
>
  
 & 
% '6 9   ($  B' !
  6  . #
6 
+
E0B Y

î0B  / 0


 '6 9
 B'
!

< 0

  Y

î B    

  !
   B
!    B'6 
  6
   ( 
Y

î0BB&'"6F
c C Y

BE?0B,
!
C Y

E?0BEîîB,
"'  &'
&'F Y
E0¦BE¦BB
'6 &'c 
   )î
  Y

;îB %
  
! ")
! 
!
 
 
6
6
6,
c  Y

0=;B     >


  / 6+  
  )
 
G
 Y

0¦E B  B
 9
  
G
  
     !   / 
/   4   Y

¦¦ B %+ .$ 9


  
6 >   6 / 
  *$
 Y

E= B  %   ccc  " 


 !    $ 
     
     '   
1
  Y

;0 B  %   cH /    


       c    
6   

 
   Y

?; B     6 


      
' .

     
( 6
!<    1
  !  Y

?B 9
 
 Y

B       Y

¦EB 6:6+   6,6


/
B Y

BB%"Bc.* * *""Y

¦B

&'    Y

??  !< Y

; 
 
  !       >
6  
 
 / Y

¦î ¦0  !<  $!06  


& I ( %
!/
%
9 >
  /6  
 <6
6 

$'69 (%
B

 Y

¦¦?¦% 
     

0

 ! '
B 
6 


 (< 
.
 
$  '     Y
?    
! 
.
(  
'  '     

$    Y

?¦?  &  9


 
60  /  


6
. .
 Y

E   
 

 (  >
 
$  " "   

   )
  
' 6 ($ 

 î  


6
$ B0 Y

EE  // B0 ,


-
/  
 Y

=;  "
6 
 &$ 
6  B0  B 


6
,
-

 Y

î?¦   '  


 6  *$
6 9
   0   
 9
 !'  B0 9 >+
 î0  

  &' Y

 
 $>
 6
  
6
! 
 Y

0;c/
   9
 
6
<  Y

E;  %  
 /    
   J $ .
6   
: % K *  
     &'   !     

 
 Y

Eîî 
#
   
/ 

$ &2  Y

E; %$
0&' &2 
 
( 

*  * L  Y

E=  
   
#
 *   
6  B ( 
 
 
   * c  

$ )  6 
! '
 !      !
0
(  %
<   

  c 6  
6 *$
6" 
6 #
 - 6 % 


!

 c 
#
 Y

E?;  0  ( c  $  )    c  * 
 
 

 
        &'6  c 6      "

6   B
  
:$
,
 ' Y

E;¦  ?  c


  $  )   
  

?
  ( 6  $/  $
*     9 0
!( >+
C9   )  69 !
!


/  6      06 
  /    

6  9   

!  !
! ( !0 
 
Y

 %  !
!1
c ' /     
6  & *
   

$
   
   ! '  $
     +
1

c  /      6  (
>
 ()  
6  
  
6
 / )  
  6   )    ,
   ,
 *

)  !
)   &2 6
  / Y

 ,*".B-M:cB% *,,%*c",%*- Y

 + 


! 7%  "   8 "
%NN6 $ ¦ 
Y

Y

 Ô  Ô ÔÔ  Ô


 Ô 

 Y

*09
¦;<î¦ Y

@ Y Veio sobre mim a mão do Senhor, e ele me fez sair no Espírito do


Senhor, e me pôs no meio de um vale que estava cheio de ossos. Y

î Y E me fez passar em volta deles; e eis que eram mui numerosos


sobre a face do vale, e eis que estavam sequíssimos.Y

¦ Y E me disse: Filho do homem, porventura viverão estes ossos? E


eu disse: Senhor Deus, tu o sabes. Y

 Y Então me disse: profetiza sobre estes ossos, e dize -lhes: Ossos


secos, ouvi a palavra do Senhor. Y

0 Y Assim diz o Senhor Deus a estes ossos: Eis que farei entrar em
vós o espírito, e vivereis.Y

± Y E porei nervos sobre vós e farei crescer carne sobre vós, e sobre
vós estenderei pele, e porei em vós o espírito, e vivereis, e
sabereis que eu sou o Senhor. Y

 Y Então profetizei como se me deu ordem. E houve um ruído,


enquanto eu profetizava; e eis que se fez um rebuliço, e os ossos
se achegaram, cada osso ao seu osso. Y
´ Y E olhei, e eis que vieram nervos sobre eles, e cresceu a carne, e
estendeu-se a pele sobre eles por cima; mas não havia neles
espírito.Y

> Y E ele me disse: profetiza ao espírito, profetiza, ó filho do homem, e


dize ao espírito: Assim diz o Senhor Deus: Vem dos quatro ventos,
ó espírito, e assopra sobre estes mortos, para que vivam. Y

@ Y E profetizei como ele me deu ordem; então o espírito entrou neles,


e viveram, e se puseram em pé, um exército grande em extremo. Y

@@ Y Então me disse: Filho do homem, estes ossos são toda a casa de


Israel. Eis que dizem: Os nossos ossos se secaram, e pereceu a
nossa esperança; nós mesmos estamos cortados.Y

@î Y portanto profetiza, e dize -lhes: Assim diz o Senhor Deus: Eis que
eu abrirei os vossos sepulcros, e vos farei subir das vossas
sepulturas, ó povo meu, e vos trarei à terra de Israel. Y

@¦ Y E sabereis que eu sou o Senhor, quando eu abrir os vossos


sepulcros, e vos fizer subir das vossas sepulturas, ó povo meu. Y

@ Y E porei em vós o meu espírito, e vivereis, e vos porei na vossa


terra; e sabereis que eu, o Senhor, disse isto, e o fiz, diz o Senhor. Y

@0 Y E outra vez veio a mim a palavra do Senhor, dizendo: Y

@± Y Ju, pois, ó filho do homem, toma um pedaço de madeira, e


escreve nele: por Judá e pelos filhos de Israel, seus
companheiros. E toma outro pedaço de madeira, e escreve nele:
por José, vara de Efraim, e por toda a casa de Israel, seus
companheiros.Y

@ Y E ajunta um ao outro, para que se unam, e se tornem uma só vara


na tua mão.Y

@´ Y E quando te falarem os filhos do teu povo, dizendo: porventura


não nos declararás o que significam estas coisas? Y

@> Y Ju lhes dirás: Assim diz o Senhor Deus: Eis que eu tomarei a vara
de José que esteve na mão de Efraim, e a das tribos de Israel,
suas companheiras, e as ajuntarei à vara de Judá, e farei delas
uma só vara, e elas se farão uma só na minha mão. Y
î Y E as varas, sobre que houveres escrito, estarão na tua mão,
perante os olhos deles. Y

î@ Y Dize-lhes pois: Assim diz o Senhor Deus: Eis que eu tomarei os


filhos de Israel dentre os gentios, para onde eles foram, e os
congregarei de todas as partes, e os levarei à sua t erra.Y

îî Y E deles farei uma nação na terra, nos montes de Israel, e um rei


será rei de todos eles, e nunca mais serão duas nações; nunca
mais para o futuro se dividirão em dois reinos. Y

î¦ Y E nunca mais se contaminarão com os seus ídolos, nem com as


suas abominações, nem com as suas transgressões, e os livrarei
de todas as suas habitações, em que pecaram, e os purificarei.
Assim eles serão o meu povo, e eu serei o seu Deus. Y

Y

Ê Ê   Ê  Ê Ê    Ê   Ê ÊÊ
  Y

 
'îJ:.
   $
 

     99!(
>

(
 "
 
(2    5   
  %c3c-%.*  * % %
,%O%5 Y

   !
  >
   !6   (
(&2 6    )
 6  
  6 !
1
 
 6  
 6 +
1
  /
6   
& 6*,%% * % cH%"% PcB%*," ,%,, * **"5 Y

  >
 ")      
  
0  (   
   
+

 
  
  >
   Y

    ! c       c  /  ! !
! 
!
 * 
 6/!!
!9 
    6 Ê 
! Ô 
ÊÊ Y

 *    


&2  
        6 +  
 
!  % ( Y

 Y

" Ô"ÔÔ Y
 % (6      
 
 )
 
6    Eî6 

 -0"
cc:.
6
 

 
!
$6 
6!)
     &'6 
 % (N
0 "!<   
$6 ! 
         )$
 
+
1
 69   9&  )
0
 Y

 A   !)


  
! 6    7-B%" 8 9  )   =J

&'6  c4I,6 
!  9         (  / 
6

6 
6 


6 9


1
 

 
!
6

 6B( * 6 A6
6 + 
!
% 
&'c
 " !
! 0
"(

).
6
 B :   % 
&'  
 "     7
! 
8  c 
 Q H (6   / * /  
 
  
  Y

Y

#
#Y

9   6


+ < )$
 6Y

3 !
R! >'  0
 DS Y

3  
( 
H 6
5S Y

3
'  &  ( 6  !   5 Y

 
$
  6"(c 6+ !5Y

 
   6     !5Y

* 9
6H> 6"(60!5S Y

    >


 6 '    
(   Y

* (   !


! ! 6 (5 Y

3  >
    $6&$6 Y

3 (  
& 
+/6 Y

3'6!  
(  6  $
!5S Y

36     $& 6 


 
(! Y
* 
'   6 Y

B6$R 
6 !
!   
$  5S Y

(5 5 


+    6&Y

. >   H>  /6 &5 Y


  >
   ! Y

9  ! ' &! Y

90
  6Y

9 6  


 6 $
)
6 Y

3 0>   !  !5 Y

-! H 6 Y

5"*,%c*%*5 Y

 % (Y

Y

Ô 
$


% Ô  $ Ô Y

Ô &  Y

 %
B Y

 "
 
&'   "*.6
(
 !(A 
   
  /
  9 !!  
 ./
     
  
 6
 
 6  (   Y

 %6   
  '      !  )      %
!
< 


$
< 
6 


$    Y

 %
< 

 /  !
 $
06 
< 6 9    
   $
&'  G
6 
   
6 
6 (6  7
<


8 Y
  

 !
 
< 
6  (6 
T
6 !

 
*$
 
$6 0   /        6     6  !
0 6
  
#
 6 +  !
&   >Y

 B !    


  $ 6   
/
  .
 6

<    !
'  0
<  D  
6  <(    

)
   )$   $
&' 
$
 6 9           

$
2   
  Y

 %>  ?    c1


6 9 
   $0  
 
6   ,
  !
   
( "'6   (   
 $ 60=?B6 +/
  
G
 6      6
 


        (
  0
 6 
! 6       !  6
   /      9
  
G
 0¦E B6 


  !D )
  
 
 /   Y

       *6  / 


      6 
     $ !0     6  
 %   $
&2  
%(6  D c ./
6   <  9   
    

 &2       $   B0   9  $
2 6 9
    
  
      

    
+ 9 
 
R 
 ' 6 
¦

  E?6  "
6 9          
 
  
$ 6 
  ! 


 "  & 
 6  <    "  $  Y

  

      
6  î0  
    6
9   
9   !D ! '6 
 

'     
 6      Y

 %
 /  $
< 
< 

*îE
  +  c$6¦?6& Y

 *;=6"
+ cH
0c  * ( 
 c9

&'6 9 
     
(       $
   
 !
! 6 9     & 6 
!<  
 6   <    
/     6+  * (Eî Y

 *î¦
0¦?6c9

&'!

$6  !
ccc69 (
  7   8 * 0¦E6
B-
6
$ 0  
0 7B
'/.
 6
.
   )  !
8       
!    


 "$  
 9
  0
$! 6$
  
   !&'  c9

&' % 
   0 
 
 6    

9

>
6   6 *  B 6 
 6 9 !    ' 
  6  9
$
 Y
  * -        ' 
 ( * ¦=E   


 7$86 
  $ % 
'
!
  
 6

7B
 
8
(      
  Y

 * 0î      +     


6      
&6c$6 
6 .)!
6>  $+ '
( !6
! /
96   &6 !<
 9  
  /   
   !
&      /
  9
  / 6

6
(
   
 Y

 
  $    
 % +
 î  &' 
  c$6  ! 6U6     &'  

  6!
    ($!0U 
 Y

  G


   #
6   

  $      &  ?=6
9 (  (B(



!
G
0 
( 
    
   $
0 6  
!  6 9
(  
6 (  7
  8     
$   !
     


 9!

! 'G
6   
B(


   
   0K *  &'  !<  î
 %>   
     
1
/
6   




6     
  
!   $  66

6      !
   
 
  
    ( 

 
    0    !
!    (      &  
!  
 (    !    $  
   
 *  6!
6 /!

   $ 

!   96 


      6 !<        * 


    +  !  !
 
       9
 6  6 9 
$/
  0K Y

 *      
  &'  

  
< 
   *
    
 ! ) 
 Y

 B  6  


< 

 
$
 6     )
  

$ 6 
 +   

$    
 6 96    
    
 &2   

  G
 6 !   !        
7 +
>
8   Y

 cR       


&'   6      
- %   &2       
 
!
6 
   

6  ,R
 E¦6  

$           
  
$!
 
'K 6&=E Y

 % (
>
   9  
< 

 /   

 
 9      9V1
 
!
!
B
  
 

    G
 6     
  9

 

< 

Y
 %>   'c :  
 9   6
 ($ 
    7
 
 %.  (86   7    '
 8 Y

 *+
  %(6  
< 

 
    
  
   
  

       $ : 0      
 
 $  
6  
&2 6 + 2 6 7$ 8 I
 ( 

&2  Y

 
    %( D $    !
   & 6 
      (
>
  (
 B   
(    
  6      $  .
(2    
  
/   
 

 6
 
 6  # $) % (N
06  
6
.6 0 6 B(      
0
( 

   0
 
    . (  
  
  !0 
 ! 
 6 / ($ D

     ?  
 
(2    6 9  $ 9 ! 
 !

! 
 3  %(  !   
   6
 6 

< 6
+  ($ !
'6 9    ! 6  9    
< 6  $  
 Y

 . 6>   


 6!  
< 

'* )


 ! * 
6 

 Y

  -B%" 6$< Y

Y

 
 Y

Ô
  ÔÔ 
 '   Y

*î E¦¦6$> 


 
6
 



  &'6

 $ 

 

$ !
 
!
6    ! )
 $

0
Y

0
 
6
 $ 6 (6
.
(%>   
:
$: î; <<E¦¦6     

 

     7 
$  89'
 ! 
"

 

$
 !)
 
   !
>
 6%( Y

 

    
< ) !)
    6   
  
   "%  $  $

  
$   



        
!
  
<0
  

   
$  9 
!  $
  
 .
  
+  6   6 
 ' 

       6    


  
  
0  6 
<( 9
 


 (!
 
  7
8   & *   
 

6 !
          '   7  
 8 3
!<  
!
6'(! 
&' Y

B7+$8
 >
   0
 6¦(E¦6 
""  
 "%6$   Y

* ¦  


  E¦=6 

   ,!  6  

  
 &'  (      6     '  $6   
  
 " 6 $6
   
 


 Y

%
6  !   E¦=6   >    7$ 8  I
 (6  
  &   

     3 ' 
!  

  
  +
' $  $ 6'
( !&' Y

% 
  :6     &     0   
(   ! 
(
    

     !
1
    $6   

  

$   ( +
*  
R
 6 
  
2   
+ &2 
 6


!
6    
""6 ) !    Y

  !  7 8   !<   !


  
  ! 
!
   


  
6  !6  $6   &2   (  
 2    6   

 I   ' ! 
&'  
$/6 
 
   
    


 6 6
6 ) <
 6)< )<  Y

B  9
 
>
 6   

 I 6  
   

 6     $   R 6  (  

$    6 


    
  &  '6   $6 
     
        &'    !0

 
&    6 
  
     

   
$     6   ( (  Y

%>  
! '  ,R
 
   
>
 1      
+ 
6   

        


    6  
+
!  $
  Y

B 
  /   
 6  

  6  

   
    0
        &'6 (!
  
+ 
% (N
06.6"(* !
0
(&     6$ 

R 
  ' 
       
 6  !
  '   6 9 
$
6 
   


 < !  *   
R 
   

 c: $  (6I"
 69
!% (N
0 Y

  !   


   
       + 
6  "" 
!  

       (    6  
<       
 &'    %( ($!   
     
 6 
 ( 


 6   
'   6   

R 
  Y

  9 '  


 6 + ! !
&   
R 
  !
0
(   
  3   (< ! 
  
!  6 

!<6
< #$) Y

   + 
6   &'6  

7

1
8/ 
Y

  !


6 >    
+
   #   6         
  6  !
  
 
          6
  C   /

&       

   
  6  
0 6!
 

0  Y

*% (N
06 &'  6$( 
0
  
   ' Y

 c6$ ==<E Y

 () Ô Y

* 0   E &  


  

 7) 
   86 
B(6-06G
 

0    
(2 /
         
(2   
!&'   $1
     
( 
 
  (6  <   
(2   &    
  
! !   
6 +
   $   9
 
 (  
  (   6     0 
 6  

! 
+
 

 !0 6 
('$
&!


(  !    )<  
 %    6  

6

!6   
6
!6

  $
   6  6 >
  6D !0 6( 
 Y

 0   E /  


  Eî6   B( 
   

  6  

  :  -0 *   + &2 6 /6  
 
 6 '  Y

* î 


 Eî6 : W 6
0 <  1
6
)
 
 &2 9:
$K
(6¦( E6  
+ 
       %(      *   

7"&'
8 Y

  1
6 
!  K
(6*
(6   
  

/
    
       *
(6
 
 6
 
6  +            
   


  Y

YYYYYY          (  &  


 
  !
! 6 9
   +  3 9        
  (



  Y

YYYYYY     


 !
  

 6  
    !6   
  

)
  Y

*
(
 
  
'  ""6 I !6      * 0  & 
Eî            + 
      00 
   9
+

%(C   î 
 1
  .)!
6
 

$ 
 / E
  H
 Y

     + 


 
    G
   7

 8   $ 

R 
  ' 6  
       #   $)    
>
 6   
 

   9 
!   )+
 

1
 

  
0 % 
06 
 
6 '   

   

0 6  
    .%c, X.*, * *""%"6 
.*,*"%O* *. Y

% 
R 
 9 
 69/($0
6
$) 4K
6/ ($D   
E
(2   ?
(2 
 ¦
(2  

  Y

*9   7 
   8
!6      '  !  
     +
        6 
&      6   
   
0 

0 6>  6  6 9  
!
7:%(8 Y

  G
   /  YY 
      + 
 
6 0 6
.6 "
6 % (N
06 B(6 "(6 !   
(2    
   #   $) 6  


&'  + 
 %  7) 
  
8 
$
   $  Eî   6 + 
<   :  -06
& 
9
   $ 6 6H >!


 Y

EîE¦6  &


 6

% (
N
0
 /  6 /$
6-+ $(6Eî Y
 !'  E6 >  
! '  
6   
 6 9   
$ 
  !
!    '  6    !
  /$
6
!
<  0
 6  
  
 (R$  
       !   + 
      + &2    % (N
0

 
0      :  -0  6  $    E6 
  =
 % (N
0
;
+
 


! 
  60  !
!D$ Y

0 , 


  6   % (N
06 
   6  !
 ) 6G
6  
)
6 9 $!$ 
)
 
 96  % (N
06  +
 ¦ 
(2      î0  
# $) 0
6& + &2  Y

*9   
  !&!    +/
  '   !6  "" ' 
+!

$/ )     
9
 
C  
   
     $  !   

  %(   


  
!
 6  
 )$6  ( 6 9 !
! 9'

 
0
 Y

     6  $ 


6  (!6   ( !
!  

 ! ! Y

% : 
' 
6:
$c..-*,6.%"* "
" %-*.Z*"6    
 
+6 /  
    9 
  

0
* / 
 
' 9 !
6   $>
 69
 
D     /9 9 ! Y

  c4I,6$ ?<= Y

'  ÔÔ ) '  Ô  Y

c B%II% 4**-"Y

 '
 ) 
(
( Y

   ' Y

 ' Y

 5  5 Y

 
!
      5 Y

  


     6   
 5 Y

 

    6    
 Y
B
6$
6 !0 )$
 )
 Y

 R
 6 
 6  ' 
'!
  Y

   
 0
'
 Y

  '
'
    (
 ( Y

' 
  6 &
5 Y

  
'
 >
5 Y

B'    ( 6  


 !5 Y

*! 11 9


&
  
5 Y

*   


  /! 1 5 Y

*9 < <)! 169+


 6 

5 Y

*9)! 16
  6     
S5 Y

* 
 
$'    
  Y

B   (  



  

 5Y

*! 1 0
9  

 
 6 Y

3!9  
!    

 5 Y

.  /   !)


 !
 6-
6 Y

H 1 6
6 
$!  !5 Y

(6 5'+
 
& 
 
5 Y

*+

! '+

5 Y

*+

!  
/
5 Y

.
(' )
 ('  )
 

5Y

(
6
9
6
95 Y

 ) 6
! ' 5 Y
. ')    '    6 Y

H 1  '
& 
'
>
 5 Y

c4I,6$;0 Y

YY

* 
!) 
 (!:6' 

  
( 6  Z+


 & Y

"$ % (6  c0 (  !


!    
 
 $
* c 6
   > -!:H >!

9 /

6 !
 Y

 7B%OZ*.H3**"*, 8 Y

YY

 Ô Y

Ô  (*


 Y

c"%[%"??;<=Y

Ô  
         
             
                ! " 
 
 #   Y

YY

YY

u uuY
 Y

J YY Y
 Y  Y YYY  YY YY  YY   Y
YY YY   Y YY  YY Y   Y

  Y    Y Y YY Y YY Y Y Y Y    Y  Y Y


 Y    YYYY  YY Y  YYY  Y  YYY
 YY
 Y YY  Y  Y

!  Y YYY  YY YY YY  Y Y"Y Y  YY Y


    YY  Y YY   Y Y YY  YY
ÑY   Y  Y YYYY Y YY
YYY Y YY  Y

"Y Y #$Y  YYY Y Y%  YY   Y Y& Y  Y Y YY
   Y Y YY  Y'Y

YY

  ")     9     6

0
c 6 ! Y

  0
 6 
    ") 6 79 8  $ +    
    ÷Ê      !     " !  
>
 ') 

 Y

X  
   

 
 
  $ Y

%&'(() Y

YY

  Ô

 Ô   ÔÔ(Ô
 Y

H)
  '   
  9   
 '   &'  !    * 


  6 "((!

< 6 < 
' >

  / 

Y

%$  Y

\ -*Hc cB î?¦¦6  * (<! <


     &2  6   
(  
 6 !   $

C  !   )  6    !  
   '
  Y

!
 
 
6 9    
!      


$ 6 '  


     

     
<    9    
   C9 "(   Y

YY

\ **.c%" =<  - <6 


6  ! 9     ! .
/ 6

0  !>   $
 6  !   (
     ! C    ! 
! 
6$      
 6
9
 !  
  +
 /6) 
 

$9( (

0(
*  '   ! 
!69 $ 6 $  '  Y

YY
\c"%c%" 0<¦6;6<0 B$6> /
69'  D0C +
0  $ 6  + 6  9 ' 
!     C 9 

' 
(  69 
(    6
0"( Y

%
  $   6   <    
      (
&2 C ' 

& C$    *


      Y

9 ) 



 9C 
 
) 
&2 )9 (
  
    Y

  !   


+
6    $ 
+'   (
C 
 
& )    
C  ) 6 $   '6 9 ) ' ) 6 
 /69
' ($) Y

*
 9    !  6
 ' )  
C     9
 
$6  
 
' Y

YY

\ ,.%" î0<î?  9 ' 96


' 6 9
$
   
/
 
9' 
!>   9
!
   c 6
/ 9  
   $
  ( C  
   c  ) !6 
 ) 
H
)"
'-
6 !
)  > 

 Y

YY


    ÔÔ Ô() Y

Ô    Ô
Y

Ô+Ô,-.&/Y

0 1Ê%%2%ÊÊÊÊ%Ê
ÊÊ
Ê Ê Ê  1
Ê Ê 

 %
Ê
ÊÊ3ÊÊÊ Y

YY

3  * c 6  


 E=6   =;
&2 $ *,* 4c",%*-Y

YY

 [
6%$
'6.)
6B(
6c9
$ 
G
 Y
">  c9  


  ¦ $   c   E0E6 
&' / ]
  )8 c    ?=  73 '    9 !1 ! 
!    6  S8 Y

YY


X    &'     
 $ 6 9
  )6
c    
&  Y

YY

 X
  < )    ¦ 
(2      
' "!
/
  
 
!
6   
'     EE 
  
(   ' $  
c          '  EE6 
(    

!,R
6
$
'"!
/
 Y

YY

 X     c  


  ¦  

 
!    %)
  ($ DBG
 
#
 L6 D 
   
6
0 ($(
 Y

YY

 / Hcc%

0
$$9 
   6
!
.
 6 
 Y

0Ê4Ê2Ê
 Ê %
Ô÷Ê1% Ê2Ê5% Ê4
  Ê 6 Ê Ê   Ê   2Ê 
Ê  %  4 
Ê 0  Ê4 ÊÊÊÊÊ4ÊÊÊ  Y

c   *+, -      .           


/    
   Y

  
#
 
 &2 D%$1
 
0   
$     !
2  %I %6   6    
6
&'7 %* *.L:cB8(EE(E0 Y

YY

Ô $ Ô       %-%"%"6  


 9    
  
,
(" )9  $  /  6
6

'

!
! 
 &  $   c        '  $
 
  
 )î 6/6
 ($
6   
!

$
 Y
YY

  
 
 +  
  '  7' /   
+'  8 '
 !  6        ( / <%!
! *  
<  9  ,
  " 
   
     *$
6 "  *$
6
  "'     >  *
  !
   
 )
 B9

6$
*
>

 
 
 9  ! 6< 
   Y

YY

'  
Ô

Ô Ô ! !  c   . (
  B(
6 
% )
  ! 4#
6  ,R
  -
/
6  * 
)!
6 :'< (6 
%/
"6[
L
6/
c9 Y

YY

Ô Ô
 X   0       
     " $c 1 '23( Y



/
 $*( 

$

7%  (
  8 Y

% 
$$ / Yc6  
) 6/B(
*E?6

<  ¦    Y$
6 !
  $ ' 
  
 %


6E=6
c  Y

YY

  
 %Ô Ô
%7
Ô Ô
Ô  Y

è

   X     "  4 5     0    &  6 

     /   7
          4 "   "    

      c 8               0 0  


6       /9 0     0 # 
  
 0  0 0    
 $ Y

: 
'   9 $  >   cc : .
  !  
   .
  $   
      
&2   90 
 
   
 (  B
&  !
$ .
 
R
  !
! 
 %
 $  
/
 Y

YY


 Ô()
 Ô Ô Ô
Y
c"Ô:Ô" *3'4 X    0  0           
 1         0  0  $ Y

%   &2  '  ; $&2  B


   !    $ 
+

  " 6   6
  6% 6% 6:6-9

* :
c"Ô:Ô" ;,3(4 X        0  1    # 
     0 7 #   
 /     
  9  (
)!8 Y

YY

c"Ô:Ô" *3;4 X   


   
       /  
 0             $ Y

 Ô   Ô  ÔY



!0
>
c   $
  
     
:R! $
 1    &'
 c  * 9      I
0
  . (!    '    3 0S
%   ( 6( 6 
! Y

YY

!9  '*<- X     "   0 0   6    
   6          6
      0  =  
 6    
     9     $6   
&'C"(
)   "
'6 $  Y

0
8 ' ÔÔ Ô
Ô Ô() Y

YY

>c?'4333*-X    "  =4 


  
       /  5   
  /    /       
      
    /         #      
0 
    
             @ #   

   0 0     


1  0 0     
1 
      
 #     c     
   0   /     Ô
 #    / 
     
  c  #  
 0    / 
 0 
 
/      c    
            

    "   = Ô
   /   0        
/ 0          0      
 # 
    Y
 ! c   !
!  9 $   ¦  6 
 !
( 
   (9

 &/! Y

YY

Ô!A" 23'3;4 !      


   c       
     / 
    //     
 
         #               # 
     "  = Y

 ?  6    



#
6 ' (!  !
(   c   
 
^ / YcY0< 
!
B!
(!
$6
 :6 H  '6 %!6   !
(   '      !
(  c   )
  1
 9
* Y

Ô  %    (   9 /  / +6      
   Y

YY

Ô7
Ô Ô Ô
Ô Y

>c ?*4,3( - X!       c  


        
     

  c   #
   
         
            
!
      /           c         
 /    0          !
       
 /     
       #   /       
        /   "  B   / 
   
  c  
        
  $ Y

>c ?*4?(?* -X  9


    /        
 "  =   0       
         
   c Ô  "  =4    
       
 C      /       0 
     #                   

  = #4                 D     
        1         /      7 
          /     "       
 1  
     /   "       Y

  

   6 

 6     (  9  
B
6 
6    $) &    .
    6   
  
 9   
6  $
2 
    )
6    


Ô8Ô
  Ô%  ÔÔ  Ô  Y
* 6  

 9 
  <   9 
 
$Ô
Ô 9Ô
Ô

 Ô Y

*  !  / 9       )


          
&     Y

< / YcY6    ,B"6



 / YY6 !
  
!
 
*"*, L,c6"*.L:% &' Y

< 6  :


/
 > ()    !    !
     
-%[B** "%,6     9 

    . *:*H 
%,%H%6! )      Y

YY

0 Ô    7Ô  Ô 


ÔÔÔ

7 Y

"BcÔ" (4'< -X  E    #  


Ô   #   Ô 
      # 6
      0 Ô   /     
 
 1 8Ô
   "   #    5   
      9       # 
 0 
  F0 
 
    
  /     
   # 
     & # 
     /        
      
=   # 
 #  $ Y

YY

ÔÔ  :B


 $ 
 /   
   !   *    0
 
*    

   EE  
6         $
' 
%    E00  &  
* E;0) 
(&' 
;E!   Y

YY

Ô
"  :*  /    0
    

  ">      .   
<?¦ B <  
6 
   /  /  cc B * E0? 
%"B*
 î   (
)

 
*E;0&') &!   0î0 Y

YY

Ô  ÔÔ()
 Ô  ;Ô
Ô    Ô Y

% 
&'c   /6  
 '  1

 Y

 \Ô 98    $


    Y
º  X  !"! #$!%$"!&'(
)*+,"%,"#,)è#*,-"!"#. Y

\Ô 98 (


 $
  Y

£!Ô" 33(?(; -   /9  


           
 6  
 = 9
  
   6               

       /           6  /   
         6     

         
 8          0   9   %
     

    )4      


 c  9  
   
   0   Y

!Ô 98 c 


)0"ÔÔ"Ô"< Ô
 Ô Y

>5Ô" 3??' - &  9 &  9     


  
     
    8         0        


     / 6      8 Y

Ô5Ô£cÔ" 3(3+ -   /       =    /    /   &  9


    
1    0     F
   
   
 
 
#      
 
   0.     

     0  
 
 0.   Y

Ô5Ô£cÔ"3?3 -     #   /  


    = 
 
 /  &  9
    
  
   Y

YY

Ô Ê%  ÷   Ê % 4 :!Ô@>" ('4?(?' -Ô


 
 

#/   0 4 #           /    /


#
6   Ô  /9       /
#
6 
      0  
 # 0  
      Y

YY

4ÊÊc   



 Ô@"34*<-  
     
 0  4"   # 
   
   c £
4    
   
  9
  
    
  6     Y

YY

% 9  6!


) -*c * &'£!Ô"3343(3;
-   0        
    /   
  
 0         
  8 =     
  0  8 G 
    
    0   0       9  

   0 


        
    0 
         6      
 #   /          Y

YY

   Ê   5  Ê :£!Ô" 33(;      
    0   9   %
    
     )4
        
  c  9        
   
0   Y

YY

 Ê  4 Ê  :£!Ô" 33(* -     c  #     
#  4G # "  /  
 # &  
  Y

YY

 2Ê Ê Ê


% ÊÊÊ2Ê 6  1£!Ô" 33(, -
     0      0 
          
9   
 
   
    Y

YY

Ô
Ê
 ! 4  :£!Ô" 334(2 -         
=   0# Y

YY

   9  >


       !  )

Ô Ô9
Ô Ô 8
Ô    ÔÔ()) !
1
     &' 

9 

 Y

YY

Ô Ô()
 Ô  9 = Ô " Ô Ô)!
1
   6   H(6
9  !       &' 
   

  c  c  0
&'R
   Y

YY

Ô
  (Ô   Ô    ÔY

 
 Ô Y
"Ô!3((4*2Y


  0   /5  ' 9  9    0  
      
      )
        
'  

$ 6

(0
5  B "*,6  6  

 Y

Y

)  
(     
 !$/
 9      c  
! c  
 Y

  
' c$ 

&'c 6) 

  
9 
(c  Y

  
' 6c ( 
'  
c$7c 
 86
 
!
 !0 
&2 $
!  9 9
0  / Y

"
(% '//   EÔ@Ô"?(24  5   / 9 
   Ô/   0  
  Y

% B'
 > &%
/

c$
() £!Ô" '3? -    
   9      Ô/     
 .   / 
            
9 Y

  
9  
  
!
/$
  
  
  
! !Ô@>"(3'? -     0     =  #  #
  0 
 
   
    Y

 !
  / 99  
    
 £!Ô" (4(,(24  
 9     9
  6     9       9    
  9 9  9         9   

1   0       
      = Y

 9c$/ 0 Ê 9c £!Ô"


3343<(? - "
9 0       /        /  
  6     

       
0      
90   / 9  
       = #
4Ô0     / 
  
 6   8           /  
9     9
#        / /        = 

   
  /9 

#5   
 /     =

      1      


  0   /   =   

         /9   #      /9  



          6  
=9
  
 6  
            
        /       
   6  /         6    

 
       8 Y

       
   c   H(  6    9 ( 

    !
    6 ' $ 
  c$ B
' *  
  6   c 6  /6"
'6'!
 

  
6    

 
 
 3   '
/
 6< Dc$Y

 \( 5£:@c" 3(+ -        


   =    .
  
    /9
  9  9
  0    =
  
  9   Y

 H EÔ@Ô" '4(3(* - =         /  4    
  #  Ô/         
   !        0           
 
       0  
              
        "   0 
       9 I 0  
I 0  9    "   Ô #/    
  &  9    # 
    !  &  9#  9   9    Y

 HEÔ@Ô"*43*-            0 

     /  /  c  = Y

 H BD"c" (432(( - Ô #     0  


 0    
        1  =   /      

  
     5  & 
  0     
 1 /   
 #      "     /9
       
  /   = 
1   Y

 HI £>"3(((-!  0   "    = 


&  9    #         /9  Y


              &     
 9   & 

  c 
c$Y

) 

&'  c    c$  
    / 
  
 )c$c  Y

   !


  "%-H%OZ6 ' () 
&   6 1  
 Y
% !&' >/ !!/ !
6/B
6 / > 
"%-H6 '
 9   &  ! 
( 
(    6 >  !

6'    
& 6  Y

)7  
 Ô ### :Ô@"'3(- #     
 
 / 6   9  6              

  
      Y


 !  ! 99 6 


6    
&'  ' ! 6   ' 
!
$
       
  Y

H£!Ô" 334(;?( -X     0  9  


%
  
     )4          
  / 
c  9  
    0              c   #   
   #   4 G #  "  /    # &  
   
 #  
           
       0 
       0 
               

   
        =   #    
      /    =   0        
 
 / .      /9  0     /  
  /9
     
         =   
  / 6    / .         
  $ Y

 / 0 1 2         


      
0 0   0   = Y

   $   !        (  *    
  

&'   
      c   6 &2  $$   
c$Y

  

    $  Y

  !Dc$ 


Y

   $  /
  
   c$6   /     
6 

$ )
 
 Y

   B
 /     7
$1
86  

 $  
 

' Y

£!Ô",(2-X     /9 


  
 
     0            
 0.       
  $ Y
  :è  X!         /        
  
     =$ Y

EÔ@Ô" '< - X    #  9            9   9
 /9  
=$ Y

&,4?2;?-B  =   Ô/  Y

¦> Y Responderam, e disseram-lhe: Nosso pai é Abraão. Jesus disse -


lhes: Se fôsseis filhos de Abraão, faríeis as obras de Abraão. Y

 Y Ñas agora procurais matar-me, a mim, homem que vos tem dito a
verdade que de Deus tem ouvido; Abraão não fez isto. Y

@ Y Vós fazeis as obras de vosso pai. Disseram-lhe, pois: Nós não


somos nascidos de prostituição; temos um pai, que é Deus. Y

î Y Disse-lhes, pois, Jesus: Se Deus fosse o vosso pai, certamente


me amaríeis, pois que eu saí, e vim de Deus; não vim de mim
mesmo, mas ele me enviou.Y

¦ Y por que não entendeis a minha linguagem? por não poderdes


ouvir a minha palavra. Y

 Y Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de


vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na
verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira,
fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira. Y

0 Y Ñas, porque vos digo a verdade, não me credes. Y

± Y Quem dentre vós me convence de pecado? E se vos digo a


verdade, por que não credes? Y

 Y Quem é de Deus escuta as palavras de Deus; por isso vós não as


escutais, porque não sois de Deus. Y

´ Y Responderam, pois, os judeus, e disseram -lhe: Não dizemos nós


bem que és samaritano, e que tens demônio? Y

> Y Jesus respondeu: Eu não tenho demônio, antes honro a meu pai,
e vós me desonrais.Y
0 Y Eu não busco a minha glória; há quem a busque, e julgue. Y

0@ Y Em verdade, em verdade vos digo que, se alguém guardar a


minha palavra, nunca verá a morte. Y

0î Y Disseram-lhe, pois, os judeus: Agora conhecemos que tens


demônio. Ñorreu Abraão e os profetas; e tu dizes: Se alguém
guardar a minha palavra, nunca provará a morte. Y

0¦ Y $s tu maior do que o nosso pai Abraão, que morreu? E também os


profetas morreram. Quem te fazes tu ser?Y

0 Y Jesus respondeu: Se eu me glorifico a mim mesmo, a minha glória


não é nada; quem me glorifica é meu pai, o qual dizeis que é
vosso Deus.Y

00 Y E vós não o conheceis, mas eu conheço-o. E, se disser que o não


conheço, serei mentiroso como vós; mas conheço-o e guardo a
sua palavra.Y

0± Y Abraão, vosso pai, exultou por ver o meu dia, e viu -o, e alegrou-se.Y

Y

Y

Ô Ô 
   Ô 7 Y

 \« =*(,-B   = ! 9 4 & #Ô


 
Ô/   c    &      = @ 
    
    
"I£       @ /9  /          

     5        /    
 0   Ô   
0      c      01
       /     
            c 4     "I£       / 6 
  0   0                0     /  
      0    7  0   @  
 
  
   = /   "I£  =    / 6 
 0  0          Ô/  c  & 
     
   "I£ Y

%
$/
 %>  *A"c"îî 

   
 >   6  6B
   6 $ Y

  *, î<=  B($<!   6   9 !


!6 
6
6  
( 6   

 6 /!>   6  9
!
!6 
 

     

     >
 6  
 
    

  


$)!
 
/
   B
 Y



 )* 
*
9("
'$6

 C
9 ' )6$6!$(!>  6 6
 9  6/

C 6   6%9    

6   !
    

 6 $    &   ( 
  "'      9 &  !6    
 6   9
 /   Y

Y

  9Ô" (Ô


Ô  Ô Y

5"""" 33, - X@ /9  9   /   


  0   9 
 1
  

 0.        
    
 .  $ Y

BD"c"'3;-XÔ 0          9


 / 5  $ Y

Y

% c$ ' !  


$  H(  6  c$ ' /  
&'  
   %
$  6  /  
/
   6    
6

  $ 
$6   

        $
2     
BD"c"?33+4 Y

@ Y por esta causa eu, paulo, sou o prisioneiro de Jesus 'risto por
vós, os gentios;Y

î Y Se é que tendes ouvido a dispensação da graça de Deus, que


para convosco me foi dada;Y

¦ Y 'omo me foi este mistério manifestado pela revelação, como


antes um pouco vos escrevi;Y

 Y por isso, quando ledes, podeis perceber a minha compreensão do


mistério de 'risto,Y

0 Y O qual noutros séculos não foi manifestado aos filhos dos homens,
como agora tem sido revelado pelo Espírito aos seus santos
apóstolos e profetas;Y

± Y A saber, que os gentios são co-herdeiros, e de um mesmo corpo,


e participantes da promessa em 'risto pelo evangelho; Y

 Y Do qual fui feito ministro, pelo dom da graça de Deus, que me foi
dado segundo a operação do seu poder.Y

´ Y A mim, o mínimo de todos os santos, me foi dada esta graça de


anunciar entre os gentios, por meio do evangelho, as riquezas
incompreensíveis de 'risto,Y

> Y E demonstrar a todos qual seja a dispensação do mistério, que


desde os séculos esteve oculto em Deus, que tudo criou por meio
de Jesus 'risto;Y

@ Y para que agora, pela igreja, a multiforme sabedoria de Deus seja


conhecida dos principados e potestades nos céus, Y

Y

Y

Y

Y

  9
 Ô
 
Ô 
Ô  Ô Y

 \ % c$  



  %  î    

/
 !
 /  
 3@""Ôc5""'43?3,Y

 Hc   



  !  % '  6    

/
 /



 &' $&6 >    c$ 
 (  
 (  !)
1
9    
.
 ,

)$!
  / Y

 \%c$  ! %cY

 \c 6  !  *HLY

 \%c 6 I £>"3((; -@     


    
         
    /                   9
  ) Y

 \%c$6   /   îî0 Y


c /!9 D61 $$
    Y

%c$/!  
6   / Y

    c   )


   E«"c" 3(< - Ô
  "   
Ô/  4 =     .     Ô  Ô/    
"  
  Y

A
c$(&  / 6! &'  
Y

 \3 =£ 3' -


        
1  #   1
   9
   Y

 H BD"c" (*-                  
0  5  & Y

 HBcc""?3'- 0 


   
 
.   /     
=5  & Y

 H I £>" ?3 -           



       
        Ô
  "  "       & Y

—YYYYYYYYY%  1&' c$ 




 $
2   

BD"c"3?-    =
     "   & 5      /          /.  

    07 5   Y

—YYYYYYYYY%  1&' c    =>@£J!c (,433' -"      
  "  =   0      
      "    =  6  #  /     7    "
    "  =  /      /.  4
   #  /   #  
          
                               
                #   /  
  1   "    #         
     0   
      
              
      
0    
    "     #  /.         
        /  #   # "  =
"    #

       0   
    "  =       
  
     9   
    "I£         "   
  / K   /                 
          "    /      

  
"   /  # /    9
     


 /    /      
 #   0 
9  
  #
  Y
—YYYYYYYYY% $  c$6 '
0  $
2    BD"c"*3(- 
    9    0     
 

 
        /       
     
07Y

—YYYYYYYYY% $  c 6 '! L!£"3?(2-   


 /      0/    /      /  
      /  
9   
  /  &  Y

L!£"??;3;*-Y

0@ Y Fala aos filhos de Israel, e dize -lhes: Quando houverdes passado


o Jordão para a terra de 'anaã, Y

0î Y Lançareis fora todos os moradores da terra de diante de vós, e


destruireis todas as suas pinturas; também destruireis todas as
suas imagens de fundição, e desfareis todos os seus altos; Y

0¦ Y E tomareis a terra em possessão, e nela habitareis; porquanto vos


tenho dado esta terra, para possuí -la.Y

0 Y E por sortes herdareis a terra, segundo as vossas famílias; aos


muitos multiplicareis a herança, e aos poucos diminuireis a
herança; conforme a sorte sair a alguém, ali a possuirá; segundo
as tribos de vossos pais recebereis as heranças. Y

00 Y Ñas se não lançardes fora os moradores da terra de diante de vós,


então os que deixardes ficar vos serão por espinhos nos vossos
olhos, e por aguilhões nas vossas virilhas, e apertar -vos-ão na
terra em que habitardes, Y

0± Y E será que farei a vós como pensei fazer-lhes a eles.Y

Y

Y

Y

Y

Y

 
Ô  Ô99 Y
% c$ /  !  ! &'  
6  
   / 6   /
 

 /   1&' "(& )$  /  Y

 \Bcc"" ?(+ -     


#   #  9    /9
0   "   "  & 5   Y

 H(5£:@c";3(-" /          / # 


     
  =  1      
     
9Y


     / #  0  
 
        
 /    Y

&3'(?-     #  "    


       

 0    

0   
  / 
 
    /9 Y

Y

 
 Ô Y

è

  3  4  5,   "# +  "! " $6) !7 
("#!"7) !,#)"$!, ,"& Y

>c3**+-5  /  


  0     
    /  0 
  Y

è

 
8$9,!)!7),+ ,$#&%,
%!#%,%!è!- % ,#&+ 7% ,")
 ! , +  , "# , ) "   !  !
( "+ #
#,  , #&)   5   $ !"!) !7  
:
4+*#&+ ,%,%!#)!"!+#!)!7 

:  ,) # ,",  , #) ,5*,  %&  #
%$(;)# ,"$ Y

£!Ô" 33(,(2 -      0      0 


      
  
9     
    
   
    
    =   0# Y

  Ê
Ê Ê ÊÊ Ê % & 
 2     .
 
c î"Ô!><4333<Y

.  2Ê Ê Ê!!Ê2 Ê Y

&!Ô@>"333*-Y
*  ' / ! 9 >      
&'    6  Ô
Ô/  ,

! 
    Y

<Ô5Ôc" ;; - @        4          


 /  & # £  =  
 /       Y

 Ô5Ôc" ((3* -  &      


          
0    £  E   =  /     !   Y

3 !%
&   &£!cÔ"?3??-  9
               c  
      "  4  
 
      /9         
 =      
 )*  ! ' >  !  0  

&6    
 9 (!
  
 9  !   (
 
X        9    $  
  &£!cÔ"
?3???'Y

B  !
! 
 '     (
>
  c 6   ! 

 )$Y

ÔÔ + Ô  Ô 



 Y

* *,_.c?<EY

Y

* *,_.c;?<Y

Y

Ô 9 Ô ÔÔÔ Ô(>  Y

?YYYYYY
 ")  
    Y

îYYYYYY
 
 
' Y

-YYYYYY

&'  I ( Y

,YYYYYY
$$)
Y

.YYYYYY
! 
<     Y

Y

7"*.%Qc",%*-6%%c*-*c%%c*B%8 Y
"   " 0 
 Ô Y

—YYYYYYYYY    


'  ! D c 6   
 
 
6 
  
 
!9 '! Y

—YYYYYYYYY%>  c$6c ) 


&  




$/
 
 Y

%c*-EE<î;<Y

> Y Ao Senhor, nosso Deus, pertencem a misericórdia, e o perdão;


pois nos rebelamos contra ele,Y

@ Y E não obedecemos à voz do Senhor, nosso Deus, para andarmos


nas suas leis, que nos deu por intermédio de seus servos, os
profetas.Y

@@ Y Sim, todo o Israel transgrediu a tua lei, desviando -se para não
obedecer à tua voz; por isso a maldição e o juramento, que estão
escritos na lei de Ñoisés, servo de Deus, se derramaram sobre
nós; porque pecamos contra ele. Y

@î Y E ele confirmou a sua palavra, que falou contra nós, e contra os


nossos juízes que nos julgavam, trazendo sobre nós um grande
mal; porquanto debaixo de todo o céu nunca se fez como se tem
feito em Jerusalém.Y

@¦ Y 'omo está escrito na lei de Ñoisés, todo este mal nos sobreveio;
apesar disso, não suplicamos à face do Senhor nosso Deus, para
nos convertermos das nossas iniqüidades, e para nos aplicarmos
à tua verdade.Y

@ Y por isso o Senhor vigiou sobre o mal, e o trouxe sobre nós; porque
justo é o Senhor, nosso Deus, em todas as suas obras, que fez ,
pois não obedecemos à sua voz.Y

@0 Y Agora, pois, ó Senhor, nosso Deus, que tiraste o teu povo da terra
do Egito com mão poderosa, e ganhaste para ti nome, como hoje
se vê; temos pecado, temos procedido impiamente. Y

@± Y Å Senhor, segundo todas as tuas justiças, aparte -se a tua ira e o


teu furor da tua cidade de Jerusalém, do teu santo monte; porque
por causa dos nossos pecados, e por causa das iniqüidades de
nossos pais, tornou-se Jerusalém e o teu povo um opróbrio para
todos os que estão em redor de nós. Y

@ Y Agora, pois, ó Deus nosso, ouve a oração do teu servo, e as suas


súplicas, e sobre o teu santuário assolado faze resplandecer o teu
rosto, por amor do Senhor. Y

@´ Y Inclina, ó Deus meu, os teus ouvidos, e ouve; abre os teus olhos, e


olha para a nossa desolação, e para a cidade que é chamada pelo
teu nome, porque não lançamos as nossas súplicas perante a tua
face fiados em nossas justiças, mas em tuas muitas misericórdias.Y

@> Y Å Senhor, ouve; ó Senhor, perdoa; ó Senhor, atende-nos e age


sem tardar; por amor de ti mesmo, ó Deus meu; porque a tua
cidade e o teu povo são chamados pelo teu nome. Y

î Y Estando eu ainda falando e orando, e confessando o meu pecado,


e o pecado do meu povo Israel, e lançando a minha súplica
perante a face do Senhor, meu Deus, pelo monte santo do meu
Deus,Y

î@ Y Estando eu, digo, ainda falando na oração, o homem Gabriel, que


eu tinha visto na minha visão ao princípio, veio, voando
rapidamente, e tocou-me, à hora do sacrifício da tarde. Y

îî Y Ele me instruiu, e falou comigo, dizendo: Daniel, agora saí para


fazer-te entender o sentido.Y

î¦ Y No princípio das tuas súplicas, saiu a ordem, e eu vim, para to


declarar, porque és mui amado; considera, pois, a palavra, e
entende a visão.Y

î Y Setenta semanas estão determinadas sobre o teu povo, e sobre a


tua santa cidade, para cessar a transgressão, e para dar fim aos
pecados, e para expiar a iniqüidade, e trazer a justiça eterna, e
selar a visão e a profecia, e para ungir o Santíssimo. Y

î0 Y Sabe e entende: desde a saída da ordem para restaurar, e para


edificar a Jerusalém, até ao Ñessias, o príncipe, haverá sete
semanas, e sessenta e duas semanas; as ruas e o muro se
reedificarão, mas em tempos angustiosos. Y

î± Y E depois das sessenta e duas semanas será cortado o Ñessias,


mas não para si mesmo; e o povo do príncipe, que há de vir,
destruirá a cidade e o santuário, e o seu fim será com uma
inundação; e até ao fim haverá guerra; estão determinadas as
assolações.Y

î Y E ele firmará aliança com muitos por uma semana; e na metade da


semana fará cessar o sacrifício e a oblação; e sobre a asa das
abominações virá o assolador, e isso até à consumação; e o que
está determinado será derramado sobre o assolador. Y

—YYYYYYYYY  6



)  
&  ''

$

6
  Y

%B%-c"*¦<0<Y

@@ Y E vi subir da terra outra besta, e tinha dois chifres semelhantes


aos de um cordeiro; e falava co mo o dragão.Y

@î Y E exerce todo o poder da primeira besta na sua presença, e faz


que a terra e os que nela habitam adorem a primeira besta, cuja
chaga mortal fora curada. Y

@¦ Y E faz grandes sinais, de maneira que até fogo faz descer do céu à
terra, à vista dos homens.Y

@ Y E engana os que habitam na terra com sinais que lhe foi permitido
que fizesse em presença da besta, dizendo aos que habitam na
terra que fizessem uma imagem à besta que recebera a ferida da
espada e vivia.Y

@0 Y E foi-lhe concedido que desse espírito à imagem da besta, para


que também a imagem da besta falasse, e fizesse que fossem
mortos todos os que não adorassem a imagem da besta. Y

—YYYYYYYYc  ) 


  
  Y

%c*-  <E, no fim À tempo, o  À sul lutará com ele, e
o  À   se levantará contra ele com carros, e com cavaleiros, e com
muitos navios; e entrará nas suas terras e as inundará, e passará. Y

—YYYYYYYYYc  ) $


&' !Y

%B%-c"*î¦ <E, quando o dragão viu que fora lançado na terra, perseguiu
a mulher que dera à luz o filho homem. Y

%c*- î <E naquele tempo se levantará Ñiguel, o grande príncipe, que se
levanta a favor dos filhos do teu povo, e haverá um tempo de angústia, qual
nunca houve, desde que houve nação até àquele tempo; mas naquele tempo
livrar-se-á o teu povo, todo aquele que for achado escrito no livro. Y

—YYYYYYYYY
$
&'6  ) (%$69 &2 
 ' c    >
    7"-OZ c%- % , -*.%
%[B86 ) !.
 9!)Hc"[H*-% -
!
"! Y

4%B%,c%"¦< Y

Y E o Senhor sairá, e pelejará contra estas nações, como pelejou,


sim, no dia da batalha.Y

 Y E naquele dia estarão os seus pés sobre o monte das Oliveiras,


que está defronte de Jerusalém para o oriente; e o monte das
Oliveiras será fendido pelo meio, para o oriente e para o ocidente,
e haverá um vale muito grande; e metade do monte se apartará
para o norte, e a outra metade dele para o sul. Y

0 Y E fugireis pelo vale dos meus montes, pois o vale dos montes
chegará até Azel; e fugireis assim como fugistes de diante do
terremoto nos dias de Uzias, rei de Judá. Então virá o Senhor meu
Deus, e todos os santos contigo.Y

± Y E acontecerá naquele dia, que não haverá preciosa luz, nem


espessa escuridão.Y

 Y Ñas será um dia conhecido do Senhor; nem dia nem noite será;
mas acontecerá que ao cair da tarde haverá luz. Y

´ Y Naquele dia também acontecerá que sairão de Jerusalém águas


vivas, metade delas para o mar oriental, e metade delas para o
mar ocidental; no verão e no inverno sucederá isto. Y

> Y E o Senhor será rei sobre toda a terra; naquele dia um será o
Senhor, e um será o seu nome.Y

@ Y Joda a terra em redor se tornará em planície, desde Geba até


Rimom, ao sul de Jerusalém, e ela será exaltada, e habitada no
seu lugar, desde a porta de Benjamim até ao lugar da primeira
porta, até à porta da esquina, e desde a torre de Hananeel até aos
lagares do rei.Y

@@ Y E habitarão nela, e não haverá mais destruição, porque Jerusalém


habitará segura.Y

%B%-c"* ; Eis que vem com as nuvens, e todo o olho o verá, até os
mesmos que o traspassaram; e todas as tribos da terra se lamentarão sobre
ele. Sim. Amém.Y

%B%-c"*??<î Y

@± Y E os congregaram no lugar que em hebreu se chama Armagedom. Y

@ Y E o sétimo anjo derramou a sua taça no ar, e saiu grande voz do


templo do céu, do trono, dizendo: Está feito. Y

@´ Y E houve vozes, e trovões, e relâmpagos, e um grande terremoto,


como nunca tinha havido desde que há homens sobre a terra; tal
foi este tão grande terremoto. Y

@> Y E a grande cidade fendeu -se em três partes, e as cidades das


nações caíram; e da grande Babilônia se lembrou Deus, para lhe
dar o cálice do vinho da indignação da sua ira. Y

î Y E toda a ilha fugiu; e os montes não se acharam. Y

î@ Y E sobre os homens caiu do céu uma grande saraiva, pedras do


peso de um talento; e os homens blasfemaram de Deus por causa
da praga da saraiva; porque a sua praga era mui grande.Y

—YYYYYYYYY")   
  B
  ,
 .
  c  )   &   &2  
 / 

$
  Y

* *,_.c î=¦E o Senhor te porá por cabeça, e não por cauda; e só
estarás em cima, e não debaixo, se obedeceres aos mandamentos do Senhor
teu Deus, que hoje te ordeno, para os guardar e cumprir. Y

c"%[%"?î<;Y

@ Y por amor de Sião não me calarei, e por amor de Jerusalém não


me aquietarei, até que saia a sua justiça como um resplendor, e a
sua salvação como uma tocha acesa.Y

î Y E os gentios verão a tua justiça, e todos os reis a tua glória; e


chamar-te-ão por um nome novo, que a boca do Senhor
designará.Y
¦ Y E serás uma coroa de glória na mão do Senhor, e um diadema
real na mão do teu Deus. Y

 Y Nunca mais te chamarão: Desamparada, nem a tua terra se


denominará jamais: Assolada; mas chamar-te-ão: O meu prazer
está nela, e à tua terra: A casada; porque o Senhor se agrada de
ti, e a tua terra se casará. Y

0 Y porque, como o jovem se casa com a virgem, assim teus filhos se


casarão contigo; e como o noivo se alegra da noiva, assim se
alegrará de ti o teu Deus. Y

± Y Å Jerusalém, sobre os teus muros pus guardas, que todo o dia e


toda a noite jamais se calarão; ó vós, os que fazeis lembrar ao
Senhor, não haja descanso em vós, Y

 Y Nem deis a ele descanso, até que confirme, e até que ponha a
Jerusalém por louvor na terra. Y

Y

c"%[%"î Y

@ Y pALAVRA que viu Isaías, filho de Amós, a respeito de Judá e de


Jerusalém.Y

î Y E acontecerá nos últimos dias que se firmará o monte da casa do


Senhor no cume dos montes, e se elevará por cima dos outeiros; e
concorrerão a ele todas as nações. Y

¦ Y E irão muitos povos, e dirão: Vinde, subamos ao monte do Senhor,


à casa do Deus de Jacó, para que nos ensine os seus caminhos, e
andemos nas suas veredas; porque de Sião sairá a lei, e de
Jerusalém a palavra do Senhor. Y

 Y E ele julgará entre as nações, e repreenderá a muitos povos; e


estes converterão as suas espadas em enxadões e as suas lanças
em foices; uma nação não levantará espada contra outra nação,
nem aprenderão mais a guerrear. Y

0 Y Vinde, ó casa de Jacó, e andemos na luz do Senhor. Y

± Y Ñas tu desamparaste o teu povo, a casa de Jacó, porque se


encheram dos costumes do oriente e são agoureiros como os
filisteus; e associam-se com os filhos dos estrangeiros,Y

 Y E a sua terra está cheia de prata e ouro, e não têm fim os seus
tesouros; também a sua terra está cheia de cavalos, e os seus
carros não têm fim.Y

´ Y Jambém a sua terra está cheia de ídolos; inclinam -se perante a


obra das suas mãos, diante daquilo que fabricaram os seus dedos. Y

> Y E o povo se abate, e os nobres se humilham; portanto não lhes


perdoarás.Y

@ Y Entra nas rochas, e esconde-te no pó, do terror do Senhor e da


glória da sua majestade. Y

@@ Y Os olhos altivos dos homens serão abatidos, e a sua altivez será


humilhada; e só o Senhor será exaltado naquele dia. Y

@î Y porque o dia do Senhor dos Exércitos será contra todo o soberbo


e altivo, e contra todo o que se exalta, para que seja abatido; Y

@¦ Y E contra todos os cedros do Líbano, altos e sublimes; e contra


todos os carvalhos de Basã;Y

@ Y E contra todos os montes altos, e contra todos os outeiros


elevados;Y

@0 Y E contra toda a torre alta, e contra todo o muro fortificado; Y

@± Y E contra todos os navios de Jársis, e contra todas as pinturas


desejáveis.Y

@ Y E a arrogância do homem será humilhada, e a sua altivez se


abaterá, e só o Senhor será exaltado naquele dia. Y

@´ Y E todos os ídolos desaparecerão totalmente. Y

@> Y Então os homens entrarão nas cavernas das rochas, e nas covas
da terra, do terror do Senhor, e da glória da sua majestade,
quando ele se levantar para assombrar a terra.Y

î Y Naquele dia o homem lançará às toupeiras e aos morcegos os


seus ídolos de prata, e os seus ídolos de ouro, que fizeram para
diante deles se prostrarem. Y

î@ Y E entrarão nas fendas das rochas, e nas cavernas das penhas, por
causa do terror do Senhor, e da glória da sua majestade, quando
ele se levantar para abalar terrivelmente a terra. Y

îî Y Deixai-vos do homem cujo fôlego está nas suas narinas; pois em


que se deve ele estimar? Y

—YYYYYYYYY )!
& c  Y

*,*.c%"¦¦<¦ Y

¦@ Y Eis que dias vêm, diz o Senhor, em que farei uma aliança nova
com a casa de Israel e com a casa de Judá. Y

¦î Y Não conforme a aliança que fiz com seus pais, no dia em que os
tomei pela mão, para os tirar da terra do Egito; porque eles
invalidaram a minha aliança apesar de eu os haver desposado, diz
o Senhor.Y

¦¦ Y Ñas esta é a aliança que farei com a casa de Israel depois


daqueles dias, diz o Senhor: porei a minha lei no seu interior, e a
escreverei no seu coração; e eu serei o seu Deus e eles serão o
meu povo.Y

¦ Y E não ensinará mais cada um a seu próximo, nem cada um a seu


irmão, dizendo: 'onhecei ao Senhor; porque todos me
conhecerão, desde o menor até ao maior deles, diz o Senhor;
porque lhes perdoarei a sua maldade, e nunca mais me lembrarei
dos seus pecados.Y

—YYYYYYYYY

1
6  )   S  
)!
!  / 6c  &2  ! (
' Y

î*,¦;< Y

 Y Ñas os céus e a terra que agora existem pela mesma palavra se


reservam como tesouro, e se guardam para o fogo, até o dia do
juízo, e da perdição dos homens ímpios. Y

´ Y Ñas, amados, não ignoreis uma coisa, que um dia para o Senhor é
como mil anos, e mil anos como um dia.Y
> Y O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por
tardia; mas é longânimo para conosco, não querendo que alguns
se percam, senão que todos venham a arrepender -se.Y

@ Y Ñas o dia do Senhor virá como o ladrão de noite; no qual os céus


passarão com grande estrondo, e os elementos, ardendo, se
desfarão, e a terra, e as obras que nela há, se queimarão. Y

@@ Y Havendo, pois, de perecer todas estas coisas, que pessoas vos


convém ser em santo trato, e piedade,Y

@î Y Aguardando, e apressando-vos para a vinda do dia de Deus, em


que os céus, em fogo se desfarão, e os elementos, ardendo, se
fundirão?Y

@¦ Y Ñas nós, segundo a sua promessa, aguardamos novos céus e


nova terra, em que habita a justiça. Y

@ Y por isso, amados, aguardando estas coisas, procurai que dele


sejais achados imaculados e irrepreensíveis em paz. Y

%B%-c"*î Y

@ Y E VI um novo céu, e uma nova terra. porque já o primeiro céu e a


primeira terra passaram, e o mar já não existe. Y

î Y E eu, João, vi a santa cidade, a nova Jerusalém, que de Deus


descia do céu, adereçada como uma esposa ataviada para o seu
marido.Y

¦ Y E ouvi uma grande voz do céu, que dizia: Eis aqui o tabernáculo
de Deus com os homens, pois com eles habitará, e eles serão o
seu povo, e o mesmo Deus estará com eles, e será o seu Deus.Y

 Y E Deus limpará de seus olhos toda a lágrima; e não haverá mais


morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; porque já as primeiras
coisas são passadas.Y

0 Y E o que estava assentado sobre o trono disse: Eis que faço novas
todas as coisas. E disse-me: Escreve; porque estas palavras são
verdadeiras e fiéis.Y

± Y E disse-me mais: Está cumprido. Eu sou o Alfa e o Ômega, o


princípio e o fim. A quem quer que tiver sede, de graça lhe darei
da fonte da água da vida. Y

 Y Quem vencer, herdará todas as coisas; e eu serei seu Deus, e ele


será meu filho.Y

´ Y Ñas, quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e


aos homicidas, e aos fornicários, e aos feiticeiros, e aos idólatras e
a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo
e enxofre; o que é a segunda morte. Y

> Y E veio a mim um dos sete anjos que tinham as sete taças cheias
das últimas sete pragas, e falou comigo, dizendo: Vem, m ostrar-te-
ei a esposa, a mulher do 'ordeiro. Y

@ Y E levou-me em espírito a um grande e alto monte, e mostrou -me a


grande cidade, a santa Jerusalém, que de Deus descia do céu. Y

@@ Y E tinha a glória de Deus; e a sua luz era semelhante a uma pedra


preciosíssima, como a pedra de jaspe, como o cristal
resplandecente.Y

@î Y E tinha um grande e alto muro com doze portas, e nas portas doze
anjos, e nomes escritos sobre elas, que são os nomes das doze
tribos dos filhos de Israel. Y

@¦ Y Do lado do levante tinha três portas, do lado do norte, três portas,


do lado do sul, três portas, do lado do poente, três portas. Y

@ Y E o muro da cidade tinha doze fundamentos, e neles os nomes


dos doze apóstolos do 'ordeiro. Y

@0 Y E aquele que falava comigo tinha uma cana de ouro, para medir a
cidade, e as suas portas, e o seu muro. Y

@± Y E a cidade estava situada em quadrado; e o seu comprimento era


tanto como a sua largura. E mediu a cidade com a cana até doze
mil estádios; e o seu comprimento, largura e altura eram iguais.Y

@ Y E mediu o seu muro, de cento e quarenta e quatro côvados,


conforme à medida de homem, que é a de um anjo. Y

@´ Y E a construção do seu muro era de jaspe, e a cidade de ouro puro,


semelhante a vidro puro.Y
@> Y E os fundamentos do muro da cidade estavam adornados de toda
a pedra preciosa. O primeiro fundamento era jaspe; o segundo,
safira; o terceiro, calcedônia; o quarto, esmeralda; Y

î Y O quinto, sardônica; o sexto, sárdio; o sétimo, crisólito; o oitavo,


berilo; o nono, topázio; o décimo, crisópraso; o undécimo, jacinto;
o duodécimo, ametista.Y

î@ Y E as doze portas eram doze pérolas; cada uma das portas era
uma pérola; e a praça da cidade de ouro puro, como vidro
transparente.Y

îî Y E nela não vi templo, porque o seu templo é o Senhor Deus Jodo-


poderoso, e o 'ordeiro. Y

î¦ Y E a cidade não necessita de sol nem de lua, para que nela


resplandeçam, porque a glória de Deus a tem iluminado, e o
'ordeiro é a sua lâmpada. Y

î Y E as nações dos salvos andarão à sua luz; e os reis da terra trarão


para ela a sua glória e honra. Y

î0 Y E as suas portas não se fecharão de dia, porque ali não haverá


noite.Y

î± Y E a ela trarão a glória e honra das nações. Y

î Y E não entrará nela coisa alguma que contamine, e cometa


abominação e mentira; mas só os que estão inscritos no livro da
vida do 'ordeiro.Y

Y

Y

Y

Ô  Ô
 Y

p Y YY YpY Ypu uu Y

uY Yup
Y Yu Y
º 
   !
     "    # $%$ & '
$%$()*'&+ ',-+
'+--,$ '$%$(&*+',
*-,+'%,'() .Y

Y

º Y()*+,Y+Y.+/+$'+/'-$

 #'+/'&-+ *
'$+&-+ Y

º  
0 1          !   
     2 % ' ' # %    
$''&'+++3$ %4
$'*Y

º  
5 "'   4'  '+ -, $' $#6'
*'&$%'+'
Y

º  
 7          !   
 .+/'+++/'$++
$+'+,''$%$(&
Y

º  
5 8  ! +         
  '+ +/ -    9(&* ' ' $%$(& 
4%+*$'#+
Y

º  
7          !   
   " #  ' +/ '+ -  ' 
',-$'
Y

º  
77 "+ $      

Y

%   "(
9  ) 
(
%      6  
&2  (  
789  !
! Y

c",%*-A $ 

5Y

3  )$
 c 6 !$ 

c$%    (6   0' 9!(   
7()
8   
!
( !
     Y

   Ô

Ô  ÔÔÔ Ô :c" M,cB Y
   Ô

Ô  ÔÔÔ  Ô:,A cBY

%   
( 
!$
$9 
(
 !*

9!
 
 /  
 Ê3Ê6
 6   !
$9 

0
 Y

3    7 8    !


' 

  9   
(
  
   !     
   
' 7"86 7"86
7* 
86  

 
0 
  *"c,c %c" * 
2 
 

6   
  
  
6    >
   
 /
2  &' 
! Y

*       


 /
 6
 


 6
 
$&' 
 Y

 !          !    


/



     6
 
!    B
 ' ; <6 6 ¦;  7 Ñas, quando
seus irmãos já tinham subido à festa, então subiu ele também, não
manifestamente, mas como em oculto. Ora, os judeus procuravam-no na festa,
e diziam: Onde está ele? Ñas, no meio da festa subiu Jesus ao templo, e
ensinava. E no último dia, o grande dia da festa, Jesus pôs -se em pé, e
clamou, dizendo: Se alguém tem sede, venha a mim, e beba.´ Y


   .!*  
c$6  /.!6
!&'6! )$
6!H
'6 / &'
! 
 6/ 
(% c$ Y

Ô  ÔY

Ô  Ô
Ô7Ô: ÔY

«Yîî< Y

î Y Este mesmo mês vos será o princípio dos meses; este vos será o
primeiro dos meses do ano.Y

¦ Y Falai a toda a congregação de Israel, dizendo: Aos dez deste mês


tome cada um para si um cordeiro, segundo as casas dos pais, um
cordeiro para cada família. Y

 Y Ñas se a família for pequena para um cordeiro, então tome um só


com seu vizinho perto de sua casa, conforme o número das almas;
cada um conforme ao seu comer, fareis a conta conforme ao
cordeiro.Y
0 Y O cordeiro, ou cabrito, será sem mácula, um macho de um ano, o
qual tomareis das ovelhas ou das cabras. Y

± Y E o guardareis até ao décimo quarto dia deste mês, e todo o


ajuntamento da congregação de Israel o sacrificará à tarde. Y

 Y E tomarão do sangue, e pô -lo-ão em ambas as ombreiras, e na


verga da porta, nas casas em que o comerem. Y

´ Y E naquela noite comerão a carne assada no fogo, com pães


ázimos; com ervas amargosas a comerão.Y

> Y Não comereis dele cru, nem cozido em água, senão assado no
fogo, a sua cabeça com os seus pés e com a sua fressura. Y

@ Y E nada dele deixareis até amanhã; mas o que dele ficar até
amanhã, queimareis no fogo.Y

@@ Y Assim pois o comereis: Os vossos lombos cingidos, os vossos


sapatos nos pés, e o vosso cajado na mão; e o comereis
apressadamente; esta é a páscoa do Senhor. Y

@î Y E eu passarei pela terra do Egito esta noite, e ferirei todo o


primogênito na terra do Egito, desde os homens até aos animais; e
em todos os deuses do Egito farei juízos. Eu sou o Senhor. Y

@¦ Y E aquele sangue vos será por sinal nas casas em que estiverdes;
vendo eu sangue, passarei por cima de vós, e não haverá entre
vós praga de mortandade, quando eu ferir a terra do Egito.Y

@ Y E este dia vos será por memória, e celebrá -lo-eis por festa ao
Senhor; nas vossas gerações o celebrareis por estatuto perpétuo. Y

-*H[ cBî¦<0 Y

 Y Estas são as solenidades do Senhor, as santas convocações, que


convocareis ao seu tempo determinado:Y

0 Y No mês primeiro, aos catorze do mês, pela tarde, é a páscoa do


Senhor.Y

% )    

   
   
  /
 9 
  


1 6
%
61 % 
  )
 Y

$

    !     &  $ 
!   6 
 !
9 
!
 $ 
  Y

       )     


  &C    
6
9 $6
! !
'6  
!
`
 Y


$

/
) 
  )    B
 Y

 !$( $
&'+ &' )  
   */  
 !( 6/+
'  

$6//
9
6D
( Y

%> 9
 + 

  6   
 

 Y

 !)
  
!
 
/
)  Y

  6   
  6 

6   

 )+
6   +
$1
  
  
 * Y

"
  $ 
!  
 Y

%>      


&'  B
  !    
+  *$
  6 

 
+$> )  
B/ Y

 B,[ c" 0; <Alimpai-vos, pois, do fermento velho, para que sejais uma
nova massa, assim como estais sem fermento. porque 'risto, nossa páscoa,
foi sacrificado por nós. Y

 *, E < Ñas com o precioso sangue de 'risto, como de um cordeiro
imaculado e incontaminado. Y

Ô Ô   Ô 


  Y

« ODO 12.15 - Sete dias comereis pães ázimos; ao primeiro dia tirareis o
fermento das vossas casas; porque qualquer que comer pão levedado, desde o
primeiro até ao sétimo dia, aquela alma será cortada de Israel. Y

LEVÍJI'O 23.6 - E aos quinze dias deste mês é a festa dos pães ázimos do
Senhor; sete dias comereis pães ázimos. Y

  ! 6 


$

 (
>
      !      9
c  
*$
 Y
c  
     
  9   !
$ 


 Y

  
( 
  ' 
    !      '

 !(9  ( 
 
 Y

!    !$ 


 Y


'%  BB
 Y





 %  9    
    Y

 c      '  6 


 
  
"
6!
6 
 Y

 B,[ c" 0;<= <Alimpai-vos, pois, do fermento velho, para que sejais uma
nova massa, assim como estais sem fermento. porque 'risto, nossa páscoa,
foi sacrificado por nós. por isso façamos a festa, não com o fermento velho,
nem com o fermento da maldade e da malícia, mas com os ázimos da
sinceridade e da verdade. Y

Ô  ÔÔ  
Ô
  Y

Y

  Ô  p Y

 ÔÔ Ô
Ô3  Y

Ô  Ô
Ô + Ô:"Ô@  Y

-*H[ cB î¦< <Fala aos filhos de Israel, e dize -lhes: Quando houverdes
entrado na terra, que vos hei de dar, e fizerdes a sua colheita, então trareis um
molho das primícias da vossa sega ao sacerdote; E ele moverá o molho
perante o Senhor, para que sejais aceitos; no dia seguinte ao sábado o
sacerdote o moverá. Y

% 

   (
 ! Y


6

  
&'    Y
B,[ c"0î¦< Ñas cada um por sua ordem: 'risto as primícias, depois os
que são de 'risto, na sua vinda. Y

Ô  Ô
  :Ô Y

-*H[ cB î¦?<; <Até ao dia seguinte ao sétimo sábado, contareis cinqüenta
dias; então oferecereis nova oferta de alimentos ao Senhor. Das vossas
habitações trareis dois pães de movimento; de duas dízimas de farinha serão,
levedados se cozerão; primícias são ao Senhor. Y


$

(
>
%
9 / . "

  B &' (

 
$!
 1  
2  9 

 
(9    

"( Y

?A4Ê%1Ô Ê Y

îA Y

-A Ê÷4  Y

    // (    (


  Y

%>  0 
  >    &'  

 
+   

   
   ' 
  %  
  )   (
 
 Y


$

/
/
 

$  
  Y

   *  
" Y

% " î<î <E, cumprindo-se o dia de pentecostes, estavam todos


concordemente no mesmo lugar; E de repente veio do céu um som, como de
um vento veemente e impetuoso, e encheu toda a casa em que estavam
assentados. Y

     )$


 0  
  " 
6     $

)
0÷% ÊÊ 1 1  1 Ê 
 
Ê ÊÊÊ
3ÊÊ%ÊÊÊÊ1Ê  ÊÊ

 Y

ÔÊ  Ê  ÊÊÊ


5Ê Y
! 
  $9$ 
   
  &' Y


$6  
  *  
 " )      
     &2 6
*  
  > >
 )B
 Y

%       


 $ !  *  
 "  
  "
  !
(  &  %  î  
   
 6
c$ $ Y

Y

Ô  Ô
Ô " Ô:; @Ô Ô Y

-*H[ cB î¦î <Fala aos filhos de Israel, dizend o: No mês sétimo, ao primeiro
do mês, tereis descanso, memorial com sonido de trombetas, santa
convocação.Y


$

   !    )
 Y

'()$
!  9   
 Y



 
$

/96 
/ Y

ÊÊ Ê  Y

  ! &'6


!  Y

X.*,"< Y

@ Y FALOU mais o Senhor a Ñoisés, dizendo:Y

î Y Faze-te duas trombetas de prata; de obra batida as farás, e elas te


servirão para a convocação da congregação, e para a partida dos
arraiais.Y

¦ Y E, quando as tocarem, então toda a congregação se reunirá a ti à


porta da tenda da congregação. Y

 Y Ñas, quando tocar uma só, então a ti se congregarão os príncipes,


os cabeças dos milhares de Israel. Y

0 Y Quando, retinindo, as tocardes, então partirão os arraiais que


estão acampados do lado do oriente. Y
± Y Ñas, quando a segunda vez retinindo, as tocardes, então partirão
os arraiais que estão acampados do lado do sul; retinindo, as
tocarão para as suas partidas. Y

 Y porém, ajuntando a congregação, as tocareis; mas sem retinir. Y

´ Y E os filhos de Arão, sacerdotes, tocarão as trombetas; e a vós


serão por estatuto perpétuo nas vossas gerações. Y

> Y E, quando na vossa terra sairdes a pelejar contra o inimigo, que


vos oprime, também tocareis as trombetas retinindo, e perante o
Senhor vosso Deus haverá lembrança de vós, e sereis salvos de
vossos inimigos.Y

@ Y Semelhantemente, no dia da vossa alegria e nas vossas


solenidades, e nos princípios de vossos meses, também tocareis
as trombetas sobre os vossos holocaustos, sobre os vossos
sacrifícios pacíficos, e vos serão por memorial perante vosso
Deus: Eu sou o Senhor vosso Deus. Y

 ÷Ê
4Ê ÊÊÊ
$

/
$
 Y

—YYYYYYYYY    % î /  +



  !  B
  (!
  

 

 B
 '; Y

Ô  Ô
Ô " Ô%  ! &'  Y

—YYYYYYYYY-*H[ cB î¦î<î0 <Fala aos filhos de Israel, dizendo: No mês sétimo, ao
primeiro do mês, tereis descanso, memorial com sonido de trombetas, santa
convocação.Y

c"%[%" 0= <'lama em alta voz, não te detenhas, levanta a tua voz como a
trombeta e anuncia ao meu povo a sua transgressão, e à casa de Jacó os seus
pecados. Y

*4*3c*-¦¦<Se aquele que ouvir o som da trombeta, não se der por avisado,
e vier a espada, e o alcançar, o seu sangue será sobre a sua cabeça. Y

*,*.c%" E <Ah, entranhas minhas, entranhas minhas! Estou com dores no
meu coração! O meu coração se agita em mim. Não posso me calar; porque tu,
ó minha alma, ouviste o som da trombeta e o alarido da guerra. Y

 *""%-cB*"*"?<porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido,


e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em 'risto
ressuscitarão primeiro. Y
Y

Ô  Ô
Ô " Ô%
 c$
   
!  *  
  c$    
 6      '  


   
&   
  


C   
&2 

  
 c 6     ()
'
!6   ( c$6  )
 Y

Y

Ô   Ô
Ô " Ô6  <   
  
  c 6 
! 
 Y

X.*," E < E, quando na vossa terra sairdes a pelejar contra o inimigo,
que vos oprime, também tocareis as trombetas retinindo, e perante o Senhor
vosso Deus haverá lembrança de vós, e sereis salvos de vossos inimigos. Y

Jeremias 4.19 - Ah, entranhas minhas, entranhas minhas! Estou com dores no
meu coração! O meu coração se agita em mim. Não posso me calar; porque tu,
ó minha alma, ouviste o som da trombeta e o alarido da guerra. Y

Ô   Ô
Ô " Ô6   c$   )  6  6 % :,%*
B-*c % % (
    ' ) 
     
&'6  
(
 )
0 B
6 !  6*  Y

c%: 0;<= <Sede pois, irmãos, pacientes até à vinda do Senhor. Eis que o
lavrador espera o precioso fruto da terra, aguardando -o com paciência, até que
receba a chuva temporã e serôdia. Sede vós também pacientes, fortalecei os
vossos corações; porque já a vinda do Senhor está próxima. Y

YY

Y Y
 
 Y Y  Y Y  Y Y Y
 Y Y Y Y Y
Y 
Y Y     Y
Y Y Y Y  Y Y Y  Y 
Y Y Y
 Y 
YY  Y

Y

%
9  !  BB
6 
 $  !  6! !6
 
!
!<     9 
   ( 6 !
9  !
!  +(
>
6  9B
 ) 
 6 

  
6$9 
 (
!"(6/
 ( Y

:,%**"%c%c:,* %H ( 


)
c 6
' 
   6 
$


)
 Y

c"%[%"?î<;Y

@ Y pOR amor de Sião não me calarei, e por amor de Jerusalém não


me aquietarei, até que saia a sua justiça como um resplendor, e a
sua salvação como uma tocha acesa.Y

î Y E os gentios verão a tua justiça, e todos os reis a tua glória; e


chamar-te-ão por um nome novo, que a boca do Senhor
designará.Y

¦ Y E serás uma coroa de glória na mão do Senhor, e um diadema


real na mão do teu Deus. Y

 Y Nunca mais te chamarão: Desamparada, nem a tua terra se


denominará jamais: Assolada; mas chamar-te-ão: O meu prazer
está nela, e à tua terra: A casada; porque o Senhor se agrada de
ti, e a tua terra se casará. Y

0 Y porque, como o jovem se casa com a virgem, assim teus filhos se


casarão contigo; e como o noivo se alegra da noiva, assim se
alegrará de ti o teu Deus.Y

± Y Å Jerusalém, sobre os teus muros pus guardas, que todo o dia e


toda a noite jamais se calarão; ó vós, os que fazeis lembrar ao
Senhor, não haja descanso em vós, Y

 Y Nem deis a ele descanso, até que confirme, e até que ponha a
Jerusalém por louvor na terra.Y

Y

' Ô() Y

-*H[ cBî¦î;<î=< Ñas aos dez dias desse sétimo mês será o dia da expiação;
tereis santa convocação, e afligireis as vossas almas; e oferecereis oferta
queimada ao Senhor. E naquele mesmo dia nenhum trabalho fareis, porque é o
dia da expiação, para fazer expiação por vós perante o Senhor vosso Deus. Y

+
&' 
 !0   

 

      / !   

 &' Y

  

&' 

 < 
  6  
$  

>
! 
 -*H[ cB? Y

@ Y E FALOU o Senhor a Ñoisés, depois da morte dos dois filhos de


Arão, que morreram quando se chegaram diante do Senhor. Y

î Y Disse, pois, o Senhor a Ñoisés: Dize a Arão, teu irmão, que não
entre no santuário em todo o tempo, para dentro do véu, diante do
propiciatório que está sobre a arca, para que não morra; porque eu
aparecerei na nuvem sobre o propiciatório. Y

¦ Y 'om isto Arão entrará no santuário: com um novilho, para


expiação do pecado, e um carneiro para holocausto. Y

 Y Vestirá ele a túnica santa de linho, e terá ceroulas de linho sobre a


sua carne, e cingir-se-á com um cinto de linho, e se cobrirá com
uma mitra de linho; estas são vestes santas; por isso banhará a
sua carne na água, e as vestirá. Y

0 Y E da congregação dos filhos de Israel tomará dois bodes para


expiação do pecado e um carneiro para holocausto. Y

± Y Depois Arão oferecerá o novilho da expiação, que será para ele; e


fará expiação por si e pela sua casa. Y

 Y Jambém tomará ambos os bodes, e os porá perante o Senhor, à


porta da tenda da congregação. Y

´ Y E Arão lançará sortes sobre os dois bodes; uma pelo Senhor, e a


outra pelo bode emissário. Y

> Y Então Arão fará chegar o bode, sobre o qual cair a sorte pelo
Senhor, e o oferecerá para expiação do pecado. Y

@ Y Ñas o bode, sobre que cair a sorte para ser bode emissário,
apresentar-se-á vivo perante o Senhor, para fazer expiação com
ele, a fim de enviá-lo ao deserto como bode emissário. Y

@@ Y E Arão fará chegar o novilho da expiação, que será por ele, e fará
expiação por si e pela sua casa; e degolará o novilho da sua
expiação.Y

@î Y Jomará também o incensário cheio de brazas de fogo do altar, de


diante do Senhor, e os seus punhos cheios de incenso aromático
moído, e o levará para dentro do véu. Y

@¦ Y E porá o incenso sobre o fogo perante o Senhor, e a nuvem do


incenso cobrirá o propiciatório, que está sobre o testemunho, para
que não morra.Y

@ Y E tomará do sangue do novilho, e com o seu dedo espargirá sobre


a face do propiciatório, para o lado oriental; e perante o
propiciatório espargirá sete vezes do sangue com o seu dedo. Y

@0 Y Depois degolará o bode, da expiação, que será pelo povo, e trará


o seu sangue para dentro do véu; e fará com o seu sangue como
fez com o sangue do novilho, e o espargirá sobre o propiciatório, e
perante a face do propiciatório. Y

@± Y Assim fará expiação pelo santuário por causa das imundícias dos
filhos de Israel e das suas transgressões, e de todos os seus
pecados; e assim fará para a tenda da congregação que reside
com eles no meio das suas imundícias.Y

@ Y E nenhum homem estará na tenda da congregação quando ele


entrar para fazer expiação no santuário, até que ele saia, depois
de feita expiação por si mesmo, e pela sua casa, e por toda a
congregação de Israel. Y

@´ Y Então sairá ao altar, que está perante o Senhor, e fará expiação


por ele; e tomará do san gue do novilho, e do sangue do bode, e o
porá sobre as pontas do altar ao redor. Y

@> Y E daquele sangue espargirá sobre o altar, com o seu dedo, sete
vezes, e o purificará das imundícias dos filhos de Israel, e o
santificará.Y

î Y Havendo, pois, acabado de fazer expiação pelo santuário, e pela


tenda da congregação, e pelo altar, então fará chegar o bode vivo. Y

î@ Y E Arão porá ambas as suas mãos sobre a cabeça do bode vivo, e


sobre ele confessará todas as iniqüidades dos filhos de Israel, e
todas as suas transgressões, e todos os seus pecados; e os porá
sobre a cabeça do bode, e enviá -lo-á ao deserto, pela mão de um
homem designado para isso. Y

îî Y Assim aquele bode levará sobre si todas as iniqüidades deles à


terra solitária; e deixará o bode no deserto. Y

î¦ Y Depois Arão virá à tenda da congregação, e despirá as vestes de


linho, que havia vestido quando entrara no santuário, e ali as
deixará.Y

î Y E banhará a sua carne em água no lugar santo, e vestirá as suas


vestes; então sairá e preparará o seu holocausto, e o holocausto
do povo, e fará expiação por si e pelo povo. Y

î0 Y Jambém queimará a gordura da expiação do pecado sobre o altar. Y

î± Y E aquele que tiver levado o bode emissário lavará as suas vestes,


e banhará a sua carne em água; e depois entrará no arraial. Y

î Y Ñas o novilho da expiação, e o bode da expiação do pecado, cujo


sangue foi trazido para fazer expiação no santuário, serão levados
fora do arraial; porém as suas peles, a sua carne, e o seu esterco
queimarão com fogo.Y

î´ Y E aquele que os queimar lavará as suas vestes, e banhará a sua


carne em água; e depois entrará no arraial. Y

î> Y E isto vos será por estatuto perpétuo: no sétimo mês, aos dez do
mês, afligireis as vossas almas, e nenhum trabalho fareis nem o
natural nem o estrangeiro que peregrina entre vós. Y

¦ Y porque naquele dia se fará expiação por vós, para purificar -vos; e
sereis purificados de todos os vossos pecados perante o Senhor. Y

¦@ Y $ um sábado de descanso para vós, e afligireis as vossas almas;


isto é estatuto perpétuo.Y

¦î Y E o sacerdote, que for ungido, e que for sagrado, para administrar


o sacerdócio, no lugar de seu pai, fará a expiação, havendo
vestido as vestes de linho, as vestes santas;Y

¦¦ Y Assim fará expiação pelo santo santuário; também fará expiação


pela tenda da congregação e pelo altar; semelhantemente fará
expiação pelos sacerdotes e por todo o povo da congregação. Y
¦ Y E isto vos será por estatuto perpétuo, para fazer expiação pelos
filhos de Israel de todos os seus pecados, uma vez no ano. E fez
Arão como o Senhor ordenara a Ñoisés. Y





0c  /

c  &'  .
   

,
 Y


$

/
c$ 
&   Y

* ,*"EE<î0*î= Y

@> Y porque, havendo Ñoisés anunciado a todo o povo todos os


mandamentos segundo a lei, tomou o sangue dos bezerros e dos
bodes, com água, lã purpúrea e hissopo, e aspergiu tanto o
mesmo livro como todo o povo, Y

î Y Dizendo: Este é o sangue do testamento que Deus vos tem


mandado.Y

î@ Y E semelhantemente aspergiu com sangue o tabernáculo e todos


os vasos do ministério.Y

îî Y E quase todas as coisas, segundo a lei, se purificam com sangue;


e sem derramamento de sangue não há remissão. Y

î¦ Y De sorte que era bem necessário que as figuras das coisas que
estão no céu assim se purificassem; mas as próprias coisas
celestiais com sacrifícios melhores do que estes.Y

î Y porque 'risto não entrou num santuário feito por mãos, figura do
verdadeiro, porém no mesmo céu, para agora comparecer por nós
perante a face de Deus; Y

î0 Y Nem também para a si mesmo se oferecer muitas vezes, como o


sumo sacerdote cada ano entra no santuário com sangue alheio; Y

î´ Y Assim também 'risto, oferecendo-se uma vez para tirar os


pecados de muitos, aparecerá segunda vez, sem pecado, aos que
o esperam para salvação.Y

Y

* ,*"E<Jendo, pois, irmãos, ousadia para entrar no santuário, pelo


sangue de Jesus. Y
  

    Y


    !  

!6$    
 "%B*,MBc,*%-6*,îE< Ñas vós sois a geração eleita, o
sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as
virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz). Y

Ô Ô  Ô  


Y

LEVÍJI'O 23.34 - Fala aos filhos de Israel, dizendo: Aos quinze dias deste mês
sétimo será a festa dos tabernáculos ao Senhor por sete dias. Y

%   )  6B  6B(


 6 ! 
 !
 (
!   Y

* &' R


  (
  Y

 /   


#
/
c  /  
&2  Y

4%B%,c%"?< $'$-#'#'+'()
#%+$':+,& +;
 9$'$,+'',-$
Y

Ê!! Y

.% *"¦¦E<O inimigo, que o semeou, é o diabo; e a ceifa é o fim do mundo;


e os ceifeiros são os anjos. Y

%c$   B
 ) 
 (
 
(
>
 


 Y

)

0&'
9
 
 4
ÊÊÊÊ3 Ô
î Y

 )  B(


 6c$: 9 )B-*c %
c%-*%-.%"%,% *""B,c"  Y

J Y Y
Y
Y
 Y YY
YY   Y

YYY!  Y YY 
Y  YY  Y" 
Y Y
#
Y YY  YY Y  YY $
Y
Y%Y Y
 Y ! 
YYY  &'(Y
 Y)YY
YY   Y Y %*
Y