Você está na página 1de 6

Igor da silva

Esportes e lutas

Atividade de Portfólio 6ª semana da


Disciplina de Esportes e lutas professor
MS Evandro Marianette Fioco

Batatais
2016
1) A diferença entre lutas e esportes de lutas, é que nas lutas é um combate
corpo a corpo, tipo batalha; guerra oposição firme ou um violento esforço para
superar , para vencer obstáculos ou dificuldades ( HOUAIS,2009,n. p.) É o
caráter polissêmico (multiplicidade de sentidos ) termo `luta´pode ser associado
as ``Lutas´´de classe dos trabalhadores, pelos direitos da mulher, ou pela vida,
aos embates físicos e corporais por intenções de subjugações entre os sujeitos
a partir de conflitos interpessoais ´´(CORREIA FRANCHINI,2010, p.1)
Segundo os autores, luta se define tanto como uma forma física, como também
uma forma de lutar pelos direitos socialistas no cotidiano.

Já nos Esportes De Lutas define como uma manifestação cultural a socializado


de regras e de combates, orientado pelas instituições esportivas.

2) As necessidades de lutas, surgiram na pré- história, no momento em que a


necessidade de defesa era precisa, eles precisavam se defender de uma forma
, a partir daí em diante as lutas se associaram a manifestações culturais como
danças e rituais . (BREDA et al.,n. p., 2010)

3) Artes marciais e denominados como pratica corporal e como técnicas de


guerra, tem o intuito de ser utilizado como combate militar , denominada como
arte por suas expressões culturais . (CORREIA; FRANCHINI, n. p. 2010).

4)[...] É melhor ganhar a guerra antes mesmo de desembainhar a espada [...]


Muitas vezes, a vitória arduamente conquistada guarda um sabor amargo de
derrota, mesmo para os próprios vencedores (TZU,2012, p. 9).

TZU acreditava que as batalhas podem ser acabadas, apenas entrando em um


acordo, sem precisar entrar em um conflito.

5) Para Marcellino (1995, p. 10), Os esportes de lutas e a ludicidade, podem


ser associadas da seguinte maneira com alegria e espontaneidade, o atleta
pode superar qualquer destaque , com a finalidade de vencer o campeonato
previsto , com um pensamento positivo .

6) Sim, tem a possibilidade de mudar o curso de uma academia, as que


oferecem as tais lutas nos noticiários ou na televisão, são as que são mais
exigidas pelos alunos, tornando algumas academias mais vazias que as
outras. (BETTI, 2003, p. 92).

7)Os esportes de lutas Olímpicas são Boxe, Esgrima, Judô, Luta Olímpica e
Tae Kwon do.

Boxe – O boxe é uma luta em que os lutadores lutam com os punhos, o


objetivo dele é derrotar o adversário com nocaute. O nobre inglês Marques de
Queensbery entusiasta do boxe, Resolveu aplicar regras para a luta para torna-
la menos violenta (FEITOSA; LEITE; LIMA, 2005).
Nas lutas foram aplicadas a seguintes regras, Não podia usar luvas, não podia
bater no adversário caído, e não podia segurar pela roupa.
No ano 1920 foi fundada a Federação internacional de Boxe, a partir daí a
proteção tornou-se obrigatória, em 2012 foram divididos a categoria feminina
em três tipos como Mosca (48 a 51 kg), Leve (57a 60 kg) e Médio (69 a75 kg),
e os homens competem dez categoria que são de Mosca Ligeiro (46 a 49 kg) e
o super pesado (acima de 91 kg).
As lutas masculinas são definidas em três rodadas de 3 minutos cada uma, já
as femininas tem quatro rodadas de 2 minutos, a cada soco que atingirem na
cabeça ou parte superior do adversário os participantes ganham pontos, a
avaliação das lutas são feitas por cinco juízes que ficam ao redor do ringue, O
arbitro pode dar o fim na luta caso ele perceba que o lutador ou lutadora esta
em incondições de lutar, O modo da disputa olímpica para os homens e por
forma de eliminação direta, as chaves são de 16, 26 ou 28 participantes
conforme a categoria, já os das mulheres iniciam a primeira com 16
competidoras, nas quartas de final, cada participante que disputaram chaves
de ouro no final, recebem uma chave de bronze.

Esgrima- a Esgrima é uma luta de espada, definida por dois lutadores de


diferente peso, e altura e idade onde só pode sair um vencedor (LOHMANN
AVILA, 2005), É um dos esportes bem antigos, iniciou antes de cristo no século
14 ou 15 na Itália ou na Alemanha cada pais o definem como origem do
esporte, os primeiros mestre de esgrimas organizaram as primeiras
associações no século 15, E a partir do século 16 ao 18 os duelos já eram mais
usados com varas de madeiras ,é um tipo de espada de uma só lamina e varas
com ferro nas pontas (LOHMAM; AVILA,2005). No inicio a esgrima era muito
sangrenta, mais com certo tempo foi evoluindo e se tornando menos agressivo,
foi utilizado muito em combates militares, e com um tempo as máscaras nas
lutas eram obrigadas a serem usadas, e elas funcionam até os dias de hoje.
Existem três tipos de armas utilizadas na esgrima como o florete, espada e
sabre, o florete pesa no máximo 500gr e a sua extensão não passa de 110 cm
a lamina de aço pode chegar a 90 cm, o objetivo do florete e que o participante
atinge o ombro do oponente.

A Espada já permite que todo o corpo do adversário seja tocado, o peso não
passa de 770g tem o mesmo tamanho do florete Maximo 110 cm com a lamina
de 90 cm (LOHMANN; AVILA, 2005).

O sabre já é o menor mede no máximo 105 cm, com a extensão de 88 cm e o


peso não pode passar de 500g, o participante pode acertar em qualquer lugar
da cintura pra cima do adversário com qualquer parte da lâmina (LOHMANN;
AVILA, 2005).

JUDÔ – Segundo Goodman (2000, n. p.) O Judô foi criado pelo professor
Jigoro o Cano, foi ele quem denominou o nome da luta, ele passou a arte da
luta para uma mulher chamada Sueko Aschiya, ela acreditava que o judô
poderia trazer danos às mulheres caso elas participassem da luta, mais com a
ajuda de uns peritos médicos, comprovaram que não causaria nenhum dano,
daí a luta foi se espalhando, tanto pra homens, como pra mulheres podiam
utiliza-los. Kano não tinha intenção de criar á luta para uma competição de luta,
mais para tratar do corpo e da mente.

O judô Olímpico foi criado em 1964 em Tóquio na capital do Japão, são sete
categorias no peso masculino que é até 60 kg até 66 kg, até 73 kg, até 81 kg,
até 90 kg, até 100 kg e mais de 100 kg no peso é igual ao feminino com o peso
de 48 kg, até 52 kg, até 57 kg, até 70 kg, até 78 kg e mais de 78 kg, a duração
da luta é de 5 minutos e objetivo é finalizar com chave de braço ou
estrangulamento, Caso o judoca consiga um ippon a luta é finalizada, caso o
oponente seja penalizado o nome se dá como yuko, um wazari e um ippon
para segunda ou terceira etapa, e caso termine em empate se chama como
Golden Score, onde ocorre mais 3 minutos para acertar a decisão.

Lutas Olímpicas –Segundo Gama (2005, n. p.) A luta se originou na Grécia,


com duas divisões livre e Greco romana, os primeiros lutadores das Lutas
Olímpicas eram Americanos, as lutas Greco- Romanas tinham o objetivo de
imobilizar o oponente pelas costas e jogar no chão, a Luta Greco Romano
surgiu na França pelo exercito de Napoleão que queria usar em combate,
depois disso a luta foi se espalhando e se desenvolvendo, as categorias de
peso é até 55 kg a mais leve, e até 120 kg a mais pesada, não existe eventos
para mulheres nessa luta. A luta é definida por três rounds de dois minutos
cada, eles lutam pela medalha de ouro, os lutadores que perderem, formam
dois grupos de repescagem, e os vencedores dessa disputa ganham medalhas
de bronze.

Tae Kwon do – Segundo Goodman (2000 n. p.). O tae kwon do é uma luta com
os pés, foi desenvolvida na Coréia nos anos de 1950, no final do século 10, os
jovens eram obrigados a fazer, Nos anos de 1960 foi realizado primeiro
campeonato Mundial de tae kwon do na Coréia do Sul, 1973, o tae kwon do foi
originado desde 1988 como Modalidade Olímpica, estreou em Sidney em 2000.
O objetivo da luta é acertar o oponente com socos e chutes, cada lugar ganha
um ponto diferente.

8) O jiu jítsu é uma das lutas que não é Olímpica, mais foram desenvolvidos
projetos e discussões para entender a luta e ver se é uma luta boa, como
pratica corporal. É uma luta antiga, e uma característica dessa luta e porque
envolve uma rigorosa moral, quando atingi o mais alto grau de perfeição, por
isso á algumas referências que alguns mestre saíram de umas instituição
religiosas, tipos templos budistas ou xintoístas (GOODMAN, 2000, n. p.).

Já o caratê também foi estudado como uma pratica corporal baseando nas
ideias de Gichin Funakoshi. O caratê é uma luta que utiliza os pés e as mãos
funciona como autodefesa e foi divididos em dois estilos, e cada uma com uma
técnica diferente, o caratê Wado Ryu é um estilo de caratê muito conhecido no
mundo todo. É uma forma de melhorar não só as técnicas mais como um
funcionamento de atitudes, uma forma de lidar de maneira pacífica, a
velocidade e a força, e influenciam muito em fazer uma boa técnica.
O shotokan é outro estilo do caratê, é uma luta antiga, é considerada uma
técnica muito poderosa por ter execuções baixas e precisas, é uma luta muito
utilizada em todo o mundo e pode ser de qualquer faixa etária de idade.
(GOODMAN, 2000, n. p.)

E o aikido é uma luta que foi bastante evoluída durante o tempo, é uma técnica
de autodefesa, mais também é uma técnica vista como meio de
desenvolvimento humano, ela traz paz de espírito e harmonia ao lutador, é
umas das lutas não Olímpicas, é uma técnica que tem como o objetivo de
neutralizar o oponente o imobilizando, serve também no contra ataques de
armas. (GOODMAN, 2000, n. p.)
Referências Bibliográficas

HOUAISS A. (Ed.). Dicionário eletrônico Hauaiss da Língua Portuguesa 3.0.


Rio de Janeiro: Editora Objetiva, 2009.
CORREIA, W. R.; FRANCHINI, E. Produção acadêmica em lutas, artes
marciais e esportes de combate. Revista Motriz, Rio Claro, v. 16, n. 1, p. 1-9,
jan./mar. 2010.
BREDA, M. et al. Pedagogia do esporte aplicada às lutas. São Paulo: Phorte
Editora, 2010.
CORREIA, W. R.; FRANCHINI, E. Produção acadêmica em lutas, artes
marciais e esportes.
de combate. Revista Motriz, Rio Claro, v. 16, n. 1, p. 1-9, jan./mar. 2010 .
TZU, S. A arte da guerra. 2. ed. Porto Alegre: L&PM, 2012.
MARCELLINO, N. C. Lazer e Educação. 3. ed. Campinas: Papirus, 1995.
BETTI, M. Imagem e ação: a televisão e a Educação Física escolar. In: BETTI,
M. Educação física e mídia: novos olhares, outras práticas. São Paulo: Hucitec,
2003. p. 91-137.
FEITOSA, M.; LEITE, N.; LIMA, A. Boxe. In: DACOSTA, L. (Org.). Atlas do
esporte no Brasil:
Atlas do esporte, Educação Física e atividades físicas de saúde e lazer no
Brasil. Rio de Janeiro: Shape, 2005. p. 297-300.
LOHMANN, L.; AVILA, R. T. Esgrima. In: DACOSTA, L. (Org.). Atlas do esporte
no Brasil: atlas do esporte, Educação Física e atividades físicas de saúde e
lazer no Brasil. Rio de Janeiro: Shape, 2005. p. 251-252.
GOODMAN. F. Manual prático de artes marciais: um guia passo a passo das
mais conhecidas artes marciais. Tradução de C. Anacleto. Lisboa: Editorial
Estampa 2000.
GAMA, D. Luta olímpica. In: DACOSTA, L. (Org.). Atlas do esporte no Brasil:
atlas do esporte, Educação Física e atividades físicas de saúde e lazer no
Brasil. Rio de Janeiro: Shape, 2005. p. 306.

Você também pode gostar