Você está na página 1de 15

ELETROQUÍMICA

PROF. AGAMENON ROBERTO


< 2009 >
Prof. Agamenon Roberto ELETROQÍMICA www.agamenonquimica.com 2

ELETROQUÍMICA
0 0
Zn Zn
INTRODUÇÃO
Uma corrente elétrica pode provocar uma
TEMPO
reação química ou, uma reação química pode
produzir uma corrente elétrica. A relação entre
estes dois fenômenos é estudada por um ramo da
química chamado ELETROQUÍMICA.
solução aquosa
de CuSO4

PILHAS
Com o passar do tempo verificamos que a
É quando uma reação química de óxido
solução fica com menos CuSO4, um pouco de
redução, espontânea, produz energia elétrica.
ZnSO4 e a placa de zinco é recoberta por uma
Uma pilha ou célula eletroquímica muito
camada de cobre.
tradicional é a PILHA DE DANIELL. Esta pilha
Daniell percebeu que estes elétrons poderiam
baseia-se na seguinte reação: 2+
ser transferidos do Zn para os íons Cu por um
Zn + CuSO4  Cu + ZnSO4 fio condutor externo e, este movimento produzir
ou uma CORRENTE ELÉTRICA.

2+ 2+
Zn + Cu Zn + Cu
E isto seria possível montando um esquema
2 elétrons
do tipo representado a seguir.

elétrons elétrons

ânions cátions

0 ponte 0
Zn Cu
salina

2-
SO4
2+ 2-
Zn 2+
SO4 2+ Cu
2-
Cu
SO4 2+ 2-
Zn SO4
Prof. Agamenon Roberto ELETROQÍMICA www.agamenonquimica.com 3

À medida que a reação vai ocorrendo O eletrodo de cobre terá sua massa
poderemos fazer as seguintes observações aumentada.
O eletrodo de zinco vai se desgastando com o A solução de CuSO4 vai ficando mais diluída.
passar do tempo. Nas soluções teremos a passagem dos íons,
A solução de ZnSO4 vai ficando mais em excesso, de um lado para o outro através da
concentrada. ponte salina.

Após algum tempo de funcionamento o sistema terá a seguinte situação.

el étrons elétrons

ânions cáti ons

0 ponte 0
Zn Cu
salina

2+ 2+ 2+ 2-
Zn Zn Zn SO4
2+
Zn 2+
2+ 2- Cu
Zn SO4 2-
2+ SO4 2-
Zn SO4

PÓLO POSITIVO ou CÁTODO


Neste processo teremos, simultaneamente, a
É o pólo aonde chegam os elétrons e, nele
ocorrência das seguintes reações:
ocorre sempre a redução.
)
Zn
2+
Zn + 2 e -
semi-reação de
oxidação )
)
2+
Cu + 2 e - Cu
semi-reação de
redução ) REPRESENTAÇÃO DE UMA PILHA

2+ 2+ Uma pilha, segundo a IUPAC, deve ser


Zn + Cu Cu + Zn ( reação global )
representada da seguinte forma:

0 x+ y+ 0
M 1 / M 1 // M 2 / M 2
PÓLO NEGATIVO ou ÂNODO

É o pólo de onde saem os elétrons e, nele


ocorre sempre a oxidação.
Prof. Agamenon Roberto ELETROQÍMICA www.agamenonquimica.com 4

Para a pilha de Daniell teremos, no início, o seguinte esquema:

elétrons elétrons
ânodo: cátodo:
pólo negativo pólo positivo
da pilha, onde da pilha, onde
ocorre a oxidação ânions cátions ocorre a redução
- +

0 ponte 0
Zn Cu
salina

2-
SO4
2+
Zn 2- 2+
SO4 2+ Cu
2-
Cu
SO4 2+ 2-
Zn SO4

0 2+ 2+ 0
Zn / Zn // Cu / Cu

Para a pilha de Daniell teremos, após um tempo de funcionamento, o seguinte esquema:

elétrons elétrons
ânodo: cátodo:
pólo negativo pólo positivo
da pilha, onde da pilha, onde
ocorre a oxidação ânions cátions ocorre a redução
- +

0 ponte 0
Zn Cu
salina

2+ 2+ 2+ 2-
Zn Zn Zn SO4
2+
Zn 2+
2+ 2- Cu
Zn SO4 2-
2+ SO4 2-
Zn SO4

0 2+ 2+ 0
Zn / Zn // Cu / Cu
Prof. Agamenon Roberto ELETROQÍMICA www.agamenonquimica.com 5

Exercícios: 05)O pólo onde saem os elétrons, em uma pilha,


é:
01)As relações existentes entre os fenômenos a) cátodo.
elétricos e as reações químicas são b) pólo positivo.
estudadas: c) ânodo.
a) na termoquímica. d) o eletrodo que aumenta a massa.
b) na eletroquímica. e) o que ocorre redução.
c) na cinética química. 06)(Covest-2005) Podemos dizer que, na célula
d) no equilíbrio químico. 2+ 2+
eletroquímica Mg(s) / Mg (aq) // Fe (aq) / Fe(s):
e) na ebuliometria.
a) o magnésio sofre redução.
02) Observando a pilha Co, Co 2+
// Au 3+
, Au. b) o ferro é o ânodo.
c) os elétrons fluem, pelo circuito externo, do
a) Quais as semi-reações? magnésio para o ferro.
d) há dissolução do eletrodo de ferro.
b) Qual a reação global? e) a concentração da solução de Mg2+_
c) Quem sofre oxidação? diminui com o tempo.

d) Quem sofre redução?


DIFERENÇA DE POTENCIAL (d.d.p.)
e) Qual o eletrodo positivo ou cátodo?
f) Qual o eletrodo negativo ou ânodo? Os metais que fazem parte de uma reação de

g) Qual o sentido do fluxo de elétrons pelo óxido-redução têm uma tendência a ceder ou

fio? receber elétrons.

h) Que eletrodo será gasto? Essa tendência é determinada pelo potencial


de eletrodo (E), medido em volts (V).
i) Qual dos eletrodos terá a sua massa
aumentada? Quanto maior for a medida do potencial de

j) Que solução concentra? oxidação, maior é a tendência do metal ceder

k) Que solução dilui? elétrons.


Quanto maior for a medida do potencial de
03)Na reação química expressa pela reação redução, maior é a tendência do metal ganhar

2+ 2+
elétrons.
Zn + Cu Cu + Zn
Este potencial, em geral, é medido nas
seguintes condições:
Podemos afirmar que houve:
1 atm, 25oC e solução 1 mol/L
a) oxidações do Zn e do Cu.
Sendo assim, nestas condições, chamado de
b) reduções do Cu 2+ e do Cu.
potencial normal de eletrodo (E 0).
c) oxidação do Zn e redução do Cu 2+.
Este potencial é medido tomando-se como
d) oxidação do Zn 2+ e redução do Cu.
referencial um eletrodo de hidrogênio, que tem
e) oxidação do Cu 2+ e redução do Zn.
a ele atribuído o potencial 0,00 V.
3+ 2+
04)Na célula eletroquímica Al / Al // Fe / Fe Se o sentido da corrente elétrica for do
podemos afirmar que:
eletrodo do metal “M” para o eletrodo de
a) O alumínio sofre redução.
b) O ferro é o ânodo. hidrogênio, o potencial de redução do metal “M”
c) Os elétrons fluem, pelo circuito externo, será negativo.
do alumínio para o ferro.
d) A solução de Al 3+ irá se diluir. Se o sentido da corrente elétrica for do
e) No eletrodo de ferro, a barra de ferro sofre eletrodo de hidrogênio para o eletrodo do metal
corrosão.
“M”, o potencial de redução do metal “M” será
positivo.
Prof. Agamenon Roberto ELETROQÍMICA www.agamenonquimica.com 6

A reação global da pilha e sua d.d.p. serão:


TABELA DE POTENCIAIS-PADRÃO
2+ 0
DE REDUÇÃO (1 atm e 25°C) Zn Zn + 2 e- E oxi = + 0,76 V
+ 0 2+ 0
Li + 1 e- Li E
red
= - 3,045 V Cu + 2 e- Cu E = + 0,34 V
red
2+ 0
Mg + 2 e- Mg E red = - 2,375 V 2+ 0
Zn + Cu 2+ Cu + Zn E = + 1,10 V
3+ 0
Al + 3 e- Al E red = - 1,66 V
2+ 0
Mn + 2 e- Mn E = - 1,18 V Exercícios:
red
2+ 0 01)Conhecendo as seguintes semi-reações e os
Zn + 2 e- Zn E
red
= - 0,76 V
respectivos potenciais padrão de redução
Cr
3+
+ 3 e- Cr
0
E red = - 0,74 V abaixo, determine a d.d.p da pilha formada
pelos eletrodos indicados:
2+ 0
Fe + 2 e- Fe E red = - 0,44 V Sn 2+ + 2 e – Sn E 0 = – 0,14 V
2+ 0 Ag 1+ + 1 e – Ag E 0 = + 0,80 V
Co + 2 e- Co E red = - 0,28 V
2+ 0 a) + 0,54 V.
Ni + 2 e- Ni E red = - 0,24 V b) + 0,66 V.
2+ 0 c) + 1,46 V.
Pb + 2 e- Pb E red = - 0,13 V
d) + 0,94 V.
3+ 0 e) + 1,74 V.
Fe + 3 e- Fe E red = - 0,036 V
02)(Fuvest-SP) Na montagem abaixo,
2 H 3 O+ + 2 e- H 2 (g) + 2 H 2 O ( l ) E 0red = 0,00 V dependendo do metal (junto com seus íons),
+ 0 têm-se as seguintes pilhas, cujo cátodo (onde
Cu + 1 e- Cu E red = + 0,15 V
ocorre redução) é o cobre:
4+ 2+ 0
Sn + 2 e- Sn E red = + 0,15 V
voltímetro
2+ 0
Cu + 2 e- Cu E red = + 0,34 V
3+ 0
Fe + 1 e- Fe 2+ E red = + 0,77 V 0
metal
Cu
+ 0
Ag + 1 e- Ag E
red
= + 0,80 V
2+ 0
Hg + 2 e- Hg E
red
= + 0,85 V
3+ + 0
Au + 2 e- Au E red = + 1,41 V
3+ 0 solução aquosa
Au + 3 e- Au E red = + 1,50 V solução aquosa
2+ com íons do
com Cu metal
3+ 2+ 0
Co + 1 e- Co E red = + 1,84 V

Para a pilha de Daniell os potenciais são: pilha d.d.p. (padrão/volt)


cobre-alumínio 2,00
2+ 0
Zn + 2 e- Zn E = - 0,76 V cobre-chumbo 0,47
red
cobre-magnésio 2,71
2+ 0
Cu + 2 e- Cu E
red
= + 0,34 V cobre-níquel 0,59
Nas condições-padrão e montagem análoga, a
Como o cobre tem um maior potencial normal
associação que representa uma pilha em que
de redução ele vai ganhar elétrons, sofrendo os eletrodos estão indicados corretamente é:
redução, e o zinco vai perder elétrons, sofrendo cátodo ânodo
oxidação. a) níquel – chumbo.
b) magnésio – chumbo.
Então as semi-reações que ocorrem são:
c) magnésio – alumínio.
2+ 0 d) alumínio – níquel.
Zn Zn + 2 e- E oxi = + 0,76 V
e) chumbo – alumínio.
2+ 0
Cu + 2 e- Cu E
red
= + 0,34 V
Prof. Agamenon Roberto ELETROQÍMICA www.agamenonquimica.com 7

03)Considere as seguintes semi-reações e os PROCEDIMENTO:


potenciais normais de redução:
TUBO 1:Coloque o prego em água suficiente
2+ 0
Ni + 2 e– Ni E = – 0,25 V
para cobri-lo até a metade. Este tubo
Au 3+ + 3 e – Au E 0 = + 1,50 V
será usado como referencial de
o potencial da pilha formada pela junção
dessas duas semi-reações é: comparação para os outros
a) + 1,25 V. experimentos e é denominado de
b) – 1,25 V.
controle.
c) + 1,75 V.
d) – 1,75 V.
TUBO 2: Fixe um pedaço de zinco com um fio
e) + 3,75 V.
de naylon em volta do prego e
04) (Covest-2006) O ácido ascórbico, mais
conhecido por vitamina C, é uma substância coloque água até recobrir metade do
que apresenta atividade redox. Sendo o
prego.
potencial de redução do ácido ascórbico, em
pH 7, igual a 0,06 V, podemos compará-lo
TUBO 3: Fixe a fita de magnésio ao prego e
com outras substâncias conhecidas, cujos
potenciais de redução a pH 7 são também adicione água até a metade do prego.
apresentados:
O2 (g) + 4 e- + 4 H+(aq) → 2 H2O (l) E = 0,816 V TUBO 4: Enrole o fio de cobre no prego e
adicione água até metade a metade
Fe3+ (aq) + e- → Fe2+ (aq) E = 0,77 V
do prego.
2 H+(aq) + 2 e- → H2(g) E = - 0,42 V
Com base nessas informações, podemos
4
afirmar que o ácido ascórbico deve ser capaz 1 2 3
Mg Cu
de: Zn
água
a) reduzir o íon Fe3+.
b) oxidar o íon Fe2+.
c) oxidar o O2. Deixe o sistema em repouso por 10 dias e
d) reduzir a água. ao final desse período construa e complete a
+
e) oxidar o íon H .
tabela abaixo:
EXPERIÊNCIAS Nº do Aparência Aparência
tubo inicial final
ELETRODO DE SACRIFÍCIO
1
(REAÇÃO DE OXI-REDUÇÃO)
2
Eletrodo de sacrifício é nome dado a um 3
metal utilizado para evitar a corrosão de outro. 4
Os eletrodos de sacrifício são muito
empregados para evitar, principalmente, a
corrosão de peças e estruturas de ferro. Responda:
MATERIAL:
• 4 tubos de ensaio ou copos de água. 01)Qual o metal que sofreu oxidação nos tubos 2,

• 4 pregos de ferro (não galvanizados). 3 e 4? Escreva a equação que representa

• Fio de naylon. essa semi-reação. O “Fe” é oxidante ou

• 1 pedaço de zinco. redutor?

• 1 fita de magnésio.
• 1 fio de cobre.
Prof. Agamenon Roberto ELETROQÍMICA www.agamenonquimica.com 8

tubo sofreu semi-reação agente PROCEDIMENTO:


oxidação
1ª EXPERIMENTO:
2 Zn Zn(s)  Zn2 +(aq) + 2 oxidante Coloque dentro da vela de filtro (cortada

e
como um copo) a solução de sulfato de zinco
3 Mg Mg(s)  Mg2 +(aq) + oxidante
– (1 mol/L) e mergulhe na mesma o eletrodo de
2e
4 Fe Fe(s)  Fe2 +(aq) + 2 redutor zinco; Este conjunto deve ser colocado em
e– recipiente maior (tipo aquário para peixes)
contendo uma solução de sulfato de cobre e o
02)Qual ou quais metais protegeram o ferro da eletrodo de cobre.
oxidação? Unimos os dois eletrodos por um fio
Zn e Mg condutor contendo uma lâmpada (observe o
03)Qual ou quais metais aceleraram a oxidação esquema abaixo).
do ferro?
Cu
Zinco Cobre
04)Entre Zn, Mg e Cu, qual deve ter o potencial
de redução maior que o do Fe? Justifique sua
resposta.
Cu. Como o Fe sofreu oxidação, isso indica
que o E0oxi do Cu é menor que o do Fe e,
conseqüentemente, maior que o do Fe.
Sulfato
05)Procure, na tabela de potenciais-padrão, os de zinco
Sulfato
de cobre
valores de cada metal e verifique se suas
2º EXPERIMENTO:
respostas anteriores são coerentes com os
Limpe duas lâmpadas, uma de zinco outra
valores encontrados.
de cobre. Enfie metade de cada uma em um
Sim. Veja a tabela.
limão ou laranja, de tal modo que as lâminas
06)Dentre os metais Zn, Mg e Cu, qual o melhor
não se toquem. Encoste sua língua,
para ser utilizado como eletrodo de sacrifício
simultaneamente, nas extremidades das duas
para o ferro?
0 lâminas; você irá sentir um pequeno choque
O Mg, por ter o maior E oxi de todos.
devido à diferença de potencial entre as

PILHAS ELETROQUÍMICAS lâminas.


Essa “pilha de limão” pode também acionar
MATERIAL:
um relógio digital, conforme o esquema
• Eletrodos de zinco e cobre. abaixo.
• Soluções de sulfato de zinco e sulfato
de cobre.
Zinco
• Vela de filtro.
• Fios de cobre. Cobre
7:23
• Lâmpada. Limão
• Limão.
Relógio digital
• Relógio digital.
Prof. Agamenon Roberto ELETROQÍMICA www.agamenonquimica.com 9

ELETRÓLISE Podemos dividir a eletrólise em ÍGNEA e


AQUOSA.
Pode-se dizer que eletrólise é o fenômeno de
A ELETRÓLISE ÍGNEA é a que ocorre com
decomposição de uma substância pela ação
a substância iônica na fase líquida (fundida).
de uma CORRENTE ELÉTRICA.
No pólo negativo (cátodo) os cátions recebem
A eletrólise ocorre com soluções onde
elétrons (sofrem redução) e descarregam.
existam íons ou com substâncias iônicas
fundidas. C x+ + x e - C
Uma fonte de energia faz passar uma corrente
No pólo positivo (ânodo) os ânions perdem
elétrica pelo recipiente contendo a solução, ou a
elétrons (sofrem oxidação) e descarregam.
substância fundida, provocando a reação química
x-
A - x e- A
e liberando as espécies finais nos eletrodos.
Na eletrólise o pólo negativo é o cátodo e o
+ -
GERADOR pólo positivo o ânodo.
Exemplo:
elétrons

elétrons

Eletrólise ígnea do CLORETO DE SÓDIO


No estado fundido teremos os íons sódio
(Na1+) e cloreto (Cl 1–).
ânodo cátodo
+ - Pólo negativo:

2 Na + + 2 e - 2 Na
Pólo positivo:

2 Cl - - 2 e - Cl 2

Reação global:
ânions cátions
2 Na+ + 2 e - 2 Na
Exercícios:
2 Cl - - 2 e - Cl 2
01)As reações de eletrólise só ocorrem em
sistemas que contenham ______________ em 2 Na Cl 2 Na + Cl 2
movimento. Nessas transformações há
consumo de energia ________ . Completam- Exercícios:
se corretamente, respectivamente, com:
01)No cátodo de uma célula de eletrólise sempre
a) átomos e luminosa. ocorre:
b) moléculas e luminosa.
c) moléculas e térmica. a) deposição de metais.
d) átomos e elétrica. b) uma semi-reação de redução.
e) íons e elétrica. c) produção de corrente elétrica.
d) desprendimento de hidrogênio.
02)Em um processo de eletrólise é correto afirmar e) corrosão química.
que:
02)A eletrólise de cloreto de sódio fundido produz
a) não há passagem de corrente elétrica. sódio metálico e gás cloro. Nesse processo,
b) substâncias são apenas oxidadas. cada íon:
c) substâncias são apenas reduzidas
a) sódio recebe dois elétrons.
d) o elemento oxidante doa elétrons.
b) cloreto recebe um elétron.
e) oxidação e redução são sempre
c) sódio recebe um elétron.
simultâneas.
d) cloreto perde dois elétrons.
e) sódio perde um elétron.
Prof. Agamenon Roberto ELETROQÍMICA www.agamenonquimica.com 10

03) O alumínio é obtido industrialmente pela – –


Pólo positivo: Cl e OH
eletrólise ígnea da alumina (Al2O3). Indique a

alternativa falsa: Tem prioridade de descarga o íon Cl ,
a) O íon alumínio sofre redução. –
ficando o íon OH na solução.
b) O gás oxigênio é liberado no ânodo.
c) O alumínio é produzido no cátodo. 2 Cl - - 2 e - Cl 2
d) O metal alumínio é agente oxidante.
e) O íon O2- sofre oxidação.
A solução final apresenta caráter básico,
A eletrólise é AQUOSA quando o eletrólito devido à formação do NaOH.
se encontra dissolvido na ÁGUA. A reação global que ocorre é:
Na eletrólise aquosa teremos a presença de
dois cátions e dois ânions. 2 Na Cl + 2 H 2O H 2 + Cl 2 + 2 NaOH

Neste caso teremos que observar a ordem de


Eletrólise aquosa do CuSO4
descarga dos íons.
PÓLO POSITIVO: + -
GERADOR

A oxidrila descarrega antes que os ânions

elétrons

elétrons
oxigenados e fluoreto.
PÓLO NEGATIVO:
O íon H+ descarrega antes dos cátions ânodo
-
cátodo
+
alcalinos, alcalinos terrosos e alumínio.
Exemplo:
Eletrólise aquosa do NaCl H+
2-
SO4
+ - 2+
GERADOR OH - Cu
elétrons

elétrons

2+ +
Pólo negativo: Cu eH
2+
Tem prioridade de descarga o Cu , ficando
ânodo cátodo na solução o H+.
+ -
2+
Cu + 2 e- Cu

2– –
Pólo positivo: SO4 e OH
H+
Tem prioridade de descarga o OH – , ficando
OH -
na solução o SO42 – .
Cl - Na +
2 OH - - 2 e- H 2O + ½ O2

Pólo negativo: Na + e H + A solução final apresenta caráter ácido,


+
Tem prioridade de descarga o íon H , devido à formação do H2SO4.
+
ficando o íon Na na solução. A reação global que ocorre é:

2 H + + 2 e- H2 CuSO 4 + H 2 O H 2 SO 4 + Cu + ½ O 2
Prof. Agamenon Roberto ELETROQÍMICA www.agamenonquimica.com 11

Exercícios:
01)Quando se faz passar uma corrente elétrica
através de uma solução aquosa de iodeto de
potássio pode-se verificar que:
+ –
a) ocorre migração de K para o ânodo e I
para o cátodo.
b) ocorre migração do H+ para o cátodo e I –
para o ânodo. solução
c) a solução torna-se ácida devido à formação
de HI.
d) a solução permanece neutra devido à
formação de H2 e I2. pilhas
e) há formação de I2 no cátodo.
02)Na eletrólise de uma solução aquosa diluída As soluções a serem usadas:
de ácido sulfúrico:
1) HCl (aq) 1 mol/ L.
a) Quais são os gases produzidos?
2) NaCl (aq) 1 mol / L.
b) O que ocorre com a concentração da 3) NaOH (aq) 1 mol / L.
solução?
• Indique os produtos formados em
c) Escreva a equação global. cada eletrólise.

• Observação: Use sempre água


destilada.
EXPERIENCIAS
COBREAÇÃO
ELETRÓLISE EM MEIO AQUOSO DO HCl, Material
NaCl e NaOH
• Bateria conectada aos dois fios.
Para fazer esta atividade é necessário ter
• Sulfato de cobre.
um bom sistema de suporte de pilhas (4).
• Chave
Pode improvisar com cano de PVC ou
• Frasco transparente.
madeira. O importante é ter segurança que
não haja corte da corrente elétrica. Procedimento
Para eletrodos deve usar preferencialmente No frasco, prepare uma solução de CuSO4
grafite (eletrodo bastante inerte). O grafite ou o mais concentrada possível. A seguir, prenda
carvão pode ser obtido das pilhas secas a chave ao fio ligado ao pólo negativo da
(pilhas velhas). Para fazer o eletrodo faça um bateria, introduzindo-a na solução.
furo na extremidade do bastão de grafite Finalmente, introduza a ponta do outro fio
(broca bem fina, usando furadeira) e adapte (pólo positivo) na solução:
um fio de cobre com bom contato. Feche o
orifício com cola (araldite veda bem)
certificando-se que não isolou o contato entre
o fio e o grafite e que o fio de cobre em pilhas chave

contato com a solução esteja isolado


- + solução de
sulfato de cobre
(encapado).
Prof. Agamenon Roberto ELETROQÍMICA www.agamenonquimica.com 12

Observe a cor da solução no início e no fim SEGUNDA LEI DE FARADAY


do processo e o que corre na chave.
A massa, m, de uma substância, formada
Resolva as questões: ou transformada numa eletrólise, é

a) Descreva o que ocorreu com o fio diretamente proporcional ao equivalente-

imerso na solução. grama, E, dessa substância.

b) Descreva o que ocorreu com a chave.


m = k’’ . E
E podemos afirmar que:
2+
c) A concentração de Cu sofreu alguma
Am B m
alteração? - =- = k’’
EA EB
d) Supondo que na cobreação da chave
tenha ocorrido a deposição de 0,64g Associando as duas leis, teremos:

de cobre, após um tempo de 30


m = k . E .Q ou m = k . E . i . t
minutos. Determine a quantidade de
corrente, em ampères, que circulou Para qualquer substância, quando a massa
nesse processo. (Cu = 64g / mol) eletrolisada (m) é igual ao equivalente-grama (E),
a carga elétrica que atravessa o circuito, é igual a
ESTEQUIOMETRIA DA ELETRÓLISE 96500 C.
Michael Faraday formulou duas leis que regem Substituindo estes valores na expressão
o aspecto quantitativo da eletrólise, relacionando acima:
a massa (m) formada ou transformada, com a 1
E = k . E . 96500 k =
carga elétrica que atravessa o circuito e o 96500
equivalente-grama das substâncias obtidas nos .
. . m= E . Q i .
ou m = E . t
eletrodos. 96500 96500
PRIMEIRA LEI DE FARADAY
Exemplos:
A massa, m, de uma substância, formada
ou transformada numa eletrólise, é 01)Uma solução de cloreto de prata é eletrolisada
diretamente proporcional à carga elétrica, Q, durante 965 segundos por uma corrente
que atravessa o circuito. elétrica de 1 ampèr (A). Qual a massa de prata
depositada no cátodo ?
m = k’ . Q
Dado: Ag = 108 g / mol
Como a carga que percorre o circuito é dada
108 .
m = 108 . 1 965
pelo produto da intensidade de corrente elétrica,
E = = 108g
em ampères, pelo tempo da passagem da 1 96500
corrente elétrica, em segundos, a primeira lei de i =1A m = 104220
Faraday pode ser escrita da seguinte forma:
t = 965 s 96500
m = 1,08 g
m = k’ . i . t
Prof. Agamenon Roberto ELETROQÍMICA www.agamenonquimica.com 13

A carga total transportada por 1 mol de 03)(Unimontes-MG) Calcule as massas dos


metais depositadas em 3 cubas eletrolíticas,
elétrons é de 96500 C e é denominada de 1
ligadas em série, submetidas a uma corrente
Faraday (F), em homenagem ao físico-químico de 4 A, durante 40 minutos e 12 segundos
conforme esquema:
inglês Michael Faraday.
Dados: Cu = 63,5 u; Ag = 108 u.; Fe = 56 u.
Dessa forma podemos destacar a seguinte
relação: GERA DOR
.

1 mol de elétrons 1 Faraday


ou transporta ou
86500 C
6,02 x 10 elétrons
Deste modo, a questão acima, poderia ser
resolvida da seguinte maneira:
Q = i . t = 1 . 965 = 965 C
Pela cuba eletrolítica passa uma carga CuSO4 FeCl 3 AgNO 3

elétrica de 965 C.
Q = 4 x 2412 = 9648 C
No cátodo ocorre a seguinte semi-reação
+
Ag + 1 e- Ag (S) Cu
2+
+ 2 e- Cu(S)

1 mol de elétrons 1 mol de Ag


ou ou 2 mol de elétrons 1 mol de Cu
96500 C 108 g ou ou
2 x 96500 C 63,5 g
Assim teremos a relação:
Assim teremos a relação:
96500 C depositam 108 g
2 x 96500 C depositam 63,5 g
965 C depositam m g
0 C depositam m g
9648
m = 965 . 108
96500
m = 9648 x 63,5
m = 104220 2 x 96500
96500
m = 1,08 g m = 3,17 g de cobre
Como as cubas eletrolíticas estão ligadas em
02)Uma carga elétrica de 9650 C eletrolisa uma
série, teremos a relação:
solução contendo íons de cobre II. Qual a
massa depositada no eletrodo ?
Dado: Cu = 63,5 g / mol Cu
mFe
2+
Ag
m 3+ m +
- =- =-
Cu
2+
+ 2 e- Cu (S)
2+ E Cu3+ + E Fe E Ag

2 mol de elétrons 1 mol de Cu


m
Cu Fe
2+ m 3+
3,17 Fe
m 3+

ou ou - =- - =-
E
2+ 3+ E 31,75 18,66
2 x 96500 C 63,5 g

Assim teremos a relação:


mFe 3+ = 1,86 g
Cu Fe

2 x 96500 C depositam 63,5 g m m m


Cu Ag
2+ +
3,17 Ag
+
- =- - =-
9650 C depositam m g E Cu
2+ + E Ag 31,75 108
m = 9650 x 63,5 mAg + = 10,78 g
2 x 96500
m = 3,16 g
Prof. Agamenon Roberto ELETROQÍMICA www.agamenonquimica.com 14

Exercícios:
01)Numa célula eletrolítica contendo solução
aquosa de nitrato de prata flui uma corrente
elétrica de 5,0 A durante 9650 segundos.
Nessa experiência, quantos gramas de prata
metálica são obtidos?
Dado: Ag = 108 g/mol
a) 108 g.
b) 100 g.
c) 54,0 g.
d) 50,0 g.
e) 10,0 g.
02)Para deposição eletrolítica de 11,2g de um
metal cuja massa molar é 112 g/mol, foram
necessários 19300 C. Portanto, o número de
oxidação do metal é:
a) + 1.
b) + 2.
c) + 3.
d) + 4.
e) + 5.
03)Eletrolisa-se uma solução de CuCl2, durante
32 minutos, com uma corrente de 5A, obtém-
se nas CNTP, o cloro num volume em mL, de:
a) 1114.
b) 1400.
c) 1920.
d) 1600.
e) 9650.
04)A corrente elétrica necessária para depositar
10,8 g de prata através da eletrólise de uma
solução de nitrato de prata durante 5 minutos
é de:
Ag = 108 g/mol
a) 32,16 A .
b) 3,0 A.
c) 6,2 A.
d) 4,3 A.
e) 31,3 A.
Prof. Agamenon Roberto ELETROQÍMICA www.agamenonquimica.com 15

TABELA DE POTENCIAIS PADRÃO DE REDUÇÃO

E° red ( V )
Semi-reações de redução

K + (aq) + 1 e -  K (s) – 2,94


Ba 2+ (aq) + 2 e -  Ba (s) – 2,91
Ca 2+ (aq) + 2 e -  Ca (s) – 2,87
Na + (aq) + 1 e -  Na (s) – 2,87
Mg 2+ (aq) + 2 e -  Mg (s) – 2,36
Al 3+ (aq) + 3 e -  Al (s) – 1,68
Mn 2+ (aq) + 2 e -  Mn (s) – 1,18
Zn 2+ (aq) + 2 e -  Zn (s) – 0,76
Cr 3+ (aq) + 3 e -  Cr (s) – 0,74
Fe 2+ (aq) + 2 e -  Fe (s) – 0,41
Cr 3+ (aq) + 1 e -  Cr 2+ (aq) – 0,41
Cd 2+ (aq) + 2 e -  Cd (s) – 0,40
PbSO4 (s) + 2 e -  Pb (s) + SO42 – (aq) – 0,36
Tl + (aq) + 1 e -  Tl (s) – 0,34
Co 2+ (aq) + 2 e -  Co (s) – 0,28
Ni 2+ (aq) + 2 e -  Ni (s) – 0,24
Sn 2+ (aq) + 2 e -  Sn (s) – 0,14
Pb 2+ (aq) + 2 e -  Pb (s) – 0,13
2 H + (aq) + 2 e -  H2 (g) 0,000
Sn 4+ (aq) + 2 e -  Sn 2+ (aq) + 0,15
Cu 2+ (aq) + 1 e -  Cu + (aq) + 0,16
Cu 2+ (aq) + 2 e -  Cu (s) + 0,34
Cu + (aq) + 1 e -  Cu (s) + 0,52
I2 (s) + 2 e -  2 I – (aq) + 0,53
Fe 3+ (aq) + 1 e -  Fe 2+ + 0,77
Ag + (aq) + 1 e -  Ag (s) + 0,80
Au 3+ (aq) + 3 e -  Au (s) + 1,50