Você está na página 1de 4

Como escolher a relação certa?

E as vantagens que uma relação adequada oferece

O QUE VOCÊ PRECISA SABER:


Antes de se decidir alterar a relação da moto existem quatro
pontos a se considerar:
1) As especificações da fábrica para pinhão e coroa
2) As condições e tipo do terreno onde você anda
3) As características de potência do seu motor
4) A distância entre as rodas e comprimento da corrente.
As fábricas dedicam bastante tempo escolhendo a melhor
relação para cada tipo de moto embora cada tipo de terreno seja
diferente. A moto ao andar nas dunas de Natal exige uma
relação diferente da que se usa ao andar em pistas de São
Paulo e por sua vez exige uma outra relação ao andar nas
montanhas ao redor de Cunha.
CONHEÇA A RELAÇÃO CERTA:
A maioria das máquinas modernas de cross e enduro tem um
pinhão de 14 dentes e uma coroa de 50 dentes, resultando em
uma relação 3.57 (=50 sobre 14). Existem várias razões que
explicam esta relação: quanto maior o pinhão, menor cavalos
são perdidos na transmissão e maior a durabilidade. Para manter
a dimensão e o peso sob controle muito mais do que 14 dentes
não e recomendável e na maioria das motos não cabe uma
coroa com mais do que 15 dentes. A coroa não deve ser muito
large na traseira a ponto de arrastar nas valetas, e deve ser
suficientemente grande para caber no cubo. A relação interna,
chamada "relação primeira" (caixa de câmbio) também é
escolhida exatamente para trabalhar com a relação secundária
(pinhão / coroa).
Abaixo Enduro World mostra uma tabela para escolher uma
relação de 2.47 até 5.00. O eixo horizontal mostra a numeração
da coroa enquanto o vertical mostra a numeração do pinhão.
PINHÃO

17 2.47 2.53 2.59 2.65 2.71 2.76 2.82 2.88 2.94 3.00 3.06 3.12 3.18 3.24
16 2.63 2.69 2.75 2.81 2.88 2.94 3.00 3.06 3.13 3.19 3.25 3.31 3.38 3.44
15 2.80 2.97 2.93 3.00 3.07 3.13 3.20 3.27 3.33 3.40 3.47 3.53 3.60 3.67
14 3.00 3.07 3.14 3.21 3.29 3.36 3.43 3.50 3.57 3.64 3.71 3.79 3.86 3.93
13 3.23 3.31 3.58 3.46 3.54 3.62 3.69 3.77 3.85 3.92 4.00 4.08 4.15 4.23
12 3.50 3.58 3.67 3.75 3.83 3.92 4.00 4.08 4.17 4.25 4.33 4.42 4.50 4.58
11 3.82 3.90 4.00 4.09 4.18 4.27 4.36 4.45 4.55 4.64 4.73 4.82 4.91 5.00
42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55
COROA
COMO ESCOLHER A MELHOR RELAÇÃO?
Cruzando a linha pinhão 14 com coroa 50, resulta em uma
relação 3.57. Se você gostaria de reduzir sua moto um (muito)
pouco, a próxima opção disponível seria 12/43 com 3.58, mas o
tamanho do pinhão e coroa já ficam muito pequenos, outra
opção muito próxima da original seria 16/57 mas a corrente
estaria alongada demais (pesada), e uma coroa 57
provavelmente não trabalharia corretamenta com a guia da
corrente. Para a maioria dos pilotos com quem Enduro World
trabalha a escolha da relação é uma combinação entre
características da moto, estilo de andar e velocidade de cada
um.
Por exemplo, recentamente andamos na pista que serviu como
PEL no nosso último enduro FIM em Cunha, com uma Honda
CR250 e chegamos à conclusão que a maior parte da pista
andamos em segunda e terceira, mais a segunda era curta
demais e a terceira longa demais. Uma simples troca de uma
coroa com dois dentes menores resolveu o problema e depois de
algumas voltas reduzimos o nosso tempo da pista em mais de
três segundos.

Por quê? Porque com a relação mais longa nesta pista


conseguimos deixar a Honda trabalhar mais na faixa onde
entrega o maior "torque" e potência. Uma outra explicação de
reduzir o tempo da nossa volta é menos uso de embreagem e
menos troca de marcha, além do mais quando trocávamos para
a terceira a moto tinha a potência necessária. Em uma pista
onde as velocidades são maiores ou sob condições normais de
enduro preferimos uma relação um pouco mais longa. Percebe-
se porém que a "distância" entre as marchas também alonga
cada vez que alongamos a releção secundária.
OQUE ACONTECE QUANDO MUDAMOS A RELAÇÃO:
Nota-se que uma mudança de um dente na pinhão corresponde
à três ou quatro dentes na coroa. Para enduristas, a escolha
deveria ser feita pensando nas condições da maior parte do
percurso. Em enduros de regularidade ou outros com muitas
trilhas fechadas, escolhe-se uma relação que não necessita
muita troca de marcha e permita deixar a moto trabalhar na
terceira durante a maior parte do tempo.
Mudanças de relação também alteram a distância entre as rodas.
Um pinhão menor deixa a roda traseira mais para trás, depois
que você esticou a corrente, levantando a traseira da moto um
pouco, e colocando mais peso na roda de frente, uma mudança
deste tipo eleva a velocidade final mas pode diminuir a
estabilidade em altas velocidades.
CUIDADO!
Mudança de coroa pode ser perigoso se não é feito
corretamente. Nunca tente soltar os parafusos só com uma
chave. Use chaves, que caibam perfeitamente em ambos os
lados das porcas para evitar que escapem,porque se não…..!
Geralmente um lado das porcas são do típo "allen", antes de
soltar, limpe os buraquinhos para enfiar a chave até o fim. É
importante saber que a mudança de um dente pode te dar uma
vantagem competitiva, então nunca tente fazer mudanças
drásticas a não ser que você va participar de um rallí de uma
moto de cross.

Experimente, sente e ande na frente!