Você está na página 1de 38

PREFEITURA MUNICIPAL DE CUIABÁ

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO


EMEB ANTONIA TITA MACIEL DE CAMPOS

PROJETO: “CUIABÁ E SUA HISTÓRIA RUMO AOS 300 ANOS”.

SUB-TEMA: BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS

PERÍODO: MARÇO – JUNHO DE 2018.

PROFESSORAS: DULCILENE MARIA DE MORAES;


MARIA DA PENHA SANTOS COELHO;
TANIA APARECIDA DE OLIVEIRA FONTES;
VALDIRENE ALVES VASCONCELOS ASSONI.
DIREITOS DE APRENDIZAGEM

EIXO DA LEITURA

Ler textos não verbais, em diferentes suportes.


Compreender textos lidos por outras pessoas, de diferentes gêneros e com diferentes
propósitos.
Antecipar sentidos e ativar conhecimentos prévios relativos aos textos a serem lidos
pelo professor ou pelas crianças.
Reconhecer finalidades de textos lidos pelo professor ou pelas crianças.
Localizar informações explícitas em textos de diferentes gêneros, temáticas, lidos pelo
professor ou outro leitor experiente.
Estabelecer relações lógicas entre partes de textos de diferentes gêneros e temáticas,
lidos pelo professor ou outro leitor experiente.
Realizar inferências em textos de diferentes gêneros e temáticas, lidos pelo professor ou
outro leitor experiente.
Relacionar textos verbais e não-verbais, construindo sentidos.

PRODUÇÃO DE LEITURA E ESCRITA

Planejar a escrita de textos considerando o contexto de produção: organizar roteiros,


planos gerais para atender a diferentes finalidades, com ajuda de escriba.
Produzir textos de diferentes gêneros, atendendo a diferentes finalidades, por meio da
atividade de um escriba.
Gerar e organizar o conteúdo textual, estruturando os períodos e utilizando recursos
coesivos para articular ideias e fatos. .
Utilizar vocabulário diversificado e adequado ao gênero e às finalidades propostas.

ORALIDADE
Participar de interações orais em sala de aula, questionando, sugerindo, argumentando e
respeitando os turnos de fala.
Escutar com atenção textos de diferentes gêneros, sobretudo os mais formais, comuns
em situações públicas, analisando-os criticamente.
Planejar intervenções orais em situações públicas: exposição oral, debate, contação de
história.
Produzir textos orais de diferentes gêneros, com diferentes propósitos, sobretudo os
mais formais comuns em instâncias públicas (debate, entrevista, exposição, notícia,
propaganda, relato de experiências orais, dentre outros).
Analisar a pertinência e a consistência de textos orais, considerando as finalidades e
características dos gêneros.
Reconhecer a diversidade linguística, valorizando as diferenças culturais entre
variedades regionais, sociais, de faixa etária, de gênero dentre outras.
Relacionar fala e escrita, tendo em vista a apropriação do sistema de escrita, as variantes
linguísticas e os diferentes gêneros textuais.
Valorizar os textos de tradição oral, reconhecendo-os como manifestações culturais.

ANÁLISE LINGUÍSTICA: DISCURSIVIDADE, TEXTUALIDADE E


NORMATIVIDADE.

Analisar a adequação de um texto (lido, escrito. ou escutado) aos interlocutores e à


formalidade do contexto ao qual se destina.
Conhecer e usar diferentes suportes textuais, tendo em vista suas características:
finalidades, esfera de circulação, tema, forma de composição, estilo, etc.
Conhecer e usar palavras ou expressões que estabelecem a coesão como: progressão do
tempo, marcação do espaço e relações de causalidades.
Reconhecer diferentes variantes de registro de acordo com os gêneros e situações de
uso.

ANÁLISE LINGUÍSTICA: APROPRIAÇÃO DO SISTEMA DE ESCRITA


ALFABÉTICA
Escrever o próprio nome.
Reconhecer e nomear as letras do alfabeto.
Diferenciar letras de números e outros símbolos.
Conhecer a ordem alfabética e seus usos em diferentes gêneros.
Compreender que palavras diferentes compartilham certas letras.
Perceber que as vogais estão presentes em todas as sílabas.
Perceber que palavras diferentes variam quanto ao número, repertório e ordem de letras.
Segmentar oralmente as sílabas de palavras e comparar as palavras quanto ao tamanho.
Identificar semelhanças sonoras em sílabas e em rimas.
Reconhecer que as sílabas variam quanto às suas composições.
Ler, ajustando a pauta sonora ao escrito.
Dominar as correspondências entre letras ou grupos de letras e seu valor sonoro, de
modo a ler palavras e textos.
Dominar as correspondências entre letras ou grupos de letras e seu valor sonoro, de
modo a escrever palavras e textos.

EIXO HISTÓRIA

Identificar e utilizar os diferentes instrumentos (individuais e coletivos) destinados à


organização do tempo na nossa sociedade, no tempo presente: calendários, folhinhas,
relógios, agendas, quadros de horários (horário comum e comercial, horários escolares),
dentre outros.
Identificar, na vida cotidiana, as noções anterioridade, simultaneidade e posterioridade.
Distinguir e ordenar temporalmente os fatos históricos locais, regionais e nacionais.
Articular e estabelecer correlações entre os fatos históricos (locais regionais e
nacionais) e a vidas vividas no tempo presente.
Comparar as condições de existência (alimentação, moradia, proteção familiar, saúde,
lazer, vestuário, educação e participação política) dos membros dos grupos de convívio
dos quais participa atualmente.
Comparar as condições de existência (alimentação, moradia, proteção familiar, saúde,
lazer, vestuário, educação e participação política) dos membros dos grupos de convívio
existentes, local e regionalmente, no passado.
Identificar as vivências comuns aos membros dos grupos de convívio locais, na
atualidade e no passado.
Identificar as vivências específicas dos grupos de convívio locais e regionais, na
atualidade e no passado.

TEMPO HISTÓRICO

Situar-se com relação ao “ontem” (ao que passou), com relação ao “hoje” (ao que está
ocorrendo) e com relação ao “amanhã” (a expectativa do porvir).
Diferenciar ações ou eventos cotidianos ocorridos sequencialmente, antes e depois de
outros.
Diferenciar ações ou eventos cotidianos ocorridos ao mesmo tempo do que outros.
Utilizar diferentes instrumentos destinados à organização e contagem do tempo das
pessoas, dos grupos de convívio e das instituições, na atualidade: calendários, folhinhas,
relógios, agendas, quadros de horários (horário comercial, horários escolares, horário
hospitalar, horários religiosos, horários dos meios de comunicação, dentre outros).

EIXO MATEMÁTICA
DIREITOS GERAIS DE APRENDIZAGEM:

NÚMEROS E OPERAÇÕES
Identificar números nos diferentes contextos em que se encontram, em suas diferentes
funções: indicador da quantidade de elementos de uma coleção discreta (cardinalidade);
medida de grandezas (2 quilos, 3 dias, etc); indicador de posição (número ordinal); e
código (número de telefone, placa de carro, etc.).
Utilizar diferentes estratégias para quantificar e comunicar quantidades de elementos de
uma coleção, nas brincadeiras e em situações nas quais as crianças reconheçam sua
necessidade: contagem oral, pareamento, estimativa e correspondência de
agrupamentos; comunicar quantidades, utilizando a linguagem oral, a notação numérica
e/ou registros não convencionais.
Associar a denominação do número a sua respectiva representação simbólica.
Identificar posição de um objeto ou número numa série, explicitando a noção de
sucessor e antecessor.
Comparar ou ordenar quantidades por contagem; pela formulação de hipóteses sobre a
grandeza numérica, pela identificação da quantidade de algarismos e da posição
ocupada por eles na escrita numérica.
Contar em escalas ascendentes e descendentes de um em um, de dois em dois, de cinco
em cinco, de dez em dez, etc., a partir de qualquer número dado.
Identificar regularidades na série numérica para nomear, ler e escrever números menos
frequentes.
Reconhecer termos como dúzia e meia dúzia; dezena e meia dezena; centena e meia
centena, associando-os às suas respectivas quantidades.
Resolver e elaborar problemas aditivos envolvendo os significados de juntar e
acrescentar quantidades, separar e retirar quantidades, comparar e completar
quantidades, em situações de contexto familiar e utilizando o cálculo mental ou outras
estratégias pessoais.
Resolver e elaborar problemas de multiplicação em linguagem verbal (com o suporte de
imagens ou materiais de manipulação), envolvendo as ideias de adição de parcelas
iguais, elementos apresentados em disposição retangular, proporcionalidade e
combinatória.
Resolver e elaborar problemas de divisão em linguagem verbal (com o suporte de
imagens ou materiais de manipulação), envolvendo as ideias de repartir uma coleção em
partes iguais e a determinação de quantas vezes uma quantidade cabe em outra.

GRANDEZAS E MEDIDAS
Comparar comprimento de dois ou mais objetos por comparação direta (sem o uso de
unidades de medidas convencionais) para identificar: maior, menor, igual, mais alto,
mais baixo, mais comprido, mais curto, mais grosso, mais fino, mais largo, etc.
Comparar grandezas de mesma natureza, por meio de estratégias pessoais e uso de
instrumentos de medida conhecidos — fita métrica, balança, recipientes de um litro, etc.
Selecionar e utilizar instrumentos de medida apropriados à grandeza a ser medida (por
exemplo: tempo, comprimento, massa, capacidade), com compreensão do processo de
medição e das características do instrumento escolhido.
Identificar ordem de eventos em programações diárias, usando palavras como: antes,
depois.
Identificar unidades de tempo — dia, semana, mês, bimestre, semestre, ano — e utilizar
calendários.
Relação entre unidades de tempo — dia, semana, mês, bimestre, semestre, ano.
Leitura de horas, comparando relógios digitais e de ponteiros.
Comparar intuitivamente capacidades de recipientes de diferentes formas e tamanhos.
Identificação dos elementos necessários para comunicar o resultado de uma medição e
produção de escritas que representem essa medição.
Reconhecer cédulas e moedas que circulam no Brasil e de possíveis trocas entre cédulas
e moedas em função de seus valores em experiências com dinheiro em brincadeiras ou
em situações de interesse das crianças.

TRATAMENTO DA INFORMAÇÃO
Ler, interpretar e transpor informações em diversas situações e diferentes configurações
(do tipo: anúncios, gráficos, tabelas, propagandas), utilizando-as na compreensão de
fenômenos sociais e na comunicação, agindo de forma efetiva na realidade em que vive.

Eixo ciências
Ler e escrever textos em que o vocabulário da ciência é usado.
Perceber as relações existentes entre as informações e os experimentos adquiridos e
desenvolvidos por cientistas e o estabelecimento de conceitos e teorias.
Desenvolver raciocínio lógico e proporcional.
Aprender a seriar, organizar e classificar informações.
Elaborar perguntas e aprender como encontrar conhecimentos científicos já produzidos
sobre o tema em questão

Conteúdos:

 Alfabeto
 Gênero textual: texto informativo, poema (música) e instrucional.
 Leitura e interpretação de textos na oralidade;
 Números de 0 a 50;
 Adição e subtração;
 Formas geométricas;
 Formação de palavras e frases;
 Produção coletiva de textos;
 Brinquedos, brincadeiras e jogos;
 História da fundação de Cuiabá;
 Alimentação saudável.

Objetivos:

 Resgatar a história da fundação de Cuiabá;


 Conhecer a letra da música Pixé;
 Cantar e dançar a música;
 Compreender o significado da palavra “Pixé” e outras palavras que
aparecem na música;
 Valorizar as brincadeiras antigas;
 Sensibilizar as crianças sobre os perigos se soltar pipas em lugares
inadequados;
 Prestigiar a culinária cuiabana;
 Desenvolver o processo de leitura e da escrita através da construção de
novas hipóteses da aprendizagem;
 Realizar atividades que favoreçam a classificação, ordenação, agrupamento
e quantificação de elementos pertinentes ao cotidiano do aluno;
 Aprimorar o raciocínio lógico matemático através da investigação de
problemas e confecção de gráfico;
 Conhecer a individualidade, a fim de promover uma relação de respeito
coletivo.
Sequência didática
Rotina de sala de aula: (oração, regras de convivência, crachás, leitura deleite,

explorando os cartazes, calendário, quantos somos, vogais, alfabeto e números).

Será apresentada para os alunos a música Pixé, de


(Moisés Martins e Pescuma)
Conversa informal sobre aniversário de Cuiabá
Todas as pessoas fazem aniversário. As cidades também, mas as cidades
nascem de forma diferente. As crianças e os animais nascem das mães. As
cidades nascem quando as pessoas começam a construir casas umas perto
das outras. Com várias casas construídas é necessário comércio, e aí o
lugarejo vai crescendo, crescendo e vira uma cidade. A nossa cidade que se
chama Cuiabá e faz aniversário no dia 8 de abril, ela é a capital de mato-
grosso. (Contar como foi fundada Cuiabá).
É necessário cultivar na memória das pessoas as lembranças dos anos
passados. Falar um pouco a biografia dos compositores), que retrata a
saudade do passado. Colocar a música para que eles ouçam, em roda de
conversa levantar quentões como:

Alguém já ouviu a música?


A música fala sobre o que?
Conhecem algum brinquedo citado na música?
Alguém já viu uma pandorga? (Ver se os alunos sabem que pandorga
e pipa são as mesmas coisas)
Será que os brinquedos de hoje, são mais interessantes que os
brinquedos de antes?
Pedir aos alunos que citem alguns brinquedos e brincadeiras de hoje,
depois falar sobre os brinquedos de antigamente.

 Pandorga
 Barra manteiga
 Rouba bandeira
 Pé de lata
 Telefone sem fio
 Taco
 Trique-trique

Perguntar se eles conhecem pelo menos uma das brincadeiras que foram citadas. Alguém já
comeu Pixé? (Falar um pouco sobre a culinária cuiabana) outras questões poderão surgir no
decorrer do trabalho. O cartaz da música ficará exposto na parede, todos os dias a música será
cantada e dela retirada as palavras para que as crianças acompanhem passo a passo.

Trabalhar com o alfabeto móvel, montando as palavras da música;

Listar alguns pratos da culinária cuiabana

Vocês sabem o que é um país? Uma cidade? Um estado?

Mostrar o slide sobre os brinquedos de antigamente;

Realizar uma pesquisa em sala das preferências de brincadeiras e após montar um gráfico
juntamente com os alunos.

Realizar atividades de adição e subtração utilizando material concreto como: Palitos etc. E nos
momentos dos brinquedos e das brincadeiras que surgirão no decorrer das atividades realizadas
em sala de aula e com os professores das disciplinas de artes e Educação Física, como por
exemplo: Quantos participantes poderão entrar nessa brincadeira? etc.

Pedir aos alunos que pesquisem com seus pais quais foram as brincadeiras e os brinquedos de
sua época e montar um gráfico com o resultado da pesquisa.

Algumas atividades xerocadas serão trabalhadas para ampliar o estudo e as demais utilizaremos
o livro didático. Ao final, os alunos junto com os professores confeccionarão alguns brinquedos
para apresentar na culminância do projeto.

Iremos trabalhar também a Páscoa juntamente com o projeto de Cuiabá nossa terra nossa
Gente.

Trabalhando o verdadeiro significado da Páscoa (a ressurreição de Jesus).

Avaliação

A avaliação será contínua através de observação durante as atividades, expressão


oral, dinâmicas, e participação do discente.

Referências bibliográficas

Pacto nacional pela alfabetização na idade certa; Direitos de aprendizagem.


E.M.E.B. ANTONIA TITA MACIEL DE CAMPOS.
CUIABÁ, _________DE______________________________DE 2018.
ALUNO (A):_________________________________________________
PROFESSORA: _____________________________________________
HOJE É ____________________________________________________
3º ANO_________

LEIA, CANTE E PINTE OS ESPAÇOS ENTRE AS PALAVRAS:

PIXÉ
MILHO TORRADINHO, SOCADO
CANELA AÇUCARADA
A BRANCA PURA, DAQUELA GURIZADA
NO TEMPO DO CAMPO DO OURIQUE
QUANDO A PANDORGA, O FINCA-FINCA
O BUSCAPÉ E O TRIQUE-TRIQUE
PINTAVAM O CÉU COM PINGOS DE LUZ
É TEMPO BOM QUE NÃO VOLTA MAIS
SÓ NA LEMBRANÇA DE QUEM FOI MENINO, HOJE É RAPAZ
MILHO TORRADO, BEM SOCADINHO
AI QUE SAUDADE DO MEU TEMPO DE MENINO.
UM DIA AINDA VEREI EU TENHO FÉ MEU NETO, MEU NETO
COM A BOCA TODA SUJA DE PIXÉ.

(MOISÉS MARTINS E PESCUMA)

1) RETIRE DA MÚSICA PALAVRAS COM:

4 LETRAS

5 LETRAS

6 LETRAS
2) PINTE, ABAIXO DE CADA FIGURA O NOME
CORRESPONDENTE:

PIXÉ
PIÃO
PICOLÉ

TAMBOR
TRIQUE-TRIQUE
TACO

FAÇA UMA FRASE COM CADA PALAVRA


ENCONTRADA NA ATIVIDADE ANTERIOR:
______________________________________________
______________________________________________
______________________________________________
______________________________________________
______________________________________________
E.M.E.B. ANTONIA TITA MACIEL DE CAMPOS.
CUIABÁ, _________DE______________________________DE 2018.
ALUNO (A):_________________________________________________
PROFESSORA: _____________________________________________
HOJE É ____________________________________________________
3º ANO_________

1) QUANTAS LETRAS E SÍLABAS TÊM AS PALAVRAS ABAIXO?

PALAVRA LETRA LETRA


INICIAL FINAL

PIXÉ
CANELA
MILHO
TORRADINHO
RAPAZ
GURIZADA
PANDORGA
MENINO
BUSCAPÉ

1) COMPLETE AS LETRAS FALTOSAS:

C A N E L A

N E L

1) LEIA O TRECHO DA MÚSICA:


É TEMPO BOM QUE NÃO VOLTA MAIS
SÓ NA LEMBRANÇA DE QUEM FOI MENINO, HOJE É
RAPAZ.

2) RETIRE DO TEXTO ACIMA A PALAVRA COM MAIOR NÚMERO


DE LETRAS:

3) PROCURE NO CAÇA-PALAVRAS, AS PALAVRAS EM DESTAQUE:

PIXÉ -PANDORGA -MENINO - MILHO-CANELA

P I X É D T E U
K C X V N G L V

P A N D O R G A
Q E F G H K V N
R P M E N I N O
C B N A V N B J

R G H K E I U T
M I L H O H J K
S F G H J Y U I

C V C A N E L A
E.M.E.B. ANTONIA TITA MACIEL DE CAMPOS.
CUIABÁ, _________DE______________________________DE 2018.
ALUNO (A):_________________________________________________
PROFESSORA: _____________________________________________
HOJE É ____________________________________________________
3º ANO_________

1) ESCREVA O NOME DOS BRINQUEDOS:


________________________

________________________

________________________

________________________

E.M.E.B. ANTONIA TITA MACIEL DE CAMPOS.


CUIABÁ, _________DE______________________________DE 2018.
ALUNO (A):_________________________________________________
PROFESSORA: _____________________________________________
HOJE É ____________________________________________________

3º ANO_______

2)ESCREVA O NOME DOS DESENHOS:


E.M.E.B. ANTONIA TITA MACIEL DE CAMPOS.
CUIABÁ, _________DE______________________________DE 2018.
ALUNO (A):_________________________________________________
PROFESSORA: _____________________________________________
HOJE É ____________________________________________________

3º ANO_________
FAÇA O QUE SE PEDE:
PINTE 3 PETECAS:

SOBROU_________

RISQUE 6 PIÕES:

SOBROU________

CIRCULE 6 TRIQUE-TRIQUE:

SOBROU_________
E.M.E.B. ANTONIA TITA MACIEL DE CAMPOS.
CUIABÁ, _________DE______________________________DE 2018.
ALUNO (A):_________________________________________________
PROFESSORA: _____________________________________________
HOJE É ____________________________________________________

3º ANO_________
1. PINTE DA MESMA COR OS QUADROS
CORRESPONDENTES AO DOBRO DE 3 ( TRÊS).

2. CONTINUE A SEQUÊNCIA NUMÉRICA (SEMPRE DE 1 A 9)


E.M.E.B. ANTONIA TITA MACIEL DE CAMPOS.
CUIABÁ, _________DE______________________________DE 2018.
ALUNO (A):_________________________________________________
PROFESSORA: _____________________________________________
HOJE É ____________________________________________________
3º ANO_________
1) VEJA SEQUENCIA NUMÉRICA:

0 1 2 3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26 27 28 29
30 31 32 33 34 35 36 37 38 39
40 41 42 43 44 45 46 47 48 49

2)COMPLETE A SEQUENCIA NUMÉRICA.

0 1 3 4 6 7 8
10 11 13 14 15 17 19
21 22 24 25 26 28 29
30 32 33 35 37 38
41 43 44 46 47 49
Complete as dezenas. Vamos colorir de azul os números pares e de
vermelho os números impares.

0 1 2 3 4 5 6 7 8 9

11 12 13 14 15 16 17 18 19

21 22 23 24 25 26 27 28 29
31 32 33 34 35 36 37 38 39

41 42 43 44 45 46 47 48 49

Complete as dezenas. Vamos colorir de azul os números pares e de vermelho os números impares.

0 1 2 3 4 5 6 7 8 9
11 12 13 14 15 16 17 18 19
21 22 23 24 25 26 27 28 29
31 32 33 34 35 36 37 38 39
41 42 43 44 45 46 47 48 49
PIXÉ
CANTOR:
HENRIQUE,
CLAUDINHO &
PESCUMA
MILHO
TORRADINHO
SOCADO CANELA
AÇUCARADA

A BRANCA PURA

DAQUELA
GURIZADA.
NO TEMPO DO

CAMPO
D’OURIQUE.
QUANDO A
PANDORGA,
O BUSCAPÉ O
TRIQUE- TRIQUE
PINTAVAM O
CÉU COM
PINGOS DE LUZ.
É TEMPO BOM QUE
NÃO VOLTA MAIS,
SÓ NA
LEMBRANÇA
DE QUEM FOI
MENINO, HOJE É
RAPAZ
MILHO TORRADO,
BEM SOCADINHO.
AI QUE SAUDADE

DO MEU TEMPO DE
MENINO
UM DIA
AINDA VEREI.
EU TENHO FÉ.
MEU NETO,
MEU NETO,
COM A BOCA TODA
SUJA DE PIXÉ.
COMPOSITOR:
MOISÉS MARTINS
FICHAS PARA CARTAZES EM SALA
CANELA

TRIQUE-TRIQUE

PANDORGA
PIÃO
PETECA
BOLA
FINCA-FINCA
BUSCAPÉ
BRINQUEDOS
ARTESANAIS
CUIABANOS

Você também pode gostar