Você está na página 1de 6

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA

MÁQUINAS ELÉTRICAS I
PROF. FELIPE B. GRIGOLETTO

Lista de exercícios sobre máquinas CC

Questões

1-Explique o princípio da ação motora e geradora em máquinas CC elementares.

2-Defina os principais problemas de comutação em máquinas elétricas e métodos construtivos


para compensá-los.

3-Descreva as principais partes construtivas da máquina de corrente contínua.

4-Compare as características de tensão terminal em função da corrente de carga para


geradores CC shunt, série e compostos.

5-Cite as razões pelas quais um gerador shunt não se auto-excite.

6-Explique e esboce a influência da resistência de campo crítica Rc no processo de


autoexcitação de um gerador shunt CC.

7-Compare as características de torque e velocidade em função da carga, para os motores


shunt, série e compostos.

Problemas

1-Um gerador shunt CC, 55kW, 250V tem uma resistência no circuito de campo de 62,5 Ω, uma
queda de tensão nas escovas de 3V, e uma resistência da armadura de 0,025 Ω. Quando ele
fornece a corrente nominal, com velocidade e tensão nominais, calcule:

a) As correntes de carga, campo e armadura.

b) A tensão gerada na armadura.

2- Supondo excitação de campo constante, calcule a tensão a vazio de um gerador com


excitação independente, cuja tensão da armadura é 150V numa velocidade de 1800rpm,
quando:

a) A velocidade é aumentada para 2000rpm.

b) A velocidade é reduzida para 1600rpm.

3- Um gerador com excitação independente tem uma característica de tensão sem carga de
125V, com uma corrente de campo de 2,1 A quando gira a velocidade de 1600rpm. Supondo
que está operando na região linear de sua curva de saturação, calcule:

a) A tensão gerada quando a corrente de campo é aumentada para 2,6 A.

b) A tensão gerada quando a velocidade é reduzida para 1450rpm e a corrente de campo é


aumentada para 2,8 A.

4- Supondo que um aumento de 100% na corrente de campo produz um aumento de 70% no


fluxo, repita o exercício anterior.
UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA
MÁQUINAS ELÉTRICAS I
PROF. FELIPE B. GRIGOLETTO

5- Um gerador Shunt, 30kW, 250V, produz uma tensão na armadura de 265 V a fim de
desenvolver a saída nominal quando a excitação de campo é 1,5 A. Calcule:

a) A resistência do circuito de campo para produzir a tensão terminal nominal.

b) A resistência do circuito da armadura.

6- A curva de magnetização de velocidade constante de uma máquina CC de 25kW e 250 V,


para uma velocidade de 1200rpm, está mostrada na figura 1. Essa máquina tem
excitação independente e uma resistência de armadura de 0,14Ω. Ela deve operar como um
gerador CC, sendo acionada por um motor síncrono de velocidade constante.

a) Qual a corrente de armadura nominal dessa máquina?

b) Com a velocidade do gerador mantida constante com 1200rpm e se a corrente de armadura


for limitada a seu valor nominal, calcule a saída de potência máxima do gerador e a
correspondente tensão de armadura para correntes de campo constantes de 1,0A, 2,0A, e
2,5A.

7- Assuma o motor ligado em derivação cuja curva de magnetização é mostrada na figura


abaixo com os seguintes dados:

Pn = 30 HP ILn= 110 A

VT = 240V NF=2700 espiras por polo

nn= 1200 rpm NSE= 14 espiras por polo

RA=0,19 Ω RF= 75 Ω

RS=0,02 Ω Raj= 100 a 400 Ω

Perdas rotacionais = 3550 W a plena carga


UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA
MÁQUINAS ELÉTRICAS I
PROF. FELIPE B. GRIGOLETTO

a) Se o resistor Raj for ajustado para 175 Ω, qual será a velocidade de rotação do motor a
vazio?

b) Assumindo que não há reação de armadura, qual é a velocidade de rotação do motor a


plena carga? Qual é a regulação de velocidade do motor?

c) Se o motor estiver operando a plena carga e se sua resistência variável Raj for aumentada
para 250 Ω, qual será a nova velocidade do motor? Compare a velocidade de plena carga do
motor para Raj=175 Ω, com a velocidade de plena carga para Raj=250 Ω. (Assuma que não há
reação de armadura.)

d) Assuma que o motor está funcionando a plena carga e que o resistor variável Raj é
novamente 175 Ω. Se a reação de armadura for 1000 A.e a plena carga, qual será a velocidade
do motor? Como esse resultado compara-se com o da letra (b).

e) Se o resistor Raj puder ser ajustado de 100 a 400 Ω, quais são as velocidades a vazio máxima
e mínima obtidas com esse motor?

f) Qual será a corrente de partida dessa máquina se sua partida for feita ligando-a diretamente
à fonte de potência VT? Como essa corrente de partida compara-se com a corrente de plena
carga do motor?

8- O motor CC do exercício anterior é reconectado com excitação independente. O


enrolamento série não é utilizado. A tensão de campo é fixada em 240V e a tensão aplicada
aos terminais da armadura (Vt) pode variar de 120 a 240V.
UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA
MÁQUINAS ELÉTRICAS I
PROF. FELIPE B. GRIGOLETTO

a) Qual a velocidade do motor para as seguintes tensões aplicadas à armadura: (a) 120 V, (b)
180 V, (c) 240 V? (d) Qual a mínima e a máxima velocidade a vazio, considerando a faixa de
variação de Vt e do reostato de ajuste do campo?

9- O motor CC dos exercícios anteriores é reconectado na configuração composto cumulativo.


Se o reostato do campo shunt for ajustado para 175 Ω,

a) Qual a velocidade do motor a vazio do motor?

b) Qual a velocidade de plena carga do motor?

c) Qual é sua regulação de velocidade?

10- O motor CC dos exercícios anteriores é reconectado na configuração composto diferencial.

a) Se o reostato do campo shunt for ajustado para 175 Ω, qual a velocidade do motor?

b) Qual é velocidade do motor quando a corrente de armadura atinge 20A? 40A? 60A?

c) Calcule e esboce a característica conjugado-velocidade desse motor.

11) Um motor CC série, de 20 HP, 240 V, tem resistência interna (Ra + Rs) igual a 0,25 Ω. À
plena carga, ele drena uma corrente de 80 A e gira a 750 rpm.

a) Qual o rendimento do motor na condição de plena carga?

b) Assumindo que o fluxo com uma corrente de 30 A é 52% do fluxo à plena carga, qual a
velocidade do motor com uma corrente de 30 A?

12) Um motor CC série, de 20 HP, 240 V, 76 A, 900 rpm tem um enrolamento de campo com
33 espiras por polo. Possui resistência de armadura Ra= 0,09 Ω e resistência de campo série
Rs= 0,06 Ω. A curva de magnetização expressa em termos da força magnetomotriz pela tensão
induzida na armadura é dada pela tabela seguinte:

EA(V) 95 150 188 212 229 243

Fmm (A.e) 500 1000 1500 2000 2500 3000

Calcule o conjugado do motor, velocidade e potência de saída do motor para (a) 33%, (b) 67%,
(c) 100%, (d) 133% da corrente de armadura de plena carga (Despreze as perdas rotacionais).

13) Um motor CC de 125V tem uma queda de 2V nas escovas, uma resistência na armadura de
0,1 Ω e uma fcem de 118V quando é aplicada carga nominal ao eixo da armadura do motor.
Calcule:

a) A corrente de carga nominal solicitada pela armadura.

b) A queda total de tensão no circuito da armadura.


UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA
MÁQUINAS ELÉTRICAS I
PROF. FELIPE B. GRIGOLETTO

14) Um motor de 10 HP possui uma resistência na armadura de 0,05 Ω, uma queda nas
escovas de 4,1V e desenvolve uma potência mecânica de 12 HP com uma corrente de 80 A a
120 V. Calcule:

a) A fcem a partir da potência mecânica desenvolvida na armadura.

b) A fcem a partir das quedas de tensão no circuito da armadura.

15) Um motor-shunt de 220V tem uma velocidade de 1200 rpm, uma resistência de armadura
de 0,2 Ω e uma queda nas escovas de 4V. O motor absorve uma corrente de armadura de 20A
quando ligado a uma fonte de tensão nominal para uma dada carga. À medida que a carga
mecânica é aumentada, o fluxo polar aumenta de 15%, aumentando a corrente da armadura
para 45A. Calcule:

a) A fcem para uma carga de 20A.

b) A fcem para uma carga de 45A.

c) Velocidade para uma carga de 45A.

d) Os HP internos desenvolvidos pela armadura para cargas de 20 e 45A.

16) Um motor série de 10 HP, 240V, tem uma corrente de linha de 38A e uma velocidade
nominal de 600 rpm. A resistência do circuito da armadura e do campo série são,
respectivamente, 0,4 e 0,2 ohms. A queda de tensão nas escovas é 5V. Calcule:

a) Velocidade quando a corrente de carga cai para 20A.

b) A velocidade quando a corrente de linha é 1A.

c) Quando a corrente de linha é 60A, e o fluxo do campo série é 125% do fluxo a plena carga.

17) Um motor série CC 25 HP, 600 rpm, 240V, possui uma corrente de linha nominal de 89A,
resistência de armadura de 0,08 ohms, resistência de campo série de 0,02 ohms e queda de
tensão nas escovas de 4V. Deseja-se que o torque de partida do motor seja 225% do torque
nominal. Calcule:

a) A resistência do primeiro tape do resistor de partida.

b) A velocidade nominal do motor, se a resistência de partida (calculada acima) é inserida em


série com a armadura quando o motor está girando.

18) Um motor composto de 10 HP, 230V, 1250 rpm tem uma resistência de armadura de 0,5
ohms e uma queda de tensão nos contatos de escovas de 5V. A resistência do campo série é
UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA
MÁQUINAS ELÉTRICAS I
PROF. FELIPE B. GRIGOLETTO

0,15 ohms e a resistência do campo shunt é 230 ohms.


Quando ligado como motor shunt (campo série desligado), a corrente de linha na situação
nominal é 55A e a corrente de linha a vazio é 4A. A velocidade sem carga é de 1810 rpm.
Calcule:

a) A velocidade para carga nominal.

b) Potência interna em W e HP.

19) O motor do exercício anterior é religado como motor composto cumulativo. Para
carga nominal (55A), o enrolamento composto aumenta o fluxo polar em 25%. Calcule:

a) A velocidade sem carga (corrente de linha de 4 A).

b) A velocidade a plena carga (corrente de linha de 55 A).

c) A potência interna em HP do motor composto, baseado no acréscimo de fluxo citado


acima.

20) A resistência da armadura de um motor série de 25 HP, 250V é 0,1 ohms, a queda
de tensão nas escovas é 3V e a resistência do campo série 0,05 ohms. Quando o motor
série absorve 85 A, a velocidade é 600 rpm. Calcule:

a) A velocidade quando a corrente é 100 A.

b) A velocidade quando a corrente é 40 A.

21) Um motor CC em derivação 300HP, 440V, 560 A e 863 rpm foi submetido a ensaios e foram
obtidos os seguintes dados:

Ensaio de rotor bloqueado:

VA= 14,9 V excluindo as escovas VF=440V

IA=500A IF=7,52A

Ensaio a vazio

VA= 440 V incluindo as escovas IF=7,50V

IA=23,1A nm=863rpm

Qual é a eficiência desse motor nas condições nominais? Assuma que a queda de tensão nas
escovas é 2V e as perdas no núcleo devem ser determinadas para uma tensão de armadura
igual a tensão a plena carga. Além disso, as perdas suplementares são 1% da plena carga.

Você também pode gostar