Você está na página 1de 59

Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.

com - Transaction: HP21915858


Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

Texto e Brincadeiras
Eudes Jr. Stockler

Imagens
Freepik

2ª Edição
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

DICAS PARA APROVEITAR


MELHOR SEU EBOOK
Leia com atenção cada uma das dicas.

O conteúdo desse e-book é interativo. Ou seja, tem


várias partes clicáveis. Mas para que funcione de
maneira correta é preciso abri-lo em com um leitor de

smartphone pode não reconhecer.

Para testar se está funcionando clique no ícone da


lâmpada acima. Se ao clicar você não for direcionado
ao sumário é porque você precisa baixar um

Nós recomendamos um bastante simples e leve, que


não ocupará espaço no seu smartphone. Chama-se
Leitor de PDF e visualizador

Basta você entrar na sua loja de aplicativos do celular


e digitar o termo acima. Ou clicar neste link. Instale e
abra este arquivo com este aplicativo. Dessa forma
todos os links funcionarão corretamente.

Espero que este e-book te ajude imensamente com os


ensaios do seu coral infantil.
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

SUMÁRIO
Caso não funcione
clique aqui e baixe um
leitor de PDF e reabra o
ebook usando este app.
Clique em qualquer uma das
letras para ir diretamente
para a brincadeira
correspondente.

F E D C B

G H I J K

P O N M L

Q R S T U

Z Y X W V
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

ÁREA CLICÁVEL
Clique no ícone da brincadeira e assista a um vídeo explicativo.
Se não houver nenhum vídeo você será direcionado para a
página de inscrição do nosso canal no Youtube.

MODO DE BRINCAR
Aqui estarão todas as informações para você
conseguir brincar com suas crianças.

É um guia passo-a-passo.

Se alguma coisa ficar difícil de compreender não


se desespere. Mande um email para
contato@coralnaescola.com.br. Farei o possível
para te ajudar pessoalmente.

Ah, e se você encontrar algum erro de ortografia


ou gramática, também fique à vontade em nos
avisar pelo email acima.

Vamos fazendo um material cada vez melhor para


você.

Ah, nem todas as brincadeiras tem um vídeo


explicativo. Por isso, nem todos os ícones
retornarão em um vídeo. Os que não tem vídeos
serão redirecionados ao nosso canal no YouTube.
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

ABELHINHA
MATERIAL NECESSÁRIO: Nenhum
OBJETIVO: Reduzir o escape de ar
durante o canto

MODO DE BRINCAR
Pinçar o dedo indicador com o polegar e com eles
fingindo ser uma abelhinha.

O barulho da abelhinha é o zzz .

As crianças devem imitar o gesto do professor.


Se a abelhinha estiver voando acima da cabeça, o
som da abelhinha deve ser agudo.
Se a abelhinha estiver abaixo, o som deve ser grave.
Se estiver perto do rosto, o som deve ser mais forte.
Se estiver longe do rosto, o som deve ser mais fraco.

Pedir para que outras crianças sejam os .


Todas as crianças devem imitar o gesto do .

Cuidar para que as regras sejam cumpridas.

Dar preferência para movimentos mais lentos para dar


tempo de serem copiados e sonorizados.

Para terminar a brincadeira você pode dizer para as


crianças afastarem a abelhinha assoprando ela para longe,
pra ela não picar. O barulho do sopro é fff... fff... fff... e
assim vai afastando os dedos de perto do rosto e vendo a
abelhinha ir embora.
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

BOQUINHA
MATERIAL NECESSÁRIO: Mandíbula
de brinquedo
OBJETIVO: Melhorar a dicção

MODO DE BRINCAR

Apresente a mandíbula para as crianças.

Faça uma voz engraçada que você sempre consiga imitar.


É a voz do personagem.

Peça para elas darem um nome para a mandíbula.


(Não pule essa etapa. Este é o momento que as crianças
criam um vínculo com o personagem, pois eles mesmo
escolheram o nome)

Em um dos meus corais elas deram o nome para a


mandíbula de . Boquildo . Achei o máximo.

Articular um trecho da música que se quer ensinar com a


voz o . Boquildo (que aqui já é um personagem) e com a
mandíbula mexendo no mesmo tempo que se fala.

Lembre de ensinar o texto já no ritmo da música. Mas sem


melodia. Somente falado
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

BOQUINHA
MATERIAL NECESSÁRIO: Mandíbula
de brinquedo
OBJETIVO: Melhorar a dicção

MODO DE BRINCAR²
Pedir para que as crianças falem o texto junto com a
mandíbula. Você articula o texto com ela e eles falam como
se fossem a voz dela.

Muito importante que sejam pequenos trechos, fáceis de


memorizar. Quando mais complexo o texto, menor o
trecho.

Boquildo
sem nenhum som. Somente articulando as palavras junto
Boquildo

Boquildo
Boquildo
falar. Articular o texto, mas não falar nada, permitir que

Boquildo

Boquildo
crianças cantam a melodia do trecho ensinado.
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

CARETA
MATERIAL NECESSÁRIO: Nenhum
OBJETIVO: Ativar a musculatura facial

MODO DE BRINCAR
Brincar de fazer duas ou três caretas para introduzir a
brincadeira.

Direcione a careta. Peça para as crianças moverem todos os


músculos da face na direção que você falar.
Por ex. todos os músculos da cara de você tem que estar
voltados para o olho direito.

Dessa forma elas vão criando consciência de como os


músculos funcionam e vão exercitar a musculatura facial.

Comece de pontos mais e fáceis como:

Depois para pontos mais como:

de

Se possível peça para alguém estar tirando fotos, e depois


mostre para eles.
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

DITADO
MATERIAL NECESSÁRIO: Conhecer
bem a letra e o ritmo da música
OBJETIVO: Memorizar a letra

MODO DE BRINCAR
Propor um jogo de respostas. Onde o professor fala e as
crianças respondem.

Para tornar o jogo atrativo deve-se ter graus de dificuldade


e uma pitada de comicidade.

Separar o trecho a ser memorizado em 4 partes. Ex:


Marcha soldado
Cabeça de Papel
Quem não marchar direito
Vai preso no quartel

Falar a primeira parte com voz normal e pedir para as


crianças repetirem.

Falar a segunda com voz aguda e eles repetem

Falar a terceira com voz de monstro.

A quarta com voz de soldado.

Você inventa as vozes de acordo com a frase da música ou


simplesmente para alternar e dar dinamismo a brincadeira.
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

DITADO
MATERIAL NECESSÁRIO: Conhecer
bem a letra e o ritmo da música
OBJETIVO: Memorizar a letra

MODO DE BRINCAR²
Depois que as crianças conseguirem repetir bem, aumente
a dificuldade. Dizer que agora elas passaram agora para a
2 . Portanto, mais difícil.

Fale as partes/frases 1 e 2. Podendo ser com voz igual ou


diferente, dependendo do grau de atenção que eles estão e
do tamanho do texto.
Quanto maior a parte/frase, menos dificuldade você
coloca, quanto menor a parte/frase, mais dificuldade
de interpretação você coloca para prender a atenção.

Depois você fala as partes/frases 3 e 4 em sequência e eles


repetem as duas.

Quando eles tiverem repetindo bem avançar para a 3.

A 3 são as 4 (quatro mesmo) frases em sequência.

Muito importante que você não leia. Para pedir para eles
memorizarem, primeiro você precisa ter memorizado bem
a letra e o ritmo. Não demonstre dúvida na frente deles.
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

DITADO
MATERIAL NECESSÁRIO: Conhecer
bem a letra e o ritmo da música
OBJETIVO: Memorizar a letra

MODO DE BRINCAR³

Se a música tiver mais de uma estrofe, você repetirá todas


as fases com a outra estrofe. Isso pode ser feito no decorrer
dos ensaios, e não apenas em um, dependendo do teu
cronograma.

devem, depois de completarem as fases 1 a 3 de cada


estrofe, fazer também as duas estrofes juntas, ou seja, 8
versos/partes.

crianças já estão dominando bem as fases anteriores.

Pronto, agora é hora de cantar o que se memorizou!

Trabalhe nesse exercício a articulação e o ritmo da música


juntos para facilitar o processo melódico que deverá vir em
seguida.
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

ESPELHO
MATERIAL NECESSÁRIO: Nenhum
OBJETIVO: Concentrar para alguma
atividade. Pode ser usado como
alongamento também

MODO DE BRINCAR
Dizer para as crianças que seu espelho quebrou e elas
agora serão o seu espelho.

Lembrar e corrigir as crianças para que elas sempre façam o


movimento espelhado. Ou seja, você está de frente para
elas e levanta a mão direita, logo, elas devem levantar a
mão esquerda delas, do mesmo lado que a sua, pois elas
são o seu espelho e espelho não tem cérebro para saber

Começar a fazer gestos simples como


Levantar o braço direito com a palma da mão virada
pra frente
Levantar o braço esquerdo da mesma forma
Virar a palma das mãos para dentro
Levantar as mãos até a altura da cabeça
Descer somente o antebraço direito
Descer também o antebraço esquerdo
Etc...

Quando todos estiverem conseguindo fazer esses


movimentos simples partir para movimentos mais
complexos, que exijam mais atenção.
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

ESPELHO
MATERIAL NECESSÁRIO: Nenhum
OBJETIVO: Concentrar para alguma
atividade. Pode ser usado como
alongamento também

MODO DE BRINCAR ²
Exemplos de gestos mais complexos:
Quebrar a mão (munheca)
Levar dedos
Fazer movimentos cruzados
Fazer movimentos opostos
Usar também o rosto e fazer estados de humor (riso,
triste, assustado) sempre em conexão com os
braços/mãos

Esses exercícios podem ser cada vez mais desafiadores a


medida que você for experimentando nos ensaios. Faça só
movimentos simples no primeiro ensaio. No segundo
acrescente outros movimentos um pouco mais complexos.
No próximo aumente a dificuldade, e assim por diante.

Para aumentar ainda mais a complexidade faça os


movimentos de maneira mais rápida. Sempre aumente a
dificuldade aos poucos, quanto mais atentos, e juntos eles
estiverem fazendo os movimentos, mais dificuldade você
pode acrescentar e mais rápido você pode fazer.

O segredo para aumentar de nível é perceber quando todos


já estão conseguindo fazer tudo o que é proposto.
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

FURACÃO
MATERIAL NECESSÁRIO: Pedaço
pequeno de papel
OBJETIVO: Melhorar o controle
respiratório

MODO DE BRINCAR
A criança segura um pedacinho de papel na frente da boca

Ela deve conseguir enxergar o regente

O regente vai comandar um furação com seus dedos

Cada número que o regente indicar com os dedos irá


significar uma intensidade do furacão
1 Brisa Leve
2 Vento
3 Vento de Tempestade
4 Tormenta
5 Furacão

A medida que o regente muda o número do dedo, a criança


deve responder com a intensidade do sopro
correspondente.

Fazer uma vez somente para testar as intensidades. O


regente observa os papéis e pode equilibrar se alguém
estiver muito fora do padrão.

Depois que as crianças entenderam a brincadeira fazer isso


no tempo.
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

FURACÃO
MATERIAL NECESSÁRIO: Pedaço
pequeno de papel
OBJETIVO: Melhorar o controle
respiratório

MODO DE BRINCAR²

As crianças tem que assoprar por exatos 4 tempos.

E a cada quatro tempos o regente muda de intensidade.

As crianças precisam ser estimuladas a soltarem o ar em


apenas uma respiração a cada intensidade.
Por exemplo, no caso da intensidade 5 (furacão) elas vão
tender a esgotar o ar antes dos 4 tempos, e por isso é
preciso corrigir. O sopro deve ser mais forte, mas a
criança também precisa conseguir chegar até o final dos
quatro tempos na mesma intensidade. Brinque com elas
que não pode começar furacão e terminar brisa.

Observe se nenhuma criança ficará com tontura. Pergunte


após alguns exercícios.

Como estamos trabalhando oxigenação, quando


oxigenamos demais podemos ter tontura. Nesse caso, peça
para a criança sentar e descansar um pouco para depois
retomar a atividade.
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

GELANDO O
CAMINHO
MATERIAL NECESSÁRIO: Nenhum
OBJETIVO: Melhorar o controle
respiratório

MODO DE BRINCAR
Pedir para as crianças colocarem o braço na frente da boca
a uma distância de mais ou menos um palmo.

Imaginar que o antebraço é um deserto muito quente.

A missão das crianças é fazer um caminho de gelo nesse


deserto para que as crianças possam se refrescar e patinar.

O ar não pode ser expelido rápido, pois senão acaba o

Portanto, o ar deve ser o suficiente para ir e voltar no


antebraço para formar a crosta de gelo para patinar em
cima e não rachar para ninguém acabar morrendo afogado.

Com o ambiente criado brincar com as crianças de


assoprar o ar gelado do punho até perto do cotovelo e
voltando até o punho.

A ideia é que eles não mexam o braço ou o corpo para fazer


a brincadeira. Somente o pescoço gira.
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

GELANDO O
CAMINHO
MATERIAL NECESSÁRIO: Nenhum
OBJETIVO: Melhorar o controle
respiratório

MODO DE BRINCAR²
As crianças devem sentir o caminho que estão fazendo no
seu braço. Isso faz com que o ar seja direcionado e eles
tenham consciência da direção.

Propor fazer isso no tempo.


3 tempos para ir e 3 para voltar
4 tempo para ir e 4 para voltar
6 para ir e 6 para voltar
8 para ir e 8 para voltar

A medida que o tempo vai aumentando, o controle de


respiração precisa ser maior e a quantidade de ar saindo,
menor. Pode-se aproximar o braço da boca para conseguir
expelir menos ar e mesmo assim sentir.

Importante que as crianças estejam sentindo o jato de ar


saindo da sua boca e encostando na sua pele.

Lembra-
abrindo os músculos de baixo, para terem maior expansão

Incentiva-los a fazerem sempre a ida e a volta em apenas


uma respiração. Isso ajuda-os a terem controle da pressão
de ar.
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

HÉLIO
MATERIAL NECESSÁRIO: Nenhum

OBJETIVO: Usar a voz de cabeça

MODO DE BRINCAR
Perguntar para as crianças quem já viu uma bexiga cheia
com gás hélio

Explicar que ela sempre fica pra cima, porque o gás hélio
é muito mais leve do que o ar atmosférico

E explicar que o gás hélio também é mais rápido que o ar


normal

Perguntar para elas quem já viu a experiência de alguém


que engoliu o ar de uma bexiga de gás hélio e depois
falou. Como é que fica a voz?

Se alguém viu, vai responder que a voz fica fininha/aguda.

Então brincar com as crianças de gás hélio.

Pedir para as crianças repetirem tudo o que você falar, do


jeito que você falar.

Então você começa a dar as instruções para elas, e elas


repetem:
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

HÉLIO
MATERIAL NECESSÁRIO: Nenhum

OBJETIVO: Usar a voz de cabeça

MODO DE BRINCAR²
Com voz normal:
Pegue uma bexiga (imaginária)
Liga o compressor
Enche ela de ar
(Fazer barulho pra encher)
Coloca a bexiga na boca
Engole o ar

Com voz aguda e rapidinha


Olha o que aconteceu! (e eles repetem)
Minha voz ficou aguda
E muito rápida
Como eu vou mudar?
Já sei!
Tenho tomar mais ar

Pegar da outra mão e tomar

Com voz normal continuar o diálogo.


Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

HÉLIO
MATERIAL NECESSÁRIO: Nenhum

OBJETIVO: Usar a voz de cabeça

MODO DE BRINCAR³

Pode voltar a tomar o gás hélio, e depois para inverter,

mais rápido. Assim as crianças se divertem ainda mais com

Não é recomendado levar gás hélio mesmo para as


crianças, pois cada organismo reage de uma maneira
diferente e você pode ter complicações que não gostaria.
Além de o objetivo da brincadeira não ser ter um elemento
externo para alterar a voz, e sim, fazê-los se
conscientizarem de que existe uma voz aguda que eles são
capazes de fazer e assim se acostumarem com a
possibilidade de usarem.
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

ÍMÃ
MATERIAL NECESSÁRIO: Dois ímãs
para ilustração (opcional)

OBJETIVO: Conscientização do
trabalho da prega vocal

MODO DE BRINCAR

Perguntar para as crianças se elas já brincaram com imã

Mostrar para elas dois ímas, e como eles podem grudar um


ao outro e como eles podem se repelirem.

Permitir que algumas crianças façam o experimento


também

Dizer que as pregas vocais (anteriormente chamadas de


cordas vocais) são parecidas com ímãs. Ou seja, às vezes
estão juntinhas, às vezes estão bem separadas.

Pedir para todos mostrarem o dedo indicador como se


indicassem o número um com as duas mãos.

Fingir que cada dedo é um ímã.

Se eu quiser eles podem se unir e ficarem grudadinhos.


Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

ÍMÃ
MATERIAL NECESSÁRIO: Dois ímãs
para ilustração (opcional)

OBJETIVO: Conscientização do
trabalho da prega vocal

MODO DE BRINCAR²
Brincar com eles com dois comandos
Junta
Solta

Quando você falar junta, os dedo precisam rapidamente


colar um ao outro

Quando você falar solta, eles devem se repelir e se


afastarem, igual um ímã

Pode acrescentar mais um comando para colocar mais


diversão:
Tentar juntar
Tenta soltar

A ideia é que quando eles estão juntos é difícil separar, faz


força, mas não separa. E quando eles estão separados é
difícil juntar.
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

ÍMÃ
MATERIAL NECESSÁRIO: Nenhum

OBJETIVO: Usar a voz de cabeça

MODO DE BRINCAR³
Agora comparar os dedos com as pregas vocais.
vvvvvv jjjjj
zzzzzz
juntinhas, como um ímã bem colado.
ffffff sssss
xxxxx
da outra

vvvvvvv
fffff
afastar os dedos.

Para eles terem maior consciência, pedir para elas fazerem


os sons apalpando levemente a garganta e sentindo a
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

JANELA
MATERIAL NECESSÁRIO: Nenhum

OBJETIVO: Melhorar a projeção do


som

MODO DE BRINCAR
As crianças devem imaginar que estão em um quarto de
uma casa, que fica no segundo andar e tem uma janela
grande com uma varanda na frente. Essa janela deve ser
aberta para que a criança cante e todo o mundo na rua a
escute.

Cuidar para as crianças não gritarem. Sempre cantamos


sem esforço. Mas ao abrirmos a janela fazemos o
movimento com os dois braços para fora, aumentando a
amplitude e a sensação de que o som irá mais longe.

Podemos brincar que uma velhinha surda está passando na


rua e você precisa cantar para ela.

Lembrar que cantar é muito diferente de gritar. Precisamos


focar no objeto onde queremos que o som chegue e cantar
da melhor maneira que podemos pensando que o nosso
som está indo em direção aquele ponto.

Essa brincadeira pode ser feita com pequenas frases do


repertório que acabam perdendo a energia, ou que elas
ainda não estão seguras.

O fato de abrir os braços faz com que as crianças assumam


uma postura mais expansiva.
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

KART
MATERIAL NECESSÁRIO:
Carrinho de brinquedo para
ilustração (opcional)
OBJETIVO: Aquecimento e
Projeção de Voz

MODO DE BRINCAR
Pedir para as crianças imaginarem que estão segurando um
carrinho de kart de brinquedo com os dedos indicador e
polegar

Começar a contar uma história que este carrinho precisa


chegar a um determinado lugar. Encontre um bom motivo
para isso. Pode ser que ele tenha saído da roça para ir para
a cidade para ser um grande corredor, ou que precisava
viajar, ou que precisava ajudar alguém que estava em
perigo, etc. Quanto mais informações intrigantes, maior vai
ser a concentração e interesse da criança.

O caminho que este carrinho irá percorrer não é apenas


plano como ele costuma andar nas corridas de kart. O
caminho também é cheio de morros e montanhas.

E nós iremos com ele nessa viagem. Quando ele subir


alguma ladeira, algum morro, a gente vai fazer um som
agudo. Quando ele descer, vamos fazer um som grave.
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

KART
MATERIAL NECESSÁRIO:
Carrinho de brinquedo para
ilustração (opcional)
OBJETIVO: Aquecimento e
Projeção de Voz

MODO DE BRINCAR²
Todo o movimento do gesto que o regente fizer vai ser
imitado pelas crianças com o gesto e com a altura do som
(agudo, médio, grave) também.

br
Apenas vibração de lábios.

Exagerar nos momentos graves e agudos. Quanto mais o


carrinho andar, subir e descer morros, passar por vales e
manter altitudes, melhor. A ideia aqui é que as crianças
vibrem os lábios o máximo possível e junto com isso
também exercitem as pregas vocais fazendo sons graves e
agudos.

Pode terminar chegando ao destino e o kart indo descansar


e fazendo uma massagem. A massagem pode ser no rosto.

Essa brincadeira é excelente antes das apresentações, pois


o som do coral fica mais claro, brilhante e definido.
Também é ideal para começar o trabalho de repertório em
um ensaio.
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

LANCHE
MATERIAL NECESSÁRIO: Nenhum

OBJETIVO: Ativação dos músculos


faciais

MODO DE BRINCAR
Imaginar com as crianças que é hora de comer um lanche
bem gostoso.

A medida que você for fazendo o lanche, as crianças devem


fazer o mesmo gesto e irem preparando o seu lanche
imaginário também.

Eis as instruções:

Crianças quem gosta de X-Salada (pode ser outro tipo de


lanche que elas gostem)

Então vamos preparar um bem gostoso agora.

Primeiro a gente põe uma fatia de pão (com uma mão


aberta, fingir colocar uma fatia de pão sobre ela)

Depois a gente passa a maionese (fingir passar, e ver se


todos estão fazendo)
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

LANCHE
MATERIAL NECESSÁRIO: Nenhum

OBJETIVO: Ativação dos músculos


faciais

MODO DE BRINCAR²
Depois a gente coloca um queijo (continuar com os gesto)
O tomate
A alface
O hambúrguer
Mais alface
Mais tomate
Mais um hambúrguer (a ideia aqui é fazer com que o
lanche fique bem grande para precisar de uma super
mordida)
Agora sim mais um pão
Fecha ele, dá uma amassadinha pra caber na boca.

Agora vamos ter que comer ele em 4 fatias.


Abre o bocão e morde a primeira fatia
Fazer eles mastigarem bem
Boca fechada
Mexendo todos os músculos do rosto
Pode fazer careta
Engole
Limpa os dentes

Fazer o mesmo com a segunda, terceira mordida

A quarta você pode brincar de jogar o pão pra cima e


abocanhá-lo no ar.
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

MARIA-MOLE
MATERIAL NECESSÁRIO: Cadeiras
sem braço
OBJETIVO: Melhorar a postura
sentado

MODO DE BRINCAR
É bom que a brincadeira da postura já esteja consolidada.

A brincadeira consiste em conscientizar as crianças de que


-
seja, com o corpo todo desmontado na cadeira, costas
arcadas, barriga exprimida, ombros caídos, etc.

Perceber quando alguém estiver com a postura

-
importante é que o ar de desinteresse acompanhe a
postura.

-
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

MARIA-MOLE
MATERIAL NECESSÁRIO: Cadeiras
sem braço
OBJETIVO: Melhorar a postura
sentado

MODO DE BRINCAR²
Perguntar se o som ficaria bonito cantando dessa maneira.
Pode pedir para eles cantarem um trecho de música, ou
você mesmo cantar de maneira cômica e

Mostrar qual é a postura correta. Pode pedir o auxílio de um


-

apoiados no chão, olhar para frente, braços ao lado do

- maria-

maria-
relaxada.

maria-

maria-
-
viu e quem faz o que ouviu. Lembrar que no coral mais
importante é ouvir.
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

NATAÇÃO
MATERIAL NECESSÁRIO: Nenhum
OBJETIVO: Diferenciar respiração
peitoral e abdominal

MODO DE BRINCAR
Perguntar quem gosta de natação

Quem já assistiu uma prova de natação?

Quais tipos de natação as crianças já viram?

Perguntar como um nadador respira.


Ele precisa puxar o ar bastante rápido
Ele respira com a boca aberta
Ele enche o peito
Ele solta o ar pelo nariz embaixo da água (forma
bolhinhas)

Vamos brincar de respirar igual um nadador?


Fingir que está nadando (nado Crawl)
Respirar rápido
Com a boca aberta
Encher o peito de ar (estufar)
E soltar pelo nariz
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

NATAÇÃO
MATERIAL NECESSÁRIO: Nenhum
OBJETIVO: Diferenciar respiração
peitoral e abdominal

MODO DE BRINCAR²

E cantor, como será que respira?


É diferente, ele não enche o peito
Brincar que quando a gente enche o peito parece um
pombo e ninguém quer cantar igual um pombo
A gente respira enchendo a barriga (não precisa, num
primeiro momento usar termos técnicos, o importante
é a criança perceber e sentir o que acontece)

Brincar alternando o tipo de respiração


Peito x Barriga
Nadador x Cantor
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

OLFATO
MATERIAL NECESSÁRIO: Nenhum
OBJETIVO: Melhorar a respiração
para cantar

MODO DE BRINCAR

Imaginar com as crianças duas situações.

A primeira é que ela está num bosque florido, com o


orvalho da manhã, e rosas perfumadas, ou lavanda, ou
todo o tipo de cheiros gostosos possíveis.

A outra situação é que elas estão no lixão, num lugar sujo,


fedido, bem difícil de respirar.

A ideia da brincadeira é perceber que quando sentimos


algo gostoso nós abrimos muito mais do que o nosso nariz.
Parece que todo o rosto se abre para aquele cheiro.

E quando estamos num ambiente mal cheiroso o contrário


é verdadeiro, trancamos a entrada de ar para o mínimo
possível e fazemos careta, enferruscamos a cara e nossos
músculos do rosto ficam tensos.
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

OLFATO
MATERIAL NECESSÁRIO: Nenhum
OBJETIVO: Melhorar a respiração
para cantar

MODO DE BRINCAR²

Imaginar com calma cada uma das situações fazendo eles


respirarem nos dois cenários. Depois perguntar como foi
cada uma das experiências.

Explicar que quando estamos cantando a respiração


sempre deve ser no sentido de cheirar algo bem gostoso.
Talvez uma flor, talvez um perfume agradável, uma roupa
lavadinha com amaciante, algo fofo, gostoso, prazeroso.

Pode cantar uma melodia conhecida deles respirando das


duas formas. Vamos cantar a melodia no bosque e o no
lixão. E ouvir a diferença do som.
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

POSTURA
MATERIAL NECESSÁRIO: Nenhum
OBJETIVO: Ensinar as posturas
corretas para cantar

MODO DE BRINCAR
Conversar com o coral sobre as melhores posturas para se
cantar.

O ideal é que essa conversa seja feita no primeiro ensaio, e


a brincadeira se repita com variações, em todos os ensaios
para se lembrar da maneira correta de se portar nos
ensaios.

Postura n. 3
Sentado, com as costas encostadas no encosto da
cadeira, pés apoiados no chão (quem alcança), coluna
ereta, cabeça olhando pra frente, braços ao lado do
corpo, mão apoiadas no colo.

Postura n. 2
Idêntica a postura n. 3, porém sentado na ponta da
cadeira, com o bumbum todo no assento, mas com as
costas desencostadas do encosto da cadeira.

Postura n. 1
Em pé, pés levemente afastados, coluna ereta, braços
relaxados ao lado do corpo, ombros para trás, peito
aberto, cabeça para frente mirando o horizonte.
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

POSTURA
MATERIAL NECESSÁRIO: Nenhum
OBJETIVO: Ensinar as posturas
corretas para cantar

MODO DE BRINCAR²
Depois de ensinadas as posturas correspondentes, brincar
de fazer a postura ao comando de voz ritmada.

O regente fala: três, Postura nesse ritmo:

POS TU RA TRÊS POS TU RA TRÊS


1 2 3 4 1

A parte de cima mostra o ritmo igual/regular de cada sílaba.

A parte de baixo mostra onde se deve marcar o tempo, ou


estalando o dedo ou batendo palma. Os números são
apenas para guiar quem conhece de música, pois é um
compasso quaternário, mas não deve ser falado, cantado,
etc.

Após o regente falar, o coral repete a frase imediatamente


fazendo a postura pedida.
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

POSTURA
MATERIAL NECESSÁRIO: Nenhum
OBJETIVO: Ensinar as posturas
corretas para cantar

MODO DE BRINCAR³
Exemplo de interação:
Regente: Postura três, postura três
Coral: Postura três, postura três
Regente: Postura dois, postura dois
Coral: Postura dois, postura dois
POS TU RA UM POS TU RA UM
1 2 3 4 1
POS TU RA UM POS TU RA UM POS
2 3 4 1

TU RA DOIS POS TU RA DOIS POS TU


2 3 4 1 2
RA DOIS POS TU RA DOIS ... ... ...
3 4 1 2

Após o regente falar, o coral repete a frase imediatamente


fazendo a postura pedida. No exemplo acima a parte
amarela é o regente falando, e a parte verde são as crianças
repetindo logo em seguida.

Também pode-se criar outras posturas. Eu gosto sempre de


achar números com uma sílaba apenas, para facilitar o
ritmo da brincadeira. Por isso a próxima postura seria a
seis. Onde eu faço com as crianças sentadas no chão com
as pernas cruzadas, mas mantendo a coluna ereta.
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

QUIETO
MATERIAL NECESSÁRIO: Nenhum
OBJETIVO: Demonstrar a
importância do silêncio

MODO DE BRINCAR

Propor a brincadeira contando a história de pessoas que


não param de falar nem um minuto. Chega a ser ruim ficar
do lado de pessoas assim.

Você pode criar uma história de uma criança que tinha um


amigo que não parava de falar. Ela começou a ficar irritada
com aquilo porque queria um pouco de silêncio.

Você pode falar bastante, rápido e sem dar espaço para

fazer a reflexão de como é ruim.

Nós precisamos de pausa. Até a música tem pausa. Um


momento de silêncio, quando a gente não está cantando,
nem falando, só escutando.
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

QUIETO
MATERIAL NECESSÁRIO: Nenhum
OBJETIVO: Demonstrar a
importância do silêncio

MODO DE BRINCAR²

Contar que essa criança fez uma poesia que falava assim:
Tenho um amigo que não para de falar
Estou ficando louco quase a ponto de pirar
Vou mostrar a ele como pode escutar
X.... X.... X.....

Para a brincadeira ficar mais divertida pode dividir o coral


em dois grupos e cada grupo fala uma frase. Na hora do

todos fiquem bem quietos.

A parte do X, pode ser um grande diminuendo, ou seja,


cada X um pouco mais fraco do que o anterior, até se
chegar no silêncio completo.
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

REI/RAINHA
MATERIAL NECESSÁRIO: Coroas de
brinquedo de Rei, Rainha ou Princesa
OBJETIVO: Ensinar as posturas
corretas para cantar

MODO DE BRINCAR

No começo do ensaio dizer que trouxe coroas para coroar


quem está na postura correta durante o ensaio.

Lembrar a brincadeira da postura (P) dando ênfase na


coluna sempre ereta.

Perguntar como que eu Rei/Rainha senta, como ele(a)


anda.

Mostrar de maneira cômica um rei andando desengonçado,


com a coluna torta, ou sentando relaxado, com a coluna
curvada, parecendo um corcunda.

Perguntar se essa postura se parece com a de um


Rei/Rainha.
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

REI/RAINHA
MATERIAL NECESSÁRIO: Coroas de
brinquedo de Rei, Rainha ou Princesa
OBJETIVO: Ensinar as posturas
corretas para cantar

MODO DE BRINCAR²

A partir do momento que todos concordam que a melhor


postura para um Rei/Rainha/Princesa seria a de coluna
ereta sempre, sem curvá-la, propor coroar quem manter a
postura durante o ensaio.

Durante o ensaio alternar as coroas para alguns alunos.


Especialmente quando você observar que a postura de
alguns tenha relaxado. Isso servirá de estímulo para
permanecerem na postura correta enquanto estiverem
cantando.

Importante também alternar durante o ensaio as posturas,


para não cansar as crianças e perder a atenção delas.
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

SIRENE
MATERIAL NECESSÁRIO: Nenhum
OBJETIVO: Aguçar a percepção e a
imitação de agudos

MODO DE BRINCAR
Contextualizar perguntando se alguém já ouviu uma sirene

Como é que a sirene faz? (ouvir as interpretações deles)

O som da sirene é agudo ou grave?

Começar a fazer sons de sirenes diferentes, explorando


regiões agudas com sonoridades distintas. Uma mais
estridente, outra mais aveludada, outra mais rápida, uma
mais lenta.

Lembrar da sirene da fábrica, do bombeiro, da polícia, do


SAMU, do alarme da casa, etc.

Fazer um tipo de sirene para que eles imitem.

Fazer com as vogais “i” e “u”.


I-u-I-u-I-u...
Uiu-Uiu-Uiu-Uiu...
Etc...
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

SIRENE
MATERIAL NECESSÁRIO: Nenhum
OBJETIVO: Aguçar a percepção e a
imitação de agudos

MODO DE BRINCAR²

Pode-se contar uma história com vários tipos de sirene


envolvidas, e quando determinada sirene aparecer eles
tem que fazer o som.
Uma assalto a banco
Quando o assaltante arrombou o cofre disparou o
alarme
A polícia foi chamada
Quando a polícia chegou eles atiraram
Alguém ficou ferido e tiveram que chamar o SAMU
O Samu estava vindo e a ambulância bateu
Tiveram que chamar o bombeiro
Quando o bombeiro estava vindo a sirene da fábrica
apitou
Era hora de ir embora...

O importante é que a história envolva a criança e ela goste


de sonorizar. Pode trabalhar outros elementos, mas que
eles sempre imitem na região correta que você propôs.
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

TREM
MATERIAL NECESSÁRIO: Nenhum
OBJETIVO: Começar a desenvolver a
respiração abdominal

MODO DE BRINCAR
Se possível fazer em roda, onde um está de frente para as
costas do outro, dispostos em fila indiana. Ou fazer em fila
para se movimentar.

Pode ser feito de maneira estática também, se não houver


espaço suficiente para deslocamento no ambiente.

Com os braços posicionados na lateral do corpo e


antebraço em ângulo de 90º virado para frente com o
punho cerrado, fingir ser as rodas conectadas do trem

Ao sair da estação o trem sai bem devagar e as crianças


começam a fazer o som do maquinário:
S... X.... F....

S X F ... S X F ...
1 2 3 4 1 2 3 4

Cada número é um tempo. Cada tempo é um passo. Todas


as crianças precisam andar juntas para sentir a pulsação e
fazerem o exercício no ritmo certo.
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

TREM
MATERIAL NECESSÁRIO: Nenhum
OBJETIVO: Começar a desenvolver a
respiração abdominal

MODO DE BRINCAR²
O regente vai ditando o ritmo e pode ser o primeiro da fila.
Mas seria bom criar independência para que eles façam
sozinho e o regente possa observar, ditando o ritmo com
palmas, por exemplo, e corrigindo possíveis desvios.

A medida que o trem vai saindo da estação a velocidade vai


aumentando.

Quando ficar numa velocidade adequada manter a


pulsação e ir diminuindo aos poucos até o trem parar na
estação novamente.
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

UIVO
MATERIAL NECESSÁRIO: Nenhum
OBJETIVO: Treinar pulsação,
improvisação, concentração e o uso
da voz de cabeça

MODO DE BRINCAR
Em roda, as crianças devem dar as mãos como se fossem
adoleta

A ideia dessa brincadeira é a mesma. Bater sua mão na


mão do colega que está ao seu lado. Quando este sentir o
toque da mão do colega, ele bate na mão do próximo e
assim por diante.

Só que as batidas das mãos precisam ser sincronizadas no


tempo, ou seja, numa mesma pulsação.

O regente/professor define a pulsação

A graça da brincadeira é que nós estamos em roda, igual


um bando de lobinhos. E de tempos em tempos, os
lobinhos precisam uivar e mudar de turno, pois eles são os
responsáveis por manter o bando em alerta contra
possíveis predadores.
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

UIVO
MATERIAL NECESSÁRIO: Nenhum
OBJETIVO: Treinar pulsação,
improvisação, concentração e o uso
da voz de cabeça

MODO DE BRINCAR²

Cada vez que a 5ª mão for batida, a criança cuja mão foi
batida, deve uivar por 4 tempos e continuar a brincadeira.
Clap, Clap, Clap, Clap, auuuuuUUuuuUUUuuuuuu,
Clap, Clap, Clap, Clap, auuuUuUuuuuuUUuuuuuuu,
etc...

A criança pode ser estimulada a invertar o seu uivo, desde


que seja agudo e dure apenas 4 tempos.

Essa brincadeira é excelente para dar mais liberdade às


crianças e estimulá-las a pensarem, se concentrarem e ao
mesmo tempo criarem.
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

VELA
MATERIAL NECESSÁRIO: Nenhum
OBJETIVO: Exercitar a respiração

MODO DE BRINCAR

Perguntar quantos anos as crianças tem. Depois de ouvir


cada um, ou alguns, propor a brincadeira.

Hoje a gente vai apagar as velinhas de aniversário de

Então a gente vai assoprar as velinhas do teu aniversário.

O sopro precisa apagar a vela da primeira vez, tem que ser


rápido, e preciso.

E a gente precisa apagar as velinhas em sequência, sem


parar. Será que vocês conseguem?

Cada velinha é um dedo. Fazer com que as crianças


assoprem na ponta dos dedos, contando exatamente o
número de anos que estiverem comemorando.
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

VELA
MATERIAL NECESSÁRIO: Nenhum
OBJETIVO: Exercitar a respiração

MODO DE BRINCAR²

Começar das crianças menores, e ir aumentando até


chegar nas mais velhas.

Se quiser desafiá-las, podemos continuar crescendo no


número de velinhas perguntando dos primos deles, tios,
pais, professor.

Tomar cuidado para não cansar demais pois o foco deve


estar em conseguir assoprar com energia e consistência em
seus dedos. Se perder o foco, a brincadeira perde o
objetivo.
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

WI-FI
MATERIAL NECESSÁRIO: Nenhum
OBJETIVO: Melhorar a Dicção

MODO DE BRINCAR

Quem sabe o que é wi-fi?

Em roda com as crianças, ou um do lado do outro, passar


uma palavra ou frase no ouvido da primeira criança. Essa
deve passar quem está do seu lado e assim por diante. Até
chegar em quem começou a brincadeira, que nesse caso,
deve ser o professor/regente.

A diversão estará em descobrir ao final qual foi a palavra


que começou e como ela terminou.

Falar da importância de articular bem as palavras para ser


bem compreendido.
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

WI-FI
MATERIAL NECESSÁRIO: Nenhum
OBJETIVO: Melhorar a Dicção

MODO DE BRINCAR²

Essa brincadeira também trabalha memorização e


concentração. Pois a criança só pode ouvir e falar uma vez
a palavra/frase.

A sugestão é que se trabalhem trechos ou palavras do


repertório que está será trabalhado. Assim elas já
memorizam e aprendem as partes difíceis.

Ao final fazer com que todos falem bem articulado a


palavra/frase inicial, reforçando a maneira correta.

Para aumentar o grau de dificuldade pode ser


cronometrado desde o começo ao final da brincadeira. E a
cada palavra/frase, se desafiarem a chegar ao final mais
rápido e com a palavra mais próxima possível.
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

XERIFE WOODY
MATERIAL NECESSÁRIO: Nenhum
OBJETIVO: Conscientizar da postura
correta

MODO DE BRINCAR
Todo mundo conhece o Xerife Woody do Toy Story, como
ele é?

Ele é um brinquedo.

Ele é uma marionete

O que acontece quando a gente solta uma marionete?


Ela desmonta (deve ser a principal resposta)

E como a gente faz pro Xerife Woody poder brincar, andar,


se mexer?
Tem que esticar os fios para cima para ele ficar de pé

Então agora a gente é o Xerife Woody


Mãos ao alto (todos levantam a mão)
Postura de Xerife (pés afastados com a coluna retinha)

Agora alguém esqueceu desistiu de brincar e deixou soltou


o fio que segurava o Xerife Woody
Todas as crianças desmontam no chão
Precisa ter espaço suficiente para para elas possam se
esparramar
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

XERIFE WOODY
MATERIAL NECESSÁRIO: Nenhum
OBJETIVO: Conscientizar da postura
correta

MODO DE BRINCAR²
Pode-se criar alguns comandos rápidos para que eles
assumam a postura do xerife ativo, e a postura do xerife
abandonado depois da brincadeira.

Xerife Woody, em posição! (eles levantam e ficam na


postura correta)
Não quero mais brincar! (eles desmontam no chão)
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

YOUTUBE
MATERIAL NECESSÁRIO: Nenhum
OBJETIVO: Estimular a crítica e a
percepção musical

MODO DE BRINCAR
Gravar eles cantando algumas músicas em um ensaio e
fazer essa brincadeira em outro ensaio.

Todo mundo gosta de assistir alguns vídeos no youtube,


não é?

Tem vídeos legais e outros bem chatos, não tem?

Vocês já assistiram corais infantis no youtube?

Mostrar alguns vídeos de corais infantis legais e bonitos


como:
PS22
One Voice
Color Music
Coral da Gente

Perguntar o que eles gostaram e o que não gostaram


Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

YOUTUBE
MATERIAL NECESSÁRIO: Nenhum
OBJETIVO: Estimular a crítica e a
percepção musical

MODO DE BRINCAR²
Mostrar um vídeo do seu coral
O que vocês acharam legal? (sempre tem coisas boas)
O que a gente poderia melhorar (lembrar do que era
legal nos outros)
Como a gente pode conseguir essa melhora?

Mostrar que qualquer coral pode atingir um nível excelente,


só depende da vontade de participar de cada ensaio, e
brincar sempre junto com a professora (regente).

Importante que isso sirva sempre de estímulo e não de


puxão de orelha. Deve ter sempre uma intenção positiva de:
vamos chegar lá, elas são crianças como nós. Nós
podemos.

Já imaginou um dia a gente ter um canal no youtube com


vídeos bonitos como esses?

Vamos nos esforçar para chegarmos lá?


Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

ZEN
MATERIAL NECESSÁRIO: Nenhum
OBJETIVO: Conscientizar da
importância do silêncio

MODO DE BRINCAR

Sentar na postura 6 (ver brincadeira P, de postura)


Sentado no chão, com as pernas cruzadas, mãos nas
coxas, coluna ereta, cabeça apontando o horizonte

Dizer que é hora de a gente ficar muito em silêncio (fale


baixinho, como se tivesse contando um segredo) para
descobrir o caminho da nossa respiração. (num primeiro
momento, depois é para ouvir o som da respiração)

Convidar que todos fechem os olhos e façam uma viagem


que vai começar no nariz.

Cadencie um andamento bastante lento para: inspirar...


expirar... inspirar... expirar.

Quando todos estiverem respirando você vai convidar eles


a fazer a viagem do ar. A cada respiração completa você fala
uma frase para eles pensarem.
espreguiçarem lentamente.
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

ZEN
MATERIAL NECESSÁRIO: Nenhum
OBJETIVO: Conscientizar da
importância do silêncio

MODO DE BRINCAR²

Exemplos de frases que podem ser faladas para conduzir o


pensamento das crianças:

Sinta o ar entrando pelo nariz


Passando por trás da boca
Descendo a garganta
Passando pelo pulmão
Vai enchendo o pulmão
O pulmão estufa o peito
O pulmão estufa a barriga
O ar vai até o bumbum
E depois ele vai voltando
Murcha a barriga
Esvazia o peito
Sobe pelo pescoço
E sai pela boca
Agora só escutem o som da respiração de vocês e
vejam até onde ela vai...

Depois de um tempo calmo, volte pedindo para eles


abrirem os olhos devagar e se espreguiçarem lentamente.
Licensed to Flávia Gonçalves Marques Vieira - Email: clmdanfla@gmail.com - Transaction: HP21915858

QUER CONCORRER A UM
KIT DE VOCALIZES?
Clique no link abaixo

Responda um pequeno
questionário sobre o
ebook e concorra a um
kit de vocalizes!