Você está na página 1de 3
Renascimento da Arte: enascenca e arroco INGLATERE Hoiben ALEMANEA Leonasdo PARMA _— A Idade Média € assim chamada porque se situou entre dois picos de eléria artistica: 0 periodo classico e 0 Renascimento. Posto que 2 arte ainda vivia na [dade Média, © que renasceu no Renascimento —e se estendeu pelo pe- riodo barroco — foia arte parecida coma vida. A passagem do interesse pelo sobrenatural para o natural provocou essa mudanga. A redescoberta da tradiséo greco-romana ajudou osartistas a reproduzirem acuradamente as imagens visuai A expansio do conhecimento cientifico, com a maior com- PAD Girgione,Tciano, % Palado, Tntoret, min Veronese ‘TODOS 0S CAMINHOS PARTEM DE FLORENCA ( Renascimeno desde o inicio em Florenga, 0 Alo Renastimeno em Roma eVeneza e sua expansio para not, leste cet Lae ‘RISES BAXOS (HOLANDA E BELGICA) van Eyck, Bosch, Bruegel Dore, Grinewald, Adore, Cranach, Holbein ‘VENEZA FLORENCA Donatelo, Massecio, Botcel, Leonardo, ‘Micelangelo, Rosso, Pontorme,Bronzin, Correggio preensio da anatomia e da perspectiva, possibilitou 20s pin- tores dos séculos XV e XVI superarem as técnicas da Grécia ede Roma. No periodo barroco dos séculos XVII ¢ XVIII, @ reve réncia pelo Classicismo persistiu, mas esves dois séculos pro- duziram uma aceleracio inédita. Governadas por monarcas absolutistas, as recém-unificadas nagSes produziram artes teatrais ¢ arquitetdnicas de dimensdes sem precedentes, des- tinadas a arrebatar os sentidos € as emogs RENASCENGA E BARROCO A RENASCENCA: 0 COMEGO DA PINTURA MODERNA No inieio dos anos 1400, « mundo acordou. Tendo inicio em Florenga, na, ou renascimento da cultura, se estendeu a Roma e Veneza ¢, em 1500, a0 Europa, atingindo Paises Baixos, Alemanha, Franca, Espanha e Inglater- +3, num movimento que ficou conhecido como a Renascenca do Norte. Os elementos em comum foram a redescoberta da arte ¢ da literatura da Grécia e de Roma, o estudo cientifico do corpo humano e do mundo natural e a encio de reproduzir com realismo as formas da natureza, Com 0 advento dos novos conhecimentos técnicos, como o estudo da anato. mia, os artistas evoluiram na arte de pintar retratos, paisagens, motivos mitol6- gicos e rcligiosos. Em virtude do desenvolvimento das técnicas de pintura, seu prestigio aumentou, chegando ao auge na Alta Renascenga (1500-20) com megastars como Leonardo, Michelangelo e Rafael. Durante esse periodo, a exploragio de novos continentes e a pes fica proclamavam a confianga no homem e, a0 mesmo tempo, a Reforma Protes- tante diminuia o dominio da Igreja. O resultado foi que o estudo de Deus como Ser Supremo foi substituide pelo estudo do ser humano, Desde os retratos detalhistas de Jan van Eyck, passando pela intensidade emocional das gravuras de Diirer, até 0s corpos contorcidos e a iluminacio surreal de El Greco, a arte foi is facetas da vida na terra. quisa cienti- ‘o meio de explorar todas OS QUATRO GRANDES PATAMARES te a Renascenga, as inovacdes as eas descobertas de obras-de- possibilitaram novos estilos para representar a realidade, Os quatro grandes passos foram a mudanca de pintura a témpera, em paingis de ma- deira, ¢ afresco, em paredes de alve- naria, para a pintura a leo em telas esticadas; 0 uso da perspectiva, dan- do peso e profundidade 8 forma; o us de huze sombra, em oposi¢a0 a linhas desenhadas; ¢ as composigdes pirami dais na pintura 1. OLEO SOBRE TELA. © Sleo sobre tela mivalradores Fanceses", 3 NG. antes ss mar musica Haein expr arate oda eas ‘sabe 2s ites composi (lured sara, du ens Masaccio. 1427 Sat avo tes Cane. Flere. Masco eo {0 usar perspec. uma ote coeente dr ue oa ‘desl tara noma tornou-seo meio por exceléncia na Re- nascenga. Com esse método, um mi- neral como 0 lipis-lazili era moido e © pé resultante misturado a terebin tina ¢ aplicado sobre a tela. O aumen- to das opges de cores, com suaves nuances de tonalidades, permitiram 0s pintores representar texturas €si- mular formas em trés dimens 2. PERSPECTIVA. Uma das descobertas mais significativas da hist6ria da arte foi 0 método de criar a ilusio de profundidade numa superficie plana, chamado “pers- pectiva”, q ‘A perspectiva linear cria o efeito Stico dos objetos se alinhando conforme a dis- ‘ancia por meio de linhas convergentes para um tinico ponto no quadro, chamado (No quadro de Masaccio "O Dinheiro do Tributo”, as linhas da cabega de Cristo.) Os pintores reduziam 0 veio a sera base da pintura européia nos quinhentos anos seguintes ponto de fuga convergem para a parte de tri tamanho dos objetos e apagavam as cores ou horravam detalhes objetos ficavam mais afastados. medida que os 3. 0 USO DE LUZ E SOMBRA. © chieroscuro (pronuincia-se quiaroscure), que | significa “claro/escuro” em italiano, se referia a1 uma nova técnica para mod formas em que as partes mais claras parecem emergir das ércas mais excuras produzindo, na superficie plana, a ilusio de um relevo escultural 4, CONFIGURAGAO EM PIRAMIDE. Os rigidos retratos em perfil e © agrupamento de figuras numa grade horizontal no primeiro plano da pintura deram higar a a compos uma “configuragao piramidal”, mais tridimensional. E: simeétrica alcanga o climax no centro ‘omo na “Mona Lisa” de Leonardo, em que 0 ponto focal &a cabega da figura. PRIMEIRO PERIODO DA RENASCENGA: OS TRES PRIMEIROS DESTAQUES A Renase (século XV) que inventaram esse novo estilo é composto pele pintor Massccio, 1ca nasceu em Plorenga. O triunvirato dos génios do quattracento © escultor Donatello, que reintroduziu 0 Naturalismo, e 0 pintor Botticelli, ccujas elegantes figuras lineares chegaram 0 auge do refinamento. MASACCID. © fundador da pintura da primeira fase da Ret ser a pedra angular da pintura européia por mais de seis séculos, foi Masaccio (1401-28), Apelidado de “Relaxado”, porque descuidava de sua aparéncia em favor da arte, Masaccio foi o primeiro, desde Giotto, « nio pintar a figura hu: ‘mana como uma coluna linear, no estilo gético, mas como um ser humane real, Outro pintor renascentista, Vasari, disse que “Masaccio pés as imagens de pé ascenca, que veio a Também inovacio de Masaccio foi o dominio da perspectiva © 0 uso de uma tinica fonte de luz constante langando sombras precisas DONATELLO. © que Masaccio fez na pintura, Donatello (1386-1466) fez na escultura, Sua obra recapturou a descoberta central da escultura clissica: 0 contrapposto, ou peso concentrado numa das pernas © 0 resto do corpo em relaxamento, ligeiramente virado para tum lado. Donatello esculpia e drapeava as figuras com realismo, de acordo com ara ssea subjacente. Seu "Davi foi o primeiro nu em tamanho natural desde o periodo clissico. O brutal naturalismo de "Maria Madalena’ é dtuias romanas antigas. O artista esculpiu Madalene idosa, ainda mais rigoroso, mais cruamente exato que as “verdacleiras” es como uma velha enrugada, encovada, com cabelos ressecados e olhos fundos. A escultura de Donatello era tio viva que artista, segundo dizem, gritou-lhe: "Fala, fala, ou morreras de peste! BOTTICELL. Encanto Donatello ¢ Masaccio lan’ gavam as bases do realismo tridimensional, Botticelli (1444-1510) se movia na diregio opos ta, Seu estilo decorativo linear e as louras don: zelas flutuantes eram mais um retrocesso a arte bizantina. Por outro lado, seus nus sintetizam a Renascenca. O "Nascimento de Venus” marca 0 renascimento da mitologia clissica