Você está na página 1de 5
34 ORENASGIMENTO DA ARTE: RENASCENGA E BARROCO A RENASCENGA ITALIANA HEROIS DA ALTA RENASCENGA. No século XVI, a lideranga artistica chegou a onde os extraordindrios Leonardo, Michelangelo ¢ Rafael Roma e a Vene criaram esculturas¢ pinturas com total dominio das técnicas. Sua obra fun- diu as descobertas renascentistas de composicio, proporgées ideais e pers- cira que essa fase ficou conhecida como Alta Renascenca pectiva de tal man (1500-20) LEONARDO DA VINCI. © term “homem da Renascenga” veio a significar um individuo de talentos maltiplos, que irra protétipo foi Leonardo (1 chegou mais perto desse quer outra pessoa de entio e desde entio. Leonardo foi universalmente admira~ do por sua bela aparéncia, seu intelecto.e seu charme. Sua “beleza pe: podia ser maior”, segunda opinio-de um contempo- rineo desse homem alto de longos cabelos iava saber. Seu 1519), que ideal do que qual- soal louros, “de quem cada movimento era a pura araciosidade, e cujas habilidades eram cepeionais que ele resolvia prontamente qual- quer dificuldade”. Como se no bast Leonardo cantava “divin sao conquist mente” e "sua en todos os cantadora conv coragdes € Avido alpinista, Leonardo adorava es- rraltas montanhas e era também fascina~ do pelo vo. Quando via paissaros em gaiola, avaag dono para solti-los. Esbogos de eram freqientes nos cadernos em que proje~ tava os inventos voadores que veio a construir. Ele préprio os experimentava, na esperanca de se algar as alturas. Certa vez escreveus “Quero realizar mila- gres”, ambigao evidente em suas invengées: uma miquina para remover mon- tanhas, um paira-quedas, um helicéptero, um tanque blindado, um sino de mergulhador. Leonardo fez mais que qualquer outro para criar © conceito- de génio- artista. Quando deu inicio a0 seu primeiro projeto, artista era considerado Ao acentuar permanentemente os aspectos intelectuats da formou o status do artista em, segundo um arte arte eda criatividade, Leonardo tra suas palavras, “Senhor ¢ Deus". Seu brilho tinhs uma macula. © pintor contemporineo quolifi- cou Leonardo de “volivel e cheio de caprichos”. Sua curiosidade era tao onivo- ra que as disteagées 0 ateafam constantemente de um projeto incompleto a outro. Quando foi contratado para pintar um altar, dedicou-se antes a esteudar © movimento das marés do Adristico ¢ inventow sistemas de prevencio de deslizamentos de terra. Um padre disse que Leonardo ficou tao obcecado com experiéncias matemitic: F nos pincéis”. Menos de vinte trabalhos de Leonardo sobreviveram. Morreu aos 73 chamado de Francisca I, unicamente para conv sar com 0 rei. Em seu leito de morte, segundo Vasari, Leonardo admitiu que ‘tinha ofendido a Deus ¢ a humanidade por nao desenvolver sua arte como devia nem conseguia pe; Franga, aonde fo MONA LISA Decorou 0 quart de Napoledo ale ser lava para 0 Ln, 1804, Provocouengarttaments de ra Silo em Neve Yor: quando 1.6 mio de pesseas se peciitaca par v-la uma exposicao de sete se rmanas, Em Téqui, permiia-e a cada vistante dex saputidos para othr 0 aro, O objeto dato ‘tengo foo rebrato mais tamaso do mundo. a” Mora Histovcamente. ela nao era uma pessoa impar: tante mas: provement, a ove esposa de une ‘ctor tloentine chamado Giocondo ("Mona er viata de Madonna, que quer dizes Senhora), 0 1€ rato deni 0 padres pare a Alta Renasceiga en tos ecisios. Ouse da persoectiva com fodas.as linas comvergind par um unice porto de fuga ats da eabera da Mona Lisa 2 composica0 angular estabeleceram aiportncia fa geomet a pina. Eacilerente das rigdos pers dos rte tos que haviam sido a vera gta. po agem mura postua natal, rlaraca. ms 3, Pata ehega a ese contecinento Wats dana tori ta evident nas maos de Mona Lisa. Leona: ‘o morou num hospital, onde etudou esqueletos © aissecou mais de vinta cactavres. Un is primeias pias em tla destinadas 4 Set pendurada na paede. a “Mona Lisa" ralzou plenarent 0 golencial do novo veiculo — a tl, Fm vez de tomar como porto 0 paria as figuas Celneades. como 0s pinores casamaram faze’ an ta Ronastenca Leonardo usow acParscuro para modeler as leiges por meio de ud © soma. Come ao com tonalidades escuras le construi a i $40 oe leibesticimensinais com vas camadas a vided ino seniransparene, (AW as puplas da ‘Mona Lisa fram composias com sucessvas cams das fins pigmeo)Essa onic desta ape ta um count. segundo as patawas te Leora o,”sem inhas ou homtlas. a maria da fumaga As cores vedo claro a escuro nua gras ‘ina de tonalidades sis, sem bord dfnidas que 2s seater. As lars pa it des son bras ese misturar nla, ela tem ofaoso tar a sole dade des retrates formas. Leonardo contralou mis os bulbes para dinar 0 modelo. Embors das se Inquertementeo trabalho incompleio devida a frustagde, quando suas mos nio acompanhavan imaginagan, ese quado fo imediatamente acta do camo obra-pima eifluencou muias get e atisias. Em 1911. um raalhado tana. ing ado pelo lao de que 0 melbor da arte talara rs ia na Franga, oubou 0 quatko do Louvre para (02 Solo pio, A "Mona List foi encan- vel do patriot Cos anos de ois em Flovenca Er 1982, havid mais de: sessonta wise Mora Lisa. Desde a Mona Lisa de cavanhaque. de Marcel Duchams, em 1919 n de Andy Washol #2 imagem de Jasper 1903, 2 Mone: Lisa @ néo sé a fas admirado coma 0 mals reprodedo dos quadcas AULTIMA CEIA niet cen “Attia Cet, Leonardo de Vint ‘36 O RENASCIMENTO DA ARTE: RENASCENCA E BARROGO MICHELANGELO: 0 DIVINO. Michelangelo (1475-1564) foi eriado por uma ama-de-leite cujo marido era um cortador de pedra. O menino cresceu interessado em escultura, de- senho e arte, apesar das surras que levava para forcé-lo a uma “profissio respeitavel”. Mas © principe Lourenco, © Magnifico, da familia Médici, reconheceu o talento do ga- roto ¢, quando Michelangelo tinha 15 anos, levouso para.a corte florentina, onde o tratou como a.um filho, Foi Michelangelo quem mais contribuiu para elevar 0 status da atividade do artista. Acreditando que a cratividade ‘era uma inspiracdo divina, quebrou todas as normas. Os admiradores se referiam a ele como "o divino Michelangelo”, mas 0 prego da gléria foi a solidio. Certa vez Michelangelo perguntou a seu rival, o gregirio Rafael, que vivia cercado de cortesios: “Aonde vocé vai com tanta gente, tao conten- te quanto um monsenhor?” E Rafael desferiu a resposta: "Aonde vocé vai, solitério como um carrasco?” Michelangelo se recusava a ensinar a aprendizes ¢ nao deixava ninguém ficar assitindo enquanto trabalhava, Quan- do reprovavam o ato de nie ter se casado e no ter deixa~ “Sempre tive uma esposa mui- ‘to exigente na minha arte, ¢ meus filhos sio minhas obras. Era muito emocional, rude ¢ excéntrico. $6 se sentia feliz quando estava trabalhande ou escolhendo um bloco de mirmore na pedreira, Seu humor podia ser cruel: quando The perguntaram por que uma coruja, num quadro de outro do herdeiros, ele respon artista, era tio mais convincente que os outros elementos, ele respondeu que “todo pintor faz um bom auto-retrato’ Arquiteto, escultor, pintor, poeta e engenheiro, Miche- angelo nao conhes des. Certa ver, quis esculpir ‘um colosso numa montanha inteira, Fez esculturas até su morte, com quase noventa anos. Suas tiltimas palavras fo- ram: "Lamento estar morrendo justamente quando estou aprendenco o alfabeto da minha profissio.” ‘QUEM PAGAVA AS CONTAS? Aries de exislrem 0s muses e as galeris de arte ‘sass dependiam do sistema ce mecealo, a ‘50 paras sustntarem mas para comprarem o ma fevial de vabalho, que era caro. 0 insprado gosta de Louenco, 6 Magni, alia a prédos e obras (generosament pattocinados po rcos governantes. Sede uma cidade inlira — Forenga — uma obra esate: No iano, interessante notar que a pala ‘wea “patono”(potetr, mecenas), oupaian, sign fica “patrto™ ano em iano como em tances. Emaristasrascivas coma Michelangolo. a lensio ene 0 espiit cador¢ a necessidade de seguir Fnstugbes na crac resulta em fra 0 melhor exemplo dos sucesso # das racassos do sistema “Piet, Michelangelo. 95°99 1500, Basia de SP, Roms Abra oe Mcttgea eit rata Vine ma coos rai ‘Se meceato toa itil iagdo de Michelangelo com os Medici, Michelangelo devia seu aprendizao a Lurengo Medici, mas oinsensivel ho de Lowengo carta ve erdancu que o artista escupisse ura esta de ‘eve no pio do palica. Anos mais td, os papas do X e Clemente Mi, da tamilia Mécie(o escultor trabalho paa see ds 13 papas qe vivrar em seu taro, feeam com que Michelet dexase dato cus trabalho paraesculprestauas paras tuulos pessoas oa fara. Os ross de pera, porém. no ‘mosavam stenanca cos talecids, coma se re- tena. Mas Michelangelo nioadmiiintterénciaem sas cancepgbes,dizendo que, dala cem as, nin (um se importa com a aparncia que os dures haviam idem vida. Itlmert esses rabaos fia ram inacabads, pois seus volivetspotlres muda ade diaz cada mrrentoecancelavam sem aie res exlicagdes emus eres sem pagamenta. proj tos em que Michelangelo gessra anos trabalando. ‘Apia encomenda que Michelangelo ecebeu foi 0 Papal I, 0 “papa guerre. que estave dec ‘ida a testaurar 0 poder temporal do papado. Jato tina um pojto grandiose para seu propo mule ambiclonava constrv-lono cent da Basia de Sao, Pos, depois de restarada Para isso, encomendou ‘quarniaesttugs de marmore em tamanho natural bara decorar wma imensaestuura de dois andes, O projet atormentow Michelangelo durante quar anos. ois Joli seus parents gradualmente rev ‘iam 0 pojto iterrompiam sev andamento com ‘uiasencomendas, Quando flava sobre a coms so, Michelangelo eleria-sea esse trata como a agéia do Timulo OESCULTOR. Michelangelo achava que, entre todas as artes, a mais préxima de Deus era.a escultura. Deus havia criado a vida a partir do barro, ¢ 0 ¢ sultor libertava a beleza da pedra. Segundo ele, sua técnica consistia em “liber tar a figura do marmore que a aprisiona”. Enquanto outros escultores adicionavam pedacos de marmore para disfarcar seus erros, Michelangelo fazia suas esculturas num bloco dnico. "Ainda que rolem do alto de uma montanha, nao cairé um s6 pedaco", disse outro escultor da época. primeico trabalho a the trazer renome, esculpido quando o artista tinha 23 anos, foi a "Piet", que significa "piedade". arranjo piramidal é derivado de Leonardo, com a clissica postu- rado rosto da Virgem refletindo a expressio calma, idealizada, das estétuas gregas. A precisio anatomica do corpa de Cristo se deve a dissecagio de eadiveres efetuada por Michelangeto. Quando a estitua foi descoberta, um apreciador a atribuiu a ‘um escultor mais experiente, recusando-se a acreditar que um jovem desconhecido fosse capaz de realizar tal obra. Ao saber disso, Michelangelo esculpiu seu nome na faixa que atravessa © seio da Virgem. Foi sew tinico trabalho assinado. ARENASCENGA 37 OPINTOR: ACAPELA SISTINA. Uns vinhedos sobre fundo arul —foi o que o Papa Kilio IT pediu para embelezar o teto da Capela Sistina, que mais parecia o de um celeiro. Eo artista lhe deu maisde 340 figuras representando a origem ea queda “nia {detathe), Miebatangee, do homem, no empreendimento artistico mais ambicioso da Renascenca. O fato | 182.12 GeeuSsing vaca fon Un Des can de Michelangelo ter realizado tal proeza em menos de quatro'anos, semassisten- | — ffetengab ssc oma mca par eves as 3s tes, &testemunha de sua singularidade ore Ape divel desafio, Com o comprimento de quase metade de is condigGes fisicas apresentavam um formi= ‘um campo de futebol, o tote apresentava trés mill metros quadrados para projeto, esboco, alvenaria e pintura, AS infiltracées umedeciam demais a alvenatia. A curva da abdbada cilindrica, atravessada por abdbacas cruzaclas, dlificultava ainda mais o trabalho de Michelangelo. Como se ni hastasse, ele tinha que trabalhar encolhido mama posicio desconfortivel, sum andaime com altura equi- valence a sete andares. Apesar de seu desdém pela pintura, que ele conside- rava uma arte inferior, o afresco de Michelangelo ating ‘um ponto maximo, com figuras retiradas ndo do mundo real, mas do mundo de sua prépriacriagio, Os nus, jamais pintados em escala tio colossal, sio simplesmente apresentados, sem cendrioe sem or- namentos. Assim como em sua escul sivos que 0s rostos. As formas nuas, contorcidas, tem uma qualida- de de relevo, come se tivessem sido esculpidas em pedra colorida, (08 torsos sio mais expres mando una parede inteira da Copela Sistina, oafresco “O Juizo Fin teto. A pintura impressiona pela atmosfera sinistra. Cristo nio & *, de Michelangelo, foi terminado 29 anos apés a pintura do 9 suo Fiat” representado como um Redentor misericordioso, mas como um Juiz Vingativo, alcangando um efeito tio aterrorizante que o Papa Paulo IIT caiu de joelhos diante do afresco, gritando: “Senhor, perdoai os meus pecados!” Aqui também Michelangelo mostrou sua habilida de suprema para apresentar formas humanasem movimento: guns rue oe ‘quatrocentas figuras contorcidas em luta, em resisténcia, sendo ati- Meow radas ao inferno. QARQUITETO. Ex seus sltimos anos, Michelangelo dedicou-se 4 arquitetura, su pervisionando a reconstrugio da Basilica de Sao Pedro, em Roma. Em virtude de seu eterno entusiasma pelo corpo, néo admira que Michelangelo acreditasse que ‘0s membros da arquitetura sio derivados dos membros humanos”. Assim como bracos ¢ pernas flanqueiam o tronco humano, as unidades arquitetonicas di riam cercar simetricamente um eixo vertical central melhor exemplo desse estilo inovador & a Colina Capitolina, em Roma, © primeiro grande centro civico da Renascenga. A colina havia sido 0 coracio sim- bilico di Roma antigo, ¢ © papa queria restaurd-l em sua primitiva grandiosidade, As duas edificacdes existentes entio se situavam, uma em relacdo a outra, num esdriixulo angulo de oitenta graus. Michelangelo tirou partido dessa disposigio acrescentando outra construgio no mesmo angulo, ladeandoo edificio central, © Palicio dos Senadores. Isto feito, redesenhou a fachada dos edificios laterais de ‘modo a ficarem idénticos e deixou © quarto lado aberto, com vista panordmica para o Vaticano Uma estatua do Imperador Marco Aurélio sobre um piso de padrao oval dava ao conjunto, Os arquitetes renascentistas julzavam o oval “instavel Michelangelo, a medida e a proporgio rao eram determina 's matemiticas ¢, sim, "guardadas nos olhos” sunida cevitavam, mas, chs por formu CIMENTO DA ARTE: IENASCENGA E BARROCO RAFAEL. Dentre as trés maiores figuras da escols da Alta Renascenga Leonardo, Michelangelo e Rafael), Rafael (1483-1520) seria elei- ‘© mais popular, Enquanto 0s outros dois eram reverenciados, Rafael era adorado. Um contemporaneo dos trés, chamado Vasari, que escreveu a primeira historia da arte, afirmou que Rafael era “tio amavel e bondoso que até os animais 0 a O pai de Rafael, um pintor mediocre, ensinou 20 pre- coce filho osrudimentos da pintura. Aos 17 anos de idade, Rafael era considerado um mestre independente. Aos 26 anos, chamado a Roma pelo papa para decorar os aposen tos do Vaticano, ele pintou os afrescos, com ajuda de cin gueenta discipulos, no mesmo ano em que Michelangelo terminou o teto da Capela Sistina. “Tudo o que ele sabe", disse Michelangelo, “aprendeu comigo Rico, bonito e bem-sucedido, seguindo de triunfo em triunfo, Rafsel era uma estrela na esplendorosa corte papal. Dedicado adm das mulheres, ele era “muito amoroso”, segundo Vasari, ¢ tinka “prazs ador m de todas as medidas”. Quando apanhou uma febre, depois de um encon. tro 3 meia-noite, e morreu, no dia em que completava 37 anos, toda a corte ‘mergulhou em luto”. Aarte de Rafael foi a que mais expressou todas as qualidades da Alta Rena cenca. De Leonardo, ele assimilou a composicio piramidal e aprendeu a modelar rostosem luz ¢ sombra (chiaroscuro). De Michelangelo, Rafael adotow as figuras | “Bacanal dos Adians”,Tcan dinamicas, de corpo inteiro, e @ pose contrapposto, spires TICINO: PAI DA PINTURA MODERNA. Assim como seus contempori: neos venezianos, Ticiano (14907-1576), que dominou o mundo de arte durante sessenta anos, usava as cores fortes como principal meio expressivo. Primeito pintava a tela de vermelho, para dar calor a0 qua- dro, depots pintava.o fundo e as figuras em matizes vividos e acentuava 1s tonalidades usando de trinta a quarenta camadas vidradas. Esse tra balhoso métedo possibilitava uma pintura convincente de qualquer tex ura, do metal polido a0 brilho da seda, de cabelo louro-dourados pele cilida. Um dos primeiros artistas 2 abandonar os painéis de madei- ‘a, Ticiane adotou o leo sobre tela como seu veiculo carscteristice Depois que sua esposa morreu, em 1530, a pintura de Ticiano tica, Extrema mente prolifico até os oitenta ¢ muitos anos, 3 medida que sua vista enfraquecia, suas pinceladas amoleciam. No fim de sua vida, eram pinceladas largas, carregadas de tinta, largadas na tela. Um disc >ulo afirmou que Ticiano “pintava mais com os dedos do que com os AESCOLA VENEZIANA osatistas de Roma eFlorengase con- primeio aintegrar figura ¢ palsagem. Glowgione Veronese deram contiwidadeao estilo majesto- sm formas escultuais ¢ temas ép- (1476-1510) despertava a emogan por melo de so, cegrandes dimensoes, dealta dramatcidate anos eam lascirados porcor,ter- {ure cor. fmsua“Tempestade”, uma ameapado- ¢ colorido inenso, No século XVII, 0 pintor 2 Govanni delini (1430-1516) foi ramyvem cartegaca cria um clima de trisleza e© rocac® Tiepolevetomeua radigao veneiana s- ialano da técnica de pintura a mistéio, Depois ce Ticiano — o mais fanaso sim como Guardi e Canaletto, com suas paisa iano, Belini foi umbém 9 enlve os arlistas venezianos —. Tintorelto © gens urbanas com atmostera propria