Você está na página 1de 10

Universidade Católica de Moçambique

Instituto de Educação à Distância

Planificação Escolar e sua Importância para o Processo Educativo

Nome do Estudante: Gorett Estevao Daniel.


Código: 708163218
Nome do Docente:

Curso: Licenciatura em Ensino de Historia


Disciplina: Didáctica de Historia III
Ano de Frequência: 4º Ano

Milange, Março, 2020


2
Folha de Feedback

Categorias Indicadores Padrões Classificação


Pontuação Nota Subtotal
Máxima do
Tutor
Estrutura Aspectos  Capa 0.5
organizacionais  Índice 0.5
 Introdução 0.5
 Discussão 0.5
 Conclusão 0.5
 Bibliografia 0.5
Conteúdo Introdução  Contextualização 1.0
(indicação clara do
problema)
 Descrição dos 1.0
objectivos
 Metodologia adequada 2.0
ao objecto de trabalho

Análise e  Articulação e domínio 2.0


discussão do discurso académico
(expressão escrita
cuidada,
coerência/coesão
textual)
 Revisão bibliográfica 2.0
nacional e
internacional
relevantes na área de
estudo
 Exploração de dados 2.0
Conclusão  Contributos teórico 2.0
práticos
Aspectos Formatação  Paginação, tipo e 1.0
gerais tamanho de letra,
paragrafo,
espaçamento entre
linhas
Referências Normas APA 6ª  Rigor e coerencia das 4.0
bibliográficasedição em citações/referencias
citações e bibliográficas
bibliografia
Recomendações para melhoria:

___________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
Índice
Introdução..............................................................................................................................................4
1. CONCEITO....................................................................................................................................5
Planificação............................................................................................................................................5
2. Planificação Escolar.......................................................................................................................6
2.1. Função da planificação escolar...................................................................................................6
3. Importância da planificação do processo educativo........................................................................6
Conclusão...............................................................................................................................................8
Bibliografia............................................................................................................................................9
Introdução
Diante de uma sociedade em constante evolução, e para corresponder a imperativos do
momento, exige-se do professor não so o domínio de conhecimentos científico ligado à
sua área de formação mas também conhecimentos pedagógicos e o desenvolvimento de
capacidades reflexivas e panificadoras. A reflexão, consciente, ajuda a identificar os
elementos condicionantes da prática docente e a compreender como os mesmos interferem na
percepção que os alunos e professores constroem da existência. Pela planificação o
professor organiza e disciplina a sua acção, num processo contínuo e dinâmico.

Nesta ordem de ideias o professor afigura-se como um sujeito estruturante, actuante e flexível
no processo do ensino/aprendizagem. Perante a imprevisibilidade e complexidade presente na
sala de aula o professor sente necessidade de raciocinar, prever, imaginar e tomar
decisões mais acertadas, para que sua acção alcance os objectivos esperados. A
planificação está presente no dia-a-dia docente, mesmo que implícito.

Neste trabalho se aborda a planificação escolar e sua importância para o processo educativo
de modo a responder os objectivos a seguir previstos.

Objectivo geral:

Analisar a importância da planificação escolar para o Processo Educativo

Objectivos específicos:

 Conceituar a planificação, conforme diversos autores;


 Caracterizar os impactos da planificação.
 Descrever a importância da planificação escolar.

Para o alcance destes objectivos foi adotada uma metodologia assente numa pesquisa
bibliográfica que inclui a Sebenta de Didáctica Geral como livro da autoria de moçambicanos
e diversos autores internacionais que aparecem devidamente citados ao longo do texto e
mencionados na bibliografia final deste trabalho.

2
1. CONCEITO
Planificação
A planificação pode ser vista como um processo contínuo de conhecimento e análise da
realidade escolar em suas condições concretas, busca de alternativas para soluções de
problemas e de tomada de decisões.

De acordo com LIBÂNEO (2008, p.221), planificação é uma tarefa docente que inclui
previsões das actividades didácticas em termos da sua organização e coordenação em face dos
objectivos propostos, quanto a sua revisão e adequação no decorrer do processo de ensino. Na
outra vertente, considera-se a planificação como um meio para se programar as acções
docentes, mas é também um momento de pesquisa e reflexão intimamente ligado a avaliação.
(NIVAGARA, s/d, p.218).

Giugni (1986,p.167) considera que, “a organização racional de uma actividade educativa,


como do resto de qualquer actividade, requer necessariamente uma planificação”. Ainda,
Giugni (1986,p.167) afirma que “no caso da Educação física – as actividades motoras (jogos,
exercícios, jogos desportivos e desporto) adquirem valor educativo, quando são «planeadas»
e, supostas, ordenadas e ligadas estreitamente ao desenvolvimento da personalidade de cada
aluno”.

Bento (2003) defende que, na planificação, são determinados e concretizados os objectivos


mais importantes da formação e educação da personalidade, são apresentadas as estruturas
coordenadoras de objectivos e matéria, são prescritas as linhas estratégicas para a organização
do processo pedagógico. Segundo Januário (1992), o planeamento é “… um processo através
do qual os professores aplicam e põem em prática os programas escolares, cumprindo sempre
a importante função de os desenvolver e adaptar às condições do cenário de ensino –
características da população escolar e do meio envolvente, do estabelecimento de ensino, e
dos alunos das diferentes turmas”.

Dado o conceito de planificação cabe ressaltar que as fases da planificação escolar divide se
em três níveis: o planeamento da escola, o planeamento curricular e o projecto ou plano de
ensino. E neste trabalho abordamos a planificação da escola.

3
2. Planificação Escolar
Planificação escolar compreende toda actividade de previsão futura, ou seja, antevê a acção
que deverá ser realizada, buscando alcançar os objectivos traçados (EVANGELISTA: s/d).

Quando se fala em planificação da escola trata-se do que chamamos de projecto político –


pedagógico ou projecto educativo, sendo esse plano integral da instituição, o mesmo é
composto de marco referencial, diagnóstico e programação. Este nível envolve tanto a
dimensão pedagógica quanto a comunitária e administrativa da escola.

2.1. Função da planificação escolar


A planificação Escolar serve para:

 Racionalização, organização e coordenação da acção docente, articulando a actividade


escolar e a problemática do contexto social.
 Integração da comunidade visando resultados positivos no processo de ensino e
aprendizagem do aluno, pois é através dele que prevemos acções docentes voltadas
para a problemática social, económica, política e cultural que envolve toda a escola e,
por consequência dessa integração, conseguimos alcançar resultados positivos quanto
à educação do corpo discente.
 Evita a rotina e improvisação do processo educativo;
 Garante a economia e energia (racionalização do processo educacional);
 Possibilita a organização do trabalho didáctico;
 Permite o professor a marcha do processo educativo;
 Direcciona o processo educativo, precisamos ainda mais saber que planejar é tomar
decisões, mas essas decisões não são infalíveis,
 Proporciona maior segurança ao professor, isto é, mais confiança por parte do aluno
no trabalho escolar.

3. Importância da planificação do processo educativo


Com a planificação o professor determina os objectivos a alcançar ao término do PEA, os
conteúdos a serem aprendidos, as actividades a serem realizadas pelo professor e aluno e a
distribuição do tempo; ou seja, conforme Libâneo (2008, p.221) a planificação:

 Permite visualizar previamente a sequência de tudo o que vai ser desenvolvido em dia
lectivo;

4
 Promove a eficiência do ensino;

 Garante maior segurança na direcção do ensino.


Nesta óptica Cortesão (1994:115), esclarece que

[…] um professor pode e deve crescer profissionalmente e, tal como


acontece com os alunos, só crescerá se for fazendo coisas que antes
não fez e sobretudo coisas, de reflexão, da análise critica, de
autodomínio, de capacidade de oferecer aos alunos esperam e têm
necessidade e não aquilo que lhes é mais fácil dar.

Como é óbvio a planificação docente constitui, um pilar decisivo para a eficácia e sucesso do
processo ensino/aprendizagem. A importância da planificação pode ser apreciada através
da grande variedade de actividades educacionais que são afectadas pelos planos e
decisões do professor. Sobre este particular Arends (1999:44), inclui a decisão do
tempo de instrução atribuída a alunos individualmente ou em grupos; a constituição dos
grupos; a organização de horários diários, semanais e trimestrais; a compensação de
interrupções alheias à sala de aula e a comunicação com professores substitutos.

Efectivamente Arends (1999:45) refere ao impacto da planificação nestes termos:

O ensino planificado é melhor do que o ensino baseado em


acontecimentos e actividades não direccionados, embora existam,
como terá oportunidade de verificar, certos tipos de planificação que
podem conduzir a resultados inesperados. A literatura nos domínios da
gestão e da educação sugere que a planificação que conduz à
compreensão e aceitação partilhadas de metas claras e alcançáveis
aumenta a produtividade de trabalhadores e alunos. Os processos de
planificação iniciados pelos professores podem dar um sentido de
direcção tanto a alunos como a professores e ajudar os alunos a
tornar-se mais conscientes das metas implícitas nas tarefas de
aprendizagem que têm de cumprir.

Este autor realça que uma outra consequência da planificação do professor é a” redução dos
problemas disciplinares e das interrupções que podem ocorrer numa sala de aula.
Confirma que ela é a chave para a supressão da maior parte dos problemas de gestão da sala
de aula.

5
Conclusão
Com a pesquisa feita conclui-se que planificar é analisar uma dada realidade, reflectindo
sobre as condições existentes e prever as possíveis alternativas de acção de modo a superar as
dificuldades ou atingir objectivos desejados. Por tanto, a planificação é um processo mental
que envolve analise, reflexão e previsão. E uma actividade humana e está presente na vida de
todos os indivíduos nos mais variados momentos. A planificação contribui para a elevação do
docente da sua autoestima e capacidade de decidir mas sobre tudo, garantia de uma melhor
distribuição das suas actividades lectivas em função dos objectivos preconizados a um
melhoramento de tempo enquanto tempo de aprendizagem. A planificação docente é
importante na prática pedagógica do professor, é um instrumento organizado e norteador do
seu trabalho.

6
Bibliografia
ALVARENGA, Ivaldina Jesus Almada. A planificação docente e o sucesso do processo
ensino-aprendizagem praia. 2011
ARENDS, R. I. Aprender a ensinar. Lisboa: McGRaw-Hill. 1995
CORTESÃO, L.; TORRES, M.. Avaliação pedagógica. Porto editora, Porto,1990
EVANGELISTA, Izabel Alcina Soares. Panejamento educacional: Concepções e
fundamentos
LIBÂNEO, José Carlos. Didáctica, Avaliação escolar. S. Paulo Cortez Editora, 2008.
LIBÂNEO, José Carlos. Organização e gestão escolar: teoria e prática. 4ª ed. Goiânia:
Editora alternativa. 2001.
MALUA, R.C. Importância da planificação no ensino de geografia. 2014.
ZABALZA, Miguel. Planificação e Desenvolvimento Curricular na Escola. Ed. ASA, Porto,
1994