Você está na página 1de 13

UNIVERSIDADE KATYAVALA BWILA

INSTITUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO DE BENGUELA


DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO

TRABALHO INVESTIGATIVO DE PRÁTICAS PEDAGOGICAS I

OS MÉTODOS DE ENSINO

ELABORADO POR: Samuel Miguel kanga


ESPECIALIDADE: Ensino de Psicologia
PERÍODO: manhã
ANO: 3ª
GRUPO: nº1

A Docente
___________________
Cláudia Flora

Benguela /2020
UNIVERSIDADE KATYAVALA BWILA
INSTITUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO DE BENGUELA
DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO

TRABALHO INVESTIGATIVO DE PRÁTICAS PEDAGOGICAS I

OS MÉTODOS DE ENSINO

ELABORADO POR: Samuel Miguel kanga


ESPECIALIDADE: Ensino de Psicologia
PERÍODO: manhã
ANO: 3ª
GRUPO: nº1

A Docente
___________________
Cláudia Flora

Benguela/ 2020
Índice

Introdução........................................................................................................................7
Conceito e essência dos métodos de Ensino............................................................8
Relação Método – Objectivo – Conteúdo...................................................................8
Critérios de selecção dos métodos de ensino...........................................................9
Classificação dos métodos de ensino.......................................................................10
Classificação dos métodos de ensino segundo Claudino Piletti...........................10
Classificação dos métodos de ensino segundo Carvalho.....................................11
Matriz dos Métodos......................................................................................................12
Conclusão......................................................................................................................15
Bibliografia.....................................................................................................................16
Introdução

Neste trabalhos abordou – se sobre os métodos de ensino que tem sido


um instrumento peculiar para a condução “saudável” no processo de ensino
aprendizagem.
Segundo o dicionário electrónico Aurélio, no sentido mais amplo do
conceito, os métodos são caminhos pelo qual se atinge um objectivo.
Programa que regula previamente uma série de operações que se devem
realizar, apontando erros evitáveis, em vista de um resultado determinado.
Modo de proceder; maneira de agir; meio
Entendemos que, os métodos servem de trampolim para a execução de
uma actividade satisfatória.
Assim sendo nas páginas subsequentes deste artigo, iremos fazer uma
abordagem sobre os métodos de ensino. Onde iremos definir os métodos de
ensino, isto é, no contexto escolar, classifica-los e indicar critérios de selecção
dos métodos de ensino, e vamos saber também sobre a relação que existe
entre Método – Objectivo – Conteúdo, sendo que estes três itens fazem parte
do grupo que constitui os pilares do processo de ensino aprendizagem, isto é
as categorias didácticas.

Trabalho de práticas pedagógicas, “ Os Métodos de Ensino” 3º ano de psicologia


Elaborado por Samuel Miguel kanga. Pá gina 7
Conceito e essência dos métodos de Ensino

A palavra método provém do grego “methodos”: odos (caminho) meta


(para). Conjunto de meios preparados racionalmente para a obtenção de um
resultado determinado. Método de trabalho, de leitura, de explicação
literária. Procedimentos de ensino, estratégias e técnicas. Esses são
alguns dos termos utilizados para designar aspectos relativos ao tópico como
ensinar.
Vejamos agora o significado de cada um destes termos para compreender
melhor sobre actuação dos métodos no processo de ensino aprendizagem.
Método: é o caminho a seguir para alcançar um fim. O método indica as
grandes linhas de acção, para atingir um objectivo.
Assim sendo, para Libaneo (1994) os métodos de ensino são as acções
do professor pelas quais se organizam as actividades de ensino e dos alunos
para atingir objectivos do trabalho docente em relação a um conteúdo
específicos. Eles regulam as formas de interacção entre ensino e
aprendizagem, entre o professor e os alunos, cujo resultado é a assimilação
consciente dos conhecimentos e o desenvolvimento das capacidades
cognoscitivas e operativas dos alunos;
Estratégia: Trata – se de uma descrição dos meios disponíveis pelo
professor para atingir os objectivos específicos;
Técnica: Segundo C. Piletti, é a operacionalização dos métodos. Se um
professor por exemplo quer utilizar um método activo para atingir os seus
objectivos poderá operacionalizar este método através da utilização das
diferentes técnicas de dinâmica de grupo.
Procedimentos de Ensino: é a maneira de efectuar alguma coisa,
consiste em descrever as actividades desenvolvidas pelo professor e as
actividades desenvolvidas pelos alunos.
Segundo Libaneo (1994) o professor ao dirigir e estimular o processo de
ensino em função da aprendizagem dos alunos utiliza intencionalmente um
conjunto de acções, passos, condições externas e procedimentos, a que
chamamos de métodos de ensino. Os alunos por sua vez, sujeitos da própria
aprendizagem, utilizam – se de métodos de assimilação de conhecimentos. O
procedimento é um detalhe do método, formas específicas da acção docente
utilizadas em distintos métodos de ensino. Por exemplo, se é utilizado o
método da exposição, pode se utilizar procedimentos tais como leitura de texto,
demonstração de um experimento…

Trabalho de práticas pedagógicas, “ Os Métodos de Ensino” 3º ano de psicologia


Elaborado por Samuel Miguel kanga. Pá gina 8
Relação Método – Objectivo – Conteúdo

Para a análise clara desta relação, em primeiro lugar, devemos partir da


consideração de que os métodos de ensino dependem dos objectivos
concretos da aula e do conteúdo. Como afirma Libaneo (1994), os métodos
devem ser determinados pela relação objectivo – conteúdo, e referem – se aos
meios para alcançar objectivos gerias e especifico do ensino, ou seja ao
“como” do processo de ensino, englobando as acções a serem realizadas pelo
professor e pelos alunos para atingir os objectivos e conteúdos estabelecidos.

Por exemplo, quando o professor se propõe que os alunos se apropriem


do conceito complemento directo, utilizará um método distinto quando o seu
objectivo é desenvolver habilidades para descobrir em orações o complemento
directo.
Esta dependência também se manifesta no plano macro – estrutural,
que dizer quando estabelecemos a relação dos métodos com os objectivos
gerais a educação. Desta forma quando dissemos que o fim da educação é
desenvolver a concepção científica do mundo, isto determina a busca de
métodos mais racionais para satisfazer este objectivo.
Nesta relação objectiva – conteúdo – método, o conteúdo de ensino não
deve ser considerado como a matéria em si, mas sim como uma matéria de
ensino, seleccionada e preparada pedagógica e didacticamente para ser
assimilada pelos alunos. Sendo os métodos as formas pelas quais os
objectivos e conteúdos se manifestam no processo de ensino.
A relação objectiva – conteúdo – método tem como característica a
mutua interdependência. O conteúdo de ensino é o elemento de referencia
para a elaboração dos objectivos que, uma vez definidos, orientam a
articulação dos conteúdos e métodos, tendo em vista a actividade de estudo
dos alunos. Por sua vez os métodos, á medida que expressam procedimentos
de ensino para assimilação de determinados conteúdos, influenciam a selecção
de objectivos e conteúdos.

Critérios de selecção dos métodos de ensino

Os métodos e técnicas de ensino não são neutros, pois, estão baseados


em pressupostos teóricos implícitos. Além do mais, sua escolha e aplicação
dependem dos objectivos estabelecidos (Libaneo, 1994).
Segundo Libaneo (1994), ao escolher um procedimento de ensino o professor
deve considerar como critério de selecção, os seguintes aspectos básicos:
 Adequação aos objectivos estabelecidos para o ensino e aprendizagem;
 Natureza do tipo de conteúdo a ser ensinado e o tipo de aprendizagem a
efectivar – se;

Trabalho de práticas pedagógicas, “ Os Métodos de Ensino” 3º ano de psicologia


Elaborado por Samuel Miguel kanga. Pá gina 9
 Características dos alunos, tais como, sua faixa etária, o nível de
desenvolvimento mental, o grau de interesse, suas expectativas de
aprendizagem;
 Condição física e tempo disponível.
É a partir dos objectivos propostos para o ensino (o que se pretende atingir
com a instrução), da natureza do conteúdo a ser desenvolvido (o que se
pretende que os alunos assimilem), das características dos alunos (como são
os nossos alunos), das condições físicas e do tempo disponível que, se
escolhe os procedimentos de ensino e se organizam as experiencias da
aprendizagem mais adequadas. Ou seja é a partir deste aspecto que se
estabelece o como ensinar, isto é, que se definem as formas de intervenção na
sala aula para ajudar o aluno no processo de reconstrução do conhecimento.
Comenius citado por José de Prado Martins (1986:184), estabeleceu as
seguintes regras para aplicação dos métodos de ensino aprendizagem:
 Ensinar somente o que é necessário saber;
 Deve – se ensinar coisas relativas ao presente e que tenham
determinado usos;
 Os ensinamentos devem ser directos e objectivos;
 Os ensinamentos devem ser feitos por suas causas;
 Os ensinamentos devem ser apresentados primeiro de modo geral, e
depois por parte;
 O objecto deve ser analisado em todos os seus detalhes, explicando-se
a ordem, a posição e as partes que o constituem;
 As coisas devem ser ensinadas uma de cada vez numa sequência
lógica;
 Somente após a compreensão de cada coisa passa – se a ensinar outra.

Classificação dos métodos de ensino


Os métodos de ensino não obedecem uma classificação única na
didáctica contemporânea, existem distintas classificações e por conseguinte
cada uma delas baseia-se em critérios distintos.
Vamos abordar aqui a classificação dos métodos na perspectiva de C. Piletti e
Carvalho

Classificação dos métodos de ensino segundo Claudino Piletti


Métodos e técnicas tradicionais – são métodos e técnicas que exigem um
comportamento, passivo do aluno. Segundo estes métodos e técnicas cabe ao
professor transmitir os conhecimentos e, aos alunos apenas receber aquilo que
o professor transmite é mais importante e não aquilo que o aluno descobre.
Aos alunos apenas é permitido ouvir, memorizar e repetir.
Dentro desta categoria de métodos e técnicas podemos encontrar:

Trabalho de práticas pedagógicas, “ Os Métodos de Ensino” 3º ano de psicologia


Elaborado por Samuel Miguel kanga. Pá gina 10
 Aula expositiva
 Técnica de pergunta e resposta.
Técnicas e métodos novos – ao constatarem que as técnicas tradicionais não
atendiam plenamente as exigências da educação, alguns educadores criaram
novos métodos e novas técnicas.
Os novos métodos dão grande destaque a vida social da criança, como factor
para o seu desenvolvimento intelectual e moral, nesse sentido, adquire também
grande importância o relacionamento dos alunos entre si e dos alunos com o
professor. A disciplina não se fundamenta mais na autoridade mais sim na
responsabilidade.
Dentro desta categoria destacamos os seguintes métodos:
 Método montessori
 Centros de interesse
 Método de solução de problema
 Método de projecto
 Trabalho em grupo
 Unidades didácticas
 Método psicogenético.

Classificação dos métodos de ensino segundo Carvalho


Segundo carvalho os métodos de ensino podem classificados da seguinte
forma:
Métodos individualizados do ensino: são aqueles que valorizam ao
atendimento ás diferenças individuais e permitem a adequação do conteúdo ao
nível da maturidade e capacidade intelectual e ao ritmo de aprendizagem de
cada aluno/a. Podemos destacar os seguintes métodos:
 Estudo dirigido
 Trabalho independente
 Aprendizagem programada
 Método de Projecto
Método socializados do ensino: são os métodos que valorizam a interacção
social, ocorrendo a aprendizagem em grupo, inclui – se aqui:
 Trabalho em grupo
 Dramatizações
 Estudos de casos.
Métodos sócio – individualizados: são os que combinam as duas
actividades, a individualizada e a socializada, alternando em suas fases os
aspectos individuais e sócias. Inclui – se aqui:
 Método da descoberta
 Método de solução de problemas

Trabalho de práticas pedagógicas, “ Os Métodos de Ensino” 3º ano de psicologia


Elaborado por Samuel Miguel kanga. Pá gina 11
 Método de projectos
Segundo Haidt (2003), um método de ensino adequado a aprendizagem é
aquele que ajuda incorporar os novos conhecimentos de uma forma activa,
compreensiva e construtiva, estimulando o pensamento. Portanto não podemos
falar de “bons e maus” uma vez que o importante é adequar o método
seleccionado a aprendizagem do aluno/a.
O mesmo autor enfatiza que, Independentemente do método de ensino que
seja seleccionado pelo/a docente é importante que se cumpra, os seguintes
princípios:
 A aprendizagem será mais eficiente, isto é, mais significativa e
duradoura, se o aluno puder construir o objecto do ensino por meio de
sua actividade mental;
 A aprendizagem será mais significativa se o ensino partir das
experiencias, vivencias e conhecimentos anteriores do aluno.

Matriz dos Métodos

Métodos Definição Grupo a que Procedimentos de Vantagem Desvantage


pertence operacionalização m
Estudo Consiste em fazer Métodos O professor elabora Desenvolve Se o roteiro
dirigido o aluno estudar um individualizad um roteiro com ou técnicas, elaborado
assunto a a partir os do ensino guiões de estudo habilidades de não for claro,
de um roteiro dirigido onde contem estudo e pode
elaborado pelo as actividades promove a dificultar a
professor. (Haidt, pretendidas que os aquisição de compreensão
2003:159) alunos façam, novos do aluno e
dependendo dos conhecimentos. desistimular
objectivos o estudo.
preconizados.
Exemplo: ler um
texto e depois
responder as
perguntas.
Trabalho Consiste de Métodos Tendo em conta os Desenvolve as Se não forem
independe tarefas, dirigidas e individualizad objectivos capacidades orientados
nte orientadas pelo os do ensino pretendido, o mentais dos bem os
professor, para que professor orienta alunos e objectivos do
os alunos as
resolvam de modo tarefas para que os desperta o trabalho, o
independente e alunos resolvam de espírito criativo. aluno poderá
criador (Tavares, forma independente. desenvolver
2011:84). Exemplo: uma tarefa uma
de desenho livre. actividade
inesperada e
fora do
contexto.

Trabalho de práticas pedagógicas, “ Os Métodos de Ensino” 3º ano de psicologia


Elaborado por Samuel Miguel kanga. Pá gina 12
Trabalho É um método Método O professor cria os Permite e Se não haver
em grupo socializante pois socializados grupos de alunos e desenvolve a acompanham
permite ao do ensino distribui para cada interacção entre ento do
(professor/a grupo uma os alunos, e professor,
trabalhar na turma determinada tarefa e contribui para a poderá se
em grupo. que por sua vez, boa relação assistir os
(Haidt,2003:182) serão repartidas entre eles. alunos
entre os membros do “parasitas” ou
grupo subtarefas seja, aqueles
que, depois irão que só
apresentar os esperam dos
resultados das outros.
discussões aceite
entre todos do grupo.

Debate Ao contrario da Método O professor pode Este é um


discussão, este socializados preparar muito bem a método que,
Realiza-se quando do ensino sua aula e fazer desenvolve nos
um tema suscita constar no seu plano, alunos as
posições contraria assuntos ou capacidades de
entre os alunos, ou conceitos que críticas
quando existem provoquem um construtivas.
duvidas que debate na sala, deve
formam blocos ser um assunto
divergentes (Nérici, extraído do conteúdo
1993). da aula, para que os
alunos se confrontem
nas ideias.
Solução Consiste em Métodos Definir um problema Desenvolve as
de apresentar aos sócio desafiador, capacidades
problemas alunos uma individualizad significativo, capaz reflexivas do
situação os de desencadear no aluno,
problemática para aluno uma atitude colocando-os no
que ele proponha reflexiva. centro da sua
uma solução aprendizagem.
satisfatória (cazaux
Haidt, 2003)
Elaboração É uma forma de Método Elaborar matéria que Cria um Se a os
conjunta interacção activa socializados desperta o interesse ambiente temas da
entre o professor e do ensino dos alunos, fazer harmónico na matéria não
o aluno visando a perguntas sala, contribui estimulam o
obtenção de novos persuasivas a fim de na boa relação interesse dos
conhecimentos, despertar o interesse professor – alunos a
habilidades e dos alunos e coloca- aluno; aluno – elaboração
competências los reflexivos e aluno. conjunta
(Tavares, 2011:84) interactivos. torna-se um
fracasso,
fomentando o
barulho na
Trabalho de práticas pedagógicas, “ Os Métodos de Ensino” 3º ano de psicologia
Elaborado por Samuel Miguel kanga. Pá gina 13
sala de aula.
Expositivo Consiste na Métodos Para que a aula Quando a Este método
apresentação oral sócio expositiva alcance os informação torna
de um tema individualizad seus objectivos é dada esta bem aprendizage
logicamente os necessário que o estruturada, a m passiva,
estruturado (Nérici, professor apresente mente do aluno isto é,
1993:114). de forma clara aos pode estar quando a
Segundo este alunos o assunto que bastante activa informação é
autor o método vai ser abordado no a interpretar as dada de
expositivo pode decorrer da mensagens modo em que
assumir duas exposição e mostre ouvidas. os alunos
posições as suas ligações com não vem o
didácticas: temas já estudados; desenvolvime
exposição estabeleça um clima nto de uma
dogmática e adequado entre os ideia.
exposição aberta alunos e mantenha a
ou dialogada. atenção deles.
Outra classificação
feita por Gil (2008),
apresenta cinco (5)
modalidades: aula
expositiva; aula
recitação;
exposição -
demonstração;
exposição –
provocativa;
exposição –
discussão.

Trabalho de práticas pedagógicas, “ Os Métodos de Ensino” 3º ano de psicologia


Elaborado por Samuel Miguel kanga. Pá gina 14
Conclusão
Durante este trabalho podemos aferir a importância que os métodos de
ensino exercem no processo de ensino aprendizagem.
Ao longo do presente “artigo” falamos de forma resumida sobre a
classificação dos métodos de ensino, critérios de selecção dos métodos de
ensino, e vimos uma matriz onde procuramos descrever alguns métodos de
ensino.

Portanto, os métodos de ensino sendo um procedimento didáctico


caracterizado por certas fases e operações para alcançar um objectivam
previstos (Garcia, cit in Haidt, 2003:144). Joga um papel preponderante e
indispensável no PEA, visto que espelha a acção do professor pelas quais se
organizam as actividades de ensino e dos alunos para atingir objectivos do
trabalho docente em relação a um conteúdo específico (Libaneo 1994).
Vimos que não existe métodos “bons ou maus” tudo depende de como o
professor vai operacionalizar os mesmos métodos, é também necessário para
o sucesso do método elabora bem de forma eficiente e eficaz a matéria a ser
dada.

Trabalho de práticas pedagógicas, “ Os Métodos de Ensino” 3º ano de psicologia


Elaborado por Samuel Miguel kanga. Pá gina 15
Bibliografia

PILETTI, C. (2006). Didática Geral. 23ª Ed.S. Paulo: Ática.

Dicionário electrónico Aurélio

Material de Apoio de Didáctica Especial da Psicologia;

Material de apoio de didáctica geral, psicologia do ISCED – Benguela;

Trabalho de práticas pedagógicas, “ Os Métodos de Ensino” 3º ano de psicologia


Elaborado por Samuel Miguel kanga. Pá gina 16