Você está na página 1de 4

QUESTÕES SOBRE O LIVRO O QUINZE DE RAQUEL DE QUEIROZ

1. (U.E. Londrina) Marque a alternativa incorreta sobre o romance O Quinze, de Raquel de Queiroz:

a) O sucesso que rapidamente alcançou em todo o país esta obra de uma jovem cearense fez com que O Quinze,
publicado pouco depois de A Bagaceira, de José Américo de Almeida, fosse uma das obras fundamentais na
divulgação do regionalismo de 30.

b) Escrito por Raquel de Queiroz aos 15 anos, O Quinze apresenta a vida de Conceição, uma jovem normalista
também de 15 anos que se apaixona por seu primo Vicente, pecuarista que procura salvar a fazenda da família das
garras do coronel Chico Bento.

c) A obra de estreia de Raquel de Queiroz usa a seca de 1915 no Ceará como pano de fundo para revelar o
sofrimento e as angústias tanto dos miseráveis quanto dos proprietários rurais.

d) Narrado na terceira pessoa, utilizando da onisciência, o romance apresenta dois núcleos dramáticos que se
cruzam: a odisseia de Chico Bento, vaqueiro pobre e desempregado, e sua família, fugindo da seca rumo a Fortaleza,
e os desencontros amorosos entre a professora Conceição e o seu primo e quase namorado, o pecuarista Vicente.

e) Conceição leva sua avó, Inácia, da fazenda onde mora, em Quixadá, para ficar em Fortaleza enquanto perdurar a
seca. Na capital, a professora, solteirona (aos 22 anos!), ajuda os miseráveis reunidos no Campo de concentração e
pensa no seu primo Vicente que permanece em Quixadá, cuidando bravamente da fazenda da família. Divididos
tanto no espaço, quanto por interesses diversos e intrigas várias, os primos, incapazes de se comunicar, vão mesmo
se amando, separando-se mais cada dia.

2. (U.E. Londrina) Entre as personagens do romance O Quinze de Raquel de Queiroz, está uma sertaneja corajosa,
resistente e sofredora que acompanha o marido na viagem entre Quixadá e Fortaleza. A retirante vê um dos seus
filhos morrer envenenado, outro fugir e se perder e é obrigada a entregar o mais novo para ser criado em Fortaleza.
Esta personagem em muito se assemelha à mulher sertaneja criada, anos depois por Graciliano Ramos em Vidas
Secas. As retirantes de Raquel de Queiroz e Graciliano Ramos são, respectivamente:

a) Madalena e Sinhá Vitória

b) Conceição e Madalena

c) Cordulina e Sinhá Vitória

d) Cordulina e Madalena

e) Conceição e Sinhá Vitória.

3. (UFT/2013) Leia o fragmento de texto para responder a questão a seguir.

Chegou a desolação da primeira fome. Vinha seca e trágica, surgindo no fundo sujo dos sacos vazios, na descarnada
nudez das latas raspadas.

- Mãezinha, cadê a janta?

- Cala a boca, menino! Já vem!

- Vem lá o quê!...

Angustiado, Chico Bento apalpava os bolsos... nem um triste vintém azinhavrado...

Lembrou-se da rede nova, grande e de listras que comprara em Quixadá por conta do vale de Vicente.

Tinha sido para a viagem. Mas antes dormir no chão do que ver os meninos chorando, com a barriga roncando de
fome.

Estavam já na estrada do Castro. E se arrancharam debaixo dum velho pau-branco seco, nu e retorcido, a bem dizer
ao tempo, porque aqueles cepos apontados para o céu não tinham nada de abrigo.

O vaqueiro saiu com a rede, resoluto:


- Vou ali naquela bodega, ver se dou um jeito...

Voltou mais tarde, sem a rede, trazendo uma rapadura e um litro de farinha:

- Tá aqui. O homem disse que a rede estava velha, só deu isso, e ainda por cima se fazendo de compadecido...

Faminta, a meninada avançou; e até Mocinha, sempre mais ou menos calada e indiferente, estendeu a mão com
avidez.

(QUEIROZ, Rachel de. O Quinze. Rio de Janeiro: José Olímpio, 1979, p. 33).

"O Quinze", romance de estreia de Rachel de Queiroz, publicado em 1930, retrata a intensa seca que marcou o ano
de 1915 no sertão cearense. Considerando o fragmento apresentado, é CORRETO afirmar:

a) Ainda que publicado no início da década de 30, momento de intensas mudanças políticas e culturais no país, o
romance liga-se estética e tematicamente às propostas literárias da primeira geração modernista.

b) Na narrativa, estreitamente ligada às propostas de denúncia social dos regionalistas de 30, destacam-se o drama
da seca, a miséria e a degradação humana, marcantes em cenas como a do fragmento citado.

c) Apesar de se referir à seca que marcou o ano de 1915, o romance coloca em primeiro plano a violência e o
desrespeito que marcam as relações sociais, independente das condições climáticas; exemplo disso é a relação de
espoliação entre Chico Bento e o homem da bodega.

d) A linguagem utilizada pela autora, para construir o romance, aproxima-se da oralidade, conforme se vê no
fragmento. Tal recurso é utilizado para se contrapor à escrita extremamente rebuscada de alguns modernistas da
primeira geração, como Oswald de Andrade.

e) O fragmento apresenta um discurso moralizante, recorrente nos romances da segunda geração modernista, e
destaca o drama vivido pela família de Chico Bento, diante das dificuldades de sobrevivência.

4. (UCS/2012) A seca é metáfora recorrente na literatura, especialmente no segundo período modernista. Assinale a
alternativa correta em relação às obras que apresentam cenas que caracterizam a brutal realidade dos retirantes
nordestinos.

a) O Quinze, de Raquel de Queiroz; Vidas Secas, de Graciliano Ramos

b) Menino de Engenho, de José Lins do Rego; Grande Sertão: Veredas, de Guimarães Rosa

c) A Rosa do Povo, de Carlos Drummond de Andrade; Os Sertões, de Euclides da Cunha

d) Um Lugar ao Sol, de Érico Veríssimo; A Legião Estrangeira, de Clarice Lispector

e) Capitães da Areia, de Jorge Amado; Urupês, de Monteiro Lobato

5. (UNICENTRO/2008)

No poente avermelhado, um vulto preto se desenhou.

Depois, o cavalo e o cavaleiro foram-se destacando na sombra escura que avançava.

Ao chouto duro do cavalo, o cavaleiro subia e descia na sela, desengonçadamente, numa indiferença de macaco
pensativo que se agacha num encontro de galhos e ali fica, deixando que o vento o empurre e sacuda à vontade.

Era o Chico Bento. O cavalo parou debaixo do pau-branco seco que fazia as vezes de sombra. O dono apeou, com a
mesma indolência desajeitada, tirou o cabresto de baixo da capa da sela e amarrou o animal no tronco.

Vicente, sentado numa rede, o cigarro entre as mãos, via-o chegar. E respondendo à saudação tartamudeada do
caboclo:

— Boa tarde, compadre. Abanque-se!


O vaqueiro sentou-se num banco de pau, junto ao parapeito.

Vinha fazer um negócio... umas resinhas que ele tinha nas Aroeiras e queria vender...

[...]

Quando o vaqueiro montou novamente, o rapaz disse, a modo de despedida:

— Pois de manhãzinha bem cedo mande o rapaz buscar o animal e a ordem do dinheiro para o Zacarias da Feira.

Chico Bento saiu já com escuro. Lentamente o balançava o chouto largo do cavalo.

Ia e vinha na larga sela de campo, de arção redondo e grandes capas bordadas.

Pensava na troca. Umas reses tão famosas! Por um babau velho e cinquenta mil-réis de volta! O que é a gente estar
na desgraça…

(QUEIROZ, Rachel de. O Quinze. Rio de Janeiro: José Olímpio, 13 ed., 1971, p. 41-43).

O fragmento contextualizado na obra permite afirmar:

a) A narrativa como um todo sugere que a solução para a pobreza do nordestino retirante encontra-se na emigração
para o Amazonas a fim de trabalhar nos seringais.

b) O personagem Vicente é o chefe político de Quixadá que, no período de seca, pratica o assistencialismo, a fim de
garantir o continuísmo de sua família no poder.

c) Vicente representa o proprietário de terra que, no período da seca, se refugia no litoral, buscando novos negócios
que aumentem os seus lucros.

d) A amizade de Vicente a Chico Bento é reveladora do espírito solidário que marca as relações entre todos os
sertanejos no período da seca.

e) Chico Bento, ao fazer negócio com Vicente, mostra consciência crítica do contexto em que se encontra.

6- Observe a imagem a seguir.

O romance O Quinze, de Rachel de Queiroz, é considerado


uma das cem obras essenciais da literatura brasileira. A
gravura retrata uma das muitas situações de penúria
vivenciadas por humanos e animais durante a seca descrita no
livro. A que episódio da narrativa a figura pode ser associada?
Relate-o. -

_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
7- Em um contexto cruel e permeado de adversidades extremas, Chico Bento tenta fugir da seca e chegar a Fortaleza
com sua família – cunhada, mulher e cinco filhos. Informe o que aconteceu às personagens a seguir:

a) Mocinha

_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________

b) Josias

_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________

c) Pedro

_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________

d) Manoel (Duca)

_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________

8- Considerando a leitura integral da obra O Quinze, julgue as afirmações, assinalando C (certo) e E (errado).

(___) O romance retrata com naturalidade e sem sentimentalismo o drama da seca no sertão nordestino.

(___) A linguagem do texto é simples e enxuta, apresentando, muitas vezes, a transcrição de coloquialismos.

(___) A obra apresenta temática social e denuncia, entre outros, o sofrimento dos retirantes e a falta de assistência
do poder público.

(___) As personagens Conceição e Vicente aproximam-se por possuírem o mesmo nível social e intelectual.

(___) Conceição representa, na obra, a tradição especialmente no que se refere ao papel social da mulher.

9- A obra apresenta duas histórias paralelas: a de Chico Bento e a de Conceição. Relate o momento em que essas
duas narrativas se encontram.

_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________

10- Quanto ao livro O Quinze, de Raquel de Queiroz, quais são os espaços apresentados na obra

_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________

Você também pode gostar