Você está na página 1de 30

Quinta-feira, 23 de Outubro de 2014 III SÉRIE —

­ Número 85

SUPLEMENTO
MINISTÉRIO DOS RECURSOS MINIERAIS Vértice Latitude Longitude

Direcção Nacional de Minas 12 - 26º 12’ 15,00’’ 32º 09’ 00,00’’


13 - 26º 12’ 00,00’’ 32º 09’ 00,00’’
AVISO 14 - 26º 12’ 00,00’’ 32º 06’ 15,00’’

Em cumprimento do disposto no artigo 14 do Regulamento da Lei de Direcção Nacional de Minas, em Maputo, 16 de Setembro de 2014. — O
Director Nacional, Eduardo Alexandre.
Minas aprovado pelo Decreto n.º 62/2006, de 26 de Dezembro, publicado
no Boletim da República, n.º 51, I.ª série, 8.º suplemento, faz-se saber
que por despacho de S. Ex.ª a Ministra dos Recursos Minerais de 29
de Agosto de 2014, foi atribuida a favor de Goba Mining, Limitada, a AVISO

Concessão Mineira n.º 5447C, válida até 25 de Julho de 2024, para areia Em cumprimento do disposto no artigo 14 do Regulamento da Lei de
de construção e calhau rolado, no distrito de Namaacha, província de Minas aprovado pelo Decreto n.º 62/2006, de 26 de Dezembro, publicado
no Boletim da República, n.º 51, I.ª série, 8.º suplemento, faz-se saber
Maputo com as seguintes coordenadas geográficas: que por despacho de S. Ex.ª a Ministra dos Recursos Minerais de 9 de
Setembro de 2014, foi atribuída a favor de Goba Mining, Limitada, a
Vértice Latitude Longitude Concessão Mineira n.º 3825C, válida até 25 de Julho de 2024, para pedra
1 - 26º 11’ 45,00’’ 32º 06’ 15,00’’ de construção, no distrito de Namaacha, província do Maputo com as
2 - 26º 11’ 45,00’’ 32º 07’ 15,00’’ seguintes coordenadas geográficas:
3 - 26º 11’ 30,00’’ 32º 07’ 15,00’’
4 - 26º 11’ 30,00’’ 32º 09’ 00,00’’ Vértice Latitude Longitude
5 - 26º 11’ 45,00’’ 32º 09’ 00,00’’ 1 - 26º 10’ 00,00’’ 32º 08’ 00,00’’
6 - 26º 11’ 45,00’’ 32º 09’ 15,00’’ 2 - 26º 10’ 00,00’’ 32º 09’ 15,00’’
7 - 26º 12’ 00,00’’ 32º 09’ 15,00’’ 3 - 26º 11’ 30,00’’ 32º 09’ 15,00’’
8 - 26º 12’ 00,00’’ 32º 09’ 30,00’’ 4 - 26º 11’ 30,00’’ 32º 08’ 00,00’’
9 - 26º 12’ 30,00’’ 32º 09’ 30,00’’
10 - 26º 12’ 30,00’’ 32º 09’ 15,00’’ Direcção Nacional de Minas, em Maputo. — O Director Nacional,
11 - 26º 12’ 15,00’’ 32º 09’ 15,00’’ Eduardo Alexandre.

ANÚNCIOS JUDICIAIS E OUTROS

IMNA – Sociedade em dezanove de Dezembro de dois mil e doze, portador do Passaporte n.º M00035596,
Unipessoal, Limitada pelas Autoridades Sul-Africanas, casado, em residente em Massavana, Guinjata, distrito
de Jangamo, o qual se regerá pelas cláusulas
regime de comunhão de bens com Letitia
Certifico, para efeitos de publicação, que no seguintes:
Jacobus, natural e residente na África do Sul,
dia dezanove de Setembro de dois mil e catorze,
portadora do Passaporte n.º 452310452, emitida ARTIGO PRIMEIRO
foi matriculada na conservatória do registo
pelas Autoridades Sul-Africanas, a dezanove de (Denominação e sede)
de entidades legais sob NUEL 100533553,
a entidade legal supra constituída por David Abril de dois mil e cinco, neste acto representado A sociedade adopta a denominação, IMNA
Jacobs, natural e residente na África do Sul, pelo seu bastante procurador Cornelia Johanna – Sociedade Unipessoal, Limitada, constitui-
portador do Passaporte n.º M00060297, emitido Labuschagne, de naturalidade sul-africana, se sob forma de sociedade por quotas de
3352 — (2) III SÉRIE — NÚMERO 85

responsabilidade limitada e tem a sua sede ARTIGO SEXTO mil e treze, e valido até dez de Julho de dois mil
em Nhautsi, localidade de Nhanombe, distrito e catorze, pela Direcção Civil de Identificação
(Amortização de quotas)
de Inharrime.Sempre que julgar conveniente da República da China.
a sociedade poderá criar delegações, filiais, A sociedade tem a faculdade de amortizar as As partes acima identificadas acordam
sucursais ou qualquer outra forma de quotas por acordo com os respectivo proprietário em constituir e registar uma sociedade sob
representação social, no território nacional e ou quando a quota for penhorada, arrestada a forma de sociedade comercial por quotas
no estrangeiro. ou por qualquer outro meio, apreendida de responsabilidade limitada, denominada
Lan Tian Group Co, Limitada, com base nos
judicialmente.
ARTIGO SEGUNDO preceitos legais em vigor na República de
ARTIGO SÉTIMO Moçambique e devendo-se reger pelo presente
(Duração) estatuto:
(Assembleia geral)
A sociedade durará por tempo indeterminado,
ARTIGO PRIMEIRO
contando-se o início da actividade a partir da A assembleia geral reunir-se-á ordinariamente
data da assinatura do contrato. uma vez por ano, para aprovação do balanço de (Denominação e duração)
contas do exercício e deliberar sobre quaisquer Um) A sociedade adopta a denominação de
ARTIGO TERCEIRO
outros assuntos para que tenha sido convocada, Lan Tian Group Co, Limitada.
(Objecto) e extraordinariamente sempre que tal se mostre Dois) A sua duração é indeterminada,
necessário. contando a partir da data de constituição.
Um) A sociedade tem por objecto social:
a) Exploração de habitação de veraneio ARTIGO OITAVO ARTIGO SEGUNDO
e turismo; (Sede)
(Administração, gerência)
b) Exploração de complexos turísticos;
c) Turismo de contemplação, safari e caça Um) A sociedade tem a sua sede na Rua
Um) A administração e gerência da sociedade
Vera da Rocha, bairro Malanga, flat dez, terceiro
desportiva; é exercida pelo único sócio David Jacobus, na
andar, Maputo-Moçambique.
d) Exploração de lojas de conveniência; sua ausência poderá delegar alguém para o
Dois) A administração poderá mudar a
e) Prestação de serviços diversos; representar. sede social para qualquer outro local, dentro
f) Importação e exportação. Dois) Compete a gerência a representação da mesma cidade ou para circunscrições
Dois) A sociedade poderá exercer outras da sociedade em todos os actos, activa e administrativas limítrofes, e poderá abrir ou
actividades conexas, complementares ou passivamente em juízo e fora dele dispondo dos encerrar sucursais, filiais, delegações ou outras
subsidiárias do objecto social principal, mais amplos poderes para a prossecução dos formas de representação quer no estrangeiro
participar no capital social de outras sociedades fins da sociedade, gestão corrente dos negócios quer no território nacional, devendo notificar
ou associar-se a outras empresas. e contratos sociais. os sócios por escrito dessa mudança.

ARTIGO QUARTO ARTIGO NONO ARTIGO TERCEIRO

(Capital social) (Objecto)


(Dissolução)
Um) O capital social, integralmente realizado A sociedade dissolve-se nos termos previstos Um) A sociedade tem como objecto das
em bens e dinheiro, é de vinte mil meticais na lei ou por deliberação da assembleia geral que seguintes actividades:
correspondente à soma de uma só quota assim nomeará uma comissão liquidatária. Consultoria, promoção, mediação e
distribuída: desenvolvimento imobiliário, nas
Está conforme.
David Jacobs, casado, natural e residente modalidades admitidas por lei,
Inhambane, dezanove de Setembro de dois
na África do Sul, portador do agricultura, plantio, jardinagem,
Passaporte n.º M00060297 emitido mil e catorze. — A Técnica, Ilegível.
industria extractiva e industria
em dezanove de Dezembro de diversa, obras públicas e construção
dois mil e doze, pelas Autoridades
civil, gestão, avaliação, fiscalização
Sul-Africanas, com uma quota no Lan Tian Group Co, Limitada e coordenação de projectos de
valor nominal de vinte mil meticais,
Certifico, para efeitos de publicação, que engenharia e arquitectura, consul-
correspondente a cem por cento do
no dia treze de Outubro de dois mil e catorze, toria de projectos, contabi-lidade e
capital social.
foi matriculada na Conservatória do Registo gestão de empresas, representação
Dois) Não são exigíveis prestações
de Entidades Legais sob NUEL 100540592, comercial, de marcas e patentes,
suplementares de capital, mas o sócio poderá
uma entidade denominada Lan Tian Group Co, aluguer de transporte rodoviários,
fazer os suprimentos de que a sociedade carece
Limitada, entre: serviços de táxi, transporte de carga
mediante deliberação em assembleia geral.
Primeiro. Yin Feng, de nacionalidade e comércio geral a retalho e a grosso
ARTIGO QUINTO chinesa, maior, titular do Passaporte com importação e exportação.
n.º E09106651, emitido aos dois de Abril dois Dois) A sociedade poderá, com vista
(Cessão de quotas) mil e catorze, e válido até um de Abril de dois à prossecução do seu objecto, mediante
Um) A divisão ou cessão de quotas é livre mil e vinte e quatro, pela Direcção Civil de deliberação da assembleia geral, associar-se
entre o sócio. Identificação da República da China; e com outras empresas, quer participando no seu
Dois) A assembleia fica reservada o direito Segundo. Yao Mei Juan, de nacionalidade capital, quer em regime de participação não
de preferência perante terceiros e a Gerência chinesa, Maior, titular do Passaporte societária de interesses, segundo quaisquer
toma o direito quanto a cessão. n.º E23471037, emitido aos onze de Julho dois modalidades admitidas por lei.
23 DE OUTUBRO DE 2014 3352 — (3)

Três) A sociedade poderá exercer actividades E celebrado o presente contrato de sociedade, em empresas, associações empresarias,
em qualquer outro ramo de negócio, que nos termos do artigo noventa do Decreto-Lei agrupamentos de empresas ou outras formas
os sócios resolvam explorar e para os quais número dois barra dois mil e cinco, de vinte e de associação legalmente permitidas.
obtenham as necessárias autorizações. sete de Dezembro do Código Comercial entre:
CAPÍTULO II
Salvador Ozias Augusto Magagule, solteiro,
ARTIGO QUARTO
natural de Maputo, residente no bairro de Do capital social
(Capital social) Chamanculo, titular do Bilhete de Identidade
n.º 110281242Z, de quatro de Maio de ARTIGO QUARTO
Um) O capital social, integralmente subscrito
dois mil e nove, emitido pelo Arquivo de (Capital social)
e realizado em dinheiro, é de cinquenta mil de
Identifição Civil de Maputo;
meticais, corresponde a soma de duas quotas, O capital social, subscrito e realizado em
assim distribuidas: Francisco Eduardo Miambo, solteiro, natural dinheiro, é de vinte mil meticais, e acha se
de Maputo, residente nesta cidade, titular do dividido nas seguintes quotas:
a) Uma quota com o valor nominal vinte
Bilhete de Identidade n.º 110200176974Q,
cinco mil meticais, representando a) Uma quota no valor nominal de dez
de vinte sete de Abril de dois mil e dez,
cinquenta por cento do capital mil meticais, correspondente a
emitido pelo Arquivo de Identifição Civil
social, pertencente a Yin Feng; cinquenta por cento do capital
de Maputo.
b) Uma quota com o valor nominal vinte social, pertencente ao sócio
Por presente contrato de sociedade outorgam Salvador Ozias Augusto Magagule;
cinco mil meticais, representando e constituem entre si uma sociedade por quotas b) Uma quota nominal de dez mil meticais,
cinquenta por cento do capital de responsabilidade limitada, que se regera pelas correspondente a cinquenta por
social, pertencente a Yao Mei Juan. cláusulas seguintes; cento do capital social, pertencente
Dois) Mediante deliberação da assembleia ao sócio Francisco Eduardo
CAPÍTULO I
geral, o capital da social poderá ser aumentado. Miambo.
Três) Os sócios tem direito de preferência no Da denominação, duração, sede e
que concerne o aumento do capital social, em objecto ARTIGO QUINTO
proporção das sua participação social. (Aumento do capital)
ARTIGO PRIMEIRO
ARTIGO QUINTO (Denominação e sede) Um) A capital social está integralmente
realizado em valores monetários.
(Administração e gestão da sociedade) A sociedade adopta a denominação de, Plain Dois) O capital social poderá ser aumentado,
Services, Limitade, e tem a sua sede na rua do uma ou mais vezes, por deliberação da
Um) A sociedade é gerida e administrada por
Tindzau Flora, número dois mil e duzentos e assembleia geral.
um conselho de administração ou administrador
setenta e nove, na cidade de Maputo. Três) Compete à assembleia geral deliberar
único, eleitos pela assembleia geral.
os termos e as condições dos aumentos de
Dois) Para o primeiro mandato e até a ARTIGO SEGUNDO capital.
próxima assembleia geral, fica desde já
(Duração)
designado a administração e gerência da ARTIGO SEXTO
sociedade e sua representação em juízo e A sua duração será por tempo indeterminado
(Cessão ou divisão de quotas)
fora dele, activa e passivamente, por dois podendo por deliberação da assembleia geral
administradores, Yin Feng ou Yao Mei Juan abrir agências, delegações, sucursais e outra Um) A cessão ou divisão de quotas e livre
sendo suficiente apenas assinaturas de um deles forma de representação, em qualquer ponto do entre os sócios, mas para estranhos a decisão
para obrigar a sociedade. país ou no estrangeiro. fica dependente do consentimento escrito do
sócio não cedente, ao qual e reservado o direito
Três) A sociedade vincula-se pela assinatura
ARTIGO TERCEIRO de preferência na sua aquisição.
de pelo menos um administrador ou de um
Dois) no caso de nem a sociedade, nem
procurador nos limites do respectivo mandatos (Objecto)
os sócios desejarem fazer o uso do direito
ou procuração. de preferência o sócio que deseja vender a
Um) O objecto social principal da sociedade
Quatro) A sociedade não fica obrigada por sua quota poderá fazé-lo livremente fora da
consiste em:
quaisquer fianças, letras, livranças, e outros sociedade.
a) Fumigações gerais;
actos, garantias e contratos estranhos ao seu
b) Limpezas gerais; ARTIGO SÉTIMO
objecto social, salvo deliberação em contrário
c) Jardinagem;
da assembleia geral. A assembleia geral e a sua respectiva
d) Exportação, importação e comércio.
Maputo, vinte de Outubro de dois mil e convocação, poderá ser feita por meio de carta
Dois) A sociedade poderá exercer outras
catorze. — O Técnico, Ilegível. registada com aviso de recepção, dirigidos aos
actividades necessárias ou complementares ao
sócios, com antecedência mínima de quinze
seu objecto principal, desde que legalmente
dias, salvo oscasos em que a lei prescreva
autorizadas e a decisão aprovada pelo conselho
formalidades especiais de convocação.
de administração.
Plain Services, Limitada Três) Mediante deliberação do conselho de ARTIGO OITAVO
administração, a sociedade poderá participar,
Certifico, para efeitos de publicação, que no directa ou indiretamente em projectos de (Administração e gerência)
dia dezasseis de Outubro de dois mil e catorze, desenvolvimento que de alguma forma Um) A administração da sociedade será
foi matriculada na Conservatória do Registo de concorram para o preechimento do seu objecto, exercida pelos dois sócios.
Entidades Legais sob NUEL 100541637, uma aceitar e adquirir concessões, adquirir e gerir Dois) Para obrigar a sociedade e necessária
entidade denominada Plain Services, Limitada. participações no capital, ou ainda participar a assinatura da senhora Ernestina Jorge novela
3352 — (4) III SÉRIE — NÚMERO 85

que desde já e nomeada gerente da sociedade legislação aplicável e em vigor na Republica de representação, em Moçambique ou no
com dispensa de caução. A gerente não poderá de Moçambique. estrangeiro, cumpridas as devidas formalidades
delegar todo ou parte dos seus poderes a pessoas Maputo, vinte de Outubro de dois mil legais, competindo a gerência decidir, caso a
estranhas a sociedade, excepto se a assembleia e catorze. – O Técnico, Ilegível. caso, a sua abertura e o seu encerramento.
geral assim deliberar e desde que outorguem a
respectiva procuração a este respeito, com todos ARTIGO SEGUNDO
os possíveis limites de competência. Objecto social
Três) Compete ao gerente a representação
Um) A sociedade tem por objecto a:
da sociedade em todos os seus actos e passi- WB Cape Mozambique,
a) Importação e exportação gerais,
vamente, em juízo e fora dele, na ordem jurídica Limitada
incluindo, mas não se limitando a
interna como internacionalmente, e realização
Certifico, para efeitos de publicação, que no comidas e bebidas;
do objecto social, designadamente quanto
dia dez de Outubro de dois mil e catorze, foi b) Comércio geral a grosso e a retalho;
ao exercício de gestão corrente dos negócios
matriculada na Conservatória do Registo de c) Bottle store;
sociais.
Entidades Legais sob NUEL 100540177, uma d) Construção civil;
ARTIGO NONO entidade denominada WB Cape Mozambique, e) Mineração, gás, óleos (petróleo, etc);
Limitada, entre: f) Assessoria, consultoria;
(Morte e incapacidade) g) Recursos humanos;
Primeiro. WB Cape International Limited,
Por isso ou interdição de qualquer sócio, os sociedade constituída de acordo com a legislação h) Tecnologias de informação e
herdeiros ou representes do falecido exercerão em vigor nas Ilhas Virgens da Grã-Bretanha, telecomunicações;
em comum os respectivos direitos enquanto a registada aos catorze de Novembro de dois mil i) Gestão de negócios e elaboração e
quota permanecer indivisa, devendo entre eles e onze, sob o n.º 1680624, com sede no Offshore promoção de projectos;
nomear um que a todos represente na sociedade. Incorporations Centre, Road Town, Tortola, j) Gestão de empreendimentos turísticos;
British Virgin Islands, P.O. Box novecentos k) Agenciamento;
ARTIGO DÉCIMO e e cinquenta e sete, representada pelo senhor l) Representação de marcas e patentes
Barend Buitendag, na qualidade de director- em território moçambicano e
(Das contas e aplicação de resultados)
geral e com bastantes poderes para a prática estrangeiro;
Um) O exercício social corresponde ao deste acto; m) Prestação de serviços diversos.
civil e o balanço de conta de resultado serão Dois) A sociedade poderá ainda exercer
Segundo. Jason Scully, maior, solteiro,
encerrados com a data de referencias de trinta e outras actividades conexas, complementares ou
natural da África do Sul, de nacionalidade sul-
um de Dezembro de cada ano serão submetidas subsidiárias do objecto principal ou qualquer
africana, portador do Passaporte n.º A02412523,
a aprovação da assembleia geral. outro ramo de indústria ou comércio permitido
emitido pelo Departamento de Assuntos
Dois) Dos lucros que e o balanço registar, por lei que a gerência delibere explorar.
Internos da África do Sul, aos oito de Outubro de
liquidado de todas as despensas e encargos Três) Mediante deliberação em assembleia
dois mil e doze, residente no bairro do triunfo,
deduz se a percentagem legalmente requerida geral aprovada por uma maioria de sócios, a
na rua dos eucaliptos, número trezentos e vinte
para constituição da reserva legal enquanto sociedade poderá também adquirir participações
e sete, cidade de Maputo.
esta não estiver realizada ou sempre que seja noutras sociedades, constituídas ou a constituir,
necessário reintegrá-la. Constituem entre si e de acordo com o artigo em Moçambique ou no estrangeiro.
Três) A parte restante dos lucros será noventa do Código Comercial uma sociedade
conforme deliberação social, repartida entre por quotas, de responsabilidade limitada, que CAPÍTULO II
os sócios na proporção das quotas a titulo de se regerá pelas seguintes cláusulas:
Do capital social
dividendos, ou afectados a quaisquer reservas
CAPÍTULO I
gerais ou especiais criadas por decisão da ARTIGO TERCEIRO
assembleia geral. Da denominação, sede, duração Capital social
e objecto
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO Um) O capital social, integralmente subscrito
ARTIGO PRIMEIRO e realizado em dinheiro, é de vinte mil meticais,
(Dissolução da sociedade)
Natureza, duração, denominação e sede distribuídos em duas quotas desiguais, da
A sociedade só se dissolverá nos termos seguinte forma:
Um) A sociedade adopta a forma de sociedade
da legislação em vigor ou por acordo total dos a) Uma quota de valor nominal de
por quotas de responsabilidade limitada e
sócios, declarada a dissolução da sociedade, dezasseis mil meticais, correspon/
será constituída por tempo indeterminado,
proceder-se-á sua liquidação de acordo com a dente a oitenta por cento do capital
adoptando a firma WB Cape Mozambique,
legislação em vigor sobre a matéria, dissolvendo social, pertencente a WB Cape
Limitada, sendo regulada por este contrato de
se por acordo dos sócios todos eles serão International Limited;
sociedade e pela respectiva legislação aplicável.
liquidatários. O remanescente, pagas as dividas, b) Uma quota de valor nominal de quatro
Dois) A sociedade terá a sua sede social na
será distribuído pelos sócios na proporção das mil meticais, correspondente a
rua dos Eucaliptos, número trezentos e vinte
quotas. cinquenta por cento do capital
e sete, bairro do Triunfo, cidade de Maputo,
social, pertencente a Jason Scully.
Moçambique.
ARTIGO DECIMO SEGUNDO Três) A sede da sociedade poderá ser Dois) Nenhum sócio poderá alienar a sua
(Omissões) transferida para qualquer outro local dentro quota, a terceiros, sem o prévio consentimento
de Moçambique, mediante deliberação da dos restantes sócios, de forma a que tais
Único. Em tudo o que fica omisso, regularão administração. restantes sócios tenham a oportunidade de
as disposições do código comercial, da lei Quatro) A sociedade poderá criar exercício do seu direito de preferência tal como
que regula as sociedades por quotas e restante sucursais, escritórios ou qualquer outra forma estabelecido infra.
23 DE OUTUBRO DE 2014 3352 — (5)

Três) Se por um acaso nenhum sócio Cinco) O conselho de gerência proporá um CAPÍTULO IV
pretender exercer o seu direito de preferência presidente dentre os seus membros, uma vez
Do exercício social
ou não se pronunciar no prazo de quinze dias por ano.
de calendário a contar da data que tomou Seis) O conselho de gerência é o órgão de ARTIGO OITAVO
conhecimento por meio do anúncio da cessão, gestão da sociedade com poderes absolutos de
Exercício social
o cedente poderá alienar a sua quota a terceiros. gestão e representação da sociedade, conforme
a lei e os presentes estatutos. O exercício social não coincide com o ano
ARTIGO QUARTO Sete) Compete ao conselho de gerência: civil, encerrando a trinta e um de Março de
Aumento do capital social a) Representar a sociedade, activa ou cada ano.
passivamente, em juízo ou fora
Um) O capital social poderá ser aumentado ARTIGO NONO
dele, propor e levar a cabo actos,
uma ou mais vezes, através de novas entradas,
dar conta deles e também exercer Contas do exercício
em dinheiro ou em espécie, ou através da
funções de árbitro;
conversão de reservas, resultados ou passivo Um) A gerência deverá preparar e submeter à
b) Adquirir, vender e trocar ou atribuir
em capital, mediante deliberação da assembleia aprovação da assembleia geral o relatório anual
como fiança, o activo da sociedade;
geral tomada por uma maioria de cinquenta de gestão e as contas de cada exercício anual
c) Adquirir ou subscrever participação
vírgula um por cento do capital social com da sociedade.
em sociedades estabelecidas ou
direito de voto, sob proposta da gerência da Dois) As contas do exercício deverão ser
a estabelecer, assim como em
sociedade. submetidas à assembleia geral dentro dos três
qualquer associação ou grupo
Dois) Em cada aumento de capital os sócios meses seguintes ao final de cada exercício.
económico;
terão direito de preferência na respectiva Três) A pedido de qualquer dos sócios,
d) Transferir ou adquirir propriedades,
subscrição. as contas do exercício serão examinadas
sublocar, conceder, arrendar ou
Três) O montante do aumento será por auditores independentes de reputação
alugar qualquer parte da propriedade
distribuído entre os sócios que exerçam o seu internacionalmente reconhecida, que sejam
da sociedade;
direito de preferência, atribuindo-se-lhes uma aceitáveis para todos os sócios, abrangendo
e) Pedir empréstimo de dinheiro ou
participação nesse aumento na proporção da todos os assuntos que, por regra, estão incluídos
fundos, amortizar as contas
respectiva participação social já realizada à neste tipo de exames. Cada sócio terá direito
bancárias da sociedade ou dar
data da deliberação do aumento de capital, ou a reunir-se com os referidos auditores e rever
qualquer garantia em termos
a participação que os sócios em causa tenham todo o processo de auditoria e documentação
legalmente permitidos;
declarado pretender subscrever, se esta for de suporte.
f) Negociar e assinar contratos visando
inferior àquela.
a materialização dos objectivos da CAPÍTULO V
Quatro) Os sócios deverão ser notificados
do prazo e demais condições do exercício do sociedade.
Das disposições finais
direito de subscrição do aumento por, fax, telex, Oito) O conselho de gerência pode delegar
correio electrónico ou carta registada, tal prazo competência a qualquer dos seus membros e ARTIGO DÉCIMO
não poderá ser inferior a trinta dias. pode passar procuração como achar conveniente. Acordos parassociais

CAPÍTULO III ARTIGO SEXTO Os sócios poderão celebrar acordos


parassociais, os quais serão considerados linhas
Da gestão, representação e vinculação (Responsabilidade)
orientadoras para a sociedade desde que a sua
ARTIGO QUINTO Os administradores e membros do conselho existência lhe seja notificada por escrito.
(Gestão e representação da sociedade)
de gerência serão pessoalmente responsáveis
por todos os actos praticados no exercício das ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
Um) A sociedade será gerida por um suas funções e serão responsáveis perante a Auditorias e informação
conselho de gerência composto por um ou sociedade e os sócios pelo cumprimento dos
dois membros nomeados por voto unânime da Um) Os sócios e os seus representantes
seus mandatos.
assembleia geral e da seguinte maneira. devidamente autorizados, assistidos ou não
Dois) O conselho de gerência pode nomear ARTIGO SÉTIMO por contabilistas independentes certificados
directores que poderão participar nas reuniões (sendo os honorários destes pagos pelo referido
Vinculação da sociedade sócio), têm o direito de examinar os livros,
do conselho de gerência e usar da palavra, mas
não poderão votar. A sociedade obriga-se com a assinatura: registos e contas da sociedade, bem como as
Três) Os membros do conselho de gerência suas operações e actividades.
a) Do gerente da sociedade para assuntos
serão nomeados por períodos de três anos e Dois) O sócio deverá notificar a sociedade
de natureza corrente;
serão elegíveis para novo mandato, excepto da realização do exame, mediante aviso escrito
b) Conjunta do gerente da sociedade e
se a assembleia geral resolver o contrário. com cinco dias de antecedência em relação ao
do sócio maioritário para qualquer
Qualquer gerente manter-se-á no seu posto até dia do exame.
que um substituto seja nomeado. Os gerentes acto que víncule a sociedade em
Três) A sociedade deverá cooperar
não necessitam de dar quaisquer garantias qualquer importância acima de
totalmente, facultando para o efeito o acesso
para ocupar o seu cargo e pessoas de fora da duzentos e cinquenta mil meticais;
aos livros e registos da sociedade.
sociedade poderão ocupar os seus cargos. c) De qualquer mandatário com poderes
Quatro) Pessoas colectivas podem ser especiais para o acto, nos termos da ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
nomeadas para o conselho de gerência o qual, respectiva procuração; ou
Direito aplicável
no caso de tal ocorrência, nomeará uma pessoa d) No caso dos processos judiciais, por
física para representá-las por meio de uma carta um advogado constituído para o O presente contrato de sociedade reger-se-á
dirigida à sociedade. efeito. pela lei moçambicana.
3352 — (6) III SÉRIE — NÚMERO 85

ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO ARTIGO QUARTO ARTIGO DÉCIMO


Nomeação dos membros de órgãos sociais Capital social Morte ou interdição
da sociedade
O capital social, integralmente subscrito e Em caso de morte, incapacidade física ou
Os demais membros dos cargos societários realizado em dinheiro, é de cem mil meticais, mental definitiva ou interdição de um dos
da sociedade serão nomeados em primeira correspondente à soma de duas quotas iguais, sócios, a sua parte social continua com os
assembleia geral. herdeiros ou representantes legais nomeando um
sendo cinquenta por cento do capital social,
Maputo, vinte de Outubro de dois mil que represente a todos na sociedade, enquanto
equivalente a cinquenta mil meticais, para cada
e catorze. — O Técnico, Ilegível a quota manter-se indivisa.
um dos sócios Albino Ricardo Chilundo e Beti
Francisco Mate, respectivamente. ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
ARTIGO QUINTO Casos omissos
Chilundo Construções Em tudo quanto fica omisso, regularão as
Cessão de quotas
e Perfurações Hidráulicas, disposições legais aplicáveis na República de
Limitada A cessão das quotas é livre para os sócios, Moçambique.
mas para estranhos carece do consentimento
Está conforme.
Certifico, para efeitos de publicação, que da sociedade a qual é concedida o direito de
por escritura de um de Outubro de dois mil Vilankulo, oito de Outubro de dois mil
preferência.
e catorze, exarada de folhas cinquenta e três e catorze. — O Notário, Ilegível.
a folhas cinquenta e quatro verso do livro de ARTIGO SEXTO
notas para escrituras diversas número quarenta
e três da Conservatória dos Registos e Notariado Assembleia geral
de Vilankulo, a cargo de Fernando António Kaleydo Turismo, Limitada
A assembleia geral reunir-se-á ordinaria-
Ngoca, Conservador e notário superior, em
mente uma vez por ano para apreciação e Certifico, para efeitos de publicação, que
pleno exercício de funções Notariais, foi
aprovação do balanço e das contas do exercício, no dia oito de Outubro de dois mil e catorze,
constituída entre Albino Ricardo Chilundo e
Beti Francisco Mate, uma sociedade por quotas bem como para deliberação sobre outros foi matriculada na Conservatória do Registo
de responsabilidade limitada, que se regerá nas assuntos para os quais tenha sido convocada, e de Entidades Legais sob NUEL 100539314,
cláusulas e condições constantes dos artigos extraordinariamente sempre que for necessário. uma entidade denominada Kaleydo Turismo,
seguintes: Limitada.
ARTIGO SÉTIMO Nos termos do artigo noventa do Código
ARTIGO PRIMEIRO Comercial, entre:
Administração e gerência
Denominação e sede Assilame Abdul Rashid, solteiro maior, natural
Um) A administração e gerência da sociedade de Maputo, de nacionalidade moçambicana
A sociedade adopta a denominação Chilundo e sua representação em juízo e fora dele, activa e e residente nesta cidade, titular do Bilhete
Construções e Perfurações Hidráulicas, passivamente, será exercida pelo sócio gerente de Identidade n.º 110101206737M, emitido
Limitada, é uma sociedade por quotas de
Albino Ricardo Chilundo, com dispensa de pela Direcção de Nacional de Identificação
responsabilidade limitada com sede no distrito
caução, bastando a sua assinatura para obrigar Civil de Maputo, aos treze de Junho de dois
de Vilankulos, província de Inhambane,
a sociedade em todos os actos ou contratos. mil e onze, e válido até treze de Junho de
podendo por deliberação da assembleia geral
Dois) O gerente poderá delegar total ou dois mil e vinte e um;
mudar a sede para outro ponto do território
Nacional ou Estrangeiro, poderá ainda criar ou parcialmente os seus poderes em pessoas de sua Stefano Sedola, casado, natural da Itália, de
encerrar sucursais, filiais, delegações, agências confiança ou escolha, mediante um instrumento nacionalidade italiana, titular de Passaporte
ou outras formas de representação social onde legal para tal efeito. n.º YA0689807, emitido na Itália, aos vinte
e quando for necessário desde que deliberado e quatro de Setembro de dois mil e dez, e
em assembleia geral. ARTIGO OITAVO válido até vinte e três de Setembro de dois
mil e vinte.
ARTIGO SEGUNDO Amortização de quotas
Que pelo presente contrato, constituem entre
Duração A sociedade fica com a faculdade de sí uma sociedade por quotas de responsabilidade
amortizar as quotas: limitada, que se regerá pelos artigos seguintes:
A sociedade durará por tempo indeterminado
contando o seu começo a partir da data da a) Por acordo dos sócios;
b) Por morte de um dos sócios; CAPÍTULO I
assinatura da escritura pública.
c) Quando qualquer quota for penhorada, Da denominação, sede e duração
ARTIGO TERCEIRO arrestada ou por qualquer outro
ARTIGO PRIMEIRO
Objecto social meio apreendida judicialmente.

A sociedade tem por objecto social, Um) A sociedade adopta a denominação de


ARTIGO NONO
construção civil, perfurações hidráulicas, e Kaleydo Turismo, Limitada, tem a sua sede na
Balanço de contas parcela número mil e duzentos e quarenta e três,
venda de material hidráulico, exportação e
importação. A sociedade poderá ainda exercer Anualmente será dado um balanço fechado Posto Administrativo de Zutundo, no distrito de
outras actividades, conexas, complementares ou com a data de trinta e um de Dezembro, os Matutuíne, província do Maputo.
subsidiárias do objecto principal, participar no lucros líquidos apurados em cada balanço, Dois) Por deliberação da assembleia geral,
capital social de outras sociedades ou empresas, depois de deduzido cinco por cento para o fundo a sociedade poderá abrir delegações, filiais,
desde que esteja devidamente autorizado e que de reserva legal, o remanescente será para os sucursais ou quaisquer outras formas de
os sócios tenham assim deliberado. sócios na proporção das suas quotas. representação social no país ou no estrangeiro.
23 DE OUTUBRO DE 2014 3352 — (7)

ARTIGO SEGUNDO ARTIGO QUINTO CAPÍTULO IV


Objecto da sociedade Um) A cessão total ou parcial de quotas, Da assembleia geral
quer entre sócios quer a favor de estranhos
Um) A sociedade tem por objecto o exercício ARTIGO OITAVO
só poderá efectuar-se com prévia e expressa
das actividades com importação e exportação autorização da assembleia geral e só produzirá Um) A assembleia geral é constituída por
nas áreas seguintes áreas: efeitos a partir da data da notificação da todos os sócios e reunirá ordinariamente uma
a) Hotelaria; escritura. vez por ano, de preferência na sede da sociedade
b) Turismo; Dois) Competirá à sociedade, em primeiro para apreciação, a aprovação e modificação
c) Catering. lugar e depois a cada um dos sócios exercer do balanço e contas do exercício, distinto e
d) Aluguer de viaturas. o direito de opção na cessão, neste caso repartição dos lucros e perdas e deliberar sobre
Dois) Poderá a sociedade ainda exercer pelo valor nominal da quota acrescida da
quaisquer outros assuntos para que tenha sido
parte correspondente aos fundos de reservas
outras actividades não abrangidas nos números convocada e extraordinariamente sempre que
existentes à data do evento.
anteriores, desde que para tal obtenha aprovação for necessário.
Três) Havendo discordância quanto ao
das autoridades competentes da República de Dois) A assembleia geral será convocada por
preço das quotas a ceder, será o mesmo afixado
Moçambique. meio de cartas registadas com aviso de recepção
por avaliação de um ou mais peritos estranhos
à sociedade, a nomear por consenso das partes dirigida aos sócios com antecedência mínima
CAPÍTULO II de trinta dias que poderá ser reduzida para
interessadas.
Do capital social Quatro) Em caso de morte, incapacidade ou quinze dias para assembleias extraordinárias e a
interditação de um dos sócios, a sociedade não se convocatória deverá indicar o dia, hora e ordem
ARTIGO TERCEIRO dissolve, continuará com os sócios sobrevivos, de trabalho da reunião.
O capital social, inteiramente realizado em capazes, herdeiros ou representantes do sócio Três) A assembleia geral será presidida
dinheiro, é de vinte mil meticais, correspondente falecido ou incapaz. pelo sócio ocasionalmente escolhido para
à soma de duas quotas assim descritas: efeito competindo-lhe assinar os termos de
ARTIGO SEXTO abertura e de encerramento dos livros e actas
a) Uma quota com o valor nominal de
cinco mil meticais, correspondente Um) Não serão exigidos prestações da Assembleia geral.
a vinte e cinco por cento do capital suplementares de capital mas os sócios poderão Quatro) As actas, das assembleias gerais
social, pertecente ao sócio Assilame fazer a sociedade os suprimentos pecuniários devem identificar os nomes dos sócios presentes
Abdul Rashid; de que aquela carecer os quais vencerão juros. ou nelas representadas, as deliberações que
b) Outra quota com o valor nominal de Dois) A taxa de juros e as condições de forem tomadas, devem ser assinadas por todos
quinze mil meticais, correspondente amortização dos suprimentos serão fixados por os sócios ou seus legais representantes que a
a setenta e cinco por cento do deliberação da assembleia geral e para cada elas assistam.
capital social, pertecente ao sócio caso concreto. CAPÍTULO V
Stefano Sedola. Dois) Entende-se por suprimentos as
Dos lucros e perdas
importâncias complementares que os sócios
ARTIGO QUARTO possam adiantar, no caso de o capital social ARTIGO NONO
Um) O capital social pode ser aumentado se revelar insuficiente para as despesas de
exploração, constituindo tais suprimentos Anualmente serão apuradas as contas do
uma ou mais vezes, mediante entradas em balanço com a data de trinta e um de Dezembro.
numerário, em espécie (apports em nature), pela verdadeiros empréstimos a sociedade.
Os lucros que o balanço registar, líquidos de
incorporação dos suprimentos feitos a caixa todas despesas e encargos terão a seguinte
CAPÍTULO III
social pelo sócio ou por capitalização de toda aplicação:
ou parte dos lucros ou das reservas para o que Da administração e fiscalização Um) Para o fundo de reserva legal sempre
se observarão as formalidades legais. que for necessário reintegrá-lo em cinco por
ARTIGO SÉTIMO
Dois) A deliberação do aumento do capital cento.
indicará se são criadas novas quotas ou se é Um) A administração e representação Dois) Para outras reservas que seja resolvido,
aumentado o valor nominal das existentes. da sociedade em juízo e fora dele, activa e criar, as quantias que se determinarem em
Três) Em caso de aumento de capital passivamente, fica a cargo dos sócios, podendo
assembleia geral nos termos do artigo décimo
caberá aos sócios o direito de preferência na ser nomeado um deles em assembleia como
primeiro deste pacto.
subscrição, administrador, com dispensa de caução.
Três) Para dividendo aos sócios na proporção
Quatro) Na proporção das suas quotas Dois) Para obrigar a sociedade em todos
das suas quotas o remanescente.
repartindo se na mesma proporção entre os os actos e contratos apenas a assinatura do
restantes, a parte correspondente ao direito de sócio administrador, para cartas e demais
CAPÍTULO VI
qualquer sócio que não queira subscrever no correspondências bastará a assinatura de um dos
todo ou em parte no aumento de capital. sócios ou um dos seus procuradores. Da dissolução da sociedade
Cinco) A deliberação do aumento de capital Três) Por acordo dos sócios poderá a
ARTIGO DÉCIMO
que indica a entrada de novos sócios deverá ser sociedade ou cada um deles fazer-se representar
tomada em assembleia geral e deverá indicar por um procurador, ou a sociedade poderá para A sociedade se dissolve nos casos e termos
com que valores estes entram param a sociedade determinados actos eleger mandatários. da lei e pela resolução da maioria dos sócios
o mesmo se aplicando sobre as decisões de Quatro) Os administradores poderão auferir em assembleia geral e uma vez dissolvida são
participação da Kaleydo Turismo, Limitada, remuneração da sociedade mediante deliberação liquidatários os sócios.
no capital de outras empresas. da assembleia geral.
Cinco) Cada sócio é livre de examinar os ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
Seis) Em qualquer caso de aumento de capital
e de prestações de suprimentos é reservada aos livros da sociedade como acto de fiscalização A sociedade não se dissolve pela morte ou
sócios fundadores uma participação social do seu bom funcionamento. interdição de qualquer sócio e continuará com
maioritária. os restantes ou herdeiros do sócio falecido ou
3352 — (8) III SÉRIE — NÚMERO 85

interdito, salvo se estes preferirem apartar-se ARTIGO TERCEIRO assuntos constantes da convocatória, e em
da sociedade. Nesse caso, proceder-se-á ao sessão extraordinária, sempre que se mostrar
(Objecto)
balanço e os herdeiros ou representantes do necessário
sócio falecido ou interdito, receberão o que se A sociedade tem como objecto investimentos
apurar pertencer-lhes. em: Recursos minerais; turismo; indústria ARTIGO OITAVO
madeireira; indústria de cimento; transportes; (Convocação e reunião da assembleia
CAPÍTULO VII imobiliária; produção e comercialização de geral)
Das disposições finais materiais de construção; representação e
intermediação comercial. Um) A assembleia geral será convocada
ARTIGO DECIMO SEGUNDO pelo conselho de gerência, por meio de carta
ARTIGO QUARTO registada ou telefax, com uma antecedência
Em todo o omisso regularão as disposições mínima de quinze dias.
legais aplicáveis na República de Moçambique. (Capital social)
Dois) Será dispensada a reunião da
Maputo, vinte de Outubro de dois mil e O capital social integralmente realizado assembleia geral, bem como as formalidades
catorze. — O Técnico, Ilegível. em dinheiro é de quinze milhões de meticais, da sua convocação, quando os sócios concordem
correspondentes a: por escrito na deliberação ou concordem,
a) Sete milhões e oitocentos mil meticais, também por escrito, que dessa forma se delibere,
pertencentes a sócia Weiya Liu, ainda que as deliberações seja tomadas fora da
Cabo Delgado International equivalente a uma quota de sede social, em qualquer ocasião e qualquer que
Investment Co., Limitada cinquenta e dois por cento do seja o seu objecto.
capital social; Três) Exceptuam-se, relativamente ao
Certifico, para efeitos de publicação, que disposto no numero anterior, as deliberações
b) Sete milhões e duzentos mil meticais,
por escritura pública de vinte e oito, de Julho, que importem a modificação do pacto social, a
pertencentes ao sócio Zhong Yu
de dois mil e catorze, lavrada, a folhas sessenta dissolução da sociedade ou a divisão e cessão de
Liu, equivalente a uma quota de
e quatro a sessenta e seis, do livro de notas para quotas, para as quais não poderão dispensar-se
quarenta e oito por cento do capital
escrituras diversas número cento e noventa as reuniões da assembleia geral.
social.
e nove - B, da Conservatória dos Registos e
Notariado de Pemba, perante mim, Yolanda ARTIGO QUINTO ARTIGO NONO
Manuel Mafumo, licenciada em Direito,
(Divisão e cessão de quotas) (Administração da sociedade)
conservadora e notária superior, em pleno
exercício das funções notariais, compareceram Um) O sócio que pretender alienar a sua Um) A administração da sociedade,
como outorgantes: Weiya Liu e Zhong Yu Liu quota afirmara a sociedade, com um mínimo de dispensada de caução será exercida por um
e por eles foi dito que, pela presente escritura trinta dias de antecedência, por carta registada conselho de administração composto pelos
pública, constituem entre si, uma sociedade com aviso de recepção, dando a conhecer o sócios, ficando nomeados administradores,
comercial por quotas de responsabilidade projecto de venda e as respectivas condições e obriga-se em todos actos e contratos, pela
limitada, denominada por Cabo Delgado contratuais. assinatura deles.
International Investment Co., Limitada., que Dois) Gozam do direito de preferência, na Dois) A sócia Weiya Liu, é a presidente
se regerá pelas cláusulas seguintes: divisão, cessão, os restantes sócios. do Conselho de Administração, podendo este
Três) É nula qualquer divisão, cessão, achando conveniente, delegar seus poderes a
ARTIGO PRIMEIRO qualquer dos sócios.
alienação ou oneração de quotas que não
(Denominação social e duração) observe o preceituado no número antecedente. Três) A administração será remunerada
conforme vier a ser deliberada pelos sócios,
Cabo Delgado International Investment ARTIGO SEXTO podendo constituir em participação nos lucros,
Co., Limitada, é uma sociedade por quotas, de se assim vier a ser definido.
responsabilidade limitada, criada por tempo (Morte ou incapacidade de algum sócio)
Quatro) Compete a administração exercer os
indeterminado e que se regerá pelos presentes Um) A sociedade não se dissolve por morte, mais amplos poderes de gestão, representando a
estatutos e pelos preceitos legais aplicáveis. inabilitação ou interdição de qualquer um dos sociedade activa e passivamente, em juízo e fora
sócios. dele, bem como praticar todos actos relativos
ARTIGO SEGUNDO
Dois) No caso de morte, ou interdição ao objecto social da sociedade, desde que os
(Sede) de qualquer um dos sócios, os herdeiros presentes estatutos ou a lei não reservem para
do falecido ou representantes do interdito, a assembleia geral.
Um) A sociedade tem a sua sede na Avenida
legalmente constituídos exercerão os referidos Cinco) O administrador pode dentro
da Marginal, no bairro Eduardo Mondlane/
direitos e deveres sociais, devendo mandar dos limites da sua competência, constituir
Wimbe, na cidade de Pemba, podendo abrir
um de entre eles que a todos represente na mandatários estranhos a sociedade sempre que
e encerrar sucursais, delegações, agencias ou
sociedade, enquanto a respectiva quota se os actos a praticar exijam habilitações técnicas
quaisquer outras formas de representação social,
mantiver indivisa. ou profissionais de qualquer ordem.
onde e quando o conselho de administração
julgar conveniente. ARTIGO SÉTIMO ARTIGO DÉCIMO
Dois) A sociedade poderá deliberar a
(Assembleia geral) (Contas e aplicação de resultados)
transferência da sede para outro local, a abertura
ou encerramento, no território nacional ou A assembleia geral reunirá em sessão Um) O ano social coincide com o ano civil.
estrangeiro, de agência e filiais, sucursais, ordinária na sede da sociedade uma vez Dois) O balanço e as contas de resultado
delegações ou quaisquer outras formas cada ano, para apreciação, aprovação ou fechar-se-ão com referência a trinta e um de
de representação, depois de devidamente modificação do balanço e contas do exercício, Dezembro de cada ano e serão submetidos a
autorizadas. bem como para deliberar sobre quaisquer outros apreciação da assembleia geral.
23 DE OUTUBRO DE 2014 3352 — (9)

ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO ARTIGO SEGUNDO deveres sociais, devendo mandar um de entre
eles que a todos represente na sociedade,
(Lucros) (Sede)
enquanto a respectiva quota se mantiver
Um) Dos lucros apurados em cada exercício Um) A sociedade tem a sua sede na Avenida indivisa.
deduzir-se-á, em primeiro lugar, a percentagem da Marginal, no bairro Eduardo Mondlane/
legalmente estabelecida para a constituição /Wimbe, na cidade de Pemba, podendo abrir ARTIGO SÉTIMO
do fundo de reserva legal, enquanto estiver e encerrar sucursais, delegações, agências ou (Assembleia geral)
realizado ou sempre que seja necessário quaisquer outras formas de representação social,
onde e quando o conselho de administração A assembleia geral reunirá em sessão
reintegrá-lo.
julgar conveniente. ordinária na sede da sociedade uma vez
Dois) Cumprido o disposto no número
Dois) A sociedade poderá deliberar a cada ano, para apreciação, aprovação ou
anterior, a parte restante dos lucros terá a
transferência da sede para outro local, a abertura modificação do balanço e contas do exercício,
aplicação que for determinada pela assembleia
ou encerramento, no território nacional ou bem como para deliberar sobre quaisquer outros
geral. assuntos constantes da convocatória, e em
estrangeiro, de agência e filiais, sucursais,
delegações ou quaisquer outras formas sessão extraordinária, sempre que se mostrar
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
de representação, depois de devidamente necessário
(Disposições diversas) autorizadas.
ARTIGO OITAVO
Um) A sociedade dissolve-se nos casos e nos
ARTIGO TERCEIRO (Convocação e reunião da assembleia
termos estabelecidos por lei.
(Objecto) geral)
Dois) Serão liquidatários os membros do
conselho de administração em exercício à data A s o ciedade tem como objecto, o Um) A assembleia geral será convocada
da dissolução, salvo deliberação diferente da investimento privilegiado na agricultura e pelo conselho de gerência, por meio de carta
assembleia geral. a participação em outras áreas de negócio e registada ou telefax, com uma antecedência
Três) Para os casos omissos regularão as desenvolvimento. mínima de quinze dias.
disposições legais aplicáveis em vigor na Dois) Será dispensada a reunião da
República de Moçambique. ARTIGO QUARTO assembleia geral, bem como as formalidades
da sua convocação, quando os sócios concordem
Está conforme. (Capital social)
por escrito na deliberação ou concordem,
Pemba, dezasseis de Setembro de dois mil O capital social integralmente realizado também por escrito, que dessa forma se delibere,
e catorze. — A Notária, Ilegível. em dinheiro é de quinze milhões de meticais, ainda que as deliberações seja tomadas fora da
correspondentes a: sede social, em qualquer ocasião e qualquer que
a) Sete milhões e oitocentos mil meticais, seja o seu objecto.
Três) Exceptuam-se, relativamente ao
Cabo Delgado Agriculture pertencentes a sócia Weiya Liu,
disposto no numero anterior, as deliberações
equivalente a uma quota de
Investment & Development, que importem a modificação do pacto social, a
cinquenta e dois por cento do
Limitada capital social; dissolução da sociedade ou a divisão e cessão de
b) Sete milhões e duzentos mil meticais, quotas, para as quais não poderão dispensar-se
Certifico, para efeitos de publicação, que as reuniões da Assembleia Geral.
pertencentes ao sócio Zhong Yu
por escritura pública de vinte e oito, de Julho, Liu, equivalente a uma quota de
de mil e catorze, lavrada, a folhas sessenta ARTIGO NONO
quarenta e oito por cento do capital
e duas a sessenta e quatro, do Livro de social. (Administração da sociedade)
notas para escrituras diversas número cento
ARTIGO QUINTO Um) A administração da sociedade,
e noventa e nove _ B, da Conservatória dos
dispensada de caução será exercida por um
Registos e Notariado de Pemba, perante (Divisão e cessão de quotas)
conselho de administração composto pelos
mim, Yolanda Manuel Mafumo, licenciada
Um) O sócio que pretender alienar a sua sócios, ficando nomeados administradores,
em Direito, conservadora e notária superior,
quota afirmara a sociedade, com um mínimo de e obriga-se em todos actos e contratos, pela
em pleno exercício das funções notariais, trinta dias de antecedência, por carta registada assinatura deles.
compareceram como outorgantes: Weiya Liu com aviso de recepção, dando a conhecer o Dois) A sócia Weiya Liu, é a presidente
e Zhong Yu Liu e por eles foi dito que, pela projecto de venda e as respectivas condições
do Conselho de Administração, podendo este
presente escritura pública, constituem entre contratuais.
achando conveniente, delegar seus poderes a
si, uma sociedade comercial por quotas de Dois) Gozam do direito de preferência, na
divisão, cessão e os restantes sócios. qualquer dos sócios.
responsabilidade limitada, denominada por
Três) É nula qualquer divisão, cessão, Três) A administração será remunerada
Cabo Delgado Agriculture Investment &
alienação ou oneração de quotas que não conforme vier a ser deliberada pelos sócios,
Development, Limitada., que se regerá pelas
observe o preceituado no número antecedente. podendo constituir em participação nos lucros,
cláusulas seguintes.
se assim vier a ser definido.
ARTIGO SEXTO Quatro) Compete a administração exercer os
ARTIGO PRIMEIRO
(Morte ou incapacidade de algum sócio) mais amplos poderes de gestão, representando a
(Denominação social e duração)
sociedade activa e passivamente, em juízo e fora
Um) A sociedade não se dissolve por morte,
Cabo Delgado Agriculture Investment & dele, bem como praticar todos actos relativos
inabilitação ou interdição de qualquer um dos
Development, Limitada, é uma sociedade por ao objecto social da sociedade, desde que os
sócios.
quotas, de responsabilidade limitada, criada presentes estatutos ou a lei não reservem para
Dois) No caso de morte, ou interdição de
por tempo indeterminado e que se regerá pelos qualquer um dos sócios, os herdeiros do falecido a assembleia geral.
presentes estatutos e pelos preceitos legais ou representantes do interdito, legalmente Cinco) O administrador pode dentro
aplicáveis. constituídos exercerão os referidos direitos e dos limites da sua competência, constituir
3352 — (10) III SÉRIE — NÚMERO 85

mandatários estranhos a sociedade sempre que de responsabilidade limitada, tendo a sua sede (USD trinta e cinco mil meticais),
os actos a praticar exijam habilitações técnicas social na Rua José Mateus, número vinte, pertencente a Rui Daniel da Silva
ou profissionais de qualquer ordem. terceiro andar, direito, na cidade de Maputo. Ribeiro, e correspondente a dez por
Dois) P o r s i m p l e s d e l i b e r a ç ã o d a cento do capital social;
ARTIGO DÉCIMO c) Uma quota com o valor nominal de
administração, poderá a sociedade deslocar
(Contas e aplicação de resultados) a sede social para qualquer parte do país, três milhões, duzentos e dois mil e
assim como criar ou encerrar filiais, sucursais, quinhentos meticais, o contravalor
Um) O ano social coincide com o ano civil. em dólares norte americanos
delegações, agências ou quaisquer outras formas
Dois) O balanço e as contas de resultado (USD cento e cinco mil meticais),
fechar-se-ão com referência a trinta e um de de representação, dentro do território nacional
pertencente a Maria Helena do
Dezembro de cada ano e serão submetidos a ou no estrangeiro
Rosário Viegas Gingeira Ribeiro,
apreciação da assembleia geral. e correspondente a trinta por cento
ARTIGO SEGUNDO
do capital social.
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO (Duração)
(Lucros) ARTIGO QUINTO
A sociedade constitui-se por tempo
Um) Dos lucros apurados em cada exercício indeterminado, tendo o seu início na data da (Cessão de quotas)
deduzir-se-á, em primeiro lugar, a percentagem outorga do respectivo acto constitutivo. Um) É livre a cessão total ou parcial de
legalmente estabelecida para a constituição quotas entre os sócios.
do fundo de reserva legal, enquanto estiver ARTIGO TERCEIRO
Dois) A cessão de quotas a terceiros,
realizado ou sempre que seja necessário (Objecto) carece do consentimento da sociedade, dado
reintegrá-lo. em assembleia geral, a quem fica reservado o
Dois) Cumprido o disposto no número Um) A sociedade tem por objecto a
direito de preferência na sua aquisição.
anterior, a parte restante dos lucros terá a indústria de construção civil e obras públicas
Três) No caso de a sociedade não exercer o
aplicação que for determinada pela assembleia (realização de urbanizações, planeamento
direito de preferência, este passará a pertencer
geral. e gestão urbanística, contrução de estradas,
a cada um dos sócios e, querendo exercê-lo
pontes, viadutos, redes de abastecimento e
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO mais do que um, a quota será dividida pelos
tratamento da água, aterros sanitários, redes de
interessados, na proporção das respectivas
(Disposições diversas) transporte de energia e subestações, construção
quotas.
de barragens); promoção imobiliária e gestão
Um) A sociedade dissolve-se nos casos e nos de imóveis e condomínios, compra e venda
termos estabelecidos por lei. ARTIGO SEXTO
de imóveis, mediação imobiliária e revenda
Dois) Serão liquidatários os membros do (Assembleia geral)
dos adquiridos, compra e venda de materiais
conselho de administração em exercício à data
e equipamentos, compra, venda e gestão de Um) A assembleia geral reunir-se-á uma vez
da dissolução, salvo deliberação diferente da
participações sociais noutras sociedades, por ano em sessão ordinária, que se realizará
assembleia geral.
Três) Para os casos omissos regularão as importação e exportação. nos três primeiros meses após o fim de cada
disposições legais aplicáveis em vigor na Dois) A sociedade poderá participar em exercício, para apreciação, aprovação ou
República de Moçambique projectos ou obras em parceria com outras modificação do balanço e contas do exercício,
empresas, sob diversas formas, designadamente, bem como deliberar sobre quaisquer outros
Está conforme.
associações em participação, consórcio ou assuntos.
Pemba, dezasseis de Setembro de dois mil outras por lei permitidas. Dois) A assembleia geral poderá reunir-se
e catorze. — A Notária, Ilegível. Três) A sociedade poderá exercer outras extraordinariamente sempre que for necessário,
actividades conexas ou complementares. competindo-lhe normalmente deliberar sobre os
assuntos ligados a actividade da sociedade que
ARTIGO QUARTO
ultrapassem a competência dos administradores.
S & G – Construções,
(Capital social) Três) A assembleia geral será convocada
Limitada por qualquer administrador ou pelos sócios,
O capital social, integralmente realizado em
por meio de carta enviada com quinze dias de
Certifico, para efeitos de publicação, que dinheiro é de dez milhões, seiscentos e setenta
antecedência.
por acta de quinze de Setembro do ano de dois e cinco mil meticais, o contravalor em dólares
Quatro) Os sócios podem reunir-se
mil e catorze, pelas nove horas, da assembleia norte americanos (USD trezentos e cinquenta
em assembleia geral sem observância das
geral extraordinária da S & G – Construções, mil), à taxa de câmbio de trinta vírgula cinco
formalidades prévias, desde que todos estejam
Limitada, sociedade por quotas de direito meticais, e corresponde à soma de três quotas
presentes e todos manifestem a vontade de que
moçambicano, matriculada sob o número assim distribuídas:
a assembleia geral se constitua e delibere sobre
100030160, procedeu-se, nos termos do artigo a) Uma quota com o valor nominal de seis determinado assunto.
cento e setenta e seis do Código Comercial, à milhões, quatrocentos e cinco mil Cinco) Os sócios podem deliberar sem
alteração dos estatutos da sociedade, os quais meticais, o contravalor em dólares recurso a assembleia geral, desde que, todos
passam a ter a seguinte nova redacção em anexo: norte americanos (USD duzentos os sócios declarem, por escrito, o sentido do
e dez mil meticais), pertencente seu voto, em documento que inclua a proposta
ARTIGO PRIMEIRO a Rui Daniel da Silva Ribeiro, e de deliberação, devidamente datado, assinado
correspondente a sessenta por cento e endereçado à sociedade.
(Denominação, forma e sede)
do capital social; Seis) As deliberações das assembleias gerais
Um) A sociedade adopta a denominação b) Uma quota com o valor nominal de são tomadas por maioria simples dos votos
Workbuild Mozambique – Engenharia, um milhão, sessenta e sete mil e presentes ou representados, excepto nos casos
Limitada e constitui-se como sociedade quinhentos meticais, o contravalor em que a lei ou os estatutos exijam uma maioria
comercial sob a forma de sociedade por quotas em dólares norte americanos qualificada.
23 DE OUTUBRO DE 2014 3352 — (11)

ARTIGO SÉTIMO Três) Os casos omissos serão regulados pelas bairro de Laulane B, quarteirão número vinte
(Administração e representação da socie-
disposições do Decreto-Lei número dois barra e três, casa número noventa e quatro, Cidade de
dade) dois mil e cinco, de vinte e sete de Dezembro, Maputo, que se rege pelas cláusulas seguintes:
e por demais legislação aplicável.
Uma) A sociedade é administrada por dois ARTIGO PRIMEIRO
administradores, cuja duração do mandato é de ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
Denominação
quatro anos, podendo ser renovado. (Casos omissos)
Dois) São desde já designados adminis- A sociedade adopta a denominação de
tradores o senhor Rui Daniel da Silva Ribeiro Em tudo quanto fica omisso regular-se-á Electro Lipe – Sociedade Unipessoal, Limitada
e a senhora Maria Helena do Rosário Viegas pelas disposições aplicáveis e em vigor na que se regerá pelos presentes estatutos e demais
Gingeira Ribeiro. República de Moçambique. legislação aplicável.
Três) Os administradores estão dispensados Maputo, dezassete de Setembro de dois mil
de caução. ARTIGO SEGUNDO
e catorze. — O Técnico, Ilegível.
Duração
ARTIGO OITAVO
A sua duração é por tempo indeterminado
(Competências dos administradores)
contando-se o seu início a partir da data do
Um) Compete aos administradores Carpe Diem, E.I. presente contacto.
representar a sociedade em juízo e fora dele,
activa e passivamente, praticando todos os actos Certifico, para efeitos de publicação, que ARTIGO TERCEIRO
tendentes a realização do objecto social, que sob o número cinquenta e um a folhas vinte Sede
a lei ou os presentes estatutos não reservem à e cinco do livro B primeiro, de matrículas em
Um) A sede localiza-se, no Bairro de
assembleia geral. nome individual, se acha matriculada no livro
Laulane, Rua quatro mil trezentos e setenta,
Dois) Os administradores podem constituir de Entidades Legais com a data de quinze de
casa número seiscentos e sessenta e quatro,
mandatários. Março de dois mil e treze, que usa como firma Cidade de Maputo.
Três) A sociedade fica obrigada pela o seu nome individual: Carpe Diem, E.I para o Dois) Quando devidamente autorizada pelas
assinatura de um administrador, ou dos processamento de pescado e produção de gelo entidades competentes, a sociedade poderá abrir
mandatários a quem aquele tenha conferido
granulado, titular do NUIT um zero três três ou fechar filiais, sucursais, agências ou outras
poderes para tal.
sete dois três cinco seis. Que exerce a actividade formas de representação em território Nacional
ARTIGO NONO industrial, aprovado pelo Decreto número trinta ou no estrangeiro de acordo com a deliberação
e nove barra dois mil e três, de vinte e seis de tomada para o efeito, pela assembleia geral.
(Balanço e distribuição de resultados)
Novembro. Que iniciou a sua actividade no Três) A representação da sociedade no
Um) Os exercícios sociais coincidem com dia vinte de Março de dois mil e treze, com estrangeiro poderão ainda ser confiadas
os anos civis. mediante contrato, á entidades públicas ou
sede no bairro Quinto Congresso, Município
Dois) O balanço e contas de resultados privadas legalmente constituídas ou registadas.
de Vilankulo, Distrito de Vilankulo, província
fechar-se-ão com referência a trinta e um de
de Inhambane. Mais declara por sua honra que ARTIGO QUARTO
Dezembro de cada ano e serão submetidas a
é civilmente capaz de se obrigar e não ser das
apreciação da assembleia geral ordinária. Objecto
Três) Deduzidos os gastos gerais, pessoas a quem é proibida o exercício das suas
actividades. Um) A sociedade tem por objecto principal:
amortizações e encargos, dos resultados líquidos
apurados em cada exercício serão deduzidos Está conforme. Reparações e manutenções eléctricas;
os montantes necessários para a criação dos Conservatória dos Registos e Notariado de Dois) O sócio poderá admitir outros
seguintes fundos: accionistas mediante o seu consentimento nos
Vilankulo, vinte e quatro de Setembro de dois
a) De reserva legal, enquanto não Termos da legislação em vigor.
mil e catorze. — O Conservador, Ilegível.
estiver realizado nos termos da Três) A sociedade poderá, associar-se
lei ou sempre que seja necessário com outras empresas, quer participando no
reintegrá-lo; seu capital requer em regime de participação
b) Outras reservas destinadas a garantir não societária e interesse, segundo quaisquer
modalidades admitidas por lei.
um melhor equilíbrio financeiro da Electro Lipe – Sociedade
sociedade. Quatro) A sociedade poderá exercer
Unipessoal, Limitada actividades em qualquer outro ramo, desde
Quatro) Os lucros distribuídos serão pagos
Certifico, para efeitos de publicação, que que os sócios resolvam explorar e para os quais
aos sócios de acordo com as respectivas quotas
por contrato de sociedade celebrado nos termos obtenham as necessárias autorizações.
sociais no prazo de três meses, a contar da
deliberação da assembleia geral que os aprovou. do artigo noventa, do Código Comercial e
CAPÍTULO II
registada na Conservatória de Registo das
ARTIGO DÉCIMO Entidades Legais da Matola com NUEL Do capital social
Disposições finais 100530554 no dia Onze de Setembro de dois
ARTIGO QUINTO
mil e catorze, é constituída uma sociedade de
Um) A sociedade só se dissolve nos casos responsabilidade unipessoal, limitada de Daniel O capital social é de vinte mil meticais,
fixados por lei e por acordo dos sócios Filipe Jaeia, solteiro, maior, natural da cidade subscrito em dinheiro, e já realizados,
Dois) A sociedade fica desde já autorizada da Manhiça, titular do Bilhete de Identidade correspondentes a cem porcento do capital
a movimentar os montantes entregues pelos n.º 110100134490A, emitido aos trinta e um de social.
sócios e depositados, em instituição bancária, Março de dois mil e dez pelo Direcção Nacional Daniel Filipe Jaeia com uma quota
a título de realização do capital social. de Identificação Civil de Maputo, residente no pertencente ao único sócio.
3352 — (12) III SÉRIE — NÚMERO 85

ARTIGO SEXTO ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO da data da celebração da presente escritura


pública.
Não são exigíveis prestações suplementares Em tudo o mais que fique omisso regularão
do capital, mas a sócia poderá fazer suprimentos as disposições legais vigentes na República de ARTIGO TERCEIRO
de que a sociedade carecer, ao juízo e demais Moçambique.
condições a estabelecer. (Objecto social)
Matola, dezanove de Setembro de dois mil
e catorze. — O Técnico, Ilegível. A sociedade tem por objecto:
CAPÍTULO III
a) Construção civil;
SECÇÃO I
b) Seguro de viaturas;
Da administração gerência e representação. c) Carpintaria, indústria hoteleira;
Moztech Construções, d) Venda de medicamentos diversos;
ARTIGO SÉTIMO
Limitada e) Electrificação;
Parágrafo único. A administração e a f) Limpeza de drenagem;
representação da sociedade em juízo e fora Certifico, para efeitos de publicação, que g) Importação e exportação;
dele activa e passivamente serão exercidas pela por escritura de vinte e sete de Agosto de dois h) Canalização.
sócio-gerente Daniel Filipe Jaeia” mil e catorze, lavrada a folhas duas a oito do Dois) Por deliberação da assembleia geral,
livro de notas para escrituras diversas número a sociedade poderá ainda exercer outras
ARTIGO OITAVO trezentos e quarenta e oito, desta Conservatória actividades conexas e subsidiárias ao objecto
dos Registos e Notariado de Chimoio, a cargo social.
Parágrafo único. Os actos de mero expediente
de Arafat Nadim D’Almeida Jumá Zamila,
poderão ser individualmente assinados pela
conservador e notario superior, em pleno ARTIGO QUARTO
gerência ou por qualquer empregado da
exercício de funções notariais, compareceram
sociedade devidamente autorizado pela (Participações em outras empresas)
como outorgantes: Royal John Mazvimba,
gerência.
solteiro, natural de Machaze, de nacionalidade Por deliberação da assembleia geral
ARTIGO NONO moçambicana, portador de Bilhete de Identidade é permitida, a participação da sociedade
n.º 060101955660, emitido pelos Serviços em quaisquer outras empresas societárias,
É proibido ao gerente e procuradores Provinciais de Identificação Civil de Manica agrupamentos de empresas, sociedades,
obrigarem a sociedade em actos estranhos aos em Chimoio, aos dezoito de Janeiro de dois holdings, joint-ventures ou outras formas
negócios da mesma, quando não devidamente mil e doze, válido até dezoito de Janeiro de de associação, união ou de concentração de
conferidos os poderes de procuradores dois mil e dezassete e residente na Localidade capitais.
com poderes necessários conferidos para Urbana número três, bairro cinco Fepom, nesta
Cidade de Chimoio e Innocente Pita Jarawani, ARTIGO QUINTO
representarem a sociedade em actos solenes.
solteiro, natural de Manica, de nacionalidade (Capital social)
ARTIGO DÉCIMO moçambicana, portador de Bilhete de Identidade
n.º 060100118488J, emitido pelos Serviços Um) O capital social, subscrito e
Por interdição ou falecimento da sócia, a Provinciais de Identificação Civil de Nampula, integralmente realizado em dinheiro, e bens
sociedade continuará com os seus herdeiros ou aos vinte e cinco de Março de dois mil e é de duzentos e cinquenta mil meticais,
seus representantes legais em caso de interdição treze, válido até vinte e cinco de Março de correspondente a soma de duas quotas iguais de
valores nominais de cento e vinte e cinco mil
os quais nomearão um que a todos represente dois mil e dezoito e residente no bairro três
meticais cada, equivalente a cinquenta por cento
na sociedade, enquanto a sua quota se mantiver de Fevereiro, nesta Cidade de Chimoio,
do capital cada, pertencentes aos sócios Royal
indivisa. constituem, uma sociedade comercial por quotas
John Mazvimba e Innocente Pita Jarawani,
de responsabilidade limitada, denominada
respectivamente.
CAPÍTULO IV Moztech Construções, Limitada, que se regerá Dois) O capital social poderá ser aumentado
nos termos dos seguintes estatutos e legislação ou reduzido por uma ou mais vezes com ou sem
Das disposições gerais
aplicável: entrada de novos sócios, mediante entrada de
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO em numerário ou por incorporação de fundos
ARTIGO PRIMEIRO de reservas conforme vier a ser deliberada em
Parágrafo primeiro. O ano social coincide assembleia geral.
(Denominação e sede)
com o ano civil.
Parágrafo segundo. O balanço e a conta de Um) A sociedade adopta a denominação de ARTIGO SEXTO
resultados de cada exercício serão encerrados Moztech Construções, Limitada, vai ter a sua
(Prestações suplementares)
com referência a trinta e um de Dezembro e sede nesta cidade de Chimoio.
Dois) Por deliberação dos sócios reunidos Não são exigidas prestações suplementares
carecem de aprovação da gerência, que para o
em assembleia geral, poderá transferir a de capital, mas os sócios poderão fazer a
efeito se deve faze-lo não após um de Abril do
sua sede social bem como abrir e encerrar sociedade os suprimentos de que ela carecer
ano seguinte.
delegações, sucursais, agências ou qualquer ao juro e demais condições a estabelecer em
Parágrafo terceiro. Caberá ao gerente decidir outra forma de representação, onde e quando assembleia geral.
sobre aplicação dos lucros apurados, dedução julgar conveniente desde que obtenha a devida
dos impostos e das provisões legalmente autorização. ARTIGO SÉTIMO
estipuladas.
(Cessão ou divisão de quotas)
ARTIGO SEGUNDO
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO Um) A divisão e cessão de quotas depende
(Duração)
do consentimento dos sócios, sendo nulas
Parágrafo primeiro. A sociedade só se
A sociedade é constituída por tempo quaisquer operações que contrariem o presente
dissolve nos termos da lei. indeterminado contando-se o seu início a partir artigo.
23 DE OUTUBRO DE 2014 3352 — (13)

Dois) A cessão de quotas, quer entre os Comercial, fixando-lhes as atribuições poderes Ampola – Sociedade
sócios, quer a favor de terceiros depende sempre dos respectivos mandatos. Unipessoal, Limitada
do consentimento da sociedade, a solicitar por ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
escrito, com indicação do cessionário e de todas Certifico, para efeitos de publicação,
(Responsabilidade do gerente)
as condições de cessão a ser deliberado pela que por deliberação de seis de Outubro de
assembleia geral. O director não poderá obrigar a sociedade dois mil e catorze, da sociedade Ampola –
Três) No caso de cessão de quotas, os sócios em actos e contratos que não digam respeito aos Sociedade Unipessoal, Limitada, matriculada
gozam do direito de preferência. seus objectos sociais, nomeadamente letras de na Conservatória do Registo das Entidades
favor, fiança, livrança e abonações. Legais, sob o n.º 100321335, vem por esta fazer
Quatro) Na eventualidade de nenhum dos
sócios estar interessado a gozar o seu direito a alteração da redacção dos artigos primeiro e
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
de preferência, o sócio cessionário poderá terceiro do estatutos da sociedade.
faze-lo a qualquer uma outra pessoa ou entidade (Assembleia geral)
ARTIGO PRIMEIRO
interessado, livremente quando e nos termos Salvo outras formalidades legais a assembleia
que quiser. (Denominação e sede)
geral reunir-se-á ordinariamente uma vez
ARTIGO OITAVO por ano, de preferência na sede da sociedade Um) A sociedade adopta a firma
para apreciação, aprovação ou modificação Ampola – Sociedade Unipessoal,
(Administração e gerência)
do balanço e contas anuais de exercício e Limitada, constituída sob forma de
Um) A administração, gerência e extraordinariamente sempre que for necessário. sociedade por quotas unipessoal de
representação da sociedade em juízo e fora responsabilidade limitada e regendo-
dele, activa e passivamente estará a cargo de ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO
se pelos presentes estatutos e demais
ambos os sócios, que desde já ficam nomeados (Morte ou interdição) legislação aplicável.
gerentes, com dispensa de caução, com ou sem
Por morte ou interdição de qualquer dos Dois) A sociedade tem a sua sede na
remuneração conforme vier a ser deliberado em
sócios, a sociedade continuará com os herdeiros Cidade de Maputo, na Avenida Armando
assembleia geral.
ou representantes do falecido ou interdito, os Tivane, número duzentos quarenta e cinco,
Dois) Os órgãos sociais serão designados
quais deverão nomear de entre si um que a todos bairro da Polana, podendo por decisão
pela assembleia geral.
represente na sociedade enquanto a respectiva do sócio único abrir ou encerrar filiais,
Três) O gerente poderá delegar todos ou
parte dos seus poderes de gerência a certas quota se mantiver indivisa. delegações, sucursais, agências ou outras
pessoas na sociedade desde que outorguem a formas de representação social dentro do
ARTIGO DÉCIMO QUARTO território nacional ou no estrangeiro.
procuração com todos os possíveis limites de
competência. (Balanço e distribuição de resultados) Três) (Mantém-se)
Quatro) O director não poderá obrigar
Anualmente será dado um balanço fechado ARTIGO TERCEIRO
a sociedade em actos e contratos que não
com a data de trinta e um de Dezembro de
digam respeito aos seus objectos sociais, (Objecto)
cada ano dos lucros líquidos apurados em
nomeadamente letras de favor, fiança, livrança
cada balanço, depois deduzidos a percentagem Um) A sociedade tem por objecto:
e abonações.
legalmente aprovada para a constituição do
a) (Mantém-se)
ARTIGO NONO fundo de reserva legal e de outros fundos
que forem aprovados em assembleia geral, o b) (Mantém-se)
(Assinaturas que obrigam a sociedade) remanescente será distribuído pelos sócios na c) (Mantém-se)
proporção das suas quotas. d) Prestação de serviços com
Para que a sociedade fique validamente
importação e exportação.
obrigada nos actos e contratos é bastante:
ARTIGO DÉCIMO QUINTO Dois) (Mantém-se)
a) Assinatura individualizada do gerente;
(Dissolução) Três) (Mantém-se)
b) Assinatura do procurador especialmente
constituído nos termos e limites Maputo, treze de Outubro de dois mil
A sociedade só se dissolve nos termos e nos
específicos do respectivo mandato; e catorze. — O Técnico, Ilegível.
casos previstos na lei, dissolvendo-se por mútuo
c) Os actos de meros expedientes consentimento, todos serão liquidatários nos
poderão ser assinados por termos que forem deliberados em assembleia
qualquer empregado da sociedade geral.
devidamente autorizados para o
efeito por inerência de funções. ARTIGO DÉCIMO SEXTO CC W –Bens e Serviços,
Limitada
ARTIGO DÉCIMO (Casos omissos)
Rectificação
(Constituição de mandatários) Em tudo quanto fica omisso regularão as
disposições da lei das sociedades por quotas e Por ter saído inexacto no preâmbulo da
O gerente poderá delegar os seus poderes
total ou parcialmente a pessoas estranhas a demais disposições legais aplicáveis e em vigor sociedade C C W- Bens e Serviços, Limitada,
sociedade mediante, procuração passada para na República de Moçambique. publicado no Boletim da República n.º 75, de
tal fim, estabelecendo os limites e condições Está conforme. 18 de Setembro de 2014, III série.
de competência delegados ou constituir Conservatória dos Registos e Notariado Rectifica-se que onde se lê: «Kupuka
mandatários da sociedade nos termos do artigo de Chimoio, doze de Setembro de dois mil e Moçambique, Limitada.» Deve se ler: «C C
ducentésimo quinquagésimo sexto do Código catorze. — O Conservador, Ilegível. W- Bens e Serviços, Limitada.»
3352 — (14) III SÉRIE — NÚMERO 85

Incadine Obras, Limitada ARTIGO QUINTO Isâlcio Mahanjane,


Certifico, para efeitos de publicação, que
(Aumento do capital ) Advogado – Sociedade
no dia três de Setembro de dois mil e catorze, O capital social poderá ser aumentado uma Unipessoal, Limitada
foi matriculada, na Conservatória do Registo ou mais vezes, mediante entradas em numerário
Certifico, para efeitos de publicação, que no
de Entidades Legais sob NUEL 100528312 pela incorporação de suprimentos feito a
caixa pelos sócios, pela capitalização de todos dia dezassete de Outubro de dois mil e catorze,
uma sociedade denominada Incadine Obras,
ou parte de lucros nos termos da legislação foi matriculada, na Conservatória do Registo
Limitada.
vigente. de Entidades Legais sob NUEL 100540398
Basilio Inácio Simbine, natural de Guilundo - uma sociedade denominada Isâlcio Mahanjane,
Zavala, portador do Bilhete de Identidade ARTIGO SEXTO Advogado – Sociedade Unipessoal, Limitada.
n.˚ 110100297393B, emitido em Maputo Isâlcio Ivan Rogério Mahanjane, portador do
(Cessão e divisão de quotas )
aos cinco de Julho de dois mil e dez, casado Bilhete de Identidade n.˚ 110100038920B,
com Amélia Eunice Deolinda Mangujo Um) A cessão e divisão total ou parcial das emitido no dia oito de Janeiro de dois mil e
Simbine, em regime de comunhão geral de quotas é livre entre os sócios.
dez, pela Direcção Nacional de Identificação
bens e residente no bairro Sommerschield, Dois) A cessão e divisão a terceiros
Civil de Moçambique, residente na Avenida
cidade de Maputo que outorga por sí e em depende do consentimento da assembleia geral,
Karl Marx, número mil quatrocentos e
mantendo a sociedade o direito de preferência.
representação da Incadine, Limitada, com sessenta e dois, sexto andar, flat dois, na
sede em Maputo. ARTIGO SÉTIMO cidade de Maputo.
Que pelo presente contrato, constituem Que pelo presente contrato, outorga e
(Morte ou interdição)
entre si, uma sociedade comercial por quotas constitui uma sociedade unipessoal por quotas,
de responsabilidade limitada, que irá reger-se A sociedade não se dissolve por morte ou de responsabilidade limitada, que se regerá pelas
pelos artigos seguintes: interdição de qualquer dos sócios, continuando cláusulas seguintes:
com os herdeiros do sócio falecido, entre si,
ARTIGO PRIMEIRO nomearão um que os representem na gestão dos CAPÍTULO I
negócios sócias, enquanto a quota premanecer
(Denominação e sede)
Disposições gerais
indivisa.
CLÁUSULA PRIMEIRA
Um) A sociedade adopta a denominação ARTIGO OITAVO
Incadine Obras, Limitada, é uma sociedade (Denominação e sede)
comercial por quotas de responsabilidade (Administração)
Um) A sociedade adopta a firma Isâlcio
limitada. A administração e gerência da sociedade, Mahanjane, Advogado-Sociedade Unipessoal,
Dois) A sociedade tem a sede social na cidade dispensada de caução e com ou sem remuneração, Limitada, doravante designada Isâlcio
de Maputo, Bairro 3 de Fevereirio, Rotunda compete ao sócio Basilio Inácio Simbine e a
Mahanjane, Advogado.
de Magoanine, podendo por deliberação da senhora Amélia Eunice Deolinda Mangujo
Dois) A sociedade têm a sua sede na
assembleia geral, alterar a sede ou abrir outras Simbine, que ficam desde já designados
cidade de Maputo, na Avenida vinte e cinco
formas de representação em qualquer parte do administradores, sendo suficiente a assinatura
de Setembro, número mil cento e catorze,
de qualquer um deles, para validamente obrigar
país ou no estrangeiro. segundo Piso, edifício BPARTNER e poderá
a sociedade em todos os seus actos e contratos.
abrir sucursais ou quaisquer outras formas
ARTIGO SEGUNDO de representação em qualquer ponto do
ARTIGO NONO
(Duração) território nacional ou no estrangeiro, bem
(Assembleia geral)
como estabelecer relações de associação com
A duração da sociedade é por tempo Um) A sociedade reunir-se-á em sessão sociedades de advogados estrangeiras.
indeterminado, contando-se o seu início a partir ordinária da assembleia geral uma vez por ano
da data da sua constituição. para avaliar o desempenho. CLÁUSULA SEGUNDA
Dois) Sem prejuízo das formalidades (Duração)
ARTIGO TERCEIRO imperativas exigidas por lei, as assembleias
gerais serão convocadas por carta registada A sociedade constitui-se por tempo indeter-
(Objecto social)
com aviso de recepção expedida aos sócios com minado.
A sociedade tem por objecto a construção quinze dias de antecendência.
civil e obras públicas CLÁUSULA TERCEIRA
ARTIGO DÉCIMO
(Objecto social)
ARTIGO QUARTO (Dissolução)
Constituem objecto da sociedade: exercício
(Capital social) A sociedade dissolve-se nos casos e pela comum da profissão de advogado; administração
forma previstos na lei. de massas falidas; gestão de serviços jurídicos;
O capital social, integralmente subscrito
ARTIGO DÉCIMO tradução e ajuramentação de documentos
e relizado em dinheiro, é de dois milhões de
com carácter legal; e de agenciamento de
meticais, corresponde a soma de duas quotas (Omissões) propriedade industrial.
iguais sendo uma de um milhão e seiscentos
Em todos os casos omissos, aplicar-se-
mil meticais, pertencente a sócia Incadine, CLÁUSULA QUARTA
ão as disposições do Código Comercial e
Limitada, correspondente a oitenta por cento do
demais Legislação em vigor na República de (Capital social)
capital social e outra no valor de quatrocentos Moçambique.
mil meticais, pertencente ao sócio Basilio Inácio Maputo, cinco de Setembro de dois mil e Um) O capital social é de cinquenta mil
Simbine, correspondente a vinte por cento do catorze. — O Técnico, Ilegível. meticais, passível de ser livremente acrescido.
capital social. a) Cabe ao sócio Isâlcio Ivan Rogério
23 DE OUTUBRO DE 2014 3352 — (15)

Mahanjane a quota única que corresponde a cem Dois) Dos lucros líquidos que o exercício Alia Mirza Dossá solteira, maior, natural
por cento do capital social, igual a cinquenta registar, será deduzido montante correspondente de Maputo, residente no Bairro Triunfo
mil meticais. a cinco por cento do seu valor para a constituição Liberdade, portadora do Bilhete de Identidade
ou reforço da reserva legal, até que esta n.˚ 110102254866I, emitido em Maputo, aos
CLÁUSULA QUINTA represente a quinta parte do capital social. quinze de Novembro de dois mil e dez, que
(Direitos gerais) Três) O remanescente caberá ao sócio único. outorga por si e em representação de Abilio
Guimarães, solteiro, maior, natural de Maputo,
São direito do sócio único: quinhoar lucros CAPÍTULO III e residente em Portugal e de Jorge Tomás
e deliberar sobre a sociedade. Hoana, solteiro, maior, natural de Maputo,
Das disposições finais
e residente na China, portador do BiIhete de
CLÁUSULA SEXTA CLÁUSULA DÉCIMA SEGUNDA Identidade n.˚ 110102255656F, emitido aos
(Deveres gerais) vinte e cinco de Novembro de dois mil e dez;
(Admissão, exoneração, exclusão de só-
São deveres do sócio único: realizar cios e apuramento de quota) Adolores Guimarães, solteira, maior, natural
devidamente o capital social e participar nas de Maputo, portadora do Bilhete de Identidade
Um) É permitida, por deliberação do
perdas da sociedade. n.˚ 110102255648B, emitido em vinte e cinco
sócio único, a admissão de novos sócios e de
de Novembro de dois mil e dez em Maputo.
associados à sociedade.
CAPÍTULO II Que pelo presente contrato, constituem entre
Dois) A sociedade pode alterar o seu tipo,
Da gerência e representação pela admissão de novos sócios ou por fusão. si, uma sociedade que irá reger-se pelos artigos
da sociedade Três) A exclusão do sócio ocorre verificados seguintes:
os requisitos legais gerais, de que resultará
SECÇÃO I ARTIGO PRIMEIRO
a solução do artigo procedente e o dever de
Da gerência e administração indemnização se assim resultar. (Denominação e sede)
Quatro) O apuramento do valor da quota é
CLÁUSULA SÉTIMA Um) A sociedade adopta a denominação
feito com base no estado da sociedade à data em
Ipal – Indústria Panificadora da Liberdade,
(Gerência e administração) que se verificar morte, exoneração, exclusão ou
Limitada, é uma sociedade comercial por
venda da respectiva quota.
Compete ao sócio único a gestão e quotas de responsabilidade limitada.
representação da sociedade, em juízo ou não, CLÁUSULA DÉCIMA TERCEIRA Dois) A sociedade tem a sua sede no Bairro
sem prejuízo de se fazer representar no que for de Liberdade número três mil novecentos e
por lei e pelo Estatuto da Ordem dos Advogados (Morte do sócio) quarenta e cinco.
de Moçambique (OAM) permitido. Um) Em caso de morte do sócio único, a
ARTIGO SEGUNDO
sociedade extingue-se, cabendo aos herdeiros
CLÁUSULA OITAVA
o direito de receber da sociedade o respectivo (Duração)
(Remuneração) valor.
A duração da sociedade é por tempo
Dois) A excepção ao número anterior pode
A actividade de gerência da sociedade é indeterminado, contando-se o seu início a partir
verificar-se no caso de o herdeiro ser advogado
remunerada e a remuneração será deliberada pelo da data da sua constituição.
e caso assim o pretenda.
sócio único, segundo regras de razoabilidade.
ARTIGO TERCEIRO
CLÁUSULA DÉCIMA QUARTA
CLÁUSULA NONA
(Objecto social)
(Dissolução)
(Vinculação)
A comercialização de produtos de indústria
A sociedade só se dissolve por iniciativa do
Para que a sociedade se vincule perante panificadora, nomeadamente a produção de
sócio ou então nos casos previstos por lei.
terceiros, são necessárias duas assinaturas, dos pão, bolos, bolachas, biscoitos, doces, pasteis
sócios ou então de um dos sócio e do gerente. CLÁUSULA DÉCIMA QUINTA e outros; prestação de serviços; importação
e exportação, comissões, consignações e
CLÁUSULA DÉCIMA (Omissões) representação de marcas.
(Limites) Os casos omissos serão regulados pelas
ARTIGO QUARTO
disposições da lei das sociedades de advogados,
Um) É vedado ao gerente da sociedade a código comercial da República de Moçambique. (Capital social)
prática de actos estranhos ao objecto social ou
Maputo, vinte de Outubro de dois mil
então de manifesto prejuízo para a sociedade. O capital social, integralmente subscrito e
e catorze. — O Técnico, Ilegível.
Dois) Igual limite impõe-se se nas matérias relizado em dinheiro é de cem mil meticais,
relativas as letras de favor, fiança e abonações. corresponde a soma de quatro quotas iguais de
vinte e cinco mil meticais cada uma, pertecentes
SECÇÃO IV
uma a cada um dos sócios Abilio Guimarães,
Do exercício social e balanço Ipal – Indústria Panificadora Àlia Mirza Dossá, Jorge Tomás Hoana e
da Liberdade, Limitada Adulores Guimarães.
CLÁUSULA DÉCIMA PRIMEIRA
(Exercício social e balanço) Certifico, para efeitos de publicação, que no ARTIGO QUINTO
dia dezasseis de Maio de dois mil e catorze,
(Aumento do capital)
Um) O exercício social coincide com o foi matriculada, na Conservatória do Registo
ano civil e o balanço de contas será feito de Entidades Legais sob NUEL 100493144 O capital social poderá ser aumentado
com referência da data final de trinta e um de uma sociedade denominada Ipal – Indústria uma ou mais vezes, mediante entradas em
Dezembro de cada ano. Panificadora da Liberdade, Limitada. numerário pela incorporação de suprimentos
3352 — (16) III SÉRIE — NÚMERO 85

feito a caixa pelos sócios, pela capitalização de Sicoservice – Sociedade ARTIGO SEXTO
todos ou parte de lucros nos termos da legislação Unipessoal de Serviços, (Participações noutras sociedades, consór-
vigente.
Limitada cio, empresas e outros)
ARTIGO SEXTO Certifico, para efeitos de publicação, que no O sócio único pode decidir deter partici-
(Cessão e divisão de quotas) dia dezasseis de Outubro de dois mil e catorze, pações financeiras noutras sociedades
foi matriculada, na Conservatória do Registo de independentemente do seu objecto social, em
Um) A cessão e divisão total ou parcial das Entidades Legais sob NUEL 100541769 uma consórcios ou agrupamentos de empresas ou
quotas é livre entre os sócios. sociedade denominada Sicoservice – Sociedade
noutras formas de societárias, gestão ou simples
Dois) A divisão e cessão de quotas a terceiros Unipessoal de Serviços, Limitada.
participacão.
depende do consentimento da assembleia geral, Pedro Armando Sicobell Chissico, casado,
mantendo a sociedade o direito de preferência. natural de Maputo de nacionalidade ARTIGO SÉTIMO
moçambicana, portador do Bilhete de
ARTIGO SÉTIMO Identidade n.˚ 110100733426S emitido aos (Cessão ou divisão de quotas)
vinte e sete de Dezembro de dois mil e dez.
(Morte ou interdição) Um) A cessação ou divisão de quotas bem
ARTIGO PRIMEIRO como a constituição de ónus encargos sobre as
A sociedade não se dissolve por morte ou
mesmas serão por decisão de um único sócio.
interdição de qualquer dos sócios, continuando Denominação social
Dois) È nula qualquer divisão, cessação
com os herdeiros do sócio falecido, entre si, A sociedade adopta a denominação de ou oneração que não observe o preceituado no
nomearão um que os representem na gestão dos Sicoservice-Sociedade Unipessoal, Limitada número antecedente.
negócios sociais, enquanto a quota permanecer com sede na Avenida Eduardo Mondlane
indivisa. número mil novecentos e trinta e um, rés- ARTIGO OITAVO
do-chão, podendo abrir delegações, filiais,
ARTIGO OITAVO sucursais e outra forma de representação social (Morte ou interdição do sócio)

(Administração)
no país, desde que se justifique. Um) Em caso de morte ou divisão de quotas
bem como a constituição de ónus encargos sobre
A administração e gerência da sociedade ARTIGO SEGUNDO
as mesmas serão por decisão do único sócio.
dispensada de caução e com ou sem Duração Dois) A sociedade obriga-se nas seguintes
remuneração, conforme vier a ser deliberado
A sociedade é constituída por tempo condições:
em assembleia geral, será exercida pela
indeterminado contando o seu começo a partir a) Pelas assinaturas do sócio único da
sócia Alia Mirza Dossá, que fica designada
da data da sua constituição. sociedade:
administradora sendo suficiente a sua assinatura
para validamente obrigar a sociedade em todos ARTIGO TERCEIRO b) Pela assinatura individualizada de um
seus actos e contratos. procurador especialmente nomeado
Um) A sociedade tem por objecto e nos precisos termos e limites
ARTIGO NONO a prestação de serviços de consultorias,
específicos do seu mandato.
agenciamento, mediação e intermediação
(Assembleia geral) comercial, organização de eventos, transporte ARTIGO NONO
escolar, transfer de passageiros, distribuição de
Um) A sociedade reunir-se-á em sessão
expediente e outros serviços afins. (Limitação do poder de outros gerentes)
ordinária da assembleia geral uma vez por ano
Dois) Importação e exportação de bens.
para avaliar o desempenho. De forma alguma está autorizado, a outros
Três) Poderá também a sociedade exercer
Dois) Sem prejuízo das formalidades gerentes que não o sócio único a obrigar a
outro tipo de actividade comercial, desde que
imperativas exigidas por lei, as assembleias obtenha as necessárias autorizações. sociedade em actos ou contratos estranhos ao
gerais serão convocadas por carta registada objecto social.
com aviso de recepção expedida aos sócios com ARTIGO QUARTO
ARTIGO DÉCIMO
quinze dias de antecedência. Capital social
(Dissolução de sociedade e normas suplen-
ARTIGO DÉCIMO O capital social, integralmente subscrito,
tivas)
é de vinte mil meticais, realizado em dinheiro
(Dissolução) é correspondente a uma única quota de valor A sociedade se dissolve nos casos e termos
A sociedade dissolve-se nos casos e pela percentual ao sócio Pedro Armando Sicobell previstos na Lei Comercial, e demais legislação
forma previstos na lei. Chissico. vigente aplicável.

ARTIGO DÉCIMO ARTIGO QUINTO ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO


(Administração da sociedade)
(Omissões) (Casos omissos)
A administração da sociedade bem como a
Em todos os casos omissos, aplicar-se- As dividas e omissões no presente estatuto
sua representação em juízo e fora dele, activa
-ão as disposições do Código Comercial e e passivamente, será feita pelo sócio único por disposições do Código Comercial e demais
demais legislações em vigor na República de Pedro Armando Sicobell Chissico que desde legislações vigentes e aplicáveis na República
Moçambique. já fica nomeado gerente, sem observação de de Moçambique.
Maputo, cinco de Setembro de dois mil e prestar caução e com remuneração que lhe vier Maputo, vinte de Outubro de dois mil
catorze. — O Técnico, Ilegível. a ser fixada. e catorze. — O Técnico, Ilegível.
23 DE OUTUBRO DE 2014 3352 — (17)

Fátima Ferreira Servicos, Dois) Mediante deliberação do conselho Três) As acções nominativas ou ao portador
Limitada de administração, a sociedade poderá abrir são recíprocamente convertíeis nos termos da
sucursais, filiais ou qualquer outra forma de lei.
Certifico, para efeitos de publicação, que por representação no país e no estrangeiro, bem
acta de dez de Setembro de dois mil treze, da como transferir a sua sede social para qualquer ARTIGO QUINTO
sociedade Fátima Ferreira Servicos, Limitada, outro local do território nacional, quando e onde Títulos de acções
matriculada sob NUEL 100283778, deliberam achar conveniente.
Um) Cada accionista terá direito a um ou
a cessao das quotas no valor de catorze mil
ARTIGO TERCEIRO mais títulos de acções consoante o número de
meticais, que o socio Luís Fernando dos Santos
acções por ele detidas, podendo ser emitidos
Esteves, Manuel Peter Oettl e Karina Addul
Objecto social títulos representativos de uma, duas, cinco, dez
Gany Ahmed de possuem e decidiram cada
e vinte acções.
um deles ceder na totalidade de suas quotas A sociedade tem por objecto:
Dois) Os títulos de acções serão emitidos
correspondentes a favor da senhora Maria de a) A prestação de serviços na indústria de com as especificações definidas na legislação
Fátima Costa Ferreira. construção civil e obras públicas; aplicável e poderão ser, a qualquer momento,
Em consequência procedem a alteração do b) Prestação de serviços de consultória e objecto de consolidação, subdivisão ou
respectivo pacto social quanto ao capital social acessoria na área de construcão civil substituição.
para tanto alterando nos seguintes termos, o e obras públicas e outros a fins; Três) Nenhum título de acções será
artigo quinto dos estatutos. c) A construção e gestão de condominios consolidado, subdividido ou substituído se
o mesmo não for entregue à sociedade. Os
e complexos comerciais;
ARTIGO QUINTO custos com a emissão de novos títulos de
d) A construção e gestão de estradas;
acções serão da responsabilidade dos titulares
Capital social e) Projectos de arquitectura; das acções consolidadas, subdivididas ou
O capital social, integralmente f) Em complemento daquela actividade, substituídas, excepto no caso de substituição
realizado em dinheeiro, é de, vinte mil pode dedicar-se à gestão de bens, dos títulos por deliberação da Assembleia
meticais e corresponde a uma única quota obras ou serviços, públicos ou Geral, sendo em ambos os casos os respectivos
de cem por cento, pertencente à sócia privados, próprios ou conces- termos e condições fixados pelo Conselho de
Maria de Fatima Costa Ferreira. sionados, bem como ao comércio Administração.
de compra de imóveis para revenda, Quatro) Em caso de perda ou destruição de
E nada mais havendo a deliberar foi a qualquer título, o novo só será emitido quando
presente acta lavrada e assinada por todos os por simples deliberação do conselho
de administração; requerido pelo seu titular, sendo os custos
presentes sócios. fixados pelo Conselho de Administração, por
g) A sociedade pode adquirir participações
Maputo, vinte e cinco de Julho de dois mil conta do seu respectivo titular.
em sociedades que se dediquem às
e catorze. — O Técnico, Ilegível. Cinco) Os títulos das acções, bem como
actividades previstas nos números quaisquer alterações efectuadas nos mesmos
um e dois do presente artigo, por serão assinados por, pelo menos, dois membros
simples deliberação do conselho de do Conselho de Administração e neles será
administração; aposto o carimbo da sociedade.
Rovuma Construções, S.A. h) A sociedade pode ainda adquirir
participações sociais em sociedades ARTIGO SEXTO
Certifico, para efeitos de publicação, que
no dia oito de Outubro de dois mil e treze, foi com objecto diferente do contido Transmissão de acções
matriculada na Conservatória dos Registos de nos números um e dois, em
A transmissão das acções far-se-á nos termos
Entidades Legais sob o NUEL100539276, uma sociedades reguladas por leis
da lei, porém, aos accionistas será sempre
sociedade denominada Rovuma Construções, especiais e em agrupamentos conferido o direito de preferência em qualquer
S.A. complementares de empresas, bem alienação de acções.
como participar em consórcios
CAPÍTULO I e associações com sociedades ARTIGO SÉTIMO
Da denominação, duração, sede nacionais ou estrangeiras incluindo Aquisição de acções próprias
e objecto os agrupamentos europeus de
interesse económico, por simples Sem prejuízo da legislação aplicável, a
ARTIGO PRIMEIRO
deliberação do Conselho de sociedade poderá, mediante deliberação da
Denominação e duração Administração. Assembleia Geral, adquirir e deter acções
próprias e poderá efectuar o pagamento com
A sociedade adopta a denominação CAPÍTULO II respeito à amortização ou aquisição de acções
de Rovuma Construções, S.A., doravante
denominada sociedade, e é constituída sob Do capital social, acções e obrigações próprias com recurso a fundos provenientes de
a forma de sociedade comercial anónima reservas detidas pela sociedade ou da emissão
de responsabilidade limitada e por tempo ARTIGO QUARTO de novas acções.
indeterminado, regendo-se pelos presentes Capital social
estatutos e pela legislação aplicável. ARTIGO OITAVO
Um) O capital social, integralmente subscrito Obrigações
ARTIGO SEGUNDO e realizado em dinheiro, é de dez milhões de
meticais, divididos em dez mil acções no valor A sociedade poderá emitir obrigações nos
Sede termos das disposições legais e nas condições
nominal de mil meticais cada uma.
Um) A sociedade tem a sua sede social na Dois) As acções poderão ser nominativas que forem estabelecidas pelo Conselho de
Avenida Alberto Lithuli, número oitocentos e ou ao portador, nos termos a estabelecer pelo Administração, com aprovação prévia do
cinquenta e seis. Conselho de Administração. Conselho Fiscal.
3352 — (18) III SÉRIE — NÚMERO 85

CAPÍTULO III ARTIGO DÉCIMO quais serão aprovadas por accionistas detentores
em conjunto de maioria qualificada de pelo
Da Assembleia Geral, Conselho Quorum constitutivo
menos dois terços do capital social:
de Administração e Conselho Fiscal Um) Sem prejuízo do estabelecido na lei a) Alteração destes estatutos;
SECÇÃO I aplicável e nos presentes estatutos, nenhuma b) Alterações ao capital social;
Da Assembleia Geral
Assembleia Geral poderá prosseguir, em c) Fusão com outras entidades ou
primeira convocação, sem que estejam presentes dissolução da sociedade;
ARTIGO NONO ou representados Accionistas representando d) Aprovação de suprimentos, bem como
pelo menos cinquenta e um por cento do total dos seus termos e condições;
Convocatória e reuniões da Assembleia
do capital social. e) Aprovação da obrigação de contribuir
Geral
Dois) Em segunda convocação a Assembleia com prestações suplementares de
Um) A Assembleia Geral ordinária reunir- Geral poderá deliberar, seja qual for o número capital, obrigação essa que será
se-á uma vez por ano dentro dos três meses de accionistas presentes ou representados e proporcional às acções detidas por
imediatos ao termo de cada exercício, para: o capital social por eles representado, desde cada accionista na sociedade ou
que fique provado que cada accionista foi uma outra proporção acordada, bem
a) Deliberar sobre o balanço e o relatório
devidamente convocado para a reunião da como os seus termos e condições;
da administração referentes ao f) Compra pela sociedade de acções
exercício; Assembleia Geral.
próprias;
b) Deliberar sobre a aplicação de g) Nomeação e aprovação da remuneração
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
resultados; dos membros do Conselho de
c) Eleger os administradores e os Presidente e secretário Administração, do Conselho Fiscal
membros do Conselho Fiscal para e de auditor externo;
Um) A Mesa da Assembleia Geral é dirigida
as vagas que nesses órgãos se h) Admissão de novos accionistas a
por um presidente e por, pelo menos, um
verificarem. deterem acções nominativas na
secretário, eleitos pelos Accionistas, de entre
Dois) Na aviso convocatório para a sociedade;
os accionistas ou terceiros, por um período
reunião referida no número anterior deve ser i) Alterações ao objecto social;
revogável de três anos, podendo ser reeleitos.
comunicado aos Accionistas que se encontram j) Criação de acções privilegiadas com
Dois) Na falta de eleição ou em caso de
à sua disposição, na sede da sociedade, os direitos preferenciais de voto;
impedimento do presidente e/ou do secretário,
k) Aumento do capital social com ou
respectivos documentos. servirá de presidente da Mesa qualquer sem condições, através de fundos
Três) A Assembleia Geral da sociedade reúne administrador nomeado para o acto pelos dos accionistas, contra a entrega
extraordinariamente sempre que devidamente accionistas presentes ou representados na de contribuição em espécie, ou
convocada por iniciativa do presidente da reunião. permuta de bens e concessão de
Mesa ou a requerimento do Conselho de Três) Compete ao presidente convocar vantagens especiais;
Administração, do Conselho Fiscal ou de e presidir às reuniões da Assembleia Geral l) Transferência da sede social;
accionistas detendo, pelo menos, dez por cento e empossar os membros do Conselho de m) aprovação dos termos e condições
do capital social. Administração e do Conselho Fiscal. de qualquer financiamento a ser
Quatro) A Assembleia Geral reunir-se-á, em Quatro) As actas das reuniões da Assembleia contraído pela sociedade;
princípio, na sede social, mas poderá reunir-se Geral serão registadas no respectivo livro e n) Penhor de acções detidas por qualquer
em qualquer outro local do território nacional, assinadas pelo presidente e pelo secretário, accionista na sociedade.
desde que o presidente da Mesa da Assembleia podendo as mesmas ser lavradas em documento
Geral assim o decida e mediante o acordo do Quatro) Os accionistas poderão ser
avulso, contanto que as assinaturas do presidente
Conselho de Administração. representados na reunião de Assembleia
e do secretário sejam reconhecidas por notário
Geral por qualquer mandatário, accionista ou
Cinco) As Assembleias Gerais serão público.
administrador da sociedade, constituído com
convocadas, por meio de publicação de anúncios
procuração por escrito outorgada com prazo
(no jornal) e por escrito (por fax ou e-mail) ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
determinado de doze meses no máximo, e com
aos Accionistas com a antecedência mínima Representação e votação nas Assembleias indicação dos poderes conferidos.
de trinta dias de calendário em relação à data Gerais Cinco) No caso de o accionista da sociedade
prevista para a reunião. ser uma pessoa colectiva ou órgão colectivo,
Seis) As informações sobre a convocatória Um) Todos os accionistas têm direito a
participar e votar nas Assembleia Gerais e as um representante deverá ter sido nomeado
das assembleias gerais deverão ser fornecidas através de resolução aprovada pelo órgão social
suas deliberações, quando tomadas nos termos
aos presidentes dos Conselhos de Administração competente da respectiva sociedade na qual se
da lei e dos presentes estatutos, são obrigatórias
e Fiscal pelo secretário da Mesa da Assembleia especifica os poderes que lhe são conferidos.
para todos os accionistas, ainda que ausentes,
Geral. Esta deliberação será considerada como prova
dissidentes ou incapazes.
Sete) É obrigatório aos Accionistas suficiente da validade da sua nomeação desde
Dois) A cada acção é atribuído um voto,
procederem ao depósito, em qualquer instituição mas o exercício do direito a voto está sujeito à que obedeça aos requisitos legais aplicáveis
de crédito a operar no país, das Acções ao assinatura do livro de presenças de accionistas, para a sua validade.
portador de que são titulares, até oito dias antes contendo o nome, domicílio, quantidade e Seis) Qualquer procuração ou deliberação
da data da realização da Assembleia Geral. categoria das acções de que são titulares. de nomeação de representante deverá ser
Oito) Reunidos ou devidamente Três) As deliberações da Assembleia dirigida ao presidente da Mesa e entregue ao
representados os Accionistas detentores da Geral serão aprovadas por maioria dos votos secretário na sede ou em qualquer outro lugar
totalidade do capital social, podem os mesmos dos accionistas presentes ou representados, em Moçambique, conforme determinado na
deliberar validamente sobre qualquer assunto, independentemente do capital social por eles convocatória, com a antecedência mínima de
compreendido ou não na ordem de trabalhos e representado, salvo no que diz respeito às uma hora antes da hora fixada para a reunião
tenha ou não havido convocatória. deliberações sobre as seguintes matérias, as para a qual foram emitidas.
23 DE OUTUBRO DE 2014 3352 — (19)

Sete) As eleições realizar-se-ão por escrutínio Três) Quando o accionista eleito para h) Constituir qualquer afiliada da
secreto ou por aclamação quando os accionistas membro do Conselho de Administração for sociedade e/ou adquirir partici-
presentes se manifestarem por unanimidade qualquer sociedade com sede fora da República pações sociais em outras sociedades;
neste último sentido, sob proposta de um deles. de Moçambique, podem as respectivas funções i) submeter para aprovação da Assembleia
Oito) Os obrigacionistas não poderão ser exercidas por um delegado da sociedade Geral a forma de distribuição de
participar nas assembleias gerais. accionista, por ela indicado por meio de lucros, nomeadamente no que diz
deliberação do competente órgão societário. respeito à criação, investimento,
SECÇÃO II Quatro) As remunerações, vencimentos, contratação e capitalização de
gratificações o quaisquer outros proveitos dos reservas que não a reserva legal, bem
Do Conselho de Administração
membros do Conselho de Administração serão como o montante dos dividendos a
ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO fixados em Assembleia Geral. distribuir aos accionistas, de acordo
com os princípios estabelecidos
Conselho de Administração
ARTIGO DÉCIMO QUINTO pelos sccionistas em deliberação
Um) A administração da sociedade será da Assembleia Geral;
Competências do Conselho de Adminis-
exercida por um Conselho de Administração, tração
j) definir os planos de desenvolvimento
eleito pela Assembleia Geral, composto por da sociedade;
um mínimo de um administrador, e sempre Um) Sujeito às limitações constantes k) dar inicio ou acordar na deliberação
em número ímpar, aos quais incumbe, além destes estatutos com relação às matérias que de qualquer disputa, litígio,
do cumprimento das obrigações gerais e das requerem a aprovação dos accionistas, compete arbitragem ou outro procedimento
especialmente consignadas neste pacto, a ao Conselho de Administração exercer os judicial com qualquer terceira
assistência directa e permanente à marcha dos mais amplos poderes de gestão da sociedade, parte, relativamente a matérias com
negócios sociais, devendo reunir tantas vezes e realizar todos os actos necessários à boa relevância para o desempenho das
quanto as necessárias. prossecução do seu objecto social de acordo actividades da sociedade;
Dois) O mandato dos administradores é com o previsto nestes estatutos e na lei, l) gerir quaisquer outros negócios nos
de quatro anos, podendo haver reeleição nos compreendendo esses poderes nomeadamente termos determinados neste estatutos
termos da lei; os administradores nomeados os de: e na lei aplicável;
manter-se no exercício das respectivas funções a) Gerir as operações da sociedade no dia m) representar a sociedade em juízo e fora
até a eleição e posse dos seus substitutos. a dia e submeter à Assembleia Geral dele, activa e passivamente, com a
Três) O Conselho de Administração poderá quaisquer recomendações sobre faculdade de confessar, desistir ou
designar e delegar num Administrador- quaisquer matérias que devam ser transigir sobre quaisquer direitos
Delegado a gestão corrente da sociedade com deliberadas pela mesma; e em quaisquer pleitos, firmando
excepção das matérias previstas no número dois
b) Celebrar quaisquer contratos no quadro todas as obrigações sociais como
do artigo quatrocentos e trinta e dois do Código
da gestão corrente do negócio, escrituras, letras, cheques ou outros
Comercial.
bem como oferecer garantias pelo quaisquer títulos que se refiram
ARTIGO DÉCIMO QUARTO cumprimento de quaisquer quantias exclusivamente ao movimento da
mutuadas, nos limites estabelecidos sociedade.
Actuação dos administradores, revogação
por deliberação da Assembleia Dois) O Conselho de Administração poderá,
e remuneração
Geral e dos presentes estatutos; através de procuração atribuir os seus poderes
Um) A caução a prestar pelos administradores c) Celebrar quaisquer outros contratos, a um agente consoante venha especificado na
será fixada em Assembleia Geral. incluindo os poderes para contrair respectiva procuração, incluindo nos termos e
Dois) O lugar de administrador vagará se: empréstimos bancários, conforme para efeitos do disposto no artigo quatrocentos
a) Este ficar proibido por lei de ser ve nha a s e r a utoriz a do por e vinte do Código Comercial.
administrador; deliberação da Assembleia Geral; ARTIGO DÉCIMO SEXTO
b) Se este se tornar falido ou insolvente ou d) Submeter à aprovação da Assembleia
se fizer, no geral, algum acordo ou Geral quaisquer propostas de planos Presidente do Conselho de Administração
composição com os seus credores; estratégicos da sociedade, propostas Um) O presidente do Conselho de
c) Se ele sofrer, ou puder sofrer de aumentos de capital social, de Administração será eleito pelos membros
deficiência mental e tiver sido, transferência, de cessão, venda ou do Conselho de Administração, de entre os
pelos tribunais moçambicanos de outra forma de alienação de bens mesmos.
ou de outra jurisdição, julgado
e/ou negócios da sociedade; Dois) Se o presidente do Conselho de
judicialmente como incapaz, ou
e) Submeter à aprovação da Assembleia Administração estiver impossibilitado de
ter sido determinada a sua captura
Geral os relatórios anuais e as estar presente nas reuniões do Conselho
e detenção ou representação legal
demonstrações financeiras da de Administração, um outro administrador
com poderes para dispor dos seus
sociedade, bem como os planos designado pelos Accionistas poderá substituí-lo.
bens e negócios;
anuais de operações e orçamentos; Três) O presidente do Conselho de
d) Este se demitir do cargo através de
f) Comprar acções, quotas ou obrigações Administração não terá voto de desempate.
notificação dirigida à sociedade;
e) Este, por um período de doze meses em quaisquer outras sociedades;
ARTIGO DÉCIMO SÉTIMO
consecutivos não participar g) Nomear pessoas singulares ou
nas reuniões do Conselho de colectivas para o exercício de Convocação das reuniões do Conselho
Administração realizadas durante cargos de adjuntos do Conselho de Administração
esse período e sem para tal ter de Administração, directores e Um) O Conselho de Administração reúne
recebido autorização do Conselho gerentes, bem como fixar-lhes as sempre que for convocado pelo seu presidente
de Administração e o Conselho de remunerações e conferir-lhes os ou por outros dois administradores, devendo
Administração determine que o seu poderes para actuar em nome em reunir, pelo menos, uma vez em cada três
escritório deva vagar. sociedade; meses.
3352 — (20) III SÉRIE — NÚMERO 85

Dois) As reuniões terão lugar à hora e ARTIGO DÉCIMO NONO ARTIGO VIGÉSIMO TERCEIRO
em local conveniente e seleccionado pelos
Deliberações do Conselho de Administra- Competências
Administradores que convocaram a reunião. ção
Três) A menos que seja dispensada por Um) O Conselho Fiscal terá os seguintes
todos os administradores, a convocatória das As deliberações das reuniões do Conselho direitos e deveres:
de Administração serão tomadas por maioria a) Examinar a contabilidade e as
reuniões do Conselho de Administração deverá
dos votos dos administradores presentes ou actividades da sociedade;
ser entregue em mão ou enviada por fax a todos
representados nessa reunião. b) Elaborar um relatório e parecer
os administradores, com uma antecedência
sobre o relatório do Conselho de
mínima de cinco dias de calendário, devendo ARTIGO VIGÉSIMO
Administração à Assembleia Geral,
ser acompanhada pela agenda dos assuntos a
Vinculação da sociedade incluindo a apreciação das contas
ser discutida na reunião, bem como todos os
Um) A sociedade obriga-se pela: da sociedade e sobre a proposta de
documentos necessários a serem circulados
aplicação de resultados;
ou apresentados durante a reunião. Nenhum a) assinatura do presidente do Conselho
c) Fiscalizar os actos dos Administradores
assunto poderá ser discutido pelo Conselho de de Administração nos termos dos
e verificar o cumprimento dos seus
Administração a menos que tenha sido incluindo poderes que lhe foram atribuídos
deveres legais; e
na referida agenda de trabalhos ou quando todos pelo Conselho de Administração;
d) Exercer os demais deveres que lhe
os administradores assim o acordem. b) assinatura conjunta do presidente do
Conselho de Administração e de sejam atribuídos pela lei.
Quatro) Em conformidade com o disposto
um Administrador, ou assinatura Dois) O relatório e parecer do Conselho
nos presentes estatutos, o Conselho de
conjunta de dois administradores. Fiscal destinam-se a auxiliar a Assembleia
Administração poderá adiar as suas reuniões c) assinatura de um mandatário, podendo Geral na tomada de decisões. As ligações
e regular os procedimentos a adoptar em tais este ser o administrador-delegado, institucionais entre o Conselho Fiscal e a
reuniões. dentro dos limites dos poderes que Assembleia Geral têm carácter meramente
Cinco) Dentro dos vinte e um dias de lhe hajam sido conferidos. consultivo.
calendário subsequentes à realização de cada Dois) Qualquer trabalhador devidamente
reunião do Conselho de Administração, a cópia autorizado poderá assinar actos de mero ARTIGO VIGÉSIMO QUARTO
da acta de tal reunião deverá ser transcrita para o expediente. Quórum constitutivo e deliberativo
livro de actas da sociedade e assinada por cada
administrador, seu substituto ou mandatário ARTIGO VIGÉSIMO PRIMEIRO Um) Para que o Conselho Fiscal possa
Actas do Conselho de Administração deliberar será indispensável que estejam
ARTIGO DÉCIMO OITAVO presentes ou representados a maioria dos seus
Um) As deliberações e procedimentos do membros.
Quórum Conselho de Administração (incluindo as Dois) Cada membro do Conselho Fiscal,
nomeações de funcionários efectuadas pelos incluindo o seu presidente, tem direito a um
Um) O quórum para as reuniões do Conselho administradores e dos membros do Conselho
de Administração considera-se constituído, voto.
presentes, deverão ser lavradas em actas Três) As deliberações serão tomadas pela
não se tratando de Conselho de Administração inseridas no respectivo livro de actas e assinadas
maioridade de votos dos membros presentes
com administrador único, se nelas estiverem por todos os administradores presentes.
ou representados.
presentes ou representados, em primeira Dois) Cada membro do Conselho de
Quatro) O presidente do Conselho Fiscal não
convocação, pelo menos, três administradores, Administração que não concorde com
possui voto de desempate.
e em segunda convocação, independentemente determinada decisão do Conselho de
Administração tem o direito de registar a Cinco) A representação dos membros
do número de administradores presentes. do Conselho Fiscal será regida pelas regras
Dois) Não obstante o previsto no número sua opinião em acta. As actas poderão ser
examinadas sempre que qualquer membro aplicáveis ao Conselho de Administração.
anterior, o Conselho de Administração poderá
do Conselho de Administração, accionista
dirigir os seus assuntos e realizar as suas reuniões ARTIGO VIGÉSIMO QUINTO
ou membro do Conselho Fiscal considere
através de meios electrónicos ou telefónicos necessário. Prestação de caução
que permitam a todos os participantes ouvir
e responder simultaneamente. O Conselho SECÇÃO III O exercício das funções de membro do
de Administração poderá, em lugar de tomar Conselho Fiscal não será caucionado.
Do Conselho Fiscal
deliberações por maioria de votos em reuniões
ARTIGO VIGÉSIMO SEGUNDO CAPÍTULO IV
formais, deliberar por meio de declaração
assinada por todos os administradores, desde Composição Das contas e distribuição
que todos consintam nessa forma de deliberar, de resultados
com dispensa de convocatória. Um) O supervisão de todos os assuntos da
sociedade é atribuída a um Conselho Fiscal, ARTIGO VIGÉSIMO SEXTO
Três) Qualquer membro do Conselho de
composto por três membros. Contas da sociedade
Administração temporariamente impedido
Dois) Os membros do Conselho Fiscal serão
de participar nas reuniões do Conselho de
eleitos pela Assembleia Geral. Um) O exercício social coincide com o ano
Administração poderá fazer-se representar por Três) Os membros do Conselho Fiscal civil e o balanço fechar-se-á com referência a
qualquer outro membro por meio de carta ou terão um mandato de três anos, revogável nos trinta e um de Dezembro de cada ano.
fax endereçado ao presidente do Conselho de termos da lei. Dois) As demonstrações financeiras da
Administração. Quatro) As remunerações, vencimentos, Sociedade deverão ser elaboradas e submetidas
Quatro) O mesmo membro do Conselho de gratificações o quaisquer outros proveitos dos à apreciação da Assembleia Geral anual até ao
Administração poderá representar mais do que membros do Conselho Fiscal serão fixados em final do mês de Fevereiro do ano seguinte a que
um administrador. Assembleia Geral. se referem os documentos.
23 DE OUTUBRO DE 2014 3352 — (21)

Três) Em cada Assembleia Geral ordinária correspondentes a suprimentos Ponto dois: Alteração na constituição do
anual, o Conselho de Administração submeterá e outras contribuições para Conselho de Administração
à aprovação dos Accionistas o relatório anual a sociedade, que tenham sido Saída do Conselho de Administração da
de actividades, as demonstrações financeiras realizadas; senhora Lissie Norgaard Schmidt, e entrada
(balanço, demonstração de resultados, fluxo das Senhoras Birgitte Krohn e Laila Mehlum.
c) dividendos aos accionistas, nos
de caixa e respectivas notas) do ano transacto Em consequencia do descrito acima, o
termos a fixar pelo Conselho de
e ainda a proposta de aplicação de resultados, artigo do estatuto correspondente, passa a ter a
Administração;
juntamente com o relatório e parecer do seguinte redacçao:
Conselho Fiscal e do Auditor Externo, conforme d) outras prioridades decididas pelo
a legislação aplicável. Conselho de Administração. ARTIGO PRIMEIRO
Quatro) Os documentos referidos no número
anterior serão enviados pelo Conselho de CAPÍTULO V (Denominação e duração)
Administração a todos os accionistas e Da dissolução e liquidação A sociedade adopta a denominação
obrigacionistas da sociedade, até quinze dias
da sociedade de Jacaranda Holding Mozambique,
antes da data de realização da reunião da
Limitada, doravante denominada
Assembleia Geral. ARTIGO VIGÉSIMO NONO sociedade, e é constituída sob a forma
Cinco) As demonstrações financeiras anuais
Dissolução de sociedade comercial por quotas de
e o relatório do Conselho de Administração, e
responsabilidade limitada e por tempo
ainda o relatório e parecer do Conselho Fiscal A sociedade dissolve-se nos casos e nos
indeterminado, regendo-se pelos presentes
e do Auditor Externo serão tomados públicos termos estabelecidos na lei e nos presentes
estatutos e pela legislação aplicável.
conforme aprovados pela Assembleia Geral. estatutos.
..............................................................
ARTIGO VIGÉSIMO SÉTIMO ARTIGO TRIGÉSIMO
Livros de contabilidade Liquidação ARTIGO DÉCIMO QUARTO

Um) Serão mantidos na sede da sociedade Salvo deliberação que venha a ser tomada de Conselho de Administração será
os livros de contabilidade e registos de acordo acordo com o previsto no número um do artigo composto pelos seguintes indivíduos,
com a legislação aplicável. duzentos e trinta e oito do Código Comercial, com excepção do previsto no número
Dois) Os livros de contabilidade deverão serão liquidatários os membros do Conselho dois abaixo:
dar a indicação exacta e justa do estado da de Administração em exercício de funções Birgitte Krohn (Presidente);
Sociedade, bem como reflectir as transacções no momento da dissolução e/ou liquidação da Andreas Stier;
que hajam sido efectuadas. sociedade, que assumirão os poderes, deveres Knud Hansen;
Três) O Conselho de Administração e responsabilidades gerais e especiais definidos Laila Mehlum.
determinará os termos e condições de abertura no artigo duzentos e trinta e nove do Código Maputo, vinte de Outubro de dois mil
para inspecção dos livros de contabilidade por Comercial. e catorze. — O Técnico, Ilegível.
parte de qualquer accionista, administrador,
membro do Conselho Fiscal ou Auditor CAPÍTULO VI
Externo autorizado, tomando em consideração Disposições gerais e transitórias
o seu direito à informação sobre o estado
das actividades da Sociedade. Tais termos e ARTIGO TRIGÉSIMO PRIMEIRO
condições não poderão limitar os direitos dos
Omissões
Gruest Moçambique,
accionistas de examinar tanto os livros como Limitada
os documentos das operações da sociedade, Qualquer matéria que não tenha sido tratada
direitos esses que serão exercidos dentro do nestes estatutos reger-se-á pelo disposto no Certifico, para efeitos de publicação, que por
período previsto e em conformidade com os Código Comercial e outra legislação em vigor acta avulsa de dezanove de Setembro de dois
documentos mencionados no disposto dos em Moçambique. mil e catorze, pelas dez horas e vinte minutos,
artigos cento sessenta e sete e cento setenta e Maputo, oito de Outubro de dois mil e reuniram-se na sede da sociedade Gruest
quatro do Código Comercial. treze. — O Técnico, Ilegível. Moçambique, Limitada, sociedade comercial
por quotas de direito moçambicano, com sede
ARTIGO VIGÉSIMO OITAVO
na cidade de Maputo, na Avenida Zedequias
Distribuição de lucros Manganhela, número quinhentos e noventa e
Jacaranda Bananas 1, um, primeiro andar, flat sete, registada junto da
Os lucros apurados em cada exercício
Conservatória do Registo das Entidades Legais
serão distribuídos conforme deliberação da Limitada de Maputo sob o NUEL 100254891, adiante
Assembleia Geral, sob proposta do Conselho
de Administração, pela seguinte ordem de Certifico, para efeitos de publicação, que designada sociedade, foi decidido o seguinte:
prioridades: por acta de dezasseis de Outubro de dois mil Alterar a sede da sociedade. Em consequência
a) Constituição do fundo de reserva legal e catorze, da sociedade Jacaranda Bananas 1, da deliberação acima, o artigo três dos estatutos
no montante mínimo de cinco por Limitada, matriculada, sob NUEL 100269775 da sociedade passa a ter a seguinte redacção:
cento dos lucros anuais líquidos deliberaram o seguinte:
até ao momento em que este fundo Ponto um. Mudança da denominação da ARTIGO TRÊS
contenha o montante equivalente sociedade A sociedade tem a sua sede na cidade
a vinte por cento do capital social; A sociedade deixa de se chamar Jacaranda da Matola.
b) Amortização das obrigações da Bananas 1, Limitada e passa a chamar-se Maputo, treze de Outubro de dois mil e
sociedade perante os accionistas, Jacaranda Holding Mozambique, Limitada. catorze. — O Técnico, Ilegível.
3352 — (22) III SÉRIE — NÚMERO 85

Decor Clean, Limitada Três) A sociedade poderá ainda exercer Quatro) Decorrido o prazo de quarenta e
actividades de natureza acessória ou cinco dias sobre a recepção da comunicação a
Certifico, para efeitos de publicação, que no complementar do objecto principal em que os que se refere o número dois deste artigo, sem
dia dezasseis de Outubro de dois mil e catorze, sócios assim o deliberem em assembleia geral, que gerência se manifeste, considerar-se-á
foi matriculada, na Conservatória do Registo de desde que devidamente autorizadas. autorizada a cedência da quota nos termos
Entidades Legais sob NUEL 100540371 uma solicitados pelo sócio.
sociedade denominada CAPÍTULO II
Primeira. Leonor Assane da Silva, solteira, Do capital social ARTIGO SÉTIMO
maior, de nacionalidade moçambicana, portadora
ARTIGO QUARTO (Morte ou incapacidade dos sócios)
do Bilhete de Identidade n.º 100100902872F,
emitido pela Direcção Nacional de Identificação (Capital social) Em caso de falecimento, incapacidade física
Civil aos vinte de Janeiro de dois mil e onze, ou mental definitiva ou interdição de qualquer
residente na cidade de Maputo; Um) O capital social, integralmente subscrito
um dos sócios, a sociedade continuará com os
e realizado em dinheiro, é de vinte mil meticais,
Segundo. Dhevendra Pydannah, divorciado, seus herdeiros ou representantes que deverão
dividido em duas quotas desiguais na seguinte
maior, de nacionalidade mauriciana, portador constar no processo deste, os quais deverão
proporção:
do DIRE n.º 11MU00003150P, emitido pela nomear entre sí quem a todos represente na
a) Uma quota no valor de dez mil e
Direcção Nacional de Migração aos dezoito de sociedade, enquanto a quota se mantiver
duzentos meticais, correspondente
Junho de dois mil e treze, residente na cidade indivisa.
a cinquenta e um por cento do
de Maputo. capital social, pertencente a
É celebrado o presente contrato de sociedade Dhevendra Pydannah; CAPÍTULO III
ao abrigo do artigo noventa do Código Comercial b) Uma quota no valor de nove mil e Assembleia geral, gerência e
vigente na República de Moçambique, o qual se oitocentos meticais, correspondente representação
regerá nos termos dos artigos seguintes: a quarenta e nove por cento do
capital social, pertencente a Leonor ARTIGO OITAVO
CAPÍTULO I Assane da Silva.
(Gerência e representação)
Da denominação, sede, objecto Dois) Por deliberação da assembleia geral
o capital poderá aumentar ou reduzir por uma Um) A gerência da sociedade e sua
e duração
ou várias vezes. representação, em juizo e fora dele, activa e
ARTIGO PRIMEIRO Três) Por deliberação da assembleia geral passivamente, será exercida por um conselho
(Denominação e sede) e desde que represente vantagens para os de gerência composto por dois membros a
objectivos da sociedade, poderão ser admitidos serem nomeados em assembleia geral pelos
Um) A sociedade adopta a denominação como sócios cidadãos nacionais ou estrangeiros, sócios, com dispensa de caução, bastando as
de Decor Clean, Limitada, uma sociedade por pessoas singulares ou colectivas nos termos da suas assinaturas em conjunto para obrigar a
quotas de responsabilidade limitada e terá a sua legislação em vigor. sociedade em todos os seus actos e contratos.
sede em Maputo, podendo por deliberação da
ARTIGO QUINTO Dois) Os gerentes poderão delegar, total
assembleia geral ser transferida para outro local.
ou parcialmente, os seus poderes em pessoas
Dois) A sociedade poderá ainda por (Prestações suplementraes e suprimentos) estranhas, desde que para tal outorgue
deliberação da assembleia geral criar sucursais,
delegações, filiais ou outras formas de Os sócios poderão fazer suprimentos à procuração com todos os poderes necessários.
representação comercial em qualquer parte do sociedade nos termos e condições a fixar Três) Os gerentes não podem obrigar a
território nacional ou no estrangeiro. pela assembleia geral, não sendo exigíveis sociedade a quaisquer operações alheias ao
prestações suplementares de capital. seu objecto social, nem constituir a favor de
ARTIGO SEGUNDO terceiros quaisquer garantias, livranças, letras,
ARTIGO SEXTO
(Duração) fianças ou abonações.
(Divisão e cessão de quotas) Quatro) A sociedade poderá constituir
A sua duração é por tempo indeterminado, mandatários nos termos e para efeitos do
contando-se o seu início, para todos os efeitos Um) A divisão, cessão total ou parcial de
quotas entre os sócios é livre, mas a estranhos previsto no Código Comercial ou para quaisquer
legais, a partir da data da assinatura do presente outros fins, fixando em cada caso o âmbito e
contrato. à sociedade depende do prévio consentimento
desta, à qual fica reservado o direito de duração do mandato de quem a represente activa
ARTIGO TERCEIRO preferência na aquisição das quotas, direito e passivamente, em juízo e fora dele.
em que, se não fôr por ela exercido sê-lo-á
(Objecto)
preferencialmente pelos sócios fundadores da ARTIGO NONO
Um) A sociedade tem por objecto o exercício sociedade. (Assembleia geral)
das seguintes actividades: Dois) O sócio que pretender ceder a sua
quota, deverá comunicar à sociedade, com Um) A assembleia geral reunirá
a) Serviços de selecção e colocação de ordinariamente, uma vez por ano, para
antecedência mínima de trinta dias, mediante
pessoal; apreciação, aprovação do balanço de contas de
carta regista identificando o adquirente, o preço
b) Agenciamento privado de emprego; exercícios e para deliberar outros assuntos para
e demais condições de cessão.
c) Serviços de limpeza, decoração e os quais for convocada e extraordinariamente
Três) O sócio que pretender exercer esse
plantação; sempre que se mostre necessário e as reuniões
direito, no caso de a sociedade não exercer
d) Importação e exportação. serão convocadas por meio de cartas registadas,
o direito que lhe cabe, deve comparecer na
Dois) É ainda objecto da sociedade a assembleia geral a ser convocada pela gerência fax, telefax ou correio electrónico com
representação comercial bem como associar-se para deliberar sobre o exercício ou não do antecedência mínima de quinze dias.
ou participar no capital de outras sociedades a direito de preferência a que se refere o número Dois) A reunião da assembleia geral terá
constituir no país ou no estrangeiro. um deste artigo. lugar na sede social da sociedade, podendo ter
23 DE OUTUBRO DE 2014 3352 — (23)

lugar noutro local quando as circunstâncias o É celebrado o presente contrato de sociedade, meticais dividido pelas sócias, Sumeya Haji
aconselhem, desde que tal facto não prejudique nos termos do artigo noventa do Código Noor Mahomed, com o valor de vinte e cinco
os direitos e legítimos interesses dos sócios. Comercial, entre: mil meticais correspondente a cinquenta mil
Três) A assembleia geral considera-se com Primeiro. Sumeya Haji Noor Mahomed, por cento do capital, e Nassimbanu Mamad
quórum artificial para deliberar quando estejam no estado civil de divorciada, natural de Mussá, com o valor de vinte cinco mil meticais,
Nacala Porto, residente em Maputo, no correspondente a cinquenta mil por cento do
presentes ou representados, sócios que possuem,
Bairro Sommerschield, Avenida Orlando capital.
pelo menos, cinquenta e um por cento do capital,
Mendes, número setenta e cinco, cidade de
salvo nos casos em que por força da lei ou destes Maputo, portadora do Bilhete de Identidade ARTIGO QUINTO
estatutos, seja exigível um outro quórum. n.˚110100114892A, emitido no dia um de
Agosto de dois mil e treze, em Maputo; O capital social poderá ser aumentado ou
CAPÍTULO IV
Segundo. Nassimbanu Mamade Mussá, diminuido quantas vezes forem necessárias,
Das disposições finais no estado civil de viuva, natural da Ilha de desde que a assembleia geral delibere sobre o
Moçambique, e residente em Maputo, no assunto.
ARTIGO DÉCIMO Bairro Sommerschield, Avenida Orlando
(Ano social)
Mendes, número setenta e cinco, cidade de ARTIGO SEXTO
Maputo, portadora do Bilhete de Identidade
Um) O ano social coincidirá com o ano civil. n.˚110100114893P, emitido no dia dezanove de Um) Sem prejuízo das disposições legais em
Dois) O balanço, a demonstração de Outubro de dois mil e dez, em Maputo. vigor a cessão ou alienação total ou parcial de
resultados e demais contas do exercício fechar- Pelo presente contrato de sociedade quotas deverá ser do consentimento dos sócios
se-ão em trinta e um de Dezembro de cada ano outorgam e constituem entre si uma sociedade gozando estes do direito de preferência.
e serão submetidos à apreciação da assembleia por quotas de responsabilidade limitada, que Dois) Se nem a sociedade, nem os sócios
regerá pelas cláusulas seguintes:
geral para aprovação, até ao dia trinta e um de mostrarem interesse pela quota cedente, este
Março do ano seguinte. CAPÍTULO I decidirá a sua alienação aquém e pelos preços
que melhor entender, gozando o novo sócio
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO Da denominação e sede
dos direitos correspondentes à sua participação
(Aplicação de resultados) ARTIGO PRIMEIRO na sociedade.
A sociedade adopta a denominação de
Os lucros apurados em cada exercício terão CAPÍTULO III
Luna Eventos, Limitada e tem a sua sede na
a seguinte aplicação:
Avenida da União Africana, número quatro mil ARTIGO SÉTIMO
a) Cinco por cento para a constituição e duzentos, cidade da Matola.
do fundo de reserva legal até que Administração
ARTIGO SEGUNDO
integralmente realizado ou sempre Um) A administração da sociedade e sua
que seja necessário reintegrá-lo; A sua duração será por tempo indeterminado,
representação em Juízo e fora dele, activa e
b) A parte restante dos lucros terá a contando-se o seu inicio a partir da data da
passivamente, passa desde já a cargo da sócia
aplicação que for determinada pela constituição.
Sumeya Haji Noor Mahomed.
assembeia geral. ARTIGO TERCEIRO Dois) A sociedade ficará obrigada pela
Um) A sociedade tem por objecto o assinatura de um gerente ou procurador
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
exercício das actividades de prestação de especialmente constituido pela gerência, nos
(Dissolução e liquidação) serviços, organização de eventos, aluguer de termos e limites especificos do respectivo
A sociedade só se dessolverá nos termos material para eventos, som, imagem e video, mandato.
seminários, reuniões, casamentos, catering e Três) É vedado a qualquer dos gerentes ou
fixados na lei ou por deliberação dos sócios e
outros, comércio , importação e exportação, mandatários assinar em nome da sociedade
todos eles serão liquidatários. e outros tal como bens de consumo e produtos
quaisquer actos ou contratos que digam respeito
alimentares e de higiene, venda a grosso e
ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO a negócios estranhos a mesma.
a retalho, desenvolvimento de actividades
imobiliárias e outras permitidas por lei. Quatro) Os actos de mero expediente poderão
(Casos omissos)
Dois) A sociedade poderá adquirir ser individualmente assinados por empregados
Todo o omisso no presente contrato social participações financeira em sociedades a da sociedade devidamente autorizados pela
será regulado pelas disposições legais e constituir ou já constituidas, ainda que tenham gerência.
aplicáveis na República de Moçambique. objecto social diferente do da sociedade.
Três) A sociedade poderá exercer outras ARTIGO OITAVO
Maputo, vinte de Outubro de dois mil e
actividades desde que para o efeito esteja
catorze. — O Técnico, Ilegível. devidamente autorizada nos termos da legislação Assembleia geral
em vigor. Um) A assembleia geral reúne-se ordina-
CAPÍTULO II riamente uma vez por ano para apreciação e
Luna Eventos, Limitada Do capital social
aprovação do balanço e contas do exercicio
findo e repartição de lucros e perdas.
Certifico, para efeitos de publicação, que no ARTIGO QUARTO Dois) A assembleia geral poderá reunir-
dia catorze de Outubro de dois mil e catorze, foi Capital social se extraordinariamente quantas vezes forem
matriculada, na Conservatória do Registo de necessárias desde que as circustâncias assim o
Entidades Legais sob NUEL 100540916 uma O capital social, integralmente subscrito exijam para deliberar sobre quaisquer assuntos
sociedade denominada Luna Eventos, Limitada. e realizado em dinheiro, é de cinquenta mil que digam respeito à sociedade.
3352 — (24) III SÉRIE — NÚMERO 85

CAPÍTULO IV ARTIGO SEGUNDO Três) Os actos de mero expediente poderão


ser individualmente assinados por empregados
ARTIGO NONO Duração
da sociedade devidamente autorizados pela
Herdeiros A sua duração será por tempo indeterminado, gerência.
Em caso de morte, interdição ou inabilitação contando-se a partir da data da constituição. ARTIGO OITAVO
de um dos sócios, os seus herdeiros assumem
ARTIGO TERCEIRO Assembleia geral
automaticamente o lugar na sociedade com
dispensa de caução, podendo estes nomear Objecto Um) A assembleia geral reúne-se ordina-
seus representantes se assim o entenderem, riamente uma vez por ano para apreciação e
desde que obedecam o preceituado nos termos Um) A sociedade tem por objecto construção
aprovação do balanço e contas do exercício
da lei. civil, serviços e consultoria.
findo e repartição de lucros e perdas.
Dois) A sociedade poderá adquirir parti-
Dois) A assembleia geral poderá reunir
ARTIGO DÉCIMO cipação financeira em sociedades a constituir
se extraordinariamente quantas vezes forem
Dissolução ou já constituídas, ainda que tenham objecto necessárias desde que as circunstâncias assim o
social diferente do da sociedade. exijam para deliberar sobre quaisquer assuntos
A sociedade só se dissolve nos termos Três) A sociedade poderá exercer quaisquer
fixados por lei ou por comum acordo dos sócios que digam respeito à sociedade.
outras actividades desde que para o efeito
quando assim o entenderem.
esteja divididamente autorizada nos termos da ARTIGO NONO
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO legislação em vigor.
Herdeiros
Casos omissos ARTIGO QUARTO Em caso de morte, interdição ou inabilitação
Os casos omissos serão regulados pela O capital social, integralmente subscrito e de um dos sócios, os seus herdeiros assumem
legislação comercial vigente e aplicável na realizado em dinheiro, é de cento e cinquenta automaticamente o lugar na sociedade com
República de Moçambique. mil meticais dividido entre os sócios John dispensa de caução, podendo estes nomear seus
Maputo, dezasseis de Outubro de dois mil e Agostinho Impura, com o valor de noventa mil representantes se assim o entenderem, desde
catorze. — O Técnico, Ilegível. meticais, correspondente a sessenta por cento do que obedeçam o preceituado nos termos da lei.
capital e Júlia Agostinho Impura com o valor de ARTIGO DÉCIMO
sessenta mil meticais correspondente a quarenta
por cento do capital. Dissolução

Funcional, Limitada A sociedade só se dissolve nos termos


ARTIGO QUINTO fixados pela lei ou por comum acordo quando
Certifico, para efeitos de publicação, que no Aumento do capital social assim o entenderem.
dia dezasseis de Outubro de dois mil e catorze,
O capital social poderá ser aumentado ou ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
foi matriculada, na Conservatória do Registo de
diminuído quantas vezes forem necessárias Casos omissos
Entidades Legais sob NUEL 100541750 uma
desde que a assembleia delibere sobre o assunto.
sociedade denominada Funcional, Limitada. Os casos omissos serão regulados pela
É celebrado o seguinte contrato de sociedade, ARTIGO SEXTO legislação comercial vigente e aplicável na
nos termos do artigo noventa do Código República de Moçambique.
Divisão e cessão de quotas
Comercial, entre: Maputo, dezasseis de Outubro de dois mil e
Um) Sem prejuízo das deposições legais em catorze. — O Técnico, Ilegível.
Primeiro. John Agostinho Impura, estado
vigor a cessão ou alienação total ou parcial de
civil solteiro, natural de chókwè, residente
quotas devera ser do consentimento dos sócios
em Maputo, Bairro Polana caniço B, cidade
gozando estes o direito de preferência.
de Maputo, portador do Bilhete de Identidade
Dois) Sem nem a sociedade, nem os sócios
nº 110600635138P emitido no dia vinte e
mostrarem interesse pela quota cedente, este Thalassa – Sociedade
seis de Novembro de dois mil e dez, em
decidira a sua alienação a quem e pelos preços Unipessoal, Limitada
Maputo; que melhor entender, gozando o novo sócio
Segunda. Júlia Agostinho Impura, solteira, correspondente a sua participação na sociedade. Certifico, para efeitos de publicação, que no
natural de Maputo, residente em Maputo, Bairro dia dezassete de Outubro de dois mil e catorze,
ARTIGO SÉTIMO foi matriculada, na Conservatória do Registo de
Polana caniço B, cidade de Maputo, portador
Entidades Legais sob NUEL 100541270 uma
do Bilhete de Identidade nº 110102689347P, Administração sociedade denominada Thalassa Sociedade
emitido em Maputo no dia três de Novembro Unipessoal, Limitada. entre:
Um) A administração e gestão da sociedade e
de dois mil e doze.
a sua representação em juízo e fora dele, activa e Leone Tarabusi, de nacionalidade italiana,
ARTIGO PRIMEIRO passivamente, passam desde já a cargo do sócio nascido em Itália aos vinte e seis de Setembro
John Agostinho Impura. de mil novecentos e setenta e dois, residente
Denominação e sede em Moçambique rua do Metical cento
Dois) A sociedade ficará sobre obrigada
pela assinatura de um gerente ou procurador e quatro, rés-do-chão, Maputo, DIRE
A sociedade adopta a denominação de
n.º 11IT00004476A, emitido em Maputo aos
Funcional, Limitada, e tem a sua sede na especialmente constituído pela gerência, nos
vinte e dois de Julho de dois mil e catorze,
Avenida Vladimir Lenine número cinco mil termos e limites específicos do respectivo
valido até vinte e dois de Julho de dois mil
quatrocentos e quinze, cidade de Maputo. mandato.
e quinze.
23 DE OUTUBRO DE 2014 3352 — (25)

Objecto: ARTIGO SEXTO


Khaiya Editores & Serviços
Constituição de uma sociedade unipessoal (Suprimentos)
que se regerá pelas cláusulas seguintes:
– Sociedade Unipessoal,
O sócio poderá fazer suprimentos à Limitada
ARTIGO PRIMEIRO sociedade, de acordo com as condições que
forem estabelecidas por lei. Certifico, para efeitos de publicação, que
(Denominação) no dia dez de Outubro de dois mil e catorze,
A sociedade adopta a denominação Thalassa ARTIGO SÉTIMO foi matriculada, na Conservatória do Registo
Sociedade Unipessoal, Limitada e rege-se (Administração e representação da socie- de Entidades Legais sob NUEL 100539918
pelos presentes estatutos e demais legislação dade) uma sociedade denominada Khaiya Editores
aplicável. & Serviços – Sociedade Unipessoal, Limitada.
Uma) A sociedade será administrada pelo
Domingos do Rosário Artur, solteiro, natural
ARTIGO SEGUNDO sócio Leone Tarabusi.
de Gúruè, nacionalidade moçambicana,
Dois) O administrador terá todos os poderes
(Duração e inicio) residente no Distrito Municipal Ka-
necessários à representação da sociedade, em
Mphumo, cidade de Maputo, Avenida Vinte
A sociedade constitui-se por tempo Juízo e fora dele, bem como todos os poderes
e Cinco de Setembro número novecentos
indeterminado, com início a partir da data do necessários à administração dos negócios da
e dezasseis, sexto andar, flat seiscentos e
registo do contrato de sociedade. sociedade, podendo designadamente abrir e
cinco, portador do Bilhete de Identidade
movimentar contas bancárias, aceitar, sacar,
ARTIGO TERCEIRO n.º 110100392831B, emitido pelo Arquivo
endossar letras e livranças.
de Identificação Civil de Maputo, aos
(Sede) Três) A sociedade pode ainda se fazer
dezasseis de Agosto de dois mil e dez.
representar por um procurador especialmente
Um) A sociedade tem a sua sede na cidade designado pela administração nos termos e Pelo presente instrumento, nos termos do
de Maputo. limites específicos do respectivo mandato. artigo noventa do Código Comercial, constitui
Dois) Mediante simples decisão do sócio uma sociedade unipessoal por quotas de
único, a sociedade poderá abrir sucursais, ARTIGO OITAVO responsabilidade limitada, que reger-se-á pelos
delegações ou outras formas de representação seguintes artigos:
(Balanço e contas)
em território nacional ou estrangeiro, bem como
transferir a sede para qualquer outro local do Um) O exercício social coincide com o ano ARTIGO PRIMEIRO
território nacional. civil. (Denominação e sede)
Dois) O balanço e contas de resultados
ARTIGO QUARTO Um) A sociedade adopta a denominação
fechar-se-ão com referência a trinta e um de
de Khaiya Editores & Serviços – Sociedade
(Objecto social) Dezembro de cada ano.
Unipessoal, Limitada, podendo usar as
Um) A sociedade tem como objecto: ARTIGO NONO abreviadas Khaiya e/ou Khaiya Editores,
constituída sob a forma de sociedade comercial
a) Consultoria, gestão e exploração de (Lucros) unipessoal por quotas de responsabilidade
projectos turísticos, agro turísticos, limitada, com sede social na Avenida Vinte
incluindo hotelaria, Lodges, Dos lucros apurados em cada exercício
e Cinco de Setembro número novecentos e
restauração, bar, sala de jogos e deduzir-se-ão em primeiro lugar a percentagem dezasseis, sexto andar, apartamento número
afins; legalmente indicada para constituir a reserva seiscentos e cinco, cidade de Maputo.
b) Consultoria, gestão e exploração legal, enquanto não estiver realizada nos Dois) A sociedade poderá abrir filiais ou
termos da lei ou sempre que seja necessário outras formas de representação social no país
na área imobiliária, incluindo
reintegrá-la. como no estrangeiro, transferir a sua sede para
actividades de construção.
qualquer local dentro do território nacional, de
Dois) Consultoria, gestão e exploração na ARTIGO DÉCIMO acordo com a legislação vigente.
área de desenvolvimento rural e agro-pecuário.
(Liquidação e dissolução)
Três) Para a realização do seu objecto, ARTIGO SEGUNDO
a sociedade poderá associar-se a outras, A liquidação da sociedade será feita nos
(Duração)
adquirindo quotas, acções ou partes sociais ou termos da lei e das deliberações da assembleia
ainda constituir novas sociedades. geral. A duração é por tempo indeterminado,
contando-se para todos os efeitos, a partir da
ARTIGO QUINTO ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO data da sua constituição.
(Capital social) (Disposições finais) ARTIGO TERCEIRO

Um) O capital social, subscrito e Em caso de morte ou interdição do sócio, (Objecto)


integralmente realizado, é de quinze mil a sociedade continuará com os herdeiros ou
Um) A sociedade tem por objecto, a
meticais correspondente quota única do sócio representantes do falecido ou interdito, os quais
realização de actividades de consultoria,
Leone Tarabusi equivalente a cem por cento nomearão entre si um que a todos represente
científicas, técnicas e similares de carácter
do capital social. na sociedade, enquanto a quota permanecer
sociocultural, entre outras de desenvolvimento.
Dois) O capital poderá ser aumentado uma indivisa.
Dois) Actividades de edição de livros,
ou mais vezes, mediante entradas em dinheiro Todos os casos omissos serão regulados pelo
brochuras, revistas, partituras, materiais
Código Comercial e por demais legislação em
ou por capitalização da parte ou totalidade dos audiovisuais (discos, documentários
vigor na República de Moçambique.
lucros ou reservas ou ainda por reavaliação audiovisuais), formação, o agenciamento de
do imobilizado, devendo-se observar para tal Maputo, vinte de Outubro de dois mil e artistas, promoção e produção de eventos
efeito, as formalidades exigidas por lei. catorze. — O Técnico, Ilegível. culturais e de divertimento.
3352 — (26) III SÉRIE — NÚMERO 85

Três) A comercialização a retalho de bens dele, activa ou passivamente, será exercida pelo Identidade n.º 110100239552 B, emitido
culturais, recreativos entre outros produtos, sócio Domingos do Rosário Artur, que desde aos quatro de Junho de dois mil e dez pela
bem como actividades combinadas de serviços já fica nomeado único administrador, com Direcção de Identificação Civil de Maputo; e
administrativos e aluguer de equipamentos de dispensa de caução com ou sem remuneração. Quarto. Baltazar Gonçalo Mazungane
som, luz e veículos automóveis. Dois) A sociedade obriga-se: Chilundo, casado, de nacionalidade moçam-
Quatro) A sociedade poderá adquirir
a) Pela do único administrador; bicana, residente em Maputo, titular do Bilhete
participações sociais em outras sociedades.
b) Pela assinatura de procuradores de Identidade n.º 110300357917 Q, emitido aos
Cinco) A sociedade poderá igualmente,
exercer qualquer outra actividade de natureza nomeados dentro dos limites trinta de Julho de dois mil e dez pela Direcção
comercial ou industrial por lei permitida ou para dos poderes das respectivas de Identificação Civil de Maputo.
que obtenha a necessária autorização, conforme procurações. Nos termos do disposto no artigo noventa
for decidido pelo sócio. do Código Comercial as partes, pelo presente
ARTIGO OITAVO
contrato de sociedade, outorgam e constituem
ARTIGO QUARTO (Balanço) entre si uma sociedade por quotas de
(Capital social) responsabilidade limitada, que se regerá pelas
Um) Os exercícios sociais coincidem com
cláusulas seguintes:
O capital social, integralmente subscrito os anos civis.
é realizado em dinheiro e bens móveis, é de Dois) O balanço e contas fechar-se-ão em ARTIGO PRIMEIRO
vinte mil meticais, correspondentes a uma única trinta e um de Dezembro de cada ano e serão
quota, pertencente ao único sócio Domingos do submetidos à apreciação pelo sócio. (Forma, denominação e sede)
Rosário Artur, representativa de cem por cento Um) A sociedade adopta a forma jurídica
do capital social. ARTIGO NONO
de uma sociedade comercial por quotas de
(Disposições finais) responsabilidade limitada e a denominação
ARTIGO QUINTO
Hedes, Limitada.
Um) Em caso de morte, a sociedade
(Cessão de quotas) Dois) A sociedade tem a sua sede na Avenida
continuará com os herdeiros ou representantes
Um) É livre a cessão e alienação total ou Eduardo Mondlane, número dois mil duzentos
do falecido ou interdito, os quais nomearão um
parcial de quotas. vinte e um, P-2, quinto andar, cidade de Maputo.
que a todos represente na sociedade, enquanto
Dois) A cessão de quotas a terceiros carece Três) A sociedade pode, por deliberação
a quota permanecer indivisa.
do consentimento do sócio único, mediante da administração, transferir a sua sede para
Dois) A sociedade só se dissolve nos casos
decisão tomada pelo mesmo, gozando do qualquer outro local do território nacional.
fixados por lei, caso a sua dissolução tenha
direito de preferência a sua aquisição, no Quatro) Por deliberação da assembleia
sido decidida por acordo, será liquidada como
caso de o sócio estar interessado em exercê-lo geral, a sociedade pode abrir delegações,
o único sócio deliberar.
individualmente. filiais, sucursais, agências ou outras formas de
Três) Os casos omissos serão regulados pelas
Três) A divisão ou cessão parcial ou total da representação em Moçambique.
disposições da lei.
quota a favor dos herdeiros do único sócio não
carece do consentimento da sociedade. Maputo, vinte de Outubro de dois mil ARTIGO SEGUNDO
e catorze. — O Técnico, Ilegível.
(Duração)
ARTIGO SEXTO
(Amortização das quotas)
A sociedade é constituída por tempo
indeterminado, contando-se o seu início da data
Um) A sociedade, mediante prévia decisão em que as assinaturas constantes do contrato de
do único sócio, poderá amortizar a quota no
Hedes, Limitada
sociedade são devidamente reconhecidas por um
prazo de noventa dias, a contar do consentimento Certifico, para efeitos de publicação, que no notário público.
da ocorrência dos seguintes factos: ARTIGO TERCEIRO
dia dezassete de Outubro de dois mil e catorze,
a) Se qualquer quota for arrestada, foi matriculada, na Conservatória do Registo de (Objecto social)
arrolada, apreendida ou sujeita a Entidades Legais sob NUEL 100541629 uma
qualquer acto judicial ou adminis- Um) A sociedade tem por objecto o exercício
sociedade denominada Hedes, Limitada.
trativo que possa obrigar a sua de actividades de prestação de serviços e
É celebrado o presente contrato de sociedade,
transferência para terceiros, ou actividades comerciais em (i) áreas de saúde:
ainda, se for dada como garantia de entre:
Clínica de Cuidados de Saúde Primários,
obrigações que o titular assuma sem Primeiro. Inês Gonçalo Chilundo, solteira, Clínica da Criança, Farmácia e Laboratório;
prévia autorização da sociedade; maior, de nacionalidade moçambicana, (ii) Escritórios de prestação de serviços
b) Se qualquer quota ou parte for cedida a residente em Maputo, titular do Passaporte (aluguer e exploração): que inclui serviços
terceiros sem se terem cumprido as n.º 12AB29481, emitido aos três de Agosto de de consultoria em saúde, desenvolvimento
disposições do artigo quinto. dois mil e doze pela Direcção de Migração de humano, arquitectura e urbanismo; (iii)
Dois) O preço da amortização será pago Maputo; Habitação (aluguer e venda); (iv) Pesquisa
em prestações iguais e sucessivas, dentro do e desenvolvimento em áreas sociais com
Segundo. Benedito Elias Chisseve, solteiro,
prazo máximo de seis meses, sendo as mesmas destaque para a saúde; e (v) Comércio geral
representadas por títulos de crédito que vencerão maior, de nacionalidade moçambicana, residente
com importação e exportação.
juros a taxa aplicável aos depósitos a prazo. em Maputo, titular do Bilhete de Identidade
Dois) Por deliberação da assembleia geral,
n.º 110100282999 B, emitido aos vinte e dois
a sociedade pode exercer outras actividades
ARTIGO SÉTIMO de Junho de dois mil e dez pela Direcção de
comerciais directa ou indirectamente
(Administração e gerência) Identificação Civil de Maputo;
relacionadas com o seu objecto principal,
Terceiro. Josina Elias Chalufo Chilundo, tendo em conta que tais transacções não
Um) A administração e gerência da sociedade casada, de nacionalidade moçambicana, sejam proibidas por lei e após a obtenção das
bem como a sua representação em juízo e fora residente em Maputo, titular do Bilhete de necessárias licenças ou autorizações.
23 DE OUTUBRO DE 2014 3352 — (27)

Três) Por deliberação da assembleia geral, a a ceder ou a dividir, o mesmo será determinado Cinco) As reuniões devem ser realizadas na
sociedade pode associar-se a outras sociedades, por consultores independentes e o valor que sede da sociedade, salvo nos casos em que todos
adquirir participações ou de qualquer outra vier a ser determinado será vinculativo para os accionistas optarem por um local diferente,
forma participar no capital social de outra as partes. dentro dos limites da lei.
sociedade existente ou sociedades a serem Seis) Os sócios poderão fazer-se representar
constituídas, se permitido por lei. ARTIGO SÉTIMO nas assembleias gerais, mediante simples carta
(Amortização de quotas) para esse fim dirigida ao presidente da Mesa da
ARTIGO QUARTO assembleia geral.
Um) Mediante prévia deliberação da Sete) A assembleia geral poderá ser
(Capital social)
assembleia geral, as quotas dos sócios poderão convocada por qualquer administrador
Um) O capital social, integralmente subscrito ser amortizadas no prazo de noventa dias a da sociedade, por meio carta, com uma
e realizado em dinheiro, é de quinhentos mil contar do conhecimento ou verificação dos antecedência mínima de quinze dias úteis, salvo
meticais, e corresponde à soma de quatro seguintes factos: nos casos em que a lei exija outras formalidades.
quotas, assim distribuídas: a) Se qualquer quota for penhorada,
a) Uma, no valor nominal de cento empenhada, confiscada, apreendida ARTIGO DÉCIMO
e vinte e cinco mil meticais, ou sujeita a qualquer acto judicial (Poderes da assembleia geral)
correspondente a vinte e cinco por ou administrativo que possa obrigar
cento do capital social, pertencente a sua transferência para terceiros; A assembleia geral deve deliberar sobre as
a sócia Inês Gonçalo Chilundo; b) Se qualquer quota ou parte for cedida questões que a lei ou os presentes estatutos lhe
b) Uma, no valor nominal de cento a terceiros sem observância do reservem exclusivamente, nomeadamente;
e vinte e cinco mil meticais, disposto no artigo sexto dos a) Aprovação do orçamento anual,
correspondente a vinte e cinco por presentes Estatutos. relatório da administração e
cento do capital social, pertencente Dois) O preço da amortização será pago em demonstrações financeiras anuais
ao sócio Benedito Elias Chisseve; não menos de quatro ou seis prestações mensais, da sociedade;
c) Uma, no valor nominal de cento e vinte iguais e sucessivas, representadas por igual b) Distribuição de lucros;
e cinco mil meticais, correspondente número de títulos de crédito que vencerão juros c) Designação e destituição dos membros
a vinte e cinco por cento do capital à taxa aplicável aos depósitos a prazo. da administração;
social, pertencente a sócia Josina d) Remuneração dos membros dos órgãos
Elias Chalufo Chilundo; e ARTIGO OITAVO sociais da sociedade;
d) Outra, no valor nominal de cento e) Quaisquer alterações ao presente
(Órgãos sociais)
e vinte e cinco mil meticais, contrato, incluindo fusões,
correspondente a vinte e cinco Os órgãos sociais da sociedade são a transformações, cisões, dissoluções
por cento do capital social, assembleia geral e a administração. ou liquidação da sociedade;
pertencente ao sócio Baltazar f) Qualquer aumento ou redução do
Gonçalo Chilundo;e ARTIGO NONO capital social da sociedade;
Dois) O capital social poderá ser aumentado g) Aprovação de termos e condições de
(Assembleia geral)
mediante deliberação da assembleia geral qualquer contrato de suprimentos
através de novas contribuições, incorporação Um) A assembleia geral será composta à sociedade;
de reservas disponíveis ou outras formas pelos sócios. h) Qualquer alienação total ou parcial dos
permitidas por lei. Dois) As reuniões da assembleia geral devem activos da sociedade;
Três) Os sócios têm direito de preferência no ser conduzidas pela mesa constituída por um i) O início ou término de uma nova
aumento do capital social da sociedade presidente e um secretário, todos nomeados em sociedade, “joint-venture” ou
reunião da assembleia geral e que permanecerão parceria;
ARTIGO QUINTO em funções até que renunciem ao cargo ou que a j) Exclusão de sócio e amortização da
assembleia geral, através de deliberação, decida respectiva quota.
(Prestações suplementares)
substituí-los.
Não serão exigidas prestações suplementares ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
Três) A assembleia geral reunirá ordina-
de capital, mas os sócios poderão fazer (Administração e representação da socie-
riamente uma vez por ano, nos primeiros três
suprimentos à sociedade de acordo com as
meses depois de findo o exercício anterior e dade)
condições que forem fixadas em assembleia
extraordinariamente sempre que for necessário, Um) A sociedade será dirigida e representada
geral.
competindo-lhe deliberar sobre quaisquer por dois administradores, nomeados em
ARTIGO SEXTO assuntos relativos à actividade da sociedade que assembleia geral.
ultrapassem a competência da administração. Dois) Os administradores podem constituir
(Cessão e divisão de quotas)
Quatro) A reunião da assembleia geral representantes e delegar nestes os seus poderes
Um) A cessão e divisão de quotas, através
ordinária estabelecida no parágrafo anterior no todo ou em parte.
dos meios permitidos por lei, carecem de
visa a: Três) A sociedade fica vinculada pela
consentimento prévio da assembleia geral.
Dois) A sociedade goza de direito de a) Apreciação, aprovação, correcção ou assinatura de qualquer um dos administradores,
preferência na aquisição de quotas. rejeição do balanço e contas do ou pela assinatura de um terceiro especificamente
Três) Caso a sociedade não exerça o exercício; designado a quem tenham sido delegados
seu direito de preferência, este transfere-se b) Decisão sobre a distribuição de lucros; poderes nos termos definidos pela assembleia-
automaticamente para os sócios. c) Nomeação ou demissão dos geral.
Quatro) No caso de a sociedade ou os sócios administradores e determinação da Quatro) Em circunstância alguma a sociedade
não chegarem a acordo sobre o preço da quota sua remuneração. ficará vinculada por actos ou documentos que
3352 — (28) III SÉRIE — NÚMERO 85

não digam respeito às actividades relacionadas de financiamentos nacionais e estrangeiros, líquidos apurados em cada exercício, serão
com o objecto social, especialmente em letras com excepção das competências e poderes deduzidos os montantes necessários para a
de favor, fianças e abonações. reservados exclusivamente à assembleia geral criação dos seguintes fundos de reserva:
Cinco) A designação, substituição e pela lei em vigor ou pelo presente contrato de a) vinte por cento para uma reserva legal,
destituição dos administradores da sociedade sociedade. até vinte por cento do valor do
é da competência dos sócios e deve ser capital social, ou sempre que seja
decidida em assembleia geral, mantendo-se ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO necessário reintegrá-lo; e
os administradores designados em funções até b) Outras reservas que a sociedade possa
(Resoluções da administração)
deliberação em contrário da assembleia geral. necessitar, de tempos em tempos.
Seis) No momento da sua constituição, a As resoluções da administração devem
Quatro) O remanescente será distribuído ou
administração da sociedade será efectuada ser registadas por acta e assinadas por ambos
reinvestido de acordo com o que for deliberado
pelos administradores Inês Gonçalo Chilundo e administradores.
em assembleia geral.
Baltazar Gonçalo Chilundo até à nomeação dos
novos administradores pela assembleia geral. ARTIGO DÉCIMO QUARTO ARTIGO DÉCIMO QUINTO
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO (Balanço e distribuição de resultados) (Disposições finais)

(Poderes da administração) Um) O período de tributação deverá coincidir Um) A sociedade dissolve-se nos casos
com o ano civil. previstos na lei.
Os administradores têm poderes para gerir a
Dois) O balanço e as contas de resultados Dois) A liquidação da sociedade depende de
actividade da sociedade e perfazer o seu objecto
fechar-se-ão com referência a trinta e um de aprovação da assembleia geral.
social, tendo a competência e poderes previstos
Dezembro de cada ano e serão submetidos à Três) Os casos omissos serão regulados pela
na lei, incluindo a abertura, o encerramento ou
apreciação da assembleia geral. legislação moçambicana.
a alteração de contas bancárias e respectivas
Três) Deduzidos os encargos gerais, re- Maputo, vinte de Outubro de dois mil e
condições de levantamento, a contratação
pagamentos e outros encargos dos resultados catorze. — O Técnico, Ilegível.
FAÇA OS SEUS TRABALHOS GRÁFICOS NA INM, E. P. NOVOS
EQUIPAMENTOS NOVOS SERVIÇOS DESIGN GRÁFICO
AO SEU DISPOR
Preço das assinaturas do Boletim da República para
o território nacional (sem porte):
Nossos serviços:
— As três séries por ano ............................... 10.000,00MT
— As três séries por semestre ......................... 5.000,00MT
Preço da assinatura anual:
— Maketização, Criação Séries
I ...................................................................... 5.000,00MT
de Layouts e Logotipos; II ..................................................................... 2.500,00MT
III .................................................................... 2.500,00MT
— Impressão em Off-set Preço da assinatura semestral:
I ....................................................................... 2.500,00MT
e Digital; II ...................................................................... 1.250,00MT
III ...................................................................... 1.250,00MT
— Encadernação e Restauração
de Livros; Delegações:
Beira —Rua Correia de Brito, n.º 1529 – R/C
— Pastas de despachos, Tel.: 23 320905
Fax: 23 320908
impressos e muito mais! Quelimane — Rua Samora Machel, n.º 1004,
Tel.: 24 218410 Fax: 24 218409
Brevemente em Pemba.

Imprensa Nacional de Moçambique, E. P. – Rua da Imprensa, n. º 283 – Tel: + 258 21 42 70 21/2 – Cel.: + 258 82 3029296, Fax: 258 324858 , C.P. 275,
e-mail: imprensanac@minjust.gov.mz – www.imprensanac.gov.mz
Preço — 52,50 MT
IMPRENSA NACIONAL DE MOÇAMBIQUE, E.P.

Você também pode gostar