Você está na página 1de 2

© 1995-2013 Dassault Systèmes. Todos os direitos reservados.

Coeficiente de calor de convecção

A lei de resfriamento de Newton afirma que a taxa de transferência de calor que passa uma superfície na
temperatura Ts para um fluido circundante na temperatura Tf é dada pela equação:

Q convecção = h A (Ts - Tf)

onde o coeficiente de transferência de calor h usa as unidades W/m 2 . K ou Btu/s.in 2 .F. O coeficiente
h não é uma propriedade termodinâmica. É uma correlação simplificada entre o estado do fluido e as
condições do fluxo; portanto, geralmente é chamado de propriedade de fluxo.

A convecção está associada ao conceito de camada de limite, que é uma fina camada de transição entre
uma superfície que se pressupõe adjacente a moléculas estacionárias e o fluxo do fluido circundante. Isso
é ilustrado na figura a seguir, do fluxo sobre uma chapa plana.

Onde u(x,y) é a velocidade na direção x. A região até a extremidade externa da camada de fluido, definida
como 99% da velocidade de fluxo livre, é chamada de espessura da camada limite do fluido d(x).

Um esboço semelhante poderia ser feito com a transição de temperatura, da temperatura da superfície
para a temperatura ambiente. Um diagrama da variação de temperatura é mostrado na figura seguinte.
Observe que a espessura da camada limite térmica não é necessariamente igual à do fluido. As
propriedades do fluido que compõem o número de Prandtl governam a magnitude relativa dos dois tipos
de camada limite. Um número de Prandtl (Pr) igual a 1 indicaria o mesmo comportamento para ambas as
camadas.

Pressupõe-se que o mecanismo real de transmissão de calor através da camada limite seja a condução,
na direção y, através do fluido estacionário próximo a parede, sendo igual à taxa de convecção da
camada limite até o fluido. Isso pode ser escrito como:

h A (Ts - Tf) = - k A (dT/dy)s

Assim, o coeficiente de convecção em uma dada situação pode ser avaliado pela medição da taxa de
transferência de calor e a diferença de temperatura, ou pela medição do gradiente de temperatura
adjacente à superfície e a diferença de temperatura.

A medição de um gradiente de temperatura em uma camada limite requer alta precisão que geralmente é
obtida num laboratório de pesquisas. Vários manuais contêm tabelas de valores dos coeficientes de
transmissão de calor por convecção para diversas configurações.

A tabela a seguir mostra alguns valores típicos para o coeficiente de transferência de calor por convecção:

Coeficiente de transferência de
Meio
calor h ( W/m 2 . K)

Ar (convecção natural) 5-25

Ar/vapor superaquecido
20-300
(convecção forçada)

Óleo (convecção forçada) 60-1800

Água (convecção forçada) 300-6000

Água (fervente) 3000-60,000

Vapor (em condensação) 6000-120,000