Você está na página 1de 23

SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS

SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DE GOVERNADOR VALADARES – MG


DIRETORIA EDUCACIONAL – DIRE A
DIVISÃO DE EQUIPE PEDAGÓGICA – DIVEP
PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA - PIP ENSINO FUNDAMENTAL

SEQUÊNCIA DIDÁTICA

O BOLO DO COELHO

COMPONENTE CURRICULAR: MATEMÁTICA

Organizadora: Patrícia Valesca Gomes Ferreira

1
SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS
SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DE GOVERNADOR VALADARES – MG
DIRETORIA EDUCACIONAL – DIRE A
DIVISÃO DE EQUIPE PEDAGÓGICA – DIVEP
PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA - PIP ENSINO FUNDAMENTAL

SEQUÊNCIA DIDÁTICA: O BOLO DO COELHO

Organizadora: Patrícia Valesca Gomes Ferreira

PÚBLICO ALVO:

Alunos do 3º ano do Ciclo da Alfabetização.

JUSTIFICATIVA:

A Literatura Infantil tem sido apresentada como uma prática pedagógica aberta, atual, que
permite à criança conviver com uma relação não passiva entre a linguagem escrita e falada. De
algum modo a literatura aparece à criança como um jogo, uma fantasia muito próxima ao real,
uma manifestação do sentir e do saber, o que permite a ela inventar, renovar e discordar.

Considerando importante aproximar o ensino da matemática e o ensino da língua materna,


percebemos que o trabalho com a matemática seria enriquecido se pudesse ser feita uma
conexão com a literatura infantil, isto é, acreditamos que a literatura poderia ser um modo
desafiante e lúdico para as crianças pensarem sobre algumas noções matemáticas e, ainda, servir
como um complemento para o material tradicionalmente utilizado nas aulas: o quadro, o giz e o
livro didático.

A Literatura infantil não apenas pode ser um modo desafiante e lúdico para as crianças
pensarem sobre algumas noções matemáticas, mas também propiciar um contexto significativo
para a formulação e a resolução de problemas.

Sendo assim, através da conexão entre literatura e matemática, o professor pode criar
situações na sala de aula que encorajem os alunos a compreenderem e se familiarizarem mais
com a linguagem matemática, estabelecendo ligações cognitivas entre a linguagem materna,
conceitos da vida real e a linguagem matemática formal, dando oportunidades para eles
escreverem e falarem sobre o vocabulário matemático, além de desenvolverem habilidades de
formulação e resolução de problemas enquanto desenvolvem noções e conceitos matemáticos.

SMOLE, et. al. Matemática e Literatura Infantil. Belo Horizonte. Editora Lê, 1999.

OBJETIVOS:

 Relacionar as ideias matemáticas à realidade, de forma a deixar clara e explícita sua


participação, presença e utilização nos vários campos da atuação humana, valorizando
assim o uso social e cultural da matemática;
 Relacionar as ideias matemáticas com as demais disciplinas ou temas de outras
disciplinas;
 Reconhecer a relação entre diferentes tópicos da matemática relacionando várias
representações de conceitos ou procedimentos umas com as outras;
 Explorar problemas e descrever resultados usando modelos ou representações gráficas,
numéricas, físicas e verbais.

2
SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS
SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DE GOVERNADOR VALADARES – MG
DIRETORIA EDUCACIONAL – DIRE A
DIVISÃO DE EQUIPE PEDAGÓGICA – DIVEP
PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA - PIP ENSINO FUNDAMENTAL

EIXOS DE TRABALHO: Espaço e forma; Grandezas e medidas; Números e operações;


Tratamento da Informação.

CAPACIDADES:

 Descrever, interpretar, identificar e representar a movimentação de uma pessoa ou objeto


no espaço e construir itinerários.
 Identificar triângulos e quadriláteros observando as posições relativas entre seus lados
 Identificar e escrever medidas de tempo marcadas em relógios digitais e analógicos (por
exemplo: intervalos de hora e de meia hora).
 Usar horários, calendários e calcular o tempo decorrido em intervalos de hora para
solucionar problemas do cotidiano.
 Escrever, comparar e ordenar números naturais de qualquer grandeza.
 Interpretar e resolver situações-problema, compreendendo diferentes significados das
operações envolvendo números naturais.
 Coletar, organizar e registrar dados e informações (usando figuras, materiais concretos ou
unidades de contagem).
 Criar registros pessoais para comunicação das informações coletadas.
 Ler e interpretar informações e dados apresentados de maneira organizada por meio de
listas, tabelas, mapas e gráficos, e em situações-problema.

1ª ETAPA

LENDO A HISTÓRIA

A primeira atividade que realizaremos será a leitura da obra. O professor poderá realizar essa
atividade através do livro físico ou pela apresentação de slides utilizando o kit multimídia.
Apresentá-lo a turma explorando a capa do livro:

 As ilustrações da capa têm relação com a história?


 O autor, a editora, o título, a coleção.
 Alguém já leu ou viu outro livro da mesma editora, da
mesma coleção, do mesmo autor?
 Por que o título aparece em destaque?
 O formato da capa: se é quadrado, retangular, etc.

Após a exploração da capa o professor fará a leitura da história para os alunos. Propomos que a
primeira leitura seja feita pelo professor para que possa aproveitar melhor o suspense em torno do
pagamento da dívida do coelho. Ler devagar, fazendo predições, explorando o lugar e o tempo da
narrativa. Durante a leitura pode-se discutir com as crianças o que elas acham que vai acontecer
na história e de que forma o coelho resolverá o problema do pagamento das suas dívidas.
3
SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS
SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DE GOVERNADOR VALADARES – MG
DIRETORIA EDUCACIONAL – DIRE A
DIVISÃO DE EQUIPE PEDAGÓGICA – DIVEP
PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA - PIP ENSINO FUNDAMENTAL

2ª ETAPA
TRABALHANDO COM A MATEMÁTICA DA HISTÓRIA

Após o trabalho com a leitura do livro, podemos propor algumas problematizações:

(Habilidade: Criar registros pessoais para comunicação das informações coletadas.)

1. Dom Coelho, para não se perder, decidiu montar uma tabela com os nomes de seus
cobradores e os horários em que eles viriam à sua casa. Vamos completá-la!

NOME DO INGREDIENTE QUANTIDADE HORÁRIO DO


ANIMAL
ANIMAL EMPRESTADO INGREDIENTE PAGAMENTO

Observação: Professor reproduza a tabela em uma cartolina e complete-a junto com os alunos para que
sirva de referência para as futuras atividades.

(Habilidade: Interpretar e resolver situações-problema, compreendendo diferentes significados das


operações envolvendo números naturais.)

1. Observe a página 11 do livro:

a) Quantos filhotes aparecem nessa imagem?

b) Dona Coelha tem trinta e cinco filhotes. Quantos estão faltando?

4
SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS
SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DE GOVERNADOR VALADARES – MG
DIRETORIA EDUCACIONAL – DIRE A
DIVISÃO DE EQUIPE PEDAGÓGICA – DIVEP
PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA - PIP ENSINO FUNDAMENTAL

2. Olhando o relógio da página 12, responda:

(Habilidade: Identificar e escrever medidas de tempo marcadas em relógios digitais e analógicos (por exemplo:
intervalos de hora e de meia hora.)
(Habilidade: Usar horários, calendários e calcular o tempo decorrido em intervalos de hora para solucionar
problemas do cotidiano.)

 Que horas ele está marcando?


 Nessa hora quem Dom Coelho deverá pagar?
 Desenhe como vão estar os ponteiros do relógio quando o Gato vier receber.

5
SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS
SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DE GOVERNADOR VALADARES – MG
DIRETORIA EDUCACIONAL – DIRE A
DIVISÃO DE EQUIPE PEDAGÓGICA – DIVEP
PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA - PIP ENSINO FUNDAMENTAL

3. Que horas marca o relógio da página 17? Quem Dom Coelho deverá pagar agora?

4. Imagine que o Coelho tenha ido à sua casa antes de ir à casa do Rói-Rói. Circule o relógio
que marca a hora que o Coelho provavelmente passaria em sua casa.

a) Quanto tempo Dom Coelho demorou para ir da sua casa à casa do Rói-Rói?
b) O que você emprestaria a ele? Isso se compra em litros ou quilos?
c) Faça uma lista do que você pode comprar em litros e quilos.

(Habilidade: Comparar, através de estratégias pessoais, grandezas de massa, comprimento e


capacidade, tendo como referência unidades de medidas não convencionais ou convencionais.)

5. Responda:
a) Quantos ovos o Lobo emprestou para o Coelho?
b) O Lobo deu os ovos em embalagens com 12 ovos em cada uma. Quantas embalagens usou?
c) Se o Lobo colocasse os ovos em embalagens de uma dúzia e meia, ele usaria mais ou menos
embalagens que no problema anterior? Por quê?
d) Quanto de açúcar pode ter “um saco grande de açúcar”?
6
SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS
SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DE GOVERNADOR VALADARES – MG
DIRETORIA EDUCACIONAL – DIRE A
DIVISÃO DE EQUIPE PEDAGÓGICA – DIVEP
PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA - PIP ENSINO FUNDAMENTAL

6. O gato emprestou um pote de 10 kg de manteiga a Dom Coelho.


a) Se a manteiga estivesse em dois potes, quantos quilos caberiam em cada um deles?
b) E se fossem 10 potes?

7. Qual seria a sua resposta para a pergunta da página 22?

Com o dinheiro da venda, Dom Coelho já tinha


conseguido o bolo de três metros para o próximo
aniversário. MAS VOCÊ EMPRESTARIA AÇÚCAR A
ELE?

FELDMAN, Cláudio. O Bolo do Coelho, p. 22

- O que você achou da atitude de Dom Coelho?


- Ele foi honesto com seus amigos?

O momento de discussão da pergunta é bastante importante para esse trabalho, pois nos
faz refletir sobre a necessidade de transmitir às crianças um sentimento de respeito e dignidade
pela pessoa humana, além de despertar os jovens para valores sociais de justiça, paz, liberdade,
igualdade e solidariedade.
Isso quer dizer que o professor deverá ter bastante cuidado em discutir a “esperteza” do
Coelho para relacionar as atitudes por ele tomadas, com o mundo em que as crianças vivem,
levando-as a perceberem que esse personagem não agiu corretamente em relação aos amigos
que o auxiliaram.
O hábito de contar história criticamente auxilia na formação da opinião e do espírito crítico
do leitor; assim nenhuma oportunidade para o exercício da discussão deverá ser perdida pelo
professor.

3ª ETAPA

A partir daqui a história passa a ser utilizada apenas como referência para a exploração de
resoluções de problemas elaborados com diversos objetivos.

7
SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS
SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DE GOVERNADOR VALADARES – MG
DIRETORIA EDUCACIONAL – DIRE A
DIVISÃO DE EQUIPE PEDAGÓGICA – DIVEP
PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA - PIP ENSINO FUNDAMENTAL

(Habilidade: Escrever, comparar e ordenar números naturais de qualquer grandeza.)

1. Leia o texto sobre os coelhos e seus filhotes e escreva os números mencionados:

Coelhos e seus filhotes - Curiosidades com muitos números

Os coelhos podem se reproduzir ao completarem seis (____) meses de idade. O período


de gestação de um coelho é de aproximadamente trinta (_____) dias e eles podem ter de
vinte (____) até quarenta (_____) filhotes por ano. Os filhotes de coelho nascem cegos e sem
pêlos. Eles só conseguem abrir os olhos após dez (____) dias de seu nascimento. Os filhotes
são alimentados por apenas cinco (____)minutos do dia. Um coelho vive entre oito (___) e
dez (_____) anos.
( www.kidskonnect.com)

2. Que Desenho será que vai aparecer? Ligue somente os pontos com números múltiplos de 5.

8
SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS
SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DE GOVERNADOR VALADARES – MG
DIRETORIA EDUCACIONAL – DIRE A
DIVISÃO DE EQUIPE PEDAGÓGICA – DIVEP
PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA - PIP ENSINO FUNDAMENTAL

3. Que confusão! A Mônica está muito brava com o Sansão, pois ela não sabe como ele organizou
os números. Descubra o segredo e complete a tabela.

2 4 10 12 18
2 8
6 15 18 27
5 8
8 12 24 36
0 6
5 25 30 45

30 50 70 90

(Habilidade: Descrever, interpretar, identificar e representar a movimentação de uma pessoa ou


objeto no espaço e construir itinerários.)

1. Dom Coelho precisa pegar a manteiga na casa do amigo Bigodinho, que mora no forro de um
laticínio. Porém o coelho esqueceu o caminho, vamos ajudá-lo a encontrar!

(Anexo V página 22)

9
SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS
SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DE GOVERNADOR VALADARES – MG
DIRETORIA EDUCACIONAL – DIRE A
DIVISÃO DE EQUIPE PEDAGÓGICA – DIVEP
PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA - PIP ENSINO FUNDAMENTAL

2. Para Dom Coelho conseguir terminar seu bolo ele precisa de chocolate. Para isso, ele precisa ir
à casa do Cabo Au-Au. Sua casa é número 100 e fica na rua:
_________________________________________________________.

a) Escreva, através dos nomes das ruas, o caminho mais curto que Dom Coelho fará para chegar
à casa do Cabo Au-Au.

Professor: Leve seu aluno para o pátio, estabeleça um ponto de partida e de chegada. Trace uma
linha reta e outras curvilíneas, ligando os dois pontos. Peça aos alunos para medir as distâncias
em passos. Peça-os para anotar quantos passos ele deu para percorrer o percurso retilíneo e o
curvilíneo. Faça as comparações.

10
SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS
SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DE GOVERNADOR VALADARES – MG
DIRETORIA EDUCACIONAL – DIRE A
DIVISÃO DE EQUIPE PEDAGÓGICA – DIVEP
PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA - PIP ENSINO FUNDAMENTAL

1. Descubra de quem é a moradia de acordo com as dicas e escreva o nome do morador:

A moradia do Cabo Au-Au tem a


Bigodinho está entre moradia que está ao
as casas que têm lado direito da casa do
chaminé e possui um Bigodinho.
quintal com árvore
atrás.

Dona Raposinha, Dona Pintada, para


mora na casa ao lado não ficar muito longe
esquerdo do da natureza, mora na
Bigodinho e com casa que está entre as
chaminé no meio. árvores.

(Habilidade: Interpretar e resolver situações-problema, compreendendo diferentes significados das


operações envolvendo números naturais.)

Nas atividades a seguir os alunos poderão utilizar diferentes estratégias para resolver as
operações que não as convencionais, como por exemplo desenhos ou outros materiais concretos
que auxiliem na resolução das mesmas.

1. Resolva as situações problemas abaixo.

a) Uma coelha tem 25 filhotes no primeiro ano e 24 no segundo. Ao final de dois


anos, quantos filhotes ela tem?

Representação Resposta

11
SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS
SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DE GOVERNADOR VALADARES – MG
DIRETORIA EDUCACIONAL – DIRE A
DIVISÃO DE EQUIPE PEDAGÓGICA – DIVEP
PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA - PIP ENSINO FUNDAMENTAL

b) Os filhotes são alimentados por apenas 5 minutos do dia. Uma semana tem 7 dias.
Quantos minutos a mamãe coelha gasta por semana ao alimentar um de seus filhotes?

Representação Resposta

2. O Cabo Au-Au adora jogar futebol. Então ele criou esse desafio: some os números de cada
bola. Você vai encontrar duas com o resultado igual. Quais são elas? Pinte-as.

12
SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS
SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DE GOVERNADOR VALADARES – MG
DIRETORIA EDUCACIONAL – DIRE A
DIVISÃO DE EQUIPE PEDAGÓGICA – DIVEP
PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA - PIP ENSINO FUNDAMENTAL

3. Cebolinha aprontou de novo e deixou a Mônica muito brava. Com as coelhadas que ele
levou, ficou tonto e não consegue contar quantos coelhinhos está vendo. Vamos ajudá-lo?

a) Quantos coelhinhos tem na cena? ________


b) Se Cebolinha ficasse mais tonto e visse duas vezes mais essa quantidade. Quantos coelhos
ele veria? ______________________
c) E se fosse 3 vezes mais? ____________

4. DESAFIO: Dona Coelha, esperta como ela é, desafiou os amigos de Dom Coelho a descobrir o
enigma. Quem conseguir ganhará o maior pedaço de bolo.

Coloque os números 1, 2, 3, 4, 5 e 6 nos coraçõezinhos do


triângulo abaixo, de modo que a soma em cada lado seja 10.

13
SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS
SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DE GOVERNADOR VALADARES – MG
DIRETORIA EDUCACIONAL – DIRE A
DIVISÃO DE EQUIPE PEDAGÓGICA – DIVEP
PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA - PIP ENSINO FUNDAMENTAL

JOGO DAS SETE COBRAS


(Anexos páginas 19 a 21)

OBJETIVO: Fixar fatos fundamentais da adição e trabalhar com resolução de problemas.

MATERIAL UTILIZADO:
 Dois tabuleiros (conforme a figura abaixo).
 Dois dados.
 10 fichas e sete peões (cobras) de uma cor
 10 fichas e sete peões (cobras) de outra cor.
 Regras.

MODELO DE TABULEIRO – ANEXO PAG.

ORGANIZAÇÃO DA SALA: Duplas.

COMO JOGAR:
1. Divida a classe em duplas e entregar o material do jogo.
2. Coloque as regras na lousa:
3. Regras:
- Cada jogador, na sua vez, arremessa os dados, calcula a soma dos valores obtidos e coloca
uma ficha no número que representa o resultado obtido, mas se resultado for 7 coloca uma cobra
(peão) no ninho das cobras.
- Se o resultado obtido já estiver marcado, o jogador passa a sua vez.
- Ganha o jogador que tiver marcado todos os números primeiro sem ter sete cobras no seu ninho
ou quando o seu adversário tiver sete cobras mesmo que não tenha marcado todos os números.

4. O professor deve questionar os alunos a partir de algumas situações que surjam no decorrer do
jogo, como, por exemplo:
 Quais são as possibilidades de marcar 6?
 O 6 pode ser formado por 2 e 4 ou 4 e 2 ou 1 e 5 ou 5 e 1 ou 3 e 3.
 Se eu somar 1+5 e 5+1, por que encontro o mesmo resultado?
 Pode-se perguntar se isso acontece com outros números.
 Por que 0 e 1 não aparecem no tabuleiro do jogo?
 Por que o maior número do tabuleiro é 12?
 Por que o jogo é das “sete cobras”?

14
SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS
SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DE GOVERNADOR VALADARES – MG
DIRETORIA EDUCACIONAL – DIRE A
DIVISÃO DE EQUIPE PEDAGÓGICA – DIVEP
PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA - PIP ENSINO FUNDAMENTAL

 Para essa pergunta, em muitos casos os alunos respondem “porque o número sete é
mágico”. O professor então deve mostrar de quantas formas é possível obter todos os
resultados do tabuleiro.

4. Peça que os alunos observem que a soma 7 é a que tem mais chance de sair, enquanto as
somas 2 ou 12 só têm uma chance.
5. O professor também poderá propor pequenos problemas como:
 Se eu tirei 3 num dado, quanto não devo tirar no outro para não colocar uma cobra no meu
ninho?
 Se num dado saiu 5, é possível marcar o 12?

(Habilidade: Identificar triângulos e quadriláteros observando as posições relativas entre


seus lados.)

Tangram Oval
Tangram é um quebra-cabeça chinês formado por 7 peças (5 triângulos, 1 quadrado e 1
paralelogramo); é usado para estudar formas geométricas, desenvolver a criatividade e
o raciocínio lógico. Como já é amplamente utilizado nas escolas, optamos aqui por uma variante,
conhecido como Tangram Oval. É composto de 9 peças, alguns com bordas curvas, usadas para
formar figuras diferentes da mesma maneira que o Tangram clássico.
Para introduzirmos o tangram oval iniciaremos com a história “O Coelhinho Matemático”
em slides. É interessante deixar os alunos observarem as figuras montadas pelo Coelhinho, para
que percebam como o tangram foi utilizado. Após a exploração da história, entregar para os
alunos o ovogram para que eles possam colorir, recortar e montar diferentes figuras.

OVOGRAM – ANEXO PÁGINA 17

15
SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS
SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DE GOVERNADOR VALADARES – MG
DIRETORIA EDUCACIONAL – DIRE A
DIVISÃO DE EQUIPE PEDAGÓGICA – DIVEP
PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA - PIP ENSINO FUNDAMENTAL

JOGO: CAMPEONATO DE TANGRAM

OBJETIVO: Desenvolver o raciocínio e a visão espacial.

MATERIAL UTILIZADO:
 1 Tangram completo (Anexo página 18)
 Papel e lápis.

ORGANIZAÇÃO DA SALA: Formar grupos de 4 alunos onde os jogadores participarão


individualmente.

COMO JOGAR:

1. Neste jogo, você vai usar as 7 peças do tangram que, dispostas de uma certa forma,
representam um quadrado.

2. Cada participante entra no jogo usando as suas próprias peças, ou seja, as 7 peças do
tangram.

3. Combina-se um determinado tempo definido pelos jogadores (5 ou 10 minutos) e, ao sinal de


início da partida, cada jogador começa a trabalhar individualmente.

4. O jogo consiste, em formar o máximo de figuras que representem as seguintes formas


geométricas, usando apenas 2 ou 3 peças do tangram para formar cada figura: quadrado /
retângulo / triângulo

5. Ao formar uma figura, cada jogador deve desenhar o seu contorno numa folha de papel e
nomea-las. Cada peça pode ser usada novamente, quantas vezes o jogador quiser, para formar
outras figuras.

6. Ao final do tempo estipulado, o jogador que tiver formado o maior número de figuras diferentes
será o VENCEDOR.

16
SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS
SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DE GOVERNADOR VALADARES – MG
DIRETORIA EDUCACIONAL – DIRE A
DIVISÃO DE EQUIPE PEDAGÓGICA – DIVEP
PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA - PIP ENSINO FUNDAMENTAL

ANEXO I – OVOGRAM

Este é um ovogram que precisa de bastante criatividade. Recorte o ovo e monte figuras
matemáticas como o coelhinho da história.

17
SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS
SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DE GOVERNADOR VALADARES – MG
DIRETORIA EDUCACIONAL – DIRE A
DIVISÃO DE EQUIPE PEDAGÓGICA – DIVEP
PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA - PIP ENSINO FUNDAMENTAL

ANEXO II – TANGRAM

18
SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS
SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DE GOVERNADOR VALADARES – MG
DIRETORIA EDUCACIONAL – DIRE A
DIVISÃO DE EQUIPE PEDAGÓGICA – DIVEP
PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA - PIP ENSINO FUNDAMENTAL

ANEXO III – TABULEIRO


JOGO DAS SETE COBRAS

19
SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS
SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DE GOVERNADOR VALADARES – MG
DIRETORIA EDUCACIONAL – DIRE A
DIVISÃO DE EQUIPE PEDAGÓGICA – DIVEP
PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA - PIP ENSINO FUNDAMENTAL

ANEXO IV – COBRAS E FICHAS


JOGO DAS SETE COBRAS

20
SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS
SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DE GOVERNADOR VALADARES – MG
DIRETORIA EDUCACIONAL – DIRE A
DIVISÃO DE EQUIPE PEDAGÓGICA – DIVEP
PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA - PIP ENSINO FUNDAMENTAL

ANEXO IV – REGRAS
JOGO DAS SETE COBRAS

JOGO DAS SETE COBRAS

REGRAS

- Cada jogador, na sua vez, arremessa os dados, calcula a soma dos valores
obtidos e coloca uma ficha no número que representa o resultado obtido,
mas se resultado for 7 coloca uma cobra (peão) no ninho das cobras.

- Se o resultado obtido já estiver marcado, o jogador passa a sua vez.

- Ganha o jogador que tiver marcado todos os números primeiro sem ter sete
cobras no seu ninho ou quando o seu adversário tiver sete cobras mesmo
que não tenha marcado todos os números.

JOGO DAS SETE COBRAS

REGRAS

- Cada jogador, na sua vez, arremessa os dados, calcula a soma dos valores
obtidos e coloca uma ficha no número que representa o resultado obtido,
mas se resultado for 7 coloca uma cobra (peão) no ninho das cobras.

- Se o resultado obtido já estiver marcado, o jogador passa a sua vez.

- Ganha o jogador que tiver marcado todos os números primeiro sem ter sete
cobras no seu ninho ou quando o seu adversário tiver sete cobras mesmo
que não tenha marcado todos os números.

21
SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS
SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DE GOVERNADOR VALADARES – MG
DIRETORIA EDUCACIONAL – DIRE A
DIVISÃO DE EQUIPE PEDAGÓGICA – DIVEP
PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA - PIP ENSINO FUNDAMENTAL

ANEXO V

22
SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS
SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DE GOVERNADOR VALADARES – MG
DIRETORIA EDUCACIONAL – DIRE A
DIVISÃO DE EQUIPE PEDAGÓGICA – DIVEP
PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA - PIP ENSINO FUNDAMENTAL

ANEXO VI
Diferentes figuras do OVOGRAN

23

Você também pode gostar