Você está na página 1de 1

Seção 1 ISSN 1677-7042 Nº 87, sexta-feira, 8 de maio de 2020

Ministério das Relações Exteriores PORTARIA Nº 41, DE 7 DE MAIO DE 2020

FUNDAÇÃO ALEXANDRE DE GUSMÃO O PRESIDENTE DA FUNDAÇÃO ALEXANDRE DE GUSMÃO - FUNAG, no exercício

PORTARIA Nº 40, DE 7 DE MAIO DE 2020 das atribuições previstas no inciso VI do art. 16 do anexo I do Decreto nº 10.099, de 6 de

O PRESIDENTE DA FUNDAÇÃO ALEXANDRE DE GUSMÃO - FUNAG, no exercício novembro de 2019, e tendo em vista o disposto na Lei nº 11.357, de 19 de outubro de
das atribuições previstas no inciso VI do art.16 do anexo I do Decreto nº 10.099, de 6 de 2006, regulamentada pelo Decreto nº 7.133, de 19 de março de 2010, alterado pelo
novembro de 2019, e tendo em vista o disposto na Lei nº 11.357, de 19 de outubro de
2006, regulamentada pelo Decreto nº 7.133, de 19 de março de 2010, alterado pelo Decreto n° 7.849, de 23 de novembro de 2012, resolve:
Decreto n° 7.849, de 23 de novembro de 2012, resolve:
Art. 1º Tornar público o resultado da avaliação de desempenho institucional da Art. 1° Fixar as metas globais para o ciclo de avaliação institucional de
FUNAG relativo ao período de 7 de maio de 2019 a 6 de maio de 2020, de acordo com as
metas estabelecidas na Portaria nº 32, de 9 de maio de 2019, em consonância com art. 5°, desempenho da FUNAG para o período de 7 de maio de 2020 a 6 de maio de 2021, em
§ 8°, e art. 10°, § 1°, inciso VI, do Decreto n° 7.133, de 2010, conforme indicado
abaixo: consonância com o disposto no art. 5°, § 1°, inciso I, do Decreto nº 7.133, de 2010,
conforme estabelecido abaixo:
. Indicador Quantidade Quantidade Percentual alcançado
prevista realizada
. Realização de debates 25 35 140% . Indicador Unidade Percentual de execução previsto
Edição de obras 25 24 96%
.

Realização de debates 20 100%


.

Total 50 59 118%
.

Edição de obras 20 100%


.

Total 40 100%
Art. 2º Além dos resultados institucionais apresentados, no mesmo período,
.

foram publicados 270 vídeos no canal da FUNAG no YouTube; foram difundidos 37


podcasts, tanto dos debates promovidos ou apoiados pela FUNAG como de entrevistas
inéditas; e foram compilados 52 textos sobre a nova política externa brasileira, Art. 2° Esta portaria entrará em vigor no primeiro dia do mês subsequente à
disponibilizados no portal da Fundação.
Art. 3° Esta portaria entrará em vigor no primeiro dia do mês subsequente à data de publicação ou em seu primeiro dia útil.
data de publicação ou em seu primeiro dia útil.
ROBERTO GOIDANICH ROBERTO GOIDANICH

Ministério da Saúde
GABINETE DO MINISTRO
PORTARIA Nº 1.116, DE 6 DE MAIO DE 2020

Habilita leitos da Unidade de Terapia Intensiva - UTI Adulto e Pediátrico Tipo II - COVID-19 e
estabelece recurso do Bloco de Manutenção das Ações e Serviços Públicos de Saúde - Grupo
Coronavírus (COVID 19), a ser disponibilizado ao Estado do Rio de Janeiro e Município de
Niterói.
O MINISTRO DE ESTADO DA SAÚDE, no uso das atribuições que lhe conferem os incisos I e II do parágrafo único do art. 87 da Constituição, e
Considerando a Lei nº 13.979 de 2020, que dispõe sobre as medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do Coronavírus
(COVID-19) responsável pelo surto de 2019;
Considerando o Título VIII, Capítulo II da Portaria de Consolidação nº 6/GM/MS, de 28 de setembro de 2017, que consolida as normas sobre o financiamento e a transferência
dos recursos federais para as ações e os serviços de saúde do Sistema Único de Saúde;
Considerando a Portaria nº 356/GM/MS, de 11 de março de 2020, que dispõe sobre a regulamentação e operacionalização do disposto na Lei nº 13.979, de 6 de fevereiro de
2020, que estabelece as medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do Coronavírus (COVID-19);
Considerando a Portaria nº 237/SAES/MS, de 18 de março de 2020, que inclui habilitações, leitos e procedimentos para atendimento exclusivo dos pacientes com COVID-19;
Considerando a Portaria nº 568/GM/MS, de 26 de março de 2020, que autoriza em caráter emergencial, a habilitação temporária de leitos de UTI, para uso exclusivo de pacientes
de COVID-19, pelo período de 90 (noventa) dias, podendo ser prorrogado; e
Considerando a correspondente avaliação da Coordenação Geral de Atenção Hospitalar e Domiciliar do Departamento de Atenção Hospitalar e de Urgência -
CGAHD/DAHU/SAES/MS, constante do NUP-SEI nº 25000.061073/2020-51, resolve:
Art. 1º Ficam habilitados leitos de Unidade de Terapia Intensiva - UTI Adulto e Pediátrico Tipo II - COVID-19, dos estabelecimentos descritos no anexo a esta Portaria.
Parágrafo único. A habilitação que trata o caput ocorrerá, excepcionalmente, pelo prazo de 90 (noventa) dias, podendo ser prorrogada. Finalizada a situação de emergência de
saúde pública, de importância internacional decorrente do Coronavírus (COVID-19), nos termos do art. 4º, §1º, da Lei nº 13.979 de 2020, essas habilitações poderão ser encerradas a qualquer
tempo.
Art. 2º Fica estabelecido recurso do Bloco de Manutenção das Ações e Serviços Públicos de Saúde - Grupo Coronavírus (COVID 19), a ser disponibilizado ao Estado do Rio de
Janeiro e Município de Niterói, em parcela única, no montante de R$ 3.312.000,00 (três milhões e trezentos e doze mil reais).
Parágrafo único. Os recursos de que trata o caput equivalem aos 90 (noventa) dias.
Art. 3º O Fundo Nacional de Saúde adotará as medidas necessárias para a transferência, regular e automática, do montante estabelecido no art. 2º, ao Fundo Municipal de Saúde
de Niterói, IBGE 330330, em parcela única, mediante processo autorizativo encaminhado pela Secretaria de Atenção Especializada à Saúde.
Art. 4º Os recursos orçamentários, objeto desta Portaria, correrão por conta do orçamento do Ministério da Saúde, devendo onerar o Programa de Trabalho
10.122.5018.21C0.6500 - Enfrentamento da Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional Decorrente do Coronavírus.
Art. 5º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.
NELSON TEICH
ANEXO

. UF IBGE MUNICÍPIO ESTABELECIMENTO CNES GESTÃO TIPO


CÓDIGO E DESCRIÇÃO Nº DE TOTAL VALOR CUSTEIO VALOR
DA HABILITAÇÃO LEITOS DE Nº DIARIA COVID-19
NOVOS LEITOS (MES)
. RJ 330330 NITEROI HOSPITAL MUNICIPAL CARLOS 0012513 MUNICIPAL UTI ADULTO II - 26.12 - UTI ADULTO II - 13 13 624.000,00 1.872.000,00
TORTELLY COVID-19 COVID-19
. RJ 330330 NITEROI HOSPITAL GETULIO VARGAS 0012599 MUNICIPAL UTI PEDIÁTRICO II - 26.13 - UTI PEDIÁTRICO 10 10 480.000,00 1.440.000,00
FILHO COVID-19 II - COVID-19
. TOTAL 23 23 R$ 1.104.000,00 R$
3.312.000,00

PORTARIA Nº 1117, DE 6 DE MAIO DE 2020

Habilita leitos da Unidade de Terapia Intensiva - UTI Adulto Tipo II - COVID-19 e estabelece recurso
do Bloco de Manutenção das Ações e Serviços Públicos de Saúde - Grupo Coronavírus (COVID 19),
a ser disponibilizado ao Estado do Rio de Janeiro e Município de Volta Redonda.
O MINISTRO DE ESTADO DA SAÚDE, no uso das atribuições que lhe conferem os incisos I e II do parágrafo único do art. 87 da Constituição, e
Considerando a Lei nº 13.979 de 2020, que dispõe sobre as medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do Coronavírus
(COVID-19) responsável pelo surto de 2019;
Considerando o Título VIII, Capítulo II da Portaria de Consolidação nº 6/GM/MS, de 28 de setembro de 2017, que consolida as normas sobre o financiamento e a transferência
dos recursos federais para as ações e os serviços de saúde do Sistema Único de Saúde;
Considerando a Portaria nº 356/GM/MS, de 11 de março de 2020, que dispõe sobre a regulamentação e operacionalização do disposto na Lei nº 13.979, de 6 de fevereiro de
2020, que estabelece as medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do Coronavírus (COVID-19);
Considerando a Portaria nº 237/SAES/MS, de 18 de março de 2020, que inclui habilitações, leitos e procedimentos para atendimento exclusivo dos pacientes com COVID-19;
Considerando a Portaria nº 568/GM/MS, de 26 de março de 2020, que autoriza em caráter emergencial, a habilitação temporária de leitos de UTI, para uso exclusivo de pacientes
de COVID-19, pelo período de 90 (noventa) dias, podendo ser prorrogado; e
Considerando a correspondente avaliação da Coordenação-Geral de Atenção Hospitalar e Domiciliar do Departamento de Atenção Hospitalar e de Urgência -
CGAHD/DAHU/SAES/MS, constante do NUP-SEI nº 25000.060598/2020-79, resolve:
Art. 1º Ficam habilitados leitos de Unidade de Terapia Intensiva - UTI Adulto Tipo II - COVID-19, dos estabelecimentos descritos no Anexo a esta Portaria.
Parágrafo único. A habilitação que trata o caput ocorrerá, excepcionalmente, pelo prazo de 90 (noventa) dias, podendo ser prorrogada. Finalizada a situação de emergência de
saúde pública, de importância internacional decorrente do Coronavírus (COVID-19), nos termos do art. 4º, § 1º, da Lei nº 13.979 de 2020, essas habilitações poderão ser encerradas a
qualquer tempo.
Art. 2º Fica estabelecido recurso do Bloco de Manutenção das Ações e Serviços Públicos de Saúde - Grupo Coronavírus (COVID 19), a ser disponibilizado ao Estado do Rio de
Janeiro e Município de Volta Redonda, em parcela única, no montante de R$ 2.736.000,00 (dois milhões e setecentos e trinta e seis mil reais).
Parágrafo único. Os recursos de que trata o caput equivalem aos 90 (noventa) dias.
Art. 3º O Fundo Nacional de Saúde adotará as medidas necessárias para a transferência, regular e automática, do montante estabelecido no art. 2º, ao Fundo Municipal de Saúde
de Volta Redonda, IBGE 330630, em parcela única, mediante processo autorizativo encaminhado pela Secretaria de Atenção Especializada à Saúde.

Este documento pode ser verificado no endereço eletrônico 162 Documento assinado digitalmente conforme MP nº 2.200-2 de 24/08/2001,
http://www.in.gov.br/autenticidade.html, pelo código 05152020050800162 que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil.