Você está na página 1de 3

CURSO DE GRADUAÇÃO EM ARQUITETURA E URBANISMO

CAMPUS BRASÍILIA

PLANO DE CURSO

IDENTIFICAÇÃO:

CURSO: ARQUITETURA E URBANISMO


SÉRIE: 5º SEMESTRE
TURNO: DIURNO
ANO: 2011
DISCIPLINA: PROJETO URBANO / PAISAGISMO (DIAGNÓSTICO)
CARGA HORÁRIA SEMANAL: 3 horas
CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 66 horas
PROFESSORES: YARA REGINA/ RAQUEL EGÍDIO

I - EMENTA
Desenvolver o conhecimento do fenômeno urbano enquanto processo de apropriação, construção e
transformação socioambiental permanente do território na escala de um núcleo urbano de médio ou
pequeno porte.

II - OBJETIVOS GERAIS
Conhecer a metodologia para a análise e diagnóstico do município.
Aplicar o Estatuto da Cidade para elaboração de propostas.
Introduzir técnicas de leitura, análise e planejamento para elaboração de planos territoriais.
Introduzir princípios de sustentabilidade e meio ambiente urbano.

III - OBJETIVOS ESPECÍFICOS


Proceder exercícios de leitura, análise e diagnóstico para a elaboração de diretrizes projetuais na direção de
propostas para uma cidade mais equitativa, sustentável e democrática a partir da seleção de um município
como estudo de caso.
Capacitar o aluno a envolver no diagnóstico e nas diretrizes de projeto questões de sustentabilidade e meio
ambiente, identificando fragilidades e vocações específicas do município e potenciais de desenvolvimento
socioespacial.

IV - CONTEÚDO PROGRAMÁTICO E PLANEJAMENTO DIDÁTICO – Projeto Urbano e Paisagismo


As características do território; formação do espaço urbano – evolução histórica; localização e
acessibilidade;
Fatores socioeconômicos de desenvolvimento; população, emprego e renda;
Aspectos culturais, educação e qualificação dos agentes urbanos;
Legislação urbanística e legislação ambiental; produção habitacional;
O suporte biofísico; O fenômeno urbano e sua sustentabilidade.
Meio físico e apropriações ambientais;
Sistemas de trânsito e transporte.
Infraestrutura urbana.
O papel do poder público.

Desenvolvimento de trabalho prático para consolidação dos estudos feitos e diagnóstico do objeto de
estudo
Identificação de potencialidades e fragilidades
Identificação de vocações elaboração de diretrizes de uso e ocupação do solo - proposta.
V - ESTRATÉGIA DE TRABALHO
A disciplina está apoiada na interação entre conceituação e prática, ação coletiva e individual, técnica e
estética. O desenvolvimento se dará por meio de aulas expositivas, exercícios de leitura e debate sobre
textos selecionados, trabalhos práticos realizados em classe para análise de dados e representação gráfica;
pesquisa externa, levantamentos de campo e bibliográfico.

VI – AVALIAÇÃO
A avaliação é individual e bimestral. Fundamenta-se na interação do aluno com a disciplina através do
desempenho no trabalho prático, a participação do aluno nas atividades de debate e nas assessorias ao
trabalho prático e na avaliação do conteúdo conceitual.

VII - BIBLIOGRAFIA BÁSICA


CÂMARA DOS DEPUTADOS. Estatuto da Cidade. Brasília: Câmara dos Deputados / Polis, 2001.
CHACEL, F. Paisagismo e ecogênese. Rio de Janeiro: Fraiha, 2007.
MONGIN, O. A condição urbana, a cidade na era da globalização. S. Paulo: estação Liberdade, 2009.

VIII - BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR


FRANCO, M. Planejamento ambiental. São Paulo: Annablume / Fapesp, 2003.
LEENHARDT, J. Nos jardins de Burle Marx. S. Paulo: Perspectiva, 2006.
SCHICCHI, M. Urbanismo- dossiê S. Paulo – Rio de Janeiro.. Rio de Janeiro: URFJ / Puccamp, 2004.
SOLÀ-MORALES, Manuel i Rubió. Las Formas de Crescimiento Urbano. Barcelona. Editora UPC, 1997.
VILLAÇA, Flávio. Uma contribuição para a história do planejamento urbano no Brasil. In: DÉAK, C. (org.) O
processo de urbanização no Brasil. S. Paulo: Fupam/FAPESP, 2004. in:
http://books.google.com.br/books?id=PUpRBNhC6r8C&pg=PA176&lpg=PA176&dq=deak+%2B+introdu%C3
%A7%C3%A3o+ao+planejamento++urbano+no+Brasil&source=bl&ots=YOM0tfjF7Q&sig=JF1IkD77bAkNpq2
KpSz9nNkHSWc&hl=ptBR&ei=TQUSTaTwIsP48AaA5rD8DQ&sa=X&oi=book_result&ct=result&resnum=1&ve
d=0CBwQ6AEwAA#v=onepage&q&f=false

Endereços eletrônicos:
Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados:
em: http://www. seade. gov.br
Ibama:
em: http://www. ibama.gov.br
Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística:
em: http://www. ibge.gov.br
Ministério do Meio Ambiente
em: http://www. mma.gov.br

2
IX. CRONOGRAMA
DIA
MÊS TERÇA- ASSUNTO
FEIRA
Aula de Apresentação da Disciplina, dinâmica de apresentação dos alunos.
08 Exercício 1 – Elaboração do caderno de desenhos que revelem, na percepção do
FEVEREIRO

aluno, a vida contemporânea.


15 Apresentação da Ementa da disciplina.

22 Exercício 2 – Simulação da criação de cidades (diagnóstico)

Fatores socioeconômicos de desenvolvimento; população, emprego e renda


01
Aspectos culturais, educação
MARÇO

08 FERIADO
15 Atendimento ao exercício 2.
22 Apresentação e entrega do exercício 2.
29 Prova NP1
O suporte biofísico; O fenômeno urbano e sua sustentabilidade.
05
Meio físico e apropriações ambientais;
Legislação urbanística e legislação ambiental; produção habitacional;
12 O papel do poder público.
ABRIL

Sistemas de trânsito e transporte.


Infraestrutura urbana.
19
E revisão para prepara a prova escrita

26 Preparação de visita de campo


03 Montagem do dossier soio econômico e urbano
Montagem do dossier físico espacial, habitação, equipamentos, comercio, redes de
10
transportes, malha verde e espaços livres. E levantamento de necessidades
Montagem do dossier de infra estrutura urbana, e transportes com apresentação das
MAIO

17
necessidades; Elaboração do plano paisagístico do local
24 Elaboração do projeto final
Apresentação e avaliação dos projetos
31
NP1
07 Substitutiva
JUN
HO

14 Exame