Você está na página 1de 23

DECIDI PERDOAR

“Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai


celestial vos perdoará a vós; se, porém, não perdoardes aos homens,
tampouco vosso Pai perdoará vossas ofensas.”
1 João 1:9
PERGUNTAS PARA REFLETIR
DURANTE A LEITURA DO LIVRO:
1- Por que é tão difícil pedir perdão?

2- Estar errado traz vergonha?

3- É muito difícil reconhecer um erro?

4- Há alguém em sua vida que você necessita perdoar?

5- O que o impede de perdoar essa pessoa?

6- Há alguém em sua vida a quem você necessita pedir perdão?

7- O que o impede de procurar aquela pessoa que você ofendeu e


pedir perdão a ela?

8- Como sua dificuldade em perdoar alguém ou sua relutância em


pedir perdão a quem você ofendeu tem atrapalhado o seu
relacionamento com outras pessoas?

9- Como essa atitude tem afetado o seu relacionamento com Deus?

10-Você decidiu perdoar?


INTRODUÇÃO

Carta ao leitor

Amado leitor, que bom que você tomou a decisão de perdoar.


Talvez você não conheça a amplitude do significado dessa sua decisão.

Porém, talvez eu também fale com pessoas que já sabem o que essa decisão
significa, pois o Espírito Santo de Deus pode ter testificado ao seu coração,
direcionando-o e trazendo ao seu entendimento que, para atingir um nível
mais alto, tanto físico quanto espiritual, é necessário perdoar.

Em concordância com você, quero segurar em sua mão e ajudá-lo através


de cada página deste livro.

Que o Senhor nos conduza nesse empreendimento.

Graça e paz!
Pra. Mari Lorite
INDICE
O que a bíblia nos ensina sobre o perdão

Deus perdoa quem se arrepende

Nós devemos perdoar


Passos para perdoar quem te fez mal

O que a Bíblia diz sobre o perdão

Davi e sua esperança de perdão

O tamanho da misericórdia de Deus

O que Deus promete aos que confessam os seus pecados

Posso ser perdoado por Deus se estou ofendido com alguém?

Quem é perdoado, perdoa os outros

Eu preciso de perdão o que devo fazer?

O que a Bíblia nos ensina sobre o perdão

Mentiras sobre o perdão que você precisa eliminar da sua vida

Três versículos poderosos sobre o poder do perdão

Aprendendo sobre o perdão com o testemunho de Estêvão

Você consegue perdoar?

Oração.
O QUE A BIBLIA NOS ENSINA SOBRE O PERDÃO

A Bíblia ensina que Jesus morreu para nós podermos ser perdoados.
Todos nós pecamos e precisamos de perdão.
Perdoar significa não cobrar mais as ofensas.
O perdão liberta.

DEUS PERDOA QUEM SE ARREPENDE

A Bíblia ensina que Deus nos ama, mas também é justo.


Por isso, Ele enviou Jesus para pagar o preço por nossos pecados, para
podermos ser perdoados.
Nós só temos que nos arrepender.
Arrepender-se é mudar de atitude, rejeitando o pecado e voltando-se para
Deus.
Quem se arrepende e aceita Jesus como seu Salvador recebe o perdão total
de Deus como está escrito na Bíblia: “Arrependam-se, e cada um de vocês
seja batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão dos seus pecados, e
receberão o dom do Espírito Santo.” Atos 2:38
Não podemos merecer o perdão de Deus.
Nada que façamos pode limpar nossos pecados.
Jesus pagou o preço total. O perdão de Deus é de graça como está escrito:
“Pois vocês são salvos pela graça, por meio da fé, e isto não vem de
vocês, é dom de Deus; não por obras, para que ninguém se glorie.”
Efésios 2:8,9

NÓS DEVEMOS PERDOAR


Como Deus nos perdoou, nós também devemos perdoar quem nos ofende.
Quando você perdoa alguém, você reflete o perdão de Deus, que nos ama
tanto que decidiu não exigir punição pelos pecados que você cometeu.
Em Mateus 18:23-35, Jesus contou uma parábola sobre um homem que
devia muito dinheiro ao seu senhor. O senhor perdoou sua dívida mas
depois esse homem não perdoou uma dívida muito menor ao seu
companheiro. Quando soube disso, seu senhor ficou muito zangado, porque
ele recebeu perdão mas não quis oferecer perdão.
Nossas ofensas contra Deus são muito maiores que as ofensas que outros
cometem contra nós. Mesmo assim, Deus nos perdoa. Nós também
devemos seguir o exemplo de Deus e perdoar quem nos ofende. Se não
perdoamos, mostramos que não entendemos o perdão de Deus.

PASSOS PARA PERDOAR QUEM TE FEZ MAL


Perdoar é uma decisão que tomamos.
Se você tem dificuldade em perdoar alguém, peça ajuda a Deus, em oração,
para ter condições de perdoar.

O QUE A BÍBLIA DIZ SOBRE O PERDÃO


Encontramos um exemplo na Bíblia em que Davi baseou Davi a sua
esperança de perdão. Quão grande é a misericórdia de Deus!
Você já parou para pensar sobre o que Deus promete aos que confessam os
seus pecados?
Deus está esperando e está pronto a perdoar a qualquer que peça perdão.
A Bíblia diz em Salmos 86:5: “Porque tu, Senhor, és bom, e pronto a
perdoar, e abundante em benignidade para com todos os que te
invocam.”

DAVI E SUA ESPERANÇA DE PERDÃO

A Bíblia diz em Salmos 51:1: “Compadece-te de mim, ó Deus, segundo a


tua benignidade; apaga as minhas transgressões, segundo a multidão das
tuas misericórdias.”
O TAMANHO DA MISERICÓRDIA DE DEUS

A Bíblia diz em Salmos 103:11-12: “Pois quanto o céu está elevado


acima da terra, assim é grande a sua benignidade para com os que o
temem. Quanto o oriente está longe do ocidente, tanto tem ele afastado de
nós as nossas transgressões.”

O QUE DEUS PROMETE AOS QUE CONFESSAM OS


SEUS PECADOS

A Bíblia diz em 1 João 1:9: “Se confessarmos os nossos pecados, ele é


fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda
injustiça.”

É totalmente apropriado que Deus nos perdoe os pecados porque foi


exatamente para isso que Cristo morreu: redimir os nossos pecados.

POSSO SER PERDOADO POR DEUS SE ESTOU


OFENDIDO COM ALGUÉM?
A Bíblia diz em Mateus 6:14-15: “Porque, se perdoardes aos homens as
suas ofensas, também vosso Pai celestial vos perdoará a vós; se, porém,
não perdoardes aos homens, tampouco vosso Pai perdoará vossas
ofensas.”

QUEM É PERDOADO, PERDOA OS OUTROS

A Bíblia diz em Efésios 4:32: “Antes sede bondosos uns para com os
outros, compassivos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus
vos perdoou em Cristo.”

Vamos aprender com um diálogo entre Pedro e Jesus em Mateus 18:21-22:


“Então Pedro, aproximando-se dele, lhe perguntou: Senhor, até quantas
vezes pecará meu irmão contra mim, e eu hei de perdoar? Até sete?
Respondeu-lhe Jesus: Não te digo que até sete; mas até setenta vezes
sete.”
Quando recebemos o perdão, não devemos continuar nos sentindo
culpados.
A Bíblia diz em Salmos 32:5: “Confessei-te o meu pecado, e a minha
iniquidade não encobri. Disse eu: Confessarei ao Senhor as minhas
transgressões; e tu perdoaste a culpa do meu pecado.”

Através do perdão, Cristo provê salvação completa da penalidade do


pecado. A Bíblia diz em Colossenses 2:13-14: “E a vós, quando estáveis
mortos nos vossos delitos e na incircuncisão da vossa carne, vos vivificou
juntamente com ele, perdoando-nos todos os delitos; e havendo riscado o
escrito de dívida que havia contra nós nas suas ordenanças, o qual nos
era contrário, removeu-o do meio de nós, cravando-o na cruz.”

EU PRECISO DE PERDÃO, O QUE DEVO FAZER?

A primeira coisa a fazer é reconhecer o seu pecado.


A Bíblia diz em Salmos 51:2-4: “Lava-me completamente da minha
iniquidade, e purifica-me do meu pecado. Pois eu conheço as minhas
transgressões, e o meu pecado está sempre diante de mim.”

A segunda coisa a fazer é pedir a Deus que o seu pecado seja perdoado.
Deus diz na sua palavra que você pode começar uma vida nova.
A Bíblia diz em Salmos 51:7-12: “Purifica-me com hissopo, e ficarei
limpo; lava-me, e ficarei mais alvo do que a neve. Faze-me ouvir júbilo e
alegria, para que se regozijem os ossos que esmagaste. Esconde o teu
rosto dos meus pecados, e apaga todas as minhas iniquidades. Cria em
mim, ó Deus, um coração puro, e renova em mim um espírito estável.
Não me lances fora da tua presença, e não retire de mim o teu santo
Espírito. Restitui-me a alegria da tua salvação, e sustém-me com um
espírito voluntário.”

A terceira coisa a fazer é acreditar que Deus lhe perdoou realmente e parar
de se sentir culpado.
A Bíblia diz em Salmos 32:1-6: “Bem-aventurado aquele cuja
transgressão é perdoada, e cujo pecado é coberto. Bem-aventurado o
homem a quem o Senhor não atribui a iniquidade, e em cujo espírito não
há dolo. Enquanto guardei silêncio, consumiram-se os meus ossos pelo
meu bramido durante o dia todo. Porque de dia e de noite a tua mão
pesava sobre mim; o meu humor se tornou em sequidão de estio.
Confessei-te o meu pecado, e a minha iniquidade não encobri. Disse eu:
Confessarei ao Senhor as minhas transgressões; e tu perdoaste a culpa
do meu pecado. Pelo que todo aquele é piedoso ore a ti, a tempo de te
poder achar; no trasbordar de muitas águas, estas a ele não chegarão.”

O QUE A BIBLIA NOS ENSINA SOBRE O PERDÃO


O perdão é muito importante na Bíblia.
O perdão revela o amor de Deus e é a solução para muitos problemas.

1. Deus perdoa
A Bíblia nos ensina em Efésios 4:32: “Sejam bondosos e compassivos uns
para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus os
perdoou em Cristo.”
Deus perdoa cada pessoa que se arrepende e aceita Jesus como seu
Salvador.
Não importa quantos pecados você cometeu, nem o tamanho deles. Deus
perdoa tudo!
E quando você perdoa, você imita Jesus.

2. Perdão traz libertação


A Bíblia nos ensina em Salmos 32:1: “Como é feliz aquele que tem suas
transgressões perdoadas e seus pecados apagados!”
Não há nada melhor do que se sentir perdoado, livre de toda culpa!
O perdão de Deus liberta da condenação.
O perdão também é um ato de libertação para a pessoa que perdoa: a
libertação do peso do rancor.

3. Quem ama perdoa


A Bíblia nos ensina em 1 Pedro 4:8: “Sobretudo, amem-se sinceramente
uns aos outros, porque o amor perdoa muitíssimos pecados.”
Você perdoa a quem ama porque o amor é incondicional.
Perdoar não é aceitar que a pessoa lhe faça mal.
Perdoar é resolver a situação sem guardar rancor, entendendo que o ofensor
é um pecador como você, que precisa de Jesus.

4. Quem é perdoado, ama


A Bíblia nos ensina em Lucas 7:47: “Portanto, eu digo, os muitos
pecados dela lhe foram perdoados; pois ela amou muito.
Mas aquele a quem pouco foi perdoado, pouco ama.”
Perdão gera gratidão. Quando uma pessoa entende que foi perdoada mesmo
sem merecer, vai amar quem lhe ofereceu perdão.

5. Perdão não tem limites


A Bíblia nos ensina em Mateus 18:21-22 “Então Pedro aproximou-se de
Jesus e perguntou: Senhor, quantas vezes deverei perdoar a meu irmão
quando ele pecar contra mim?
Até sete vezes?
Jesus respondeu: Eu digo a você: Não até sete, mas até setenta vezes
sete.”
Você vai perder a conta muito antes de chegar a 490 vezes!
O perdão de Deus não acaba; o seu também não deve acabar.

6. Perdão gera mais perdão


A Bíblia nos ensina em Mateus 6:14-15: “Pois, se perdoarem as ofensas
uns dos outros, o Pai celestial também perdoará vocês. Mas, se não
perdoarem uns aos outros, o Pai celestial não perdoará as ofensas de
vocês.”
Se você realmente entende o perdão de Deus, você vai perdoar outras
pessoas.
A falta de perdão é falta de compreensão do amor de Deus.
Como Deus perdoa, você perdoa.
Quando você perdoa, Deus perdoa e outros aprendem a perdoar!

MENTIRAS SOBRE O PERDÃO QUE VOCE PRECISA


ELIMINAR DA SUA VIDA

Perdoar os outros é uma exigência para todos os cristãos e podemos ver em


Marcos 11:25 que o perdão é essencial, se também queremos ser
perdoados.
Se perdoar fosse fácil, não usaríamos a expressão liberar perdão.
Como é um tema tão importante, precisamos estar seguros sobre o que
Deus nos ensina sobre este tema através da Bíblia.
Vou apresentar a você, aqui, alguns ensinamentos errados que existem
sobre o perdão.
1. Perdoar é esquecer
Perdoar não é esquecer o que aconteceu no passado.
É muito comum ouvirmos que quem perdoou não deve lembrar a situação
que fez com que tivesse que perdoar.
Mas, então, será que quando nós perdoamos, Deus apaga a nossa memória?
Não, perdão não é amnésia.
Nós somos seres criados por Deus com uma memória, ou seja, muitas
vezes vamos lembrar da ofensa ou da sensação de quando fomos ofendidos.
Isso muitas vezes funciona como um mecanismo de proteção, de forma a
tomarmos medidas para que essa situação não aconteça outra vez.
Mas atenção!
Se lembramos do que aconteceu e sentimos mágoa, é porque
provavelmente não perdoamos verdadeiramente.
O perdão liberta e não nos deixa sentir rancor das outras pessoas.
Reflita: O perdão não significa que não vamos lembrar do que nos
aconteceu, mas vai mudar como nos sentimos em relação a esse
acontecimento.

2. Cada ofensa precisa ser perdoada apenas uma vez


Por vezes é preciso voltar a perdoar
Por vezes podemos pensar que perdão é algo que só acontece uma vez para
cada vez que nos ofendem.
Mas será que só precisamos perdoar uma vez cada ofensa?
Quando perdoamos, não significa que a dor vai desaparecer
instantaneamente.
Até pode acontecer, Deus tem poder para isso, mas muitas vezes vamos
voltar a sofrer por causa de alguma coisa que fizeram conosco.
Por esse motivo, temos que perdoar novamente sempre que essa dor voltar.
Se não fizermos isso, não vamos viver com a liberdade que Jesus
conquistou para nós na cruz.
Quando lembramos do que aconteceu e sentimos mágoa, é sinal que temos
que voltar a perdoar, caso contrário, ficamos reféns de sentimentos
negativos, e isso vai prejudicar gravemente a nossa vida.
Considere: Ao longo da vida, vamos precisar perdoar certas ofensas mais
do que uma vez.

3. Pessoas que insistem no erro não merecem perdão


Se Deus nos perdoa, nós também devemos perdoar
Quando Jesus disse em Mateus 18:21-22 que devemos perdoar até 70x7,
será que Ele queria dizer que só devemos perdoar 490 vezes?
Você conhece alguém que esteja contando quantas vezes já perdoou uma
pessoa e quando ela chegou aos 490 diz: "Ok, não preciso mais perdoar
esta pessoa. Ela atingiu o limite."
O número mencionado por Jesus é ilustrativo.
Quando Pedro perguntou para Jesus se deveria perdoar 7 vezes, ele pensava
que estava sendo generoso, pois 7 vezes é um bom número para perdoar
alguém. Apesar disso, Jesus demonstrou como Deus é muito mais generoso
que nós, e devemos perdoar sempre que alguém nos ofende.
Pense: Nós também não merecíamos perdão, mas Deus nos perdoou pelo
Seu amor e graça.
Então como podemos negar o perdão a alguém, dizendo que ele não
merece?

4. Perdoar significa ser amigo de quem nos ofendeu


Perdoar não implica uma reconciliação
Quando você perdoa alguém, não significa que você tem que ser amigo
dessa pessoa.
O perdão não implica uma reconciliação com o outro.
O que não pode acontecer é ficarmos com rancor e mágoa em relação a
alguém.
Os únicos inimigos de um cristão são: o diabo, os seus demônios e o
pecado (a nossa carne).
Lembre-se que quem segue a Jesus não luta contra outras pessoas, mas
contra poderes espirituais do mal como está escrito em Efésios 6:12: “pois
a nossa luta não é contra pessoas, mas contra os poderes e autoridades,
contra os dominadores deste mundo de trevas, contra as forças
espirituais do mal nas regiões celestiais.”
Existem situações em que duas pessoas não têm um relacionamento de
amizade quando ocorre a ofensa.
Por esse motivo, quando o perdão é liberado, não significa que você tem
que ser amigo dessa pessoa.
Existem situações em que até em termos legais não há possibilidade de
aproximação e reconciliação entre duas pessoas, mesmo havendo perdão.
Considere: Se você perdoou verdadeiramente a pessoa, você não tem a
obrigação de conviver pessoalmente com a pessoa.

5. Para perdoar o outro tem que pedir perdão


Devemos liberar perdão mesmo que o outro não esteja arrependido.
Muitas pessoas têm a ideia errada de que não pode perdoar se a outra
pessoa não pediu perdão. Se acreditamos que só podemos perdoar alguém
se ele nos pedir perdão, o perdão muitas vezes vai ser impossível, porque,
muitas vezes, algumas pessoas nunca vão nos pedir perdão pelas ofensas
causadas.
Podemos perdoar mesmo que a outra pessoa esteja longe e não tenhamos a
possibilidade de saber se estão arrependidas ou não.
Em alguns casos pode haver a necessidade de perdoar uma pessoa que já
morreu. Nesta situação, nem sequer há a possibilidade da outra pessoa estar
arrependida.
Importante recordar: O ato de perdoar não depende do arrependimento da
outra pessoa.

6. Perdoar é algo que eu preciso fazer sozinho


Em algumas ocasiões é preciso ajuda para conseguir perdoar
Você já tentou levantar um objeto super pesado e que claramente você não
conseguiria sem ajuda?
Quando fazemos isso há uma grande probabilidade de nos machucarmos. O
mesmo acontece com o perdão: muitas vezes vamos precisar de ajuda para
conseguir perdoar.
Fale com o seu líder cristão, mencione a sua dificuldade, peça oração. Uma
pessoa madura na fé ajudará você a lidar com os sentimentos negativos, de
acordo com a Bíblia.
Como a questão do perdão frequentemente implica situações delicadas,
para isso é necessário que haja uma relação de confiança.
Nunca esqueça: Não fale sobre questões sensíveis com qualquer pessoa!

Para Refletir

A falta de perdão é como um veneno: tira-nos a alegria e nos impede de


viver a vida abundante que Deus quer que nós vivamos. Por isso, peça a
Deus para te ajudar a perdoar, e lembre-se:
Perdoar não é esquecer.
A mesma situação pode ter que ser perdoada várias vezes.
Não existem pessoas que não merecem perdão.
Perdoar não significa que você tem que se reconciliar com o outro.
A outra pessoa não precisa de pedir perdão para você perdoar.
Você não precisa lidar com o perdão sozinho.
TRES VERSÍCULOS PODEROSOS SOBRE O PODER DO
PERDÃO

A Bíblia dá muito valor ao perdão. O mundo ensina a guardar


ressentimentos e procurar vingança mas a Bíblia ensina a perdoar.
O verdadeiro perdão tem grande poder:

1. Perdão salva
1 João 1:9 diz: “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo
para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça.”
Quando Deus nos perdoa, recebemos a vida eterna!
Esse é o grande poder do perdão.
O perdão também pode te salvar de uma vida de culpa e desespero.
2. Perdão se multiplica
Marcos 11:25-26 diz: “E, quando estiverem orando, se tiverem alguma
coisa contra alguém, perdoem-no, para que também o Pai celestial
perdoe os seus pecados. Mas, se vocês não perdoarem, também o seu Pai
que está nos céus não perdoará os seus pecados.”
Se Deus perdoou seus pecados, você deve perdoar os pecados de outras
pessoas.
Quem não perdoa ainda não entende o perdão de Deus.
Quem perdoa também ensina a perdoar e mostra um caminho melhor que o
ressentimento.

3. Perdão gera amor


Lucas 7:47 diz: “Portanto, eu digo, os muitos pecados dela lhe foram
perdoados; pois ela amou muito. Mas aquele a quem pouco foi perdoado,
pouco ama.”
Quando você entende o quanto você foi perdoado, você sente gratidão e
descobre um amor mais profundo.
O perdão transforma ódio e ressentimento em amor.
Descubra o poder do perdão em sua vida!

APRENDENDO SOBRE O PERDÃO COM O


TESTEMUNHO DE ESTÊVÃO

Se perdoar fosse fácil, provavelmente a Bíblia não nos aconselharia tantas


vezes a praticar o perdão.
É verdade, não é fácil, mas é essencial se queremos ter uma vida espiritual
e emocional saudável e que agrada a Deus.
A Bíblia está repleta de exemplos de perdão, sendo que o maior deles é
Jesus Cristo.
Estêvão, que foi inspirado por Jesus, fez a diferença no seu tempo e através
da sua vida podemos aprender valiosas lições sobre o perdão.

1. Aprendemos que Perdoar é amar e orar por quem nos ofendeu


Jesus nos ensinou a perdoar, a amar e a orar pelos nossos inimigos
Estêvão foi perseguido por demonstrar a sua fé e o poder de Deus operando
na sua vida.
Ele foi acusado injustamente de blasfemar contra Deus e contra Moisés e
mesmo no momento da sua morte, a Bíblia nos revela que Estêvão não
murmurou, não se queixou, não ficou com raiva. Pelo contrário, ele
levantou os olhos para o céu e viu a glória de Deus, e Jesus em pé, à direita
de Deus.
Nos últimos momentos da sua vida, enquanto ele era apedrejado, ele orou.
O que ele pediu? Ele pediu para que Deus recebesse o seu espírito e para
que perdoasse os seus assassinos.

2. Aprendemos que o perdão é fonte de paz


Quem perdoa e é perdoado consegue viver com paz
Jesus disse em Mateus 6:14-15 que se nós perdoarmos os outros, Deus
também nos perdoará.
O contrário também acontece: se não perdoarmos quem nos ofendeu, nós
também não seremos perdoados por Deus.
Saber que os nossos pecados foram perdoados por Deus nos enche de uma
paz que vai além da compreensão humana!
Quem não consegue perdoar não tem paz no seu coração, fica relembrando
palavras ou atitudes dos ofensores e muitas vezes pensando em formas de
vingança.
Estêvão conhecia bem e seguia estas palavras de Jesus, e por isso ele era
capaz de perdoar as pessoas que estavam a condená-lo injustamente.
Mesmo sendo acusado, seu rosto transmitia paz, pois ele sabia que estava
seguro em Deus!

3. Aprendemos que perdoar é um sinal de força


Quem perdoa demonstra força
Para perdoar, é preciso ser muito forte.
Este mundo muitas vezes pensa e ensina exatamente o contrário: dizem que
quem perdoa é bobo, que valente é aquele que não deixa passar nada e está
sempre pronto a “dar o troco”. Mas Jesus nos ensinou a oferecer a outra
face se alguém nos bater, e ter essa atitude requer uma força que tem que
vir de Deus.
Estêvão tinha essa força e as boas obras eram uma marca na sua vida, a
própria Bíblia o descreve como “homem cheio da graça e do poder de
Deus” que “realizava grandes maravilhas e sinais no meio do povo” (Atos
6:8).
Vemos também em Atos 6:10 que os acusadores de Estêvão não podiam
resistir à sabedoria e ao Espírito com que ele falava. O que revela que além
de ser forte, este servo de Deus falava com a sabedoria que era dada pelo
Espírito de Deus.

VOCE CONSEGUE PERDOAR?

Na nossa caminhada neste mundo, vamos enfrentar situações difíceis,


vamos passar tribulações, a própria Bíblia nos alerta para isso. Pessoas vão
nos magoar e vão ser injustas conosco, mas sempre temos que perdoar.
Mas para liberar perdão, há um requisito essencial: o Espírito Santo de
Deus.
No capítulo 6 de Atos dos Apóstolos, Estêvão foi escolhido junto com
outros homens para servirem a Deus.
Todos estes homens eram homens de Deus, mas, na apresentação dos
nomes, Estêvão é descrito como alguém cheio de fé e do Espírito Santo.
Que todos nós possamos ser como este grande homem de fé, que nos
momentos difíceis da nossa vida sejamos capazes de levantar os olhos, ver
a glória de Deus, e orar ao Pai por aqueles à nossa volta, mesmo aqueles
que nos fazem mal.
Se você está passando ou passou por uma situação e não está conseguindo
perdoar, ore a Deus, peça ajuda ao Espírito Santo de Deus para liberar o
perdão agora mesmo.
ORAÇÃO

Querido Deus e meu Pai,

Eu quero te agradecer pelo dia em que o Senhor decidiu que eu iria


nascer.

Quero te agradecer pelo privilégio de vir a este mundo trazendo uma


mensagem que o Senhor colocou em mim e em mais ninguém, pois somos
únicos.

Pai, muitas coisas aconteceram desde o dia em que eu fui gerado no


ventre da minha mãe. Coisas boas e ruins.

Eu sei que existem coisas boas que são marcantes, mas tenho observado
que as coisas ruins marcam de forma profunda a minha alma e isso
atrapalha a minha caminhada.

Na verdade, sinto-me travado ou até mesmo paralisado.

Então parei, orei, orei e orei.

Refleti sobre minha vida.

O que veio ao meu entendimento é que eu preciso perdoar. Preciso


perdoar aquele que me ofendeu. Preciso perdoar aquele que me fez mal,
aquele que me agrediu com palavras e ações, aquele que me defraudou.

É difícil quando me lembro de fatos e situações que me trazem profunda


dor.
Pai, quero perdoar aqueles que me roubaram, impedindo-me de usufruir
o que é meu por direito, ou até mesmo de desfrutar daquilo que trabalhei
para ter.

Quero perdoar aqueles que me rejeitaram.

Quero perdoar aqueles que me humilharam proferindo palavras que me


machucaram.

Pensando em tudo isso, sinto uma mistura de sentimentos de dor, ódio e


amargura na alma.

Mas agora, neste exato momento, lembro-me de tudo o que li e aprendi


sobre o perdão, na tua Palavra. E estou decidido a perdoar.

Passo por cima de toda dor e desejo de vingança e de todo direito que
considero meu e coloco tudo isso a teus pés. Eu entrego tudo a ti, Senhor!

Eu libero perdão sobre a vida de cada um que me fez mal, que me fez
sentir dores, que me fez passar por humilhação, rejeição e tantas outras
coisas.

Eu perdoo..... (fale o nome das pessoas e declare o perdão sobre a vida de


cada uma delas que te causou algum mal). E ore:

Pai, meu coração é teu.

Tira da minha mente toda justificativa enganosa e mentirosa que possa


justificar a minha falta de perdão.

Pai, nos lugares vazios da minha alma, onde antes estava ocupado com
esses sentimentos ruins, enche com teu Espírito Santo, faz-me
transbordar com os frutos do teu Espírito Santo.

Pai, enche todo vazio da minha alma, supre toda carência física e
espiritual, liberta-me de toda prisão, meu Deus. Eu te peço em nome de
Jesus.

Perdoa-me, Pai, pelas dores que eu causei à minha mãe e a meu pai, aos
meus filhos e amigos, a outras pessoas. Peço-te perdão em nome de Jesus.

Ajuda-me a seguir em frente, abre meus caminhos livrando-me de toda a


falta de perdão. Eu te peço em nome de Jesus.

Espírito Santo, peço-te que tragas à minha memória todas as situações e


pessoas às quais eu preciso liberar o perdão. Prepara-me, prepara meu
coração tirando de mim todo sentimento de dor. Se eu tiver que
encontrar essas pessoas, ajuda-me, dá-me forças para haver uma
restauração daquilo que foi destruído, faça-me entender que eu preciso
abrir mão da minha razão e do meu direito, dentro dos meus valores e
conceitos, para receber de ti o meu galardão.

Pai cura-me, cura minha alma, tira-me de toda e qualquer prisão física e
espiritual.

MARI LORITE
É CASADA COM O PASTOR JOÃO EDUARDO Z. LORITE MÃE DE 5 FILHOS.
Quero externar minha gratidão a Deus por me abençoar com uma família
maravilhosa, pela vida do meu esposo e também de minha sogra que me
ajuda com a correção dos livros.
Te amo Maria Lúcia Zapata Lorite, você me ensina sempre!
Deus abençoe a todos, principalmente aqueles que apoiam sempre meu
Ministério.
Muito obrigada!
Mari Lorite
CONTATOS
Cel. +55 82 99318-6467
E-mail: mari.lorite@hotmail.com

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por


qualquer meio, sem prévia autorização.
 
Do Autor.