Você está na página 1de 8

R E L AT Ó R I O T É C N I C O

“BANCO DO LIVRO SA”

CURVELO / MG

ABRIL A JUNHO

2010
RELATÓRIO TÉCNICO

BANCO DO LIVRO - CURVELO/MG


ABRIL A JUNHO
2010

1. INTRODUÇÃO

Com um acervo de 10.415 exemplares, composto por 38 revistinhas infantis, 102 romances, 602
títulos literários, 7.074 livros didáticos – distribuídos entre os conteúdos de Matemática, Português,
Ciências, Geografia e História – e 1.637 obras diversas, o Banco do Livro transformou-se em um
espaço de referência para estudantes de todos os níveis escolares.

2. ATIVIDADES DESENVOLVIDAS

Neste trimestre, aconteceram 6 rodas de contação de histórias. Qualquer espaço serve para a
realização da atividade, desde que haja público. Foram contadas histórias nas praças, escolas, asilos e
creches.

O “Chá com Romance” é um encontro realizado entre as leitoras que adotaram o romance como
gênero literário preferido. Nesse encontro, elas conversam sobre as obras, fazem indicações e
discutem quais livros irão trocar ou emprestar a outras leitoras. Os encontros são realizados
quinzenalmente no Banco do Livro, às 17:30 h.

Banco do Livro - Curvelo/MG 1


• Troca de Livros

A troca de exemplares é a principal atividade realizada no Banco do Livro. Muitos livros são trocados
diariamente, o que favorece o enriquecimento e atualização do acervo. Infelizmente, algumas pessoas
ainda tentam trocar exemplares em condições ruins, mas eles não são aceitos.

Atualmente, também acontecem trocas de exemplares entre as cidades de Curvelo, Diamantina,


Felixlândia, Corinto e Raposos. Esse intercâmbio é muito importante, pois favorece e amplia o
conhecimento dos leitores.

Além das trocas, o Banco do Livro recebe muitas doações. É válido ressaltar que os escritores
curvelanos, desejosos por ampliar o acesso à cultura regional, fizeram questão de doar suas obras ao
acervo. Por isso, o Banco do Livro tem o orgulho de ser a única instituição que possui 74 livros
diferentes de autores curvelanos.

• Mobilização Comunitária

As rodas de contação de histórias levam o Banco do Livro ao conhecimento de mais pessoas e


instituições. Por isso, a cada dia, ele aumenta seu número de atendimentos.

Durante o mês de Maio, voluntários do Banco do Livro e educadoras foram às escolas, em horários de
recreio e início das aulas, levando algibeiras. A ideia é estimular a leituras das crianças e divulgar o
trabalho do Banco do Livro, aproximando-o da comunidade. Atividades como sarau, visitas ao asilo de
idosos e exposição de algibeiras de leituras em pontos públicos, serão desenvolvidas, favorecendo essa
aproximação.

Banco do Livro - Curvelo/MG 2


3. AVANÇOS OBTIDOS

• Índices quantitativos

Durante este trimestre, os resultados foram os seguintes:.

Mês Trocas Doações Total


Abril 205 180 385
Maio 207 234 441
Junho 199 112 311

- 6 Rodas de contação de histórias.


- 10 Encontros do “Chá com Romance”.
- 37 Pessoas, em média, frequentando o Banco do Livro diariamente.

• Índices qualitativos

- Inclusão Social através do acesso a livros;


- Incentivo à leitura;
- Apropriação da cultura local;
- Subsídio a pesquisas da literatura local;
- Valorização dos autores regionais;
- Dinamização da circulação de livros;
- Aumento das trocas de livros de romance e, consequentemente, maior satisfação das leitoras;
- Aumento da diversão lúdica e educativa, através das rodas de contação de histórias.
- Aumento do cadastro de leitores.

• Dificuldades Encontradas

Neste trimestre, a maior dificuldade foi em relação à troca de livros. Algumas pessoas não respeitaram
as regras de troca e outras queriam levar exemplares, sem deixar um substituto.

Banco do Livro - Curvelo/MG 3


4. BREVE SÍNTESE

O Banco do Livro é um ponto estratégico de incentivo à leitura e conhecimento. Nele, trocas de


exemplares são realizadas, favorecendo a crescimento e atualização do acervo.

As algibeiras, que vão para as ruas, escolas, bancos e outros lugares públicos, divulgam a importância
do Banco do Livro para toda a comunidade. Dessa forma, há um aumento crescente no número de
leitores que procuram o Banco, trocam seus livros e participam das rodas de contação de histórias.

As rodas de contação de histórias, além de divertir e facilitar a aprendizagem das crianças, levam o
Banco do Livro ao conhecimento de toda a comunidade.

Portanto, o Banco do Livro é um espaço muito agradável onde prevalece uma relação de afetividade e
compromisso com o leitor.

Silmara Soares - Coordenadora


Banco do Livro

Banco do Livro - Curvelo/MG 4


5. ANEXOS

• MPRA - Monitoramento de Processos e Resultados de Aprendizagem

Neste trimestre, 1040 pessoas, em média,


1. Quantos iniciaram a atividade e/ou
frequentaram o Projeto Banco do Livro.
Projeto? Quantos concluíram?
2. Quanto tempo gastamos ou
O funcionamento acontece em horário comercial e o
necessitamos para realizar a atividades
tempo estipulado é suficiente para atender ao
e/ou o módulo? O tempo determinado foi
público.
suficiente?

3. Quantos produtos e/ou materiais de


780 livros trocados;
apoio e/ou instrução foram feitos? Eles
650 doações recebidas;
atendem aos objetivos do projeto?

- Inclusão Social através do acesso a livros;


- Incentivo à leitura;
- Apropriação da cultura local;
- Subsidio a pesquisas da literatura local;
- Valorização dos autores regionais;
- Dinamização da circulação de livros;
4. O que foi feito que evidencia ou garante
- Aumento das trocas de livros de romance e,
que atingimos os objetivos propostos?
consequentemente, maior satisfação das
leitoras;
- Aumento da diversão lúdica e educativa, através
das rodas de contação de histórias;
- Aumento do cadastro de leitores.

As atividades aconteceram de forma lúdica e atrativa.


As rodas de contação de histórias animaram o
público visitante e levaram alegria e descontração às
5. As atividades realizadas foram lúdicas? crianças das creches vizinhas. O Chá com Romance
Foram inovadoras? Educativas? reuniu leitoras de romance, para a troca de
exemplares.
As conversas com os visitantes aumentam as ideias
para a realização de novos eventos.

A ideia de se ter um lugar para trocar os livros é


6. O que pode ser sistematizado? Já é
muito boa. As pessoas vibram ao conhecer o Banco.
possível construir uma “teoria do
Os encontros com os leitores e as rodas de contação
conhecimento”?
de histórias influenciam muito positivamente os
leitores.

O objetivo principal de troca de livros vem sendo


alcançado. Agora, a equipe tem um novo desafio:
7. O que necessita ser ainda praticado para
levar os livros para as ruas, pontos de ônibus e
alcançarmos os objetivos do projeto?
bancos.

Banco do Livro - Curvelo/MG 5


8. Se o projeto encerrasse hoje, ele estaria Estaria perto, pois as pessoas já trocam seus livros
longe ou perto de seus objetivos? com facilidade.

Não há necessidade de correção de rumo. Através de


9. Há necessidade de “correção de rumo”
MDI, algumas atividades estão sendo reformuladas,
nas atividades? E na metodologia?
com a intenção de promover e divulgar o Banco do
Livro.

10. O nosso prazer, alegria e vontade em


Quem está neste projeto, está muito satisfeito! Isso
relação ao projeto aumentaram ou
porque os bons resultados alcançados são visíveis!
diminuíram?Por quê?

Banco do Livro - Curvelo/MG 6


• MDI - Maneiras Diferentes e Inovadoras

Pergunta Atividade Data Responsável Resultados (MPRA)


Coordenação, Educadora e
Aumento do número de clientes
1.1 - Divulgação do Banco do Uma vez por Voluntários do Banco do Livro –
Banco do livro mais conhecido pela
Livro nas escolas e rádios. semana crianças e adolescentes do Ser
comunidade
Criança
1.2 - Algibeiras de livros e
Coordenação, Educadora e
revistas em locais públicos: Resultado muito positivo e interessante
Uma vez por Voluntários do Banco do Livro –
ponto de ônibus, bancos, Aumento da procura pelos livros e
semana crianças e adolescentes do Ser
portas das escolas. maior número de doações.
Criança

Coordenação, Educadora e
1.3 - Confecção de brindes - Promoção do hábito de leitura
1. De Quantas Voluntários do Banco do Livro –
marcadores de livros com Diário Frequentadores conquistados
Maneiras Diferentes e crianças e adolescentes do Ser
poesias. Poetas regionais mais conhecidos
Inovadoras podemos Criança
estimular a leitura Aumento do número de clientes
Banco do Livro mais conhecido pela
Coordenação, Educadora e
comunidade
1.4 - Rodas de contação de Voluntários do Banco do Livro –
Quinzenalmente Alegria, troca de livros
histórias nas praças. crianças e adolescentes do Ser
Participação de pessoas da comunidade
Criança
Maior conhecimento sobre a história da
cidade
Coordenação, Educadora e
Voluntários do Banco do Livro –
1.5 - Encontros de leitoras do Leitoras satisfeitas, maior rotatividade
Uma vez por mês crianças e adolescentes do Ser
“Chá com Romance” dos romance.
Criança

Banco do Livro - Curvelo/MG 7