Você está na página 1de 39

SISTEMAS ESTRUTURAIS III

Aula 03: Lajes e vigas (conceitos e pré-dimensionamento)

Profª MSc Mariana Leite


mariana.leite@estacio.br
Objetivos • Conceitos e critérios de dimensionamento
• Limitações normativas
• Metodologias de pré-dimensionamento

Lajes como elemento de sustentação PRÓXIMOS


do projeto de arquitetura PASSOS

1 1
Lajes como elemento de sustentação
do projeto de arquitetura

• Tipos de lajes
• Consumo de concreto
• Peso próprio
• Transferência de esforços para as vigas
Tipos de laje

Dentre outras...
Lajes maciças

Introdução

• As lajes são elementos planos, horizontais, com duas dimensões maiores que a terceira, sendo esta a
sua espessura;

• A principal função das lajes é receber os carregamentos atuantes no pavimento, provenientes das ações
das pessoas, dos equipamentos e dos móveis sobre a construção (cargas de utilização), e transferi-los
para os apoios;

• Nos edifícios convencionais, as lajes maciças têm grande contribuição no consumo de concreto, sendo
este de aproximadamente 50%.
Lajes maciças

Introdução

• Quanto à armação das lajes, a armação metálica


é classificada em Positiva e Negativa onde a
primeira fica embaixo e a segunda fica na parte
de cima da laje;

• Isto ocorre, pois o momento fletor pode ser


positivo ou negativo e por isso a armação
metálica é posicionada para combater estes
esforços;

• Por exemplo, usualmente o momento fletor


negativo está localizado nas regiões sobre as
vigas.
Lajes maciças

• A primeira etapa no
projeto de lajes consiste
em determinar os vãos
h
livres ( ℓ ) e os vãos
teóricos (ℓ)

• O vão livre ( ℓ ) é a
distância existente livre
entre as faces dos apoios
da laje

• O vão teórico ( ℓ ) é a
distância entre os centros
dos apoios
Lajes maciças

• As lajes maciças podem ser classificadas em


convencionais e protendidas;

• As Lajes Maciças Convencionais são construídas


com fôrmas, no local da obra, com vergalhões
metálicos em seu interior (geralmente aço CA
50);

• São as lajes mais comuns em obras


convencionais, e são apoiadas em vigas;

• Elas podem ser utilizadas em projetos menores,


como, por exemplo, em reformas residenciais,
por isso os exemplos de construções importantes
com esta tecnologia são, em sua maioria,
residenciais e comerciais com vãos com
dimensões reduzidas.
Lajes maciças

• Construção com lajes maciças convencionais


dispostas em frente à Lagoa da Pampulha.

Casa do Baile
https://commons.wikimedia.org/w/index.php?title=Special:Search&limit=20&offset=20&profile=default&search=oscar
+niemeyer&uselang=pt-br&searchToken=b2kmugxed872yoxekse7mi7qn#/media/File:Marquise_Casa_do_Baile.JPG
Lajes maciças

• Edifício residencial em São Paulo onde o concreto


molda a sua fachada e suas lajes maciças
acompanham o movimento.

Edifício Copan
https://commons.wikimedia.org/w/index.php?title=Special:Search&limit=20&offset=140&profile=default&search=oscar+niemeyer&usel
ang=pt-br&searchToken=3zdrk7zck4smcchnyzvyrc3ed#/media/File:Edif%C3%ADcio_Copan,_Oscar_Niemeyer_(5877795893).jpg
Lajes maciças

• As lajes de concreto protendido são diferentes das lajes de concreto convencionais devido as suas
armações;

• Diferente das lajes convencionais, as lajes protendidas possuem cordoalhas, mais resistentes às
tensões que as usuais armações metálicas;

• A protensão ajuda a resolver problemas que podem ocorrer quanto a deformações;

• A laje protendida permite melhor uso da área de concreto, reduzindo a espessura da laje se
comparado com o utilizado nas lajes convencionais;

• Esta característica permite a cobertura de vãos maiores com um número menor de vigas, havendo
menor peso da construção e de consumo de materiais.
Lajes maciças

• A sede administrativa do governo de Minas


Gerais possui lajes protendidas para poder vencer
os grandes vãos localizados no interior do prédio;

• Observando este edifício, é sugerida a pesquisa


de outros prédios importantes que possuem o
mesmo sistema construtivo, ou seja, construídos
com lajes protendidas.

Sede Administrativa de Minas Gerais


https://commons.wikimedia.org/w/index.php?title=Special:Search&limit=20&offset=40&profile=images&search=Pal%C3%A1cio+Tirade
ntes&uselang=pt-br&searchToken=6xntfvmsyhhupp7rhn1z8mgzv#/media/File:Cidade_Administrativa_MG_3.jpg
Lajes nervuradas

• As lajes maciças de concreto armado, com espessuras constantes, variando entre 7 a 16 cm (NBR
6118:2014), são comuns em edifícios com múltiplos pavimentos e em construções como escolas e hospitais;

• Contudo, existem algumas limitações nesse tipo de laje, como a capacidade de vencer vãos e o alto
consumo de concreto, que fizeram surgir uma outra solução para esse elemento estrutural.
https://www.youtube.com/watch?v=I8nFQC2pjuI
Lajes nervuradas

• As lajes nervuradas podem ser moldadas in loco ou podem ser executadas com nervuras pré-moldadas;

• Para as lajes moldadas in loco, todas as etapas de execução são realizadas no local, com o uso de formas
e de escoras e o material de enchimento. Nesta modalidade, fôrmas de polipropileno ou em metal
podem ser usadas para substituir os materiais inertes;

• Estas lajes pré-fabricadas são mais baratas e fáceis de construir, pois são encomendadas separadamente
de acordo com o vão necessário e podem ser montadas sem a necessidade de mão de obra
especializada;

• Por isso, esse tipo de solução é bastante utilizada em construções residenciais e outras de pequeno
porte (pois nesses tipos de construção as lajes pré-fabricadas com vigotas apresentam vantagens para
estas construções quanto a custo e facilidade na construção);
Lajes nervuradas

• Segundo a NBR 6118:2014, as lajes nervuradas (sejam elas moldadas in loco ou com nervuras pré-
moldadas) possui sua zona de tração formada por nervuras e por materiais inertes;

• São construídas com um conjunto de vigas que se cruzam, solidarizadas pela mesa, possuindo um
comportamento intermediário entre o de laje maciça e o de laje de grelha;

• Com a retirada do concreto na sua linha neutra, as lajes nervuradas possuem uma redução em seu peso
próprio e um aproveitamento melhor do aço e do concreto;

• A sua resistência à tração está concentrada nas nervuras, e os materiais de enchimento têm como única
função substituir o concreto, sem ter qualquer responsabilidade quanto à resistência.
Lajes nervuradas
Lajes nervuradas
Lajes nervuradas
Dimensões mínimas

• As nervuras não podem ter dimensão inferior a 5 cm;


• Havendo armaduras de compressão, a largura das nervuras deve ser maior que 8 cm;
• Diferença no pré-dimensionamento de lajes nervuradas moldadas in loco e lajes treliçadas.
Dimensões mínimas

• As nervuras não
podem ter
dimensão inferior
a 5 cm;
• Havendo
armaduras de
compressão, a
largura das
nervuras deve ser
maior que 8 cm;
• Diferença no pré-
dimensionamento
de lajes
nervuradas
moldadas in loco e
lajes treliçadas.
• Para se calcular o peso próprio (P.P) de lajes maciças, deve-se multiplicar o peso específico do concreto
armado pelo seu volume.

Deste modo:
𝑃. 𝑃 = 𝑝 × 𝑉

Onde:

𝑃. 𝑃 = Peso Próprio;

𝑝 = Peso específico do material, onde para o concreto armado é estipulado o valor de 25 𝑘𝑁/𝑚 ;

V = Volume da laje maciça


Vigas em Concreto Armado

• Segundo a NBR 6118, de 2014, as vigas são “elementos lineares em que a flexão é preponderante”,
portanto, sendo os principais esforços o momento fletor e a força cortante, o momento fletor é o que
mais causa efeitos na viga;

• Nas edificações, as vigas possuem a responsabilidade de proporcionar o apoio para lajes e paredes,
conduzindo suas cargas até os pilares.
Para o dimensionamento das vigas em concreto armado deve-se identificar:

• as classes do concreto e do aço que serão utilizados;

• a forma estrutural do tabuleiro, com as dimensões preliminares em planta;

• as distâncias até os andar adjacentes;

• as cargas passadas pelas lajes;

• as cargas exercidas sobre as paredes ou pilares;

• as dimensões das seções transversais das vigas.


Pré-dimensionamento de vigas de concreto armado:

As vigas não podem possuir largura menor que 12 cm. Este limite pode ser reduzido apenas um mínimo
absoluto de 10 cm, em casos excepcionais, onde obrigatoriamente as seguintes condições devem ser
respeitadas:

• Alocação das armaduras e suas interferências com as armaduras de outros elementos estruturais,
sempre respeitando os espaçamentos e as coberturas estabelecidos pela Norma;

• Lançamento e vibração do concreto seguindo as especificações da NBR 14.931;

• As vigas não podem avançar sobre os espaços de portas e de janelas. Onde é considerada a abertura de
portas entre 2,10 e 2,20m de altura;

• Para simplificar a estrutura, não é comum adotar mais que duas alturas diferentes, onde este
procedimento pode, eventualmente, gerar a necessidade de armadura dupla, em alguns trechos;

• Os tramos de maior carregamento, e, principalmente, os que possuem maiores vãos, devem ter suas
flechas verificadas a posteriori.
Pré-dimensionamento de vigas de concreto armado:

• Usualmente, adota-se o vão teórico como sendo a distância entre os eixos dos apoios. Nas vigas
em balanço, o vão livre é a distância entre a extremidade livre e a face externa do apoio, e o vão
teórico é a distância entre a extremidade livre até o centro do apoio
Pré-dimensionamento de vigas de concreto armado:

Sendo assim, uma definição estimativa da altura de uma viga pode ser dada por:

• Tramos intermediários: ℎ = ℓ /12

• Tramos extremos ou vigas biapoiadas: ℎ = ℓ /10

• balanços: ℎ = ℓ /5

- Onde quanto mais fina e alta, até o seu limite


estrutural, maior a capacidade da viga em
vencer grandes vãos;

- Por outro lado, quanto mais larga e baixa, até


o seu limite estrutural, maior a capacidade de
resistir às cargas pontuais.
MAS TEMOS OUTRAS FORMAS DE REALIZAR O
PRÉ-DIMENSIONAMENTO DE VIGAS DE CONCRETO,
UTILIZANDO METODOLOGIAS DESENVOLVIDAS POR
OUTROS AUTORES QUE LEVARAM EM CONSIDERAÇÃO
CRITÉRIOS DE CÁLCULO DIFERENTES. VEREMOS:

a) Metodologia de Di Pietro
b) Metodologia de Rebello
Ver Livro Bases para Projeto Estrutural na Arquitetura (p. 187 – 192)
PARA EXERCITAR

Pré-dimensione, de acordo com a metodologia de Rebello, a viga da Figura abaixo (ou seja, indique
as dimensões da seção transversal), sabendo que essa viga será utilizada para uma situação de
médio carregamento.
• As vigas também podem ser curvas quando
necessário, mas as características
apresentadas anteriormente, como maior
altura das vigas para vencer grandes vãos,
devem ser especialmente respeitadas.;

• Ao observar as características das vigas, é


sugerida a pesquisa de outros edifícios que
possuem o mesmo sistema construtivo,
definindo a relação entre viga e vão livre.

Vigas Curvas do Louvre em Paris

Fonte: Roberto Lucas Junior (2012)


PARA EXERCITAR
• Explique o que são lajes e qual a sua principal função nas estruturas.
• Qual a importância de se dimensionar corretamente uma laje se considerarmos o custo de concreto
armado e seu impacto no custo total da obra?
• O que é uma armadura positiva? E uma armadura negativa?
• O que significa um momento fletor positivo? E um negativo?
• Por que geralmente o momento fletor negativo em lajes está localizado sobre vigas?
• Qual a diferença entre vão livre e vão teórico?
• Quais as diferenças entre lajes maciças convencionais e lajes maciças protendidas?
• Por que as cordoalhas utilizadas nas lajes protendidas são mais resistentes às tensões que as usuais
armações metálicas?
• Cite 3 vantagens das lajes maciças protendidas em comparação com as lajes maciças convencionais.
• Faça o pré-dimensionamento das outras 9 lajes do pavimento do exemplo.
PARA EXERCITAR
• O que são lajes nervuradas?
• Qual a diferença de laje maciça em concreto armado e laje nervurada em concreto armado?
• Cite e explique duas vantagens das lajes nervuradas frente as lajes maciças.
• O material de enchimento das lajes nervuradas tem função estrutural? Explique.
• Cite e explique as duas formas de execução das lajes nervuradas.
• É mais vantajoso executar lajes nervuradas pré-moldadas ou moldadas in loco? Justifique.
• Em lajes pré-moldadas, como as vigotas podem ser obtidas? Qual a solução mais comum? Qual a solução mais
resistente?
• Como é feito o pré-dimensionamento de lajes treliçadas?
• Como é feito o pré-dimensionamento de lajes nervuradas moldadas in loco?
• Por que que havendo armaduras de compressão, a largura das nervuras deve ser maior que 8 cm?
PARA EXERCITAR
• Explique o que são vigas e qual a sua principal função nas estruturas.
• Quais os principais esforços suportados pelas vigas?
• Em um projeto arquitetônico, que informações devemos fornecer sobre as vigas em concreto armado?
Cite e explique pelo menos 4 delas.
• Sabemos que, por norma, as vigas não podem possuir largura menor que 12 cm. Existe alguma exceção?
Se sim, ela pode ser utilizada em que casos?
• Por que existe limitação de largura mínima paras as vigas?
• Qual a relação entre o lançamento e a vibração do concreto com a largura da viga?
• O que é armadura dupla?
• O que é uma viga de dois tramos?
• As vigas com mais de um tramo devem sempre ser a mesma altura em todos os tramos? Explique.
• Explique o que é vão livre e o que é vão teórico.
PARA EXERCITAR
• Explique por que, em pré-dimensionamentos, devemos considerar o vão teórico e não o vão livre.
• Considerando apenas o vão vencido pela viga, qual a estimativa de altura para uma viga em balanço que
vence um vão de 3 metros?
• Considerando apenas o vão vencido pela viga, qual a estimativa de altura de uma viga de 3 tramos com
vãos como representado na Figura abaixo?
• O que é a metodologia de Di Pietro e de Rebello? Qual a diferença entre elas?
• Pré-dimensione, de acordo com a metodologia de Rebello, a viga da Figura abaixo (ou seja, indique as
dimensões da seção transversal), sabendo que essa viga será utilizada para uma situação de pequeno
carregamento.
Saiba mais

• Documentário: Maravilhas Modernas: Concreto | Documentário History Channel

Disponível em:
< https://www.youtube.com/watch?v=WABsOWRbEa4>. Acesso em 30 jun. 2017.

• Documentário: Obras incríveis: Ponte Millau - Documentário National Geographic

Disponível em:
< https://www.youtube.com/watch?v=oy8s_k5CaCA >. Acesso em 10 jul 2017.
VAMOS AOS PRÓXIMOS PASSOS?

Pré-dimensionamento de lajes maciças

AVANCE PARA FINALIZAR


A APRESENTAÇÃO.

Você também pode gostar