Você está na página 1de 19

Como planejar sua consulta

com a Aromaterapia
Nós temos um grande desafio hoje dentro
da By Samia.

Como continuar crescendo rapidamente,


mas garantir que o mesmo nível de
atendimento e suporte seja dado aos
nossos clientes.

E podemos ir além.

Como garantir que nossos clientes


tenham a mesma performance de sucesso
que estamos tendo.
Crescer rápido, é muito bom, mas tem seus
problemas.

Quanto mais clientes atingimos, mais


complexo fica para conversar e dar suporte a
todos, de maneira igualitária e atenciosa.

Nosso time de atendimento, muitas vezes


parece que possui 4 braços.

Mas vale a pena quando surgem idéias como


esta.

Programa Sucesso do Cliente!

Então vamos aos pontos de hoje.


Sua Consulta em Aromaterapia

Mais do que gotinhas

Usar óleos essenciais corretamente é uma das


coisas mais importantes para saber se está se
obtendo o pleno benefício de suas propriedades.

Escolher corretamente, conhecer as diluições, o


método de tratamento escolhido e estar ciente
das precauções e das contraindicações
garantirão o sucesso do tratamento.

Por isto, trate-os com respeito e você se


surpreenderá com o que eles podem oferecer.
Diagóstico:
É um conjunto de dados, formado a partir de sinais e sintomas, história
pregressa, queixa principal, e exames complementares (laboratoriais,
etc). Estes dados são analisado pelo profissional de saúde e
sintetizado em uma ou mais doenças. A partir dessa síntese, é feito o
planejamento para a eventual intervenção (o tratamento) e/ou uma
previsão da evolução que se chama prognóstico baseados no quadro
apresentado.
Sua Consulta em Aromaterapia

Prepare o Ambiente

Antes de o cliente chegar, certifique-se que seu


consultório esteja limpo, agradável e aconchegante.

Use luz de média para baixa e cores para criar uma


atmosfera relaxante e que você deseja transmitir.
Flores sempre serão bem-vindas. Ligue o
aromatizador e prepara-se para a consulta,
centrando-se, acalmando sua mente, limpando e
protegendo a si mesmo. Música suave e baixa pode
ser adequada, e talvez tirar o fone do gancho seja
necessário. Quanto ao celular, desligue-o.
Sua Consulta em Aromaterapia

O que saber em um diagnóstico?


1. Levantamento das informações.
Biológico; Psicológico; Social; Econômico; Vibracional;
Histórico familiar, etc.

2. Análise das informações e seu relacionamento com


as queixas do cliente.

3. Identificação dos problemas e sintomatologia bem


como possíveis causas.

4. Indicação dos óleos essenciais e forma de


tratamento.

Ao indicar os óleos essenciais deixe o cliente escolher quais aromas mais lhe agradam. A memória
emocional influencia positivamente o tratamento.
Entenda que começamos tratando a queixa do indivíduo.
Mas tente entender quem é o indivíduo a sua frente.

Genótipo + Meio Ambiente = Fenótipo


Sua Consulta em Aromaterapia

A consulta
Entenda o modo de pensar e agir, que fez este indivíduo, estar e ser no momento, esta pessoa com suas
causas e queixas.
Lembre-se de escolher quem você irá tratar, não tenha receio em dizer que não poderá tratar. Cobre um preço
compatível.

Use seu conhecimento, seu tempo e energia sadia e profissionalmente; se tiver respeito por si mesmo, os outros o
respeitarão.

Anote os dados na ficha de anamnese


Dados de contato. Data de nascimento. Modos e
comportamentos. Aspectos relacionados aos elementos,
terra, água, etc., Preferências quanto aos aromas dos óleos.
Relacionamento amoroso, ou estado civil. Profissão atual,
estilo de vida e autoimagem. Histórico médico, check-up.
Precauções e as contraindicações dos óleos.
Tudo vai para a fichinha.
Sua Consulta em Aromaterapia

O Contrato verbal
Reserve entre 1h a 1:30 min para a primeira
consulta;
Pergunte o que a pessoa espera do tratamento
e como descobriu a Aromaterapia e a você
como profissional;
Explique suas condutas, proponha o
tratamento, faça um contrato verbal do preço
e do compromisso do cliente no tratamento,
cancelamentos ocasionais, etc.
Uma vez concluído tudo, peça o cliente assinar
um termo de responsabilidade pelas
informações dadas, inclusive pelo uso dos
óleos
Varie as formas de aplicação dos óleos essenciais e
surpreenda-se com os resultados.
Sua Consulta em Aromaterapia

o Inalação:
A inalação do vapor do óleo essencial é um excelente método para tratar tanto os problemas respiratórios, como gripes, resfriados e sinusites; quanto
os problemas emocionais, como ansiedades ou ataques de pânico. Ao utilizar um vaporizador, acrescente apenas uma gota de óleo essencial ao soro
fisiológico. Já em uma tigela, acrescente até 9 gotas para dois litros de água fervente. Posteriormente, coloque uma toalha sobre a cabeça e respire
profundamente. Dessa mesma forma, é possível fazer uma limpeza profunda na pele do rosto. Durante todo o processo, é conveniente manter os
olhos fechados.

o Massagens em Geral:
Esse é o tratamento clássico que proporciona ao organismo a possibilidade de autocura. Durante a massagem, o efeito terapêutico dos óleos
essenciais ocorre tanto pela inalação dos aromas quanto pela absorção cutânea. A massagem desencadeia a estimulação do fluxo sanguíneo e do
líquido linfático, além de atuar sobre o sistema límbico, que é responsável pelos sentimentos. Para uma massagem, deve ser usada uma diluição de,
em média, 2%, que serão 50 gotas de óleos essenciais para 100 ml de óleo vegetal, também chamado de carreador. Como a pele é o maior órgão do
corpo, ela fica diretamente exposta a poluição, toxinas e outros fatores agressivos do meio ambiente. Por isso, ela também é o melhor local para a
aplicação dos óleos. Em torno de 20 minutos após o início da massagem, eles começam a ser absorvidos, propiciam limpeza e sensação de
relaxamento. Mesmo que haja excesso de absorção, o excedente é eliminado pela urina ou através da exalação que ocorre pelos poros. Se a
massagem for facial, os óleos carreadores mais indicados são os de jojoba, rosa mosqueta e semente de uva.

o Aromatizadores/Difusores:
Os recipientes utilizados para a difusão dos óleos essenciais em ambientes diversos, como em escritórios ou casas, são conhecidos como
aromatizadores, difusores ou vaporizadores. A utilização deles é bastante simples. Aqueles que funcionam com vela devem ter a parte superior
preenchida com água e aproximadamente 10 gotas de óleo essencial. Enquanto a vela, que fica na parte inferior, aquece a água, a fragrância natural
vai sendo liberada lentamente no ambiente. O uso desse tipo de difusor ou vaporizador é desaconselhável em áreas com grandes correntes de ar ou
enquanto se dorme. Entre os aromatizadores elétricos, já existem aqueles que informam a quantidade de óleo essencial a ser utilizada. Os
aromatizadores elétricos trabalham por processo de difusão, por evaporação ou simplesmente por propagação de partículas de óleos essenciais.
Independente do tipo, os aromatizadores são excelentes para ajudar a relaxar, auxiliar o sono, estimular a mente durante os estudos ou para criar um
ambiente sensual.
Sua Consulta em Aromaterapia

o Banhos terapêuticos:
No banho quente, os óleos essenciais entram em contato com a pele ao mesmo tempo em que são inalados e a absorção de suas
propriedades ocorre tanto pela epiderme quanto pelo sistema respiratório. Em banhos de imersão são necessárias de 15 a 20 gotas de óleo
essencial para uma banheira tamanho padrão, além de uma colher de óleo carreador, mel ou leite em pó, para que ele se disperse na água.
Uma boa alternativa é fazer o óleo de banho com 10 ml de óleo vegetal de germe de trigo e 90 ml de óleo vegetal de semente de uva.
Nessa mistura de 100 ml de óleo carreador, devem ser acrescentadas 75 gotas de óleos essenciais. Para misturá-los, basta agitar bem.
Guarde o blend obtido em um vidro âmbar e use uma colher de sopa para cada banho. A mesma mistura também pode ser usada no
chuveiro, após a ducha. Nas duchas, os óleos devem ser aplicados no corpo todo, com o auxílio de uma bucha em movimentos circulares,
para facilitar a permeabilidade no sistema tegumentar, e alcançar a corrente sanguínea. Para finalizar, basta enxaguar-se com uma ducha
de água mais fria que a usada no banho.

o Compressas:
Em uma tigela, acrescente um litro de água bem quente e aproximadamente 10 gotas de óleo essencial. Mergulhe uma toalha de mão ou
uma fralda de pano na tigela, retire o excesso de água e a coloque sobre a área desejada. Repita essa operação quantas vezes achar
necessário. As compressas são ideais para artrites, reumatismos, dores nas ‘juntas’, de cabeça ou musculares. Para fazê-las frias, o
procedimento é o mesmo.

o Pomadas:
Para preparar uma receita caseira de pomada, use creme neutro e óleo vegetal. Depois de agregá-los, acrescente os óleos essenciais.

o Escalda-pés ou pedilúvio:
Para refrescar pés doloridos e cansados, utilize uma bacia ou tina com 2 litros de água quente e, aproximadamente, de 10 a 15 gotas de
óleos essenciais adequados, sempre diluídos em algum veículo (poderá ser sal do himalaia, vinagre e/ou óleos vegetais).
Sua Consulta em Aromaterapia

o Banho de mãos ou manilúvio:


Ideal para amaciar a pele áspera. Também para artrites e artroses, reumatismo e algias em geral. Um SPA completo para as mãos começa
com uma esfoliação, para retirar as células mortas. Em seguida, coloque em uma bacia um litro de água morna, 2 colheres de sopa de
vinagre de cidra (maçã) e 10 gotas de óleo essencial adequado. Mergulhe as mãos nessa mistura. Em seguida, ‘envelope-as’ com plástico
filme (de uso culinário) por cerca de 20 minutos. O tratamento pode ser finalizado com a manicure completa.

o Sauna:
Adicione, no borrifador, 300 ml de água e 15 gotas de óleo essencial de hortelã pimenta ou eucalipto (glóbulos ou citriodora).

o Aplicação direta:
Existem ocasiões específicas, como em casos de primeiros-socorros, nas quais a aplicação dos óleos essenciais diretamente na área
afetada é segura. Mas os únicos óleos que podem ser usados topicamente (direto na pele) são os de lavanda, de tea tree e de copaíba.

o Gargarejo:
Indicado principalmente para dores de garganta e mau hálito. Coloque em um copo com água morna uma gota de óleo essencial e faça
gargarejos. Mas, lembre-se de que o líquido não deve ser engolido.

o Inalação por meio de lenços:


É uma maneira fácil de utilizar os óleos essenciais. Basta adicionar de 3 a 4 gotas de óleo essencial em um lenço e inalar profundamente.
Excelente para resfriados, dores de cabeça, enjoos de viagem ou simplesmente para aliviar o cansaço.

o Inalação em inalador elétrico


Colocar 10 ml de soro fisiológico, e acrescentar apenas 01 gota do óleo essencial desejado, seja este para problemas respiratórios, ou para
acalmar.
Muita atenção com a forma de aplicação dos Óleos
Essenciais.
Sua Consulta em Aromaterapia

Aqui no Brasil, não utilizamos os modo abaixo listados, sendo que estes modos de utilização fazem parte da
escola francesa de aromaterapia, que tem também é chamada aromatologia, tendo como base as pesquisas científicas
de óleos essenciais:

o Via Oral – Escola Francesa


o Via Retal – Escola Francesa
o Via Patch – Muito utilizada nos EUA

Pela nossa regulamentação, estas são práticas médicas.

Tampouco indico este formato, por duas razões:

1 – Não conhecemos todas as qualidades de óleos essenciais vendidos no Brasil ou se na verdade são de grade
terapêutica, sem nenhuma adição de outros compostos (tais como aldeídos naturais, entre outros ativos extraídos das
plantas), ou ainda se são óleos essenciais adicionados de outras substâncias sintéticas, o que chamamos de óleos
técnicos, muito usados na perfumaria, porém hoje em dia sendo vendidos no mercado brasileiro como óleos essenciais
100% puros e naturais.

2 – Sabemos que os óleos essenciais são permeáveis, e conseguimos excelentes resultados pelo seu uso tópico ou em
massagem, seguindo a Escola Inglesa. Assim, por que os ingerir?
Acredito que ao seguir estas indicações e ter
conhecimento do funcionamento físico, mental e
emocional para podermos identificar uma patologia,
mais o conhecimento dos óleos essenciais, este
pequeno roteiro levará a um grande atendimento.

Bom uso dos óleos essenciais em sua consulta


VAMOS CONVERSAR?

Nossos Contatos:
Conheça mais sobre a BYSAMIA
Telefone: (11) 3872 9011 / (11) 3679 7770 nestes links:
Chat Loja Virtual: www.bysamia.com.br
Email: daniel@bysamia.com.br
Blog: https://bysamia.com/
WhatsApp: 55 11 94312 9142

http://on.fb.me/1IOAaIz
Showroom:
R. Des. Do Vale, 243, Perdizes, São Paulo.
Fones: 3868 4485 / 3676 1543
http://bitly.com/1eGbjIM
Horários:
Segunda à Sexta das 9:00 às 18:00 http://bitly.com/1LUOJt5
Sábados das 9:00 às 13:00