Você está na página 1de 13

CONTABILIDADE GERAL

 CONTAS.  Uma Conta pode apresentar os seguintes saldos:

 Conceito  Devedor – Quando o Débito é maior que o Crédito.


Vários são os conceitos apresentados para contas:  Credor – Quando o Crédito é maior que o Débito.
É o nome técnico que identifica os elementos patrimoniais
(bens, direitos, obrigações e patrimônio líquido) e de resultado  Nulo – Quando o Débito é igual ao Crédito.
(despesa e receita).
Conta é a representação gráfica dos débitos e créditos que
qualifica os componentes patrimoniais.  Representação Gráfica da Conta
Conta é um título que identifica um componente do
patrimônio. Título
Conta é um termo técnico utilizado pela contabilidade para Data Histórico D C Saldo
registrar as ocorrências que envolvem o Patrimônio, as
Receitas e as Despesas.
 Razonete
 Teoria das Contas
Para estudos, explicações, resoluções de problemas
 Teoria Patrimonialista etc., sempre usamos o gráfico simplificado, denominado conta
“T” , RAZONETE ou RAZONETE EM T, como abaixo:
 Contas Patrimoniais - bens, direitos, obrigações e P.L.
Débito Crédito
 Contas de Resultado - despesa e receita.

O lado esquerdo da Conta chama-se Débito, enquanto o lado


 Teoria Materialista direito chama-se Crédito.

 Contas Integrais - bens, direitos e obrigações.  Função e Funcionamento da Conta


 Contas Diferenciais - P.L., receita e despesa.
 Função - Registrar as operações que ocorrem com o
 Teoria Personalista Patrimônio.
Ex.: Caixa - Registrar as operações de recebimentos e
 Contas do Agente Consignatário – bens. pagamentos em dinheiro.
 Contas do Agente Correspondente - direitos e obrigações. Veículos - Registrar as aquisições e baixas de veículos
pertencentes à empresa.
 Contas do Agente Proprietário – P. L., despesas e receitas. Capital - Registrar os valores que constituem o Capital
Social registrado.

 Elementos da Conta  Funcionamento - É a forma pela qual a Conta é


movimentada. Relaciona-se com os registros a Débito ou a Crédito das
Os elementos fundamentais da conta são: Contas.

 Título – É o nome da conta onde identifica-se o  Débitos e Créditos


elemento que ela representa.
Todas as operações ocasionam aumentos e
diminuições no Ativo, Passivo e Patrimônio Líquido. Esses
 Débito - São registros efetuados na coluna de Débito
aumentos e diminuições são indicados através dos Débitos e
da Conta; representa a situação de dívida da Conta.
Créditos efetuados nas Contas.
 Crédito - São os registros efetuados na coluna de
Crédito da Conta; representa o que a Conta tem a haver.  Debitar uma conta é registrar um valor na coluna do
Débito.
 Histórico – Relata o fato acontecido em relação ao  Creditar uma conta é registrar um valor na coluna do
patrimônio. Crédito.
 Saldo – É a diferença existente entre o débito e o Exemplo:
crédito de uma Conta. Caixa Capital Social
D C D C
200 200

Apostila 02 CLÁUDIO
–1–
ALVES
CONTABILIDADE GERAL
receitas auferidas pela entidade for maior que o total de
despesas. Será prejuízo, caso a despesas ultrapassarem as
A conta Caixa está debitada por $ 200,00 e a conta Capital receitas.
Social está creditada por $ 200,00. Ex: Receitas 16.000
Despesas 9.000
CAIXA Lucro 7.000
Data
Operações D C D/C Saldo (–)
20.07.20X4 a Capital 200 D 200
Receitas 23.000
Despesas 27.000
Prejuízo (4.000)
CAPITAL
Data  RECEITA – Ingresso de valores no Patrimônio.
Operações D C D/C Saldo  É uma origem de recursos.
20.07.20X4 de caixa 200 C 200  É creditada.
 Sua contrapartida contribui para o aumento do Ativo
(Receita à vista aumenta o Caixa, Receita a prazo
 Saldo aumenta Duplicatas a Receber), e ainda, sua
CONTA contrapartida poderá contribuir para a redução do
passivo.
Débito Crédito  Aumenta o Patrimônio Líquido.
As Receitas decorrem da venda de bens ou da prestação
de serviços. Há menos contas de receitas que de despesas;
vejamos as mais comuns:
 Aluguéis Ativos
 Débitos > Créditos = Saldo Devedor.  Descontos Obtidos
 Juros Ativos
 Créditos > Débitos = Saldo Credor  Vendas de Mercadorias
 Débitos = Créditos = Saldo Nulo  Receita de Serviços
 Comissões Ativas

 Contas Sintéticas e Analíticas  DESPESA – Saída de valores do Patrimônio.


 É uma aplicação de recursos.
As Contas sintéticas ou de 1º Grau – São as contas  Sua contrapartida contribui para diminuir o Ativo
principais do plano de contas. (quando consumida e paga).
As Contas Analíticas ou de 2º Grau – São as contas  Sua contrapartida contribui para o aumento do Passivo
auxiliares das contas sintéticas. Individualizam os registros. (quando consumida e não paga). O mesmo que
apropriada.
CONTA SINTÉTICA CONTA ANALÍTICA
As Despesas caracterizam-se pelo consumo de bens e
BANCO CONTA MOVIMENTO Banco Bradesco pela utilização de serviços, com o objetivo de obter receitas.
Banco do Brasil Como exemplo, podemos citar a energia elétrica consumida, o
Banco Real material de expediente, os salários pagos, etc. Vejamos
algumas contas que representam despesas:
DUPLICATAS A PAGAR Petrobrás  Água e Esgotos
(Fornecedores) XEROX do Brasil S.A  Aluguéis Passivos
White Martins.  Descontos Concedidos
 Despesas Bancárias
DUPLICATAS A RECEBER Coca-cola  Fretes e Carretos
(Clientes) Rede Globo  Impostos
Curso Fulano de Tal  Material de Expediente
 Juros Passivos
ESTOQUES Produtos Acabados  Luz e Telefone
Produtos Elaboração  Material de Limpeza
Mercadorias  Prêmio de Seguros
Matéria Prima  Café e Lanches

 Contas de Resultado  IMPORTANTE

O resultado (ou rédito) de uma entidade, num determinado Há casos em que uma mesma conta de resultado poderá
período, poderá ser lucro ou prejuízo. Será lucro, se o total de representar tanto uma receita como uma despesa. É o caso das
Apostila 02 CLÁUDIO
–2–
ALVES
CONTABILIDADE GERAL
contas Aluguéis, Juros e Descontos, por exemplo. Nesses  Ações em Tesouraria
casos, a classificação da conta como receita ou despesa deve  Dividendos antecipados
ser feita observando-se o adjetivo que segue na denominação
da conta. OBSERVAÇÃO: Mais adiante, em nosso curso, veremos
 Os adjetivos: Ativos, Recebidos ou Auferidos detalhadamente as mais importantes, dentre essas contas
representam idéia positiva, de aumento do patrimônio. Nestes retificadoras, bem como suas respectivas aplicações. A
casos, a idéia é de receita. disposição das contas acima já está de acordo com a Lei
11.941/09 que alterou a estrutura dos grupos do Balanço
 Os adjetivos: Passivos, Pagos ou Concedidos Patrimonial, cujas modificações serão abordadas ainda nesta
representam idéia negativa, de diminuição patrimonial. Nestes apostila.
casos, a idéia de despesas.
 Saldos das Contas
Dentro desse contexto, podemos interpretar algumas
contas da seguinte forma:
DÉBITO CRÉDITO SALDO
ATIVO AUMENTA DIMINUI DEVEDOR
 Aluguéis Passivos é conta de despesa
PASSIVO DIMINUI AUMENTA CREDOR
 Aluguéis Ativos é de receita P.L. DIMINUI AUMENTA CREDOR
 Juros Ativos é receita DESPESA AUMENTA DIMINUI DEVEDOR
 Juros Passivos é despesa RECEITA DIMINUI AUMENTA CREDOR
 Descontos Concedidos é despesa RETIFICADORAS DO ATIVO DIMINUI AUMENTA CREDOR
 Descontos Obtidos é receita RETIFICAD. DO PASSIVO AUMENTA DIMINUI DEVEDOR
 Descontos Ativos é receita
 Descontos Passivos é despesa
 Juros Ativos é receita
 Juros Passivos é despesa  Plano de Contas
 Juros Pagos é despesa
 Juros Recebidos é receita É um conjunto composto pela relação ordenada e
codificada das contas utilizadas pela entidade, bem como de
 Contas Retificadoras todas as normas e procedimentos adotados pelo seu sistema
contábil, objetivando servir como meio de padronização, a fim
Também chamadas de contas redutoras, são aquelas de facilitar à análise e elaboração dos registros e
que, embora apareçam num determinado grupo patrimonial demonstrações contábeis.
(Ativo ou Passivo), têm saldo contrário em relação às Cada empresa deverá elaborar o seu próprio plano de
demais contas desse grupo. Desse modo, uma conta contas, de acordo com o seu porte, ramo de atividades e
retificadora do Ativo terá natureza credora, bem como uma quaisquer outros fatores que determinem características
conta retificadora do Passivo terá natureza devedora. As peculiares relacionadas com seus controles internos e sistemas
contas retificadoras reduzem o saldo total do grupo em que contábeis.
aparecem. Basicamente, o que irá determinar uma maior ou
menor quantidade de informações contidas num plano de
Vejamos as contas retificadoras mais comuns em cada grupo, e contas é o grau de exigência de seus usuários, o qual está
subgrupo: diretamente vinculado à complexidade das operações
realizadas pela empresa.
No Ativo Circulante:
O Plano de Contas não deve ser rígido e inflexível, ele
 Duplicatas Descontadas (Conta de Passivo – CPC) deve ser organizado, permitindo que seja possível fazer tantas
 Provisão para Devedores Duvidosos alterações quantas sejam necessárias e será elaborado de
 Provisões para Ajustes de Custos ao Valor de acordo com a estrutura e tamanho da empresa, obedecendo o
Mercado que determina a Lei nº 6.404, de 15 de dezembro de 1976,
quanto ao agrupamento das contas.
No Ativo Não-Circulante
 Provisão para Perdas Prováveis na Realização de  Composição do Plano de Contas
Investimentos
 Depreciação Acumulada  Elenco de Contas - É a estrutura do plano de contas.
 Exaustão Acumulada Compreende a relação ordenada e codificada de todas as
 Amortização Acumulada contas utilizadas pela entidade. No caso das empresas, a
ordenação do plano de contas deve ser de acordo com o
No Passivo Circulante e Não-Circulante disposto na Lei 6.404/76 e suas alterações. No caso de
 Encargos financeiros a transcorrer entidades ligadas a setores da economia de relevante controle
 Custos de Exercícios futuros governamental, tais como órgãos públicos, instituições
financeiras e seguradoras, o plano de contas é padronizado
No Patrimônio Liquido (PL) pelos respectivos órgãos de fiscalização.
 Capital a Realizar ou a Integralizar
 Prejuízos Acumulados
Apostila 02 CLÁUDIO
–3–
ALVES
CONTABILIDADE GERAL
 Manual de Contas - Sua função é explicar o uso Este grupo é composto pelo ativo realizável a longo prazo,
correto de cada conta componente do plano de contas, investimentos, imobilizado e intangível.
definindo os seguintes elementos:
 Função: Razão da sua existência
 Funcionamento: Quando a conta será debitada e  Ativo Realizável a Longo Prazo
quando será creditada Neste subgrupo você encontra classificadas todas as
 Natureza: Devedora ou Credora contas que representam bens e direitos cujos vencimentos
ocorram após o término do exercício social subseqüente. Por
 Lançamento Explicativo - Usado para registro de exemplo, os Títulos a Receber (Duplicatas, Promissórias, etc.).
acontecimento que raramente ocorre na empresa.
 Contas de Compensação - São contas utilizadas para  Investimentos
registro de acontecimentos que não afetam o patrimônio da empresa. Corresponde às participações permanentes em outras
Ex. Seguros Contratados. sociedades e os direitos de qualquer natureza, não
classificáveis no ativo circulante, e que não se destinem à
 manutenção da atividade da companhia ou da empresa.
Algarismo Contas
1 Contas do Ativo
 Imobilizado
2 Contas do Passivo
São os bens corpóreos destinados à manutenção das
3 Contas de Despesas
atividades da companhia ou da empresa ou exercícios com
4 Contas de Receitas essa finalidade, inclusive os decorrentes de operações que
5 Contas de Custos, Deduções e Prej. Bruto
transfiram à companhia os benefícios, riscos e controle desses
6 Contas de Receita Bruta, Deduções e LB
bens.
7 Contas de Apuração do Resultado  Intangível
Agrupamento de Contas Os direitos que tenham por objeto bens incorpóreos
destinados à manutenção da companhia ou exercício com essa
 Códigos de Contas – É o número que você encontra à finalidade, inclusive o fundo de comércio adquirido.
esquerda de cada conta e serve para facilitar o seu manuseio.
Note que os códigos das contas começam com os seguintes
algarismos:  Passivo
No passivo você encontra as contas que representam as
Obrigações e Patrimônio Líquido, devidamente classificados em
 Disposição das Contas no Balanço Patrimonial (nova três grupos:
redação dada pela Lei 11.941/09:
2.1. Passivo Circulante
 Ativo: Neste grupo você encontra classificadas as contas que
representam as Obrigações da empresa que vencem até o
No Ativo você encontra todas as contas que representam curso do exercício seguinte.
os Bens e os Direitos, devidamente classificados em dois
grupos: 2.2. Passivo Não-Circulante
Neste grupo você encontra classificadas as contas que
1.1. Ativo Circulante representam Obrigações da empresa que têm vencimentos
1.2. Ativo Não-Circulante após o término do exercício seguinte.

23. Patrimônio Líquido


Neste grupo você encontra as contas que representam o
A ordem de disposição, segundo a legislação vigente, é a
Patrimônio Líquido:
ordem decrescente do grau de liquidez dos elementos nelas
Capital Social
registrados.
Reservas de Capital
Ajuste de Avaliação Patrimonial
1.1. Ativo Circulante
Reservas de Lucros
( - ) Ações em tesouraria
Neste grupo você encontra todas as contas que
Prejuízos Acumulados
representam os Bens e os Direitos que, devido a sua finalidade,
e em sua maioria, estão em constante circulação.
OBS: As contas deste grupo representam os capitais
Correspondem aos recursos aplicados em elementos que estão
próprios.
em franco movimento, como, por exemplo, a conta Caixa, que a
todo instante está sendo movimentada (entra e sai dinheiro); o
 Contas Extra-patrimoniais ou de Compensação
mesmo ocorre com as contas de Estoque, Banco Conta
Movimento, etc.
A Lei 6.404/76, e suas alterações, não contemplam essas
contas, porém dispõe que os ônus reais constituídos sobre
1.2. Ativo Não-Circulante
elementos do Ativo, as garantias prestadas a terceiros e outras

Apostila 02 CLÁUDIO
–4–
ALVES
CONTABILIDADE GERAL
responsabilidades eventuais ou contingentes sejam indicados, tornar conhecida no mercado; pagamento de despesas com
na apresentação do Balanço, em Notas Explicativas. lanches e refeições, transporte etc. Enfim, todos os gastos que
O Conselho Federal de Contabilidade aprovou Norma ocorrem no período pré-operacional, e que se referem a
Brasileira de Contabilidade NBC T 2.5, através da Resolução despesas, devem ser consideradas como Despesas de
CFC 612, de 17.12.1985, que torna obrigatória a escrituração Constituição (Despesas pré-operacionais).
das Contas de Compensação. Convém salientar novamente que, nessa fase de
A finalidade dessas contas é controlar os atos constituição da empresa, os gastos relacionados com a
administrativos relevantes que possam afetar futuramente a aquisição de bens de uso (móveis e utensílios, veículos,
Situação Patrimonial da empresa. computadores, etc.) ou bens de troca como é o caso das
Quando, por exemplo, a empresa assina contrato com uma mercadorias para revenda, não se enquadram como Despesa
companhia seguradora, o valor segurado deve ser registrado de Constituição, devendo ser registrados em contas
através das Contas de Compensação. apropriadas.
Antes do advento da Medida Provisória 449, de 3 de
dezembro de 2008, que complementou as alterações
 Observação Importante: promovidas na Lei das sociedades por ações pela Lei
11.638, de 28/12/2007, esses gastos eram tratados como
Na fase de constituição da empresa, uma série de gastos bens imateriais, sendo contabilizados em conta integrante
são necessários visando a sua organização. do Ativo Diferido. Tendo em vista a extinção desse grupo pela
Esses gastos são realizados pelo Titular (empresa Medida Provisória citada, no processo de internacionalização
individual) ou pelos sócios (empresa societária) e representam da contabilidade brasileira, a partir de 1º. /12/2009 o tratamento
não só Despesas como também aquisições de Estoques e desses gastos mudou. Agora, todos os gastos que o
Bens de Uso, e são indispensáveis tanto para que a empresa proprietário ou os sócios realizam no período pré-operacional,
adquira personalidade jurídica quanto para estruturá-la visando a constituição da empresa, e que correspondam a
adequadamente, preparando-a para o início das suas despesas ou gastos de organização, devem ser contabilizados
atividades operacionais. como despesas, exceto aqueles que possam ser incorporados
Portanto os Estoques e bens de uso devem ser aos bens de uso, como é o caso dos gastos com treinamento
contabilizados normalmente em contas que representam bens do pessoal que irá colocar máquinas e equipamentos em
materiais. funcionamento, os quais devem ser incorporados ao custo das
Dessa forma, podemos separar as despesas da fase de respectivas máquinas e equipamentos.
constituição das empresas em dois grupos: Despesas de
Legalização e Despesas Pré-Operacionais, embora ambas  Plano de Contas
possam ser contabilizadas em uma só conta e ocorram antes
mesmo de a empresa iniciar suas atividades operacionais.  Contas Patrimoniais
As Despesas de Legalização compreendem aquelas 1 – Ativo
necessárias para que a empresa adquira personalidade jurídica 1.1. Ativo Circulante
e possa operar. São normalmente gastos de pequena monta
envolvendo o pagamento de taxas para registro da empresa 1.1.1 Caixa
nos órgãos públicos competentes; aquisição de formulários, 1.1.2 Banco Conta Movimento
livros contábeis e fiscais; confecção de talonários de 1.1.3 Aplicações Financeiras
documentos fiscais e de outros documentos, requeridos 1.1.4 Clientes
conforme o porte ou ramo de atividade a ser explorado pela 1.1.5 Duplicatas a Receber
empresa. As despesas de legalização abrangem também 1.1.6 ( - ) Provisão para Crédito de Liquid. Duvidosa
pagamento de honorários e contadores, advogados e 1.1.7 Promissórias a Receber
despachantes. 1.1.8 Promissória a receber
Quando a empresa estiver devidamente constituída e 1.1.9 Ações de outras empresas
legalizada perante os órgãos públicos, há um período, 1.1.10 Estoque de Mercadorias
denominado período pré-operacional, durante o qual o Titular 1.1.11 Estoque de Material de Expediente
ou os sócios irão estruturar a empresa, preparando-a para 1.1.12 Juros Passivos a Vencer
entrar em atividade. 1.1.13 Prêmio de Seguros a Vencer
O período pré-operacional varia conforme o ramo de
atividade e o porte da empresa. Nas empresas comerciais, 1.2. Ativo Não-Circulante
abrange desde a fase da constituição do Capital até o momento
em que a empresa abre as portas para iniciar suas vendas de 1.2.1 Ativo Realizável a Longo Prazo
mercadorias aos clientes. Nesse intervalo de tempo, muitos 1.2.1.1 Duplicatas a Receber
gastos são efetuados com a compra de mercadorias, Móveis e 1.2.1.2 Promissórias a Receber
Utensílios, e com o pagamento de inúmeras despesas, tais
como: reformas do imóvel para melhor adequá-lo às 1.2.2 Investimentos
necessidades do negócio (pagamentos a construtores, 1.2.2.1 Participações em Outras Empresas
engenheiros, pedreiros, carpinteiros, marceneiros, pintores, 1.2.2.2 Imóveis de Renda
encanadores, decoradores e referentes a compra de materiais
necessários à realização dessas reformas); gastos com 1.2.3 Imobilizado
propaganda e publicidade, pois a nova empresa precisa se 1.2.3.1 Computadores
Apostila 02 CLÁUDIO
–5–
ALVES
CONTABILIDADE GERAL
1.2.3.2 Imóveis 3.1.6 Contribuições de Previdência
1.2.3.3 Instalações 3.1.7 Depreciação
1.2.3.4 Móveis e Utensílios 3.1.8 Descontos concedidos
1.2.3.5 Veículos 3.1.9 Despesas Bancárias
1.2.3.6 ( - ) Depreciação Acumulada 3.1.10 Despesas com Créditos de Liquidação Duvidosa
3.1.11 Encargos Sociais
1.2.4 Intangível 3.1.12 FGTS
1.2.4.1 Fundo de Comércio 3.1.13 Fretes e Carretos
1.2.4.2 Marcas e Patentes 3.1.14 Impostos e Taxas
1.2.4.3 Despesas de Organização 3.1.15 Juros Passivos
1.2.42 ( - ) Amortização Acumulada 3.1.16 Luz e Telefone
3.1.17 Material de Expediente
2 – Passivo 3.1.18 Prêmio de Seguros
2.1. Passivo Circulante 3.1.19 Salários
2.1.1 Fornecedores 3.1.20 Despesas Eventuais
2.1.2 Duplicatas a Pagar
2.1.3 Promissórias a Pagar 3.2. Outras Despesas
2.1.4 COFINS a Recolher 31.1 Perdas em Transanções do Ativo Imobilizado
2.1.5 ICMS a Recolher 4 - Receitas
2.1.6 PIS s/ Faturamento a Recolher 4.1. Receitas Operacionais
2.1.7 Contribuições de Previdência a Recolher 40.1 Aluguéis Ativos
2.1.8 FGTS a Recolher 40.2 Descontos Obtidos
2.1.9 Salários a Pagar 40.3 Juros Ativos
2.1.10 Dividendos a Pagar 40.4 Receitas Eventuais
2.1.11 Impostos e Taxas a Recolher
2.1.12 Provisão p/ Contribuição Social
2.1.13 Provisão p/ Imposto de Renda 4.2. Outras Receitas
41.1 Ganhos em Transanções do Ativo Imobilizado
2.2. Passivo Não-Circulante
2.2.1 Duplicatas a Pagar 5 – Custos, Deduções e Prejuízo Bruto
2.2.2 Promissória a Pagar 5.1 . Custos das Compras
5.1.1 Compras de Mercadorias
5.1.2 Fretes e Seguros sobre Compras
2.3. Patrimônio Líquido
2.3.1 Capital Social 5.2. Deduções e Abatimentos das Vendas
2.3.2 ( - ) Capital a Realizar ou a Integralizar 5.2.1 Vendas Anuladas
2.3.3 Reservas de Capital 5.2.2 Descontos Incondicionias Concedidos
2.3.4 Ajuste de Avaliação Patrimonial 5.2.3 ICMS sobre Vendas
2.3.5 reservas de Lucros 5.2.4 ISS
2.3.6 ( - ) Ações em Tesouraria 5.2.5 PIS sobre o Faturamento
2.3.6 ( - ) Prejuízos Acumulados 5.2.6 COFINS

 Contas Extra-patrimoniais 5.3. Prejuízo Bruto


5.3.1 Prejuízo sobre Vendas
Compensação do Ativo
Seguros Contratados 6 – Receita Bruta, Deduções e Lucro Bruto
Títulos em Cobrança 6.1. Receita Bruta
6.1.1 Vendas de Mercadorias
6.1.2 Receitas de Serviços
Compensação do Passivo
Contratos de Seguros 6.2. Deduções e Abatimentos das Compras
Endossos para Cobrança 6.2.1 Compras Anuladas
6.2.2 Descontos Incondicionais Obtidos
 Contas de Resultado
6.3 . Lucro Bruto
3 – Despesas 6.3.1 Lucro sobre Vendas
3.1. Despesas Operacionais
3.1.1 Água e Esgoto 7 – Contas de Apuração do Resultado
3.1.2 Aluguéis Passivos
3.1.3 Amortização 7.1. Resultado Bruto
3.1.4 Café e Lanches 7.1.1 Custo das Mercadorias Vendidas (CMV)
3.1.5 Combustíveis 7.1.2 Custo dos Serviços Prestados (CSP)

Apostila 02 CLÁUDIO
–6–
ALVES
CONTABILIDADE GERAL
7.1.3 Resultado da Conta Mercadoria (RCM) b) Exercício Social
c) Exercício Físico
d) Exercício Monetário
7.2. Resultado Líquido
7.2.1 Resultado da Correção Monetária 6. Dentre as contas abaixo, indique qual é a conta patrimonial
7.2.2 Resultado do Exercício (RE) de saldo devedor:

a) Descontos Concedidos
b) Receita de Juros
c) Fornecedores
d) Clientes

 EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO.
7. Qual das contas abaixo é classificada no Ativo Não
1. Indique dentre os grupos abaixo, aquele que pertence ao Circulante Imobilizado:
Passivo-Exigível:
a) Veículo para venda
a) Permanente b) Veículo para uso
b) Realizável a Longo Prazo c) Veículo para revenda
c) Circulante d) Veículo para troca
d) Reservas
8. As obrigações cujos vencimentos ocorram no curso do
2. Marque “F” para Falso e “V” para verdadeiro: exercício seguinte:

( ) Plano de Contas é o agrupamento ordenado de todas a) Passivo Circulante


as contas que são utilizadas pela contabilidade dentro de b) Passivo Exigível a Longo Prazo
determinada empresa. c) Resultado de Exercícios Futuros
d) Patrimônio Líquido
( ) Um bom plano de contas serve para qualquer uma
empresa.
9. As contas que representam Bens ou Direitos aplicados na
( ) Cada empresa, de acordo com sua atividade e seu empresa de maneira permanente:
tamanho, deve ter seu próprio Plano de Contas.
a) Ativo Circulante
( ) Um Plano de Contas deve registrar as contas que b) Ativo Realizável a Longo Prazo
serão movimentadas pela contabilidade em decorrência c) Ativo Imobilizado
das operações da empresa. d) Patrimônio Líquido

3. Quando uma empresa efetua vendas a prazo, esse


procedimento dá origem a uma conta a receber no futuro 10. Indique a natureza das contas, colocando as seguintes
cujo valor a receber é conhecido como: letras de referência: D – devedora; C – credora.

a) Caixa ( ) Caixa ( ) Bco conta movimento


b) Clientes ( ) Estoque de Mercadorias ( ) Fundo de Comércio
c) Capital ( ) Fornecedores ( ) Duplicatas a Receber
d) Fornecedores ( ) Salários ( ) Capital
( ) Salários a Pagar ( ) Juros passivos
( ) Veículos ( ) Impostos
4. No Ativo encontramos contas que representam que ( ) Receitas de Serviços ( ) Impostos a pagar
espécie de elementos? ( ) Vendas ( ) Móveis e utensílios
( ) Fretes e carretos ( ) Prêmio de seg. a vencer
a) Obrigações
b) Bens e Direitos
c) Reservas  EXERCÍCIOS MODELO DE PROVA.
d) Contingências
11. (EAGS – 2005 - Adaptada) Ante o balanço da empresa
5. Compreende períodos de igual duração em que a empresa Especialistas S.A., apresentado em 31/12/XX05, por
opera: ocasião do encerramento do exercício, aponte a alternativa
correta:
a) Exercício Fiscal

Apostila 02 CLÁUDIO
–7–
ALVES
CONTABILIDADE GERAL
BALANÇO PATRIMONIAL
ATIVO (R$ 1.000,00) PASSIVO (R$ 1.000,00) c) CAIXA
Data operação débito crédito D/C saldo
Caixa ................... 5000 Dupl. a pagar ................ 300 08/09 de Móveis e 2.350,00 C 2.350,00
Utensílios
Estoque ............... 3000 Salários a pagar ........... 700
Veículo ................ 1000 Impostos a pagar ......... 250 MÓVEIS E UTENSÍLIOS
Data operação débito crédito D/C saldo
Dep. Acum .......... 250 Capital ........................ 7000
08/09 a Caixa 2.350,00 D 2.350,00
Invest. Perm. ...... 2500 Lucros/Prej. Acum. ...... ?
Móveis e Utens. 120
d) MÓVEIS E UTENSÍLIOS
Data operação débito crédito D/C saldo
08/09 a Caixa 2.350,00 C 2.350,00
a) A firma obteve um prejuízo de cerca de
R$3.620.000,00. 15. (EAGS – 2013)
b) A Situação Líquida, com o prejuízo, tornou-se
deficitária.
c) O Ativo Não Circulante Imobilizado corresponde a
R$3.370.000,00.
d) Os Capitais de Terceiros são superiores ao Capital
Próprio.

12. (EAGS - 2005) Assinale a alternativa que corresponde a


uma conta de natureza devedora:
a) Provisão para perdas
b) Ações em Tesouraria
c) Amortização Acumulada
d) Receitas Antecipadas

13. (EAGS - 2005) Classificam-se no Ativo Circulante


Disponível:
a) Somente as contas de natureza credora.
b) As aplicações de Liquidez Imediata.
c) Todas as contas de natureza devedora.
d) Os bens, Direitos e as Obrigações.

14. (EAGS – 2004) Como deverá ser a transcrição correta, do 16. (EAGS – 2002) Assinale a alternativa em que se
livro Diário para o Razão, da operação abaixo detalhada? encontram somente as contas de despesas:

Guaratinguetá, 08 de setembro de 2003. a) Juros ativos, aluguéis passivos, água e esgotos.


Móveis e utensílios b) Café e lanches, contribuição de previdência, luz.
a Caixa c) Material de expediente, juros passivos, vendas.
N/ Compra, à vista, de Douglas S/A, conf. Nota Fiscal d) Receita de Serviços, material de expediente, salários.
Nº 1234 ......................................................... 2.350,00
17. EAGS – 2002) Quantos gráficos em T deveremos utilizar
para ter o controle da movimentação das contas?
a) CAIXA
Data operação débito crédito D/C saldo a) Tantos quanto forem as contas de despesas.
08/09 a Caixa 2.350,00 D 2.350,00 b) Tantos quanto forem as contas de receitas.
c) Tantos quanto forem as contas existentes na
MÓVEIS E UTENSÍLIOS escrituração do diário.
Data operação débito crédito D/C saldo d) Tantos quanto forem as contas existentes na
08/09 de Móveis e 2.350,00 D 2.350,00 escrituração do razão.
Utensílios
18. (EAGS - 2002) Coloque V para as alternativas verdadeiras
e F para as alternativas falsas.
b) CAIXA
Data operação débito crédito D/C saldo ( ) As receitas decorrem do consumo de bens e a
08/09 a Móveis e 2.350,00 D 2.350,00 prestação de serviços.
Utensílios
Apostila 02 CLÁUDIO
–8–
ALVES
CONTABILIDADE GERAL
( ) As despesas decorrem do consumo de bens e a c) Os elementos do ativo são ordenados segundo o seu
utilização de serviços. grau crescente de exigibilidade.
( ) As contas patrimoniais representam os bens, os direi- d) Não há necessidade de ordenação nas contas do
tos, as obrigações e o patrimônio líquido. Ativo e do Passivo, deve-se evitar apenas a
( ) A conta juros passivos significa conta de receita. mesclagem dos seus subgrupos de contas.

a) V–V–V–F 23. (EAGS – 2005) Os direitos realizáveis no curso do


b) F–V–V–V exercício social subseqüente, de acordo com o texto da Lei
c) F–F–V–F 6.404/76, são:
d) F–V–V–F
a) Ativo Circulante
b) Ativo Permanente
c) Ativo Realizável a Longo Prazo
d) Passivo Exigível
19. (EAGS - 2002) As contas de resultado aparecem durante o
exercício social de uma empresa, dividindo-se em duas. 24. (EAGS – 2005) Ao realizar uma licitação pública, a
Podemos citar como exemplos de contas de receita: comissão de Licitações da EEAR analisou as contas do
Balanço Patrimonial da empresa NBA. Com fulcro nos
a) Aluguéis ativos, descontos obtidos, juros ativos. dados retirados do balanço, assinale a opção que informa o
b) Água e esgoto, aluguéis passivos, contribuição valor da liquidez corrente (LC) encontrado pela Comissão:
previdenciária.
c) Aluguéis passivos, descontos obtidos, vendas. Veículos R$6.500,00 Capital R$7.900,00
d) Vendas, receitas de serviços, juros passivos. Realiz. a LP R$3.000,00 Fornec. R$2.700,00
Caixa R$4.500,00 Impostos R$2.300,00
Móveis R$2.900,00 Reservas R$7.000,00
20. (EAGS – 2004) Observando-se o gráfico representativo do Estoque R$3.000,00
Balanço Patrimonial, podemos afirmar que o Capital
Nominal da Empresa é no valor de: Total R$19.900,00 Total R$19.900,00

BALANÇO PATRIMONIAL
ATIVO PASSIVO ATIVO CIRCULANTE
Caixa ........................ 10.000 Duplicatas a pagar ... 1.000 L C = ---------------------------------------
PASSIVO CIRCULANTE
Estoques ................... 2.000 Promissórias a pagar .. 500

Duplicata a receber ........ 500 Capital ..................... 2.000 a) 1,5


b) 1
Total .......................... 3.500 Total ....................... 3.500
c) 4
d) 0,57
a) R$ 3.500,00
b) R$ 3.000,00
c) R$ 500,00
d) R$ 2.000,00 25. (EAGS - 2007) As contas do Passivo Circulante devem ser
escrituradas segundo ordem ____________ de _________.

a) Crescente - liquidez
21. (EAGS – 2004) Dentro do Plano de Contas Patrimoniais, a
b) Decrescente - liquidez
conta ICMS a recuperar deverá constar do:
c) Crescente – grau de exigibilidade
d) Decrescente – grau de exigibilidade
a) Ativo Realizável a Longo Prazo.
b) Passivo Circulante.
c) Ativo Permanente.
d) Ativo Circulante. 26. (EAGS – 1/2009) As contas de ____________ que, no final
do exercício social, apresentarem seus saldos
__________, para terem esses saldos transferidos para a
Conta Resultado do Exercício, visando à apuração do
22. (EAGS – 2005) Face às definições da Lei 6.404/76,
resultado, serão ________________ no livro diário.
assinale a alternativa correta:
a) Resultado – credores – creditadas
a) Os elementos do ativo são ordenados segundo o seu
b) Despesas – devedores – creditadas
grau decrescente de liquidez.
c) Receitas – devedores - creditadas
b) Os elementos do ativo são ordenados segundo o seu
d) Despesas – credores - creditadas.
grau crescente de exigibilidade.

Apostila 02 CLÁUDIO
–9–
ALVES
CONTABILIDADE GERAL
27. (EAGS – 1/2009) Relacione a coluna da direita com a da
esquerda e assinale a alternativa com sequência correta: 33. (EAGS – 1 / 2 2011) A Conta Provisão para Crédito de
Liquidação Duvidosa é:
A – Ativo Circulante ( ) fornecedores
B – Ativo Imobilizado ( ) caixa a) De receita.
C – Passivo Circulante ( ) imóveis b) De despesa.
D – Patrimônio Líquido ( ) capital c) Patrimonial, retificadora do Ativo Circulante.
a) C. A. B. D. d) Patrimonial, retificadora do Passivo Circulante.
b) B, C, A, D.
c) A, B, C, D. 34. (Adaptada) Os bens de propriedade de terceiros que se
d) C, B, A, D. encontram em poder da empresa; os bens da empresa que
se encontram em poder de terceiros; consumo de bens ou
serviços, pagos ou não; são respectivamente:

a) Ativos; Passivos e PL.


28. (EAGS – 1/2008) Assinale a alternativa que contém b) Direitos, obrigações e PL.
somente despesas registradas pela Contabilidade, por c) Obrigações, direitos e despesas.
meio das contas de resultado: d) Direitos, obrigações e despesas.
a) Descontos obtidos, salários, impostos.
b) Descontos concedidos, salários, impostos. 35. (Adaptada) Numere as colunas:
c) Descontos obtidos, juros ativos, vendas de ( 1 ) Ativo
mercadorias. ( 2 ) Passivo
d) Descontos concedidos, juros ativos, vendas de ( 3 ) Patrimônio Líquido
mercadorias. ( 4 ) Conta
( 5 ) Plano de contas
( 6 ) Saldo
29. (EAGS – 2/2010) Os atos administrativos relevantes
deverão ser registrados pela contabilidade, por meio de: ( ) Representa as obrigações que a empresa tem junto
aos seus proprietários. É também denominado capital
a) Contas de Compensação. próprio.
b) Notas Explicativas.
c) Contas de resultado. ( ) É formado pelas obrigações da empresa, ou seja, as
d) Contas patrimoniais. dívidas com terceiros. É também denominado capital de
terceiros.

30. (Adaptada) A liquidação de uma dívida é uma operação ( ) É o conjunto de bens e direitos da empresa. No
que: Balanço Patrimonial os elementos que o compõem
encontram-se discriminados do lado esquerdo.
a) Diminui o Passivo e o PL e aumenta o Ativo.
b) Diminui o Ativo e o Passivo. ( ) É um elenco de todas as contas que se prevê sejam
c) Aumenta o Ativo e diminui o Passivo. necessárias aos registros contábeis de uma entidade.
d) Diminui o Ativo e o Passivo e aumenta o PL.
( ) É a diferença entre o total de débitos e o total de
créditos feitos em uma conta, em um determinado período.
31. (EAGS – 2/2010) o Título de crédito que pode ser emitido
pelas empresas sempre que efetuarem vendas a prazo, e ( ) É o registro de débitos e créditos da mesma natureza,
pode ter sua propriedade transferida para terceiros identificados por um título que qualifica um componente do
mediante endosso do emitente, denomina-se: patrimônio ou um a variação patrimonial.

a) Recibo. a) 3–2–1–5 -4–6


b) Duplicata. b) 5–2–1–3–4–6
c) Nota Fiscal. c) 3–2–1–5–6–4
d) Nota Promissória. d) 6–2–1–5–3–4

32. (Adaptada) Assinale a alternativa que mostra uma conta de 36. (Adaptada) Assinale a alternativa incorreta:
1º grau:
a) As contas de despesa são sempre debitadas, pois
a) 1.1 Circulante representam redução do patrimônio líquido.
b) 1.1.1 Disponibilidades b) As contas de receita são sempre creditadas, pois
c) 1.1.1.1 Caixa geral correspondem a aumento do Ativo.
d) 1.1.1.1.1 Caixa da matriz

Apostila 02 CLÁUDIO
– 10 –
ALVES
CONTABILIDADE GERAL
c) As contas patrimoniais são as que representam os b) Os aumentos são registrados por débitos e as
elementos ativos e passivos (bens, direitos, obrigações diminuições por créditos.
e situação líquida) que compõem o complexo c) Os prejuízos são registrados por créditos e os lucros
patrimonial. por débitos.
d) As contas de resultado são as que registram as d) Tudo que “entra” debita, tudo que “sai” credita.
variações patrimoniais (despesas e receitas) e
demonstram o resultado do exercício.

37. (Adaptada) Marque “V” para verdadeiro e “F” para falso. 40. (Adaptada) A diferença entre as despesas e as receitas
( ) Contas Retificadoras são contas que aparecem no (lucro ou prejuízo) completará a equação patrimonial, da
patrimônio (Balanço Patrimonial) no lado contrário a seguinte forma:
natureza de seu saldo: Se o lado é credor, Passivo, a conta
tem natureza devedora, e vice-versa. a) Na coluna do Ativo indicando lucro.
b) Na coluna do Passivo, indicando Prejuízo.
( ) Contas extra-patrimoniais é o mesmo que contas de c) Na coluna do Passivo (no grupo do PL) indicando
compensação. aumento ou diminuição do Capital Próprio.
d) Como conta retificadora de PL.
( ) Normalmente, na formação do patrimônio, as contas
de Ativo surgem a débito, como contra-partidas de créditos 41. (Adaptada) Quando a soma dos bens e direitos for igual ao
em contas de PL e Passivo. total das obrigações dizemos que a situação líquida é:
( ) As contas de Resultado (despesas e receitas) não a) Positiva.
aparecem no balanço patrimonial e não servem para apurar b) Superavitária.
o resultado do exercício. c) Nula ou compensada.
d) Deficitária.
( ) A receita é uma origem própria de recursos e quando
do seu registro em conta específica, será sempre creditada
sendo uma aplicação (contra-partida a débito) sempre a 42. (Adaptada) A rubrica Duplicatas a receber, conforme a
conta caixa. teoria contábil, é uma conta:
( ) Ao classificar as contas nos grupos do ativo a) Diferencial.
(Circulante, e Não Circulante) considerar-se-á seu grau de b) De resultado.
exigibilidade. c) Mista.
d) Patrimonial.
a) V–V–F–F–F–F
b) V–V–V–F–V–V
c) F–F–F–F–F–F
43. (Adaptada) Toda despesa será debitada, pois:
d) V–V–V–F–F–F
a) Aumenta o passivo.
38. (Adaptada) Pertence ao conjunto de contas do passivo a b) Aumenta o ativo.
conta denominada: c) Diminui o patrimônio líquido.
d) Diminui o passivo.
( 1 ) Fornecedores
( 2 ) Obrigações Fiscais
( 3 ) Duplicatas a receber
44. (EAGS – SAD 1 / 2 2012) As contas patrimoniais dividem-
( 4 ) Títulos a pagar
se em _________________ e as contas de resultado
( 5 ) Benfeitoria em Propriedade de Terceiros
dividem-se em contas _______________ . Assinale a
alternativa que preenche corretamente as lacunas.
Estão corretas:
a) Débitos e créditos / ativas e passivas
a) 1, 2 e 5
b) Receitas e despesas / ativas e passivas
b) 1, 2 e 4
c) Bens e receitas / de débitos e de créditos
c) 1, 2 e 3
d) Ativas e passivas / de despesas e de receitas
d) 1, 2, 3 e 4
45. (Adaptada) Indique a seqüência correta, conforme a
classificação das contas em integrais ( I ) e diferenciais (D),
39. (Adaptada) O funcionamento do mecanismo do débito e do
assinalando a alternativa que corresponde à sua marcação:
crédito nas contas de Patrimônio Líquido é da seguinte
forma:
( ) Imóveis ( ) Capital
a) Os aumentos são registrados por créditos e as ( ) Impostos a pagar ( ) Lucro acumulado
diminuições por débitos. ( ) Aluguéis recebidos ( ) Lucro nas vendas
Apostila 02 CLÁUDIO
– 11 –
ALVES
CONTABILIDADE GERAL
( ) Aluguéis pagos ( ) Desc. concedidos R$245.000,00; duplicatas a receber R$95.000,00;
despesas com vendas R$165.000,00. Nessa data, o
a) I–I–I–D–D–D–I–I patrimônio líquido da empresa Qualquer e Cia era de:
b) I–D–D–D–I–I–D-D
c) I–I–D–D–I–I–D–D a) R$ 80.000,00
d) I–I–D–D–D–D–D–D b) R$ 100.000,00
c) R$ 180.000,00
46. (Adaptada) Um lançamento a débito de uma conta provoca d) R$ 240.000,00
aumento de seu saldo. A conta é classificada: 50. (Adaptada) Marque a alternativa que preenche
corretamente as lacunas:
a) No grupo do passivo ou no grupo do patrim. Líquido.
b) Como retificadora do ativo permanente. ... Trata-se do passivo propriamente dito, ou, na
c) Como retificadora do ativo ou do passivo. classificação da Lei 6.404/76, do passivo circulante,
d) No grupo do Ativo e como retific. do patrimônio Líquido. passivo exigível a longo prazo. Corresponde ao conceito de
Capital de Terceiros.
... Pode ser resumido como sendo ativo que será
47. (Adaptada) Levando-se em conta os dados abaixo, transformado em dinheiro, compreendendo basicamente os
assinale que indica, pelos números de ordem, direitos e os estoques.
exclusivamente contas que se classificam no Passivo :
1 – Adiantamento de clientes 7 – máquinas Fabris ... Parte do ativo que abrange exclusivamente o dinheiro
2 – Bancos 8 – mercadorias em espécie e outros haveres da empresa que possa ser
3 – Caixa 9 – Promissórias a pagar convertido imediatamente em dinheiro.
4 – Duplicatas a pagar 10 – Receita de
Vendas ... Parcela do Ativo que, representando inversões básicas e
5 – Edifícios em uso 11 – Salários a pagar permanentes na empresa, se compõem de elementos que
6 – Fornecedores 12 – Terrenos servem a vários ciclos operacionais e, portanto, não se
destinam à venda.
a) Exigibilidades – Disponibilidades – Realizações –
a) 1, 4, 7, 10 Imobilizações.
b) 2, 5, 8, 12 b) Exigibilidades – Realizações – Disponibilidades –
c) 1, 4, 6, 9, 11 Imobilizações.
d) 4, 7, 10, 12 c) Realizações – Disponibilidades – Exigibilidades –
Imobilizações.
d) Realizações – Imobilizações – Disponibilidades –
48. (Adaptada) Eis os componentes da empresa XYZ Ltda: Exigibilidades.
Conta Valor
Dinheiro em caixa R$10.000,00
Veículos de uso R$8.000,00  GABARITO.
Dívidas com fornecedores R$7.000,00
Títulos a receber R$12.000,00
Capital Social R$19.000,00
Bens para vender R$18.000,00 51. C 61. C 71. D 81. B 91. C
Impostos a recolher R$3.000,00 52.V F V V 62. B 72. A 82. C 92. D
Títulos a pagar R$11.000,00 53. B 63. B 73. A 83. C 93. C
Lucros Acumulados R$8.000,00 54. B 64. B 74. A 84. C 94. D
55. B 65. B 75. D 85. C 95. D
Com os dados acima, pode-se afirmar que o capital próprio 56. D 66. B 76. B 86. B 96. D
e capital alheio neste patrimônio são, respectivamente: 57. B 67. D 77. A 87. A 97. C
58. A 68. D 78. B 88. B 98. C
a) R$19.000,00 e R$21.000,00 59. C 69. A 79. A 89. A 99. C
b) R$27.000,00 e R$18.000,00 60. ** 70. D 80. B 90. C 100. B
c) R$27.000,00 e R$21.000,00
d) R$48.000,00 e R$40.000,00 ** DDCDCDCCD
DDDCDDCDD
49. (Adaptada) Em 30/12/X7, a empresa Qualquer e Cia
apresentava a seguinte situação patrimonial, conforme “Vinde a mim, todos os que estais cansados e
balancete de verificação elaborado na data: caixa
sobrecarregados, e eu vos aliviarei..” Mt 11.28
R$70.000,00; reservas R$20.000,00; duplicatas a pagar
R$45.000,00; mercadorias R$120.000,00; financiamento
R$60.000,00; capital social R$80.000,00; receita de vendas

Apostila 02 CLÁUDIO
– 12 –
ALVES
CONTABILIDADE GERAL

Apostila 02 CLÁUDIO
– 13 –
ALVES