Você está na página 1de 3

ESTUDO DIRIGIDO

DIREITO CIVIL
Professora Dulce Diniz
Respostas do Estudo Dirigido

Questão 1:
a) Os elementos acidentais, descritos no CAPÍTULO III, ART 121 a 137do CC são:
a CONDIÇÃO, o TERMO e o ENCARGO.

b) Condição (ART. 121): Vejamos o disposto no artigo 121 do CC: ‘’Considera-se


condição a cláusula que, derivando exclusivamente da vontade das partes,
subordina o efeito do negócio jurídico a evento futuro e incerto’’. Assim, a
condição é um elemento acidental caracterizado por vontade exclusiva das
partes e ser um evento futuro de realização incerta. Exemplo: Suponhamos
que um pai comprou um carro para seu filho, mas, ficou estabelecido que só
entregaria o carro para o filho, no dia em que ele passar no vestibular. Neste
caso, o pai estará torcendo para que o filho passe no vestibular e que este
seja um evento absolutamente certo, no entanto, ele não poderá ter essa
certeza. Portanto, é um evento futuro e de realização incerta. Assim,
enquanto este evento não acontecer, o jovem receberá o carro do pai, ou
seja, o negócio não gerará efeito. Alguns N.J. não admitem condição como:
casamento, reconhecimento de filiação, adoção, renúncia e aceitação da
herança, emancipação.

Termo: Assim como a condição, o termo também é caracterizado por um


evento futuro, mas, de realização certa. Exemplo: O contrato de locação
vigorará do dia 1° de janeiro de 2020 ao dia 1° de janeiro do ano seguinte.
Podemos observar que, temos dois Termos, o inicial (inclui o vencimento) e o
final, isto é, dois eventos futuros de realização certa, que irão determinar a
geração de efeitos do N.J.

Encargo ou modo (ART. 136 e ART. 137 CC): É uma obrigação que atua como
uma restrição à vantagem estabelecida numa liberalidade limitando-a.
Exemplo: um terreno foi doado para uma instituição de caridade para
construção de um asilo. A instituição já recebeu, já se tornou proprietária, no
entanto, para que essa doação se consolide é fundamental que essa
instituição cumpra um ônus (dever jurídico). Se não fizer, só ela será
prejudicada.

c) Suspensiva (ART. 125 e ART. 126 CC): A condição suspensiva diz que,
enquanto essa condição não ocorrer, não ocorrerá aquisição do direito
(expectativa de direitos). Exemplo: Retomando o exemplo do pai que compra
o carro para o filho, ele só ganhará o carro, se passar no vestibular.
Resolutiva: (ART. 127 do CC): Na condição resolutiva, enquanto não realizar a
condição, o NJ, produzirá efeitos. Exemplo: O filho terá a posse do carro, mas
terá que devolver, assim que passar no vestibular. Podemos associar a
expressão ‘’resolutiva’’ com o sentido de resolver ou desfazer.