Você está na página 1de 1

Orações subordinadas substantivas completivas

A oração subordinada substantiva desempenha funções sintáticas também exercidas por


constituintes nominais.
Ex. Eu gosto que brinquem comigo. / Eu gosto de brincadeira.
(oração subordinada substantiva) (constituinte nominal)
A oração subordinada substantiva pode ser uma oração completiva, como se observa no
exemplo:
Ex. Eu penso que os bonecos são importantes.
(oração subordinada substantiva completiva)

EXEMPLOS
Oração É introduzida pela
subordinada O Rodrigo disse que a Vanessa estava a brincar.
substantiva conjunção subordinativa
completiva “que” ou “se” A mãe perguntou se Vanessa vinha ajudar.
completiva

Função sintática desempenhada pela oração subordinada


substantiva
A oração subordinada substantiva pode desempenhar a função sintática de complemento
direto.
Função sintática EXEMPLOS
Oração Vanessa sabia que a mãe não a compreendia.
subordinada (= Vanessa sabia-o/isto)
substantiva Complemento direto
A mãe perguntou se ela a tinha ouvido.
completiva (A mãe perguntou-o/isto.)

EXERCÍCIOS

1. Assinala, entre as frases que se seguem, aquelas que incluem orações subordinadas
substantivas completivas.
a) Vanessa disse que estava a brincar calmamente.
b) Não me obrigues a limpar a louça que eu estou ocupada.
c) O boneco que eu escondi é o Ken.
d) A mãe questionou se Vanessa a estava a ouvir.
e) Rodrigo anunciou que não iria limpar a louça.
2. Completa as frases com uma oração subordinada substantiva completiva.
a) Vanessa perguntou…
b) O Rodrigo disse…
c) A mãe afirmou…
d) Durante a brincadeira, a Barbie comentou…

© Leya Educação