Você está na página 1de 7

História

Aluno(a):_______________________________________ nº____
Professor (a):____________________________ 8º Ano _______
Turno: Manhã ( ) Tarde ( ) Data:____/____/____

ATIVIDADE DIAGNÓSTICA/2020

01. (EF06HI02) Analise o texto a seguir:

E repare o leitor como a língua portuguesa é engenhosa. Um contador de histórias é


justamente o contrário do historiador, não sendo um historiador, afinal de contas,
mais do que um contador de histórias. (...)"
(ASSIS, Machado de apud CHALHOUB, S. e PEREIRA, L.A. de M. (Org.) A História Contada. Rio de Janeiro:
Nova Fronteira, 1998, p.67).

 De acordo com as novas tendências interpretativas da História, há uma diferença entre o contador de
histórias e o historiador, de acordo com a qual é correto afirmar que:

A) O historiador, tem como base documentos manuscritos e impressos.


B) O contador de história recorre à ficção e o historiador envolve-se com o mundo real.
C) A interpretação do historiador requer imaginação.
D) A interpretação do contador de história requer a pesquisa.

02. (EF06HI02) Leia o texto com atenção:

“Quando eu nasci, meu pai logo se encarregou de registrar este acontecimento. Sem perder tempo, buscou sua
máquina fotográfica, a filmadora, e cheio de emoção foi para o hospital com minha mãe, registrar tudo. Em
seguida, ligou do celular para meus avós avisando que estava tudo bem. Foi ao jornaleiro comprar o jornal do dia
e a revista da semana. Tudo isto para registrar o que se passou durante o dia e a semana do meu nascimento. Tudo
iria fazer parte do meu álbum. Já na manhã seguinte, bem cedinho, meu pai foi ao cartório registrar meu
nascimento, isto é, providenciar minha certidão de nascimento. Pronto: desde então sou um cidadão brasileiro”.

 Considerando o texto acima, podemos identificar como fontes históricas escritas:

A) máquina fotográfica, filmadora e celular.


B) jornal, revista e álbum.
C) jornal, certidão e filmadora.
D) filmadora, jornal e certidão.

3. (EF06HI03) As imagens abaixo representam vestígios históricos representativos de diferentes fases da


humanidade.
Foice de pedra polida, encontrada na Pintura rupestre do maciço de Tassili Vaso de argila do neolítico,
Espanha n’ Ajjer, na Argélia, quarto milênio encontrado na Espanha.
oronoz a.C. Museu do Homem, paris. Museu do HoMeM, pariS.
Man PiJuan Martinez/Cid.

 No entanto, todos podem ser associados com a/o:


A) glaciação
B) sedentarização
C) nomadismo
D) evangelização
04. (EF07HI14) (Supletivo 2010) Leia o poema, abaixo, sobre a conquista dos mares no início da era moderna.
Ó mar salgado, quanto do teu sal
São lágrimas de Portugal!
Por te cruzamos, quantas mães choraram,
Quantos filhos em vão rezaram!
Quantas noivas ficaram sem casar
Para que fosses nosso ó mar!
Valeu a pena?
Tudo vale a pena
Se a alma não é pequena.
Quem, quer passar além do Bojador
Tem que passar além da dor.
Deus ao mar o perigo e o abismo deu.
Mas nele é que espelhou o céu.

PESSOA, Fernando. Mar português. Rio de Janeiro: José Aguilar, 1960

 De acordo com esse poema, a expansão marítima está relacionada à:

A) aliança com as cidades italianas.


B) busca de uma rota comercial para as Índias.
C) conquista de Portugal pelos mouros.
D) descentralização do governo de Portugal.

05. (EF06HI02)

“(...) muitos dos livros de história adotam as convenções de uma periodização estabelecida no século XIX. Para
os historiadores daquela época, só era possível reconhecer ou estudar o passado através do manuseio de fontes
escritas. Por isso, a “Pré-história”, na visão destes estudiosos, se refere a toda experiência do homem anterior
ao desenvolvimento da escrita. Nesse diversificado período, podemos observar a luta travada pelos primeiros
homens em seu processo de adaptação às hostilidades impostas pela natureza. Ao longo desse processo de
dominação, também é possível ver que estes sujeitos da história não estavam somente preocupados em garantir a
sua sobrevivência. Por meio da pintura rupestre, podemos dialogar com os comportamentos, valores e crenças
que surgem nesse remoto tempo”.

 A expressão em destaque significa:


A) convenções para uma periodização estabelecida no século XIX.
B) reconhecer ou estudar o passado através do manuseio de fontes escritas.
C) experiências do homem anterior ao desenvolvimento da escrita.
D) luta dos primeiros homens contra a natureza.

06. (EF07HI06) Leia com atenção:

“Como vamos chegar à Índia/Sem o oceano enfrentar?


O que fazer com nossos medos/Se um monstro nos atacar?
Se a viagem é perigosa/ Demorada também será
O que acharemos pelo caminho/ Com certeza compensará
Há tanto pra conhecer,/ Há tanto pra explorar!
Basta os olhos abrir,/ E com o ouvido escutar”.

 Os versos acima referem-se a um período que antecede o descobrimento do Brasil e que pode ser denominado:
(A) Grandes navegações.
(B) Revolução Industrial.
(C) Revolução Francesa.
(D) Ficção Científica.
07. (EF07HI03) Quando chegaram à América, os europeus encontraram inúmeros povos que ocupavam o
continente há milhares de anos. Estes povos posteriormente foram denominados povos pré-colombianos.
Dentre os vários povos pré-colombianos, três se destacaram por terem, de certa forma, encontrado um
desenvolvimento social bem avançado, formando verdadeiros Impérios. Estes povos eram

A) os Portugueses, Astecas e  Jês.


B) os Astecas,  Maias e Incas.
C) os Maias, Astecas e Espanhóis.
D) os Astecas, Tupis e Esquimós.

08. (EF07HI04) (Uneb-BA) – Leia atentamente os relatos a seguir:

“O pintor que trabalha rotineira e apressadamente, sem compreender as coisas, é como o espelho que
absorve tudo o que encontra diante de si, sem tomar conhecimento”.
“Experiência, mãe de toda a certeza”
“Só o pintor universal tem valor”

 São trechos de Leonardo da Vinci, personagem destacada do Renascimento. Neles, o autor exalta
compreensão, experiência, universalismo, valores que marcaram o:

a) Teocentrismo, como princípio básico do pensamento moderno.


b) Epicurismo, em alusão aos princípios dominantes na Idade Média.
c) Humanismo, como postura ideológica que configurou a transição para a Idade Moderna.
d) Confucionismo, por sua marcada oposição ao conjunto dos conhecimentos orientais.

09. (EF07HI05) Reforma e Contrarreforma: (UFLA-MG–2008) O processo de reformas religiosas teve início no


século XVI e suas causas podem ser, EXCETO:

A) A venda de indulgências incentivada pelos protestantes, que aliavam a sua ética religiosa ao espírito
do capitalismo que nascia.
B) A mudança na visão de mundo como consequência do pensamento renascentista.
C) A presença de padres mal preparados intelectualmente que provocavam insatisfação nos fiéis.
D) A insatisfação da burguesia diante da condenação do catolicismo para o lucro e os juros.

10. Luiz XIV, da França, foi considerado o modelo de monarca absolutista. Sua expressão “O Estado sou Eu” traduz
uma premissa básica da formação do Estado Moderno, que é:

A) o rei como aquele que não intervém no Estado.


B) o rei como o primeiro cidadão do Estado.
C) a generosidade do monarca para com os seus súditos.
D) o rei como fonte da soberania nacional.

11. (EF07HI09)  (Fuvest)


“Podemos dar conta boa e certa que em quarenta anos, pela tirania e ações diabólicas
dos espanhóis, morreram injustamente mais de doze milhões de pessoas…” (Bartolomé
de Las Casas, 1474 – 1566)
 
“A espada, a cruz e a fome iam dizimando a família selvagem.” (Pablo Neruda, 1904 – 1973)

 As duas frases lidas colocam como causa da dizimação das populações indígenas a ação violenta dos
espanhóis durante a Conquista da América. Pesquisas históricas recentes apontam outra causa, além da já indicada,
que foi:
A) a incapacidade das populações indígenas em se adaptarem aos padrões culturais do colonizador.
B) o conflito entre populações indígenas rivais, estimulado pelos colonizadores.
C) ) a série de doenças trazidas pelos espanhóis, como varíola, tifo e gripe, para as quais as populações indígenas não
possuíam anticorpos.
D) a ausência de técnicas agrícolas por parte das populações indígenas, diante de novos problemas ambientais.
Leia o texto e responda as questões 12 e 13:
Durante muito tempo esse povo foi pensado e entendido como um povo só. Hoje sabemos que as tribos e Reinos da
África eram política, econômica e culturalmente diferentes. Falavam línguas diferentes, tinham costume e religiões
diferentes. É preciso salientar essa pluralidade. Muitas tribos guerreavam entre si, eram inimigas. Os prisioneiros de
guerra acabavam virando escravos e sendo incorporados ao grupo que os capturavam. Isso quer dizer que existia
escravidão na África antes mesmo da chegada dos europeus e americanos no continente. Eram os prisioneiros de
guerra condenados pela justiça, devedores e excluídos. Havia também, a sua comercialização. É evidente que essa
estrutura já montada facilitou muito a implantação e o sucesso do tráfico negreiro e da escravidão fora do território
africano. No entanto, é válido fazer uma ressalva. O caráter da escravidão na África era, antes da chegada dos
europeus e americanos, bastante diferente da escravidão na colônia brasileira.

Autor (a) Raphael Rocha de Almeida. Disponível em: HTTP://crv.educacao.mg.gov.br/sistema-crv. Acesso em 02/01/2012

12. (EF07HI03)O texto apresenta alguns argumentos, dentre eles

(A) A questão cultural igual ou parecida dos povos africanos.


(B) A diversidade ética e cultural dos povos africanos.
(C) A questão da existência de apenas uma religião na África
(D) Demonstrar a forma econômica africana como única e uniforme

13. (EF07HI03)Em relação à escravidão na África é correto afirmar:

(A) Que existia em pequena quantidade antes da chegada dos europeus e possuía o mesmo caráter da colônia
brasileira.
(B) Que existia antes da chegada dos europeus, mas não possuía um caráter diferente da colônia brasileira.
(C) Que existia antes da chegada dos europeus e possuía um caráter diferente da colônia brasileira.
(D) Que não existia em pequena quantidade antes da chegada dos europeus e por isso não possuía caráter idêntico
ao da colônia brasileira.

14. (EF06HI02)

Leia o texto:

Considere a pré-história como o período que compreende a atividade humana desde suas origens até o surgimento da
escrita. Emprega-se essa denominação desde o século XIX, pois naquela época, acreditava-se que a história de
qualquer sociedade só poderia ser documentada através da escrita. Hoje, para os historiadores, outras fontes, como as
imagens ou os relatos orais são tão importante quanto a escrita no processo de resgate da história de um povo ou uma
sociedade. De qualquer maneira, para delimitar os períodos, o advento da escrita passou a marcar o início da história.
Portanto, as sociedades que não dominavam essa técnica ficaram conhecidas como pré-histórica e aquelas que sabiam
ler e escrever passaram a ser chamadas de sociedades históricas.

Disponível em: HTTP//educação.uol.com.br/história; pré-história

 Atualmente o conceito de pré-história vem sendo questionado porque os povos desse período:

(A) Não deixaram nenhuns registros históricos.


(B) Embora saibam de suas existências, não utilizaram a escrita como registro.
(C) Não dominavam a leitura.
(D) Deixaram marcas que se traduziram na construção de suas histórias.

15. (EF04HI10) Leia o texto:

O entrecruzamento de africanos, portugueses e índios, entre os séc. XVI e XVIII consolidou a estrutura genética da
população brasileira. Toda a construção da economia litorânea no Brasil, inclusive o desenvolvimento de sua vida
urbana, se deve ao mulato, mestiço de negro e ao branco.

Revista criativa, da Editora Globo. Disponível em: HTTP;www.bragamelbo.com.br/cf/antenado/especiais/cultura- afro/cultura. Acesso em:
02/01/2012

 As características apresentadas no texto se referem à influência da(s):


(A) Características culturais indígenas como única cultura na formação da nação brasileira.
(B) Sociedade europeia como única influência na formação da cultura brasileira.
(C) Mestiçagem e o hibridismo na formação da cultura brasileira.
(D) Mestiçagem como único ponto importante para a formação da sociedade brasileira.

GABARITO

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 Nº
ACERTOS

“Algumas vezes coisas ruins acontecem em nossas vidas para nos


colocar na direção das melhores coisas que poderíamos viver.”

Gabarito da Avaliação Diagnóstica – 8º ano/2020


Componente curricular: História
QUESTÃO GABARITO HABILIDADES COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS

(EF06HI02) Identificar a gênese da


6.Compreender e problematizar os conceitos e
produção do saber histórico e analisar o
procedimentos norteadores da produção
01 B significado das fontes que originaram
historiográfica.
determinadas formas de registro em
sociedades e épocas distintas.

(EF06HI02) Identificar a gênese da 6.Compreender e problematizar os conceitos e


produção do saber histórico e analisar o procedimentos norteadores da produção
02 B significado das fontes que originaram historiográfica.
determinadas formas de registro em
sociedades e épocas distintas.

1.Compreender acontecimentos históricos,


(EF06HI03) Identificar as hipóteses relações de poder e processos e mecanismos de
científicas sobre o surgimento da espécie transformação e manutenção das estruturas
03 B humana e sua historicidade e analisar os sociais, políticas, econômicas e culturais ao
significados dos mitos de fundação. longo do tempo e em diferentes espaços para
analisar, posicionar-se e intervir no mundo
contemporâneo.
(EF07HI14) Descrever as dinâmicas
1. Analisar e compreender o movimento de
comerciais das sociedades americanas e
populações e mercadorias no tempo e no espaço
africanas e analisar suas interações com
04 B e seus significados históricos, levando em conta
outras sociedades do Ocidente e do
o respeito e a solidariedade com as diferentes
Oriente.
populações.

(EF06HI02) Identificar a gênese da


produção do saber histórico e analisar o 6.Compreender e problematizar os conceitos e
C
05 significado das fontes que originaram procedimentos norteadores da produção
determinadas formas de registro em historiográfica.
sociedades e épocas distintas.

4. Identificar interpretações que expressem


visões de diferentes sujeitos, culturas e povos
(EF07HI06) Comparar as navegações no com relação a um mesmo contexto histórico, e
06 A Atlântico e no Pacífico entre os séculos
XIV e XVI. posicionar-se criticamente com base em
princípios éticos, democráticos, inclusivos,
sustentáveis e solidários.

(EF07HI03) Identificar aspectos e 4. Identificar interpretações que expressem


processos específicos das sociedades visões de diferentes sujeitos, culturas e povos
africanas e americanas antes da chegada com relação a um mesmo contexto histórico, e
07 B
dos europeus, com destaque para as posicionar-se criticamente com base em
formas de organização social e o princípios éticos, democráticos, inclusivos,
desenvolvimento de saberes e técnicas. sustentáveis e solidários.
4. Identificar interpretações que expressem
(EF07HI04) Identificar as principais visões de diferentes sujeitos, culturas e povos
características dos Humanismos e dos com relação a um mesmo contexto histórico, e
08 C Renascimentos e analisar seus posicionar-se criticamente com base em
significados. princípios éticos, democráticos, inclusivos,
sustentáveis e solidários.

4. Identificar interpretações que expressem


(EF07HI05) Identificar e relacionar as
visões de diferentes sujeitos, culturas e povos
vinculações entre as reformas religiosas
com relação a um mesmo contexto histórico, e
09 A e os processos culturais e sociais do
posicionar-se criticamente com base em
período moderno na Europa e na
princípios éticos, democráticos, inclusivos,
América.
sustentáveis e solidários.
10 D (EF07HI07) Descrever os processos de 4.Identificar interpretações que expressem
formação e consolidação das monarquias visões de diferentes sujeitos, culturas e povos
e suas principais características com
com relação a um mesmo contexto histórico, e
posicionar-se criticamente com base em
vistas à compreensão das razões da princípios éticos, democráticos, inclusivos,
centralização política. sustentáveis e solidários.

4.Identificar interpretações que expressem


visões de diferentes sujeitos, culturas e povos
(EF07HI09) Analisar os diferentes impactos
com relação a um mesmo contexto histórico, e
da conquista europeia da América para as
11 C posicionar-se criticamente com base em
populações ameríndias e identificar as
princípios éticos, democráticos, inclusivos,
formas de resistência.
sustentáveis e solidários.

(EF07HI03) Identificar aspectos e 4.Identificar interpretações que expressem


processos específicos das sociedades visões de diferentes sujeitos, culturas e povos
africanas e americanas antes da chegada com relação a um mesmo contexto histórico, e
12 B
dos europeus, com destaque para as posicionar-se criticamente com base em
formas de organização social e o princípios éticos, democráticos, inclusivos,
desenvolvimento de saberes e técnicas. sustentáveis e solidários.
4.Identificar interpretações que expressem
(EF07HI03) Identificar aspectos e visões de diferentes sujeitos, culturas e povos
processos específicos das sociedades com relação a um mesmo contexto histórico, e
africanas e americanas antes da chegada
13 C dos europeus, com destaque para as posicionar-se criticamente com base em
formas de organização social e o princípios éticos, democráticos, inclusivos,
desenvolvimento de saberes e técnicas. sustentáveis e solidários.

(EF06HI02) Identificar a gênese da


produção do saber histórico e analisar o 6.Compreender e problematizar os conceitos e
14 D significado das fontes que originaram procedimentos norteadores da produção
determinadas formas de registro em historiográfica.
sociedades e épocas distintas.
1.Compreender acontecimentos históricos,
relações de poder e processos e mecanismos de
transformação e manutenção das estruturas
(EF04HI10) Analisar diferentes fluxos
sociais, políticas, econômicas e culturais ao
15 C populacionais e suas contribuições para a
longo do tempo e em diferentes espaços para
formação da sociedade brasileira.
analisar, posicionar-se e intervir no mundo
contemporâneo.