Você está na página 1de 24

Tsur

Tsur
AC2 (2 velocidades)
OMI
SDN (Super)
FDN (Freqüência variável)
MÓDULOS TDC
MÓDULO INVERSOR

125
Pontos de Teste Linha MCP1 a MCP5 Tsur

Linha de Segurança Chaves Eletrônicas


115Vcc Linha

Nome – Função
+
Medir os pontos
Nome Equip Função Linha
indicados usando
Fusível FC 1IRU AC2 Redução S 1 P9
como referência a
linha A- (Carcaça). 1IRD AC2 Redução D 1 P10
A+ 2IRU AC2 Parada Sub P11
2IRD AC2 Parada Desc P11
GOV – Limitador de Velocidade 1RAU O, S, FG Redução 1 P36
1RAD O, S, FG Redução 1 P37
P1D 1RBU O, S, Redução 2 P43
BT1 – Bulbo Térmico no Motor de Baixa 1RBD O, S, Redução 2 P44
1RCU O, S, FG Redução 3 P43A
1RCD O, S, FG Redução 3 P44A
BT2 – Bulbo Térmico no Motor de Alta
3IRU O, S, F Inibe alta P9
P1C 3IRD O, S, F Inibe alta P10
CPF – Contato de Freio Gasto 2IR3 O, S, F Zona Porta P23
2IRU O, S Renivelam. P21A
P1
2IRD O, S Renivelam. P21A

FUL – Fim de Curso na Subida O=Omi S=SDN


F=FDN FG=FDN Gold (>180mpm)

FDL – Fim de Curso na Descida Na Pantalha= 0V / Fora da pantalha= 115Vcc

EFP – Chave PAP no Poço


Limites no Passadiço

P3 P3
FUL – Limite de Parada na Subida
GCE – Botão de Emergência no Topo de Cabina

P17
CPS – Alçapão SDLU – Limite de Parada na Subida

GRS – Contato de Cunha P21


SD1U – Limite de Alta na Subida

Geral – Chave na Cabina 115Vcc quando não acionados

P7 P22
SD1D – Limite de Alta na Descida
10CR – Rele Térmico do Motor de Baixa

20CR – Rele Térmico do Motor de Alta P18


SDLD – Limite de Parada na Descida
A1+
P3
Fusível Fd FDL – Fim de Curso na Descida
A2+
MAN – Chave Manual/Auto
Serviços Especiais
A3+ BOMB (0V em normal)
BOMB – Serviço de Bombeiro
KS – Portas de Pavimento
P15 (0V em normal)
AUTO – Serviço de Ascensorista
P26
P31 (115V normal)
Placa MCP
AP – Botão de abrir porta
GS – Porta de Cabina P29A (0V normal)
FP – Botão de fechar porta 115Vcc
P27

DS - Trinco Contatos do Operador


P24 (0V porta aberta)
P28 OTL – Limite de abertura
Placa MCP – Rele 41
FOT (0V reabre)
FOT – Reabertura 115Vcc
126
Pontos de Teste Linha MCP7 Tsur

Linha de Segurança Chaves Eletrônicas


24Vcc Linha

Nome – Função
T20+
Medir os pontos
Nome Equip Função Linha
indicados usando
como referência à 2IRU AC2 Parada Sub P11
linha T100 (Carcaça). 2IRD AC2 Parada Desc P11
Fusível FA 1RAU FG Redução 1 P36
1RAD FG Redução 1 P37
1RCU FG Redução 3 P43
NPR – Rele de Falta de Fase 1RCD FG Redução 3 P44
3IRU F, FG Inibe alta P9
101 3IRD F, FG Inibe alta P10
2IR3 F, FG Zona Porta P23
20CR – Rele Térmico do Motor de Alta

10CR – Rele Térmico do Motor de Baixa (AC2) F=FDN FG=FDN Gold

P1E
Na Pantalha= 0V / Fora da pantalha= 24Vcc

GOV – Limitador de Velocidade

BT1 – Bulbo Térmico no Motor de Baixa (AC2) Limites no Passadiço

BT2 – Bulbo Térmico no Motor de Alta P3


FUL – Fim de Curso na Subida
P1A
CPF – Contato de Freio Gasto P17
SDLU – Limite de Parada na Subida
P1

LPT – Limite da Polia Tensora P21


SD1U – Limite de Alta na Subida
EFP – Chave PAP no Poço 24Vcc quando não acionados

FDL – Fim de Curso na Descida P22


SD1D – Limite de Alta na Descida

FUL – Fim de Curso na Subida P18


SDLD – Limite de Parada na Descida
P3

GCE – Botão de Emergência no Topo de Cabina P3


FDL – Fim de Curso na Descida
CPS – Alçapão

GRS – Contato de Cunha


Serviços Especiais
BOMB (0V em normal)
Geral – Chave na Cabina BOMB – Serviço de Bombeiro

T2+ P15 (0V em normal)


KS – Portas de Pavimento AUTO – Serviço de Ascensorista
Placa MCP P31 (115V normal)
P26
AP – Botão de abrir porta
MAN – Chave Manual/Auto P29A (0V normal)
FP – Botão de fechar porta 24Vcc
T3+

GS – Porta de Cabina

P27 Contatos do Operador


DS - Trinco P24 (0V porta aberta)
OTL – Limite de abertura
P28
FOT (0V reabre)
FOT – Reabertura 24Vcc

127
Tsur

Placas MCP

Indica Placa energizada (24V)


Indicam Chamadas Feitas (mcp5)

Função dos LEDS nas Placas MCP1 até MCP5:

Leds dos
AC2 OMI SDN FDN
Reles
MCP1, 2, 3, 5 MCP 2, 3 MCP 2, 3 MCP 5
01 SU – seta subida SU – seta subida SU – seta subida SU – seta subida
02 SD – seta descida SD – seta descida SD – seta descida SD – seta descida
03 36U – subindo 36U - subindo 36U – subindo 36 – subindo
04 36D – descendo 36D – descendo 36D – descendo 1VL – viagem curta
05 20 – porta 20 – porta 20 – porta 20 – porta
06 15T – tempo de RB 60 – auto/manual 60 – auto/manual PO – pré-abertura
07 DT – tempo de porta DT – tempo porta DT – tempo porta DT – tempo porta
08 54 – veloc. baixa 54 – veloc. baixa D39 – redução CH – gongo
09 BZ – buzzer BZ – buzzer BZ – buzzer BZ – buzzer
10 20a – porta oposta D32 – comando 2V 10 – config. alta NBK – no break
11 Dta – tempo porta op. 20A – porta oposta
12 Dta – tempo porta op

Display da MCP5
XX Em operação normal indica o andar
EP Estado perdido (sem seletor)
AJ Fazendo auto-ajuste
FS Falha de seletor durante auto-ajuste

128
Tsur

Placa MCP 7

LEDS na MCP7 AC2 FDN Comentário


ON Placa energizada Placa energizada Normal aceso
PAV Comunicação serial com Comunicação serial com Pisca quando comunica
pavimento ativa pavimento ativa
CAB Comunicação serial com Comunicação serial com Normal sempre aceso
cabina ativa cabina ativa
RL 1 GRAV Função de gravação Função de gravação Normal apagado
ativada ativada
RL 2 Rele 41 ligado (segurança Rele 41 ligado (segurança Liga após fechamento das
total) total) portas
RL 3 Rele 36U (subindo) Rele 36 ligado (viagem)
RL 4 Rele 36D (descendo) Rele PO ligado (pre-
abertura possível)
RL 5 Rele 54 (liga na baixa) Rele NBK ligado (no-break
ativado)
RL 6 Rele OEM (botoeira de
resgate ativa)
RL 7

Falhas no display do TLS


Código no TLS Descrição Comentário
000 Falha interna da placa Substituir placa
010 Falha da memória EEPROM Substituir memória
011 Falha da memória EEPROM Substituir memória
012 Falha da memória EEPROM Substituir memória
040 Falha no limite linear Verificar linhas P40 e P42

129
Tsur

Placa MCC3

Função: Comandar dispositivos de cabina. Comunica-se via serial com MCP7.


A MCC3 está localizada na cabina.

LEDs da MCC3 Função


LED 1 – Botoeira e Indicador Ascende quando um botão de cabina é pressionado. Pisca
periodicamente para atualizar Indicador de Posição
LED 2 – Ligado Aceso = Placa alimentada
Piscando = Placa defeituosa
Apagado = Falta 24V
LED 3 – Recepção do QC Aceso indica que a comunicação com a MCP7 está
funcionando
Apagado = falha de comunicação (O defeito pode estar na
MCC3, na MCP7 ou na fiação).

130
Tsur

Placas MCINV (1, 2 e 4)


Usada em elevadores com placas MCP e Controle de Frequência Variável

LED MCINV Função


LED 1 Link DC Indica existência da alta tensão no barramento CC (310Vcc ou 540Vcc)
LED 2 Acende quando houver a frenagem dinâmica. Na desaceleração ou na
Frenagem situação de contra peso puxando a cabina.
SEG Liga se a segurança geral está OK
OS Indica vel=0
Parado = apagado
Viagem = aceso
CARGA DC link com tensão normal (mais de 70%). Sempre aceso
VENT Acende quando o ventilador do QC é acionado
START Início de Viagem. Acende quando recebe o comando da MCP para iniciar a
viagem. Permanece aceso durante a viagem.
DIRU Direção de viagem definida pela MCP
Acende na subida
Apaga na descida
MAN Acende quando elevador em manual
RED Acende a partir do instante da desaceleração
INIB Aceso indica situação normal. Apagado não permite viagem
2VL Aceso quando for viagem de mais de 2 andares (só em elevadores que tiver
mais de um perfil de velocidade). Quando for viagem curta fica apagado.

131
Tsur

Placas MCINV (1, 2 e 4)

Usada em elevadores com placas MCP e Controle de Freqüência Variável

Códigos no
display da Situação do Elevador
MCINV
02 Elevador estacionado
06 Velocidade final para nivelamento
08 Parado em manutenção
09 Viagem em manutenção
0A Desaceleração em manutenção
A3 Acelerando em viagem curta (1 Vel)
A4 Velocidade Nominal em viagem curta
A5 Desacelerando em viagem curta
B3 Acelerando em viagem média (2 Vel)
B4 Velocidade Nominal em viagem média
B5 Desacelerando em viagem média
C3 Acelerando em viagem longa (3 Vel)
C4 Velocidade Nominal em viagem longa
C5 Desacelerando em viagem longa
D3 Acelerando em viagem muito longa (4 Vel)
D4 Velocidade Nominal em viagem muito longa
D5 Desacelerando em viagem muito longa
Falha Descrição SOLUÇÃO
E0 Falta fase (U7) no motor Verificar ligação do motor
Verificar transistores IGBT
E1 Falta fase (V7) no motor Verificar ligação do motor
Verificar transistores IGBT
E2 Falta fase (W7) no motor Verificar ligação do motor
Verificar transistores IGBT
E3 Falta fase na entrada Verificar Fusíveis e Tensões na entrada

E4 Falha de Carga. Circuito da CHINV Verificar CHINV


E5 Subtensão no Link Verificar nível da tensão de entrada e estado dos
retificadores de potência
E6 Sobretensão no Link Normalmente provocado por falha da unidade de frenagem
(Resistores grandes em cima do quadro)
E7 Falha no transistor de frenagem Verificar IGBT de frenagem
EA Incompatibilidade entre os Sinais Verificar todas as linhas mencionadas
de entrada: Start, Red, DirU, Man,
1Vel, 2Vel, P26, P28, SOS, BKF
EC Segurança de poço aberta. P7=0 Regularizar segurança no poço
ED Erro de operação do TLS. Mude de menu ou desconecte TLS
Elevador em movimento e TLS
ativo em menu impróprio
EE Segurança aberta no Quadro de Verificar os reles térmicos e sensores de temperatura no
Comando A1+=0 quadro (20CR, TD1 , 50CR )
EF Desvio de Velocidade Normalmente provocado por falhas no encoder. Ou má
isolação do seu cabo de ligação. Também pode ser gerado
por problemas mecânicos ou falta de torque no motor.
F1 Falha no sensor de corrente HALL Sensor ou IGBT com defeito. Verifique também se
1 fase U7 realmente existe corrente pela fase.
F2 Falha no sensor de corrente HALL Sensor ou IGBT com defeito. Verifique também se
2 fase V7 realmente existe corrente pela fase.
F3 Falha no sensor de corrente HALL Sensor ou IGBT com defeito. Verifique também se
3 fase W7 realmente existe corrente pela fase.
F4 Falha durante a frenagem Verifique Resistor de Frenagem (Em cima do quadro de
dinâmica Comando) e o IGBT.
F5 Falha no limite linear (MCP7) Verificar sensor em cima de cabina
F4 ?Tempo de viagem excedido

132
Tsur

Módulo TDC – OMI MCP3

CL-6 LA-5 PG-8 SR10 PS9 PS10 WS-4 ID-3


1G SOBE
CP-1 CP-1 CP-1 CP-1 CP-1 VRN CP-1
BKA 2G

54B CP-2 CP-2 CP-2 3G CP-2 CP-2


36X
VR3 4G
d32A CP-3
OSX 5G
VR1
36UB
VR2 6G
36DB VR2
7G
CP-3 CP-3 CP-3 CP-3 DESCE
d311 8G
VRP
B5
CP-4 CP-4 CP-4 CP-4 9G CP-4
10G

Módulo Função
SR10A Usado apenas em elevadores OMI com Máquina de Tração EM 62 (1165 rpm). Usa o Taco Gerador
Eletrônico.
SR10B Usado apenas em elevadores OMI com Máquina de Tração EM 33 (1735 rpm). Usa o Taco Gerador
Eletrônico.
SR7 É usado apenas em elevadores que possuem Máquina de Tração EM 62. Utiliza o Taco Gerador
Eletromagnético.
PG8 Usado para todos os elevadores OMI, com velocidade máxima de 105 m/min. Quando a velocidade
for de 45 ou 60 m/min o potenciômetro VR7 não é ajustado.
LA5 Módulo de nivelamento. Usado nos comandos OMI até 105 m/min. Quando a velocidade for menor
ou igual a 60 m/min retirar o resistor R2, e fazer o ajuste de nivelamento pelos potenciômetros VR1
e VR2 em série.
PS10 Módulo Gerador dos disparos usado exclusivamente em elevadores com comando OMI.
CL6 Módulo de Controle Lógico da TDC. Usado apenas nos elevadores OMI.
WS4 Fonte de Alimentação Simétrica da TDC.
ID3 Módulo Indicador Digital.
PS9 Módulo Gerador de Pulsos de Aceleração e Frenagem. (no ômicron usa apenas Frenagem).
TP10 Módulo dos Transformadores de Pulso usado apenas na linha Ômicron. Interface entre o PS8 e os
Módulos de Potência (Chave Estática).

PG8
Vcp1/cp4 - 10 Vcc (curva padrão de 2 Vel.)
Vcp1/cp4 - 07 Vcc (curva padrão de 1 Vel.)
Vcp3/cp4 +1,5 Vcc (curva complementar )
CP4 Referência para medida das tensões
SR10
Vcp1/cp4 0 a +10Vcc (TCA - tensão de controle de aceleração)
Vcp2/cp4 0 a + 2Vcc (TCF - tensão de controle de frenagem)
Vcp3/cp4 Tensão de taco (para velocidade máxima):
Taco eletrônico: ~ + 4,2 Vcc
Taco eletro-magnético: ~ + 8,0Vcc
PS9
Vcp3/cp3(WS4) - 18Vcc (Tensão de sincronismo de frenagem)
CP3 do WS4 Referência para medida das tensões
WS4
Vcp1/cp3 - 15Vcc
Vcp2/cp3 +15Vcc

Sequência de disparos da TP10 ou PS10


Descendo LD1 > LD2 > LD5 > LD6 > LD9 > LD10
Subindo LD3 > LD4 > LD7 > LD8 > LD9 > LD10

133
Tsur

Módulo TDC – SDN MCP3

Módulo VR Função No Sentido Horário


VR1 Desaceleração de 4 pavimentos Desnivelamento Positivo
VR2 Desaceleração de 3 pavimentos Desnivelamento Positivo
PG7 VR4 Velocidade Máxima em percurso de 2 pavimentos Desnivelamento Positivo
VR7 Velocidade Máxima em percurso de 1 pavimentos Desnivelamento Positivo
VR3 Velocidade Máxima em percurso de 3 pavimentos Aumenta
SR7 VR4 Ganho do Amplificador de Movimento Ver item 13
VR2 Velocidade Máxima em percurso de 4 pavimentos Aumenta
VR3 Ganho de Alteração de Velocidade Desnivelamento Positivo
VR1 Tensão Básica de Alteração de Velocidade de
Nivelamento com Percurso de 4 Pavimentos Desnivelamento Positivo
LA4 VR2 Tensão Básica de Alteração de Velocidade de
Nivelamento com Percurso de 1 Pavimento Desnivelamento Positivo
VR4 Tensão Básica de Alteração de Velocidade de
Nivelamento com Percurso de 3 Pavimentos Desnivelamento Negativo
VR5 Tensão Básica de Alteração de Velocidade de
Nivelamento com Percurso de 2 Pavimentos Desnivelamento Positivo
WS3 VRN Tensão Estabilizada -15V Aumenta
VRP Tensão Estabilizada +15V Aumenta

Tensões medidas no TDC – SDN MCP3


CL4
Elevador parado Elevador em funcionamento
CP1 / CP4= A2+ CP1 / CP4 = 0Vcc (D32M2 e D32M1 atuaram)
CP2 / CP4= A2+ CP2 / CP4 = 0Vcc (D33M2 e D33M1 atuaram)
CP3 / CP4= A2+ CP3 / CP4 = 0Vcc (D34 atuou)
Obs.: CP4 referência Zero.
CL5
CP1 / CP4 = - 15 Vcc (O ponto g16 foi alimentado)
CP2 / CP4 = +15 Vcc (O ponto g16 foi alimentado)
CP3 / CP4 = +15 Vcc (O ponto g18 foi alimentado)
PG
Vcp1 / cp4 (curvas padrões)
Vcp3 / cp4 = + 1,5Vcc (curva complementar)
SR
Vcp1 / cp4 = 0 a +10Vcc (TCA - Tensão de controle de aceleração)
Vcp2 / cp4 = 0 a +2Vcc (TCF - Tensão de controle de frenagem)
Vcp3 / cp4 = ~+8,0Vcc (Tensão de taco eletro-mecânico)
WS4
Vcp1 / cp3 = - 15Vcc
Vcp2 / cp3 = +15Vcc

134
Tsur

MÓDULOS e suas APLICAÇÕES (SDN ANTIGO – MCP2)

Módulo Função
SR7 Módulo Comparador. Usa o Taco Gerador Eletromagnético.
PG5 Módulo gerador de curva padrão de velocidade. Usado para todos os elevadores
SDN, com velocidade até 105 m/min. Quando a velocidade for de 45 ou 60 m/min o
potenciômetro VR7 não é ajustado.
PG6 Usado nos comandos SDN com velocidade de 120 m/min.
PG7 Usado nos comandos SDN, com velocidade de 150 e 180 m/min.
LA2 Módulo de comando de velocidade para nivelamento. Usado nos comandos SDN até
105 m/min. Quando a velocidade for menor ou igual a 60 m/min retirar o resistor
R2, deixando assim os potenciômetros VR1 e VR2 em série para fazer o ajuste do
nivelamento.
LA3 Módulo de nivelamento para SDN com velocidade de 120 m/min.
LA4 Módulo de nivelamento para SDN com velocidade de 150 e 180 m/min.
CL2 Módulo de Controle Lógico. Usado apenas nos elevadores SDN.
CL3 Módulo de Controle Lógico. Usado apenas nos elevadores SDN.
WS3 Fonte de Alimentação.
ID2 Módulo Indicador de posição Digital.
PS6B Módulo Gerador de Pulsos de Aceleração. (PS6A 50 Hz)
PS6D Módulo Gerador de Pulsos de Aceleração e Desaceleração. (PS6C 50 Hz)
CD7 Módulo do Circuito de Segurança. (contém sinal de redução "REDU, REDD")

MÓDULOS e suas APLICAÇÕES (SDN REPADRONIZADO – MCP3)

Módulo Função
SR9 Módulo Comparador. Uso o Taco Gerador Eletromagnético.
PG8 Módulo Gerador de curva padrão - Usado para todos os elevadores SDN com
velocidade até 105 m/min. Quando a velocidade for de 45 ou 60 m/min o
potenciômetro VR7 não é ajustado.
PG9 Módulo Gerador de curva padrão com velocidade de 120 m/min.
PG10 Módulo Gerador de curva padrão com velocidade de 150 e 180 m/min.
LA5 Módulo de comando de velocidade para nivelamento - Usado para todos os
elevadores SDN até 105 m/min. Quando a velocidade for menor ou igual a 60
m/min retirar o resistor R2, deixando assim os potenciômetros VR1 e VR2 em série
para fazer o ajuste do nivelamento.
LA6 Módulo de nivelamento para comandos com velocidade de 120 m/min.
LA7 Módulo de nivelamento para comandos com velocidades de 150 e 180 m/min.
CL 4 Módulo de Controle Lógico.
CL 5 Módulo de Controle Lógico.
WS4 Fonte de Alimentação.
ID3 Módulo Indicador de posição digital.
PS9B Módulo Gerador de Pulsos de Aceleração. (PS6A 50 Hz)
PS9D Módulo Gerador de Pulsos de Aceleração e desaceleração. (PS6C 50 Hz)
CD8 Módulo do Circuito de Segurança. (contém sinal de redução "REDU, REDD”)

135
Tsur

Pontos de Teste para elevadores com placa MCP1 a 5


AC2, OMI, SDN, FDN

Ponto Tensão Situação Normal


A+ 115 Vcc Retificadora trifásica ou fusível FC OK
A2+ 115 Vcc Circuito de segurança e fusível FD Ok
A3+ 115 Vcc Chave sobre a cabina Ok
A4+ 115 Vcc Botão de emergência Ok
P26 115 Vcc Com eixo vertical, porta de pavimento fechada
T2+ 17 Vcc Fusíveis FE e FF Ok. Led da MCP1 deverá estar aceso
Limite Fechado 115 Vcc (Elevador no 1° pav.) Limite SD1U deve estar com
P21 contato fechado.
Limite Aberto 0
(Elevador no 1° pav.) Limite SD1D deve estar aberto
P22
P14 Automático 0 Elevador em automático
P9, P10 115 Vcc Chave de indução de subida e descida não acionadas
FOT 115 Vcc Fotocélula não acionada
P29A 0 Botão FP não acionado
BOMB 0 Serviço de Bombeiro desativado
P38 0 Contato 4SWA ou 4SWB não acionados (pesador)
P31 115 Vcc Botão de abrir porta não acionado
P56 0 Contato 4WCA ou 4WCB não acionador (pesador)
P15 0 Elevador em automático (cabineiro desligado)
OS 115 Vcc Informação enviada do módulo SR (ÔMI e SDN)
BK (OMI) 0
Contatos de monitoração do freio.
BKF (SDN) 115 Vcc

A MAG oferece cursos de todas as marcas de elevadores. Os cursos são abertos a todos os
técnicos e engenheiros com pouca ou muita experiência. Contamos com alguns simuladores
onde o participante pode, na prática, analisar e visualizar todas as operações de funcionamento
do elevador, bem como simular as falhas mais comuns nos equipamentos. Possuimos
simuladores de equipamentos a rele e simuladores elaborados com as próprias placas dos
microprocessados (cedidos por empresas na época dos cursos).

Consulte-nos sobre as datas dos próximos cursos.


e-mail: sergio.mag@uol.com.br fone: (11)6941-2007, (11)6686-0511, (11)9873-6041

136
Tsur

Nomenclatura com placas MCP


GOV Contato elétrico do regulador de velocidade
FUL Limite final de subida
FDL Limite final de descida
EFP Emergência fundo do poço
GCE Chave geral em cima da cabina
CPS Contato elétrico da porta de emergência
GRS Contato elétrico do aparelho de segurança
CPF Contato de proteção do freio
BT1/2 Contato do bulbo térmico
NPR Relé de reversão de fase
TD1 Sensor térmico da unidade semicondutora em série com o circuito de segurança (até 70? graus)
TD2 Sensor térmico do ventilador da unidade semicondutora (até 45? graus)
10CR Relé térmico do motor de baixa velocidade
20CR Relé térmico do motor de alta velocidade
4OCR Relé térmico do ventilador para motor de tração
MAN Chave seletora de manutenção/automático
EM Botão de emergência dentro da cabina
KS Contato de confirmação de fechamento de porta de pavimento (palheta)
GS Contato de confirmação de fechamento de porta de cabina
DS Contato de confirmação de engate de trinco
# 41 Mini contatora de confirmação de porta de cabina e pavimento fechada
1E Relé de segurança
OS Relé detector de velocidade zero (TDC)
OB Mini contatora de operação do freio da máquina de tração (OMI)
BK Mini contatora de informação de acionamento do freio da máquina de tração
FAN Mini contatora acionadora do ventilador do motor de tração (OMI e SDN)
FANT Relé temporizado com retardo do ventilador do motor de tração (SDN)
#1 Chave contatora de comando de subida
#2 Chave contatora de comando de descida
#3 Chave contatora de comando de baixa velocidade (manutenção)
#4 Chave contatora de comando de alta velocidade (automático)
SDLU/SDLD Limite de parada subida/descida
SD1U/SD1D Limite de redução de subida/descida
SD2U/SD2D Limite de redução de 2 velocidades subida/descida (a partir de 75m/min)
1RAU/1RAD Chave de indução de redução de 1 velocidade subida/descida
1RBU/1RBD Chave de indução de redução de 2, 3 e 4 velocidades (apartir de 75m/min)
2IRU/2IRD Chave de indução de correção de nivelamento subida/descida
2IR3 Chave de indução de detecção da zona de nivelamento (200 mm da parada)
3IRU/3IRD Chave de indução de inibição de 2 velocidades (penúltimos pavimentos)
FM Freio magnético do operador de porta
FAP Contatora de abertura e fechamento de porta
FAPA Contatora auxiliar de abertura e fechamento de porta
RM Bobina de redução magnética do motor operador
CRA Contato de redução de velocidade do motor operador na abertura
CRF Contato de redução de velocidade do motor do operador no fechamento
O1C Contato da primeira redução de velocidade do motor operador na abertura (caixa de cames)
O2C Contato da segunda redução de velocidade do motor operador na abertura (caixa de cames)
OMC Contato de redução de velocidade na abertura da rampa articulada (caixa de cames)
C1C Contato da primeira redução de velocidade do motor operador no fechamento (caixa de cames)
C2C Contato da segunda redução de velocidade do motor operador no fechamento (caixa de cames)
OTL Contato de fim de curso da abertura de porta (caixa de cames)
21 Contatora do operador para abrir porta
22 Contatora do operador para fechar porta
BOMB Chave bombeiro
FP Botão fecha porta
SDE Contato elétrico da régua de segurança
AP Botão abre porta
CFE Contato elétrico da fotocélula
4SWA/4SWB Contato elétrico do dispositivo de lotado (80%)
4WCA/4WCB Contato elétrico de excesso de carga (110%)
AUTO Chave cabineiro
S Botão sobe
D Botão desce
L Botão Lotado
EL Relé da fonte para luz de emergência
SWA Chave geral no quadro de comando

137
Tsur

Autodiagnóstico ST32

ST-32

Não usado (Não usado)

(D) MODO DIAGNÓSTICO – Informa a situação atual do elevador estando


normal ou com defeito

(C) MODO CAPTURA – Informa a falha ocorrida. Congela o display


mostrando a primeira situação de erro no elevador e mantem a informação até
intervenção do técnico.

(A) MODO AMOSTRAGEM – O técnico escolhe os sinais a serem


monitorados: 1 indica presença de tensão e 0 indica ausência de tensão.

138
Tsur

LEGENDA SIGNIFICADO
AP Abrindo Porta
FP Fechando Porta
PPF Parado de Porta Fechada
PA Porta Aberta
PF Porta fechada

MENSAGEM COMENTÁRIO
ELEV DESLIGADO
FUS. FE / 10TR
FG / FONTE T3+ Linha de 6,3Vcc para Indicador de posição
FF / FONTE T2+ Linha de 24Vcc
FC/ FONTE A+ Linha de 110Vcc
FUSIV. FA/FB/FC
GOV A CPF Linha de segurança na casa de máquinas aberta
FUL / FDL / EFP Linha de segurança de poço aberta
GCE A GERAL Linha de segurança de cabina aberta
FUS. FE / TR31
10CR/20CR/NPR Rele térmico ou falta de fase
FUSIVEL FK
FUSIVEL FD
FUSIVEL FH
FUSIVEIS FA
RELE 15t Falha no Rele de tempo da resistência de baixa
LOTADO Contato de carro lotado acionado
BOBINA FREIO Falha no acionamento do freio
FAP SEM 21/22 Rele FAP ligado sem Reles 21 ou 22
RELE DT Falha no rele de contagem de tempo de porta
OTL Falha no limite de abertura de porta
RELE 36U
RELE 36D
T30 SEM RSU Tensão na linha T30 (seta) sem atuação do rele RSU
T40 SEM RSD Tensão na linha T40 (seta) sem atuação do rele RSD
RELE 20
PARADO PORT FECH Parado de porta fechada
DESCENDO
SUBINDO
ABRINDO PORTA
TRAFO TR30/FA
FECHANDO PORTA
DISJUNTOR 31/32
PPF SEM KS Parado de porta fechada sem contato de porta de pavimento
PPF DESNIVELADO Parado de porta fechada desnivelado
DISJUNTOR 32
DISJUNTOR 33

139
Tsur

PPF COM B10 Parado porta fechada com tensão na bobina do freio
PPF COM DT Parado de porta fechada e rele DT ligado
PPF COM FAP Contatora FAP ligada com porta já fechada
PPF S/FREIO OPER Parado de porta fechada e contato de freio fechado
FUSIVEIS FG
FUSIVEIS FF/RET
SWB OU FJ
40CR/NPR/GOV Linha se segurança na casa de máquinas aberta
LPC/10CR/20CR Linha de segurança / Rele térmico
CHAM. NAO ATEND. Chamada não atendida
RELE 54
PA COM P24 Porta aberta e limite não atuado
PA COM P28 Porta aberta e tensão em P28
DISJUNTOR 21
PA DESNIVELADO Porta aberta desnivelado
EXCESSO DE CARGA
B10 SEM B4A Tensão no Freio com contatora B4 desligada
PA SEM FREIO Porta aberta sem atuação do freio
PA COM FAP Porta aberta e contatora FAP continua ligada
PA SEM FM Porta aberta e freio do motor do operadornão atuado
ERRO B4 Falha na contatora do Freio
CONTATO BK Contato de confirmação de atuação do freio
FP SEM GS Fechando porta sem contato de porta de cabina
PPF SEM GS Parado de porta fechada sem contato de porta de cabina
TEMPO PA Tempo de porta aberta
PA COM R20 Porta aberta com rele 20 ligado
PA CABINEIRO Porta aberta em cabineiro
CHAVE 41/FL
FALHA GS Falha de porta de cabina
LIMITE SDLU Limite atuado de parada na subida
LIMITE SDLD Limite atuado de parada na descida
FASES MOTOR OPER Falta fase no operador de porta
FP SEM R20 Fechando porta sem atuação do rele 20
FP SEM P24 Fechando porta sem tensão em P24 (limite de abertura)
FP SEM P20 Fechando porta sem tensão na linha P20
FP SEM FAP Fechando porta sem contatora FAP
FP COM FM Fechando porta com freio do operador ligado
FP SEM KS Fechando porta sem contato de porta de pavimento KS
FP SEM DS Fechando porta sem contato de trinco DS
FP TEMPO DT Rele DT deve desligar 1s após fechamento da porta
FP TEMPO P28 Linha P28 deve ficar com tensão após fechamento da porta
MODULO IVS
AP COM 20 Abrindo porta com rele 20 ligado
AP TEMPO P28 Reabrindo porta depois de esperar tensão em P28
AP SEM P19 Abrindo porta sem tensão na linha P19
AP SEM FAP Abrindo porta sem contatora FAP
AP COM FM Abrindo porta com freio do operador ligado
AP TEMPO ABERT. Tempo de abertura de porta de cabina
AP CHAVE 41 Abrido porta, falha na contatora 41
SU PORTA ABERTA Rele SU ligado com portas abertas

140
Tsur

SD PORTA ABERTA Rele SD ligado com portas abertas


DISJUNT 12/13/14
ERRO 107
RELE SD SEM T40 Rele de descida ligado sem tensão na linha T40
SU SEM B10 Rele SU ligado sem tensão no freio
FAP SEM 107 Contatora FAP ligada sem tensão na linha 107 (Rele DT)
ERRO FAP
SEM FAP E FM Contatoras FAP e FM não atuam
FM COM FAP Freio do operador ligado junto com contatora FAP
RELE SU SEM T30 Rele de subida atuado sem tensão na lina T30
SU SEM SETA Seta de subida não acionado
FUS. FC/TD1/X0CR
FALHA FASE SAIDA
TEMP RED OU PERD Tempo para desaceleração errado ou perdido
P27 SEM A4+ P27 (porta de cabina fechada) sem tensão em A4+
CHAVE 41 Rele 41 liga com a segurança geral Ok e portas fechadas
PPF SEM DS Parado de porta fechada sem contato de trinco
PPF C/ FASE OPER Parado de porta fechada com 1 fase no operador
PARADO PROB 112
PARADO PROB 109
PARADO PROB 111
PARADO SEM BKA Parado de sinal BKA
FALHA FASE ENTR. Falta fase na entrada
SD NAO PARTE
SD SEM B10 Rele SD ligado sem tensão no freio
PPF COM P19 Linha P19 ligada
PPF COM P20 Linha P20 ligada
PPF COM OTL Limite de abertura de porta atuado com porta fechada
#INV NAO ACIONA Inversor não responde
SUBTENSAO LINK Subtensão no Inversor
SD SEM SETA
PARADO SEM S0S Falta tensão na linha SOS
SD TEMPO REDUCAO
P27 SEM P26 P27=porta de cabina; P26=porta de pavimento
P28 SEM P27 P28=trinco; P27=porta de cabina
RELE SU
RELE SD
SD CONTATO R36U
SD CONTATO R36D
SD CONTATO R54
SU CONTATO R36D
SU CONTATO R15t
MANUTENCAO Elevador em manutenção
RELE 60
SD COM FANT
SOBRETENSAO LINK Tensão alta no Inversor / Link = 340 ou 540Vcc
IGBT DE FRENAGEM IGBT = transistor de portência do inversor
ESTADO ANORMAL
PA contato R36U
PA contato R36D

141
Tsur

PA contato R54
PA contato R15t
NAO LEU MCP
MANUTENCAO C/SO Botão SO (Comum) na botoeira de manutenção acionado
DESCENDO 1V
DESCENDO 1V LOT
DESCENDO 2V
DESCENDO 2V LOT
DESCENDO 3V
DESCENDO 3V LOT
DESCENDO 4V
DESCENDO 4V LOT
SD SEM 1/2/3/4V
SU SEM 112
TACO ELETRONICO
FREIO ABERTO
SU COM FANT
SU NAO PARTE
SUBINDO 1V
SUBINDO 1V LOT
SUBINDO 2V
SUBINDO 2V LOT
SUBINDO 3V
SUBINDO 3V LOT
SUBINDO 4V
SUBINDO 4V LOT
SU SEM 1/2/3/4V
FALHA SINAIS MCP
CHAVE 21
AP DESNIVELADO
AP LOTADO
PA C/ AP OU FOT
PA COM FOT Reabertura acionada
FP SEM 107
FP DESNIVELADO
TEMPO INICIO FP
TRAFO TR310
SWB/TACO/TDC-S0S
PARADO COM B10
SU/SD SEM FAN
ANDANDO C/ FREIO
FALHA CORRENTE
OPERACAO DO INV.
CHAVES 6A E 6B
CHAVE 5
FUS. FB / TR30
RET. 1 / FUS. FE
FUS. FC / TR310
RET.310 / FUS.FF
FUS. FD / TR10

142
Tsur

RET. 3 / FUS. FL
RETIFICADOR 4
FUSIVEL FM
FUSIVEL FN
FUSIVEL FP
FUSIVEL FR
FUSIVEL FS
FUSIVEL FT
RL/TD1/xxCR/NPR
P27 SEM A3+ Porta de cabina fechada sem tensão em A3+
SD COM 509
SD SEM 511
SD COM 513
SD SEM 515
SU SEM 509
SU COM 511
SU COM 513
SU SEM 515
RELE 20 / #22
PA RELE DT
PA RELE DT E 20
FP SEM 306
FP RELE 20 / #21
FP RELE DT
PARADO COM 509
PARADO COM 511
PARADO COM 513
PARADO COM 515
P27 SEM P24(OTL) Porta de cabina fechada e limite de abertura ainda atuado
ERRO VELOCIDADE
TRAFO TR30
TRAFO TR31
PORTA PAV ABERTA
PORTA CAB ABERTA
PORTA ABERTA
FUSIVEIS FB
ERRO RELE SEG
RELE 36
CONTATO RELE 36
ERRO P13/P17/P18
CONTATO CDR/INV CDR = Rele de carga da MCINV
CONTATO 1E /INV 1E = Chave de alimentação inicial do inversor
SD SEM 303
SD COM 305
SD COM 212
SD SEM 213
SU SEM 303
SU COM 305
SU COM 213
SU SEM 212

143
Tsur

AP COM 208
AP COM 207
AP COM 206
FP SEM 208
FP COM 207
SD CONTATO R15t
PA COM 208
PA COM 207
PA COM 206
PARADO COM 213
PARADO COM 212
PARADO COM 214
ANDANDO SEM 214
GOV / CP1 Linha de segurança aberta (casa de máquinas)
CPF A x0CR Linha de segurança aberta (casa de máquinas)
FUSIVEL FL
FUSIVEL FJ
PDR:XXX
REAL:XXX

A MAG também elabora manuais específicos para cada elevador. Diferente dos manuais dos
fabricantes, os manuais MAG possuem informações objetivas e mais completas incluindo,
além de diagnóstico de falhas, ajustes, programações, sequência operacional, função de cada
componente, ilustrações que facilitam a compreensão e também uma versão especial (completa)
dos circuitos elétricos com simbologia e nomenclatura de fácil entendimento.

Consulte-nos sobre a disponibilidade por e-mail (preferencialmente) ou via fone/fax


e-mail: sergio.mag@uol.com.br fone: (11)6941-2007, (11)6686-0511, (11)9873-6041

144
Tsur

Espaço reservado para anotações

145
Tsur

Espaço reservado para anotações

146
Tsur

Espaço reservado para anotações

147
Tsur

Espaço reservado para anotações

148

Você também pode gostar