Você está na página 1de 13

Manual da Disciplina

Estágio Curricular
Administração
Sumário
1. APRESENTAÇÃO........................................................................................................................ 3

2. COMO CURSAR A DISCIPLINA ESTÁGIO CURRICULAR............................................... 3

3. RELATÓRIO DO ESTÁGIO....................................................................................................... 6

4. POSTAGEM DO ESTÁGIO CURRICULAR (EC)................................................................... 7

5. ORIENTAÇÃO DO ESTÁGIO CURRICULAR (EC).............................................................. 7

6. ROTEIRO DE RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR.................................................... 7


Serviço Social

1. APRESENTAÇÃO

O estágio se refere às atividades de aprendizagem profissional relacionadas à área


de formação dos estudantes, em que eles participam de situações reais de trabalho, em
consonância com a Lei nº 11.788/08. No curso de Administração da Unip, a disciplina
Estágio Curricular (EC) constitui-se uma atividade prevista no Projeto Pedagógico do Curso
(PPC). A disciplina é obrigatória para todos os alunos.
A disciplina Estágio Curricular é composta pela realização de no mínimo 300 horas de
atividades práticas relacionadas à administração, ou seja, participação em situações reais
de trabalho, seguidas de análise sobre os processos administrativos, de modo a evidenciar
a capacidade do aluno de identificar com clareza o objetivo do trabalho nas organizações
em que estiver envolvido.
Este regulamento se aplica aos alunos matriculados na disciplina Estágio Curricular
e também aos matriculados em regime de dependência (DP) da mesma disciplina.

2. COMO CURSAR A DISCIPLINA ESTÁGIO CURRICULAR

O Estágio Curricular é uma disciplina constante na matriz curricular do curso de


Administração, prevista no oitavo semestre, e deve ser realizado por meio de uma
dessas opções:
a. Atividades Práticas Equivalentes;
b. Atividades Práticas Realizadas como Estágio Remunerado e/ou Estágio Não Remunerado
c. Atividades Práticas Alternativas.

3
Manual de Estágio

Opção a: Atividades Práticas Equivalentes


O aluno pode ter validação de atividades realizadas como empregado, sócio proprietário,
voluntário, autônomo ou concursado, desde o primeiro semestre do curso. Para tal,
deve apresentar um relatório acompanhado do termo de convalidação e de documentos
comprobatórios das atividades. Qualificam-se para essa opção:

ƒƒ Empregado com vínculo empregatício: funcionários contratados como profissionais


em organizações formais, privadas ou públicas, amparados pela CLT (Consolidação das Leis
de Trabalho).

ƒƒ Sócio proprietário de empreendimentos: microempresário ou empresário de


organizações formalmente estabelecidas e ativas no período do estágio.

ƒƒ Trabalhador voluntário: em organizações não governamentais (ONGs) ou outras


organizações sem fins lucrativos, sem vínculo empregatício e sem recebimento
de vencimentos.

ƒƒ Trabalhador autônomo: pessoa física que presta serviço, sem vínculo empregatício,
sendo contribuinte individual da Seguridade Social.

ƒƒ Concursado: funcionário concursado para prestação de serviços remunerados em


órgãos públicos.

Para validação do Estágio Curricular por meio de atividades práticas equivalentes,


o aluno deve postar, em um só arquivo, três itens obrigatórios:
1. Relatório de Estágio (vide Roteiro de Relatório de Estágio Curricular);
2. Formulário (Termo de Validação de Estágio Curricular – Atividades Práticas Equivalentes
– vide modelo no Ambiente Virtual de Aprendizagem – AVA);

4
Serviço Social

3. Documento comprobatório específico, sendo:


Empregado com vínculo Cópia da Carteira de Trabalho (página
empregatício dos dados pessoais, do registro e da foto).
Sócio proprietário Cópia de contrato social com o nome
de empreendimento do aluno entre os sócios.
Carta/Documento da ONG com descrição
e validação de horas e documento que
Trabalhador voluntário
comprove ser uma organização sem fins
lucrativos.
Cópia de recolhimento do INSS
Trabalhador autônomo fornecido pela prefeitura ou registro de
autônomo fornecido pela prefeitura.
Concursado Cópia do Termo de Posse.

Opção b: Atividades Práticas Realizadas como Estágio Remunerado e/ou Estágio


Não Remunerado
O aluno pode ter convalidação de atividades realizadas como estagiário remunerado
desde o primeiro semestre do curso ou como estagiário não remunerado desde o quinto
semestre do curso. Para tal, deve apresentar um relatório acompanhado do termo de
convalidação e do Termo de Compromisso de Estágio (TCE) legalmente válido.
De acordo com a Lei nº 11.788/08, para a realização de Estágio Remunerado ou Não
Remunerado, a organização contratante deverá emitir um contrato formal ou Termo
de Compromisso de Estágio (TCE) assinado obrigatoriamente por três partes: estagiário,
contratante e instituição de ensino (Unip). Os trâmites do TCE são controlados pelo Setor
de Estágio da Unip EaD.
Para convalidação do Estágio Curricular por meio de atividades práticas
realizadas como Estágio Remunerado e/ou Não Remunerado, o aluno deve postar,
em um só arquivo, três itens obrigatórios:

5
Manual de Estágio

1. Relatório de Estágio (vide Roteiro de Relatório de Estágio Curricular);


2. Formulário (Termo de Convalidação de Atividades de Estágio Contratado – vide
modelo no Ambiente Virtual de Aprendizagem – AVA);
3. Documento Comprobatório: Termo de Compromisso de Estágio (TCE) com
validade legal e assinado pela organização contratante, pelo aluno e pelo coordenador
do curso de Administração.
O estágio pode ser realizado em qualquer tipo de organização legalmente constituída.

Opção c: Atividades Práticas Alternativas


Os alunos em situação não contemplada nas opções A e B poderão realizar atividades
alternativas compostas de um Relatório de Gestão Organizacional, seguindo a metodologia
Fundação Nacional de Qualidade (FNQ).
Para validação do Estágio Curricular por meio de atividades práticas alternativas,
o aluno deve postar:

ƒƒ Relatório de Gestão Organizacional de no mínimo 200 páginas, padrão ABNT, com


orientação da Coordenação do Curso.
O aluno também poderá realizar outras atividades práticas, desde que ratificadas pela
Coordenação do Curso.

3. RELATÓRIO DO ESTÁGIO

O Relatório de Estágio consiste no mapeamento, descrição e análise de processos da


organização em que o aluno realizou as atividades práticas além da descrição destas
atividades. O aluno deve obrigatoriamente seguir o Roteiro de Relatório de Estágio Curricular
constante no item 6, que aparece nas páginas seguintes.

6
Serviço Social

4. POSTAGEM DO ESTÁGIO CURRICULAR (EC)


O aluno deverá clicar no AVA no bloco TC-TRABALHO DE CURSO para postar o arquivo
com os itens citados neste manual referentes às atividades práticas realizadas. Este bloco
atende tanto a disciplina Estágio Curricular quanto Trabalho de Curso para vários cursos.
O link de postagem possibilita o envio de um único arquivo com extensão .doc ou .pdf
com todos os itens. O cronograma de postagem do Estágio Curricular possibilita envios
parciais antes da postagem final.

5. ORIENTAÇÃO DO ESTÁGIO CURRICULAR (EC)


A partir da primeira postagem será designado um professor orientador que fará as
devidas orientações por meio de devolutivas (parecer escrito). Para acessar as devolutivas do
professor orientador basta acessar o link de postagem. O aluno deverá fazer as alterações
solicitadas pelo professor orientador e postar todos os documentos novamente até
a postagem final. Alunos que fizerem uma só postagem no período correrão o risco de ser
reprovados, uma vez que não aproveitaram o processo de orientação.
O cronograma de postagem do Estágio Curricular será divulgado nos avisos da
Comunidade Geral do Curso de Administração, disponibilizado no Ambiente Virtual de
Aprendizagem (AVA).
O Estágio será validado na postagem final por meio de atribuição de notas – de 0
(zero) a 10 (dez). No entanto, a nota será disponibilizada no Histórico Acadêmico do aluno
na Secretaria Virtual somente após o aluno cursar todas as disciplinas. Para verificar a
aprovação, basta acompanhar as devolutivas do professor orientador.

6. ROTEIRO DE RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR


O Relatório a ser postado deve conter elementos pré-textuais (folha de rosto e sumário),
elementos textuais (conteúdo do trabalho descrevendo a organização e as atividades
do aluno) e elementos pós-textuais (referências quando houver bibliografia). Anexo ao
Relatório devem ser postados os scans tanto do Termo de Convalidação preenchido e
assinado, quanto dos documentos comprobatórios legalmente válidos.

7
Manual de Estágio

O ROTEIRO QUE DEVE OBRIGATORIAMENTE SER SEGUIDO É ESTE:

ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS

ƒƒ FOLHA DE ROSTO (SUBSTITUI A CAPA)

ƒƒ SUMÁRIO

ELEMENTOS TEXTUAIS

ƒƒ INTRODUÇÃO

A introdução é a apresentação do trabalho. É a parte inicial no qual o professor orientador


tem o primeiro contato com o assunto, que deve ser abordado de forma breve e objetiva.

ƒƒ OBJETIVOS DO ESTÁGIO CURRICULAR

Descrever o objetivo das atividades práticas desenvolvidas para o Estágio Curricular.


Que resultados espera alcançar com a elaboração deste relatório?

ƒƒ APRESENTAÇÃO DOS CAPÍTULOS

Apresentação breve e objetiva dos capítulos que compõem o Relatório


do Estágio Curricular.

8
Serviço Social

CAPÍTULO I – PERFIL DA EMPRESA-ALVO

1.1 Instituição

1.1.1 Denominação

1.1.2 Forma de atuação

1.1.3 Breve histórico

1.1.4 Descrição do negócio

1.1.5 Informações sobre o porte

1.1.6 Organograma

1.1.7 Mapa/fluxograma do processo da empresa

1.2 Produtos e processos

1.2.1 Principais produtos/serviços da organização

1.2.2 Descrição sucinta dos processos principais centrais de apoio

1.2.3 Principais equipamentos, instalações e tecnologias de produção

1.3 Sócios, mantenedores ou instituidores

1.3.1 Composição da sociedade

1.3.2 Identificação dos membros instituidores da organização

1.3.3 Expectativas dos sócios

9
Manual de Estágio

1.4 Forças de trabalho

1.4.1 Composição da força de trabalho (quantidade percentual por nível de


escolaridade – chefia ou gerenciai, regime jurídico de vínculo, principais necessidades
e expectativas)

1.5 Clientes e mercados

1.5.1 Principais mercados nos ramos de atuação

1.5.2 Principais clientes e clientes-alvo, por produto

1.5.3 Organizações intermediárias entre a organização e seus clientes (distribuidores,


revendedores e etc.)

1.5.4 Principais necessidades e expectativas de cada tipo de cliente

1.6 Fornecedores e insumos

1.6.1 Os principais tipos de fornecedores

1.6.2 Fornecedores diretos e indiretos

1.6.3 Composição da cadeia de suprimentos da organização

1.6.4 Abastecimento

1.6.5 Principais produtos, matérias-primas e serviços fornecidos

1.6.6 Pontos fortes e fracos

10
Serviço Social

1.7 Relacionamentos com a sociedade

1.7.1 Principais comunidades com que tem relacionamento

1.7.2 Impactos negativos potenciais (produtos, processos e instalações)

1.7.3 Passivos ambientais da organização

1.7.4 Serviços prestados e benefícios oferecidos

1.8 Concorrência

1.8.1 Ambiente competitivo

1.8.2 Concorrentes diretos

1.8.3 Concorrentes potenciais

1.8.4 Parcela de mercado (market share)

1.9 Principais diferenciais do negócio

1.9.1 Principais mudanças no ambiente competitivo (ambiente externo: variáveis


econômicas, políticas, culturais, sociais, legais)

1.9.2 Desafios estratégicos, parcerias, alianças estratégicas, ampliações,


novos mercados

1.10 Aspectos relevantes


1.10.1 Requisitos legais e regulamentares no ambiente
1.10.2 Eventuais sanções ou conflitos de qualquer natureza
1.10.3 Histórico da busca da excelência, programas de qualidade, prêmios, grandes
avanços, desempenho, competitividade

11
Manual de Estágio

CAPÍTULO II – MACROPROCESSO DO NEGÓCIO

2.1 O negócio

2.2 O processo

2.2.1 Descrição do processo

2.2.2 Mapa/fluxograma do processo

CAPÍTULO III – PROCESSO DO SETOR DE TRABALHO

3.1 Objetivos
3.1.1 Atividades do setor de trabalho
3.1.2 Principais entradas/insumos
3.1.3 Atividades principais
3.1.4 Principais saídas
3.1.5 Medidas de eficiência e eficácia
3.1.6 O processo do setor de trabalho
3.1.7 Descrição do processo do setor de trabalho
3.1.8 Mapa/fluxograma do processo de suas atividades

Conclusão
Trata-se da parte final do texto, com a apresentação das considerações finais, de como
os objetivos foram alcançados e do aprendizado do aluno na realização do trabalho.

12
Serviço Social

Elementos pós-textuais

Referências bibliográficas quando utilizadas, seguir Normas da ABNT.

Unip EaD.

13

Você também pode gostar