Você está na página 1de 10

Índice

Introdução ......................................................................................................................... 4
Os desafios no âmbito da Terciarização dos serviços de contabilidade ........................... 5
O que é terceirização contábil? ......................................................................................... 5
Quais são as vantagens? ................................................................................................... 5
Actualização constante ..................................................................................................... 5
Maior eficiência ............................................................................................................ 6
Menor custo .................................................................................................................. 6
Aumento na produtividade geral ................................................................................... 6
Como realizar a terceirização contábil em sua empresa? ............................................. 6
Os desafios no âmbito da Terciarização ........................................................................... 7
Desafio 1 – Persistência da crise económica e financeira............................................. 7
Desafio 2 – Instabilidade política e reflexos económicos ............................................. 8
Desafio 3 – Crescimento da demanda contábil ............................................................. 8
Desafio 4 – Modernização do sector contábil ............................................................... 9
Desafio 5 – Superação da obsolescência tecnológica e de marketing .......................... 9
Conclusão ....................................................................................................................... 11
Bibliografia ..................................................................................................................... 12
Introdução
A contabilidade surge como uma necessidade básica da de manutenção de registros
(recordkeeping). Segundo Basu e Waymire (2005, p. 8): “a manutenção de registros
[recordkeeping] é uma instituição que é necessária (mas não suficiente) para o
surgimento de cooperação humana em grande escala. Nosso argumento é que a
manutenção de registros evoluiu bio culturalmente para apoiar a coordenação
económica e uma complexa divisão do trabalho, servindo como um dispositivo
mnemónico para complementar a memória humana”. Assim, segundo Basu e Waymire
(2005) a contabilidade é uma instituição cujo desenvolvimento depende da co-evolução
como utras instituições culturais, tais como comunicação, direito, tecnologia da
informação, medição, etc, formando, assim, sistemas estáveis em um nível social
colectivo. RENÊ COPPE PIMENTEL 8
Adicionalmente, a contabilidade deve co evoluir com nossa composição biológica e
genética com maior ênfase às habilidades cognitivas e funções cerebrais ao longo do
tempo.
Assim, entender a evolução humana ajuda a entender a evolução da contabilidade e
vice-versa.

4
Os desafios no âmbito da Terciarização dos serviços de contabilidade
Segundo BORGES (2011) Terceirizar determinados serviços dentro de uma empresa é
visto como uma boa alternativa para agilizar e melhorar a qualidade seus processos
internos, tornando o negócio mais eficiente como um todo.

Ao analisarmos o sector de contabilidade de uma empresa, essas vantagens ficam ainda


mais evidentes. As mudanças constantes na legislação, o excesso de tarefas burocráticas
e o alto custo de contratação de um contador próprio são factores mais do que
suficientes para que diversas empresas optem pela terceirização contábil.

Apresentaremos, neste artigo, essas e outras vantagens obtidas ao terceirizar


contabilidade de sua empresa, explicando de que forma escolher o melhor serviço para
fazer isso e orientando como implementar essa prática em seu negócio.

O que é terceirização contábil?


No passado, cada empresa tinha seus próprios contadores. Porém, a competição
crescente no mercado e o aumento no rigor das normas contábeis transformaram os
setores de contabilidade em estruturas cada vez mais complexas, especializadas e caras.

Ao mesmo tempo em que as empresas precisavam de mais eficiência e agilidade, ficou


impossível manter uma boa equipe de contadores à altura dessas necessidades –
principalmente para pequenos e médios negócios.

Como solução para isso, surge a terceirização contábil. Com ela, a empresa reduz ou
extingue complemente suas atividades com relação ao setor, delegando todas as funções
para uma empresa ou um profissional externo. O serviço é prestado de forma
terceirizada, sem vínculo empregatício, porém com uma qualidade e eficiência maior do
que a maneira tradicional.

Quais são as vantagens?


Actualização constante

Um serviço com profissionais de fora da empresa traz o que há de melhor em


conhecimento disponível no mercado, além de sempre estar atualizado com as
mudanças constantes na legislação. Serviços de contabilidade empresarial possuem
clientes de diversas áreas, possuindo assim uma experiência e riqueza de informações
bem maior do que um contador interno da empresa.

5
Maior eficiência

Como é serviço especializado, a contabilidade terceirizada atua de forma mais intensa,


focada, indo direito ao ponto. O especialista terceirizado se dedicará para atender
exclusivamente as demandas da empresa, atuando sempre focado em entregar
resultados. Isso traz mais eficiência e rapidez em seus diagnósticos e na resolução dos
problemas.

Menor custo

Por manter não manter vínculo empregatício com os profissionais, a empresa faz uma
economia considerável ao optar pela terceirização contábil, em relação ao que gastaria
com a contratação de um contador próprio. Isso sem falar nos custos de estrutura física e
treinamento de um profissional interno, que não existem na terceirização.

Aumento na produtividade geral

Ao optar pela terceirização contábil, as empresas e seus funcionários passam a focar


mais na atividade-fim do negócio, em vez de perder tempo e trabalho com rotinas
secundárias, que não tem relação direta com o produto principal da empresa. Esse
“direcionamento” de atenção para aquilo que realmente é o propósito final da empresa
faz com que o nível de produtividade geral do trabalho suba.

Como realizar a terceirização contábil em sua empresa?


Mas terceirizar uma área tão importante quanto a contabilidade não é uma tarefa
qualquer. Uma terceirização contábil feita sem a devida atenção acaba mais
prejudicando do que ajudando. Por isso, a empresa deve se cercar de uma série de
cuidados, como:

1. Analisar bem a empresa que está contratando, conhecendo seu histórico e


reputação no mercado, para garantir a contratação de um serviço confiável e de
qualidade.
2. Não utilizar a terceirização contábil para atividades-fim da empresa, para que
a relação entre as duas partes não seja caracterizada como vínculo empregatício
pela legislação.

6
3. Sempre solicitar a proposta dos honorários e serviços compreendidos por
escrito, devidamente assinada, estabelecendo claramente as responsabilidades,
prazos e demais obrigações entre as partes.
4. Jamais repassar dinheiro diretamente a terceirizada para pagamento dos
tributos, pois o responsável por recolher os impostos é a própria empresa, após
os cálculos dos mesmos serem aprovados.

Como em qualquer atividade, na contabilidade existem profissionais bons e ruins. O


segredo é sempre selecionar com cuidado, escolhendo quem tem competência,
idoneidade e esteja alinhado com o que a legislação pede. Tente não economizar nesse
momento – quando se trata de um setor como a contabilidade, o barato pode sair muito
caro no futuro.

A terceirização contábil pode ser a saída para reduzir os custos de seu comércio e
melhorar sua gestão financeira ao mesmo tempo.

Os desafios no âmbito da Terciarização

Desafio 1 – Persistência da crise económica e financeira

Um dos principais desafios para o sector de contabilidade e, em geral, para o sector


empresarial, é a crise económica e financeira que deve persistir, mesmo que o impacto
deva ser menor do que o percebido.

Segundo SOUZA (2010), o país deve se manter em situação de crise financeira e


económica, dado que os consumidores ainda apresentam receio nos gastos; o mercado
ainda está retraído e deve levar algum tempo até se reestruturar e os investimentos e
empreendimentos devem ser realizados de forma mais moderada, dificultando o
crescimento do mercado e a geração de empregos.

Também é possível que o mercado apresente variações e instabilidades com relação à


política económica e financeira externa, com especial destaque para o mercado norte-
americano, já que a eleição de Donald Trump, considerado bastante conservador, pode
modificar o cenário económico e financeiro mundial a médio e longo prazo.

7
Também vale salientar que a previsão para empresas nos sectores de varejo também
devem apresentar dificuldades com relação ao comércio de produtos considerados
“supérfluos”, já que a contenção financeira tem se mostrado presente em muitas
economias por este factor.

Desafio 2 – Instabilidade política e reflexos económicos

Segundo RAMOS (2010) é previsto que o mercado encontre situações de instabilidade


em decorrência da situação política, especialmente devido a factores externos como a
eleição norte-americana, que vem despertando dúvidas no mercado, quanto por factores
políticos internos.

Vale destacar também que medidas políticas propostas pelo actual governo, como a
relativização e terceirização do trabalho; alteração do cenário político e das normas
electivas; reforma económica; e reforma previdenciária deve impactar directamente no
mercado, o que pode ser considerado delicado para os contabilistas.

São também previstas mudanças no funcionamento de programas de tributação do


governo, tais como mudanças no enquadramento fiscal de micro e pequenas empresas,
assim como no papel do micro-empreendedor individual (MEI).

Desafio 3 – Crescimento da demanda contábil

Apesar do momento delicado que a economia vive e que deve se manter, é esperado um
crescimento da demanda contábil, já que cada vez mais os empresários devem buscar
pelo apoio e assessoria especializada em contabilidade para desenvolver a gestão de
seus negócios.

Como o quadro económico e financeiro não tem indícios de melhora, é esperado que
factores como o crescimento da inflação; a diminuição da lucratividade; a busca por
melhor gestão contábil e fiscal; e também a necessidade de acompanhamento
profissional, visando potencializar resultados, diminuir gastos e aumentar a
rentabilidade empresarial.

Com esses desafios em mente, a figura do contador e da assessoria contábil passa a ser
ainda mais importante para o sector empresarial, já que a experiência profissional e a
expertise de negócios permitem que o contador ou assessor contábil tenha papel
estratégico na tomada de decisões e também em questões de ordem financeira,
especialmente em momentos de crise.

8
Desafio 4 – Modernização do sector contábil

Para TESSMANN (2011) Um elemento considerado fundamental pelos especialistas e


que deve ser considerado um dos principais desafios da contabilidade, a necessidade de
modernização tecnológica e funcional do sector contábil é um desafio a ser enfrentado
por aqueles que desejam se manter actualizados.

Segundo dados de especialistas em contabilidade digital, a grande maioria das empresas


e dos escritórios de contabilidade ainda não tem uma cultura digital, sendo que muitos
ainda utilizam ferramentas ultrapassadas de gestão ou mesmo não contam com
ferramentas mais modernas para sua gestão.

É muito importante que o setor contábil se mantenha atualizado e pertinente,


especialmente em momentos de grave crise financeira. Segundo pesquisas recentes, os
principais escritórios e setores contábeis enfrentam diversos gargalos na administração
de negócios.

Os principais elementos de entrave são:

➢ O baixo crescimento de receitas;


➢ A dificuldade de contratação de profissionais especializados;
➢ A gestão e capacitação de pessoal; e
➢ A actualização legal e funcional, sendo especialmente importante a
compreensão das mudanças legislativas.

Desafio 5 – Superação da obsolescência tecnológica e de marketing

Para Borges e Miranda (2011), a tecnologia da informação (TI) vem revolucionando e


modificando a rotina da área contábil há décadas, proporcionando melhorias na
operacionalização dos serviços e no atendimento aos clientes, sendo que a principal e
maior destas transformações é a criação do Sistema Público de scrituração Digital
(SPED), o qual obriga ao contador e demais profissionais da área a se capacitarem na
obtenção de conhecimentos sobre o assunto, dentre eles no planeamento e gestão
estratégica, pois os que não se adaptarem a era digital serão engolidos pelos demais.

Como objectivo, tem-se descrever as influências das novas tecnologias da informação


disponíveis na escrituração contábil no dia-a-dia das pequenas empresas de escrituração,

9
como principal e poder associar o aprendizado teórico com os estudos já publicados
pelas referências, procurando descrever a importância das tecnologias da informação
nos serviços de contabilidade e o impacto das novas tecnologias nas pequenas empresas
de escrituração contábil, demonstrando as mudanças na rotina do profissional contábil,
trazidas pela revolução da tecnologia da informação

Outro desafio fundamental a ser combatido dentro da contabilidade é repensar modelos


tecnológicos obsoletos, como a digitação total de dados, em especial aqueles ainda em
planilhas manuais; a falta da cultura de marketing de serviços dentro da gestão de
contabilidade; e também a necessidade de repensar os métodos de relacionamento com
clientes e prospecção de leads.

Também é fundamental que o sector contábil encontre seu espaço dentro dos serviços
oferecidos por meio online, como portais de atendimento ou de serviços digitais. Dentre
as grandes reclamação dos clientes e de outros sectores dentro de uma mesma empresa,
a obsolescência tecnológica do sector é apontada como um dos grandes problemas.

É fundamental também que o sector de contabilidade seja capaz de oferecer diferenciais


que atraiam seu público, não focando somente em questões como cumprimento de
obrigações ou cálculo correto de tributos, mas também oferecer serviços de qualidade e
excelência no atendimento.

Em situações de grave crise financeira, a diversidade de serviços, a facilidade de acesso


e a excelência no atendimento são fortes diferenciais e que fortalecem a relação entre o
profissional e seus clientes

10
Conclusão

Apos a realização deste trabalho, pude perceber é importante se manter atento à


possibilidade de mudança de questões de ordem previdenciária, já que o governo actual
vem reiterando que fará esforços para que a proposta de reforma da previdência social
seja realizada entre o ano de 2016 e o ano de 2017, o que deve gerar forte impacto
contábil e também económico.

É importante também destacar que as políticas económicas do novo governo ainda estão
em desenvolvimento, o que significa ser possível que ocorram alterações de ordem
tributária e funcional, com mudança de taxas, impostos e outras fontes de tributo. Para
que o profissional se mostre eficiente, é fundamental estar atento às alterações, que
podem trazer mudanças profundas nas relações tributárias entre as empresas e os entes
federados e a União.

Também é importante que os profissionais estejam atentos às mudanças da política


externa internacional e de seu impacto económico e financeiro, que pode fazer com que
sejam necessárias medidas mais austeras na contenção de gastos e na gestão financeira.

11
Bibliografia

BORGES, V.A.A.de S.; MIRANDA, C. C. F. A contabilidade na era digital. XIII Inic


EPG(Encontro Latino Americano de Iniciação Científica) e IX Encontro Latino
Americano de Pós-Graduação –UNIVAP, São Josédos Campos, out/2011. Disponível

RAMOS, M. do R. D. A importância da tecnologia da informação e comunicação nas


organizações de serviços de contabilidade. Dissertação (mestrado) –Instituto Superior
de Ciências Econômicas e Empresariais, 2010.

SOUZA, M. Contabilidade e Informática: parceria de sucesso!. 2010. Disponível em


http://www.artigonal.com/tecnologia-artigos/contabilidade-e-informatica-parceria-de-
sucesso-1935448.html. Acesso em 20/08/2014.

TESSMANN, G. de M. O desafio da contabilidade digital para os profissionais


contábeis. Monografia (Graduação) –UNESC –Universidade do Sul Catarinense, 2011.

12

Você também pode gostar