Você está na página 1de 9

Universidade CEUMA

Professor: Edilson Morais Lima e Silva

Determinação das Componentes de deslocamentos pelo método das forças para solução de
sistemas hiperestáticos. Viga Contínua com Carregamento Distribuído
(a) Calculo dos deslocamentos devido o carregamento real no sistema
principal-Hiperestático X1

s - é o comprimento do vão
i - O valor do momento no diagrama devido
ao carregamento virtual
k - o valor do momento no diagrama devido
carregameento real

 1 2  l q l2 1 2  l 2q  l2 1 2  l 2q  l 
2
 -  l  -  l  -  2  l   4
δ :=
 3 3 8 3 3 6 3 3 6 
-
l q
10 E I 4  E I

(b) Calculo dos deslocamentos devido o carregamento real no sistema


principal-Hiperestático X2
 1 l q l 2
1 l q l
2  1 2  q  l2 l 1 2q l2 2  l 1 q  l2 l 1 q  l2 2l 
-  l   +  l  2   -   l  +  l  +  l  +  l  
δ :=
3 3 8 3 3 6  3 6 3 6 6 3 6 6 3 3 6 3
20 E I

(c) Calculo dos deslocamentos devido o carregamento virtual (X1)


 l 1  2  l  2  l + 1  2  l  2  l  l + 1  l  2  l  l + 1  l  2  l  l + 1  l  l  l + 1  l  l  l
 3 3 3  3
δ :=
 3 3 3 6 3 3 6 3 3 3 3 3 3 3 3 

4 l
11 E I 9  E I
 1  l l  2  l + 1  l l  2  l + 1  l 2 l  2  l + 1  l l  l + 1  l l  2  l + 1  l l  2  l 
  3
δ :=
3 3 3 3 3 3 6 3 3 6 3 3 3 3 3 3 3 3 

7 l
21 E I 18 E I

(d) Calculo dos deslocamentos devido o carregamento virtual (X2)

 1  l l  l + 1  l l  l + 1  l l  2  l + 1  l l  2 l + 1  l 2  l  2  l + 1  l 2  l  2  l 
3 3 3 3 3 3 6 3 3  3
δ :=
 6 3 3 3 3 3 3 3 3 

4 l
22 E I 9  E I
δ := δ
12 21

Determinado os coeficientes de deslocamento a partir das forças virtuais unitárias, podemos


montar
a matriz de flexibilidade e montar o sistema linear de equações para determinar os
hiperestáticos previamente escolhidos
 δ10   δ11 δ12   VB   0 
 +    =  
δ  δ δ  V  0 
 20   21 22   C

Solução do sistema de Equações obtido

-1  13 l q 
 VB   δ11 δ12   δ10   20 
  :=    -    
 VC   δ21 δ22   δ20   l q 
      -
 10 

Com os hiperestáticos determinados podemos utilizar as equações de equilíbrio da estática e


encontrar as demais reações

Somatório das Forças Verticais


V + V + V + V - q l = 0
A B C D

Somatório dos momentos em torno de A


l
q  l - V  l - V  2  l - V  3  l = 0
2 B C D

q  l l - 13 l q  l -  - l q   2  l
 2  10  
V :=
 20     l q
D 3 l 60

13 l  q l  q  l q 13 l  q
V := - -  -  - + q l 
A  20  10  60 30

Dessa forma dando os seguintes valores ao problema temos


kN
l := 3m q := 15
m

13 l  q 13 l  q l q l q
Va := Vb := Vc := Vd :=
30 20 10 60
Va = 19.5 kN

Vb = 29.25 kN

Vc = 4.5 kN
Vd = 0.75 kN

Próximo Passo é o traçado de diagramas


x
M1( x) := Va x - q  x
2

M1( 0 ) = 0 kN m M1( l ) = -9 kN m

d 39 kN 15 kN x


Q( x) := M1( x)  -
dx 2 m
39 kN 15 kN x
Q( x) := -
2 m
39 kN
2
xmax := = 1.3 m M1( xmax) = 12.675 kN m
 15 kN 
 m
 

M1( x) := -M1( x)
4
1 10

0
M1 ( x)
4
- 1 10

4
- 2 10
0 1 2 3
x
o no diagrama devido
 1 q l2 2l 
-   l   4
 3 6 3   - 5 l  q
24 E I

Você também pode gostar