Você está na página 1de 3

1

Universidade de Brasília 
Departamento de Engenharia 
Civil e Ambiental

Disciplina: SIG-T Código: ​365831


Aluno:​ JEFFERSON HISHIYAMA DA SILVA Reg.:​ 19/0000198

SIG-T

Sistemas de Informação Geográfica (SIG) é um sistema de informação


especializado na compilação, gerenciamento, análise e representação de dados
geográficos em um âmbito espacial, sendo capaz de trabalhar com dados massivos
(Transport Geography, 2019). Em outras palavras, SIG é capaz de representar um
conjunto de dados espaciais e não espaciais, permitindo uma melhor avaliação e
representação de elementos através de suas características nas mais diversas áreas
da geografia (espacial, social, econômica e etc.).
Entre as diferentes potencialidades de um sistema SIG, está sua aplicação
na área de transportes, a qual recebe o acrônimo SIG-T. Nesse viés, uma das
primeiras aplicações de SIG-T ocorreu ainda na década de 1970 com a aplicação
Geodata Analysis and Display Systems ​(GDAS) desenvolvido pela IBM para auxiliar
em ações policiais e planejamento de entornos escolares (Keen and Morton, 1978
apud Waters, 2005). Segundo Waters (2005), a partir desse evento isolado nos
Estados Unidos, pesquisadores suecos desenvolveram o primeiro sistema de SIG-T,
aos quais foram apresentados conceitos e fundamentações utilizadas no sistema de
referenciamento de transporte de modo pioneiro, como os nós, links e conjunto de
dados.
Atualmente, segundo Transport Geography (2019) os tópicos de estudos em
SIG-T podem ser divididos em três categorias:
● Representação de dados;
● Análise e modelagem; e
● Aplicações.

A representação de dados em SIG-T se refere ao levantamento em ambiente


digital de objetos discretos e identificados através da representação de pontos,
linhas e/ou polígonos. Ainda, sua representação também pode ocorrer através de
atributos reais que variam continuamente através do espaço, sendo esses grelhas
2
Universidade de Brasília 
Departamento de Engenharia 
Civil e Ambiental

raster ou redes triangulares, por exemplo. Sua utilização é um componente chave


para o emprego de SIG-T, como por exemplo para a análise de redes, análise de
fluxo de dados de O-D através de matrizes, encadeamento de atividades e padrões
de comportamento através da utilização de TIC como dados de celulares e GPS,
entre outros.
Em relação à análise e modelagem, foram adaptados métodos e modelos
únicos, incluindo algoritmos de menor caminho e roteirização, modelos
gravitacionais, problemas de fluxo de rede (custo mínimo e equilíbrio), modelos de
previsão de demanda (quatro etapas e mais recentemente modelos baseado em
atividades) e modelos de interação com uso do solo (LUTI).
As aplicações de SIG-T ocorrem nas mais diversas área de transporte e
logística, tanto em empresas privadas quando órgãos públicos. Sua aplicação pode
ser exemplificada como no planejamento e gerenciamento de infraestrutura, análise
de segurança em transportes, análise de demanda, monitoramento e controle de
tráfego, planejamento e operação de transporte público, análise de impactos
ambientais, sistemas inteligentes de transportes (ITS), itinerários e tabela horária,
gerenciamento de frota e outros. Para cada uma dessas aplicações é necessária a
representação e inserção de dados específicos, seja de geometria de via, operação,
regulamentações e etc.
Entre as ferramentas computacionais SIG desenvolvida especificamente para
transporte, podem ser citadas:
● TransCAD da americana Caliper;
● EMME da canadense INRO;
● PTV VISUM da alemã PTV Group;
● MATSim da suíça ETH Zurich

REFERÊNCIAS

TRANSPORT GEOGRAPHY. Geographic Information Systems for Transportation


(GIS-T). Disponível em: <https://transportgeography.org/?page_id=6741>. Acesso
em: 29 ago. 2019.
3
Universidade de Brasília 
Departamento de Engenharia 
Civil e Ambiental

WATERS, N. New Preface to the Abridged Edition. New Developments in


Geographical Information Systems: Principles, Techniques, Management and
Applications. 2005. Disponível em:
<https://www.geos.ed.ac.uk/~gisteac/gis_book_abridged/>.

Você também pode gostar