Você está na página 1de 17

TRIBUNAL DE CONTAS

ATA N 2 34 - SESSÃO ORDINÁRIA EM 22 DE MARÇO DE 1961 DE


TOMADA DE CONTAS
Presidencia - Ministro Joaquim Coutinho
Procurador'- Dr. Christiano Martins
Secretário - Raul Freire

Com a presença dos Senhores Ministros Vergniaud Wanderley,


Jose Pereira Lira, Brochado da Rocha e Amaral Peixoto e dos Senhores Auditores
Ewald Pinheiro, Jurandyr Coelho e Carlindo Hugueney, deu início o Senhor Presi-
dente a Sessão Ordinaria de Tomada de Contas

RELATADOS PELO SENHOR AUDITOR EWALD S. PINHEIRO

Processo originado da representação do Diretoria da Despesa


PlIblica, sobre adiantamentos recebidos e ngo comprovados dentro do prazo legal,
da qual consta o de 0200.000,00, recebido em 15/7/60, pelo Cônsul, Diplomata,
classe K, Luiz Fernando do Couto Nazareth (P. 78 889/60).
- O Tribunal mandou arquivar o processo.

Processo originado da representaçao da Diretoria da Despesa


Publica, sobre adiantamentos recebidos e não comprovados dentro do prazo legal,
da qual consta o de e$3.000,00, recebido em 19/8/60, pelo Oficial Administrati-
vo, classe M, Joaquim Ignacio Molles (P. 87 591/59).
- O Tribunal mandou arquivar o processo.
RELATADOS PELOSENHOR AUDITOR CARLINDO HUGUENEY
Recurso interposto pelo Diretor em Comissão, do Lsboratário
Nacional de Analises, do Ministerio da Fazenda, Randolfo de Bretas Bhering, da
decisão deste Tribunal, que lhe impôs a multa de 5% sabre seus vencimentos, por
ãO haver remetido a este mesmo Tribunal, a relação de responsàveis seus subor-
inados, sujeitos a tomada 'de contas, no exercício de 1959 (P. 38 229/60).
- O Tribunal conheceu do recurso para manter a penalidade ap

ade, reiterando-se o expediente no sentido do efetivo cumprimento da decisão a


erior.
Recurso interposto pelo Diretor.do Colegio Pedro II - In-
ternato, Carlos Potsch, - atraves do. Aviso n 2
883, de 5/10/60, solicitando re-
consideração da multa que lhe foi imposta em virtude de não ter remetido a es
te Tribunal, a relação de responsãveis (art. 78, Lei n= 830, de 19)9, §ni-
co). P. 38 260/60.

- O Tribunal conheceu do recurso para manter a penalidade


aplicada, reiterando-se o expediente no sentido do efetivo cumprimento da de-
ciso.

- CORPROVAQÕES
kELATADOS PELO SENHOR AUDITOR EWALD S. PINHEIRO
De adiantamentos::

De a2.000,00 em favor de Aureo de Souza, Escrituràrio P,


do Ministário da Justiça e NegOcios Interiores, no recebido (P. 67 643/60).
- O Tribunal mandou proceder à bAixa na responsabilidade
(16 servidor.

De a 500.000,00, recebido em 22/7/60, pelo Diretor do I.M.


L. jessà.de Paiva, para despesas a seu cargo
no prazo de'60 dias a contar da
data do seu recebimento (P. 89 152/60);

De a 3.000,00, recebido em 19/8/60, pelo Of. Administrativo


cl. M, do Ministerio do Trabalho, Joaquim Ign;c10 Molles,. para despesas a seu
cargo no prazo de 6o dias da data do seu recebimento (P. 329/61),

- O Tribunal julgou comprovada a aplicaçgo dos adiantamentos


RELATADOS PELO SENHOR AUDITOR
JURANDYR COELHO
De adiantamentos:
De a
20.000,00, em favor de - Ary da Silva, EScrituràrio G
s do
Ministário da justiça, não recebido (P. 46 138/60);
De 050.000,00,
em favor de Ivan Braga Medrado, Escritur;Elrio
do Ministerio da Justiça, não recebido (P. 93 879/60);
De 570.000,00, em
favor de Jorge Theobald; Escrituràrfo F,
Ministerio da Justiça, ngo recebido (P. 28 488/60);
De B 2
3.333.40, em favor de Orlando de Oliveira, Guarda, ref.
do Ministerio da Justiça, no recebido (P. 78 095/60);

Deu 2,500,00, em favor de Clara Secco, Of. Administrativo


ci.
do Ministerio do Trabalho, no recebido (P. 1)4. 080/60);
De (5 5.000,00, em favor de Nilo Braga Caminho, Oficial da
Procuradoria, cl. O, do Ministerio do Trabalho, ngo recebido (P..83 758/60);
De n 10.000,00, em favor de Ignez Grecco Reis, Of. Adminis.4
trativo, cl. H, do Ninisterio da Fazenda, não recebido (P, 7070/60);
]
De n10.000,00, em favor de Alzanira Alves de Oliveira, Of.
Administrativo, cl. I, do Ministerio da Fazenda, não recebido (P. 37 393/60;
De n10.000,00, em favor de Lea Ritter Vianna Meirelles s Es-
tatistica, cl. K, do Ministerio da Fazenda, ngo recebido (P. 79 359/60.
O Tribunal mandou proceder g balas na responsabilidade
dos servidores.
RELATADOS PELO SENHOR AUDITOR CARLINDO HUGUENEY
De adiantamentos:
De n210.000,00, em favor de Antonio Dias, Professor Cate-
dratico padrão O, do M.Agricultura, ngo'recebido (P. 46 230/58).
O Tribunal mondou proceder g baixa na responsabilidade d
servidor.
De subvençOes

Den 15.000,00,concedido em 1958, RO Hospital 'Ana Cintra,


de Amparo, Sgo Paulo (P..88 807/60).
O Tribunal julgou comprovada a aplicação do quantitativo
em apreço.

- TONADA DE CONTAS

RELATADOS PELO SENHOR AUDITOR EWALD S. PINHEIRO


N 2 17 057/59 de Zolmo de Magalhães, Capitão de Corveta, do
Ministerio da Marinha, responsgvel pela aplicaçgo adada ao. suprimentode a ...
80.000,00, recebido em 24/10/58. - O Tribunal mantem o julgamento em diligen
eia para a audiencia_do proprio responsavel.
N 2 21 198/58 de Afonso Henríques COrte Real Nunes, 2 2 Tanen
te, do M.Marinha. O Tribunal, jg tendo admitido .o recurso, nega-lhe proviman
to, mantendo-se o acordo de fls. 50.
RELATADOS PELO SENHOR AUDITOR CARLINDO HUGUENEY
Ne 19 153/57 de Jose Cândido Castro Parente Pessoa, Diretor
Geral, do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas. -,0 Tribunal mondou
juntar o processo n2 31 714/58, a que se refere o parecer da 2a. D.T.C. (fls.
78).
RELATADOS PELO SENHOR AUDITOR JURANDYR COELHO!
. N2 101 284160 de Antônio Ulisse Rolim; N 2 100 373/60 de Lu
iz Hansted de Oliveira; N 2 .101 407/60 de Francisco Evangelista Chaves; N 2 •.i
91 801/60 de Esmerino Gomes Rocha; N 2 79 420/60 de Jogo Batista Aguiar Filho
e João Teles de Carvalho; N2 100 441/60 de Oswaldo Jorge Aguiar; N 2 35 592/58
de Paulo Ramalho Grilo; N 2 101 288/60 de Jose Horecio Marques; N 2 68 401/60 •
de Galdino Felix da Silva;. N 2 67 805/60 de Walfrido Pinto Coelho, Ari° UM,
bert e Alvise.Elio Fae; N ° - 100 425/60 de Leonel Pereira de Alencar, Francis-
co Vitor de Carvalho FOntenele e Lio Teixeira Firmeza; à= 101 283/60 de Val-
quirio Martins; N 2 61 . 634/60 de Manoel Saraiva Dantas e Edmar Urano de Car -
valho; N 2 27 423/60 de Gilberto Canedo de Maga lhes; à= 92 561/60 de Carlos
Eduardo Ebi;et Lobo, Sebsstigo Costa e Silva e Elio Teixeira Firmeza; Ne
101 278/60 de Luiz Melo Cavalcante e Manoel Rodrigues Ramos; N 2 61 771/60
de'
Jogo Batista Aguiar Filho e Wilson Magalhges Monteiro; N 2 62 954/60 de Alber-
to/O , Grady Paiva, Maria Amalia Caminha de Almeida e Jacine Cidrack de Olivei-
ra; N ° - 62 814/60 de Aristides Milito de Albuquerque e Vicente Duarte Filho;
N 2 62 816/6o de Celso Gomes Alves e Afonso Matos da Silva; N 2
62 823/60 de An-
tonio Elias Filho; Ne. 100 361/60 de Julio Nilson Diogo e Garibaldi Rocha; Na
83 590/60 de Oscar' Viana Sundin, Marcos Luiz de Bona e Evandro Lopes Malhei-
ros.

- O Tribunal mandou incluir os processos 'em pauta.


Na 100 417/60 de Marcos Luiz de Bone, Escrivão classe K e
Evandro Lopes Malheiros, Auxiliar de Coletorias ref. 18, no período de 16/8
31/12/54.- O Tribunal julgou em credito o escrivgo pela quantia de a 173,00 e
quite o auxiliar, enviando-se o processo ao Sr. Relator para lavrar o acOrdgo.
N 2 62 969/60 de Iracema Catunda, coletora e Jose Alfredo Ro
drigues Parente, escrivgo. - O Tribunal julgou em credito pela quantia de
477,70 o coletor e quite o escrivgo, enviando-se o processo ao Sr. Relator par
lavrar o acárdão.
Ne 83 602/60 de Francisco das Chagas Arai, escrivgo e An-
tonio Humberto Brasileiro de Alcantara, auxiliar. - O Tribunal julgou em credi
to o escrivão e o auxiliar, pelas quantias de e$ 121,70 e 12,30, enviando-se
o processo ao Sr. Relator para lavrar o acárdgo.
N 2 19 494/60 de Francisco Silveira Aguiar, coletor K e Anto
nio Weber Magalhges Monteiro, escrivgo J. - O Tribunal julgou em credito o co-
letor e o escrivão, pelas quantias de n303,80 e &269,20, ,enviando-se o Pro-
cesso ao Sr. Relator pare lavrar o.acordao.
Na 63 127/60 de Nassif Evangelho SimOes, Luiz . Elimar Blum e
Luiz Michielin, respectivamente Coletor e Escrivges. - 0 . Tribunal julgou em
credito o coletor, pela quantia de (a 373,00- e os escrivges, pelas quantias de
e 296,30 e W 3440, enviando-se o processo ao Sr. Relator para lavrar o acr-
o.

. N 2 61 778/60 de Aureo Muniz Cargueira, auxiliar de coleto-


rias. 7, O_Tribunal julgou em credito o responsável pela quantia de & 1.306,50,
enviando-se o processo ao Sr. Relator para lavrar o acárdío.
N 2 83 591/60 de Alcidio Neves Herderico, Tesoureiro, Hilton
Swain, Saul Munhoz, Alionel Machado da Costa, Leda Trouche Ramina e Aristides
Borges, Tesoureiros auxiliares. - O Tribunal julgou em credito o tesoureiro,
pela quantia de 53.450,00 e os tesoureiros-auxiliares, pelas quantias de . &

3.000,00, cada um, enviando-se o'processo ao Sr. Relator para lavrar o acárdão
Ne 63 043/60 de Moacir Ferreira, coletor e Virgilio Abreu,
escrivão. - O Tribunal julgou em credito o coletor e o escrivão pelas quantias
de . & 1.633,80 e a 1.139,30, respectivamente,, enviando-se o processo ao Sr. Re-
lator para lavrar o acordao.

W2 91 798/60 de Jose Ramiro Teixeira Jorge, Escrivão. - O


Tribunal julgou em credito o responsáivel pela quantia de el 809,30, enviando-se
o processo ao Sr. Relator para lavrar o acOrdão.
N 2 83 690/60 de Adelgides Figueiredo Correia. -O Tribunal
julgou em credito, pela quantia de Q5 2 .734,10 o escrivão, enviando-se o proces
ao ao Sr. Relator para lavrar o acárdão.
N 2 55 615/60 'de Jose Augusto S4, coletor, Francisco Vitor d
Carvalho Fontenele, escrivão e Jacine Cidrack de Oliveira, auxiliar. - O Tribu
nal,julgou em credito o coletor pela quantia de a 330,90, e quites o auxiliar
e o escrivao, enviando-se o processo ao Sr. Relator para lavrar o acárdão.
N 2 55 772/60 de João Batista Aguiar Filho, coletor K e Wil-
son Mágalhães.Monteiro, escrivão J. -
O Tribunal julgou em credito o coletor e
o escrivão, pelas quantias de (" ,;$ 154,00 e e3 134,50, enviando-se o processo ao
Sr. Relator para lavrar o acárdgo.
- N2 55 771/60 de Ademar Pinheiro. - O Tribunal julgou em cre
dito o responsavel pela quantia de a 1.617,40, enviando-se o processo ao Senho
Relator para lavrar o acordo.
N2 55 770/60 de Jose Maria de Sousa. - O Tribunal julgou em
credito o responsavel- pela quantia de c$ 30,80, enviando-se -o processo ao Sr.
Relator para lavrar o acorda°.
• N 2 101 291/60 de Jose . Madeira Pontes. -'0 Tribunal julgou
em credito o responsavel pela quantia de (j 3.838,!0, enviando-se o processo ao
Sr. Relator para lavrar o acárdão.
N 2 61 635/60 de Jose Bosco Arcanjo. - O Tribunal julgou em

credito o responsavel pela quantia de e4 116,10 enviando-se o processo ao Sr.


Relator para lavrar o acOrdão.
N 2- 100 423/60 de João Antonio Correio Mala, Escrivão J, A-
genor Barbosa de Lucena, coletor L e Othon Xavier Nery, auxiliar ref. 21. -
O Tribunal julgou em credito o coletor, o escrivão e o auxiliar, respectivamen.
te, pelas quantias de (n 19,00, e 14,80 e es 10,20, enviando-se o processo ao Sr.
Relator para lavrar o acorda°.
N 2- 17 574160 de Hermes Bandeira de Melo. -. O Tribunal julgoui

em credito o responsevel pela quantia de 55.519,80, enviando- se o processo ao


Sr. Relator para lavrar o acárdão.
N 2 79 393/60 de Jose Ribeiro de Freitas. Tribunal julgou
,em credito o responsavel pela quantia de ( 1-,(; 2.034,50, enviando-se o processó ao
Sr.. Relator paralavrar o accirdão.
N 2 14. 637/60 de Raimundo Rubem de Santana, coletor M, Jose

jeove Siebra Moreira, esc rivgo J e Astrolebio de Sales Guimarães ., auxiliar ref.
19. - O Tribunal julgou q uiteso escrivão e o auxiliar, e, em credito o coletor,
pela quantia de a 170,50, enviando-se ó processo ao Sr. Relator pare lavrar o
acordao.
N ° 78.507/60 - de Wilhelm Bernard - O Tribunal julga quite
o escrivão e em credito o coletor pela quantia de Cr$ 135 -
,00, enviando-se o
le rocesso ao Sr. Relator'para lavrar o competente acOrdão.
N ° 78.511/60 de AntOnio Stelita Silva, coletor, Aloisio Gran
jeiro Guimarães, escrivão e Valquirio - IsUirtins, auxiliar --O Tribunal julga gui-
es o escrivão e auxiliar, e, em credito, o coletor pela quantia de Cr$603,40,
nviando-se o processo ao Sr. Relator para lavrar o accirdão.
N ° 83:691/60 de Francisco Carlos de Morais, coletor, Maria
7 -

Maria Amerli& Gasninh de Almeida, escriva e Jacine Cidrack de Oliveira, 61-Ui.'

- O Tribunal julgou quites o coletor e a escÊvã, e, em credito, o auxi-

'liar, pela quantia de CS 372.00, enviando-se o processo ao Sr. Relator para 1


r
vrar o acordao.
Ne 83 601/60 de Joaquim Mendes da Rocha, coletor, João Bos
co de Vasconcelos, escrivão e Francisco Ozanan de Santiago e Leopoldino Romã°,
auxiliares. - O Tribunal julgou quites o coletor, o escrivão e o auxiliar Fre
cisco Ozanan de Santiago e, em credito, o auxiliar Leopoldino - Romã°, pela qua
tia de (t* 14,20, enviando-se o processo ao Sr. Relator para lavrar o acSrdão.
N ° - 101 287/60 de Gilvandro Mourão Teixeira, escrivão e Ra
mundo Gomes de Oliveira, auxiliar. - O Tribunal julgou quite o escrivão e
credito o auxiliar, pela quantia de 293,20, enviando-se o processo ao Sr. R
lator para lavrar o acOrdão.
N 2 86 840/60 de Joaquim Teixeira Leite, escrivão, Maurício
Justino dó Oliveira e Jogo Petrilo Neto auxiliares. - O Tribunal julgou em
credito o escrivão pela quantia de a 59,00
e quites os auxiliares, enviando-a
,.< .
processo ao Sr. Relator para lavrar o acOrdão.
N 2 101 279/60 de Franclaco Vitor de Carvalho Fontenele, co
letor e Jose Matoso de Oliveira, escrivão. - O Tribunal julgou quite o coleto
em credito o escrivão pela quantia de a 446,30, enviando-se o processo ao S 4

Relator para lavrar o competente.acOrdão.


EXERCÍCIO= 1953 -
N 2 149/59 de Francisco Vitor de Carvalho Fontenele.- O Ti
bunal, tendo sido recolhida a importância do debito, julgou quiteo respons;-
vel, expedindo-se-lhe a competente provisão.
1i4 725/60 de Aloisio Barbosa de Carvalho, Emílio de Al-
meida Morais e Manuel Rodrigues Ramos; N 2 83 685/60 deBartolomau Varela de Fr
ça e Jose Bonifácio Filho.
.. 6
195

N 2 76 557/60 de Rivadávia do Prado Lima 'e Maria do Carmo


Pratos; 101 290/60 de CustOdio Primo Guimarães e Luiz Melo Cavalcante.
1958

78 494/60 de João Augusto Barreira; N 2 13 122/59 de Nicoum


medes Rosa Fernandes; N 2 40 675/59 de Iracema Catunda e Jose Alfredo Rodrigue
Parente; N-.°. 78 515/60 de Jose Leite Ribeiro e Josá . Lourenço Colarei; N °-
100 424/60 de Agenor Barbosa de Lucena, João Antonio Correia Lima e Othbn Xa-
vier Nery; N 2 101 285/60 de Henrique Alves de Alencar; N 2 83.682/60 de Joaquim
Mendes da Rocha, João Bosco de Vasconcelos e Francisco Ozanan de Santiago; Ng
16 130/60 de Josá Ribeiro de Freitas.

1959

Na 7. 635/60 de Nelson de Melo; N 2 77 025/60 de Armindo Laca;


N 2 101 282/60 de Angela Costa e Jos; Ferreira Pires; N 2 83 683/60 de Jose Meton
Cruz Vasconcelos e Jos; Maria Frota Aguiar; N 2 83 592/60 de Jorge doi Santos Li
ma, Levy Mesquita de Araujo Lima, Leny Maria da Cunha Trouche, Jesuino da Silva
Lopes e Jogo Tito Schenin Cadermatori; N 2 91 799/60 de Sebestab Nogueira Ban-
deira, Manoel Geraldo da Ponte, Jogo Carlos de Pinho Melo, Luiz Lesse. libo e
Francisco Freitas Martins. - O Tribunal julgou quites os responsaveis e que se
referem os aludidos processos, enviando-se estes ao Sr. Relator para lavrar os
acorda os.
N 2 79 428/60 de Lídia Catonho Ribeiro; N 2 79 452/60 de Deus-
,
dedith Nunes Silva Machado; N 2 83 703/60 de Jos; Ibispina de Andrade Rocha; N2
80 943/60 de Teimo de Moraes; N 2 100 427/60 de WalquIrio Martins; N 2 100 426/60
de Jos; Nildo Nogueira de Oliveira; N 2 62 968/60 de Ademar Pinheiro; N 2 .39 -392i
60 de Jofre &MOS de Oliveira Carvalho. - O Tribunal julgou quites os respons;-
veie, mandando lavrar os competentes acOrdãos.
RELATADO PELO SENHOR AUDITOR ZUM PINHEIRO
Processo originado da representação da D.D.P. de 14110/57,
sobre adiantamentos recebidos e não comprovados, da qual consta o de Eneas Car-
los de Rezende, Of. Adm. M, responsavel pelo de (n 50.000,00, recebido em 15/7/
57. P. 54 245/57. O Tribunal mandou indagar ; repartição competente sUre a
data do oferecimento da comprovação.

ALIENAÇÃO ADMINISTRATIVA DE CAUÇÃO


RELATADO PELO SENHOR AUDITOR EWALD S. PINHEIRO
N ° 64 023/55 de Luiz de Castro Mbreirs e (torlos Schueler Ex
-

coletor e Escrivão da Coletoria Federal de Presidente Alves, S.Paulo, no perlod


de 1/1/29 a 15/1/43. - O Tribunal ordenou a alienação administrativa das cauçOe
'PROCESSO DE TOMADA , DE CONTAS
RELATADO PELO SENHOR AUDITOR JURANDYR COELHO
P. 47 747/55 de Julio Madureira Bittencourt, Inspetor Chefe
a Inspetoria Reg. do Fomento da Produção Animal M.Agricultura, responsãvel
II ela comprovação de e$220.000,00, recebida em 27/11/53. - O Tribunal mandou voz-

ar o processo ; Diretoria para dar integral cumprimento ; decisão do Tribunal


(fls. 29).
Relatados pelo Senhor Auditor CARLINDO HUGUENEY:
Nr. 83 764/60, de Luiz Abro, Coletor Federal em *Guariba, no Es
e
tado de So Paulo, no período de 1 de janeiro á 31 de dezembro de 1958, no qual
se aprecia a situaçJ.o do Escrivá-o Oswaldo Nogueira e dos Auxiliares Jlio Leo-
poldo Rocca, Áurea Paliei e Francisco Biaggio Castesi de Migueli, no mesmo pe-
riodo. - O Tribunal manda citar os responsaveis, feita a compensaçao entre
n.o

debitos e creditos do escrivao Oswaldo Nogueira e Julio - Leopoldo Rocca, auxili


ar.
Nr 21 533/60, do Ministro Caio de Lima Cavalcante, Comiss‘trio
Local em Bruxelas ; na Exposiçao Uníversã1 e Internacional em 1958 - O Tribu-
nal manda proceder a diligencia sugerida na instruçao (item 10, letras a a f,
da instruçao de fls. 8), bem assim para ser ouvido o responsavel como defesa:
a) por ue pagou despesas sem o registro do Tribunal; b) porque pagou ror conta
da dotaçao orçamentaria de 1958 despesas do ext2 de 1957 (fs.5 e seguintes do
anexo); c) como pagou em 1957 despesas, quando recebeu o suprimento ém 1958 -
(fs. 5 e seg. do anexo).

Nr. 39 994/50, relativamente a denúncia apresentada pelo Enge -
nheiro Jovino da Silva Ramos contra o engenheiro Felix Monteiro GuimarJes e o
Telegrafista Joaquim Raimundo Gomes do Departamento dos Correios e Telegrafos.
- O Tribunal dispensando a diligencia sugerida pelo Sr Relator para ser infor-
mado se, em face das conclusoes da Comisso de Inquerito, a Fazenda i.Tacionalha
via sido indenizada ; manda encaminhar o processo ao Sr. Dr. Procurador para .que
S.Exa possa emitir parecer no merito. - A decisao do Tribunal foi proferida pe
lo voto de desempate da Presidncia ; de acOrdo com os votos dos Srs. Auditores
Jurandyr Coelho e Carlindo Eugueney, convocados para completar o quorum, tendo
sidovotos vencidos os Srs..Ministros Brochado da Rocha e Amaral Peixoto. No
tomaram parte, por impedidos no julgamento, os Srs. Ministros Pereira Lira e
Vergniaud Wanderley.

. Nr. 31 619/60, de Luiz Mendes Carvalho, AgrOnoào, cl.K da Esco-


la de Agronomia de,Muzambinho no Estado de Minas Gerais, responsavel pela a-
plicaçâ'o. do quantitativo de Cr$ 120.000,00, em 1955. - 0 Tribunal Manda proce-
der a diligencia sugerida pelo Sr. Relator. (fls. 45).

Nr 71 994/60 ; de Arlindo Assis Montanha de Andrade, Coleto‘r Fe-


,
deral em Maringa, Estado do Parana, 5 no petiodo de lg de janeiro •a 31 de dezem
bro de 1957, com quem serviram o .Escrivao Simâ"b Tengrio, no perÍodo de 1-0. de fe
vereiro a 11 de setembro de 1957 e os Auxiliares de Coletoria Jair Portugal, no
e
periodo de 1 de janeiro a 31 de dezembro de 1957 e Munir Jose 'David, no perio-
do de 19 de agasto a 31 de dezembro de 1957.,- O Tribunal manda citar os res-
ponsaveis, feita a compensaçao proposta (fs. 63).

Nr 86 788/60, de Alezio Mainier,-relativo ao exercicio de 1950.


- .0 Tribunal julga quite o responsavel e manda encaminhar o processo ao Sr. Re
lator para lavrar o acorda°, expedindo-se comunicaçao ao Ministerio da Agricul-
tura sabre a falta de prestaç'go de fiança.

Nr. 58 604/60, de Gustavo Adolpho Trickmann, e 86 478/60, de Va


lentim Profeta do Amaral, relativos aos exercÍcio de 1952. - O Tribunal julga
quites os responsveis e manda encaminhar os processos ao Sr. Relator para la-
vrar os necessarios acordaos.

Nr. 84 W/60, de Maria Pacheco Ribeiro relativo ao exercicio


de 1953. - O Tribunal julga quite o responsj.vel e mandou encaminhar o processo
ao Sr. Relator para lavrar o necessario acorda°.

Nr. 75 612/60, de Maria Salome de Souza Franzoni e 74 171/60,de


Oswaldo Veloz° Junior, relativos ao exercicio de 1955. - O Tribunal julga qui-
tes os 'responsaveis e mandou encaminhar os processos ao Sr, Relator para lavrar
os necessarios acordaos.

Nr.42 601/60, de Hardy Brodbeck, 60 484/58 e 60 489/58, de Isau

ra Coutinhoda Silva, e Reinildo Carlos Menezes, respectivamente, relativos ao


exercicio de 1956 - O Tribunal julga quites os responsj.veis e mandou encaminhar
os processos ao Sr. Relator para lavrar os necessarios acordaos.

Nrs. 89 290/60, de Josina de Lourdes Cardoso, 86 782/60, de Ze-


ferino Silveira, 91 562/60, de Antonio Avelino de Oliveira, 78 514, de Irineu Li
nhareS Lima, L. 579/58, de Jogo CristOvão Cardoso e Octacilio Cunha, todos rela-
tivos ao exercicio de 1958 - O Tribunal julgou quites os responsaveis e mandou
encaminhar os processos ao Sr. Relator para lavrar os necessrios acOrdgos.

Nrs. 20 476/59, de Maria Jose Raposo de Carvalho, 23 261/59, de


Raymundo Francisco Alves, 16 398/59, de Walfrido da , Silva Moura, 56 005/59,• de
Hebe Silva Guimaraes, Hamilton Cordeiro, Carlos Arthur Miro Lopes e Celso Trau-
czynski, 56 986/59, de Etevaldo Vaz da Silva, Hebe Silva Guimares, HamiltonCor
deiro e Carlos Arthur Miro Lopes, 89 281/60, de Helio Rezende, 86 516/60, de Ma
noel de Souza Rodrigues, 86 517/60, de Adolfo Ruiz Hernandez, 91 569/60, de Fer
nanda Lucia Rodrigues Ayres, 83 587/60, de Auta Augusta Jacomini e 28055/60, de
Murillo Jose Soares, todos relativos ao exercicio de 1958 - O Tribunal julgou
quites os responsaveis e mandou encaminhar os processos ao Sr. Relator para la
vrar os competentes acordaos.

Nrs. 82 208/60, de Idalo Gianoti, 3)4851/60, de Nilza Nogueira,


79 771/60, de Raul Barros Vieira, 83 096/60, de Jose Gonçalves Leite, 86 835/6
de Francisco de Assis Carvalho, 86 504/60, de Agnalda Publio de. Castro, 79 287
60, de Celio Lemos de Vasconcelos, 79 285/60, de 0 -tvio Pagliarini, 79 283/60,
de Julieta Augusta da silveira, 79 282/60, de Aldahyr Vilas Boas Ramos, 9 259/
60, de Raimundo Moreira da Paixao, 79 276/60, de Maria Alice Furquim Bacha l
82 209/60, de Georgina de Camargo CO 4 queira, 82 204/60, de Maria Elvira Camole
zi, 82 164/60, de Amabilis dos Santos Pereira, 86 128/60, de PaUlo Morais,
86 129/60, de Carlos de Campos Martins, 82 192/60, de Adilia Barbosa Neves,
82 193/60, de Adelaide Berdll, 82 205/60, de OsOrio Elias do Prado, 74 713/60,
de AntOnio Bezerra Barbosa, 86 452/60, de Jose Cintra, 82 201/60, de Antenor
Rufino Sampaio, 86 454/60, de Otacilio Geraldo de Santana, 82 200/60, de Luiza
Ferriani, 88 345/60, de Adelia Marchioro Lowe, 100 543/60, de Terezinha de Je
sus Garcia Pinheiro, 86 459/60, de Francisco de Assis Costa, 84 450/60, de Rai
munda Braga Ribeiro, 84 452/60, de Francisco Guinesi, 100 542/60, de Benedito
Abdon Diniz, 82 288/60, de Walter Rossi, 82 197/60, de Jamile Jose de Figueire-
do, 82 213/60, de Ruth Zilze Bovolato, 82 210/60, de Maria de Lourdes da Silva
Feres, 95 385/60, de Benedita Marta de Jesus Oliveira, 87 905/60, de Onesimo An
drade Costa, 82 214/60, de Ruth Zilze Bovolato, 72 286/60, de Ofelia Silva Gui-
maraes, 10 325/60, de Emanuel Maria Veras, 75 868/6o, de Jose Francisco Prad
Gondim, 83 221/60, de Jacy Avila Machado, 86 460/60, de Alfa Borges Gomide Dias
84 h/16/60, de Maria Aparecida Ribeiro, 100 592/60, de Luiz Franco de Melo,
100 608/60, de Iracilda Barbosa Santana, 100 597/60, de Jose Carlos de França
100 594/60, de Cludio Cabral de Melo, 87 909/60, de Oralina Ramalho de Andra-
de, 82 196/60, de Celeste Pereira, 82 195/60, de Aristeu de Morais, 82 198/60
de Erotides Campossi, 86 820/60, de Geraldo Augusto da Silva, 82 215/60, de Ma-
ria Eugnia Rino Alves, 82 217/60, de Fernanda Simges Pereira, 82 216/60,
1-fiaria Raphael Barbosa, 82 218/60, de AntOnio Perecim, 82 190/60, de Luiz Gonza-
ga Pinho do Amaral 88 832/60, de Mario Nilton Leite, 82 207/60, de Maria Apar21
cida Brando Anchieta, e 95 386/60, de Geralda Vicente Maria, todos relativos
ao exercicio de 1959. - o Tribunal julgou quites todos os responsaveis e mandou
encaminhar os processos ao Sr Relator para lavrar os competentes acordaos.
12 Gela

Nrs. 87 976/60, de Jovelino de Souza Landim, 87 983/60, de Jur


cey de Holanda Cavalcante, 87 971/60, de Eitel Batista de Souza, 87 979/60, d
Neilo Leite do Prado, 87 967/60, de Geraldo. Soares da Costa, 87 978/60, de Isa-
bel de Oliveira Azevedo, 91 582/60, de HE'Lrio AntOnio Caram, 86 817/60, de Nilo
Corra, 86 818/6o; de Ubaldino Soares da Silva, 87 969/60, de Celso Fontes Maga
f
rio, 91 580/60, de Sahid Salome, todos relativos ao exercício de 1958. - O Tri-
bunal julgou quites todos os responsaveis e mandou encaminhar os processos ao
Sr Relator para lavrar os competentes acordaos.
Nrs. 89 288/60, de Silda Maculada Pignataro, 89 293/60, de Ad-
mar Alair Brasileiro, 89 285/60, de Vicente Pereira da Silva, 89 89/60, de Car
los Miranda, 3 390/60, de Jorge Matheus Rigo, 89 292/60 de•Haroldo Marques_ da
Silva, 89 273/60, de Maria Aparecida Viana Abro, todos relativos ao exercicio
de 1957. - O Tribunal julgou quites todos os response.veis e mandou encaminhar o

processos' ao Sr Relator para lavrar os competentes accirdâ'os.

Nrs. 79 .284/60, de. Nícolau Martins e 190/61, de Maria Francisca


Ambrozio, ambos do exercício de 1960. - O Tribunal julgou quites os . responsevel
e mandou encaminhar os processos ao Sr Relator para lavrar os necessarios acor-
da'os.

Nr. 100 570, de Evaldo Franzen de Lima, Escrivj.o interino da Co


letoria de Rendas Federais em Arassuai em Minas Gerais, no_qual se aprecia a si
tuaçao dos Coletores Augusto Moreira Cancela e Horacio da Costa Moura, todos n
exercicio d'e 1948. - O Tribunal julgou eriicreditoo escrivaó, pela - quantia:de Cr
461,50, quite o coletor Augusto Moreira Cancela e, em debito., o coletor Horacio
da Costa Moura, pela quantia de Cr 2.066,20, enviando-se o processo ao Sr Rela
. -
tor para lavrar o acorda°.
Nr. 95 413/60, de Manoel da Silva Bastos, Escrivjo da Coletoria
ederal em Natividade de Carangola, no qual tambem se aprecia a situaçj.o do Au-
ciliar de Coletoria, Dair Fialho Mota, ambos no exercício de 1959. - o Tribu
ai julgou em credito o escriv;o, pela quantia de Cr$ 132,70, e, em debito, o a
xiliar, pela quantia de Cr$ 2.661,4o, enviando-se o processo ao Sr. Relator pa
, -
a lavrar o acordao.

Nr. 95 409/60, de Oswaldo Marques, Coletor Federal em Cachoeira


e Macacu, no Estado do Rio de Janeiro, no exercício de 1959, no qual tambem s
aprecia a situaçâ'o do Escrivjo Camilo Amim e do Auxiliar Jose Elias Assum, ambos
n.o mesmo periodo. - O Tribunal julgou em credito o coletor pela quantia de Cr.
1.972,30 e em debito o escrivão, pela quantia de Cr$ 22,90 5 . eniando-se o pro-
cesso ao Sr. Relator para lavrar o acorda°, considerando, ainda, quite, o auxi-
liar de coletoria.

Nr. 100 959/60, de Irenio de Araujo Marques, Escrivão da Cole-


tona Federal em Parati, no Estado do Rio de Janeiro, no exercício de 1959, on-
de tambem se aprecia a situaçao do Auxiliar da Coletoria de Campos, Estado do
Rio de Janeiro, Miguel Jose Corria, tambem no mesmo per íe odo. O Tribunal julga
em - debito o escrivao pela quantia de Cr$ 2.521,30, e, em creditó, o auxiliar,pe

la quantia de Cr$ .472,30, enviando-se o processo ai Sr. Relator pára lavrar o


competente acordao.

Nr. 100 362/60, de Miguel Valentim Lana, Coletor, Jose Dias da


Costa, Escrivão e Jose Machado Gualberto de Sousa Auxiliar, todos com exercici
na Coletoria de Rendas Federais de Ponte Mova, no Estado de Minas Gerais, duran
te o exercício de 1952. - O Tribunal julgou em credito o coletor Miguel Valen

tim-Lana e o auxiliar Jose Machado Gualberto de Sousa, pelas quantias de Cr$.


5.796,90 e Cr$ 782,30, respectivamente, e, em debito, o escrivão Jose Dias
da
Costa, pela quantia de Cr$ 486.271,10, encaminhando-se o processo ao Sr Relator
-
para lavrar o competente acorda°.

Nr. 100 372/60, de Antenor de Paula Pereira, Coletor Fedwalen


Glicerio, no Estado de Sao Paulo, no exercicio de 1958, no qual tambem se apre
eia a situação do Auxiliar de Coletoria Fuad Dib, no mesmo período. - 0 Tribu -
nal julga em credito o coletor pela quantia de Cr$ 905,80 e em debito o auxili-
ar pela quantia de Cr$ 2.046,20, feita a compensaçao entre os respectivos debi-
tos e creditos. Determina, outrossim,. a remessa do processo ao Sr. Relator pa-
na lavrar o acordao.

Nr. 95 408/60, de Rubens iWelar Goulart, Coletor Federal em Ca


,
choeiras de Macacu, no Estado do Rio de Janeiro, .no exercicio de 1959, no qual
tambem se aprecia a situação do Escrivão Camilo Amim e do Auxiliar d.e Coletoria
. e
os e Elias Assum, no mesmo periodo. - O Tribunal julga em credito o coletor, pe
a quantia de Cr$ 244,
,
em d ebito, pelas quantias de Cr$ 32,90 e Cr$ 16,20,
escrivao e o auxiliar, respectivamente, enviando-se o processo ao Sr. Relator
ara lavrar o acordao.

Nr. 91 411/60, de Manoel da Silva Bastos, Escrivão da Coleto


ia Federal em Natividade de Carangola no Estado do Rio de Janeiro, durante o
xercicio de 1959 5 no qual se aprecia -bambem a situaçao do Auxiliar de Coletoria
e
Dair Fialho Mata, no mesmo perlado. - O Tribunal julgou em debito, pelas quanti
as de Cr$ 1.817,80 e Cr e 868,80, resDecbivamente, o escrivao e o auxiliar, envi
-
ando-se o processo ao Sr. Relator para lavrar o acorda°.

Nr. 86 544/60, de Clovis-Batista da Cunha,Coletor Federal em


Rio Claro, no Estado do Rio de Janeiro, no exercício de 1959. - 0 Tribunal jul-
gou em debito o Coletor pela quantia de Cr$ 28.589,30, enviando-se o processo
ao Sr. Relatar para lavrar o competente ãcordao.

Nr. 68 400/60, de Djalma Felix da Silva, EScrivâ'a da Coletoria


•e
Federal em,Sertanopolis, Estado do Parana, no exercício de 1955, no. qual tambam,
se aprecia a situaçao dos auxiliares de coletoria, Leonini Amaral Soares • e Ju-
e
lie Correia Freitas Filho, ambos no mesmo perlado. - O Tribunal julgou em debi-
to o escrivao Djalma Felix da Silva e os Auxiliares .Leonini Amaral Soares e Ju-
lio Correia Freitas Filho, pelas quantias de Cr$ 6447,20 1 @re 3398,20 e Cr$,.
3.714,70, enviando-se o processo ao Sr. Relator para lavrar o necessrio acOr-
dao.
Nr. 95 410/60, de Oswaldo Marques, Coletar Federal em Cachoei-
ras de Macacu, no Estada do Rio de Janeiro, no exercício de 1959, no qual se a-
precia tambem a situaçao do . Escrivao,Camilo Amim e do Auxiliar de Coletoria,Jo-
se Elias Assum, no mesmo exercício. - O Tribunal julgou em debito o escrivao e.
o auxiliar, pelas quantias de Cr$ 1.707,00 e Cr$ 710,60, respectivamente, envi-
ando-se o processo ao Sr. Relator para lavrar o competente acorda°.

Er. 95 407/60, de Francisco de Oliveira Maliterno, Coletor Fe-


deral em Mage, -no Estado do Rio de Janeiro, no exercicio de 1959, no qual tam -
bem se a:precia a situaçao do Escrivao, Mario Thomaz Pinto e dos Auxiliares de
Coletoria Francisco de Assis Silva e Nehil da Costa Franco, no mesmo exercício.
- O Tribunal julgou em debito ; pelas quantias de Cr$ 1.478,60, Cr$ 1.019,60,Cr$
662,80 e Cr$ 498,50, o coletar, o escrivjo e os auxiliares Francisco de Assis
Silva e Nehil da Costa Franco, respectivamente, enviando-se o processo ao Sr.
Relator para lavrar o competente acOrdo.

Nr. 17 366/60, de Luiz Michielin Coletor substituto e Ney Bor-


ba Stern, auxiliar, ambos da Coletoria Federal de Carazinho, no Rio Grande do
Sul, no exercicio de 1948, - 0 . Tribunal julgou em debito o coletor substituto e
o auxiliar, pelas quantias de Cr 546.188,60 e Cr$ 390,00, enviando-se o proces
so ao Sr. Relator para lavrar o acordao.

Nr. 86 499/60, de'Jog.o Antonio Cabral, Coletor Federal em Eld


rado Paulista, no Estado de São Paulo, no exercício de. 1958, no qual tambem se
aprecia •a situaçao do . Escrivao Onesio Franco, no mesmo perlado. - O Tribunal jui
gou em debito, pelas quantias de Cr$ 72,70 e Cr$ 55,0,.o coletar e o escrivão,
feita a compensaçao . entre os respectivos debitas e creditas. Determinou a remes
sa do processo ao Sr. Relatar para lavrar o competente acorda°. -

Nr. 206/60, de Alfredo Octaviano da Silveira, Coletar Federal


em Bom Jardim, no Estado do Rio de Janeiro, do Escrivão,Alberto Moretti e do Au
xiliar, Helena Monerat Celles,,todos'no exercicio de 1959. - O Tribunal julgou
em debito p coletar., o escrivao e a auxiliar, pelas quantias •de Cr$ 2.925,70,
Cr$ 713,50, e de Cr$ 1.782,10, respectivamente,-enviando-se o processo ao Sr.
o 0.4

Relatar para lavrar o competente acordao.

Nr-. 205/60, de Wantuil Baptista Vieira, Escrivão da Coletoria


Federal em Casemiro de Abreu, no Estado do Rio ke Janeiro, no exercfcio de 195
- O Tribunal julgou em debito o Escrivão pela quantia de Cr$ 14.450,10 enviand
se o processo ao Sr. Relatar para lavrar o acordao.

Nr • 61 639/60, de Ana Celsa Alves de Albuquerque, Manipulante


do Trafego, da Diretoria Regional dos Correios e Telegrafas, do Estado do Cea-
ra, no exercicio de 1958. - O Tribunal julgou em debito a responSavel pela qua
tia de Cr$ 60.200,00, enviando-se o processo ao Sr. Relatar para lavrar o neces
• _
sano acordao.

Nr. 83 576/60, de Jose Leonardo de Araujo, Postalista da Ag;n-


cia Postal Telegrafica em Nova Canaan, na Bahia, no exercicio de 1953. - O Tri-
bunal julgou.ém debito o responsevel pela quantia de Cr$ 40,20, enviando-se
,
processo ao Sr. Relatar para lavrar o competente acordad.

Nr. 95 412/60, de Manoel da Silva Bastos, Escrivão:da Coleto-


ria Federal em Natividade de Carangola.no Estado do Rio de Janeiro, no exara
cio de 1959, no qual tambem. se aprecia a situação do Auxiliar de Coletoria, Da-
ir Fialho Mota, no mesmo perlado. - O Tribunal julgou em debito o escrivão e
auxiliar, pelas quantias da Cr$ 6.160,00 e Cr$ 2.943,20, enviando-se o processo
,
ao Sr. Relatar para lavrar o acordao.

dr. 100 563/60, de Mauricio Pereira de Almeida, Auxiliar da C


latoria Federal em Itabera, no Estado de Sao Paulo, no exercício de 1958. -
Tribunal julgou em debito o responsavel pela quantia de Cr$ 8.497,80, enviando-
se o processo ao Sr. Relatar para lavrar o acordao,
16

Nr. 50 258/60, de Benedito AntOnio Feres, ex-Escrivão da Cole-


toria Federal em Rubiacea no Estado de Sao Paulo, no_exerciCio de 1957. - O Tri
bunal julgou em debito o responsavel pela quantia de Cr$ 623,80, enviando-se o
processo ao Sr. Relator para lavrar o acorda°.

Nr. 101 004/60, de Artur Bataiola, Coletor Federal em Barra Bo


nita l no Estado de São Paulo, no exercicio de 1958, no qual se aprecia *bambem a
situaçao do Escrivao Alberto de Dbus Nunes e dos Auxiliares Walter.de Souza Mun
duruça e Pedro Guilherme Marconi, no mesmo periodo. - 0 Tribunal julgou em debi
to o coletor pela quantia de Cr$ 1.100,00 e quites os demais servidores a que
A
se refere o processo, enviando este ao Sr. Dr. Procurador para lavrar o acOrdão

Nr. 18 481/60, de Paulo Coutinho, Coletor Federal de Carasinho


no lUo Grande do Sul, no exercicio de 1948, no qual tambem se aprecia a situa -
ção dos Escrivães Jurandyr Menezes, no exercicio de 1945 e Luiz Hichielin, no e
xercicio de 1947 e do AuXiliar Ney Borba Stern no exercicio de 1948. - 0 Tribu
nal julgou em debito o coletor Paulo Coutinho, pela quantia de Cr$ 7.188,70
o escrivão Luiz Hichielin, pela quantia de Cr$ 1.324,90, e quites o escrivão Ju
randyr Menezes e o auxiliar Ney Borba Stern, enviando o processo ao Sr. Relator
para lavrar o competente acordo.

NI'. 45 948/59, de Milton Justiniano.Pereira l Encarregado do A


moxarife da Inspetoria RegiOnalde Defesa Sanitaria Animal no Estado do Ceara,em
1955. - O Tribunal julgou em debito pela quantiade Cr$ 472.204,60, o responsa-
vel, ex-pratico rural, encarregado do Almoxarifado da Inspetoria Regional de De
fesa Sanitaria Animal, no Estado do Para, Sr. Milton Justiniano Pereira, envia
do processo ao Sr. Relator para lavrar o competente.acordao.

Nr. 83 605/60, de Ney Antonio Baby, Escrivão interino servind


e
na Coletoria Federal em Almirante Tamandare, no Estado do Parana, no exercido
de 1958. -- O Tribunal julgou em debito o responsavel pela quantia de Cr$
215.177,30, enviando o processo ao Sr. Relator para lavrar,o.acOrdão.

Nr. 91 682/60, de Alberto C'Grady Paiva, Coletor:Federal em


Crateus, no Estado do Ceara, no exercicio de 1958 5 no qual tambm se aprecia ai
situaçao do Escrivao,•AntOnio.Valter Gonzaga e do Auxiliar Salvandi Vieira Ho
e
landa, no mesmo periodo. - O Tribunal julgou em debito o coletor pela quantia
Cr$ 80,20 e quites os escrivão e auxiliar, enviando o processo ao Sr, Relator
para lavrar o acorda°.
Foi, finalmente, aprovada a redaçao dos acordj.os lavrados nos
processos julgados na Sessao de 1 de fevereiro de 1961, apresentados pelo Se-
nhor Auditor EWALD S. PINHEIRO:

Nrs. 82 142/60, de Almerinda Nunes Garcia, 101 003/60, de Caio


Julio Cezar de Andrade, 91 667/60, de Geminiano Marengo, 100 977/60, de Waldely
ria Holleben, 100 976/60, de Dano Moreira Crespo, 82 137/60, de Olivia Branco
de Oliveira Betiolo, 91 671/60, de Luiza Quaresma Ferreira, 101 099/60, de Hél-
cy Ribeiro Scheffer, 91 664/60, de Disberto Bizonin, 82 139/60, de Nadir Avila
Ferreira, 88 346/60, de Celeste Kucera, 82 143/60, de Delicia Koff, 82 141/60,
de Mario Amorim, 100 548/60, de Maria Malta Gibbon, 91 666/60, de Jorge :latheus
Rigo, 100 602/60, de Cordelio de Oliveira Maranhâ'o, 100 609/60, de Maria Ber-
nadete Wanderley, 100 610/60, de Reinaldo Cavalcante de Oliveira, 100 603/60,de
Josefa Alves da Costa, 100 601/60, de Lamartine Ferreira Lopes, 100 612/60, de
Antonieta Valente Soares, 100 611/60, de Amaro Domingos da Silva, 14 177/56, de
Irineu Machado Esteves, 26 640/60, de Nadir da Silva Ferro, 82 249/60, de Jogo
da Paz, 82 235/60, de Maria do Rosjrio Barros, 100 607/60, de Jo a- To Gomes da Sil
va, 19 59/59, de Expedito Carlos Santos, 91 672/60, de Celina A.Gonçalves,
91 673/60, de Iracey da Silva Gouvea, 82 278/60, de Otavia Cotrinda Silva,
91 668/60, de Joâ'o Balsemo Mendes, 84 434/60, de Maria Helena Guimarj.es Almei-
da, 15 168/59, de Gercy Parga Guimarg.es , 82 168/60, de Vitor Atzgusto Sodre,
82 279/60, de Conceiç'o Rosa de Lima Melo, 101 257/60, de Dirce de Oliveira Mar
tineli, 100.369/60, de Ignez Angela Saretta Fracalossi, 18 762/58, de Maria Jo-
se Raposo de Carvalho, 100 963/60, de Antenor Saraiva, 101 098/60, de Emilio An
onio Colvero, 101 101/60, de Alia Marchiori Lowe, 100 595/60, de Waldomiro
Imelda de Lima, 100 606/60, de Floriano Vieira de Barros, 82'191/60, de Oswal-
o Alves, 82 266/60, de Sebastiao Lima de Souza, 101 2h)1/60, de Terezinha Pira-
i, 100 593/60, de Maria Luiza Marques de Albuquerque, 84 435/60, de Orminda de
arvalho Masson, 100 958/60 5 ' de Pericles Morato de Andrade, considerando-os qui
es e mandando expedir-lhes as necessarias provisoes.
Nada mais havendo a tratar, o Senhor Ministro Presidente deu

I )or encerrados os trabalhos.


E, para constar, lavro a presente ata, que vai subscrita e

i
,
ssinada. Eu,
subscrevi.
ssoes,

Você também pode gostar