Você está na página 1de 105

QUÍMICA GERAL I

Resolução comentada

Gerson Barbosa de Sousa

Guaratinguetá-2018
Apresentação

Neste livro didático, o aluno ou interessado encontrará além das definições, uma série de
exercícios com resoluções comentadas sobre os conteúdos da Química Geral I.
A principal preocupação foi elaborar e desenvolver um livro de caráter didático que
servisse de referência para alunos, em especial os que ainda estão cursando o primeiro ano do
ensino médio e candidatos aos vestibulares e é claro, aos professores que se dispuserem a
fazer bom uso desse material. A linguagem empregada é a mais próxima do cotidiano do aluno,
mas sem deixar de empregar a linguagem científica. Assim, tenta-se desmistificar conceitos pré-
concebidos de que a química é uma matéria abstrata e, portanto, difícil.
Sumário
Introdução 3
Unidade 1. Propriedades das substâncias
1.1 Matéria e substâncias
1.2 Estados físicos das substâncias
1.3 Propriedades químicas das substâncias
1.4 Separação das substâncias
1.5 Síntese da Unidade
1.6 Atividades
Unidade 2. Estrutura atômica e tabela periódica
2.1 Modelos atômicos
2.1.1 Os elétrons
2.1.2 Os prótons
2.2 Modelo atômico de Rutherford
2.3 Modelo atômico de Bohr
2.3.1Camadas eletrônicas e números quânticos
2.4 Orbitais
2.5 Distribuição eletrônica dos átomos
2.5.1 Princípio de exclusão de Pauli 2.5.2 Camada de valência
2.5.3 Regra de Hunt 2.6 Número atômico, isótopos e íons
2.7 Tabela periódica
2.7.1 Propriedades periódicas
2.7.1.1 Raio atômico
2.7.1.2 Potencial de ionização
2.7.1.3 Eletronegatividade
2.7.2 Classificação e Configuração Eletrônica dos Elementos
2.9 Atividades
Unidade 3. Ligações químicas
3.1 Ligação iônica
3.2 Objetivos do ensino de ciências
3.1.1 Estruturas de cristais iônicos
3.1.2 Estrutura da fluorita
3.1.3 Fatores que influenciam na formação de compostos iônicos
3.1.4 Compostos iônicos mais frequentes
3.1.5 Propriedades dos compostos iônicos
3.2 Ligação covalente
3.2.1 Regra do octeto e símbolos de Lewis
3.2.2 Geometria das moléculas
3.2.3 Polaridade das ligações
3.2.4 Forças intermoleculares
Definições

Química e a ciência que estuda a matéria e sua composição, suas propriedades e


reações que alterem sua estrutura íntima, formando outra(s) substância(s).
Matéria é tudo o que tem massa e ocupa lugar no espaço em qualquer de seus três
estados físicos: sólido, líquido ou gasoso. Em outras palavras, é o material do qual o universo é
constituído.
Massa é a quantidade de matéria que constitui um objeto e geralmente é medida em
gramas ou quilogramas, desde um balde de pedregulhos ou um balde de água. Assim, deve-se
especificar a diferença entre peso e massa de um corpo ou objeto.
Peso seria a força com que um objeto ou um corpo é atraído pela força gravitacional da
Terra e depende da massa da Terra e da distância entre o objeto e o centro da Terra (o peso de
um objeto é maior nos polos do que no Equador). É mensurado em Newtons ou Ergs.
Átomos constituem a unidade fundamental de toda a matéria.
Molécula vem a ser a menor porção de uma substância que é formada por átomos.

Estados da matéria

Os elementos ou substâncias apresentam três estados físicos: sólido, líquido e gasoso


que dependem da temperatura e pressão.

Classificação da matéria

Substâncias são diferentes espécies de matéria. Como as substâncias podem ser


moleculares ou iônicas é importante concluir que toda matéria é formada por átomos ou íons.
As substâncias são representadas por fórmulas. Há diversos tipos de fórmulas; a que
indica o número de átomos de cada elemento presente é chamada fórmula molecular (no caso
de substâncias formadas por moléculas) ou íon-fórmula (no caso de substâncias formadas por
agregados iônicos).
Exemplo: H2SO4 – sua fórmula molecular indica que esta substância é formada por 2 átomos
de hidrogênio, 1 átomo de enxofre e 4 átomos de oxigênio.
Exemplo: O2 – sua fórmula molecular indica que a substância é formada por 2 átomos de
oxigênio.

Substâncias puras e misturas

Substância pura: substância com composição característica, uniforme e apresenta um


conjunto definido de propriedades. Exemplos: água (H2O), ferro (Fe), sal (NaCl), açúcar, oxigênio
(O2).
Uma substância pura pode ser classificada em:
a) Substância simples ou elemento químico. É uma substância fundamental e elementar que
não pode decomposta em outras substâncias mesmo que sejam mais simples por ser formada
por átomos de um único elemento químico Ex.: carbono C, cloro Cl, oxigênio O2 (Substância
diatômica), etc.
b) Substância composta ou composto. É uma substância constituída de átomos de 2 ou mais
elementos combinados e mantêm uma proporção definida. Ex.: água (H2O) será sempre 2
átomos de hidrogênio e um átomo de oxigênio, não importa o seu estado físico.
Os compostos podem ser decompostos em substâncias mais simples. Exemplo: H O (l)
2
→ 2 H (g) + O (g).
2 2
Mistura: É a reunião de duas ou mais substâncias puras que não interagem, mesmo
apresentando um único aspecto e suas moléculas permanecem inalteradas podendo vir a serem
separadas fisicamente.
Fase: é a parte da matéria estruturalmente homogênea na qual todas as propriedades
são as mesmas.
As misturas podem, por sua vez, ser classificadas em:
Misturas homogêneas ou soluções. São aquelas em que os componentes estão
uniformemente misturados a nível molecular ou atômico.
Ex.: ar, água + álcool.
Misturas heterogêneas: São aquelas em que os componentes apresentam duas ou mais
fases.
Ex.: areia + açúcar, óleo e água ou o granito (quartzo, mica e feldspato).

Exercícios
1) Dos materiais abaixo, quais são misturas e quais são substâncias puras? Dentre as
substâncias puras, quais são simples e quais são compostas?

a) Água dos rios; k) Amálgama (liga de mercúrio,


b) Ferro; prata e zinco);
c) Aço; l) Gasolina;
d) Gás carbônico; m) Ar atmosférico;
e) Salmoura; n) Etanol anidro;
f) Refrigerante; o) Água destilada;
g) Leite; p) Gás nitrogênio;
h) Metano; q) Cobre;
i) Vinagre; r) Gás oxigênio.
j) Ouro 18 quilates;
2) Dois sólidos brancos apresentam a mesma densidade. Indique um teste que pode ser
realizado para verificar se corresponde à mesma substância pura.

3) Açúcar, sal, giz branco, gesso e cal são alguns exemplos de sólidos brancos. Se esses
materiais apresentarem superfície homogênea e totalmente branca, pode-se afirmar que são
substâncias puras? Justifique.

4) É comum, inclusive entre os químicos, o uso da expressão “substância pura e substância


impura”. Acerca desse fato, analise as afirmações abaixo e indique se são verdadeiras ou
falsas:

a. ( ) As expressões são corretas porque uma substância pode ser pura ou impura, dependendo
de como suas propriedades variam.
b. ( ) É muito raro encontrar “substâncias puras” na natureza. Em geral, os materiais se
apresentam na forma de misturas ou de “substâncias impuras”.
c. ( ) A expressão “substância pura” é redundante porque se um material não é formado de uma
única substância, portanto puro, esse material é classificado como mistura.
d. ( ) Somente as “substâncias puras” possuem todas as propriedades químicas, físicas e de
grupo constantes e invariáveis.
e. ( ) A expressão “substância impura” refere-se a um material formado de duas ou mais
substâncias (mistura), em que a principal delas aparece numa porcentagem superior ( > 90%)
em relação à(s) outra(s).
5) (Osec-SP) Em qual das sequências abaixo estão representados um elemento, uma
substância simples e uma substância composta, respectivamente:

a. H2, Cℓ2, O2
b. H2, Ne, H2O
c. H2, HI, He
d. H2O, O2, H2
e. Cℓ, N2, HI

6) (Mackenzie-SP) O número de substâncias simples com atomicidade par entre as substâncias


O3, H2O2, P4, I2, C2H4, CO2 e He é:

a. 5
b. 4
c. 3
d. 2
e. 1
7) (UFMG) Uma amostra de uma substância X teve algumas de suas propriedades determinadas.
Todas as alternativas apresentam propriedades que são úteis para identificar essa substância,
exceto:

a. densidade
b. massa da amostra
c. solubilidade em água
d. temperatura de fusão
e. temperatura de ebulição

8) (Ufac) Com relação às substâncias O2, H2, H2O, Pb, CO2, O3, CaO e S8, podemos afirmar que:

a) todas são substâncias simples.

b) somente O2, H2 e O3 são substâncias simples.

c) todas são substâncias compostas.

d) somente CO2, CaO e S8 são substâncias compostas.

e) as substâncias O2, H2, Pb, O3 e S8 são simples.

RESPOSTAS
Questão 1
a. Água dos rios: mistura
b. Ferro: substância pura simples
c. Aço: mistura
d. Gás carbônico: substância pura composta
e. Salmoura: mistura
f. Refrigerante: mistura
g. Leite: mistura
h. Metano: substância pura composta
i. Vinagre: mistura
j. Ouro 18 quilates: mistura
k. Amálgama (liga de mercúrio, prata e zinco): mistura
l. Gasolina: mistura
m. Ar atmosférico: mistura
n. Etanol anidro: substância pura composta
o. Água destilada: substância pura composta
p. Gás nitrogênio: substância pura simples
q. Cobre: substância pura simples
r. Gás oxigênio: substância pura simples

Questão 2
As temperaturas de fusão e ebulição de ambos os sólidos poderiam ser medidas. Se
apresentarem as temperaturas de fusão e ebulição iguais, é porque são a mesma substância.
Mas se as temperaturas forem diferentes, então, correspondem a substâncias diferentes.

Questão 3
Não, pois o fato de o sistema ser homogêneo e branco não garante que a amostra seja
substância pura. Substâncias e misturas diferentes podem ter o mesmo aspecto visual. A
homogeneidade e a cor branca não equivalem à pureza dos materiais.

Por exemplo, se o giz branco em pó estivesse misturado com um pouco de gesso em pó, seria
uma mistura que continuaria com o aspecto homogêneo e branco. Além disso, várias impurezas
que podem estar misturadas nesses sólidos podem ser imperceptíveis a olho nu.

Questão 4
a. (F) Essa afirmação está errada porque as propriedades de uma substância são praticamente
constantes em qualquer amostra de material, quando medidas nas mesmas condições de
temperatura e pressão.
b. (V)
c. (V)
d. (V)
e. (V)

Questão 5. Alternativa “e”.


Questão 6. Alternativa “d”.
As substâncias simples são: O3, P4, I2 e He. Mas as únicas que têm atomicidade par, isto é, um
número par de átomos, são: P4 e I2.

Questão 7. Alternativa “b”.


A massa é uma propriedade que independe da natureza do material.

Questão 8. Alternativa “e”.

Propriedades das substâncias

Propriedades Físicas São aquelas que podem ser coletadas e analisadas sem que a
composição química da matéria seja alterada, ou seja, resultam em fenômenos físicos e não
químicos.
Por exemplo, se pegamos uma amostra de água de determinada massa, nós não mudamos a
sua constituição, por isso a massa é uma propriedade física. Outro exemplo é a propriedade que
a água tem de se evaporar, ela passa do estado líquido para o de vapor, mas continua com a
mesma composição química. Assim, o ponto de ebulição é uma propriedade física.
Outros exemplos são: volume, densidade, estado físico (sólido, líquido e gasoso),
ponto de fusão, temperatura, cor e dureza.

Propriedades químicas das substâncias


São aquelas que se referem à capacidade de uma substância de sofrer transformações.
Por exemplo, quando uma substância queima, como a gasolina, sua composição química se
altera, transformando-se em novas substâncias. A combustão é uma propriedade que a
gasolina possui.
As substâncias podem ser podem ser classificadas em:
1) SUBSTÂNCIA IÔNICA:
• Possuem elevados ponto de fusão (PF) e ponto de ebulição (PE);
• São solúveis em solventes polares;
• Conduzem a corrente elétrica quando fundidos (fase líquida) ou em solução aquosa,
situações onde existem íons livres na solução;
• Sólidos em temperatura ambiente;
• Formam cristais quebradiços;
2) SUBSTÂNCIA COVALENTE:
• Possuem pontos de fusão e ponto de ebulição variáveis;
• Não conduzem corrente elétrica (exceção: grafita);
• Podem ser sólidos (glicose), líquidos (água) ou gasosos (oxigênio) em temperatura
ambiente;
• Moléculas polares são solúveis em solventes polares, moléculas apolares são solúveis
em solventes apolares;
3) SUBSTÂNCIA METÁLICA:
• Possuem elevados ponto de fusão (PF) e ponto de ebulição (PE) (exceção: mercúrio,
césio e frâncio);
• Na forma metálica são insolúveis em solventes polares e apolares;
• Ótimos condutores de corrente elétrica, mesmo na fase sólida devido a presença dos
elétrons livre;
• São dúcteis (fios) e maleáveis (lâminas);
• Ótimos condutores de calor;

Exercícios
1)Indique quais das descrições feitas abaixo são referentes a propriedades químicas:
a)O ferro transforma-se em ferrugem na presença de ar e umidade.
b)O ferro é cinza e sólido em temperatura ambiente.
c)O papel produz cinzas ao pegar fogo.
d)O alumínio apresenta densidade de 2,7 g/cm 3.
e)O álcool ferve a 78ºC, sob pressão de 105 Pa (aproximadamente 1 atm).
f)A combustão do etanol libera gases e energia.

2) Relacione as propriedades específicas (coluna B) que justificam o uso dos seguintes materiais
(coluna A):
Coluna Coluna B:
A: Resistência à oxidação, tenacidade e
Vidro na fabricação de para-brisas; maleabilidade.
Cobre na fabricação de fios elétricos; Sólido, impermeável e maleável.
Aço inoxidável na fabricação de talheres; Maleável, macia e durável.
Borrachas na fabricação de pneus. Dúctil e bom condutor de corrente elétrica.

3) (UFBA-BA) Instrução: indique as proposições verdadeiras, some os números a elas


associados e indique o resultado em seu caderno. A matéria é constituída de átomos e possui
propriedades que permitem identificar e classificar as formas sob as quais se apresenta na
natureza. O quadro a seguir relaciona algumas propriedades de amostras da matéria:

* Não há ponto de fusão ou de ebulição definido.


Com base nas informações do quadro e nos seus conhecimentos sobre estrutura e
caracterização da matéria, pode-se afirmar que:
(01) Densidade, ponto de fusão e de ebulição são propriedades funcionais da matéria.
(02) Ferro e pentano são substâncias puras.
(04) Água do mar e álcool a 96 ºGL são substâncias compostas.
(08) Pentano é líquido a 25 ºC e a 1 atm.
(16) Moeda e café são misturas.
(32) O pentano, no sistema formado por pentano e água do mar, constitui a fase superior.
(64) A massa de 50 mL de café é igual a 50 g.

4) (UNB-DF) Julgue os itens abaixo, indicando aqueles que se referem a propriedades químicas
das substâncias e aqueles que se referem a propriedades físicas das substâncias.
1) A glicose é um sólido branco.
2) O etanol entra em ebulição a 78,5°C.
3) O éter etílico sofre combustão.
4) O sódio metálico é um sólido mole e de baixo ponto de fusão.
5) O metabolismo do açúcar no corpo humano leva à produção de dióxido de carbono e água.

RESPOSTAS
Questão 1
Alternativas “a”, “c” e “f”. Somente nestas alternativas as substâncias analisadas transformam-
se em outro material.
Propriedade química relacionada: oxidação;
Propriedades físicas relacionadas: cor e estado físico;
Propriedade química relacionada: combustão;
Propriedade física relacionada: densidade;
Propriedade física relacionada: ponto de ebulição;
Propriedade química relacionada: combustão.

Questão 2 .b, d,a,c

Questão 3. 58 (02 + 08 + 16 + 32).


(01) Incorreto. Densidade, ponto de fusão e de ebulição são propriedades físicas da matéria.
(02) Correto. Ferro e pentano são substâncias puras porque são constituídos de apenas um tipo
de substância.
(04) Incorreto. Água do mar e álcool a 96 ºGL são misturas.
(08) Correto. O pentano é líquido a 25 ºC e a 1 atm, pois, através do quadro, vemos que seu
ponto de fusão é – 130 º C e seu ponto de ebulição é 36 ºC. Assim, na temperatura de 25ºC que
fica entre esses dois pontos, o pentano é líquido.
(16) Correto. Moeda e café são misturas.
(32) Correto. O pentano, no sistema formado por pentano e água do mar, constitui a fase
superior.
(64) Incorreto. A massa de 50 mL de café é igual a 55 g. Veja:
Por meio da densidade, temos:
d = 1,10 g/mL
1,10 g-------- 1 mL
x-------------- 50 mL
x = 55 g

Questão 4. Propriedade física. Propriedade física. Propriedade química. Propriedades físicas.


Propriedade química.

Estados físicos das substâncias

As substâncias existentes na natureza podem ser encontradas em três estados físicos:


sólido, líquido e gasoso.
Diagrama da mudança de estado físico

Há dois fatores que vão determinar a fase em que as substâncias se encontram: a


temperatura e a pressão. O ferro em condições ambientes se encontra no estado sólido, mas se
a sua temperatura for suficientemente elevada, poderá passar para o estado líquido. Em
condições ambientes a água é encontrada na natureza no estado líquido, contudo, se for
submetida a uma elevação de temperatura, poderá passar da fase líquida para a fase gasosa e
se sua temperatura for resfriada, poderá passar para o estado sólido.

Quando acontece de uma substância


passar de uma fase para outra, dizemos que
ela mudou de estado físico ou estado de
agregação da matéria, ou seja, houve
uma mudança de estado ou mudança de
fase.

Disponível em http://www.bemexplicado.pt/ficha-de-trabalho-os-
estados-fisicos-e-a-agregacao-corpuscular-1/

Estado Sólido

Neste estado físico existe maior força de coesão entre os átomos e moléculas que
constituem as substâncias. Esse fator faz com que as matérias nessa fase, tenham forma e
volume bem definido como, por exemplo, um cubo de gelo e uma barra de ferro.
Nesta fase, existe forte força de ligação entre os átomos e eles ainda se encontram em
constante estado de vibração ao redor da sua posição média de equilíbrio, mas não sofrem o
movimento de translação. Na natureza, a maioria das substâncias que estão nessa fase se
apresentam na forma de cristais. Os átomos que as constituem se organizam de forma regular
através de uma estrutura que se repete ordenadamente em todo o material.

Estado Líquido

Neste estado, as substâncias possuem volume definido, mas formas variáveis, pois a
força de coesão entre átomos é mais fraca, fato este que faz com que eles tenham mais liberdade
para se locomover e vibrar dentro da substância. Em razão da força de coesão ser menos
intensa, os átomos das substâncias que se encontram nessa fase podem sofrer pequenos
movimentos de translação no interior do líquido.

Estado Gasoso

Nesta fase, as forças de coesão entre os átomos são tão pequenas que são praticamente
inexistentes, ou seja, os átomos estão muito separados entre si. Dessa forma, as substâncias
que se encontram nesse estado não possuem forma, nem volume definido.
Propriedades Gerais da matéria

A matéria tem 8 propriedades gerais ou 8 características comuns a toda e qualquer porção


de matéria: inércia, massa, extensão, impenetrabilidade, compressibilidade, elasticidade,
divisibilidade e descontinuidade.

Inércia: A matéria conserva seu estado de repouso ou de movimento, a menos que uma força
aja sobre ela. No jogo de sinuca, por exemplo, a bola só entra em movimento quando
impulsionada pelo jogador, e demora algum tempo até parar de novo.

Massa: É uma propriedade relacionada com a quantidade de matéria e é medida geralmente em


quilogramas. A massa é a medida da inércia. Quanto maior a massa de um corpo, maior a sua
inércia. Massa e peso são duas coisas diferentes. A massa de um corpo pode ser medida em
uma balança. O peso é uma força medida pelos dinamômetros.

Extensão: Toda matéria ocupa um lugar no espaço. Todo corpo tem extensão. Seu corpo, por
exemplo, tem a extensão do espaço que você ocupa.

Impenetrabilidade: Duas porções de matéria não podem ocupar o mesmo lugar ao mesmo
tempo. Comprove a impenetrabilidade da matéria: ponha água em um copo e marque o nível da
água com esparadrapo. Em seguida, adicione 3 colheres de sal. Resultado: o nível da água
subiu. Isto significa que duas porções de matéria (água e sal), não podem ocupar o mesmo lugar
no espaço (interior do copo) ao mesmo tempo.

Compressibilidade: Quando a matéria está sofrendo a ação de uma força, seu volume diminui.
Veja o caso do ar dentro da seringa: ele se comprime.

Elasticidade: A matéria volta ao volume e à forma iniciais quando cessa a compressão. No


exemplo anterior, basta soltar o êmbolo da seringa que o ar volta ao volume e à forma iniciais.

Divisibilidade: A matéria pode ser dividida em partes cada vez menores. Um pedaço de giz
pode ser reduzido a pó.

Descontinuidade: Toda matéria é descontínua, por mais compacta que pareça. Existem
espaços entre uma molécula e outra e esses espaços podem ser maiores ou menores tornando
a matéria mais ou menos dura.

Propriedades Específicas

São aquelas que específica a uma substância e servem para identificá-las. Por exemplo,
a temperatura de fusão e de ebulição da água pura, ao nível do mar, é sempre 0°C e 100°C,
respectivamente. Veja abaixo os pontos de fusão (PF) e de ebulição (PE) que diferenciam
algumas substâncias à pressão de 1 atm:
Disponível em http://tudodeconcursosevestibulares.blogspot.com.br/2013/02/propriedades-e-estados-fisicos-da.html

Propriedades específicas da matéria: Organolépticas

Chamam-se propriedades organolépticas às características dos materiais que podem ser


percebidas pelos sentidos humanos.
a) cor: a matéria pode ser colorida ou incolor (visão);
b) brilho: a capacidade de uma substância de refletir uz é a que determina o seu brilho (visão);
c) sabor: uma substância pode ser insípida (sem sabor) ou sápida (com sabor) (paladar);
d) odor: a matéria pode ser inodora (sem cheiro) ou odorífera (com cheiro) (olfato).
.
Mudanças de Estado

As mudanças de estados físicos ocorrem quando a matéria é submetida a variações


de temperatura e pressão e não sofrem alterações em sua estrutura química. A água (H2O)
passa do estado liquido para o sólido e continua sendo água. Essas variações podem favorecer
a existência das mudanças de estado a seguir.

Disponível em http://tudodeconcursosevestibulares.blogspot.com.br/2013/02/propriedades-e-estados-fisicos-da.html

Fusão: passagem do estado sólido para o líquido.


Solidificação: passagem do estado líquido para o sólido.
Ponto de Fusão: é a temperatura constante na qual um sólido se transforma num líquido.
Os pontos de fusão e solidificação ocorrem numa mesma temperatura.
Vaporização: é a passagem do estado líquido para o estado gasoso. A vaporização pode ocorrer
de três formas: evaporação, calefação e ebulição.
Condensação: é a passagem do estado gasoso para o estado líquido. A condensação de um
gás para o estado líquido é denominada de liquefação.
Ponto de Ebulição: é a temperatura constante na qual um líquido passa para o estado gasoso.
Sublimação: é passagem do estado sólido diretamente para o estado gasoso.
Densidade: É a relação entre massa (em
gramas) de uma amostra de matéria e o
volume (geralmente em cm 3) ocupado por
esta amostra.

Quando dizemos que um material é mais denso que o outro, significa que, comparando-
se volumes iguais de ambos, o mais denso é o que possui maior massa.
Questões sobre Propriedades e estados físicos da matéria.

1) (UFAL) Considere a tabela abaixo, cujos dados foram obtidos à pressão de uma atmosfera.

DADOS: SUBSTÂNCIA PFº PEº I - 94,3 + 56,7 II - 38,9 + 357 III + 600 + 2000

Sob pressão de uma atmosfera e temperatura de 25º C, as substâncias I, II e III


apresentam-se, respectivamente, nos estados:

a) sólido, sólido e sólido


b) líquido, líquido e sólido
c) líquido, líquido e líquido
d) líquido, sólido e sólido
e) sólido, líquido e sólido

2) (UFMG) Uma indústria química comprou certa quantidade de plástico de um fabricante, antes
de ser usado, colhe-se uma amostra e submete-se a mesma a uma série de testes para
verificações. Um desses testes consiste em colocar uma fração da amostra num equipamento e
aquecê-la até o plástico derreter. A fração sofreu:

a) sublimação
b) solidificação
c) ebulição
d) condensação
e) fusão

3) (FAAP-SP) No texto: “Um escultor recebe um bloco retangular de mármore e, habilmente, o


transforma na estátua de uma celebridade do cinema”, podemos identificar matéria, corpo e
objeto e, a partir daí, definir esses três conceitos.

I. Matéria (mármore): tudo aquilo que tem massa e ocupa lugar no espaço.
II. Corpo (bloco retangular de mármore): porção limitada de matéria que, por sua forma especial,
se presta a um determinado uso.
III. Objeto (estátua de mármore): porção limitada de matéria.

Assinale a alternativa correta:

a) se somente a afirmativa I é correta.


b) se somente a afirmativa II é correta.
c) se somente a afirmativa III é correta.
d) se somente as afirmativas I e II são corretas.
e) se as afirmativas I, II e III são corretas

4) (UFC-CE) Dentre as opções abaixo, marque a que apresenta fortes indícios de que a
amostra nela descrita é um elemento.

a) Um sólido azul que é separado em dois por método físico.


b) Um líquido preto que apresenta faixa de temperatura durante a ebulição.
c) Um líquido incolor que se transforma em sólido incolor por resfriamento.
d) Um sólido branco que, por aquecimento, se torna amarelo e, depois, novamente branco, ao
resfriar.
e) Um sólido preto que queima completamente em oxigênio, produzindo um único gás incolor.

5) (UFV-MG) A naftalina, nome comercial do hidrocarboneto naftaleno, é utilizada em gavetas e


armários para proteger tecidos, papéis e livros do ataque de traças e outros insetos. Assim como
outros compostos, a naftalina tem a propriedade de passar do estado sólido para o gasoso sem
fundir-se. Esse fenômeno é chamado de:

a) liquefação.
b) sublimação.
c) combustão.
d) ebulição.
e) solidificação.

6) (CFT-PR) As propriedades de um material utilizadas para distinguir-se um material do outro


são divididas em Organolépticas, Físicas e Químicas. Associe a primeira coluna com a segunda
coluna e assinale a alternativa que apresenta a ordem correta das respostas.

PRIMEIRA COLUNA ( ) Sabor


( ) Ponto de Fusão
(A) Propriedade Organoléptica ( ) Combustibilidade
(B) Propriedade Física ( ) Reatividade
(C) Propriedade Química ( ) Densidade
( ) Odor
SEGUNDA COLUNA ( ) Estados da Matéria

a) A, B, C, C, B, A, B d) A, B, C, B, B, A, B
b) A, B, C, A, B, C, B e) C, B, A, C, B, A, B
c) A, C, B, C, B, C, B
2. massa
7) (UFMG-MG) Algumas propriedades 3. volume
físicas são características do conjunto das 4. densidade
moléculas de uma substância, enquanto
outras são atributos intrínsecos a moléculas Assinale as propriedades que podem
individuais. Assim sendo, é CORRETO permitir ao estudante a identificação desses
afirmar que uma propriedade intrínseca de líquidos.
uma molécula de água é a:
a) 1 e 2 b) 1 e 3 c) 2 e
a) densidade. 4 d) 1 e 4
b) polaridade.
c) pressão de vapor. 10) (UECE-CE) Considere as afirmativas:
d) temperatura de ebulição.
I. Como os CFC
8) (UFAL-AL) Uma pessoa comprou um (clorofluorocarbonos) destroem a camada
frasco de álcool anidro. Para se certificar de de ozônio que protege a Terra dos
que o conteúdo do frasco não foi fraudado raios ultravioletas, eles estão sendo
com a adição de água, basta que ela substituídos por outros gases, como o
determine, com exatidão, butano, por exemplo. O que diferencia os
gases CFC do gás butano neste aspecto é
I. a densidade uma propriedade química.
II. o volume II. Matéria e energia são interconversíveis.
III. a temperatura de ebulição III. Três frascos de vidro transparente,
IV. a massa fechados e exatamente iguais, contêm cada
Dessas afirmações, são corretas um a mesma massa de diferentes líquidos.
SOMENTE Um contém água (d=1,00g/mL), o outro,
clorofórmio (d=1,4g/mL) e o terceiro, álcool
a) I e II etílico (d=0,8g/mL). O frasco que contém
b) I e III menor volume de líquido é o do álcool
c) I e IV etílico.
d) II e III IV. São propriedades gerais da matéria:
e) III e IV massa, extensão, compressibilidade,
elasticidade e acidez.
9) (PUC-MG) Em um laboratório de química, V. A medida da massa de um corpo não
foram encontrados cinco recipientes sem varia em função da sua posição geográfica
rótulo, cada um contendo uma substância na Terra.
pura líquida e incolor. Para cada uma
dessas substâncias, um estudante Das afirmativas acima são verdadeiras
determinou as seguintes propriedades: somente:
1. ponto de ebulição
a) I, II, III e IV
b) I, II, III e V Separação das substâncias
c) II, III e V
d) I, II e V Separação de misturas é o processo
utilizado para separar duas ou mais
11) (UTFPR-PR) Em uma noite de inverno substâncias diferentes. Mistura é a
rigoroso uma dona de casa estendeu as combinação de duas ou mais substâncias
roupas recém lavadas no varal, expostas ao podendo vir a ser homogênea ou
tempo. Pela manhã as roupas congelaram, heterogênea.
em função do frio intenso. Com a elevação A necessidade de separar essas
da temperatura no decorrer da manhã, substâncias surge por diversos motivos.
começou a pingar água das roupas, em São exemplos, a separação da água para
seguida elas ficaram apenas úmidas, e elas obter sal, a separação de poluentes no
logo estavam secas. Ocorreram nestas tratamento da água e a própria separação
roupas, respectivamente, as seguintes de lixo.
passagens de estados físicos:
Processos de separação de misturas
a) solidificação, evaporação e fusão.
b) solidificação, fusão e evaporação. O processo de separação pode
c) fusão, solidificação e evaporação. ocorrer de várias formas e o método a ser
d) fusão, evaporação e solidificação. utilizado depende dos seguintes aspectos:
e) evaporação, solidificação e fusão a)Tipo de mistura: homogênea ou
heterogênea;
12) (FATEC-SP) Duas amostras de b) Natureza dos elementos químicos que
naftalina, uma de 20,0 g (amostra A) e outra formam as misturas;
de 40,0 g (amostra c) Densidade, temperatura e solubilidade
B), foram colocadas em tubos de ensaio dos elementos.
separados, para serem submetidas à fusão.
Ambas as amostras foram aquecidas por Separação de misturas homogêneas
uma mesma fonte de calor. No decorrer do
aquecimento de cada uma delas, as As misturas homogêneas são aquelas
temperaturas foram anotadas de 30 em 30 que têm apenas uma fase. Os principais
segundos. Um estudante, considerando tal processos de separação dessas misturas
procedimento, fez as seguintes previsões: são:
a) Destilação simples. Método de
I. A fusão da amostra A deve ocorrer a separação entre substâncias sólidas de
temperatura mais baixa do que a da amostra substâncias líquidas através de seus pontos
B. de ebulição. Exemplo: a água com sal
II. A temperatura de fusão da amostra B submetidos à temperatura de ebulição que
deve ser o dobro da temperatura de fusão evapora sobrando apenas água.
da amostra A. b) Destilação fracionada. Método de
III. A amostra A alcançará a temperatura de separação entre substâncias líquidas
fusão num tempo menor que a amostra B. através da ebulição. Para que esse
IV. Ambas as amostras devem entrar em processo seja possível, os líquidos são
fusão à mesma temperatura. separados por partes até que obtenha o
líquido que tem o maior ponto de ebulição.
É correto o que se afirma apenas em: Exemplo: separar água de acetona.
c) Vaporização. Também conhecida por
a) I. evaporação, consiste em aquecer a mistura
b) II. até o líquido evaporar, separando-se do
c) III. soluto na forma sólida.
d) II e III. Exemplo: processo para obtenção de sal
e) III e IV. marinho.

Gabarito:
1) B 2) E 3) A 4) E 5) B 6) A 7) B 8) B 9)
D 10) D 11) b 12) E
Vaporização: a água evapora e sobra o sal

d) Liquefação fracionada. É realizada por um equipamento específico. A mistura é resfriada até


os gases se liquefazerem. Após isso, passam pelo processo de destilação fracionada e são
separados conforme os seus pontos de ebulição.
Exemplo: separação dos componentes do ar atmosférico.

Separação de misturas heterogêneas


As misturas heterogêneas são as que têm duas ou mais fases. Os principais processos de
separação são:
a) Centrifugação ocorre através da força centrífuga, a qual separa o substancias de
densidades diferentes.
Exemplo: centrifugação no processo de lavagem de roupas, a qual separa a água das peças de
vestuário.
b) Filtração. Separação entre substâncias sólidas insolúveis e líquidas.
Exemplo: fazer café utilizando coador.
c) Decantação. Separação entre substâncias que apresentam densidades diferentes, como
entre líquido-sólido e líquido-líquido.
No caso, o sólido é mais denso que o líquido e ficará depositado no fundo do recipiente.
Para esse processo, é utilizado o funil de decantação.
Exemplo: separação de água e areia ou separar água de um líquido menos denso, como o óleo.
d) Dissolução fracionada. É usada para separação de substâncias sólidas ou sólidas e líquidas.
Ela é utilizada quando há na mistura alguma substância solúvel em solventes, como a água.
Após o método de dissolução, a mistura deve passar por outro método de separação,
como a filtração ou destilação.
Exemplo: separação de areia e sal (NaCl).
e) Separação magnética. Consiste na separação de metal de outras substâncias mediante o
uso de ímã.
Exemplo: separar limalha de ferro (metal) de enxofre em pó ou areia
f) Ventilação. É a separação de substâncias com densidades diferentes. Exemplo: soprar sobre
uma taça com arroz para afastar as cascas que vêm misturadas antes de prepará-lo.

Processo de decantação entre líquidos


g) Levigação. É a separação entre substâncias sólidas pela diferença de densidade das
substâncias.
Exemplo: É o processo utilizado pelos garimpeiros para separar o ouro da areia na água porque
o metal é mais denso do que a areia.

h) Peneiração ou Tamisação. Consiste na separação entre substâncias sólidas através de uma


peneira.
Exemplo: peneirar o açúcar para separar grãos maiores para fazer um bolo apenas com o açúcar
mais fino.
i) Flotação. Separação de substâncias sólidas e substâncias líquidas pela adição de substâncias
na água para a formação de bolhas. As bolhas formam uma espuma que separa as substâncias
sólidas.
Exemplo: tratamento de água.
j) Catação. É o método mais simples para separação de misturas. É realizado de forma manual,
separando partes sólidas.
Exemplo: separação dos materiais do lixo ou separação de sujeiras de grãos.

Exercícios de revisão

1.(Enem - 2015) Um grupo de pesquisadores desenvolveu um método simples, barato e eficaz


de remoção de petróleo contaminante na água, que utiliza um plástico produzido a partir do
líquido da castanha-de-caju (LCC).
A composição química do LCC é muito parecida com a do petróleo e suas moléculas, por
suas características, interagem formando agregados com o petróleo.
Para retirar os agregados da água, os pesquisadores misturam ao LCC nanopartículas
magnéticas.
KIFFER,D. Novo método para remoção de petróleo usa óleo de mamona e castanha-de-
caju.
Essa técnica considera dois processos de separação de misturas, sendo eles, respectivamente:
a) flotação e decantação.
b) decomposição e centrifugação.
c) floculação e separação magnética.
d) destilação fracionada e peneiração.
e) dissolução fracionada e magnetização.

2. (Enem - 2013) Entre as substâncias usadas para o tratamento de água está o sulfato de
alumínio que, em meio alcalino, forma partículas em suspensão na água, às quais as impurezas
presentes no meio se aderem.
O método de separação comumente usado para retirar o sulfato de alumínio com as
impurezas aderidas é a:
a) flotação.
b) levigação.
c) ventilação.
d) peneiração.
e) centrifugação.

3. (Mack-2007) O processo inadequado para separar uma mistura heterogênea sólido liquido é:
a) filtração.
b) decantação.
c) centrifugação.
d) destilação.
e) sifonação

4. (Mack-2004) Um documentário transmitido pela T.V. mostrou como nativos africanos


“purificam” água retirada de poças quase secas e “imundas”, para matar a sede. Molhando, nas
poças, feixes de gramíneas muito enraizadas e colocando-os em posição vertical, a água escorre
limpa. Esse procedimento pode ser comparado com o processo de separação chamado de:
a) ventilação.
b) destilação.
c) catação.
d) filtração.
e) sifonação.

Respostas: 1.c, 2.a, 3.d, 4.d

Estrutura Atômica

A estrutura atômica é composta por três partículas fundamentais: prótons (com carga
positiva), nêutrons (partículas neutras) e elétrons (com carga negativa).
No núcleo de um átomo estão os prótons e os nêutrons e, girando em torno desse núcleo,
estão os elétrons e em cada núcleo de um determinado elemento químico há o mesmo número
de prótons. Essa quantidade de prótons define o número atômico de um elemento e determina
sua posição na tabela periódica.
Em alguns casos acontece de um mesmo elemento ter átomos com números diferentes.
Esses são chamados de isótopos.
Disponível em https://www.todamateria.com.br/estrutura-atomica/

Prótons. É uma partícula fundamental na estrutura atômica e juntamente com os nêutrons, forma
o núcleo atômico, exceto para o hidrogênio, onde o núcleo é formado de um único próton.
A massa de um átomo é a soma das massas dos prótons e nêutrons. Como a massa do
elétron é muito pequena (tem cerca de 1/1836,15267377 da massa do próton), ela não é
considerada. A massa do átomo é representada pela letra (A). Conhecido como número
atômico do elemento é representado pela letra (Z), que caracteriza um elemento é o número de
prótons do átomo. O número da massa (A) do átomo é formada pela soma do número atômico
(Z) com o número de nêutrons (N), ou seja, A = Z + N.
Nêutrons. O nêutron são partículas neutras que fazem parte da estrutura atômica dos átomos,
juntamente com os prótons. Ele tem massa, mas não tem carga. Sua massa é a mesma do
próton e está localizado no núcleo do átomo.
Elétrons. O elétron é uma partícula subatômica que circunda o núcleo atômico, sendo
responsável pela criação de campos magnéticos elétricos. A eletricidade que vemos em fios é
devido à movimentação de partículas negativas que fazem parte dos elétrons.
Os elétrons dos átomos giram em órbitas específicas em torno dos núcleos e conforme os
níveis energéticos. Sempre que muda de órbita, um quantum de energia é emitido ou absorvido.

Isótopos, isóbaros e isótonos


Classificação dos átomos
Ao se analisar os números atômico, de nêutrons e o de massa de diversos átomos pode-
se separar grupos de átomos que possuam um ou outro número de partículas em comum e a
partir disso, são chamados de isótopos, isóbaros e isótonos.

Isótopos: São átomos que possuem mesmo número de prótons (Z) e diferente número de
massa. Os isótopos podem ser considerados também átomos de um mesmo elemento químico
e podem ser chamados de nuclídeos. Esse fenômeno de isotopia é comum na natureza e a
maioria dos elementos químicos naturais é constituída por mistura de isótopos.
Os isótopos possuem propriedades químicas iguais, pois este fator está relacionado com
a estrutura de sua eletrosfera, mas suas propriedades físicas são diferentes, já que este fator
depende da massa do átomo que são diferentes. Exemplo:

Isóbaros. São átomos de diferentes números de próton, mas com o mesmo número de massa
(A). São átomos de elementos químicos diferentes, mas têm a mesma massa. Assim, terão
propriedades físicas e químicas diferentes.
Isótonos. São átomos de diferentes números de prótons e de massa, mas que possuem mesmo
número de nêutrons.

Estrutura atômica

Exercícios Resolvidos

1. (ENG. SANTOS) As grandes cristalinas das três substâncias sulfato de potássio (K2SO4),
enxofre (S) e zinco (Zn) apresentam respectivamente em seus nós:
a) Íons, moléculas e átomos.
b) Íons, átomos e moléculas.
c) Moléculas, átomos e íons.
d) Átomos, moléculas e íons.
e) n.d.a.

2. (CESCEM) As estruturas cristalinas dos metais A e B são do tipo hexagonal. Essas estruturas
devem ter iguais:
a) Densidades.
b) Números de coordenação.
c) Condutibilidades elétricas.
d) Propriedades químicas.
e) Números de átomos por volume unitário.

3. (PUC) Quando um metal cristaliza no sistema cúbico de faces centradas, seu número de
coordenação, isto é, o número de átomos que envolve cada átomo, será igual a:
a)3
b)4
c)6
d)8
e)12

4. (MACK) Indique a alternativa que completa corretamente as lacunas do seguinte período:


“Um elemento químico é representado pelo seu ___________ , é identificado pelo número de
__________ e pode apresentar diferente número de __________ .”

a) nome – prótons – nêutrons.


b) nome – elétrons – nêutrons.
c) símbolo – elétrons – nêutrons.
d) símbolo – prótons – nêutrons.
e) símbolo – – elétrons – nêutrons.

5. (FUVEST) A seguinte representação , X = símbolo do elemento químico, refere-se a átomos


com:
a) Igual número de nêutrons;
b) Igual número de prótons;
c) Diferentes números de elétrons;
d) Diferentes números de atômicos;
e) Diferentes números de oxidação;

6. (FUVEST) O átomo constituído de 17 prótons, 18 nêutrons e 17 elétrons, possui número


atômico e número de massa igual a:
a) 17 e 17
b) 17 e 18
c) 18 e 17
d) 17 e 35
e) 35 e 17

7. (STA. CASA) A questão deve ser respondida de acordo com o seguinte código:

A teoria de Dalton admitia que:


I. Átomos são partículas discretas de matéria que não podem ser divididas por qualquer processo
químico conhecido;
II. Átomos do mesmo elemento químico são semelhantes entre si e têm mesma massa;
III. Átomos de elementos diferentes têm propriedades diferentes.
a) Somente I é correta.
b) Somente II é correta.
c) Somente III é correta.
d) I, II, III são corretas.e) I e III são corretas.

8. A descoberta dos isótopos foi de grande importância para o conhecimento da estrutura


atômica da matéria. Sabe-se, hoje, que os isótopos 54Fe e 56Fe têm, respectivamente, 28 e 30
nêutrons.A razão entre as cargas elétricas dos núcleos dos isótopos 54Fe e 56Fe é igual a:
(A) 0,5
(B) 1,0
(C) 1,5
(D) 2,0

9. (UERJ) Em 1911, o cientista Ernest Rutherford realizou um experimento que consistiu em


bombardear uma finíssima lâmina de ouro com partículas ‘, emitidas por um elemento radioativo,
e observou que:

- a grande maioria das partículas α atravessava a lâmina de ouro sem sofrer desvios ou sofrendo
desvios muito pequenos;
- uma em cada dez mil partículas α era desviada para um ângulo maior do que 90°.
Com base nas observações acima, Rutherford pôde chegar à seguinte conclusão quanto
à estrutura do átomo:

a) o átomo é maciço e eletricamente neutro.


b) a carga elétrica do elétron é negativa e puntiforme.
c) o ouro é radioativo e um bom condutor de corrente elétrica.
d) o núcleo do átomo é pequeno e contém a maior parte da massa.

10. (UFMG) Com relação ao modelo atômico de Bohr, a afirmativa FALSA é:

a) Cada órbita eletrônica corresponde a um estado estacionário de energia.


b) O elétron emite energia ao passar de uma órbita mais interna para uma mais externa.
c) O elétron gira em órbitas circulares em torno do núcleo.
d) O elétron, no átomo, apresenta determinados valores de energia.
e) O número quântico principal está associado à energia do elétron.

11. (UEMG) O desenvolvimento científico e tecnológico possibilitou a identificação de átomos


dos elementos químicos naturais e também possibilitou a síntese de átomos de elementos
químicos não encontrados na superfície da Terra. Indique, entre as alternativas abaixo, aquela
que identifica o átomo de um determinado elemento químico e o diferencia de todos os outros.
a) Massa atômica
b) Número de elétrons
c) Número atômico
d) Número de nêutrons

12. (Mack) Átomos do elemento químico potássio, que possuem 20 nêutrons, estão no quarto
período da tabela periódica, na família dos metais alcalinos. Em relação a seus íons, é correto
afirmar que:
a) têm Z = 18.
b) têm 20 elétrons e A = 40.
c) têm 18 elétrons e A = 39.
d) são cátions bivalentes.
e) têm A = 38.

13. (Mack) Na dissolução em água do cloreto de hidrogênio gasoso (ou gás clorídrico), formam-
se íons. A respeito desse fenômeno, fazem-se as afirmações.
Dado: número atômico H = 1; O = 8; Cl = 17.
I) As moléculas do HCl, por serem polares, são atraídas fortemente pelas moléculas de água.
II) Há a quebra da ligação covalente no HCl.
III) A reação é de ionização.
IV) O ânion produzido tem oito elétrons na última camada.
Estão corretas:
a) I e II, somente.
b) I, III e IV, somente.
c) II e III, somente.
d) I, II e III, somente.
e) I, II, III e IV.

14. (Mack) Quando o isótopo do hidrogênio, , cede um elétron, resulta numa espécie
química constituída unicamente por;
a) um nêutron.
b) um próton.
c) dois elétrons, igual ao He(Z=2).
d) um próton e um elétron.
e) um próton, um elétron e um nêutron.

15. (ETEs) As luzes de neônio são utilizadas em anúncios comerciais pelo seu poder de chamar
a atenção e facilitar a comunicação. Essas luzes se aproveitam da fluorescência do gás Neônio
(Ne) mediante a passagem de uma corrente elétrica. O neônio é um elemento químico de
símbolo Ne, número atômico 10 e número de massa 20.
Sobre esse elemento químico, considere as afirmações a seguir.
I. Possui 10 prótons, 10 elétrons e 10 nêutrons.
II. Pertence à família dos metais alcalino-terroso e apresenta 2 elétrons na última camada
eletrônica.
III. Na última camada eletrônica de seus átomos, encontram-se 8 elétrons.
É valido o contido em apenas:
a) I.
b) II.
c) III.
d) I e II.
e) I e III.

16. (UERJ) Há cem anos, foi anunciada ao mundo inteiro a descoberta do elétron, o que
provocou uma verdadeira "revolução" na ciência. Essa descoberta proporcionou à humanidade,
mais tarde, a fabricação de aparelhos eletroeletrônicos, que utilizam inúmeras fiações de cobre.
A alternativa que indica corretamente o número de elétrons contido na espécie

química é:
A) 25
B) 27
C) 31
D) 33

17. (Mack) O alumínio que tem número atômico igual a 13:


a) pertence ao grupo 1A da tabela periódica.
b) forma cátion trivalente.
c) tem símbolo Am.
d) pertence à família dos metais alcalino-terrosos.
e) é líquido à temperatura ambiente.

18. ) (PUC - RS) Os metais alcalinos-terrosos, à temperatura e pressão ambiente, são sólidos
prateados, de baixa dureza, e reagem facilmente com a água e o oxigênio do ar. À medida que
aumenta o número atômico desses metais:
A) aumenta a energia de ionização.
B) diminui o número de oxidação.
C) diminui o caráter metálico.
D) aumenta a afinidade eletrônica.
E) diminui a eletronegatividade.

19. (PUC - RS) O átomo, na visão de Thomson, é constituído de:


A) níveis e subníveis de energia.
B) cargas positivas e negativas.
C) núcleo e eletrosfera.
D) grandes espaços vazios.
E) orbitais.

20. Dentre os íons abaixo relacionados, aquele que apresenta MENOR raio é:
a)K+ b)Ga3+ c)Na+ d)Mg2+ e)Al3+

21. (UFMG) A maioria dos elementos químicos são metais. Comparando-se as características
de metais e de não-metais situados em um mesmo período da tabela periódica, é CORRETO
afirmar que os átomos de metais têm:
A) menores tamanhos.
B) maior eletronegatividade.
C) menor número de elétrons de valência.
D) maiores energias de ionização.

22. (PUC - RS) Em 1913, o físico dinamarquês Niels Bohr propôs um novo modelo atômico,
fundamentado na teoria dos quanta de Max Planck, estabelecendo alguns postulados, entre os
quais é correto citar o seguinte:
A) Os elétrons estão distribuídos em orbitais.
B) Quando os elétrons efetuam um salto quântico do nível 1 para o nível 3, liberam energia sob
forma de luz.
C) Aos elétrons dentro do átomo são permitidas somente determinadas energias que constituem
os níveis de energia do átomo.
D) O átomo é uma partícula maciça e indivisível.
E) O átomo é uma esfera positiva com partículas negativas incrustadas em sua superfície.

23. (PUC - RS) A energia mínima necessária para arrancar um elétron de um átomo no estado
fundamental e gasoso é chamada de energia de ionização. Sabendo-se que a energia de
ionização do elemento fósforo é 1012kJ/mol e do elemento argônio é 1521kJ/mol, é correto
admitir que a energia de Ionização do elemento ________é 1251kJ/mol.
A) Na B) K C) As D) Cl E) Ne
24. (UFLA) Um íon de um elemento químico possui 46 elétrons, 62 nêutrons e carga elétrica
igual a +1. As alternativas abaixo estão corretas, EXCETO:
a) A massa atômica de um isóbaro desse elemento é igual 109.
b) O seu número atômico é 45.
c) Trata-se de um cátion.
d) No seu núcleo existem 109 partículas entre prótons e nêutrons.
e) Esse elemento, no estado neutro, possui 5 camadas eletrônicas (K, L, M, N e O)

25. (UFMG) Na experiência de espalhamento de partículas alfa, conhecida como ―experiência


de Rutherford‖, um feixe de partículas alfa foi dirigido contra uma lâmina finíssima de ouro, e os
experimentadores (Geiger e Marsden) observaram que um grande número dessas partículas
atravessava a lâmina sem sofrer desvios, mas que um pequeno número sofria desvios muito
acentuados.
Esse resultado levou Rutherford a modificar o modelo atômico de Thomson, propondo a
existência de um núcleo de carga positiva, de tamanho reduzido e com, praticamente, toda a
massa do átomo.
Assinale a alternativa que apresenta o resultado que era previsto para o experimento de
acordo com o modelo de Thomson.
A) A maioria das partículas atravessaria a lâmina de ouro sem sofrer desvios e um pequeno
número sofreria desvios muito pequenos.
B) A maioria das partículas sofreria grandes desvios ao atravessar a lâmina.
C) A totalidade das partículas atravessaria a lâmina de ouro sem sofrer nenhum desvio.
D) A totalidade das partículas ricochetearia ao se chocar contra a lâmina de ouro, sem conseguir
atravessá-la.

26. (Vunesp) O elemento químico B possui 20 nêutrons, é isótopo do elemento químico A, que
possui 18 prótons, e isóbaro do elemento químico C, que tem 16 nêutrons. Com base nessas
informações, pode-se afirmar que os elementos químicos A, B e C apresentam, respectivamente,
números atômicos iguais a
A) 16, 16 e 20.
B) 16, 18 e 20.
C) 16, 20 e 21.
D) 18, 16 e 22.
E) 18, 18 e 22

27. (UFPR) Sobre a tabela periódica e sua utilização, assinale a alternativa correta.
a) O elemento sódio é mais eletronegativo que o elemento cloro.
b) Um elemento com 25 prótons em seu núcleo é classificado como representativo.
c) Os calcogênios correspondem aos elementos químicos do grupo 16 da tabela periódica.
d) Os elementos de transição interna são aqueles cuja última camada ocupada por elétrons
possui subnível f.
e) Íons e átomos de um mesmo elemento químico possuem a mesma configuração eletrônica.

28. (UFPE) A eletronegatividade e o raio atômico dos elementos são duas propriedades
periódicas, e portanto importantes para a previsão das características químicas dos compostos.
Os primeiros cinco elementos do grupo 2 (metais alcalinos terrosos) são: Be, Mg, Ca, Sr e Ba,
em ordem crescente do número atômico. Com o aumento do número atômico ao longo do grupo,
podemos afirmar que:
A) a eletronegatividade e o raio atômico crescem.
B) a eletronegatividade cresce e o raio atômico decresce.
C) a eletronegatividade e o raio atômico decrescem.
D) a eletronegatividade decresce e o raio atômico cresce.
E) a eletronegatividade se mantém, enquanto o raio atômico cresce.

29. (UPE) Analise as alternativas abaixo, relacionadas com a estrutura atômica e a tabela
periódica, e assinale a verdadeira.
A) A adição de um elétron ao átomo de carbono (Z = 6)
libera mais energia do que a adição de um elétron ao átomo de nitrogênio (Z = 7).
B) A segunda energia de ionização do potássio (Z = 19) é menor que a segunda energia de
ionização do cálcio (Z =20).
C) A primeira energia de ionização do cálcio é menor que a primeira energia de ionização do
potássio.
D) Em conformidade com o modelo atômico de Bohr, a energia do elétron independe da órbita
em que ele se encontra, dependendo apenas do número atômico.
E) No modelo atômico de Thomson, os elétrons vibravam quanticamente em torno de um núcleo
eletricamente neutro, no qual o número de prótons sempre era igual ao número de nêutrons.

__________________________________________
GABARITO
0 1 2 3 4 5 6 7 8 9
0 A B A D B D D B D
1 B C C E B E B B E B
2 E C C D B A E C D A

Exercícios de Revisão
Questão 1
Indique o número de prótons, nêutrons e elétrons que existem, respectivamente, no átomo de
mercúrio 80200Hg:

a) 80, 80, 200.


b) 80, 200, 80.
c) 80, 120, 80.
d) 200, 120, 200.
e) 200, 120, 80.

Questão 2
Um íon de certo elemento químico, de número de massa 85, apresenta 36 elétrons e carga +1.
Qual é o número atômico desse íon?
a) 35. b) 36. c) 37. d) 49. e) 85.

Questão 3
O átomo de um elemento químico possui 83 prótons, 83 elétrons e 126 nêutrons. Qual é,
respectivamente, o número atômico e o número de massa desse átomo?
a) 83 e 209. b) 83 e 43. c) 83 e 83. d) 209 e 83. e) 43 e 83.

Questão 4
(FUCMT-MT) O íon de 11²³Na+ contém:
a)11 prótons, 11 elétrons e 11 nêutrons.
b)10 prótons, 11 elétrons e 12 nêutrons.
c)23 prótons, 10 elétrons e 12 nêutrons.
d)11 prótons, 10 elétrons e 12 nêutrons.
e)10 prótons, 10 elétrons e 23 nêutrons.

Questão 5
(Fuvest – SP) O número de elétrons do cátion X2+ de um elemento X é igual ao número de
elétrons do átomo neutro de um gás nobre. Este átomo de gás nobre apresenta número atômico
10 e número de massa 20. O número atômico do elemento X é:
a) 8 b) 10 c) 12 d) 18 e)
Questão 6
(FEI-SP) Um cátion metálico trivalente tem 76 elétrons e 118 nêutrons. O átomo do elemento
químico, do qual se originou, tem número atômico e número de massa, respectivamente:
a) 76 e 194. b) 76 e 197. c) 79 e 200. d) 79 e 194. e) 79 e 197.

Respostas
Questão 1. Alternativa “c”.
O número atômico (Z) é a quantidade de prótons. Essa informação aparece no canto inferior
esquerdo do símbolo do elemento, ou seja, 80.
Visto que o número de massa (A) fica do lado superior esquerdo do símbolo do elemento, ou
seja, é igual a 200, e esse número de massa é igual à soma dos prótons com os nêutrons,
podemos encontrar a quantidade de nêutrons da seguinte forma:
A=p+n
n = A –p
n = 200 – 80
n = 120
Quando o elemento está no estado fundamental, a quantidade de elétrons é exatamente igual à
quantidade de prótons, sendo, portanto, igual a 80.

Resposta Questão 2. Alternativa “c”.


Se o elemento estivesse no estado fundamental, o número atômico (prótons) seria igual à
quantidade de elétrons. Visto que está com a carga +1, significa que ele perdeu um elétron, ou
seja, antes ele tinha 37 elétrons. Portanto, o seu número atômico é 37.

Resposta Questão 3.Alternativa “a”.


O número atômico é igual ao número de prótons: 83.
Já o número de massa é a soma dos prótons com os nêutrons: 83 + 126 = 209.

Resposta Questão 4. Alternativa “d”.


Os prótons aparecem no canto inferior esquerdo do símbolo do elemento, ou seja, 11.
No estado fundamental, temos que prótons = elétrons, ou seja, havia 11 elétrons, mas a carga
+1 indica que o átomo perdeu um elétron, ficando com 10.
Visto que o número de massa (A) fica do lado superior esquerdo do símbolo do elemento, ou
seja, é igual a 23, e esse número de massa é igual à soma dos prótons com os nêutrons,
podemos encontrar a quantidade de nêutrons da seguinte forma:
A=p+n
n = A –p
n = 23 – 11
n = 12

Resposta Questão 5. Alternativa “c”.


O átomo neutro do gás nobre possui número atômico 10, o que significa que a quantidade de
elétrons também é igual a 10. Portanto, segundo o enunciado, o número de elétrons do cátion
X2+ é também igual a 10. A carga +2 indica que o átomo perdeu 2 elétrons, o que significa que
no estado fundamental ele tinha 12 elétrons e também número atômico igual a 12.

Resposta Questão 6. Alternativa “e”.


O número atômico é o número de prótons que o átomo possui. No estado fundamental, os
prótons são iguais aos elétrons. Visto que é um cátion trivalente, ou seja, possui a carga +3, ele
perdeu 3 elétrons, ficando com 76, o que significa que antes ele tinha 79 elétrons e número
atômico também igual a 79.
Já o número de massa é a soma dos prótons com os nêutrons:
A=p+n
A = 79 + 118
A = 197
Modelos atômicos
Modelo atômico de Rutherford
O físico neozelandês Ernest Rutherford (1871 - 1937) realizou em 1911 um conjunto de
experiências e chegou à conclusão que o átomo é constituído por um núcleo positivo pequeno
envolto por uma região mais extensa, na qual está dispersa a carga negativa.

Conceito do modelo atômico de Rutherford:

Um átomo é composto por um pequeno núcleo carregado positivamente e rodeado por


uma grande eletrosfera, que é uma região envolta do núcleo que contém elétrons. No núcleo
está concentrada a carga positiva e a maior parte da massa do átomo.

Disponível em https://www.infoescola.com/quimica/modelo-atomico-de-rutherford/

Sua experiência foi baseada na radioatividade: um feixe de partículas de carga positiva emitidas
por uma fonte radioativa foi lançada contra uma finíssima lâmina de ouro.

Disponível em https://www.infoescola.com/quimica/modelo-atomico-de-rutherford/

Rutherford lançou um fluxo de partículas alfa emitidas pelo elemento radioativo Polônio
(Po) em finas lâminas de ouro, e observou que as partículas alfa atravessavam a lâmina em linha
reta chocando em uma placa fluorescente., mas algumas se desviavam e se espalhavam. Por
que algumas partículas se desviam enquanto as outras atravessam a lâmina em linha reta?
Ele concluiu que essas partículas deveriam ter massa, uma eletrosfera que fizesse com
que os elétrons ricochetassem na placa e concluiu que era quase dez mil vezes maior do que a
dos elétrons, e sua velocidade é da ordem de um décimo da velocidade da luz. A chegada de
cada partícula alfa à placa provocou um pequeno lampejo de luz.

Modelo atômico de Bohr

O físico dinamarquês Niels Henry


David Bohr (1885-1962) deu continuidade
ao trabalho desenvolvido com Rutherford. O
Modelo Atômico de Bohr apresenta elétrons
em suas órbitas e em seu núcleo, os
elétrons. Assim, o átomo de Bohr foi
chamado de Modelo Atômico de
Rutherford-Bohr.

Disponível em https://www.todamateria.com.br/modelo-atomico-de-
bohr/

Postulados de Bohr

Mediante o trabalho que desenvolveu, Bohr obteve quatro princípios:


1)Quantização da energia atômica (cada elétron apresenta uma quantidade específica de
energia).
2)Os elétrons têm cada um uma órbita, as quais são chamadas de “estados estacionários”. Ao
emitir energia, o elétron salta para uma órbita mais distante do núcleo.
3)Quando consome energia, o nível de energia do elétron aumenta. Por outro lado, ela diminui
quando o elétron produz energia.
4)Os níveis de energia, ou camadas eletrônicas, têm um número determinado e são designados
pelas letras: K, L, M, N, O, P, Q.

EXERCÍCIOS
QUESTÃO 1. Relacione os resultados do experimento com a lâmina de ouro às conclusões
tiradas por Rutherford:
I. Poucas partículas α não atravessavam a lâmina e voltavam.
II. A maior parte das partículasα atravessava a lâmina de ouro sem sofrer desvios.
III. Algumas partículas α sofriam desvios de trajetória ao atravessar a lâmina.
( ) o átomo possui um enorme espaço vazio (eletrosfera), maior que o núcleo, onde os elétrons
devem estar localizados.
( ) o núcleo do átomo é positivo, pois provoca uma repulsão nas partículas α (positivas).
( ) existe no átomo uma pequena região onde está concentrada sua massa (o núcleo).

QUESTÃO 2. As afirmativas a seguir são relacionadas à eletrosfera proposta por Rutherford,


assinale a que estiver INCORRETA:
a) região que apresenta carga negativa.
b) região praticamente sem massa.
c) região de menor proporção do átomo.
d) região que envolve o núcleo do átomo.
e) região onde se localizam os elétrons.

QUESTÃO 3. (ESPM-SP) O átomo de Rutherford (1911) foi comparado ao sistema planetário:


Núcleo – Sol
Eletrosfera- Planetas
Eletrosfera é a região do átomo que:
a) contém as partículas de carga elétrica negativa.
b) contém as partículas de carga elétrica positiva.
c) contém nêutrons.
d) concentra praticamente toda a massa do átomo.
e) contém prótons e nêutrons.

QUESTÃO 4. Qual das opções abaixo completa corretamente o enunciado sobre o núcleo
atômico proposto por Rutherford:
Uma região central que contém praticamente toda a ................ do átomo e apresenta carga
................., a qual foi denominada núcleo.
a) eletrosfera, positiva
b) massa, negativa
c) carga, positiva
d) massa, positiva
e) carga, negativa

RESPOSTAS
Questão 1 (II) (III) (I)
Questão 2 c) região de menor proporção do átomo.
Questão 3 a) contém as partículas de carga elétrica negativa.
Questão 4 d) massa, positiva

Exercícios de Revisão

Questão 1

(UFRGS) Uma moda atual entre as crianças é colecionar figurinhas que brilham no escuro. Essas
figuras apresentam em sua constituição a substância sulfeto de zinco. O fenômeno ocorre porque
alguns elétrons que compõem os átomos dessa substância absorvem energia luminosa e saltam
para níveis de energia mais externos. No escuro, esses elétrons retornam aos seus níveis
originais, liberando energia luminosa e fazendo a figurinha brilhar. Essa característica pode ser
explicada considerando-se o modelo atômico proposto por:
a) Dalton.
b) Thomson.
c) Lavoisier.
d) Rutherford.
e) Bohr.

Questão 2

(Cefet-PR) Um dos grandes mistérios que a natureza propiciava à espécie humana era a luz.
Durante dezenas de milhares de anos a nossa espécie só pôde contar com este ente misterioso
por meio de fogueiras, queima de óleo em lamparinas, gordura animal, algumas resinas vegetais
etc. Somente a partir da revolução industrial é que se pôde contar com produtos como
querosene, terebintina e outras substâncias. Mas, mesmo assim, a natureza da luz permanecia
um grande mistério, ou seja, qual fenômeno físico ou químico gera luz. Somente a partir das
primeiras décadas do século XX é que Niels Bohr propôs uma explicação razoável sobre a
emissão luminosa. Com base no texto, qual alternativa expõe o postulado de Bohr que esclarece
a emissão luminosa?
a) Os elétrons movem-se em níveis bem definidos de energia, que são denominados níveis
estacionários.
b) Ao receber uma quantidade bem definida de energia, um elétron “salta” de um nível mais
externo para um nível mais interno.
c) Um elétron que ocupa um nível mais externo “pula” para um nível mais interno, liberando uma
quantidade bem definida de energia.
d) Quanto mais próximo do núcleo estiver um elétron, mais energia ele pode emitir na forma de
luz; quanto mais distante do núcleo estiver um elétron, menos energia ele pode emitir.
e) Ao se mover em um nível de energia definida, um elétron libera energia na forma de luz visível.

Questão 3

Considere as seguintes afirmações referentes aos postulados elaborados por Bohr ao conceber
o seu modelo atômico:
I. Em um átomo são permitidas somente algumas órbitas circulares ao elétron;
II. Cada uma dessas órbitas apresenta energia variável;
III. Um elétron só pode assumir determinados valores de energia, que correspondem às órbitas
permitidas, tendo, assim, determinados níveis de energia ou camadas energéticas;
IV. Um elétron pode absorver energia de uma fonte externa somente em unidades discretas,
chamadas de quanta ou quantum no singular.
Indique a alternativa correta:
a) todas estão corretas.
b) somente I e III estão corretas.
c) somente II e III estão corretas.
d) somente I, III e IV estão corretas.
e) somente I e IV estão corretas.

Questão 4

Qual das alternativas a seguir indica corretamente o modelo atômico de Niels Bohr?
a) Descobriu o tamanho do átomo e seu tamanho relativo.
b) Os elétrons giram em torno do núcleo em determinadas órbitas.
c) Modelo semelhante a um “pudim de passas” com cargas positivas e negativas em igual
número.
d) Modelo semelhante a um “sistema solar” em que o átomo possui um núcleo e uma eletrosfera.
e) Átomos esféricos, maciços e indivisíveis.

Respostas

Resposta Questão 1. Alternativa “e”.


O modelo atômico de Bohr propõe que o elétron, ao passar de uma órbita para outra, absorve
ou emite um quantum de energia. Essa energia é emitida, geralmente, na forma de luz.

Resposta Questão 2. Alternativa “c”.

Resposta Questão 3. Alternativa “d”.


Apenas a afirmativa II está incorreta, porque cada uma das órbitas apresenta energia constante,
e não variável.

Resposta Questão 4. Alternativa “b”.


As demais afirmações são referentes aos modelos atômicos dos seguintes cientistas:
a) Rutherford.
c) J. J. Thomson.
d) Rutherford.
e) Dalton.

Camadas eletrônicas e números quânticos

Subnível de energia do elétron.


Pela distribuição eletrônica, os elétrons se distribuem nas camadas eletrônicas conforme
os subníveis de energia (s, p, d, f) que aumentam de energia nessa ordem. Cada nível comporta
uma quantidade máxima de elétrons distribuídos nos subníveis de energia.
Existem apenas quatro tipos de subníveis para os elementos até agora conhecidos:
Tabela da relação entre o subnível de
energia e o número quântico secundário.

Para um número quântico principal n, o número quântico secundário será l = n - 1.


Número quântico magnético (m ou ml).
Refere-se à orientação dos orbitais no espaço.
O orbital do tipo s possui forma esférica e, portanto, só há uma orientação possível para
ele. Desse modo, só poderá haver um valor possível para o número quântico magnético, que
será igual a 0(zero):

Representação do orbital s
O orbital é representado por um quadrado.
Em relação ao subnível do tipo p, existem três orientações espaciais possíveis, porque se
apresenta na forma de um duplo ovoide ou halter. Então, para o subnível p, há três números
magnéticos possíveis, -1, 0, +1.
Representação dos orbitais p
O subnível d possui cinco orientações espaciais possíveis, então, o número magnético
pode apresentar os seguintes valores: -2, -1, 0, +1, +2.

Representação dos orbitais d


Finalmente, o subnível f possui sete orientações espaciais possíveis e o número
magnético pode apresentar os seguintes valores: -3, -2, -1, 0, +1, +2, +3:

Representação dos orbitais f


Conforme a tabela da relação entre orbitais e o número quântico magnético existem as
seguintes possibilidades:

Esses orbitais costumam ser


representados de acordo com um diagrama
energético, em que cada escada corresponde
ao nível e cada degrau corresponde ao Diagrama energético indicando o número
subnível. quântico magnético.
Número quântico spin (s ou ms): Refere-se ao sentido da rotação (no inglês, spin significa
rotação) do elétron.
Pelo Princípio da Exclusão de Pauli, no máximo, dois elétrons conseguem ficar em um
mesmo orbital e não se repelem porque eles giram em sentidos opostos, gerando uma força
magnética de atração. Assim, o magnetismo de um elétron em razão do spin é anulado pelo spin
oposto, deixando o sistema estável.
Por convenção, adotamos o seguinte: a seta para cima corresponde a ms= -1/2, e a seta
para baixo corresponde a ms= +1/2.
ms = -1/2 ou +1/2
ms = ↑ ou ↓
Pela Regra de Hund ou Regra de máxima multiplicidade, o preenchimento dos orbitais
de um subnível deve conter o maior número possível de elétrons desemparelhados.
Preencha os orbitais, colocando primeiramente as setas para cima e depois preencha as
setas para baixo.
Exemplo: Indique os quatro números quânticos para o elétron mais energético do Cobre
(Z = 29):
Resolução:
Primeiro passo: faz-se a distribuição eletrônica no Diagrama de Pauling dos 29 elétrons do cobre:

O subnível mais energético é o último a ser preenchido, ou seja, o 3d9.


Subnível mais energético do cobre e sua relação com os números quânticos
- O nível é o M, ou seja, o número principal é: n =3.
- O subnível é o d, então, o número quântico secundário é: l = 2.
São distribuídos nove (9) elétrons e o último a ser preenchido é o mais energético; faz-
se a sua distribuição nos orbitais para se descobrir o número quântico magnético e o spin.

A última seta a ser preenchida, que indica o elétron mais energético (+1), o valor do
número quântico magnético é: ml = +1.
Por convenção e como a seta está para baixo, adota-se que o número quântico spin
é: ms = +1/2.

EXERCÍCIOS SOBRE NÚMEROS QUÂNTICOS


Os números quânticos estão associados à energia do elétron. São quatro os números
quânticos: principal (n), secundário (ℓ), magnético (m) e spin.

QUESTÃO 1. Coloque no esquema abaixo, que representa determinado subnível, um total de 7


elétrons:

Indique os quatro números quânticos do último elétron colocado, sabendo que esse subnível é
da camada M.

QUESTÃO 2. Indique quais são os números quânticos que representam o elétron assinalado
abaixo e que está situado no subnível 4f.

QUESTÃO 3. Qual é o conjunto dos quatro números quânticos do elétron mais energético do
átomo do elemento Ferro (Z = 26).

QUESTÃO 4. (Ufac) Um elétron localiza-se na camada “2” e subnível “p” quando apresenta os
seguintes valores de números quânticos:
a) n = 4 e ℓ= 0
b) n = 2 e ℓ= 1
c) n = 2 e ℓ= 2
d) n = 3 e ℓ= 1
e) n = 2 e ℓ= 0

QUESTÃO 5. (UECE) Considere três átomos A, B e C. Os


átomos A e C são isótopos, B e Csão isóbaros e A e B sãoisótonos. Sabendo-se
que A tem 20 prótons e número de massa 41 e que o átomo C tem 22 nêutrons, os números
quânticos do elétron mais energético do átomo B são:
a) n = 3; ℓ = 0, mℓ= 2; s = -1/2
b) n = 3; ℓ = 2, mℓ= -2; s = -1/2
c) n = 3; ℓ = 2, mℓ= 0; s = -1/2
d) n = 3; ℓ = 2, mℓ= -1; s = 1/2
e) n = 4; ℓ = 0, mℓ= 0; s = -1/2

QUESTÃO 6. (UFPI) Indique a alternativa que representa um conjunto de números quânticos


permitido:
a) n = 3; ℓ = 0, m= 1; s = +1/2
b) n = 3; ℓ = 4, m= 1; s = +1/2
c) n = 3; ℓ = 3, m= 0; s = +1/2
d) n = 3; ℓ = 2, m= 1; s = +1/2
e) n = 4; ℓ = 0, m= 3; s = -1/2

RESPOSTAS
Questão 1. n = 3; ℓ= 2; m = -1;s = +1/2.
Visto que é da camada M (3º nível de energia), seu número principal será → n = 3.
A representação é do subnível d, pois possui 5 orbitais (representados pelos quadrados),
portanto, seu número secundário é → ℓ= 2.
A ordem de colocação dos sete elétrons no subnível obedece à regra de Hund (os números
escritos na figura abaixo indicam a ordem de “entrada” dos elétrons):

Portanto, o último elétron possui número quântico magnético igual a →m = -1;


Como a seta está para baixo e por convenção, o número quântico do spin é →s = +1/2.

Questão 2.
Número quântico principal: n = 4
Número quântico secundário: ℓ = 3
Número quântico magnético: m = -3
Número quântico de spin: s = -1/2

Questão 3. n = 3; ℓ= 2; m = -2;s = +1/2.


Primeiramente procede a sua distribuição eletrônica no diagrama de Pauling:

O último subnível preenchido foi o 3d; assim, ele possui o número quântico principal n = 3 e o
secundário é ℓ = 2. Para se descobrir o número quântico magnético e o do spin é preciso fazer a
representação gráfica abaixo:

Com isso, o número quântico magnético é m = -2e o do spin é s = +1/2.


Questão 4. Alternativa “b”
Questão 5. Alternativa “b”. Se A tem 20 prótons, C também tem, pois eles são isótopos. Além
disso, A tem número de massa 41:
20 A B 20C
41
Se C tem 22 nêutrons, então seu número de massa será igual a 22 + 20 = 42:
20 41A B 20 42C
Se B e C são isóbaros, quer dizer que seus números de massa são iguais:
20 41A 42B 20 42C
A e B são isótonos, o que significa que possuem a mesma quantidade de nêutrons. Considerando
que a quantidade de nêutrons do átomo A é 41 - 20 = 21 e, que, portanto, B também possui 21
nêutrons, podemos descobrir a quantidade de prótons do B:
42 – 21 = 21 → 20 41A 21 42B 20 42C
Assim, o número atômico de B é 21. Com essa informação, podemos fazer a distribuição
eletrônica de B e responder a questão:

O elétron mais energético está na camada M (3ª), por isso o número quântico principal é n = 3. O
último subnível preenchido foi o d, assim, o número quântico secundário é ℓ = 2.
Para descobrir os outros números quânticos, fazemos a representação:

Assim, o número quântico magnético é m = -2; e o do spin é s = -1/2.


Questão 6. Alternativa “d”
a) Não pode ser, porque se n = 3 e ℓ = 0 isso significa que o elétron em questão está no
subnível 3s, portanto o único valor possível para m é 0, e não 1.
b) O valor máximo permitido para o ℓ é 3, não existe ℓ = 4.
c) Se n = 3 e ℓ = 3, isso quer dizer que o subnível teria que ser 3 f, e esse subnível não existe.
d) Correta.
e) Se n = 4 e ℓ = 0, então o subnível é o 4s, e o único valor para m seria 0, e não pode ser 3.

Exercícios de revisão

Questão 1. Qual é o conjunto dos quatro números quânticos que caracteriza o elétron mais
energético do 35Br?
a) n = 3, l = 2, m = +2, s = +1/2.
b) n = 4, l = 0, m = 0, s = +1/2.
c) n = 3, l = 1, m = +2, s = +1/2.
d) n = 4, l = 1, m = 0, s = +1/2.
e) n = 4, l = 3, m = +2, s = +1/2.

Questão 2. (UEPI) Sobre o elemento químico vanádio, de número atômico 23, são feitas as
seguintes afirmações:
I. A camada de valência do vanádio possui três (3) elétrons;
II. Possui onze (11) elétrons na terceira camada eletrônica;
III. Os quatro números quânticos para os elétrons da última camada são : 3 ; 2 ; 0 ; + 1/2;
IV. A camada de valência do vanádio possui dois (2) elétrons.
Indique a alternativa correta:
a) somente as afirmações II e IV estão corretas.
b) somente as afirmações I e II estão corretas.
c) somente as afirmações III e IV estão corretas.
d) somente as afirmações I e III estão corretas.
e) somente as afirmações I e IV estão corretas.
Questão 3. (Uespi) Dado o átomo 17X, o conjunto dos quatro números quânticos para o 11º
elétron do subnível p é:
a) 3, 1, 0 e – 1/2.
b) 3, 1, 1 e – 1/2.
c) 3, 1, 0 e + 1/2.
d) 3, 2, 0 e – 1/2.
e) 3, 2, 0 e + 1/2.

Questão 4. Um elétron na camada O está no subnível s. Quais são os valores de n e l?


a) 3 e 0. b) 4 e 1. c) 5 e 0. d) 5 e 1. e) 6 e 0.

Resposta Questão 1. Alternativa “d”.


Primeiro, realiza-se a distribuição eletrônica no Diagrama de Pauling dos 35 elétrons do
bromo. Encontra-se a seguinte distribuição em ordem de energia:
1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p5.
O subnível mais energético é o último a ser preenchido é o 4p5.
O nível é o N, o número principal é: n =4.
O subnível é o p, então, o número quântico secundário é: l = 1.
Como são cinco elétrons e o quinto elétron, o último a ser preenchido e é o mais
energético, realiza-se a distribuição nos orbitais para descobrir o número quântico magnético e
o spin. Preencha com todas as setas para cima e depois com as setas para baixo, obedecendo
à regra de Hund.

A última seta a ser preenchida, que é o elétron mais energético, ficou no 0, então, o valor do
número quântico magnético é: m = 0.
A seta está para baixo, por convenção o número quântico spin é: s = +1/2.

Resposta Questão 2. Alternativa “a”.


I. Falsa. A camada de valência do vanádio não possui três (3) elétrons, mas sim dois (2), porque
a camada de valência é a mais externa, e não a mais energética. Veja pela distribuição eletrônica
dos 23 elétrons em ordem de energia do vanádio que o subnível mais externo é o 4s 2 e o mais
energético é o 3d3: 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d3 .
II. Verdadeira. Possui onze (11) elétrons na terceira camada eletrônica: 3s2 3p6 3d3 (2 + 6 + 3 =
11).
III. Falsa. Os quatro números quânticos para os elétrons da última camada não são : 3 ; 2 ; 0 ; +
½.
Se é a última camada, é a camada mais externa, ou seja, refere-se ao 4s2 , cujos números
quânticos são: 4; 0; 0 ; + ½. Os valores apresentados na afirmativa são os números quânticos
do subnível mais energético, 3d3.
IV. Verdadeira. A camada de valência do vanádio possui dois (2) elétrons, conforme explicado
no item I.

Resposta Questão 3. Alternativa “c”.


O enunciado disse que o número atômico é 17. Assim, fazendo a distribuição em ordem
crescente de energia, temos que o subnível mais energético é o 3p5: 1s2 2s2 2p6 3s2 3p5
Mas foi dito também que o que se deseja são os números quânticos para o 11º elétron do
subnível “p”, ou seja, no subnível p, há: 2p6 e 3p5 = 6 + 5 = 11.
Assim, temos que se refere realmente ao subnível 3p : 5

O nível é o M, o número principal é: n = 3.


O subnível é o p e o número quântico secundário é: l = 1.
São cinco elétrons e o quinto elétron, o último a ser preenchido é o mais energético,
distribua-os nos orbitais para descobrir o número quântico magnético e o spin. Seguindo à regra
de Hund, primeiro preencha as setas para cima e depois para baixo.
A última seta a ser preenchida, indica o elétron mais energético, o valor do número
quântico magnético é: m = 0.
Visto que a seta está para baixo, temos por convenção que o número quântico spin é: s =
+1/2.
Resposta Questão 4. Alternativa “c”.
A camada O é o quinto nível eletrônico, o número quântico principal é: n = 5;
O subnível é o s, o valor do número quântico secundário ou azimutal é: l = 0.

Camada de valência

A Camada de Valência é a última camada de distribuição eletrônica de um átomo. Por ser


a camada mais externa, também é a que fica mais distante do núcleo atômico. De acordo com
a Regra do Octeto, a camada de valência precisa de oito elétrons para se estabilizar. Assim, os
átomos adquirem estabilidade quando têm 8 elétrons na camada de valência.
Isso acontece com os gases nobres, eles apresentam a camada de valência completa. A
única exceção é o elemento Hélio que possui 2 elétrons. Os demais elementos precisam fazer
ligações químicas para completar os oito elétrons na camada de valência.
Os elétrons da camada de valência são os que participam das ligações, pois são os mais
externos.

Camadas da Eletrosfera

Conforme o modelo atômico de Rutherford-Bohr, os elétrons giram ao redor do núcleo


atômico, em 7 diferentes camadas energéticas (K, L, M, N, O, P e Q) e cada qual suporta um
número máximo de elétrons.

Determinando a Camada de Valência

A camada de valência pode ser determinada de duas formas: Distribuição


Eletrônica e Tabela Periódica.

Distribuição Eletrônica
Para determinação da camada de valência através da distribuição eletrônica é usado
o Diagrama de Linus Pauling.

O diagrama de Pauling segue a ordem crescente de energia e a última camada obtida na


distribuição eletrônica é a camada de valência.
1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p6 5s2 4d10 5p6 6s2 4f14 5d10 6p6 7s2 5f14 6d10 7p6
Assim, a última camada que contém o subnivel mais energético é a camada de valência.
Exemplos:
Nitrogênio - N
Número Atômico: 7
Distribuição eletrônica: 1s2 2s2 2p3
Camada de Valência: 2s2 2p3, o N possui 5 elétrons na camada de valência.
Ferro - Fe
Número Atômico: 26
Distribuição eletrônica: 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d6
Camada de Valência: 4s2, o Fe possui 2 elétrons na camada de valência.
Cloro - Cl
Número Atômico: 17
Distribuição eletrônica: 1s2 2s2 2p6 3s2 3p5
Camada de Valência: 3s2 3p5, o Cl possui 7 elétrons na camada de valência.
Oxigênio - O
Número atômico: 8
Distribuição eletrônica: 1s2 2s2 2p4
Camada de Valência: 2s2 2p4, o oxigênio possui 6 elétrons na camada de valência.
Carbono - C
Número atômico: 6
Distribuição eletrônica: 1s2 2s2 2p2
Camada de Valência: 2s2 2p2, o carbono possui 4 elétrons na camada de valência.
O mesmo princípio pode ser usado para elementos em estado fundamental e para os íons,
cátions e ânions.
Ânion Cloreto - Cl-
O número atômico do Cloro é 17. Em seu estado fundamental, o número de elétrons é
igual ao de prótons. Nesse caso há ganho de 1 elétron.
Primeiro, faz-se a distribuição eletrônica para o elemento Cloro:
1s2 2s2 2p6 3s2 3p5
Com o ganho de um elétron, acrescente na última camada:
1s2 2s2 2p6 3s2 3p6. Assim, existem 8 elétrons na camada de valência (3s2 3p6).

Tabela Periódica

Para se determinar a camada de valência através da tabela periódica precisa-se


identificar o período e a família do elemento. Assim, enquanto a família 1A apresenta 1 elétron
de valência, a 2A apresenta 2, e assim sucessivamente. Os elementos químicos constantes na
mesma família da tabela periódica apresentam o mesmo número de elétrons na camada de
valência.
Porém, isso só é válido para os grupos 1, 2, 13, 14, 15, 16 e 17 que possuem os seguintes
números de elétrons na camada de valência 1, 2, 3, 4, 5, 6 e 7, respectivamente. Para os
elementos em que não é possível essa relação, deve ser usada a distribuição eletrônica.
As ligações químicas são necessárias para se estabilizar os átomos e, assim, formar
moléculas pela tendência de doação de elétrons da camada de valência, pelo fato de estarem
mais longe do núcleo.
Exercícios propostos
1. Encontre a camada de valência dos seguintes elementos:
a) Bromo 35Br
1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p5
A camada de valência do Bromo (família 7A) apresenta 7 elétrons. Isso porque 4s 2e
4p5 pertencem à camada N, enquanto 3d10 pertence à camada M.
b)Alumínio 13Al
1s2 2s2 2p6 3s2 3p1
A camada de valência do Alumínio (família 3A) apresenta 3 elétrons.

2. (UFSC) O número de elétrons em cada subnível do átomo estrôncio ( 38Sr) em ordem crescente
de energia é:
a) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p6 5s2
b) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 4p6 3d10 5s2
c) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 3d10 4s2 4p6 5s2
d) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4p6 4s2 3d10 5s2
2 2 6 6 2 2
e) 1s 2s 2p 3p 3s 4s 4p 3d 5s6 10 2

a) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p6 5s2

3. (IFSP/2013) O número de elétrons da camada de valência do átomo de cálcio (Z = 20), no


estado fundamental, é
a) 1
b) 2
c) 6
d) 8
e) 10
b) 2

Exercícios de Distribuição Eletrônica

01. (ACAFE) Considerando-se um elemento M genérico qualquer, que apresenta configuração


eletrônica 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d5, pode-se afirmar que:
I. seu número atômico é 25;
II. possui 7 elétrons na última camada;
III. apresenta 5 elétrons desemparelhados;
IV. pertencem a família 7A.
Estão corretas as afirmações:
a) I, II e III somente
b) I e III somente
c) II e IV somente
d) I e IV somente
e) II, III e IV somente

02. (UFSC) O número de elétrons em cada subnível do átomo estrôncio (38Sr) em ordem
crescente de energia é:
a) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p6 5s2
b) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 4p6 3d10 5s2
c) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 3d10 4s2 4p6 5s2
d) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4p6 4s2 3d10 5s2
e) 1s2 2s2 2p6 3p6 3s2 4s2 4p6 3d10 5s

03. (ABC) De acordo com e regra de Hund, estrutura eletrônica do átomo de carbono, no estado
fundamental, é representada por:
a) 1s2 2s2 3p2
b)
c) 1s2 2s2 2p2

d)

e)

04. Conceitue orbital de um elétron.

05. Indique a distribuição eletrônica do oxigênio (Z = 8) no estado fundamental.

06. (ITA)O número máximo de orbitais atômicos correspondente ao número quântico principal é:
a) n c) 2n + 1 e) 2n2
b) 2n d) n2
07. (CESCEM) Qual dos valores abaixo pode representar o número atômico de um átomo que,
no estado fundamental, apresenta apenas dois elétrons de valência?
a) 16 c) 18 e) 20
b) 17 d) 19
08. (PUC) O número normal de subníveis existentes no quarto nível energético dos átomos é
igual a:
a) 1 b) 2 c) 3 d) 4 e) 5

09. (OSEC) Sendo o subnível 4s1 (com um elétron) o mais energético de um átomo, podemos
afirmar que:
I. o número total de elétrons desse átomo é igual a 19;
II. esse apresenta quatro camadas eletrônicas;
III. a sua configuração eletrônica é 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 3d10 4s1
a) Apenas a firmação I é correta.
b) Apenas a firmação II é correta.
c) Apenas a firmação III é correta.
d) As afirmações I e II são corretas.
e) As afirmações II e III são corretas.

Tabela periódica

A Tabela Periódica é um modelo que agrupa todos os elementos químicos conhecidos


por suas propriedades e os organiza em ordem crescente de números atômicos.
No total, a nova Tabela Periódica possui 118 elementos químicos (32 naturais e 26
artificiais).
Em cada quadrado há o nome do elemento químico, seu símbolo e seu número atômico.

Organização da Tabela Periódica

A Tabela periódica está organizada em Períodos e Família. Os Períodos são as linhas


horizontais, que possuem elementos que apresentam o mesmo número de camadas eletrônicas,
totalizando sete Períodos.
As Famílias ou Grupos são as colunas verticais, no qual os elementos possuem o mesmo
número de elétrons na camada mais externa (camada de valência). Diversos elementos destes
grupos estão relacionados de acordo com suas propriedades químicas.
São dezoito Grupos (A e B), sendo que as famílias mais conhecidas são do Grupo A, também
chamados de elementos representativos:
 Família 1A: Metais Alcalinos (lítio, sódio, potássio, rubídio, césio e frâncio).
 Família 2A: Metais Alcalino-Terrosos (berílio, magnésio, cálcio, estrôncio, bário e rádio).
 Família 3A: Família do Boro (boro, alumínio, gálio, índio, tálio e unúntrio).
 Família 4A: Família do Carbono (carbono, silício, germânio, estanho, chumbo e fleróvio).
 Família 5A: Família do Nitrogênio (nitrogênio, fósforo, arsênio, antimônio, bismuto e ununpêntio).
 Família 6A: Calcogênios (oxigênio, enxofre, selênio, telúrio, polônio, livermório).
 Família 7A: Halogênio (flúor, cloro, bromo, iodo, astato e ununséptio).
 Família 8A: Gases Nobres (hélio, neônio, argônio, criptônio, xenônio, radônio e ununóctio).
Os elementos de transição, também chamados de metais de transição, representam as 8
famílias do Grupo B:
 Família 1B: cobre, prata, ouro e roentgênio.
 Família 2B: zinco, cádmio, mercúrio e copernício.
 Família 3B: escândio, ítrio e sério de lantanídeos (15 elementos) e actinídeos (15 elementos).
 Família 4B: titânio, zircônio, háfnio e rutherfórdio.
 Família 5B: vanádio, nióbio, tântalo e dúbnio.
 Família 6B: cromo, molibdênio, tungstênio e seabórgio.
 Família 7B: manganês, tecnécio, rênio e bóhrio.
 Família 8B: ferro, rutênio, ósmio, hássio, cobalto, ródio, irídio, meitnério, níquel, paládio, platina,
darmstádio.

História da Tabela Periódica

A Tabela Periódica como é conhecida atualmente foi elaborada pelo químico russo Dmitri
Mendeleiev (1834-1907) em 1869, para facilitar a classificação, a organização e o agrupamento
dos elementos de acordo suas propriedades.

Curiosidades da Tabela Periódica

 O padrão estabelecido para a Tabela Periódica é recomendado pela IUPAC (União Internacional
de Química Pura e Aplicada ou International Union of Pure and Applied Chemistry) que é uma
ONG (Organização não governamental) que se dedica aos estudos e avanços da química.
 O Elemento Plutônio foi descoberto na década de 40, pelo químico estadunidense Glenn
Seaborg. Ele descobriu todos os elementos transurânicos (do número atômico 94 até 102) e
ganhou o Prêmio Nobel em 1951.
 O elemento 106, descoberto recentemente, leva o nome de Seabórgio em homenagem ao
químico Glenn Theodore Seaborg (1912-1999).
 Em 2016, novos elementos químicos da tabela foram oficializados: Tennessine (Ununséptio),
Nihonium (Ununtrio), Moscovium (Ununpêntio) e Oganesson (Ununóctio).

Propriedades periódicas
A Tabela Periódica organiza os elementos químicos em ordem crescente de número
atômico (Z – quantidade de prótons no núcleo do átomo) E muitas propriedades químicas e
físicas dos elementos e das substâncias simples que eles formam variam periodicamente, ou
seja, em intervalos regulares em função do aumento (ou da diminuição) dos números atômicos.
As propriedades que se comportam dessa forma são chamadas de propriedades periódicas.
As principais propriedades periódicas químicas dos elementos são: raio atômico, energia
de ionização, eletronegatividade, eletropositividade e eletroafinidade. Já as físicas
são: pontos de fusão e ebulição, densidade e volume atômico.
Propriedades periódicas químicas:
1- Raio atômico: pode ser definido como a metade da distância (r = d/2) entre os núcleos de dois
átomos de um mesmo elemento químico, sem estarem ligados e assumindo os átomos como
esferas:

Na tabela periódica, o raio atômico aumenta de cima para baixo e da direita para a
esquerda.
Em uma mesma família (coluna), as camadas eletrônicas vão aumentando conforme se
desce uma casa e, consequentemente, o raio atômico aumenta. Em um mesmo período (linha),
o número de camadas eletrônicas é o mesmo, mas a quantidade de elétrons vai aumentando da
esquerda para a direita e, com isso, a atração pelo núcleo aumenta, diminuindo o tamanho do
átomo.
Ordem de crescimento do raio atômico na Tabela Periódica

2. Energia ou potencial de ionização: vem a ser a energia mínima necessária para remover um
elétron de um átomo ou íon no estado gasoso. Esse elétron é sempre retirado da camada
eletrônica mais externa (camada de valência).
Quanto maior o raio atômico, mais os elétrons da camada de valência estarão afastados do
núcleo, a força de atração entre eles será menor e em consequência, menor será a energia
necessária para retirar esses elétrons e vice-versa. Assim, a energia de ionização dos elementos
químicos na Tabela Periódica aumenta no sentido contrário ao aumento do raio atômico, isto é,
de baixo para cima e da esquerda para a direita:

Ordem de crescimento da energia de ionização na Tabela Periódica

3. Eletronegatividade: representa a tendência que um átomo tem de atrair elétrons para si em


uma ligação química covalente em uma molécula isolada.
Os valores das eletronegatividades dos elementos foram determinados pela escala de
Pauling. Foi observado que, conforme o raio aumentava, menor era atração do núcleo pelos
elétrons compartilhados na camada de valência. Por isso, a eletronegatividade também aumenta
no sentido contrário ao aumento do raio atômico, sendo que varia na Tabela Periódica de baixo
para cima e da esquerda para a direita:

Ordem de crescimento da eletronegatividade na Tabela Periódica

4. Eletropositividade: é a capacidade que o átomo possui de se afastar de seus elétrons mais


externos, em comparação a outro átomo, na formação de uma substância composta.
É o contrário da eletronegatividade e a sua ordem crescente na tabela periódica também
será o contrário da eletronegatividade, ou seja, será de cima para baixo e da direita para a
esquerda:

Ordem de crescimento da eletropositividade na Tabela Periódica

5. Eletroafinidade ou afinidade eletrônica: corresponde à energia liberada por um átomo do


estado gasoso, quando ele captura um elétron.
Essa energia mostra o grau de afinidade ou a intensidade da atração do átomo pelo elétron
adicionado.
Não são conhecidos os valores para as eletroafinidades de todo os elementos, mas os que
estão disponíveis permitem generalizar que essa propriedade aumenta de baixo para cima e da
esquerda para a direita na Tabela Periódica:

Ordem de crescimento da afinidade eletrônica na Tabela Periódica

Resumidamente:

Exercícios
Questão 1. Um elemento X apresenta a configuração 5s 2 5p3 na camada de valência. Indique o
grupo e a família desse elemento na tabela periódica:

a) 5º período e família dos calcogênios.


b) 15º período e família dos halogênios.
c) 3º período e família do nitrogênio.
d) 5º período e família do nitrogênio.
e) 5º período e família dos gases nobres.

Questão 2. Indique a família e o período do elemento químico de número atômico 37:

a) Família 1 e 3º período.
b) Família 2 e 1º período.
c) Família 17 e 5º período.
d) Família 15 e 3º período.
e) Família 1 e 5º período.

Questão 3. (Ufac) O número atômico do elemento que se encontra no período III, família 3A é:

a) 10 b) 12 c) 23 d) 13 e) 31

Questão 4. (Uniceub - DF) O aço tem como um dos componentes que lhe dá resistência e
ductibilidade o elemento vanádio; sobre o vanádio podemos afirmar que seu subnível mais
energético e seu período são, respectivamente: (Dado: 23V.)
a) 4s2 e 4º período.
b) 3d3 e 4º período.
c) 4s2 e 5º período.
d) 3d3 e 5º período.
e) 4p3 e 4º período.

Respostas

 Resposta Questão 1. Alternativa “d”.


Observando a configuração eletrônica da camada de valência desse elemento, vemos que ele
possui cinco camadas ou níveis, portanto seu período é o 5º. Somando os elétrons distribuídos,
temos 5 elétrons (2 + 3), o que nos indica que ele pertence à família 15 ou V A, que é a família
do nitrogênio.
Realizando a distribuição eletrônica completa no diagrama de Pauling abaixo, descobrimos que
o seu número atômico é igual a 51. Conferindo na Tabela Periódica, trata-se do Sb (Antimônio),
que realmente está no quinto período e na família 15.
K 1s2
L 2s2 2p6
M 3s2 3p6 3d10
N 4s2 4p6 4d10 4f
O 5s2 5p3 5d 5f
P 6s 6p 6d
Q 7s 7p

 Resposta Questão 2. Alternativa “e”.


Realizando a distribuição eletrônica no diagrama de Pauling, temos:
K 1s2
L 2s2 2p6
M 3s2 3p6 3d10
N 4s2 4p6 4d 4f
O 5s1 5p 5d 5f
P 6s 6p 6d
Q 7s 7p
Observe que o elemento possui somente um elétron na camada de valência, sendo, portanto, da
família 1 e está no 5º período.

 Resposta Questão 3. Alternativa “d”.


Apenas observando uma Tabela Periódica encontramos o elemento Alumínio, cujo número
atômico é 13. Mas se não tivermos uma Tabela à disposição, basta realizar a distribuição no
diagrama de Pauling, que indica o período III e a família 3A, ou seja: 1s 2 2s2 2p6 3s2 3p1. Agora
basta somar todos os elétrons distribuídos: 2 + 2 + 6 + 2 + 1 = 13.

.Resposta Questão 4. Alternativa “b”.


Realizando a distribuição eletrônica do vanádio:
K 1s2
L 2s2 2p6
M 3s2 3p6 3d3
N 4s2 4p 4d 4f
O 5s 5p 5d 5f
P 6s 6p 6d
Q 7s 7p
O subnível mais energético é o último a ser preenchido, que nesse caso é o 3d3. Visto que o
subnível mais externo foi o 4s2, isso significa que o vanádio é do 4º período.

Exercícios
QUESTÃO 1. Qual elemento pertence à família dos halogênios e está situado no 3º período?
QUESTÃO 2. Associe corretamente as colunas abaixo:
I. Metais alcalinos ( ) Grupo 0
II. Metais alcalinoterrosos ( ) Grupo 17 ou VII A
III. Calcogênios ( ) Grupo 16 ou VI-A
IV. Halogênios ( ) Grupo 15 ou V-A
V. Família do carbono ( ) Grupo 14 ou IV-A
VI. Família do nitrogênio ( ) Grupo 1 ou I-A
VII. Gases nobres ( ) Grupo 2 ou II-A

QUESTÃO 3. Das alternativas abaixo, qual apresenta somente ametais?


a) He, Os, O, B, H
b) He, Ne, Ar, Kr, Xe
c) B, Si, As, Sb, Te
d) Na, Be, Mo, Rb, Ra
e) C, N, P, Br, I, At

QUESTÃO 4. O metal alcalino de maior número atômico e o halogênio de menor número atômico
são, respectivamente:
a) Fr e F b) H e At c) Li e At d) Li e F e) Rb e At

QUESTÃO 5. Suponha um elemento localizado no grupo 13 e no 4º período da Tabela Periódica.


Sem consultar a Tabela Periódica, responda as seguintes questões:
a) Qual é a configuração eletrônica desse elemento?
b) Qual o número atômico do elemento em questão?
c) Qual será o número atômico do elemento localizado no mesmo período e no grupo seguinte
a esse elemento? Justifique sua resposta.

QUESTÃO 6. (Ufam-AM) Na classificação periódica, os elementos Ba (grupo 2), Se (grupo 16)


e Cl(grupo 17) são conhecidos, respectivamente, como:
a) alcalino, halogênio e calcogênio
b) alcalinoterroso, halogênio e calcogênio
c) alcalinoterrosos, calcogênio e halogênio
d) alcalino, halogênio e gás nobre
e) alcalinoterroso, calcogênio e gás nobre
QUESTÃO 7. (Univale-SC) O bromato de potássio, produto de aplicação controvertida na
fabricação de pães, tem como fórmula KBrO3. Os elementos que o constituem, na ordem
indicada na fórmula, são das famílias dos:
a) alcalinos, halogênios e calcogênios
b) halogênios, calcogênios e alcalinos
c) calcogênios, halogênios e alcalinos
d) alcalinoterrosos, calcogênios e halogênios
e) alcalinoterrosos, halogênios e calcogênios

QUESTÃO 8. (UFPI) Assinale a alternativa em que o elemento químico cuja configuração


eletrônica, na ordem crescente de energia, finda em 4s2 3d3:
a) grupo 3 e 2º período.
b) grupo 14 e 2º período.
c) grupo 14 e 5º período.
d) grupo 5 e 4º período.
e) grupo 15 e 3º período.

QUESTÃO 9. (UFU-MG) No início do século XIX, com a descoberta e o isolamento de diversos


elementos químicos, tornou-se necessário classificá-los racionalmente para a realização de
estudos sistemáticos. Muitas contribuições foram somadas até se chegar à atual classificação
periódica dos elementos químicos. Em relação à classificação periódica atual, responda:
a) Como os elementos são listados, sequencialmente, na tabela periódica?
b) Em quais grupos da tabela periódica podem ser encontrados: um halogênio, um metal alcalino,
um metal alcalinoterroso, um calcogênio e um gás nobre?

QUESTÃO 10. (UFPel-RS) Os elementos químicos silício e germânio são semimetais e


constituem os chamados semicondutores, usados para construir componentes eletrônicos, como
iodos, transistores e microprocessadores.
Algumas das qualidades desses elementos devem-se às suas estruturas atômicas. Com
relação ao silício e ao germânio e à posição que eles ocupam na tabela periódica, podemos
afirmar que:
a) se situam no mesmo período da tabela periódica e apresentam configuração final “ns2 np4”;
b) pertencem à mesma família da tabela periódica, possuindo, portanto, o mesmo número de
níveis eletrônicos;
c) pertencem à classe dos elementos representativos da família do carbono, possuindo em
comum o mesmo número de elétrons de valência;
d) são elementos de transição e apresentam subnível energético do tipo “p”;
e) apresentam o mesmo número de níveis eletrônicos, possuindo, portanto, o mesmo raio
atômico.

RESPOSTAS
Questão 1. Cloro – Cl
Questão 2.
I. Metais alcalinos (VII) Grupo 0
II. Metais alcalinoterrosos (IV) Grupo 17 ou VII A
III. Calcogênios (III) Grupo 16 ou VI-A
IV. Halogênios (VI) Grupo 15 ou V-A
V. Família do carbono (V) Grupo 14 ou IV-A
VI. Família do nitrogênio (I) Grupo 1 ou I-A
VII. Gases nobres (II) Grupo 2 ou II-A
Questão 3. Alternativa “e”
Questão 4. Alternativa “a”
Questão 5
a) Consultando uma Tabela Periódica descobrimos que o elemento em questão é o gálio (Ga)
e sua configuração eletrônica é mostrada nela. No entanto, não é preciso consultar a tabela, pois
se ele está no grupo 13 e no 4º período, significa que esse elemento deve ter três elétrons na
última camada e quatro camadas. Assim, sua configuração eletrônica será: 2 – 8 – 18 – 3.
b) Somando-se o total de elétrons mostrados na configuração eletrônica na questão anterior
obtemos o número atômico (número de prótons), que é igual ao número de elétrons num átomo
neutro, isto é, 31.
c) O número atômico será 32, pois os elementos estão localizados na Tabela Periódica em
ordem crescente de número atômico.
Questão 6. Alternativa “c”
Questão 7. Alternativa “a”, pois o K é do grupo 1 ou I A (metal alcalino), o Br é do grupo 17 ou
VII A (halogênio) e o O é do grupo 16 ou VI A (calcogênio).
Questão 8. Alternativa “d”.
O elemento pertence ao grupo 5, pois a soma dos elétrons mais externos com os mais
energéticos é igual a 5 e ocupa o 4º período, pois possui quatro camadas eletrônicas.
Questão 9
a) Em ordem crescente de número atômico (número de prótons).
b) Os halogênios são encontrados na família 17 (VII A); os metais alcalinos na família 1 (I A);
os metais alcalinoterrosos na família 2 (II A); os calcogênios na família 16 (VI A) e os gases
nobres na família 18 (VIII A).
Questão 10. Alternativa “c”.
a) Errada. O silício e o germânio pertencem à mesma família do carbono (têm 4 elétrons na
última camada). Possuem, portanto, na camada de valência, configuração “ns2 np2”.
b) Errada. Eles não possuem o mesmo número de níveis eletrônicos, pois isso é indicado não
pela família, mas sim pelo período e eles são de períodos diferentes na Tabela Periódica: o silício
é do 3º período (possuindo 3 níveis eletrônicos ou camadas) e o germânio é do 4º período
(possuindo 4 níveis).
c) Correta. O silício e o germânio são da mesma família que o carbono, a família 14 ou IV A,
portanto todos esses elementos possuem 4 elétrons na camada de valência.
d) Errada. Eles são elementos representativos e não elementos de transição.
e) Errada. Conforme explicado na resolução da alternativa “b”, eles não possuem o mesmo
nível eletrônico e, portanto, seu raio atômico não é igual.

Exercícios sobre Propriedades Periódicas

Questão 1. (UFPE) O número de elétrons na camada de valência de um átomo determina muitas


de suas propriedades químicas. Sobre o elemento ferro (Z = 26), pode-se dizer que:
a) Possui 4 níveis com elétrons.
b) Possui 8 elétrons no subnível d.
c) Deve ser mais eletronegativo que o potássio.
d) Deve possuir raio atômico maior que o do rutênio.
e) No íon de carga +3, possui 5 elétrons em 3d.

Questão 2. (UFSM-RS) Considerando as propriedades periódicas, indique a alternativa correta:


a) Para elementos de um mesmo período, a primeira energia de ionização é sempre maior que
a segunda.
b) Com o aumento do número de camadas, o raio atômico, em um mesmo grupo, diminui.
c) Para íons de elementos representativos, o número do grupo coincide com o número de
elétrons que o átomo possui no último nível.
d) Os elementos com caráter metálico acentuado possuem grande afinidade eletrônica.
e) Para elementos de um mesmo grupo, o volume atômico aumenta com o aumento do número

Questão 3. Observe as equações a seguir:


A + energia → A+ + 1 elétron
B + 1 elétron → B- + energia
As propriedades periódicas relacionadas respectivamente com essas equações são:
a) afinidade eletrônica e energia de ionização.
b) energia de ionização e afinidade eletrônica.
c) energia de ionização e eletronegatividade.
d) eletropositividade e eletronegatividade.
e) eletropositividade e afinidade eletrônica.

Questão 4. Com relação às propriedades periódicas, é correto afirmar que, em uma mesma
família, os átomos dos menores períodos possuem:
a) menor raio atômico.
b) menor eletroafinidade.
c) menor eletronegatividade.
d) menor energia de ionização.
e) menor eletropositividade.

Respostas
Resposta Questão 1. Alternativa “a”, “c” e “e”.
a) Correta. O ferro possui quatro níveis com elétrons. Veja a sua configuração eletrônica (Z =
26): 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d6.
b) Incorreta. Possui seis elétrons no subnível d, e não 8.
c) Correta. O ferro deve ser mais eletronegativo que o potássio porque a eletronegatividade é
uma propriedade periódica que, entre os elementos de um mesmo período, cresce da esquerda
para a direita.
d) Incorreta. O raio atômico do ferro deve ser menor que o do rutênio (e não maior, como dito na
afirmativa), pois essa é uma propriedade periódica que, entre os elementos de uma mesma
família, cresce de cima para baixo.
e) Correta. O ferro no estado fundamental possui dois elétrons na camada mais externa (4s2) e
seis elétrons no penúltimo subnível preenchido (3d6). Com a formação do íon de carga +3, o
ferro perde três elétrons. Assim, ele perde primeiro os dois elétrons do subnível 4s e depois mais
um elétron do subnível 3d, ficando com 5 elétrons nesse subnível.

Resposta Questão 2. Alternativa “e”.


As demais estão erradas porque:
a) Para elementos de um mesmo período, a primeira energia de ionização é sempre menor (e
não maior) que a segunda.
b) Com o aumento do número de camadas, o raio atômico, em um mesmo grupo, aumenta (e
não diminui).
c) Para íons de elementos representativos, o número do grupo não coincide sempre com o
número de elétrons que o átomo possui no último nível. Por exemplo, os grupos 13, 14, 15, 16,
17 e 18 possuem, respectivamente, 3, 4, 5, 6 e 7 elétrons no último nível.
d) Os elementos com caráter metálico acentuado estão mais à esquerda da tabela periódica, e
a afinidade eletrônica ou eletroafinidade é uma propriedade periódica que cresce da esquerda
para a direita. Portanto, a afinidade eletrônica deles é menor que a dos elementos não metálicos.

Resposta Questão 3. Alternativa “b”.


A + energia → A+ + 1 elétron: Energia de ionização ou potencial de ionização é a energia mínima
necessária para “arrancar” um elétron de um átomo isolado e no estado gasoso;
B + 1 elétron

Resposta Questão 4. Alternativas “a” e “e”.

Exercícios de Revisão.

1.(UFF-RJ) Dois ou mais íons ou, então, um átomo e um íon que apresentam o mesmo número
de elétrons denominam-se espécies isoeletrônicas.

Comparando-se as espécies isoeletrônicas F-, Na+, Mg2+, e Al3+, conclui-se que:

a) a espécie Mg2+ apresenta o menor raio iônico.


b) a espécie Na+ apresenta o menor raio iônico.
c) a espécie F- apresenta o maior raio iônico.
d) a espécie Al3+ apresenta o maior raio iônico.
e) a espécie Na+ apresenta o maior raio iônico.

2. (PUC-MG)Os elementos que apresentam maiores energias de ionização são da família dos:

a) metais alcalino-terrosos. c) halogênios.


b) gases nobres. d) metais alcalinos.
3. (UEL-PR) Em qual das transformações a seguir, no sentido indicado, a energia envolvida
mede o chamado “potencial de ionização”?

a) Cl- (g) + 1 é → Cl- (g)

b) 2 Cl (g) → Cl2 (g)

c) H+ (aq) + OH- (aq) → H2O (l)

d) Na (g) → Na+ (g) + 1 é

e) H+ (aq) + 1é → ½ H2 (g)

4.(PUC-RS) Com relação à classificação periódica dos elementos, pode-se afirmar que o:

a) hidrogênio é um metal alcalino localizado na 1ª coluna.


b) nitrogênio é o elemento mais eletropositivo da 15ª coluna.
c) sódio é o elemento mais eletronegativo do 3° período.
d) mercúrio é um ametal líquido à temperatura ambiente.
e) potássio tem maior raio atômico que o Br.

5. (ITA-SP) Qual das opções abaixo apresenta a comparação errada relativa aos raios de
átomos e de íons?

a) raio do Na+ < raio do Na

b) raio do Na+ < raio do F-

c) raio do Mg2+ < raio do O2-

d) raio do F- < raio do O2-

e) raio do F- < raio do Mg2+

RESPOSTAS
Questão 1. Alternativa C.
F- apresenta o maior raio iônico, ou energia de ionização. Quanto menor o tamanho do átomo,
maior será o raio iônico.
Questão 2. Alternativa B.
Em um mesmo período a energia de ionização (E.I.) aumenta da esquerda para a direita. Como
a família dos Gases Nobres se localiza na extremidade mais à direita da tabela, corresponde aos
elementos que apresentam maior energia de ionização.
Questão 3
Alternativa D.
Potencial de ionização é a energia necessária para que um mol de átomos em estado gasoso
sofra ionização. O sódio (Na) no estado gasoso sofreu ionização liberando 1 é.
Questão 4. Alternativa E.
O Potássio (K) e o Bromo (Br) se localizam no mesmo período, só que em lados opostos: K na
extremidade esquerda da tabela e Br na extremidade direita. Em um mesmo período, o raio
atômico aumenta da direita para a esquerda na tabela.

a) (INCORRETA) hidrogênio não é um metal alcalino, é um gás.


b) (INCORRETA) nitrogênio é o elemento mais eletronegativo da 15ª coluna.
c) (INCORRETA) sódio é o elemento mais eletropositivo do 3° período.
d) (INCORRETA) mercúrio é um METAL líquido à temperatura ambiente.
Questão 5. Alternativa E. O raio do íon negativo F-(ânion) é maior que o raio do íon positivo
Mg2+(cátion).

Classificação e Configuração Eletrônica dos Elementos


Na atual Tabela Periódica, conforme suas propriedades físicas e químicas, os elementos
químicos são agrupados em quatro grupos principais: metais, semimetais, ametais e gases
nobres. O hidrogênio, entretanto, é um elemento estudado à parte de tais grupos, pois suas
propriedades são distintas. O hidrogênio forma, assim, uma espécie de quinto grupo. Observe a
seguir quais elementos fazem parte desses grupos e por quê:
Metais: Os metais constituem a maior parte dos elementos da Tabela Periódica, em um total de
87. Alguns exemplos são a prata, ouro, cobre, zinco, ferro, alumínio, platina, sódio, potássio,
entre outros.
Todos os elementos pertencentes a esse grupo possuem as seguintes propriedades
principais:
- Brilho metálico;
- São sólidos, com exceção do mercúrio, que é líquido em temperatura ambiente;
- Conduzem corrente elétrica;
- Conduzem calor;
- São maleáveis, formando lâminas;
- São dúcteis, formando fios;
- Têm a tendência de perder elétrons e formar cátions.

Ametais: São 11 elementos (carbono (C), nitrogênio (N), fósforo (P), oxigênio (O), enxofre (S)
(está na imagem abaixo), selênio (Se), flúor (F), cloro (Cl), bromo (Br), iodo (I) e astato (At)) que
possuem propriedades opostas às dos metais:
- Não possuem brilho;
- Não conduzem eletricidade;
- Não conduzem calor;
- Fragmentam-se;
- Têm a tendência de ganhar elétrons e formar ânions.

O enxofre é um ametal
Semimetais: São 7 elementos (boro (B), silício (Si), germânio (Ge), arsênio (As), antimônio (Sb),
telúrio (Te) e polônio (Po)) que possuem propriedades intermediárias aos metais e ametais:
- Apresentam brilho metálico;
- Pouca condução de eletricidade;
- Fragmentam-se.

O silício é um semimetal

Gases nobres: São os elementos pertencentes à família 18 (VIIIA ou zero) da Tabela Periódica.
Eles são hélio (He) – usado para encher balões como na imagem abaixo –, neônio (Ne), argônio
(Ar), criptônio (Kr), xenônio (Xe) e radônio (Rn).
Eles são assim chamados porque além de serem gases em condições ambientes, eles
possuem como principal característica a inércia química, sendo encontrados na natureza na
forma isolada, sendo muito raro tê-los combinados com outros elementos.
Hidrogênio: O hidrogênio é diferente de qualquer outro elemento químico, pois não se enquadra
em nenhum dos grupos mencionados. Por isso, em algumas tabelas, ele aparece na parte central
acima. Na maioria das Tabelas Periódicas, ele vem na família 1 (família dos metais alcalinos),
porque ele possui apenas um elétron em sua camada de valência, mas as suas propriedades
não são semelhantes aos membros dessa família.

Ligação Iônica
A ligação iônica (ligação eletrovalente ou heteropolar) é um tipo de ligação química que
ocorre quando o átomo de um metal cede um ou mais elétrons para o átomo de um ametal,
semimetal ou hidrogênio.
Quando isso acontece, formam-se íons (daí a origem do termo “ligação iônica”), ou seja,
formam-se espécies químicas carregadas eletricamente. O átomo que doou um ou mais elétrons
se torna um íon positivo, cátion, enquanto o átomo que recebeu os elétrons se torna um íon
carregado negativamente, isto é, um ânion. Visto que cargas opostas se atraem, esse tipo de
ligação que se estabelece é bem forte.
Os átomos dos elementos doam ou recebem definitivamente elétrons nas ligações para
ficarem estáveis. Segundo a regra do octeto, para ficar estável, o átomo deve possuir 8 elétrons
na sua camada de valência ou 2 no caso de átomos que só possuem a camada K. Desse modo,
o átomo fica com a mesma configuração de um gás nobre, tornando-se estável. É por isso que
os gases nobres são os únicos elementos químicos encontrados isolados na natureza.
Exemplo: a formação do cloreto de sódio (NaCl), isto é, o sal de cozinha.

O átomo de sódio (Na) possui no estado fundamental o número atômico igual a 11, o
que significa que ele também possui 11 elétrons distribuídos em suas três camadas eletrônicas,
como é mostrado abaixo:
Átomo de sódio
Por outro lado, o cloro possui número
atômico igual a 17, tendo seus 17 elétrons
distribuídos em suas três camadas
eletrônicas da seguinte forma:

Átomo de cloro
Assim, o sódio possui um elétron na sua camada de valência e tem a tendência de doar
esse elétron, ficando com oito elétrons na sua última camada e formando o cátion com carga +1
(Na+1), porque ele perdeu somente um elétron, ficando com um próton (carga positiva) a mais.
O cloro possui sete elétrons em sua camada de valência (ele pertence à família 7A ou 17),
precisando receber mais um elétron para ficar estável. Assim, ele tem a tendência de ganhar um
elétron e tornar-se um ânion de carga -1(Cl-1):

Quando vários desses íons se atraem, formando aglomerados de forma geométrica

definida, denominados de retículos cristalinos.


Cristais de sal e retículo cristalino
Exercícios Sobre Ligações Iônicas
As ligações iônicas são formadas pela atração eletrostática entre íons de cargas opostas,
cátions e ânions, com a transferência definitiva de elétrons.
Questão 1. Dos compostos abaixo, qual não realiza ligação iônica?
a) NaCl
b) Mg(Cl)2
c) CaO
d) HCl
e) Na2O

Questão 2. Considere os seguintes elementos químicos e as suas respectivas famílias ou grupos


na Tabela Periódica:

Alguns desses elementos realizam ligações iônicas entre si, formando compostos.
Indique qual das fórmulas unitárias dos compostos formados a seguir está incorreta:
a) Al3O2
b) NaCl
c) Li2O
d) MgCl2
e) AlF3
Questão 3. (UEL-PR) Da combinação química entre os átomos de magnésio (Z=12) e nitrogênio
(Z=7) pode resultar a substância de fórmula:
a) Mg3N2
b) Mg2N3
c) MgN3
d) MgN2
e) MgN

Questão 4. (FATEC-SP) A propriedade que pode ser atribuída à maioria dos compostos iônicos
(isto é, aos compostos caracterizados predominantemente por ligações iônicas entre as
partículas) é:
a) dissolvidos em água, formam soluções ácidas.
b) dissolvem-se bem em gasolina, diminuindo sua octanagem.
c) fundidos (isto é, no estado líquido), conduzem corrente elétrica.
d) possuem baixos pontos de fusão e ebulição.
e) são moles, quebradiços e cristalinos.

Respostas
Resposta Questão 1. Alternativa “d”.
a) O sódio doa um elétron para o cloro: Na+ + Cl- → NaCl;
b) O magnésio doa dois elétrons para dois átomos de cloro: Mg2+ + Cl- → Mg(Cl)2;
c) Cada cálcio doa um elétron para cada oxigênio: Ca2+ + O2- → CaO;
d) Nesse caso, tanto o hidrogênio quanto o cloro precisam receber um elétron cada um para
ficarem estáveis. Assim, realiza-se uma ligação covalente, em que eles compartilham um par de
elétrons → HCl;
e) Dois átomos de sódio doam um elétron cada um para um átomo de oxigênio: Na+ + O2- →
Na2O.

Resposta Questão 2. Alternativa “a”.


O “Al” é da família do boro ou 3, o que significa que ele possui 3 elétrons na camada de
valência, precisando doá-los para ficar estável. Assim, ele forma o cátion Al3+. Já o “O” é da
família dos calcogênios ou 16, ou seja, possui 6 elétrons na camada de valência e precisa
receber mais dois elétrons para ficar estável. Portanto, ele forma o ânion: O 2-.
Desse modo, são necessários dois átomos de Al para estabilizar três átomos de O, sendo
doados, no total, seis elétrons para os átomos de oxigênio: Al2O3.
Uma forma mais simples é apenas trocar os números das cargas, como é mostrado abaixo:

Fórmula de ligação iônica

Resposta Questão 3. Alternativa “a”. Visto que o número atômico do magnésio é 12, realizando
a sua distribuição eletrônica (2-8-2), vemos que ele é da família 2 e possui 2 elétrons na camada
de valência, formando o cátion bivalente: Mg2+. Enquanto isso, o nitrogênio tem a seguinte
distribuição eletrônica: 2-5, ou seja, possui 5 elétrons na camada de valência, sendo da família
15 e precisando receber mais 3 elétrons para ficar estável. Por isso, ele forma o ânion trivalente:
N3-.
Desse modo, a fórmula unitária do composto será:
Mg2+ + N3- → Mg3N2

Resposta Questão 4. Alternativa ‘c’. Os compostos iônicos na fase líquida (fundidos) conduzem
corrente elétrica porque os íons ficam livres (cátions e ânions separados). Na fase sólida, não
conduzem porque os íons estão firmemente ligados uns aos outros.

QUESTÃO 1. Os compostos iônicos são resultantes da combinação entre cátions e ânions,


formando substâncias em que a carga total é igual a zero. De acordo com as fórmulas, dê o
nome dos compostos iônicos abaixo:
a) NaCl b) KI c) MgSO4 d) MgCl e) Na2SO4

QUESTÃO 2. (Mack-SP) A fórmula do composto formado, quando átomos do elemento genérico


M, que forma cátions trivalentes, ligam-se com átomos do elemento Y, pertencentes à família
dos calcogênios, é:
a) M3Y2 b) M2Y3 c) MY3 d) M3Y e) M2Y

QUESTÃO 3. (U.F. Uberlândia) Na reação de um metal A com um elemento B, obteve-se uma


substância de fórmula A2B. O elemento B provavelmente é um:
a) Halogênio
b) Metal de transição
c) Metal Nobre
d) Gás raro
e) Calcogênio

QUESTÃO 4.(UNESP) Um elemento químico A, de número atômico 11, um elemento químico B,


de número atômico 8, e um elemento químico C, de número atômico 1, combinam-se formando
o composto ABC. As ligações entre A e B e entre B e C, no composto, são respectivamente:
a) covalente, covalente;
b) iônica, iônica;
c) iônica, covalente;
d) covalente, dativa;
e) metálica, iônica.
QUESTÃO 5. (FEI – SP) Um elemento X, pertencente à família (2A) da tabela periódica, forma
ligação química com outro elemento Y da família (7A). Sabendo-se que X não é o Berílio, qual a
fórmula do composto formado e o tipo de ligação entre X e Y?

RESPOSTAS
Questão 1.
a) NaCl - Cloreto de sódio
b) KI - Iodeto de potássio
c) MgSO4 - Sulfato de magnésio
d) MgCl - Cloreto de magnésio
e) Na2SO4 - Sulfato de sódio
Questão 2. Alternativa B.
M: forma cátion trivalente, M3+;
Y: forma ânion bivalente, Y2- (pertence à família 16, do oxigênio).
Fórmula unitária do composto: M2Y3

Questão 3. Alternativa "e". O elemento B é um calcogênio, isto é, pertence à família 16 da tabela


periódica, possuindo seis elétrons na camada de valência, precisando receber dois elétrons para
ficar estável (-2). Por isso ele realizou uma ligação iônica com cada um dos dois átomos do metal
A.
Questão 4. Alternativa C. O composto em questão é o hidróxido de sódio formado pelos
elementos Na, O, H.
A forma iônica do composto, Na+OH-, nos permite verificar que o mesmo é formado pela ligação
iônica de A e B (Na+O-) e ligação covalente entre B e C (O-H).
Questão 5. O elemento X é Magnésio e o Y é Cloro. O composto formado pela ligação entre um
metal com um ametal é iônico, portanto a ligação entre X e Y deve ser iônica. A fórmula para o
composto é Mg+Cl2- e a nomenclatura: Cloreto de magnésio.

1.(UFV-MG) Os compostos formados pelos pares


Mg e Cℓ
Ca e O
Li e O
K e Br
possuem fórmulas cujas proporções entre os cátions e os ânions são, respectivamente: Dados:
Li (Z=3); O (Z=8); Mg (Z=12); Cℓ (Z=17); K (Z=19); Ca (Z=20); Br (Z=35)
a) 1 : 1 2 : 2 1 : 1 1 : 2
b) 1 : 2 1 : 2 1 : 1 1 : 1
c) 1 : 1 1 : 2 2 : 1 2 : 1
d) 1 : 2 1 : 1 2 : 1 1 : 1
e) 2 : 2 1 : 1 2 : 1 1 : 1
A primeira coisa que você deve fazer é a distribuição dos elementos que se pede, logo
temos, Mg 1s2, 2s2, 2p6 3s2 e Cl 1s² 2s² 2p6 3s² 3p5 ; Ca 1s² 2s² 2p6 3s²
3p6 4s2 e O 1s2, 2s2,2p4; Li 1s², 2s¹ e O 1s2, 2s2, 2p4 ; K 1s² 2s² 2p6 3s²
3p6 4s1 Br 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p5 . Então:
12Mg: família IIA, carga = +2, 17Cℓ: família VIIA, carga = -1, com isso ficamos com: [Mg2+Cℓ-1 ]
→ MgCℓ2.
20Ca: família IIA, carga = +2, 8O: família VIA, carga = -2, com isso ficamos com: [Ca2+O2 -] →
CaO
3Li = família IA, carga = +1, 8O: família VIA, carga = -2, com isso ficamos com: [Li +1O-2 ]→ Li2O
19K = família IA, carga = +1, 35Br: família 7A, carga = -1, com isso ficamos com: [K+1Br -1 ]→
KBr
Alternativa D.

2. (Uel) Da combinação química entre átomos de magnésio (Z = 12) e nitrogênio (Z = 7) pode


resultar a substância de fórmula:
a) Mg3N2
b) Mg2N3
c) MgN3
d) MgN2
e) MgN
O primeiro passo para resolução desse exercício é fazer a distribuição eletrônica de cada
elemento, sabemos que o Mg tem 12 elétrons e o N tem 7, assim, Mg 1s2, 2s2, 2p6 e 3s2 e
N 1s2, 2s2, 2p3 , ou seja, o Magnésio possui 2 elétrons na última camada, formando um cátion
bivalente Mg2+ (Metal) e o Nitrogênio 5 elétrons, precisando receber 3 elétrons para ficar estável,
por isso forma uma ânion trivalente N3-, desse modo a fórmula do composto será Mg3N2.
Alternativa A.

3. (CESGRANRIO-RJ) Quando o elemento X (Z = 19) se combina com o elemento Y (Z = 17),


obtém-se um composto, cuja fórmula molecular e cujo tipo de ligação são, respectivamente:
a) XY e ligação covalente apolar.
b) X2Y e ligação covalente fortemente polar.
c) XY e ligação covalente coordenada.
d) XY2 e ligação iônica.
e) XY e ligação iônica
Faça a distribuição eletrônica de cada elemento X ( Z= 19) e Y ( Z =17), logo temos
respectivamente, 1s² 2s² 2p6 3s² 3p6 4s1 e 1s² 2s² 2p6 3s² 3p5 , sendo assim, o elemento X
possui 1 elétron na camada de valência (metal) e o elemento Y possui 7 elétrons, seguindo a
regra do octeto, o elemento Y precisa de mais um elétron e o X ao perder um elétron ganha
estabilidade ( As vezes precisamos perder para ganhar), ou seja, temos X+1 e Y-1, assim a
fórmula fica XY e se tem ganha/perda de elétrons, entre metal e ametal, caracteriza-se uma
ligação iônica. A resposta correta é a letra E.

4. (VUNESP-SP) Têm-se dois elementos: 20A e 35B.


a) Escrever as configurações eletrônicas dos dois elementos. Com base nas configurações
eletrônicas, dizer que período e grupo da Tabela Periódica pertence cada um dos elementos em
questão.
b) Qual será a fórmula do composto formado entre A e B? Que tipo de ligação existirá entre A e
B no composto formado? Justificar.
Calma, não precisa achar que é um bicho de 998988 cabeças, é apenas uma questão
dissertativa, a primeira coisa a fazer, (novamente), é a bendita distribuição de Pauling, temos
que, o elemento A tem o 20 elétrons e o elemento B tem 35 elétrons, assim a resposta da
alternativa “a” ficará:
a)A:1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 e B:1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p5, logo, o elemento A tem 2
elétrons na última camada o que caracteriza o grupo IIA (2) da tabela periódica e o elemento B
tem 7 elétrons na última camada característica do grupo VIIA (17) da tabela periódica..
A pergunta da alternativa “b” pode ser respondida a partir do que você resolveu na alternativa
“a”, afinal você já sabe o número de elétrons da camada dos elementos A e B.
b) A: família IIA, carga 2+ ( pois precisa “doar” dois elétrons para ter estabilidade) e B: família
VIIA, carga -1 (pois precisa ‘”ganhar” um elétron para ter estabilidade), com isso ficamos com:
{A2+ B-1}, AB2 – ligação iônica, onde A é o metal e B é o ametal.
5.(PUCCAMP-SP) Dentre as seguintes propriedades das substâncias:
I – elevada temperatura de fusão;
II – boa condutividade elétrica no estado sólido;
III – formação de solução aquosa condutora de corrente elétrica;
IV – elevada solubilidade em líquidos apolares.
Quais caracterizam compostos iônicos?
a) I e II
b) I e III
c) II e III
d) II e IV
e) III e IV
Os compostos iônicos são sólidos cristalinos à temperatura ambiente, com altos pontos de fusão
e ebulição, conduzem eletricidade em solução aquosa e puros fundidos. A alternativa correta é
a B.
Questão 6. (IME-2002) Apresente as fórmulas eletrônicas e estruturais do trióxido de enxofre, do
hidróxido de sódio e do perclorato de cálcio.
Resposta. Trióxido de enxofre: é um composto formado pela ligação de um átomo de enzofre (S)
com três átomos de oxigênio (O). Veja abaixo como fica a fórmula eletrônica.
Cada átomo de oxigênio precisa ganhar 2 elétrons para completar o octeto, assim como
o átomo de enxofre. Então temos o compartilhamento de dois pares de elétrons entre o enxofre
e um oxigênio, formando duas ligações covalentes (ligação dupla). Para formar as outras
ligações duplas da molécula, ocorre duas ligações coordenadas entre o enxofre e os outros dois
átomos de oxigênio.

Hidróxido de Sódio: é uma molécula formada pela ligação iônica de um átomo de sódio
(Na) e uma hidroxila (OH). A hidroxila por sua vez é formada pela ligação covalente entre um
átomo de oxigênio (O) e outro de hidrogênio (H). Veja abaixo a fórmula eletrônica.

Perclorato de Cálcio: molécula formada pela ligação de um átomo de cálcio (Ca) com duas
moléculas de perclorato (ClO4-). Veja a estrutura eletrônica abaixo.

Podemos ver a presença de três ligações coordenadas em cada molécula de perclorato.


Questão 7. (ITA-2008) Suponha que um pesquisador tenha descoberto um novo elemento
químico, M, de número atômico 119, estável, a partir da sua separação de um sal de carbonato.
Após diversos experimentos foi observado que o elemento químico M apresentava um
comportamento químico semelhante aos elementos que constituem a sua família (grupo).
a) Escreva a equação balanceada da reação entre o elemento M em estado sólido com a água
(se ocorrer).
Resposta. O elemento M de número atômico 119 se existisse pertenceria ao grupo 1 da tabela
periódica, grupo correspondente aos metais alcalinos. Desta maneira, a sua reação com água
seria semelhante a reação dos outros metais alcalinos com água, como visto abaixo.

b) O carbonato do elemento M seria solúvel em água? Justifique a sua resposta.


Resposta
Sim, pois os carbonatos de metais alcalinos são sempre solúveis.
Questão 8. (Mack-2001) A espécie química representada por:
a) é um ânion.
b) é um cátion.
c) é uma molécula completa.
d) pode ligar-se tanto a metais como a não-metais.
e) é um átomo que apresenta camada de valência completa.
Resposta. Fazendo a distribuição eletrônica para elemento químico Cloro (Cl) neutro, temos
1s2 2s2 2p6 3s2 3p5, podemos observar que a camada de valência, em vermelho, contém 7
elétrons, de acordo com a distribuição eletrônica apresentada no enunciado. Desta maneira já
podemos descartar os itens a (é um ânion), b (é um cátion) e c (é uma molécula). A
letra e também pode ser descartada pois temos 7 elétrons na camada de valência, enquanto que
a camada completa do Cl contém 8 elétrons.
Sendo assim a alternativa correta é a letra d, pois os halogênios podem fazer ligação iônica com
os metais e ligação covalente com os não metais.
Questão 9. (Mack-2001) Na ligação entre átomos dos elementos químicos 15P31 e Ca, que tem
20 prótons, forma-se o composto de fórmula:
a) CaP
b) Ca3P
c) CaP3
d) Ca2P3
e) Ca3P2
Resposta. A primeira coisa a se fazer é a distribuição eletrônica para os átomos de P e Ca, veja
abaixo como fica.
15P: 1s2 2s2 2p6 3s2 3p3
20Ca: 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2
O P possui 5 elétrons na camada de valência (em vermelho), sendo assim para atingir o octeto
completo precisa ganhar três elétrons. Já o Ca possui 2 elétrons na camada de valência, então
pode doar dois elétrons para atingir o octeto completo (camada anterior). Para formar o composto
entre esses dois elementos químicos, o número de elétron perdido e ganho tem que ser o
mesmo, desta maneira temos que ter dois átomos de P e três de Ca,
1 átomo de P ganha três elétrons -> 2 átomo de P ganham seis elétrons;
1 átomo de Ca perde dois elétrons – > 3 átomos de Ca perdem seis elétrons;
assim temos o balanço de carga e a alternativa que contém o composto correto é a letra e (
Ca3P2).
Questão 10. (Mack-2002) Em relação à combinação de 1 mol de átomos de fluor (Z = 9) com 1
mol de átomos de hidrogênio (Z = 1), pode-se afirmar que: (Eletronegatividade: F = 4,0 e H = 2,1
)
a) a ligação iônica é predominante.
b) formam-se moléculas apolares.
c) cada átomo de fluor liga-se a dois átomos de hidrogênio.
d) predomina a ligação covalente polar.
e) formam-se 2 mols de moléculas.
Resposta. Fazendo a distribuição eletrônica do H e do F temos,
1H: 1s1
9F: 1s2 2s2 2p5
O H possui apenas um elétron e precisa ganhar um para ficar estável (igual ao He), o F
também precisa ganhar um elétron para ficar estável. Quando dois átomos querem ganhar
elétrons, temos o compartilhamento e consequentemente a formação de uma ligação covalente.
Assim podemos excluir a alternativa a.
A alternativa b também pode descartada pois os dois átomos envolvido apresentam
eletronegatividade diferentes, desta maneira haverá a formação de uma ligação polar.
A alternativa c também pode ser considerada errada pois há a ligação de um átomo de F com
um átomo de H, pois ambos precisam de um elétron.
Como dito anteriormente, teremos uma ligação covalente e a formação de polos, ou seja, uma
ligação covalente polar, desta maneira a alternativa correta é a letra d.
Ligação covalente
A ligação covalente é um tipo de ligação química que ocorre entre átomos de hidrogênio,
ametais e semimetais, com a finalidade de ficarem estáveis. A estabilidade eletrônica é
alcançada quando o átomo fica com oito elétrons na sua camada de valência (última camada
eletrônica), ficando com a configuração de um gás nobre, sendo que a única exceção é o
hidrogênio, que fica estável com apenas dois elétrons.
Portanto, todos os átomos dos elementos mencionados (hidrogênio, ametais e
semimetais) possuem a tendência de receber elétrons para ficarem estáveis. Visto que não é
possível que todos recebam elétrons, senão pelo menos um não ficaria estável, então os átomos
envolvidos na ligação covalente compartilham um ou mais pares de elétrons.
Veja como isso ocorre:
Uma molécula de cloreto de hidrogênio (HCl) é formada por uma ligação covalente entre
um átomo de hidrogênio e um átomo de cloro.
Conforme se pode ver, o átomo do
hidrogênio possui somente um elétron na
sua camada eletrônica, precisando receber
mais um elétron para ficar estável:

Átomo de hidrogênio

Por outro lado, o cloro possui 17


elétrons no estado fundamental, sendo que,
na sua camada de valência, ele tem sete
elétrons. Isso significa que ele precisa
receber mais um elétron para ficar estável:

Átomo de cloro

Como o hidrogênio e o cloro precisam


receber um elétron, eles compartilham um
par de elétrons, ficando ambos estáveis:

Nas ligações covalentes formou-se uma molécula, ou seja, formam-se unidades isoladas
e de grandeza limitada. Por isso, as ligações covalentes também são chamadas de moleculares.
Esse tipo de ligação pode ocorrer entre átomos diferentes, como no exemplo do HCl, ou
entre átomos de um mesmo elemento, como os exemplos abaixo. Ao analisá-los, observe que
essa maneira de representar a ligação, em que se representam os elétrons da camada eletrônica
por bolinhas ou “x”, é conhecida como fórmula eletrônica de Lewis.
Outra forma de representar esse tipo de ligação mostrada abaixo é a fórmula estrutural
plana, em que cada par de elétrons compartilhados é simbolizado por um traço:

Exemplos de ligações covalentes

Exercícios sobre Ligações Covalentes


Questão 1. Abaixo temos as fórmulas de Lewis para átomos de cinco elementos químicos.

Fórmulas eletrônicas de Lewis para alguns elementos


Podemos afirmar que a única estrutura que não se forma é:
a) HCl
b) Cl2
c) H2O
d) NH3
e) HC4

Questão 2. O elemento “A” possui número atômico igual a 6, enquanto o elemento “B” possui
número atômico igual a 8. A molécula que representa corretamente o composto formado por
esses dois elementos é:

a) AB
b) BA
c) A2B
d) AB2
e) B2A

Questão 3. (UFU-MG) O fosgênio (COCl2), um gás, é preparado industrialmente por meio da


reação entre o monóxido de carbono e o cloro. A fórmula estrutural da molécula do fosgênio
apresenta:

a) uma ligação dupla e duas ligações simples.


b) uma ligação dupla e três ligações simples.
c) duas ligações duplas e duas ligações simples.
d) uma ligação tripla e duas ligações simples.
e) duas ligações duplas e uma ligação simples.

Questão 4. (Unifor-CE) À molécula de água, H2O, pode-se adicionar o próton H+, produzindo o
íon hidrônio H3O+.

Formação do íon hidrônio


No hidrônio, quantos pares de elétrons pertencem, no total, tanto ao hidrogênio quanto ao
oxigênio?
a) 1.
b) 2.
c) 3.
d) 4.
e) 6.

Resposta Questão 1. Alternativa “e”.


A ligação entre os átomos de hidrogênio e carbono formam a seguinte fórmula molecular: CH 4.
O hidrogênio possui um elétron e precisa receber mais um para ficar estável, por isso cada um
de seus átomos só realiza uma ligação covalente. Já o carbono possui quatro elétrons e precisa
de mais quatro para ficar estável, fazendo quatro ligações. Assim, é necessário que quatro
átomos de hidrogênio se liguem a um de carbono para que todos fiquem estáveis:

Fórmulas eletrônica e estrutural do metano

Resposta Questão 2. Alternativa “d”.


Por meio da distribuição eletrônica de cada elemento, descobrimos a que família pertencem,
quantos elétrons eles possuem na sua camada de valência e, consequentemente, quantas
ligações covalentes cada um realiza:
6A: 2 – 4
8B: 2 – 6
Assim, o elemento A é da família 14, possuindo 4 elétrons na camada de valência e precisando
receber mais 4 elétrons para ficar estável. O elemento B da família 16 possui 6 elétrons na
camada de valência e precisa realizar duas ligações para ficar estável. Assim, temos:

Representação da fórmula eletrônica de Lewis de uma molécula genérica


Portanto, a fórmula molecular nesse caso é: AB2. Visto que o A é o átomo central ele vem
primeiro.
Se olharmos na Tabela Periódica, veremos que o elemento A é o carbono e o elemento B é o
oxigênio. Então, a fórmula é: CO2.
Resposta Questão 3. Alternativa “a”.
Como se pode ver na sua fórmula abaixo, o fosfagênio apresenta uma ligação dupla e duas
ligações simples:
Cl
|
C
//
O Cl

Resposta Questão 4. Alternativa ‘c’.


Cada traço representa uma ligação simples, ou seja, um par de elétrons compartilhado. Visto
que são três ligações simples entre os hidrogênios e o oxigênio, temos que são três pares de
elétrons que pertencem aos dois.

Exercícios de Ligação Covalente

A ligação covalente ocorre por meio do compartilhamento de elétrons entre ametais


semimetais e hidrogênio.

QUESTÃO 1. Qual das alternativas a seguir apresenta substâncias formadas somente por meio
de ligações covalentes?
d. K2SO4, CO, CO2, Na2O
e. Si, Cgrafita, P4, N2, Zn
f. NaCl, AsCl3, CCl4, TiCl4
g. H2SO4, HNO3, PCl5

QUESTÃO 2. Um elemento X possui número atômico igual a 1 e outro elemento Y possui número
17. Qual será a fórmula molecular formada pela ligação covalente entre esses dois elementos?
e. X2Y
f. XY
g. XY2
h. YX
i. X2Y2

QUESTÃO 3. (Mackenzie-SP) Dados: O (Z=8); C (Z=6); F (Z=9); H (Z=1). A molécula que


apresenta somente uma ligação covalente normal é:
a. F2
b. O2
c. CO
d. O3
e. H2O

QUESTÃO 4. (FCMSC-SP) Qual das fórmulas abaixo é prevista para o composto formado por
átomos de fósforo (Z = 15) e flúor (Z = 9), considerando o número de elétrons da camada de
valência de cada átomo?
a) P ≡ F

b) P ─ F ≡ P
c) F ─ P ≡ F

d) F ─ P ─ F │
F

e) P ─ F ─ P

P

RESPOSTAS
Questão 1. Alternativa “d”.
Nas outras alternativas, as substâncias que apresentam somente ligações covalentes são:

a) CO e o CO2.

b) Si, Cgrafita, P4 e N2.

c) AsCl3 e o CCl4.

Questão 2. Alternativa “b”.


O elemento X possui apenas um elétron, portanto, ele é o hidrogênio, que precisa receber mais
um elétron para ficar estável. Já o elemento Y é o cloro, que possui 17 elétrons, sendo que na
última camada eletrônica ficam 7 elétrons, ele também precisa receber mais um elétron, ficando
estável com oito elétrons na camada de valência.

Desse modo, eles compartilham apenas um par de elétrons e ambos ficam estáveis:

A fórmula molecular é HCl. Usando os símbolos dados no enunciado do exercício temos: XY.

Questão 3.Alternativa “a”.

Questão 4. Alternativa “d”.


O número atômico do fósforo é 15, sendo que seus elétrons estão distribuídos em três camadas
eletrônicas da seguinte forma: 2 – 8 – 5. Visto que possui 5 elétrons na última camada, ele precisa
ganhar três elétrons para ficar estável, segundo a Regra do Octeto. Já cada átomo de flúor possui
9 elétrons distribuídos em duas camadas: 2 – 7. Com sete elétrons na última camada, cada flúor
só pode receber um elétron. Assim, serão necessários três átomos de flúor para estabilizar um
átomo de fósforo:
Questão 5. (PUC – PR-1999) Dados os compostos:
I – Cloreto de sódio
II – Brometo de hidrogênio
III – Gás carbônico
IV – Metanol
V – Fe2O3
Apresentam ligações covalentes os compostos:
a) I e V
b) III e V
c) II, IV e V
d) II, III e IV
e) II, III, IV e V
Resposta
I – Cloreto de sódio (NaCl) é um composto formado pela ligação iônica de um átomo de sódio
(Na) e um átomo de (Cl). Temos uma ligação iônica porque o sódio é um metal alcalino, que tem
característica de perder um elétron e o cloro é um halogênio, que ganha um elétron.

II – Brometo de hidrogênio (HBr) é um composto formado pela ligação covalente entre um átomo
de hidrogênio (H) e um de bromo (Br). A ligação covalente acontece porque ambos tem a
tendência de ganhar um elétron, havendo assim o compartilhamento de elétrons.

III – Gás carbônico (CO2) ou dióxido de carbono é um composto formado por ligações covalentes
entre dois átomos de oxigênio (O) e um átomo de carbono. O átomo de carbono compartilha
seus quatro elétrons da camada de valência, enquanto os dois oxigênios compartilham dois
elétrons cada, formando duas ligações duplas.
IV – Metanol (CH3OH) é um álcool formado por ligações covalentes entre um átomo de carbono,
quatro de hidrogênio e um de oxigênio.
V – Fe2O3 é um óxido formado por ligações iônicas entre dois átomos de ferro (Fe) e três átomos
de oxigênio (O). Cada átomo de ferro doa 3 elétrons e cada átomo de oxigênio recebe 2 elétrons.
Os composto que apresentam ligações covalentes são o brometo de hidrogênio (II), o gás
carbônico (III) e o metanol (IV), sendo assim a alternativa que contém a resposta correta é a letra
d.

Questão 6. Abaixo temos as fórmulas de Lewis para átomos de cinco elementos químicos.

Podemos afirmar que a única estrutura que não se forma é:

a) HCl
b) Cl2
c) H2O
d) NH2
e) HC2
Resposta. A única estrutura que não se forma é a letra (e), onde temos a ligação de 4 carbonos
e um hidrogênio. Vamos analisar, o carbono é do grupo 14 e precisa ganhar 4 elétrons para
completar o octeto e o hidrogênio é do grupo 1 e precisa ganhar 1 elétron para ficar com a
estrutura semelhante ao do Hélio. Desta forma, não tem como essa molécula existir pois os
carbonos precisariam de 16 elétrons no total e o hidrogênio tem apenas um elétron para
compartilhar.
Questão 6. (UFU-MG) O fosgênio (COCl2), um gás, é preparado industrialmente por meio da
reação entre o monóxido de carbono e o cloro. A fórmula estrutural da molécula do fosgênio
apresenta:
a) uma ligação dupla e duas ligações simples.
b) uma ligação dupla e três ligações simples.
c) duas ligações duplas e duas ligações simples.
d) uma ligação tripla e duas ligações simples.
e) duas ligações duplas e uma ligação simples.
Resposta. Temos uma molécula formada por átomo de carbono, que precisa ganhar 4 elétrons,
um oxigênio que precisa ganhar 2 elétrons e dois átomos de Cl que precisam ganhar 1 elétron
cada. Então a molécula em questão apresenta o átomo de carbono ao centro com duas ligações
covalentes simples com os átomos de cloro e uma ligação covalente dupla com o átomo de
oxigênio, de acordo com a estrutura abaixo:

Temos a presença de duas ligações simples e uma ligação dupla, desta


maneira a alternativa que contém a resposta correta é a letra a.

Questão 7. (Unifor-CE) À molécula de água, H2O, pode-se adicionar o próton H+, produzindo o
íon hidrônio H3O+.

No hidrônio, quantos pares de elétrons pertencem, no total, tanto ao hidrogênio quanto ao


oxigênio?

a) 1.
b) 2.
c) 3.
d) 4.
e) 6.
Resposta. Bom, pela estrutura apresentada podemos ver que três pares de elétrons estão sendo
compartilhado entre o oxigênio e os hidrogênios. Portanto, a alternativa que contém a resposta
correta é e letra c.

Questão 8. (PUC-Campinas-SP) Os átomos de certo elemento químico metálico possuem, cada


um, 3 prótons, 4 nêutrons e 3 elétrons. A energia de ionização desse elemento está entre as
mais baixas dos elementos da Tabela Periódica. Ao interagir com halogênio, esses átomos têm
alterado o seu número de:
a) prótons, transformando-se em cátions.
b) elétrons, transformando-se em ânions.
c) nêutrons, mantendo-se eletricamente neutros.
d) prótons, transformando-se em ânions.
e) elétrons, transformando-se em cátions.
Resposta. Os elementos químicos metálicos quando reagidos com os halogênios, perdem
elétron transformando-se em cátions, que são espécies carregadas positivamente. Portanto
a alternativa que contém a resposta certa é a letra e.

EXERCÍCIOS

(UFPB) Dois átomos de elementos genéricos A e B apresentam as seguintes distribuições


eletrônicas em camadas: à 2, 8, 1 e B à 2, 8, 6. Na ligação química entre A e B: A → 2, 8, 1 e
B → 2, 8, 6. Na ligação química entre A e B,
I. O átomo A perde 1 elétron e transforma-se em um íon (cátion) monovalente.
II. A fórmula correta do composto formado é A2B e a ligação que se processa é do tipo iônica.
III. O átomo B cede 2 elétrons e transforma-se em um ânion bivalente.

Assinale a alternativa correta:


a) Apenas II e III são corretas.
b) Apenas I é correta.
c) Apenas II é correta.
d) Apenas I e II são corretas.
e) Todas as afirmativas são corretas.

Resposta:
LETRA D. O átomo A ao perder um único elétron, torna-se o cátion A+1, portanto,
monovalente. O átomo A precisa perder um elétron (valência 1) para se estabilizar, ficando com
configuração semelhante a de gás nobre. Já o átomo B precisa ganhar dois elétrons, para ter 8
elétrons na última camada e se estabilizar também. Logo é necessário dois átomos de A para
doar 2 elétrons para 1 átomo de B. A formula do composto iônico é A2B. O átomo B não possui
tendência a ceder elétrons.

(UFRJ) Os átomos X e Y apresentam configurações eletrônicas 1s2 2s2 2p6 3s1 e 1s2 2s2 2p5,
respectivamente. Entre esses átomos forma-se um composto:

a) iônico, de fórmula XY2.


b) molecular, de fórmula X2Y.
c) molecular, de fórmula XY2.
d) iônico, de fórmula XY4.
e) iônico, de fórmula XY.

Resposta:
Letra E. O átomo X pertence a um elemento do grupo 1A do 3° período e, portanto, é um metal,
que necessita perder um elétron para ficar com configuração eletrônica semelhante a de um gás
nobre, estabilizando-se.
O átomo Y pertence a um elemento do grupo 7A do 2° período. Ele é um não metal, que precisa
ganhar um elétron para se estabilizar com configuração semelhante a de um gás nobre.
A ligação estabelecida entre esses compostos é a ligação iônica, pois se trata de um metal e um
não metal, originando um composto iônico. A proporção estabelecida entre eles é de 1 para 1,
pois X precisa ceder um elétron, e Y doar um, logo o composto formado terá fórmula XY.
Confira questões resolvidas sobre os Sistemas e as Misturas:

1) (UFES) - Considere os seguintes sistemas:


I - nitrogênio e oxigênio;
II - etanol hidratado;
III - água e mercúrio.
Assinale a alternativa correta.
a) Os três sistemas são homogêneos.
b) O sistema I é homogêneo e formado por substâncias simples.
c) O sistema II é homogêneo e formado por substâncias simples e composta.
d) O sistema III é heterogêneo e formado por substâncias compostas.
e) O sistema III é uma solução formada por água e mercúrio.
Resposta: b.
Resolução: Vamos analisar os sistemas:

I - nitrogênio e oxigênio;
É um sistema homogêneo formado por substâncias simples (N2 e O2). Lembre-se! Toda
mistura de gases é homogênea.

II - etanol hidratado;
É um sistema homogêneo formado apenas por substâncias compostas [etanol (CH3-CH2-
OH) + água (H2O)].

III - água e mercúrio;.


É um sistema heterogêneo formado por uma substância composta (água) e uma
substância simples (mercúrio).
Letra "b" se enquadra como correta.
Ver resposta!

2) (UFPI) - Adicionando-se excesso de água à mistura formada por sal de cozinha, areia e
açúcar, obtém-se um sistema:
a) homogêneo, monofásico;
b) homogêneo, bifásico;
c) heterogêneo, monofásico;
d) heterogêneo, bifásico;
e) heterogêneo, trifásico.
Resposta: d.
Resolução: Adicionando água na mistura, consequentemente o açúcar e o sal irão se
dissolver na água. Dessa forma, o sistema será heterogêneo e bifásico (pois só veremos
a fase da água e da areia).

Ver resposta!

3) (FMU - SP) - A água destilada é um exemplo de:


a) substância simples.
b) composto químico
c) mistura homogênea.
d) elemento químico.
e) mistura heterogênea.
Resposta: b.
Resolução: A água destilada é a água pura, ou seja, H2O. É uma substância composta ou
composto químico.
Ver resposta!

4) (UF-CE) - A água mineral filtrada (sem gás) é uma:


a) substância pura
b) mistura heterogênea
c) mistura homogênea
d) substância composta
Resposta: c.
Resolução: A água mineral contém sódio, potássio, entre outros minérios dissolvidos.
Sendo assim, ela é considerada uma mistura homogênea.
Ver resposta!

5) (UFRGS) - O granito consiste em quatro minerais: feldspato, magnetita, mica e quartzo. Se


um desses minerais pode ser separado dos demais, pode-se afirmar que o granito é:
a) um elemento
b) uma substância simples
c) uma substância composta
d) um composto iônico
e) uma mistura
Resposta: e.
Resolução: O granito é uma mistura heterogênea. Misturas podem ser separadas.
Ver resposta!

6) (UFMG) - Com relação ao número de fases, os sistemas podem ser classificados como
homogêneos ou heterogêneos. As alternativas correlacionam adequadamente o sistema e sua
classificação, exceto:
a) Água de coco/heterogêneo
b) Laranjada/heterogêneo
c) Leite/homogêneo
d) Poeira no ar/heterogêneo
e) Água do mar filtrada/homogêneo.
Resposta: c.
Resolução: Uma mistura homogênea é quando apresenta apenas uma fase e uma mistura
heterogênea é quando apresenta duas ou mais fases. O leite é uma mistura heterogênea,
porque uma parte é composta pela água e a outra por gordura. Isso é visto
microscopicamente.
Ver resposta!

7) (FCMMG) - Colocando-se em um frasco quantidades iguais de álcool etílico e água destilada,


teremos
A) um sistema bifásico.
B) uma solução.
C) uma espécie química.
D) um sistema heterogêneo.
E) uma substância resultante.
Resposta: b.
Resolução: O álcool etílico e a água destilada são miscíveis entre si, ou seja, se misturam.
Portanto, teremos uma mistura homogênea ou solução.
Ver resposta!

8) (OSEC) - Indicar a alternativa falsa:


a) Um sistema contendo apenas água e um pouco de açúcar forma uma mistura homogênea.
b) Um sistema constituído por três pedaços de ouro puro é monofásico.
c) Uma substância pura sempre constituirá um sistema monofásico.
d) A água e o álcool etílico formam misturas homogêneas em quaisquer proporções.
e) A água do filtro é uma mistura homogênea.
Resposta: c.
Resolução: Uma substância pura não forma necessariamente sempre um sistema
monofásico. Pense só: você tem num copo água líquida mais um cubo de gelo (água
sólida), ou seja, nesse caso a substância pura formou um sistema bifásico. Entendeu? :)
Ver resposta!

9) (MACKENZIE-SP) - O número de substâncias simples entre as substâncias de fórmula O3,


H2O, Na, P4, CH4, CO2 e Co é:
a) 2.
b) 3.
c) 4.
d) 5.
e) 7.
Resposta: c.
Resolução: Substâncias simples são as formadas por um único elemento químico.
Vejamos:
O3 = substância simples.
H2O = substância composta.
Na = substância simples.
P4 = substância simples.
CH4 = substância composta.
CO2 = substância composta.
Co = substância simples.
4 simples.
Ver resposta!

10) (UFAC) - Com relação às substâncias O2, H2, H2O, Pb, CO2, O3, CaO e S8, podemos
afirmar que:
a) todas são substâncias simples.
b) somente O2, H2 e O3 são substâncias simples.
c) todas são substâncias compostas.
d) somente CO2, CaO e S8 são substâncias compostas.
e) as substâncias O2, H2, Pb, O3 e S8 são simples.
Resposta: e.
Resolução:
Afirmativa a: está errada. Nem todas.
Afirmativa b: está errada. O Pb e o S8 também são substâncias simples.
Afirmativa c: está errada. Nem todas.
Afirmativa d: está errada. S8 não é uua substância composta.
Afirmativa e: está correta.
Ver resposta!

11) (UF-ES) - Quantas fases estão presentes no sistema areia + sal + açúcar + água + gasolina
? a) 1
b) 2
c) 3
d) 4
e) 5
Resposta: c.
Resolução: A areia não se dissolve na água nem na gasolina. A água e a gasolina não se
misturam, mas o sal e o açúcar ficarão dissolvidos na água. Sendo assim, o sistema será
composto por 3 fases: areia + gasolina + água com solutos.
Ver resposta!

12) ( FURRN ) - Nas condições normais, quais das substâncias formam misturas heterogêneas?
a) Gasolina e querosene
b) Gasolina e água,
c) Acetona e clorofórmio
d) Etanol e metenol
e) Nitrogênio e oxigênio
Resposta: b.
Resolução: Em virtude da polaridade, gasolina e água não se dissolvem. Logo, formam
uma mistura heterogênea.
Ver resposta!

13) (UEMA) - Relativamente aos sistemas abaixo, podemos afirmar que existe uma:
I. Água(l) e água(s)
II. Gás oxigênio
IlI. Etanol e areia
IV. Gás carbônico e gás hidrogênio
a) substância pura em III
b) substância composta em II
c) mistura monofásica em III
d) mistura bifásica em IV
e) mistura que pode ser homogênea se misturarmos II com IV
Resposta: e.
Resolução:
Afirmativa a: está errada. O etanol (CH3CH2OH) e a areia (SIO2) são substâncias
compostas.
Afirmativa b: está errada. O gás oxigênio é uma substância simples.
Afirmativa c: está errada. Etanol + areia compõem um sistema bifásico.
Afirmativa d: está errada. Gás carbônico + gás hidrogênio compõem uma mistura
homogênea. Toda mistura de gases é homogênea.
Afirmativa e: está correta. Se misturarmos gás oxigênio com gás carbônico + gás
hidrogênio teremos uma mistura homogênea.
Ver resposta!

14) (ESC. TÉC.-RJ) - O petróleo é uma:


a) substância simples
b) substância composta
c) mistura homogênea
d) mistura heterogênea
e) variedade alotrópica do carbono.
Resposta: c.
Resolução: O petróleo é uma mistura homogênea, formada por diversos hidrocarbonetos.
Ver resposta!
Confira questões resolvidas sobre a Separação de Misturas:

1) (Fuvest) - Para a separação das misturas: gasolina-água e nitrogênio-oxigênio, os processos


mais adequados são respectivamente:
a) decantação e liquefação.
b) sedimentação e destilação.
c) filtração e sublimação.
d) destilação e condensação.
e) flotação e decantação.
Resposta: a.
Resolução:
- A gasolina e a água são insolúveis, ou seja, num recipiente uma vai ficar em cima e a
outra em baixo por causa das diferentes densidades. Dessa forma podemos separá-las
por decantação em um funil. Decantação é um processo de separação que permite separar
misturas heterogêneas.
- O nitrogênio e o oxigênio formam uma mistura homogênea. O mais aconselhado é fazer
um processo de liquefação, fazendo que uma dessas substâncias passe para o estado
líquido e a outra fique no gasoso.
Ver resposta!

2) ENEM 2015 - Um grupo de pesquisadores desenvolveu um método simples, barato e eficaz


de remoção de petróleo contaminante na água, que utiliza um plástico produzido a partir do
líquido da castanha-de-caju (LCC). A composição química do LCC é muito parecida com a do
petróleo e suas moléculas, por suas características, interagem formando agregados com o
petróleo. Para retirar os agregados da água, os pesquisadores misturam ao LCC nanopartículas
magnéticas.
KIFFER, D. Novo método para remoção de petróleo usa óleo de mamona e castanha-de-
caju. Disponível em: www.faperj.br. Acesso em: 31 jul. 2012 (adaptado).
Essa técnica considera dois processos de separação de misturas, sendo eles, respectivamente,
a) flotação e decantação.
b) decomposição e centrifugação.
c) floculação e separação magnética.
d) destilação fracionada e peneiração.
e) dissolução fracionada e magnetização.
Resposta: c.
Resolução:
- A formação dos aglomerados com o petróleo e o LCC se chama floculação. A floculação
é o processo onde coloides saem de suspensão na forma de agregados, formando
partículas maiores, flocos.
- Já a parte em que se retiram os agregados com a água é chamada de separação
magnética, visto que ocorre o uso de nanopartículas magnéticas.
Ver resposta!

3) UERJ 2002 - A aguardente é uma bebida alcoólica obtida da cana-de-açúcar. A charge abaixo
poderia transmitir a ideia de que se trata de uma substância pura.
(HARTWIG, et alli. Química: química geral e inorgânica. São Paulo: Scipione, 1999.)
Na realidade, ela não é uma substância pura, mas sim uma mistura homogênea. Isso pode ser
comprovado pelo seguinte processo físico de separação:
a) filtração c) decantação
b) destilação d) centrifugação
Resposta: b.
Resolução: As substâncias que compõem a aguardente possuem temperaturas de
ebulição diferentes. Dessa forma, a destilação é o processo mais eficaz para separar essa
mistura homogênea.

4) ENEM 2013 - Entre as substâncias usadas para o tratamento de água está o sulfato de
alumínio que, em meio alcalino, forma partículas em suspensão na água, às quais as impurezas
presentes no meio se aderem. O método de separação comumente usado para retirar o sulfato
de alumínio com as impurezas aderidas é a
a) flotação. d) peneiração.
b) levigação. e) centrifugação.
c) ventilação.
Resposta: a.
Resolução: A flotação no tratamento de água separa líquidos de sólidos com nuvens de
microbolhas de ar que arrastam as impurezas em suspensão para a superfície. A espuma
produzida na superfície é retirada depois.

5) (Vunesp) - Um sistema heterogêneo, S, é constituído por uma solução colorida e um sólido


branco. O sistema foi submetido ao seguinte esquema de separação:
Ao se destilar o líquido W, sob pressão constante de 1 atm, verifica-se que sua temperatura de
ebulição variou entre 80 C e 100 C. Identifique qual das seguintes afirmativas é correta.
a) A operação I é uma destilação simples.
b) A operação II é uma decantação.
c) O líquido colorido Y é uma substância pura.
d) O líquido incolor W é uma substância pura.
e) O sistema heterogêneo S tem, no mínimo, 4 componentes.
Resposta: e.
Resolução:
Afirmativa a: está errada. Como a "Operação 1" gerou um sólido e um líquido, o método
utilizado pode ter sido a filtração ou a decantação.
Afirmativa b: está errada. A "Operação 2" é uma destilação, pois um líquido colorido Y e
homogêneo gerou um sólido colorido Z e um líquido incolor W.
Afirmativa c: está errada. Y é uma mistura.
Afirmativa d: está errada. W não pode ser uma substância pura, pois substâncias puras
possuem pontos de fusão e ebulição constantes. No enunciado diz que a temperatura de
ebulição de W variou entre 80 C e 100 C.
Afirmativa e: está correta. Temos o sólido branco X, o sólido colorido Z e mais dois
componentes do líquido incolor W (como W não é uma substância pura, ele pode ter mais
substâncias dissolvidas e assim sofrer separação).
Ver resposta!

6) (Uespi) - Qual o processo de separação de misturas que é realizado para retirar a poeira com
o aspirador de pó.
a) destilação simples
b) filtração
c) sifonação
d) centrifugação
e) destilação
Resposta: b.
Resolução: O processo utilizado é a filtração, pois a poeira fica retida num filtro.

7) (UFPB/2010) - O sal grosso obtido nas salinas contém impurezas insolúveis em água. Para
se obter o sal livre dessas impurezas, os procedimentos corretos são:
a) sublimação, dissolução em água e peneiração.
b) dissolução em água, decantação e sublimação.
c) dissolução em água, filtração simples e evaporação.
d) catação, dissolução em água e decantação.
e) separação magnética, destilação e dissolução em água.
Resposta: c.
Resolução: A questão pede como se obter apenas sal. Como as impurezas que estão com
ele são insolúveis em água, fica evidente que precisamos fazer uma dissolução em água.
Dessa forma, o sal vai se dissolver na água e as impurezas não. Teremos duas fases: a de
água + sal e a de impurezas. Para retirar essas impurezas, uma filtração é recomendada.
Depois, sobrará apenas água + sal, que pode ser facilmente separada através da
evaporação da água, restando apenas sal.

8) (UFSE-1997) - Considere amostras de:


I. petróleo
II. água potável
III. ar liquefeito
IV. latão
Destilação fracionada é o processo apropriado para separar os componentes de:
a) I e II.
b) I e III.
c) II e III.
d) II e IV.
e) III e IV
Resposta: b.
Resolução: A destilação fracionada é um processo usado para separação de misturas
homogêneas. Exemplos: petróleo, água e sal, ar liquefeito, água e alcool...

9) (Mack-2004) Uma mistura, após ser agitada, foi colocada em um funil de decantação,
conforme o esquema ao lado. Se uma das substâncias for a água, a outra pode ser:

a) etanol.
b) petróleo.
c) vinagre.
d) uma solução concentrada de cloreto de sódio.
e) uma solução diluída de ácido clorídrico.
Resposta: b.
Resolução: A decantação é um método usado para separar misturas heterogêneas devido
a diferença de densidade. Como uma das substâncias é a água, a outra precisa ser algo
insolúvel em água. Só pode ser o petróleo.

10) (Mack-2007) - O processo inadequado para separar uma mistura heterogênea sólidolíquido
é:
a) filtração.
b) decantação.
c) centrifugação.
d) destilação.
e) sifonação.
Resposta: d.
Resolução: A destilação é indicada para separar mistura HOMOGÊNEA sólidolíquido.

11) (ETEs-2007) - O processo de destilação de bebidas surgiu no Oriente e só foi levado para a
Europa na Idade Média. Esse processo proporcionava teores alcoólicos mais altos do que os
obtidos por meio da fermentação, o que fez com que os destilados passassem a ser
considerados também remédios para todo tipo de doença.
(Adaptado de: <http://www.eca.usp.br/claro /2004/08/historia.html> acessado em: fev. 2007.)
Considere as afirmações sobre o processo de destilação.
I. É baseado na diferença de temperatura de ebulição dos componentes de uma mistura.
II. Nele ocorrem duas mudanças de estado: vaporização e condensação.
III. Nele é vaporizado, inicialmente, o componente da mistura que tem maior temperatura de
ebulição.
IV. Nele a água é obtida misturando-se os gases oxigênio e hidrogênio.
Está correto o contido em
a) I e II, apenas.
b) I e III, apenas.
c) II e III, apenas.
d) I, II e III, apenas.
e) I, II, III e IV.
Resposta: a.
Resolução:
Afirmativa I: está correta. O processo de destilação é baseado nos diferentes pontos de
ebulição dos componentes da mistura.
Afirmativa II: está correta.
Afirmativa III: está errada. É vaporizado inicialmente o componente que tem menor
temperatura de ebulição.
Afirmativa IV: está errada. Nada a ver.
Apenas I e II são verdadeiras.

Confira questões resolvidas sobre as Mudanças de Estado:

1) (Facimpa – MG ) - Observe:
I – Uma pedra de naftalina deixada no armário;
II – Uma vasilha de água deixada no freezer;
III- Uma vasilha de água deixada no fogo;
IV – O derretimento de um pedaço de chumbo quando aquecido;
Nesses fatos estão relacionados corretamente os seguintes fenômenos:
Escolha uma:
a) I. Sublimação; II. Solidificação; III. Evaporação; IV. Fusão.
b) I. Sublimação; II. Sublimação; III. Evaporação; IV. Solidificação.
c) I. Evaporação; II. Sublimação; III. Fusão; IV. Solidificação.
d) I. Evaporação; II. Solidificação; III. Fusão; IV. Sublimação.
e) I. Fusão; II. Sublimação; III. Evaporação; IV. Solidificação.
Resposta: a.
Resolução:
I – Uma pedra de naftalina deixada no armário; A naftalina passa do estado sólido diretamente
para o estado gasoso, fenômeno este chamado de sublimação.
II – Uma vasilha de água deixada no freezer; A água no freezer vai congelar, solidificação.
III- Uma vasilha de água deixada no fogo; A água será esquentada e evaporará, evaporação.
IV – O derretimento de um pedaço de chumbo quando aquecido; A passagem do sólido para
o líquido se chama fusão.

2) UNISC 2014 - Observando uma lata de cerveja esquecida no freezer, podemos definir o
fenômeno de mudança de estado como sendo a
a) sublimação.
b) fusão.
c) evaporação.
d) solidificação.
e) condensação.
Resposta: d.
Resolução: Quando colocada no freezer, a cerveja atinge uma temperatura igual ou
inferior ao seu ponto de solidificação, ou seja, ela se solidifica.

3) (Unifor-CE) - Uma substância no estado líquido é resfriada uniforme e constantemente. Ao


atingir a temperatura de solidificação, verifica-se a formação de pequenas partículas sólidas que
flutuam no líquido. Sobre essa substância é correto afirmar que:
a) Aumenta de volume as se solidificar.
b) Diminui de volume as se solidificar.
c) Tem maior densidade no estado sólido que no estado líquido.
d) Se solidifica mais rapidamente se aumentar a pressão.
e) A parte que se solidifica apresenta temperatura maior que a parte líquida.
Resposta: a.
Resolução: Como as partículas sólidas flutuam sobre o líquido, conclui-se que a
substância tem menor densidade no estado sólido. Se a densidade diminuiu, é porque o
volume aumentou. Por quê? Lembre da fórmula da
densidade: densidade=massa/volume.

4) (UFF-RJ) - Marque a opção que apresenta a afirmativa falsa;


a) Uma substância não existe na fase líquida quando submetida a pressões abaixo daquela de
seu ponto triplo.
b) A sublimação de uma substância é possível se esta estiver submetida a pressões mais baixas
que a de seu ponto triplo.
c) Uma substância só pode existir na fase líquida se a temperatura a que estiver submetida for
mais elevada que sua temperatura crítica.
d) Uma substância não sofre condensação a temperaturas mais elevadas que sua temperatura
crítica.
e) Na lua, um bloco de gelo pode passar diretamente para a fase gasosa.
Resposta: c.
Resolução: Para resolver essa questão, o estudante precisa ter visto o gráfico de
mudanças de estado e ter noções sobre ponto triplo e ponto crítico.
O ponto triplo ocorre onde as três linhas que representam as mudanças de fase se unem.
O material é encontrado, simultaneamente, nos estados sólido, líquido e gasoso.
O ponto crítico é a temperatura mais alta a que o líquido e o gás podem coexistir.

Analisemos as opções:
Afirmativa a: está correta. Uma substância não pode ficar no estado líquido quando
submetida a pressões menores do que a do ponto triplo. Veja o gráfico, a pressão abaixo
do ponto triplo só permite que a substância seja sólida ou gasosa.
Afirmativa b: está correta. A sublimação (passagem direta do sólido para o gasoso ou
vice-versa) será possível se a substância estiver com pressão abaixo da pressão do ponto
triplo.
Afirmativa c: está errada. Se a temperatura for mais elevada que a temperatura crítica a
substância será gasosa.
Afirmativa d: está correta. Em temperaturas superiores à temperatura crítica, a substância
não pode se condensar (passar do estado gasoso pro líquido) pois ela vai estar sempre
gasosa.
Afirmativa e: está correta. A pressão da lua é quase nula, facilitando que ocorra
sublimação.

5) (FAEE-GO) - Na ebulição da água, verifica-se o desprendimento de bolhas de:


a) vapor d'água
b) gás oxigênio
c) gás hidrogênio
d) ar
e) mistura de gás oxigênio e gás hidrogênio
Resposta: a.
Resolução: Na ebulição, as partículas de água que estão subindo, ou seja, bolhas de vapor
d'água.

6) (UFRJ) - Podemos classificar, como processos endotérmico e exotérmico, respectivamente,


as mudanças de estado:
a) liquefação e solidificação
b) condensação e sublimação
c) solidificação e evaporação
d) fusão e liquefação
e) evaporação e fusão
Resposta: d.
Resolução: Processos endotérmicos são os que absorvem calor e processos exotérmicos
são os que liberam calor. A fusão é endotérmica e a liquefação é exotérmica.

7) (PUC-SP) - A maior velocidade de evaporação do álcool, quando comparada com a da água,


mostra que a evaporação depende da:
a) temperatura
b) área de superfície livre
c) pressão do ar
d) pressão
e) natureza do líquido
Resposta: e.
Resolução: A evaporação depende diretamente da natureza do líquido a ser evaporado.
As moléculas do álcool se atraem menos fortemente do que as da água, fazendo com que
o álcool evapore mais rápido.

8) (UFPR 2009) - A água pode ser encontrada na natureza nos estados sólido, líquido ou gasoso.
Conforme as condições, a água pode passar de um estado para outro através de processos que
recebem nomes específicos. Um desses casos é quando ela muda do estado gasoso para o
líquido. Assinale a alternativa que apresenta o nome correto dessa transformação. A)
Sublimação.
B) Vaporização.
C) Solidificação.
D) Condensação.
E) Fusão.
Resposta: d.
Resolução: A mudança do estado gasoso para o estado líquido se chama condensação.

9) (PUC-MG) - Numa praia, em pleno verão, um estudante de Química observou que o carrinho
de picolé usava "gelo-seco" para retardar o degelo dos picolés. Pediu à vendedora um pedaço
de gelo e colocou-o num copo com água, ocorrendo formação de "fumaças brancas". Observou-
se então o fenômeno de:
a) Evaporação
b) Sublimação
c) Fusão
d) Gaseificação
e) Liquefação
Resposta: d.
Resolução: O gelo seco é o CO2 em forma sólida. Ele possui uma característica bastante
importante, a sublimação. À medida que o gelo-seco é aquecido, ele se transforma
diretamente em gás e não líquido.

10) UEM 2006 - Ao se colocar uma bola de naftalina em uma gaveta, sabe-se que ela passa para
o estado de vapor sem passar pelo estado líquido. Esse é um processo de
a) evaporação.
b) sublimação.
c) fusão.
d) fissão.
e) condensação.
Resposta: b.
Resolução: A naftalina tem a mesma propriedade do gelo seco, ou seja, de passar
diretamente do estado sólido para o gasoso (sublimação).

11) (PUC Minas–2006) - Qual dos seguintes estados é o mais desordenado?


A) Gás próximo à temperatura de condensação.
B) Líquido próximo ao ponto de ebulição.
C) Sólido próximo ao ponto de fusão.
D) Líquido próximo ao ponto de congelação.
Resposta: a.
Resolução: O estado de gás é mais desordenado do que sólido ou líquido.

Confira questões resolvidas sobre os Fenômenos Físicos e Químicos:

1) (UFRGS RS) - Entre as transformações citadas a seguir, aquela que não representa um
fenômeno químico é:
a) o cozimento de um ovo;
b) a queima do carvão;
c) o amadurecimento de uma fruta;
d) o azedamento do leite;
e) a formação de orvalho.
Resposta: e.
Resolução: O orvalho é um fenômeno físico no qual a umidade do ar precipita por
condensação na forma de gotas.

2) (UFMG) - Reações químicas são fenômenos em que, necessariamente, ocorrem mudanças:


a) de cor.
b) de estado físico.
c) de condutibilidade elétrica.
d) de massa.
e) na natureza das substâncias.
Resposta: e.
Resolução: Nas reações químicas é necessário que ocorra uma modificação na natureza
das substâncias envolvidas.

3) (Mackenzie-SP) - A alternativa que contém um fenômeno físico observado no dia-a-dia é:


a) a queima e um fósforo.
b) o derretimento do gelo.
c) a transformação do leite em coalhada.
d) o desprendimento de gás, quando se coloca sal de frutas em água.
e) o escurecimento de um objeto de cobre.
Resposta: b.
Resolução: O derretimento do gelo é a passagem do estado sólido para o estado líquido,
ou seja, um fenômeno físico. Essa fusão não altera a composição da substância, continua
sendo água mas num estado físico diferente.

4) (UFSC) - O(s) fenômeno(s) abaixo que envolve(m) reação(ões) química(s) é (são):


01) digestão de alimentos;
02) enferrujamento de uma calha;
04) explosão da dinamite;
08) fusão do gelo;
16) queda da neve;
32) combustão do álcool de um automóvel;
64) sublimação da naftalina.
Resposta: 39 (01 + 02 + 04 + 32).
Resolução:
01) digestão de alimentos; QUÍMICO
02) enferrujamento de uma calha; QUÍMICO
04) explosão da dinamite; QUÍMICO
08) fusão do gelo; FÍSICO
16) queda da neve; FÍSICO
32) combustão do álcool de um automóvel; QUÍMICO
64) sublimação da naftalina. FÍSICO

5) (UFG-GO) - A Química está presente em nosso cotidiano sob as mais variadas maneiras. Ela
está presente nos medicamentos, no processamento e na conservação de alimentos, no preparo
de uma refeição, nos fertilizantes agrícolas etc. A alternativa que apresenta um fenômeno
químico é:
a) derretimento ou fusão de banha (gordura).
b) fragmentação de uma pedra de cloreto de sódio (sal de cozinha).
c) dissolução de açúcar em água.
d) queima de um cigarro.
e) evaporação da gasolina.
Resposta: d.
Resolução: A queima do cigarro envolve a combustão do fumo, logo, é um fenômeno
químico.

6) (G1 - cftmg 2014) - Considere os processos seguintes:


I. azedamento do leite;
II. precipitação da chuva;
III. adição de álcool à gasolina;
IV. apodrecimento de uma fruta;
V. enferrujamento de um prego.
Os processos que exemplificam somente fenômenos químicos são
a) I e II.
b) III e IV.
c) I, IV e V.
d) II, III e V.
Resposta: c.
Resolução:
I. azedamento do leite; FENÔMENO QUÍMICO
II. precipitação da chuva; FENÔMENO FÍSICO
III. adição de álcool à gasolina; MISTURA
IV. apodrecimento de uma fruta; FENÔMENO QUÍMICO
V. enferrujamento de um prego. FENÔMENO QUÍMICO

7) (G1 - cftmg 2010) - Um processo químico ocorre no momento em que há


a) separação dos constituintes do petróleo.
b) liberação de gás quando o gelo seco sublima.
c) solidificação da gordura quando a frigideira esfria.
d) efervescência do comprimido de vitamina C na água.
Resposta: d.
Resolução:
a) separação dos constituintes do petróleo. Ocorre destilação fracionada, processo físico.
b) liberação de gás quando o gelo seco sublima. Ocorre sublimação, processo físico.
c) solidificação da gordura quando a frigideira esfria. Ocorre solidificação, processo
físico.
d) efervescência do comprimido de vitamina C na água. Ocorre liberação de gás carbônico
(CO2) na água, processo químico.

8) (UNESP – SP) - A elevação da temperatura de um sistema produz, geralmente, alterações


que podem ser interpretadas como sendo devidas a processos físicos ou químicos.
Medicamentos, em especial na forma de soluções, devem ser mantidos em recipientes fechados
e protegidos do calor para que se evite:
I. a evaporação de um ou mais de seus componentes;
II. a decomposição e consequente diminuição da quantidade de composto que constitui o
princípio ativo;
III. a formação de compostos indesejáveis ou potencialmente prejudiciais à saúde.
Cada um desses processos – I, II, III – corresponde a um tipo de transformação classificada,
respectivamente, como:
a) física, física e química
b) física, química e química
c) química, física e física
d) química, física e química
e) química, química e física
Resposta: b.
Resolução:
I. a evaporação de um ou mais de seus componentes; TRANSFORMAÇÃO FÍSICA
II. a decomposição e consequente diminuição da quantidade de composto que constitui o
princípio ativo; TRANSFORMAÇÃO QUÍMICA
III. a formação de compostos indesejáveis ou potencialmente prejudiciais à saúde.
TRANSFORMAÇÃO QUÍMICA

9) (UFU-MG–2007) - Analise os processos a seguir. Marque aquele que NÃO representa uma
transformação química.
A) Oxidação de ferramenta
B) Queimada da floresta
C) Evaporação do álcool
D) Digestão de sanduíche
Resposta: c.
Resolução: Lembre que as mudanças de estado compõem transformações físicas, como
é o caso da evaporação do álcool.

10) (EFEI) - Quando uma substância muda de tamanho, forma, aparência ou volume, sem alterar
sua composição, temos um fenômeno
a) físico.
b) químico.
c) nuclear.
d) Todas as alternativas anteriores estão corretas.
Resposta: a.
Resolução: Quando a substância modifica sua forma sem alterar sua composição temos
um fenômeno físico.

Questões resolvidas sobre os Modelos Atômicos:

1) (Puc - RS) - O átomo, na visão de Thomson, é constituído de:


a) níveis e subníveis de energia.
b) cargas positivas e negativas.
c) núcleo e eletrosfera.
d) grandes espaços vazios.
e) orbitais.
Resposta: b.
Resolução:
Afirmativa a: está errada. Thomson não sabia da existência de níveis e subníveis de
energia, quem descobriu isso posteriormente foi Bohr.
Afirmativa b: está correta. Segundo Thomson, o átomo era uma esfera (positiva) cheia de
elétrons (negativos) dispostos nela. Esse modelo foi apelidado de "pudim de passas".
Afirmativa c: está errada. Quem disse que o átomo era constituído de núcleo e eletrosfera
foi Rutherford.
Afirmativa d: está errada. Os espaços vazios foram comprovados por Rutherford.
Afirmativa e: está errada. Thomson não falou de orbitais.

2) (ETFSP) - No fim do século XIX começaram a aparecer evidências de que o átomo não era a
menor partícula constituinte da matéria. Em 1897 tornou-se pública a demonstração da
existência de partículas negativas, por um inglês de nome:
a) Dalton;
b) Rutherford;
c) Bohr;
d) Thomson;
e) Proust.
Resposta: d.
Resolução: Joseph John Thomson descobriu o elétron. Como ele fez isso?Thomson
pegou um aparato e acoplou duas placas metálicas, que eram os eletrodos positivo e
negativo. Ele aplicou uma tensão aos terminais das placas e observou que um brilho
iluminava o lado do eletrodo positivo, ou seja, havia uma atração. Como positivo atrai
negativo, ele concluiu que a partícula atraída tinha carga negativa e a chamou de elétron.
3) (ITA - 2010) Historicamente, a teoria atômica recebeu várias contribuições de cientistas.
Assinale a opção que apresenta, na ordem cronológica CORRETA, os nomes de cientistas que
são apontados como autores de modelos atômicos.
a) Dalton, Thomson, Rutherford e Bohr.b) Thomson, Millikan, Dalton e Rutherford.
c) Avogadro, Thomson, Bohr e Rutherford.
d) Lavoisier, Proust, Gay-Lussac e Thomson.e) Rutherford, Dalton, Bohr e Avogadro.

Resposta: a.
Resolução: A ordem é Dalton, Thomson, Rutherford e Bohr.

4) (UFLA MG/2006) - O elétron foi descoberto por Thomson no fim do século XIX, o que lhe
rendeu o prêmio Nobel. Uma característica do modelo atômico proposto por ele é:
a) O átomo é indivisível.
b) Os elétrons ocupam orbitais com energias bem definidas.
c) O átomo sofre decaimento radioativo naturalmente.
d) O átomo é maciço e poderia ser associado a um “pudim de passas”.
Resposta: d.
Resolução: O modelo atômico proposto por Thomson foi apelidado de "pudim de passas",
porque, segundo ele, o átomo era uma esfera maciça de carga positiva com vários elétrons
de carga negativa colados nela.

5) (PUC MG/2006) - O modelo atômico de Rutherford NÃO inclui especificamente:


a) nêutrons.
b) núcleo.
c) próton.
d) elétron.
Resposta: a.
Resolução: O modelo de Rutherford não inclui nêutrons. Os nêutrons só foram
descobertos mais tarde pelo físico Chadwick.

6) (UDESC 2008) - Analise as afirmações abaixo, sobre os modelos atômicos.


I - John Dalton: Afirmava que toda a matéria é formada por partícula extremamente pequena, e
é indivisível.
II - Thomson: Formulou a teoria segundo a qual o átomo é uma esfera positiva que, para tornar-
se neutra, apresenta elétrons (partículas negativas) presos em sua superfície.
III - Erwin Schrödinger: O físico propôs a teoria que demonstra a probabilidade de se encontrar
o elétron em torno do núcleo (orbital). Assinale a alternativa correta em relação a essas
afirmativas.
A) O modelo formulado por John Dalton ficou conhecido como pudim de passas .
B) O modelo proposto por Erwin Schrödinger é utilizado até hoje.
C) John Dalton provou que o átomo é uma partícula dividida em prótons elétrons e nêutrons.
D) Thomson foi o autor da frase "O átomo é uma partícula formada apenas por uma única carga"
E) Pertence ao físico Erwin Schödinger a expressão "pudim de passas", que se refere à estrutura
atômica da matéria.
Resposta: b.
Resolução:
Afirmativa a: está errada. O modelo atômico de Dalton ficou conhecido como "bola de
bilhar".
Afirmativa b: está correta. Esse modelo é válido até hoje.
Afirmativa c: está errada. Dalton não sabia da existência de próton, elétron e nêutron.
Afirmativa d: está errada. Thomson falou que o átomo tinha duas cargas.
Afirmativa e: está errada. A expressão "pudim de passas" pertence ao modelo de

7) (UFPI/1997) - O modelo atômico de Böhr afirma que:


a) átomos de um mesmo elemento possuem mesmo número de prótons;
b) existem diversas espécies de átomos;
c) o átomo é uma minúscula esfera maciça;
d) os elétrons têm energia quantizada;
e) o átomo possui uma região central, minúscula, de carga positiva.
Resposta: d.
Resolução: Bohr sugeriu que os elétrons possuem energia quantizada. Cada elétron só
pode ter determinada quantidade de energia, por isso ela é quantizada.

8) (UFAL/2011) - De acordo com o modelo atômico de Bohr, elétrons giram ao redor do núcleo
em órbitas específicas, tais como os planetas giram em órbitas específicas ao redor do Sol.
Diferentemente dos planetas, os elétrons saltam de uma órbita específica para outra, ganhando
ou perdendo energia. Qual das afirmações abaixo está em discordância com o modelo proposto
por Bohr?
a) Ao saltar de uma órbita mais próxima do núcleo, para outra mais afastada, o elétron absorve
energia.
b) Ao saltar de uma órbita mais afastada do núcleo para outra mais próxima, o elétron emite
energia.
c) Dentro de uma mesma órbita, o elétron se movimenta sem ganho ou perda de energia.
d) O processo no qual o elétron absorve energia suficiente para escapar completamente do
átomo é chamado ionização.
e) O modelo proposto é aplicado com êxito somente ao átomo de hidrogênio.
Resposta: e.
Resolução: O modelo se aplicava com êxito aos outros átomos também, não somente ao
hidrogênio.

9) (UFJF-MG) - Associe as afirmações a seus respectivos responsáveis:


I- O átomo não é indivisível e a matéria possui propriedades elétricas (1897).
II- O átomo é uma esfera maciça (1808).
III- O átomo é formado por duas regiões denominadas núcleo e eletrosfera (1911).
a) I - Dalton, II - Rutherford, III - Thomson.
b) I - Thomson, II - Dalton, III - Rutherford.
c) I - Dalton, II - Thomson, III - Rutherford.
d) I - Rutherford, II - Thomson, III - Dalton.
e) I - Thomson, II - Rutherford, III - Dalton.
Resposta: b.
Resolução:
I- O átomo não é indivisível e a matéria possui propriedades elétricas (1897).Thomson
II- O átomo é uma esfera maciça (1808). Dalton
III- O átomo é formado por duas regiões denominadas núcleo e eletrosfera (1911).Rutherford

10) (UFTM MG/2003) - Fogos de artifício utilizam sais de diferentes íons metálicos misturados
com um material explosivo. Quando incendiados, emitem diferentes colorações. Por exemplo:
sais de sódio emitem cor amarela, de bário, cor verde e de cobre, cor azul. Essas cores são
produzidas quando os elétrons excitados dos íons metálicos retornam para níveis de menor
energia. O modelo atômico mais adequado para explicar esse fenômeno é o modelo de:
a) Rutherford.
b) Rutherford-Bohr.
c) Thomson.
d) Dalton.
e) Millikan.
Resposta: b.
Resolução: Essa movimentação dos elétrons pelos níveis de energia foi explicada por
Bohr, tendo como base o modelo de Rutherford. Por isso ficou chamado de Rutherford-
Bohr.

11) (Fuvest-SP) - Thomson determinou, pela primeira vez, a relação entre a massa e a carga do
elétron, o que pode ser considerado como a descoberta do elétron. É reconhecida como uma
contribuição de Thomson ao modelo atômico:
a) o átomo ser indivisível.
b) a existência de partículas subatômicas.
c) os elétrons ocuparem níveis discretos de energia.
d) os elétrons girarem em órbitas circulares ao redor do núcleo.
e) o átomo possuir um núcleo com carga positiva e uma eletrosfera.
Resposta: b.
Resolução: Thomson descobriu que o átomo não era uma esfera maciça e indivisível,
como afirmava Dalton, e que possuía outras partículas: os elétrons.

12) (ITA-SP) - Considerando a experiência de Rutherford, assinale a alternativa falsa:


a) A experiência constitui em bombardear películas metálicas delgadas com partículas alfa.
b) Algumas partículas alfa foram desviadas do seu trajeto devido à repulsão exercida pelo núcleo
positivo do metal.
c) Observando o espectro de difração das partículas alfa, Rutherford concluiu que o átomo tem
densidade uniforme.
d) Essa experiência permitiu descobrir o núcleo atômico e seu tamanho relativo.
e) Rutherford sabia antecipadamente que as partículas alfa eram carregadas positivamente.
Resposta: c.
Resolução:
Afirmativa a: está correta.
Afirmativa b: está correta.
Afirmativa c: está errada. Com seu experimento, Rutherford concluiu que o átomo não era
uniforme, e sim que a grande parte de sua massa estava concentrada em um espaço muito
pequeno e central - o núcleo.
Afirmativa d: está correta.
Afirmativa e: está correta.

13) (UFPA-PA) - O modelo probabilístico utilizado para o problema velocidade-posição do elétron


é uma consequência do princípio de:
a) Bohr
b) Aufbau
c) De Broglie
d) Heisenberg
e) Pauling
Resposta: d.
Resolução: Heisenberg formulou o princípio da incerteza, o qual diz que não podemos
determinar com precisão e simultaneamente a posição e o momento de uma partícula.

14) (UFMG-MG) - Os nomes abaixo estão relacionados diretamente com o modelo atômico atual
(Orbital), exceto:
a) De Broglie
b) Thomson
c) Heisenberg
d) Schrödinger
Resposta: b.
Resolução:
De Broglie: O elétron ora comporta-se como onda ora como partícula.
Thomson: O átomo é um fluído de cargas positivas com as cargas negativas incrustadas
neste fluído (modelo do pudim de passas).
Heisenberg: Não se pode prever com certeza a velocidade e posição do elétron (princípio
da incerteza).
Schrodinger: Calculou a região mais provável onde o elétron possa estar. Deu o nome de
orbital para a região. Thomson não se enquadra no modelo atual.

15) (UFRS) - Observe as figuras abaixo, considerando-as modelos atômicos.


Qual desses modelos é o mais atual e qual o nome do cientista que o estudou?
A) I, Dalton.
B) II, Dalton.
C) I, Thomson.
D) II, Rutherford.
E) II, Thomson.
Resposta: d.
Resolução: O mais atual deles é o II, estudado por Rutherford. O I foi estudado por
Thomson.

16) (UFRGS-RS) - Uma moda atual entre as crianças é colecionar figurinhas que brilham no
escuro. Essas figuras apresentam em sua constituição a substância sulfeto de zinco. O fenômeno
ocorre porque alguns elétrons que compõem os átomos dessa substância absorvem energia
luminosa e saltam para níveis de energia mais externos. No escuro, esses elétrons retornam aos
seus níveis de origem, liberando energia luminosa e fazendo a figurinha brilhar. Essa
característica pode ser explicada considerando o modelo atômico proposto por:
A) Dalton.
B) Thomson.
C) Lavoisier.
D) Rutherford.
E) Bohr.
Resposta: e.
Resolução: Quem explicou esses saltos dos elétrons foi Bohr.

17) - O primeiro modelo científico para o átomo foi proposto por Dalton em 1808. Este modelo foi
comparado a:
a) Uma bola de tênis;
b) Uma bola de futebol;
c) Uma bola de pingue-pongue;
d) Uma bola de bilhar;
e) Uma bexiga cheia de ar.
Resposta: d.
Resolução: O modelo atômico de Dalton foi comparado a uma bola de bilhar.

18) (UCB-DF) - Rutherford, ao fazer incidir partículas radioativas em lâmina metálica de ouro,
observou que a maioria das partículas atravessava a lâmina, algumas desviavam e poucas
refletiam. Identifique, dentre as afirmações a seguir, aquela que não reflete as conclusões de
Rutherford sobre o átomo.
a) Os átomos são esferas maciças e indestrutíveis.
b) No átomo há grandes espaços vazios.
c) No centro do átomo existe um núcleo pequeno e denso.
d) O núcleo do átomo tem carga positiva.
e) Os elétrons giram ao redor do núcleo para equilibrar a carga positiva.
Resposta: a.
Resolução: Rutherford nunca disse que os átomos eram esferas maciças e indestrutíveis,
essa afirmação refere-se ao químico John Dalton.

19) (UFMG-1997) - Ao resumir as características de cada um dos sucessivos modelos do átomo


de hidrogênio, um estudante elaborou o seguinte resumo:

Modelo Atômico: Dalton


Características: Átomos maciços e indivisíveis.

Modelo Atômico: Thomson


Características: elétron, de carga negativa, incrustado em uma esfera de carga positiva. A carga
positiva está distribuída, homogeneamente, por toda a esfera.

Modelo Atômico: Rutherford


Características: elétron, de carga negativa, em órbita em torno de um núcleo central, de carga
positiva. Não há restrição quanto aos valores dos raios das órbitas e das energias do elétron.
Modelo Atômico: Bohr
Características: elétron, de carga negativa, em órbita em torno de um núcleo central, de carga
positiva. Apenas certos valores dos raios das órbitas e das energias do elétron são possíveis.

O número de erros cometidos pelo estudante é:


a) 0
b) 1
c) 2
d) 3
Resposta: a.
Resolução: Todas as afirmações feitas pelo aluno estão corretas.

20) (ESPM-SP) - O átomo de Rutherford (1911) foi comparado ao sistema planetário (o núcleo
atômico representa o sol e a eletrosfera, os planetas): Eletrosfera é a região do átomo que:
a) contém as partículas de carga elétrica negativa.
b) contém as partículas de carga elétrica positiva.
c) contém nêutrons.
d) concentra praticamente toda a massa do átomo.
e) contém prótons e nêutrons.
Resposta: a.
Resolução:
Afirmativa a: está correta. A eletrosfera é composta por elétrons, partículas de carga
elétrica negativa.
Afirmativa b: está errada. A carga elétrica das partículas é negativa.
Afirmativa c: está errada. Os nêutrons estão no núcleo.
Afirmativa d: está errada. É no núcleo que se concentra praticamente toda a massa do
átomo.
Afirmativa e: está errada. Contém apenas elétrons.

Confira questões resolvidas sobre a Distribuição Eletrônica:

1) (AMAN-SP) - O elemento hipotético com nº atômico (Z = 116) apresenta na camada mais


externa (camada de valência) um número de elétrons igual a:
a) 2
b) 4
c) 6
d) 8
e) 18
Resposta: c.
Resolução: Fazendo a distribuição eletrônica desse átomo nós descobrimos quantos
elétrons têm na sua camada de valência. Assim:
Z = 116.
1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p6 5s2 4d10 5p6 6s2 4f14 5d10 6p6 7s2 5f14 6d10 7p4
A camada de valência é a 7 e apresenta 6 elétrons nela.

2) (UNI-RIO) - “Os implantes dentários estão mais seguros no Brasil e já atendem às normas
internacionais de qualidade. O grande salto de qualidade aconteceu no processo de confecção
dos parafusos e pinos de titânio, que compõem as próteses. Feitas com ligas de titânio, essas
próteses são usadas para fixar coroas dentárias, aparelhos ortodônticos e dentaduras, nos ossos
da mandíbula e do maxilar.”
Jornal do Brasil, outubro 1996.
Considerando que o número atômico do titânio é 22, sua configuração eletrônica será:
a) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p3
b) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p5
c) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2
d) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d2
e) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p6
Resposta: d.
Resolução: Fazendo a distribuição pelo Diagrama de Linus Pauling teremos:
1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d2

3) (Mack-2003) - Uma distribuição eletrônica possível para um elemento X, que pertence à


mesma família do elemento bromo, cujo número atômico é igual a 35, é:
A) 1s2 , 2s2 , 2p5
B) 1s2 , 2s2 , 2p6 , 3s2 , 3p1
C) 1s2 , 2s2 , 2p2
D) 1s2 , 2s2 , 2p6 , 3s1
E) 1s2 , 2s2 , 2p6 , 3s2 , 3p6 , 4s2 , 3d5
Resposta: a.
Resolução: O elemento X pertence à mesma família do Bromo, que é a 7A. Portanto, o
elemento X deve conter 7 elétrons em sua camada de valência (camada mais externa). A
única alternativa que apresenta uma distribuição possível para isso é a letra "a".

4) (Unificado-RJ) - As torcidas vêm colorindo cada vez mais os estádios de futebol com fogos de
artifício. Sabemos que as cores desses fogos devem-se à presença de certos elementos
químicos. Um dos mais usados para obter a cor vermelha é o estrôncio (Z = 38), que, na forma
do íon Sr+2, tem a seguinte configuração eletrônica:
a) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p6
b) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p6 5s2
c) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p6 5s2 5p2
d) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p6 4d2
e) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p4 5s2
Resposta: a.
Resolução:
A configuração normal do estrôncio (Z=38) é:
Sr = 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p6 5s2
Mas como pede do seu cátion temos:
Sr+2 = 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p6
Obs: Os elétrons são sempre tirados da camada de valência.

5) (Fuvest – Sp) - A seguir são mostradas quatro configurações eletrônicas:


1. 1s2 2s2 2p6
2. 1s2 2s2 2p6 3s2
3. 1s2 2s2 2p6 3s2 3p5
4. 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6
a) Qual das configurações corresponde a cada um dos átomos Cl, Mg, Ne?
b) Quais configurações apresentam o mesmo número de elétrons na camada de valência?
(Dados os números atômicos: Cl = 17, K = 19, Al = 13, Ne = 10 e Mg = 12).
Resposta: descritiva.
Resolução:
a)
Cl = 1s2 2s2 2p6 3s2 3p5 (III)
Mg = 1s2 2s2 2p6 3s2 (II)

Ne = 1s2 2s2 2p6 (I)


b)
I: 8 elétrons na camada de valência
II: 2 elétrons na camada de valência
III: 7 elétrons na camada de valência
IV: 8 elétrons na camada de valência
I e IV possuem o mesmo número.

6) (UFSC) - O número de elétrons em cada subnível do átomo estrôncio (38Sr) em ordem


crescente de energia é:
a) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p6 5s2
b) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 4p6 3d10 5s2
c) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 3d10 4s2 4p6 5s2
d) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4p6 4s2 3d10 5s2
e) 1s2 2s2 2p6 3p6 3s2 4s2 4p6 3d10 5s2
Resposta: a.
Resolução:
Distribuição eletrônica do estrôncio:
1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p6 5s2

7) (OSEC) - Sendo o subnível 4s1 (com um elétron) o mais energético de um átomo, podemos
afirmar que:
I. o número total de elétrons desse átomo é igual a 19;
II. esse apresenta quatro camadas eletrônicas;
III. a sua configuração eletrônica é 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 3d10 4s1 a)Apenas a firmação I é
correta.
b)Apenas a firmação II é correta.
c)Apenas a firmação III é correta.
d)As afirmações II e III são corretas.
e)As afirmações I e II são corretas.
Resposta: e.
Resolução:
Já que sabemos o subnível mais energético (4s1), vamos fazer sua distribuição eletrônica
primeiro para depois analisar:
1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s1
I. o número total de elétrons desse átomo é igual a 19; Verdadeiro, são 19 elétrons.
II. esse apresenta quatro camadas eletrônicas; Verdadeiro, vai até a camada 4.
III. a sua configuração eletrônica é 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 3d10 4s1 Falso.

8) (PUC) - O número normal de subníveis existentes no quarto nível energético dos átomos é
igual a:
a)2 b)5 c)3 d)1 e)4
Resposta: e.
Resolução: O quarto nível possui 4 subníveis: 4s, 4p, 4d e 4f.

9) (FM Petrópolis RJ/2013) - O chumbo é um metal pesado que pode contaminar o ar, o solo, os
rios e alimentos. A absorção de quantidades pequenas de chumbo por longos períodos pode
levar a uma toxicidade crônica, que se manifesta de várias formas, especialmente afetando o
sistema nervoso, sendo as crianças as principais vítimas. Sendo o número atômico (Z) do
chumbo igual a 82, o íon plumboso (Pb+2) possui os elétrons mais energéticos no subnível
a) 6p2
b) 6s2
c) 6p4
d) 5d10
e) 4f14
Resposta: d.
Resolução:
Distribuição eletrônica do chumbo:
Pb = 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p6 5s2 4d10 5p6 6s2 4f14 5d10 6p2
Distribuição eletrônica do íon plumboso:
Pb+2 = 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p6 5s2 4d10 5p6 6s2 4f14 5d10
Subnível mais energético: 5d10.

10) (IFSP/2013) - O número de elétrons da camada de valência do átomo de cálcio (Z = 20), no


estado fundamental, é
a) 1. b) 2. c) 6. d) 8. e) 10.
Resposta: b.
Resolução: O estado fundamental é o estado neutro do átomo, ou seja, o cálcio em forma
de não-íon. Vejamos sua distribuição:
Ca (Z=20) = 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2
A camada de valência do cálcio é a 4s2, que contém 2 elétrons.
11) (Fei) - Entre os subníveis 6p e 7s, qual deles possui maior energia? Por quê?
Resposta: descritiva.
Resolução: Entre os subníveis 6s e 7s, o 7s está mais distante do núcleo e por isso
apresenta maior energia.

12) (Unifor-CE) - O átomo de um elemento químico tem 14 elétrons no terceiro nível energético
(n = 3). O número atômico desse elemento é:
a) 14
b) 16
c) 24
d) 26
e) 36
Resposta: d.
Resolução:
É só fazer a distribuição eletrônica desse átomo:
1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d6 (Z=26)
Obs: Foi feito até o 3d6 pois a questão diz que o terceiro nível têm 14 elétrons.

13) (Cesgranrio) - A distribuição eletrônica do átomo 26Fe , em camadas, é:


a) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d6 .
b) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p6 5s2 4d10 5p6 6s2 .
c) K = 2; L = 8; M = 16.
d) K = 2; L = 8; M = 14; N = 2.
e) K = 2; L = 8; M = 18; N = 18; O = 8; P = 2.
Resposta: d.
Resolução:
Distribuição em subníveis:
1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d6.
Distribuição em camadas:
K = 2; L = 8; M = 14; N = 2.

14) (Ufrs) - O íon monoatômico A2- apresenta a configuração eletrônica 3s2 3p6 para o último
nível. O número atômico do elemento A é:
a) 8 b) 10 c) 14 d) 16 e) 18
Resposta: d.
Resolução:
A2-: 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6
A: 1s2 2s2 2p6 3s2 3p4 (Z=16)

15) - O cloreto de sódio (NaCl) representa papel importante na fisiologia da pessoa, pois atua
como gerador clorídrico no estômago. Com relação ao elemento químico cloro (z=17), qual o
número de elétrons no subnível ''p''?
Resposta: descritiva.
Resolução:
Distribuição eletrônica do Cloro:
1s2 2s2 2p6 3s2 3p5.
Há 11 elétrons no subnível "p" (2p6 e 3p5).

16) (Unaerp-SP) - O fenômeno da supercondução de eletricidade, descoberto em 1911, voltou a


ser objeto da atenção do mundo científico com a constatação de Bednorz e Muller de que
materiais cerâmicos podem exibir esse tipo de comportamento, valendo um prêmio Nobel a
esses físicos em 1987. Um dos elementos químicos mais importantes na formulação da cerâmica
supercondutora é o ÍTRIO:
1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p6 5s2 4d1.
O número de camadas e o número de elétrons mais energéticos para o ítrio serão,
respectivamente:
a) 4 e 1. b) 5 e 1. c) 4 e 2. d) 5 e 3. e) 4 e 3.
Resposta: b.
Resolução: O Ítrio tem 5 camadas e possui apenas 1 elétron mais energético.
Obs: Os elétrons mais energéticos são aqueles encontrados no subnível de maior energia.
No caso dessa questão é o elétron do 4d1.

Confira questões resolvidas sobre os Números Quânticos:

1) (Ufac) - Um elétron localiza-se na camada “2” e subnível “p” quando apresenta os seguintes
valores de números quânticos:
a) n = 4 e l = 0
b) n = 2 e l = 1
c) n = 2 e l = 2
d) n = 3 e l = 1
e) n = 2 e l = 0
Resposta: b.
Resolução:
- O número quântico principal (n) indica a camada em que o elétron está. Nesse caso será
n=2.
- O número quântico secundário (l) indica o subnível em que o elétron está. Lembre-se:

Como o elétron se encontra no subnível "p", l=1.

2) (Uff) - Um átomo neutro possui dois elétrons com n = 1, oito elétrons com n = 2, oito elétrons
com n = 3 e um elétron com n = 4. Supondo que esse elemento se encontre no seu estado
fundamental:
a) escreva sua configuração eletrônica.
b) qual seu número atômico e seu símbolo?
c) qual o número total de elétrons com l (número quântico secundário) igual a zero?
d) qual o número total de elétrons com l (número quântico secundário) igual a um?
e) qual o número total de elétrons com l (número quântico secundário) igual a três ?
Resposta: descritiva.
Resolução:
a) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s1.
b) Número Atômico (Z) = 19; Símbolo: K.
c) 2 + 2 + 2 + 1 = 7.
d) 6 + 6 = 12.
e) 0.

3) (Ufpb-07) - Dentre os conjuntos de números quânticos {n,ℓ,m,s} apresentados nas alternativas


a seguir, um deles representa números quânticos NÃO permitidos para os elétrons da
subcamada mais energética do Fe(II), um íon indispensável para a sustentação da vida dos
mamíferos, pois está diretamente relacionado com a respiração desses animais. Esse conjunto
descrito corresponde a:
a) {3, 2, 0, 1/2}
b) {3, 2, - 2, -1/2}
c) {3, 2, 2, 1/2}
d) {3, 2, - 3, 1/2}
e) {3, 2,1, 1/2}
Dado: Fe (Z=26)
Resposta: d.
Resolução:
Distribuição eletrônica do Fe (Z=26):
1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d6.
• 3d6 é a subcamada mais energética.
Na alternativa "d" há a opção do número quântico magnético como -3, o que seria
impossível já que o subnível d vai de -2 até 2.

4) (UERN/2015) - A principal aplicação do bromo é a produção de brometo de etileno, que é


utilizado em combustíveis para motores, com o intuito de evitar a acumulação de chumbo no
interior dos cilindros. Considerando que o número atômico do bromo é 35, afirma-se que ele
possui:
I. O número quântico principal igual a 4.
II. 7 orbitais completos.
III. 5 elétrons no nível de valência.
IV. O número quântico magnético igual a 0.
V. 5 elétrons na última camada, com número quântico azimutal igual a 1.
Estão corretas apenas as afirmativas:
a) I e IV.
b) I, II e V.
c) III, IV e V.
d) I, II, IV e V.
Resposta: d.
Resolução:
Distribuição eletrônica do Bromo (Br=35):
1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p5

I. O número quântico principal igual a 4. Verdadeiro.


II. 7 orbitais completos. Verdadeiro.
III. 5 elétrons no nível de valência. Falso, são 7 (2 do 4s2 + 5 do 4p5).
IV. O número quântico magnético igual a 0. Verdadeiro.

V. 5 elétrons na última camada, com número quântico azimutal igual a 1. Verdadeiro. O


número quântico azimutal é o número quântico secundário, lembre que "p" corresponde a 1.

CORRETAS: I, II, IV E V.
5) (PUC-SP) - O diagrama abaixo representa a distribuição eletrônica do átomo de níquel.

Assinale a alternativa que corresponde ao conjunto dos números quânticos do elétron de


diferenciação desse átomo e o seu numero atômico.Obs.: considerar = -1/2
a) n = 3; l= 2 ; m = +2; s = +1/2 e Z = 31
b) n = 1; l= 0 ; m = 0; s = -1/2 e Z = 29
c) n = 3; l= 0 ; m = -1; s = +1/2 e Z = 30
d) n = 1; l= 1 ; m = +1; s = -1/2 e Z = 27
e) n = 3; l= 2 ; m = 0; s = -1/2 e Z = 28
Resposta: e.
Resolução: O elétron de diferenciação é o último elétron preenchido na eletrosfera. Veja
qual é:

Agora que você já sabe, é fácil identificar os números quânticos:


n = 3; l= 2 ; m = 0; s = -1/2
e Z = 28

6) (UFT) - Quais são os quatro números quânticos principal(n), azimutal (l), (ml) e de momento
angular orbital (ms), para a configuração 4p2?

a) n = 4; l = 0; ml = 0; ms = –1/2
b) n = 4; l = 0; ml = –1; ms = –1/2
c) n = 4; l = 1; ml = –1; ms = +1/2
d) n = 4; l = 1; ml = 0; Ms = +1/2
Resposta: d.
Resolução:
4p2
n = 4; (pois é a camada 4)
l = 1; (o subnível "p" vale 1)
ml = 0; (o último elétron está no orbital 0)

ms = +1/2; (porque a seta do último elétron está pra cima)

7) (MACK SP) - Os valores dos números quânticos principal, secundário, magnético e de spin
para o elétron de maior energia do átomo B (Z= 5) são respectivamente:
a) n = 2 / l = 2 / m = -1 / s = + 1/2
b) n = 2 / l = 2 / m = +1 / s = - 1/2
c) n = 1 / l = 2 / m = -1 / s = - 1/2
d) n = 2 / l = 1 / m = -1 / s = - 1/2
e) n = 3 / l = 2 / m = +1 / s = + 1/2
Resposta: d.
Resolução:
Distribuição eletrônica de B (Z=5):
1s2 2s2 2p1
n = 2 / l = 1 / m = -1 / s = - 1/2
8) (FEI) - Quais são os quatro números quânticos dos dois elétrons mais externos do átomo de
número atômico 20?
Resposta: descritiva.
Resolução:
Distribuição eletrônica:
1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2

1º Elétron:
n=4; l=0; m=0; s=-1/2.
2º Elétron:
n=4; l=0; m=0; s=+1/2.

9) (UEM PR/2015) - Assinale o que for correto.


01. Os números quânticos de spin variam de -l a +l, passando por zero.
02. O número quântico magnético indica a energia do elétron no subnível.
04. O número quântico principal indica a energia do elétron no orbital.
08. O movimento do elétron ao redor do núcleo atômico gera um campo magnético externo, e o
movimento do elétron em torno de seu próprio eixo gera outro campo magnético.
16. A região de máxima probabilidade de se encontrar o elétron em um subnível s é uma região
esférica.
Resposta: 24 (08 + 16).
Resolução:
Afirmativa 01: está errada. Os números quânticos de spin podem ser -1/2 ou +1/2.
Afirmativa 02: está errada. O número quântico magnético indica a orientação dos orbitais.
Afirmativa 04: está errada. O número quântico principal indica a camada do elétron.
Afirmativa 08: está correta.
Afirmativa 16: está correta.

10) (UFPA) - Os números quântico principal “n” , secundário “l”, magnético “m” do elétron mais
energético do átomo de cloro são respectivamente:
(Dado Cl: Z=17)
a) 3, 1, 0;
b) 3, 1, +1;
c) 2, 0, +1;
d) 2, 1, -1;
e) 2, 3, 0;
Resposta: a.
Resolução:
Distribuição eletrônica do Cloro (Z=17):
1s2 2s2 2p6 3s2 3p5
O elétron mais energético está em 3p5.
n=3; l=1; m=0.

Questões resolvidas sobre a Tabela Periódica:

1) (Unitau/Inverno 2016) - Um elemento químico X apresenta configuração eletrônica 1s2 2s2


2p4 . Podemos afirmar que, na tabela periódica, esse elemento químico está localizado no
a) 2 o período, família 6A.
b) 3 o período, família 6A.
c) 2 o período, família 7A.
d) 3 o período, família 7A.
e) 4 o período, família 5A.
Resposta: a.
Resolução: O período corresponde à camada mais externa na distribuição eletrônica, ou
seja, é 2. Já a família é indicada pelo número de elétrons na camada de valência, portanto,
será 6A (2 elétrons de 2s2 + 4 elétrons de 2p4).

2) (UFPA) - Um átomo, cujo número atômico é 18, está classificado na Tabela Periódica como:

a) metal alcalino b) metal alcalinoterroso


c) metal terroso e) gás nobre
d) ametal
Resposta: e.
Resolução: Vejamos a distribuição eletrônica desse átomo:1s2 2s2 2p6 3s2 3p6.
Note que esse elemento possui 8 elétrons na camada de valência, ou seja, ele é da família
8A ou 18, dos gases nobres.

3) (UFAL) - Para um elemento químico representativo (grupos 1,2,13,14,15,16,17,18), o número


de elétrons na camada de valência é o número do grupo. O número de camadas eletrônicas é o
número do período. O elemento químico com configuração eletrônica 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2
3d10 4p3 está situado na tabela periódica no grupo:
a) 3A e período 4.
b) 3B e período 3.
c) 5A e período 4.
d) 5B e período 5.
e) 4A e período 4.
Resposta: c.
Resolução: Número de camadas = 4 = período 4. Número de elétrons de valência = 5 = 5A.

4) (PUCCAMP-SP) - O subnível de maior energia do átomo de certo elemento químico é 4d5.


Esse elemento é um metal:
a) de transição do 4º período da tabela periódica.
b) de transição do grupo 5B da tabela periódica.
c) representativo do 4º período da tabela periódica.
d) representativo do 5º período da tabela periódica.
e) de transição do 5º período da tabela periódica.
Resposta: e.
Resolução:
Distribuição eletrônica desse átomo:
1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p6 5s2 4d5.
Como ele tem 5 camadas, está no 5º período.
Quando tivermos o subnível mais energético como "d", somamos os elétrons dele e do
subnível anterior para descobrir a família. Ou seja, 2 elétrons do 5s2 + 5 elétrons do 4d5 =
Família 7B. Dessa forma já sabemos que o átomo está localizado no centro da tabela
periódica.
Outra coisa importante: elementos com subnível mais energético em "d" são
sempre elementos de transição.

5) (Unimep-SP) - Nos metais de transição interna, o elétron de diferenciação (o mais energético)


se localiza no:
a) subnível “s”, da última camada.
b) subnível “p”, da penúltima camada.
c) subnível “f”, da antepenúltima camada.
d) subnível “d”, da antepenúltima camada.
e) subnível “g”, da penúltima camada.
Resposta: c. Resolução: Nos metais de transição interna (lantanídeos e actinídeos) o
elétron mais energético se encontra no subnível "f".

6) (Ueba) - Um átomo apresenta normalmente 2 elétrons na primeira camada, 8 elétrons na


segunda, 18 elétrons na terceira camada e 7 na quarta camada. A família e o período em que se
encontra esse elemento são, respectivamente:
a) família dos halogênios, sétimo período
b) família do carbono, quarto período
c) família dos halogênios, quarto período
d) família dos calcogênios, quarto período
e) família dos calcogênios, sétimo período
Resposta: c.
Resolução:
Distribuição eletrônica:
1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p5.
Vai até a quarta camada = 4º período.
Como o subnível mais energético é o "p", basta somarmos os elétrons da camada de
valência para descobrir a família. 2 (4s2) + 5 (4p5) = 7 = família 7A.
A família 7A ou 17 é a dos halogênios.

7) - Na classificação periódica, os elementos químicos situados nas colunas 1A e 2A são


denominados, respectivamente:
a) Halogênios e metais alcalinos.
b) Metais alcalinos e metais alcalinos terrosos.
c) Halogênios e calcogênios.
d) Metais alcalinos e halogênios.
e) Halogênios e gases nobres.
Resposta: b.
Resolução:
1A = Metais Alcalinos.
2A = Metais Alcalinos Terrosos.

8) (Uel) Considere os itens a seguir. Na tabela periódica


I. os elementos representativos são os das famílias indicadas com letras A (1A, 2A etc...).
II. Na, Mg, Ca, Rb, Ba e Ra são os elementos alcalinos.
III. F, O e Cl estão entre os elementos mais eletronegativos.
Pode-se afirmar que, SOMENTE
a) I é correto.
b) II é correto.
c) III é correto.
d) I e II são corretos.
e) I e III são corretos.
Resposta: e.
Resolução:
Afirmativa I: está correta.
Afirmativa II: está errada. Na e Rb são alcalinos, entretanto Mg, Ca, Ba e Ra são alcalinos
terrosos.
Afirmativa III: está correta. A eletronegatividade cresce da esquerda pra direita e de baixo
pra cima. Flúor é o elemento mais eletronegativo.

9) (URCA/CE) - Quando colocadas em ordem crescente, de subníveis energéticos, as seguintes


configurações eletrônicas:
I. 2p6 2s2 1s2 3p6 3s2 4s2
II. 3p6 5s1 4s2 2p6 1s2 4p6 3d10 2s2 3s2
III. 3s2 1s2 3d10 2p6 2s2 4p6 3p6 4s2
IV. 3d10 2s2 4s2 2p6 1s2 4p5 3p6 3s2
Elas representam, respectivamente:
a) alcalino-terroso, alcalino, calcogênio e halogênio.
b) alcalino-terroso, alcalino, gás nobre e halogênio.
c) halogênio, calcogênio, alcalino e gás nobre.
d) gás nobre, alcalino-terroso, halogênio e calcogênio.
e) alcalino-terroso, halogênio, calcogênio e gás nobre
Resposta: b.
Resolução:
I. 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 = família 2A = alcalino-terroso.
II. 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p6 5s1 = família 1A = alcalino.
III. 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p6 = família 8A = gás nobre.
IV. 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p5 = família 7A = halogênio.

10) (Cesgranrio) - Assinale, entre os elementos abaixo, qual é o halogênio do 3º período da


Tabela Periódica:
a) Alumínio; b) Bromo; c) Cloro; d) Gálio; e) Nitrogênio
Resposta: c.
Resolução: Visualizando a tabela periódica, podemos verificar que o halogênio (7A) do 3º
período é o Cloro.

11) (ERSHC) - Assinale a alternativa que contém elementos que moram no quinto período da
tabela periódica.
a) La, U, Ni, B
b) Ag, Cd, In, O
c) He, Ne, Mo, Na
d) Xe, Tc, Zr, Ag
e) n. r. a.
Resposta: d.
Resolução: É necessário olhar a tabela periódica.

12) (UFC – CE) - Com relação à classificação periódica moderna dos elementos, assinale a
afirmação verdadeira:
a) Na Tabela Periódica, os elementos químicos estão colocados em ordem decrescente de
massas atômicas;
b) Em uma família, os elementos apresentam propriedades químicas bem distintas;
c) Em uma família, os elementos apresentam geralmente o mesmo número de elétrons na última
camada;
d) Em um período, os elementos apresentam propriedades químicas semelhantes;
e) Todos os elementos representativos pertencem aos grupos B da tabela periódica.
Resposta: c.
Resolução:
Afirmativa a: está errada. A ordem de massas atômicas é crescente na tabela.
Afirmativa b: está errada. Numa família as propriedades são semelhantes.
Afirmativa c: está correta.
Afirmativa d: está errada. Elementos de um mesmo período apresentam propriedades
distintas.
Afirmativa e: está errada. Os elementos representativos pertencem aos grupos A da tabela
periódica.

13) (PUC – RS) A substância química que está poluindo as águas de rios brasileiros, em função
do garimpo de ouro, no seu estado elementar, é um:
a) metal de elevado ponto de fusão;
b) metal do grupo 2 B da Classificação Periódica dos Elementos;
c) gás do grupo dos halogênios;
d) metal alcalino-terroso;
e) elemento representativo.
Resposta: b.
Resolução: A substância que está poluindo as águas em função do garimpo do ouro é o
mercúrio (Hg). O mercúrio é um metal localizado na família 2B.

14) (ABC) - Pertencem à família dos calcogênios:


a) O cloro e o bromo.
b) O oxigênio e o nitrogênio.
c) O selênio e o telúrio.
d) O sódio e o potássio.
e) O cálcio e o bário.
Resposta: c.
Resolução:
Calcogênios: oxigênio, enxofre, selênio, telúrio e polônio.

Questões resolvidas sobre Propriedades Periódicas e Aperiódicas dos Elementos Químicos:

1) (PUC-MG) - Os elementos que apresentam maiores energias de ionização são da família dos:
a) metais alcalino-terrosos.
b) gases nobres.
c) halogênios.
d) metais alcalinos.
Resposta: b.
Resolução: A energia de ionização corresponde à energia mínima necessária para retirar
um elétron de um átomo ou íon no estado gasoso. Ela aumenta de baixo para cima e da
esquerda para a direita, por causa disso os gases nobres possuem as maiores energias
de ionização.

2) (FEI) - As configurações eletrônicas no estado fundamental dos átomos dos elementos E1, E2
e E3 são:
E1 1s2 2s2 2p6 3s1
E2 1s2 2s2 2p6 3s2 3p5
E3 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s1
A alternativa correta é:
a) o elemento E2 tem maior raio atômico que o elemento E1.
b) o elemento E1 tem maior potencial de ionização que o elemento E3.
c) o elemento E3 tem maior afinidade eletrônica que o elemento E2.
d) os elementos E1 e E2 são metais e o elemento E é não metal.
e) o elemento E3 e os íons E2- e E1+ são isoeletrônicos.
Resposta: b.
Resolução:
Afirmativa a: está errada. E1 tem maior raio atômico que E2. Quando dois elementos
possuem o mesmo número de camadas, o que tiver menos elétrons terá o maior raio
atômico.
Afirmativa b: está correta. Quanto menor o raio atômico, maior será o potencial de
ionização. Como E1 tem raio menor que E3, obviamente possuirá potencial maior.
Afirmativa c: está errada. A afinidade eletrônica diminui com o aumento do raio atômico,
ou seja, o elemento E3 possui menor afinidade eletrônica.
Afirmativa d: está errada. E1 e E3 são metais e E2 é um não metal.
Afirmativa e: está errada. Não são.

3) (UDESC SC/2011) - De acordo com as propriedades periódicas dos elementos químicos,


analise as proposições abaixo.
I. O tamanho do raio atômico dos elementos químicos cresce da direita para a esquerda nos
periódicos e cresce de cima para baixo nos grupos.
II. O tamanho do raio atômico dos elementos químicos cresce da esquerda para direita nos
periódicos, assim como a eletropositividade.
III. O iodo apresenta raio atômico menor do que o cloro.
IV. O nitrogênio apresenta raio atômico maior do que o flúor.
Analise a alternativa correta.
a) Somente a afirmativa I é verdadeira.
b) Somente as afirmativas II e III são verdadeiras.
c) Somente as afirmativas I e III são verdadeiras.
d) Somente as afirmativas I e IV são verdadeiras.
e) Somente as afirmativas II e IV são verdadeiras.
Resposta: d.
Resolução:
Afirmativa I: está correta.
Afirmativa II: está errada. O tamanho do raio atômico cresce da esquerda para a direita na
tabela periódica.
Afirmativa III: está errada. O tamanho do raio atômico cresce de cima para baixo na tabela
periódica, ou seja, como o iodo está mais pra baixo ele possui raio atômico maior.
Afirmativa IV: está correta.

4) (UFT TO/2011) - Analise as proposições a seguir, com relação às propriedades periódicas dos
elementos químicos:
I. A eletronegatividade é a força de atração exercida sobre os elétrons de uma ligação, e
relaciona-se com o raio atômico de forma diretamente proporcional, pois à distância
núcleoelétrons da ligação é menor.
II. A eletroafinidade é a energia liberada quando um átomo isolado, no estado gasoso, captura
um elétron; portanto, quanto menor o raio atômico, menor a afinidade eletrônica.
III. Energia (ou potencial) de ionização é a energia mínima necessária para remover um elétron
de um átomo gasoso e isolado, em seu estado fundamental.
IV. O tamanho do átomo, de modo geral, varia em função do número de níveis eletrônicos
(camadas) e do número de prótons (carga nuclear).
É CORRETO o que se afirma em:
a) Apenas I, III e IV
b) Apenas III e IV
c) Apenas I e II
d) Apenas II e IV
e) I, II, III e IV
Resposta: b.
Resolução:
Afirmativa I: está errada. A eletronegatividade é inversamente proporcional ao raio
atômico.
Afirmativa II: está errada. Quanto menor o raio, maior a afinidade eletrônica.
Afirmativa III: está correta.
Afirmativa IV: está correta.

5) (PUCRS) - A característica que pertence ao elemento químico de maior eletronegatividade é


a da alternativa:
A) está localizado no 20 período e no grupo dos metais alcalinos.
B) pertence ao grupo 8 e é utilizado como medicamento para combater a anemia.
C) é lantanídio e possui 63 prótons, 63 elétrons e 89 nêutrons.
D) está localizado no grupo 14 e, na forma de óxido, entra na composição química da areia.
E) é um importante halogênio aplicado na prevenção da cárie dentária.
Resposta: e. Resolução: O elemento mais eletronegativo é o halogênio Flúor, que é
utilizado para aumentar a resistência do esmalte dentário e consequentemente prevenir a
cárie.

6) (ITA) - Qual das opções abaixo apresenta a comparação ERRADA relativa aos raios de
átomos e de íons?
a) raio do Na+ < raio do Na.
b) raio do Na+ < raio do F- .
c) raio do Mg2+ < raio do O2- .
d) raio do F- < raio do O2- .
e) raio do F- < raio do Mg2+ .
Resposta: e.
Resolução:
Afirmativa a: está correta. O raio atômico do cátion de um determinado elemento é menor
do que o raio desse elemento neutro.
Afirmativa b: está correta. Na+ e F- possuem o mesmo número de elétrons, 10. Para
átomos isoeletrônicos, terá o maior raio o que tiver menor número atômico na tabela
periódica. Como o número atômico do Sódio é 11 e do Flúor é 9, o raio de F- é maior.
Afirmativa c: está correta.
Afirmativa d: está correta.
Afirmativa e: está errada. O raio do F- é maior.

7) (Efei SP/2005) - Com relação a um mesmo grupo de elementos (ou família) da Tabela
Periódica, pode-se afirmar que átomos com maior raio atômico estão localizados:
a) No topo (extremidade superior) de seu grupo.
b) No final (extremidade inferior) de seu grupo.
c) No meio de seu grupo.
d) É impossível predizer o raio atômico de um elemento a partir de sua posição no grupo.
Resposta: b. Resolução: Num mesmo grupo (família) o raio atômico aumenta de cima para
baixo, ou seja, os maiores raios estarão localizados na extremidade inferior do grupo.

8) (UFSM-RS) - Considerando as propriedades periódicas, indique a alternativa correta:


a) Para elementos de um mesmo período, a primeira energia de ionização é sempre maior que
a segunda.
b) Com o aumento do número de camadas, o raio atômico, em um mesmo grupo, diminui.
c) Para íons de elementos representativos, o número do grupo coincide com o número de
elétrons que o átomo possui no último nível.
d) Os elementos com caráter metálico acentuado possuem grande afinidade eletrônica.
e) Para elementos de um mesmo grupo, o volume atômico aumenta com o aumento do número
Resposta: e.
Resolução:
Afirmativa a: está errada. A primeira energia de ionização é sempre menor que a segunda.
Afirmativa b: está errada. Quanto maior o número de camadas, maior o raio atômico.
Afirmativa c: está errada. Não coincide.
Afirmativa d: está errada. Os metais possuem baixa afinidade eletrônica.
Afirmativa e: está correta.

9) (UFMG) - Com relação às propriedades periódicas, é correto afirmar que, num mesmo
período, os não metais, quando comparados aos metais:
a) - São menos eletronegativos e têm menores raios atômicos;
b) - São menos eletronegativos e têm iguais raios atômicos;
c) - São mais eletronegativos e têm menores raios atômicos;
d) - Têm maiores raios atômicos e são mais eletronegativos;
e) - Têm menores raios atômicos e menores energias de ionização.

10) (Cesgranrio-RJ) - Assinale a afirmativa correta quanto aos metais alcalino-terrosos:


a) O Ba tem maior caráter metálico que o Mg.
b) O Sr tem 1ª energia de ionização maior que o Ca.
c) São mais eletronegativos que os halogênios.
d) Tem pontos de fusão mais baixos que seus vizinhos respectivos, metais alcalinos.
e) São mais reativos que os metais alcalinos.
Resposta: a.
Resolução:
Afirmativa a: está correta. O caráter metálico aumenta de cima para baixo e da direita para
a esquerda na tabela periódica. Como o Ba está mais em baixo do que o Mg, ele possui
maior caráter metálico.
Afirmativa b: está errada. A energia de ionização aumenta de baixo para cima e da
esquerda para a direita. Dessa forma, o Sr tem menor energia de ionização pois está
abaixo do Ca.
Afirmativa c: está errada. Os halogênios são mais eletronegativos.
Afirmativa d: está errada. São mais altos.
Afirmativa e: está errada. São menos.

11) (UFMG-MG) - Todas as propriedades abaixo são periódicas, exceto:


a) Caráter metálico.
b) Energia de ionização.
c) Massa atômica.
d) Raio atômico.
e) Volume atômico.
Resposta: c. Resolução: Massa atômica é uma propriedade aperiódica.

12) (UFRN-RN) - A Tabela Periódica representa, graficamente, a lei periódica e é um dos


recursos de maior utilidade para o trabalho dos químicos.
a) Consultando a Tabela Periódica, escolha um elemento representativo com energia de
ionização inferior à do potássio. Justifique a resposta.
b) Explique por que, na família dos halogênios, a temperatura de fusão aumenta com o número
atômico.
Resposta: descritiva.
Resolução:
a) Rubídio, pois apresenta uma camada a mais.

b) Devido ao aumento da nuvem eletrônica dos átomos.

13) (PUC-MG) - Os elementos que apresentam maiores energias de ionização são da família
dos:
a) metais alcalino-terrosos.
b) gases nobres.
c) halogênios.
d) metais alcalinos.
Resposta: b.
Resolução: Os gases nobres (família 8A) são os elementos com as maiores energias de
ionização.

14) (UFMG) - Comparando o cloro e o sódio, os dois elementos químicos formadores do sal de
cozinha, é possível afirmar que o cloro:
a) É mais denso.
b) É menos volátil.
c) Tem maior caráter metálico.
d) Tem menor energia de ionização.
e) Tem menor raio atômico.
Resposta: e.
Resolução: O raio atômico cresce de cima pra baixo e da direita para a esquerda na tabela
periódica. O sódio está mais para esquerda na tabela periódica do que o cloro, logo,
possui maior raio.

Confira questões resolvidas sobre as Ligações Químicas:

1) (PUC - PR-1999) - Dados os compostos:

I - Cloreto de sódio

II - Brometo de hidrogênio

III - Gás carbônico

IV – Metanol

V - Fe2O3

apresentam ligações covalentes os compostos:

A) I e V

B) III e V

C) II, IV e V

D) II, III e IV

E) II, III, IV e V
Resposta: d. Resolução: A ligação covalente é a ligação realizada entre ametal+ametal ou

ametal+hidrogênio ou hidrogênio+hidrogênio.

I - Cloreto de sódio = ligação iônica

II - Brometo de hidrogênio = ligação covalente

III - Gás carbônico = ligação covalente

IV - Metanol = ligação covalente

V - Fe2O3 = ligação iônica

2) (Covest-PE) - Assinale a alternativa que apresenta composto com ligação química

essencialmente iônica?

a) NaI. b) CO2. c) HCl. d) H2O. e) CH4.

Resposta: a.

Resolução:

NaI. = iônica.

CO2. = covalente.

HCl. = covalente.

H2O. = covalente.

CH4. = covalente.

3) (Mack-SP) - Se o caráter iônico entre dois ou mais átomos de elementos químicos diferentes

é tanto maior quanto for a diferença de eletronegatividade entre eles, a alternativa que apresenta

a substância que possui caráter iônico mais acentuado é:

(Dados: 1H, 9F, 11Na, 19K, 53I)

a) NaI b) F2 c) HI d) KI e) KF

Resposta: e. Resolução: Como diz no enunciado da questão, a substância que possui

caráter iônico mais acentuado é aquela em que seus átomos possuem a maior diferença

de eletronegatividade. Dessa forma, quem tem maior caráter iônico é o KF, porque o K tem

baixa eletronegatividade e o F é o elemento com maior eletronegatividade, ou seja, dá uma

grande diferença.

4) (UFRS) - O metal presente nas ligas de latão e bronze é:

a) ferro; b) zinco; c) estanho; d) cobre; e) alumínio.


Resposta: d. Resolução: O latão é uma liga metálica composta por cobre e zinco, já o

bronze é uma mistura homogênea de cobre e estanho.

5) (UFRN) - O cobre metálico é bastante utilizado na confecção de fios condutores de

eletricidade. Baseado na propriedade de condutividade elétrica dos metais pode-se afirmar a

respeito do fio de cobre, que:

a) é constituído de íons metálicos positivos em posições ordenadas, com os elétrons de valência

movimentando-se em todo o fio.

b) é constituído de moléculas.

c) seus átomos estão unidos por ligações iônicas.

d) as forças eletrostáticas que unem os átomos de cobre no fio são resultantes das interações

dipolo-dipolo.

e) as ligações nele existentes são covalentes.

Resposta: a. Resolução: O fio de cobre apresenta ligações metálicas entre os átomos de

cobre, que se movimentam formando uma nuvem de elétrons.

6) (Unaerp) - As ligações, predominantemente iônicas, dão origem a compostos orgânicos com

as seguintes características

a) tem baixos pontos de fusão

b) são insolúveis em água

c) são maus condutores no estado sólido, mas bons condutores quando estão dissolvidos

d) são bons condutores no estado sólido

e) são solúveis em solventes apolares

Resposta: c.

Resolução:

Afirmativa a: está errada. As ligações iônicas têm altos pontos de fusão.

Afirmativa b: está errada. São polares e por isso são solúveis em água.

Afirmativa c: está correta.

Afirmativa d: está errada. São péssimos condutores no estado sólido.

Afirmativa e: está errada. São solúveis em solventes polares e não apolares como diz a

afirmativa.

7) (FUVEST-SP) - Considere o elemento cloro formando compostos com, respectivamente,


hidrogênio, carbono, sódio e cálcio. (Consulte a tabela periódica.). Com quais desses elementos

o cloro forma compostos covalentes?

Resposta: descritiva. Resolução: Os compostos covalentes são formados através de

ligações covalentes. Lembre-se que uma ligação covalente acontece entre ametal+ametal

ou ametal+hidrogênio. O cloro (ametal) forma compostos covalentes apenas com o

hidrogênio e com o carbono (ametal), pois o sódio e o cálcio são metais.

8) (UFRGS 2007) - Nas substâncias CO2, CaO, C e CsF, os tipos de ligações químicas

predominantes são, respectivamente:

(a) a covalente, a iônica, a covalente e a iônica.

(b) a covalente, a covalente, a metálica e a iônica.

(c) a iônica, a covalente, a covalente e a covalente.

(d) a iônica, a iônica, a metálica e a covalente.

(e) a covalente, a covalente, a covalente e a iônica.

Resposta: a.

Resolução:

CO2 = covalente (ametal+ametal).

CaO = iônica (metal+ametal).

C = covalente (a ligação é feita entre elementos de carbono, que é um ametal).

CsF = iônica (metal+ametal).

9) (PUC Camp SP) - A mina de ouro é explorada pelo garimpo que, em uma parte do processo,

utiliza mercúrio para formar uma liga metálica denominada

a) málgama b) aço c) bronze d) latão e) solda

Resposta: a. Resolução: Nas áreas de garimpo do Brasil o mercúrio é largamente utilizado

no processo de separação do ouro, presente na forma de pó na lama extraída pelos

garimpeiros. A adição do mercúrio a essa lama dá origem a um amálgama de ouro.

10) (Cefet-PR) - “Nas indústrias de fabricação de alumínio, mais de 70% dos recursos

empregados é energia elétrica, um recurso que apesar de escasso ainda é muito barato no Brasil.

Este custo é ainda inferior para empresas que possuem subsídio e pagam até um terço do preço

pago pelos consumidores residenciais. Grande parte dos lingotes produzidos aqui é exportada
e, lá fora, eles são transformados em componentes automotivos e equipamentos que o Brasil

precisa comprar por um preço muito mais alto.”

(Revista Veja, ed. Abril, ano 34, nº21, 2001)

As ligações químicas entre os átomos de alumínio presentes nos lingotes produzidos são do

tipo:

a) iônica.

b) dipolo-dipolo.

c) metálica.

d) covalente.

e) cristalina.

Resposta: c. Resolução: Os átomos de alumínio fazem ligações metálicas uns com os

outros.

11) (UFLA-2001) - O sal de cozinha (NaCl), o ácido clorídrico (HCl) e a glicose (C6H12O6)

apresentam em suas estruturas, respectivamente, ligações do tipo

a) iônica, iônica e iônica.

b) covalente, covalente e covalente.

c) metálica, covalente e covalente.

d) iônica, covalente e covalente.

e) iônica, metálica e covalente.

Resposta: d.

Resolução:

NaCl = iônica.

HCl = covalente.

C6H12O6 = covalente.

12) (Covest-PE) Assinale a alternativa que apresenta composto com ligação química

essencialmente iônica?

a) NaI. b) CO2. c) HCl. d) H2O. e) CH4.

Resposta: a.Resolução: Das ligações acima, apenas NaI é iônica. As restantes são

covalentes.
Referência:
1)Brown, T. L., LeMay Jr., H. E., Bursten, B. E., Burdge, J. R.
Química a Ciência
Central Editora Pearson Prentice Hall.
2)Brady, J.E., Russell, J.W., Holum, J.R. Química A Matéria e Suas
Transformações. Volumes 1 e 2. Editora LTC.
3)Masterton, W.L., Slowinski, E. J., Stanitski, C. L. Princípios de
Química Editora Guanabara.
4)Ser Protagonista Química – Revisão © Edições SM Ltda. São
Paulo, 1ª- edição 2014
5) Química Geral , volume único. Usberco e Salvador. São Paulo.
Editors Saraiva 2013.
6)KIFFER,D. Novo método para remoção de petróleo usa óleo d
e mamona e castanha-de-caju.
Disponível em: www.faperj.br.
7)http://www.colegioacademia.com.br/admin/professores/arquivos_u
pl/28_recursos-minerais-e-meio-ambiente.pdf
8)http://www.questoesdosvestibulares.com.br/2016/09/ligacoes-
quimicas.html
9) Ricardo Feltre. Química Geral. Volume único. 2004
10) https://educacao.uol.com.br/disciplinas/quimicageral
11) https://manualdaquimica.uol.com.br/
12) https://mundoeducacao.bol.uol.com.br/quimica/quimica-
organica.htm