Você está na página 1de 47

Decidido a montar uma boa fonte para bancada (a que tenho vai até 13,8 Volts por 4

Amperes) sai na busca de um bom transformador..


Um antigo e desativado no-break, datado de uns 15 anos atrás, sem bateria e encostado
esperando um bom uso, foi o foco de minha busca..
Ele, o no-break, pode ser visto ai abaixo:
Na sua traseira, importantes informações, conferiam a certeza de que minha busca por um
transformador havia terminado..
Veja ai, na foto abaixo que a potência do mesmo é de 300VA, e a corrente no fusível da
bateria é de 20 Amperes. Isso demonstra que a corrente de primário do mesmo, como no-
break, poderia estar estimada em algo como 15 Amperes de pico (esse enrolamento passaria
a ser o secundário do transformador na nova fonte).. Verificando as tensões desse
transformador, quando alimentado com 127 Volts, foi, de 10 Volts em cada enrolamento de
fio grosso, bem grosso.. Como o transformador tem um enrolamento secundário em duas
etapas, ele seria portanto de 10+10 x 15 Amperes. Decidi portanto fazer uma fonte de 20
Volts x 10 Amperes, retificada por ponte de diodos..

Queria da fonte que a mesma fosse ajustável, desde perto de 1 Volt até 20 Volts por 10
Amperes.
Desejava também que fosse muito simples e nem exigisse montagem com placa de circuito
impresso nem nada.
Desejava tivesse ela um medidor de tensão digital até 20 Volts e um Amperímetro
analógico grande, até 10 Amperes.
Partindo para o esquemático, bolei esse dai, com o uso de um CI regulador ajustável, no
caso um LM338, com invólucro TO3. Para que a fonte pudesse oferecer 10 Amperes teria
de ter um ou dois transistores shunt. A escolha recaiu pelo TIP 147, transistor em topologia
darlington, PNP, de potência.
O esquemático da fonte projetada está ai:
Juntando o máximo de componentes que tínhamos, "em casa", deu mais ou menos esse
montante que pode ser visto ai na foto:
Como caixa para a montagem, busquei na praça uma denominada CFP121724
12x17x24cm, pela qual paguei R$ 29,90. A peça mais cara da fonte.. Veja ai ela, logo após
o processamento dos rasgos para inserção dos instrumentos de medida e da furação
Claro, após lixada e repintada, ganhou um aspecto um pouco melhor, apesar do
processamento dos furos todos feitos manualmente, com serra tico-tico, lima e furadeira...
Como o voltímetro eletrônico exige uma alimentação de 5 Volts corrente contínua, um
velho carregador de baterias de celular, com essa tensão de saída, compareceu para quebrar
o galho, sem sua caixa original. Ai ele pode ser visto em conjunto com os dois medidores,
de tensão e de corrente, ambos adquiridos há algum tempo atrás, no e-bay:
Os componentes semicondutores são esses que ai estão mostrados:
Os capacitores eletrolíticos que eu tinha eram todos de 4.700 uF x 35 Volts, o que exigiu a
única montagem em uma PCI da fonte, juntando 8 desses capacitores de modo a perfazer
uma capacitância total de 8 x 4.700 uF = 37.600 uF x 35 Volts, como pode ser visto ai:
Para a retificação usei uma ponte daquelas bem baratas (por volts de R$ 6,00) de 25
Amperes por 1.000 Volts, bem acima do necessário até, e para dissipar a mesma, nada
melhor que um dissipador daqueles usados para CPU da AMD, sem o ventilador, também
sobrando por aqui..
Veja como ficou a montagem do mesmo:
Segue abaixo, no primeiro post, a continuação da apresentação da fonte, já montada..
  4

 faller
  Autor do tópico


 Membros VIP

  9.897
 20.438 posts
 desde 11/11/2006
 Porto Alegre

 Denunciar post

 #2  

Postado 12 de agosto de 2011


Continuando a descrição da montagem da fonte ajustável de 1,2 Volts a 20 Volts x 10
Amperes, agora mostro uma visão da mesma já montada e pronta para uso:
Uma visão traseira da mesma com seu generoso dissipador para aguentar o CI e os dois
transistores de potência:
Abrindo a mesma se pode ter uma visão de como ficou a montagem interna dela.. Reparem
a generosidade do transformador, que opera frio tranquilo, bem longe de sua capacidade
toda, mesmo entregando 10 Amperes na saída da fonte:
Uma visão pelo outro lado, mostrando, em primeiro plano, o dissipador da ponte
retificadora:
Ai um detalhamento da fixação da fonte de 5 Volts (aproveitamento de antigo carregador
de celular) no interior da caixa da fonte, para alimentação do voltímetro digital:
Outro detalhe da ponte retificadora afixada em um cooler de CPU da AMD. Mesmo com 10
Amperes na saída esse conjunto fica levemente morno:
Uma visão interna da caixa, mostrando os instrumentos de medida e suas fixações:
Detalhamento dos resistores de potência, todos afixados no CI e transistores (montagem
autosuportante) sem necessidade de circuito impresso. Repare que todas as ligações de alta
corrente foram feitas com fio flexível de bom calibre, o que é de extrema importância em
uma fonte para 10 Amperes:
Ai abaixo é mostrado o range de tensão da fonte, que pode ser ajustada entre 1,2 Volts e 20
Volts:
Veja ai a fonte com carregamento exigindo 10 Amperes em uma tensão de 10,40 Volts. Ao
abrir a carga a tensão mudou para 10,42 Volts, uma alteração de insignificantes 0,02 Volts
ou 20 miliVolts de diferença de tensão entre zero Amperes e 10 Amperes de corrente,
mostrando excelente regulação de caga(melhor que 0,2% de desvio):

Não fiz lista de peças nem tampouco valorei os componentes pois na sua maioria os tinha
em casa.. A ideia aqui foi mostrar que é relativamente fácil de se fazer a montagem de uma
boa fonte ajustável para bancada, sem frescura nenhuma, sem circuito impreso e com uma
montagem robusta..
Dá trabalho sim, principalmente na elaboração da furação retangular da caixa de aço, a serra
tico-tico e lima, mas vale a pena...
Fontes derivadas dessa dai, com o que se tenha em casa, nas mais diferentes variações de
tensão e corrente, podem ser repetidas, derivadas..
Principalmente para quem tenha algum no-break velho, fora de uso, pois o mesmo pode
fornecer excelente transformador que sem a menor dúvida é o elemento mais caro de uma
montagem dessas dai. Se fosse comprar o mesmo (20 Volts x 15 Amperes) não sairia por
menos de R$ 100,00.
As peças que parecem ser figuras difíceis mas não são, são os medidores. Nem muito caros
são: Veja ai a origem deles:
Voltímetro por menos de R$ 14,00 posto em sua
casa: http://cgi.ebay.com/ws/eBayISAPI.dll?ViewItem&item=190456128622
Amperímetro sem necessidade de shunt de corrente, para 10 Amperes, por menos de R$
15,00, posto em sua casa: http://cgi.ebay.com/ws/eBayISAPI.dll?
ViewItem&item=270711654807&ssPageName=ADME:L:OC:US:1123
Único problema é o tempo de espera, para transporte, uma vez que é grátis, demora coisa de
1,5 a 2 meses para chegar...
Bom proveito para quem quiser dai tirar alguma dica de montagem de uma boa fonte de
bancada. Profissional eu diria..
Abraço...
https://www.clubedohardware.com.br/forums/topic/871394-fonte-de-alimenta
%C3%A7%C3%A3o-ajust%C3%A1vel-12-a-20v-x-10a-primeira-parte-montagem/?page=2
Postado 27 de setembro de 2011
Amigo, o TIP147 é um par Darlington (são dois transistores) e
necessita de 1,2 a 1,4 Volts como mínimo para condução, corrija ai
sua interpretação..
Não se preocupe tanto com a maior parte da corrente passar pelo
TIP e não pelo LM350, pois não existe nenhuma razão plausível
para essa sua preocupação..
A regulação não vai piorar por causa disso. O sistema
CI+Transistor vão trabalhar juntos e compor um sistema único e
estável. Tome como referência aquele da minha fonte. A maior
parte da corrente passa pelos transistores..

 Rafael.R


 Membros Plenos
  63
 898 posts
 desde 24/02/2010
 Bauru, SP

 Denunciar post

 #27  

Postado 28 de setembro de 2011


Olha eu de novo...
Funcionei a fonte e vou ilustrar aqui o que se passa. Lembrando
que a minha intenção é que a fonte tendo uma carga de até 6A, 2,5
deles devem passar pelo LM350.
* Carga em teste: lâmpada de 12V x 50W;
* Anotações entre parenteses representa valores com a fonte
tendo a dita lâmpada como carga;
* Tensão ajustada na saida para 12V redondo sem carga;
Teste 1:
No primeiro teste a fonte perde 2 volts na saída:
No segundo teste, foi colocado um resistor na base do tip e a
correção melhora bastante:

No terceiro teste, mudei o valor de entrada do LM, fazendo passar


mais corrente por ele:

Também não me agrada a queda de tensão na entrada da fonte,


depois dos diodos. O transformador é novo e enrolado para 15+15 x
8A.
O que vocês acham? O melhor que consegui foi uma queda de
0,2V, ms me parece que isso não era pra acontecer. Vou trocar o
TIP por um MJ15004 e ver o que da. Depois coloco aqui.

 faller
  Autor do tópico


 Membros VIP

  9.897
 20.438 posts
 desde 11/11/2006
 Porto Alegre

 Denunciar post

 #28  

Postado 28 de setembro de 2011


Na maior parte dos problemas que tenho visto por ai, com
implementação desse tipo de fonte, com esses CI's reguladores,
pasmem, é pela precária dissipação aplicada aos CI..
Ai ele entra num processo de proteção e a tensão de saída já não
mais responde a estabilidade que deveria manter..
Certifique-se de que estejas oferecendo suficiente dissipação ao
CI...
Eu, nas minhas fontes, não poupo dissipação que é para manter o
CI fora de sua zona de proteção térmica.
Veja ai o tamanho do dissipador e o cuidado com a pasta térmica:

 Rafael.R


 Membros Plenos
  63
 898 posts
 desde 24/02/2010
 Bauru, SP

 Denunciar post

 #29  

Postado 28 de setembro de 2011


Pessoal, acho que achei o meu problema. Quando o problema não
esta na cara, procuro a solução em lugares não obvios. Retirei o
capacitor de 10uF que fica em paralelo com o trimpot de ajuste de
tensão e a fonte passou a ter uma ótima correção.

Voltei o circuito na primeira configuração:

Agora a fonte passou a corrigir bem rápido, sem inércia. Apenas


uma queda de 0,10 volts. Isso aconteceu com a simples retirada do
capacitor de 10uF. Por favor, comentem.
Qual a função e qual o melhor capacitor para se colocar ai?

 faller
  Autor do tópico

 Membros VIP

  9.897
 20.438 posts
 desde 11/11/2006
 Porto Alegre

 Denunciar post

 #30  

Postado 28 de setembro de 2011


Uso ai, conforme recomendação do fabricante do CI, capacitor de
1 uF de tantalo.. Não tive problemas..
De qualquer modo esse capacitor dai, salvo seu eletrolítico seja
muito ruim, com alto ESL, e possa estar deixando o CI entrar em
oscilação, não poderia alterar o estado contínuo da fonte e sim sua
resposta a transientes, coisa de 10 micro segundos, não regime
contínuo..
Mas amigo, o que vale é o resultado. Se assim ficou melhor, ótimo..
Deixe estar..

 Rafael.R


 Membros Plenos
  63
 898 posts
 desde 24/02/2010
 Bauru, SP

 Denunciar post
 

 #31  

Postado 28 de setembro de 2011


Certo, vou procurar por um capacitor de tântalo. Aquele foi
retirado de outro circuito, confesso. E também ja vi outros
esquemas com o mesmo tipo de capacitor. Mas agora está bom.

 ogaittiago


 Membros Plenos
  1
 174 posts
 desde 23/10/2008
 São Paulo -SP

 Denunciar post

 #32  

Postado 29 de setembro de 2011


  faller disse:
A montagem tanto dos CI´s quanto dos transistores foi feita com
kits de montagem incluindo isolante . A fixação não dá para abrir
mão, tem de ser feita com parafusos para ser tremendamente bem
apertada, para melhorar a interação térmica entre
CI/transistor/mica/dissipador e claro, com uma boa pasta térmica e
bem fina entre todas essas superfícies citadas..
Quando falo em kit, falo em todos esses elementos dai..

Bom dia Faller.


Sompre o Kit que comentou lá na primeira pagina. ele já vem com
o que exatamente, parafusos porcas, mica, pasta e o isolador?
  faller disse:
Como caixa para a montagem, busquei na praça uma denominada
CFP121724 12x17x24cm, pela qual paguei R$ 29,90. A peça mais
cara da fonte.. Veja ai ela, logo após o processamento dos rasgos
para inserção dos instrumentos de medida e da furação
Essa caixa para montagem o codigo que cometou erá dá loja ou é
um padrão.
Já fico agradecido
Abs
Tiago Souza

 faller
  Autor do tópico


 Membros VIP

  9.897
 20.438 posts
 desde 11/11/2006
 Porto Alegre

 Denunciar post

 #33  

Postado 29 de setembro de 2011


Quano a caixa, é código do fabricante, veja a quinta dessas
dai: http://www.soldafria.com.br/caixa-de-ferro-c-404.html?
mostra_id=0&itens_pag_id=0
Mas a caixa deve ter um tamanho tal que abrigue as peças que
você tem, que bem podem ter diferentes dimensões daquelas que
usei..
Quanto ao kit para montagem de TO3, pode vir junto, soba forma
de kit, pode vir em peças separadas, as opções são as mais
diferentes possíveis..
http://www.soldafria.com.br/mica-c-23_113.html?
mostra_id=0&itens_pag_id=0
http://eletrodex.com.br/Produto-Montagem-eletronica-MICA-
ISOLANTE-TO3-COM-FURO---IMPLASTEC-versao-342-851.aspx
http://www.blucolor.com.br/pesquisa.php?
tipo=classificacao&classificacao=A
Tem de procurar..
  1

 ogaittiago


 Membros Plenos
  1
 174 posts
 desde 23/10/2008
 São Paulo -SP

 Denunciar post

 #34  

Postado 22 de outubro de 2011


Bom dia Faller!!
Desculpa estar usando o seu tópico, para sanar mais essa duvida.
Mas é o seguinte, em placas eletrônicas, quanto temos
Correntes ALTAS (em torno de 15A para cima) como é melhor
fazer o circuito sair da Placa:
Usando esses conectores ou similares:

Ou fazer a fiação sair diretamente da Placa.


Fico já agradecido, pela resposta e por eventuais comentários.
Tiago Souza
 faller
  Autor do tópico


 Membros VIP

  9.897
 20.438 posts
 desde 11/11/2006
 Porto Alegre

 Denunciar post

 #35  

Postado 22 de outubro de 2011


  ogaittiago disse:
Bom dia Faller!!
Desculpa estar usando o seu tópico, para sanar mais essa duvida.
Mas é o seguinte, em placas eletrônicas, quanto temos
Correntes ALTAS (em torno de 15A para cima) como é melhor
fazer o circuito sair da Placa:
Usando esses conectores ou similares:

Ou fazer a fiação sair diretamente da Placa.


Fico já agradecido, pela resposta e por eventuais comentários.
Tiago Souza
Ai só depende de você necessitar ou não de rápida e fácil remoção
ou troca da placa.
Se não necessitar, os fios soldados resolvem de boa..
Se necessitar, essa sua opção é boa, ou com conectores faston
como aqueles que usei..
  1

 SuperRafael33


 Membros Plenos
  0
 97 posts
 desde 13/12/2010
 Cerro Azul-PR

 Denunciar post

 #36  

Postado 1 de novembro de 2011


[quote name=
O esquemático da fonte projetada está ai:
]
.

 faller
  Autor do tópico


 Membros VIP

  9.897
 20.438 posts
 desde 11/11/2006
 Porto Alegre

 Denunciar post
 

 #37  

Postado 1 de novembro de 2011


  Rafael novato disse:
Olá faller gostaria de saber se posso utilizar o ci ka317 no lugar do
338? grato!
Pode sim.. Talvez, no máximo dos máximos, tenhas de ajustar
muito pouco o resistor de amostragem de corrente na entrada do
mesmo..
Faça desse modo e mecha nele se o desempenho não ficar de
acordo com o que desejas..

 SuperRafael33


 Membros Plenos
  0
 97 posts
 desde 13/12/2010
 Cerro Azul-PR

 Denunciar post

 #38  

Postado 2 de novembro de 2011


  faller disse:
Talvez, no máximo dos máximos, tenhas de ajustar muito pouco o
resistor de amostragem de corrente na entrada do mesmo..
Olá esse ressitor de amostragem é o de 1r 5w certo? até uns 10r
da certo no lugar dele né? pois dai o 317 trabalhra descansado e
so os tip's vão fazer o trabalho pesado certo? Grato!

 faller
  Autor do tópico

 Membros VIP

  9.897
 20.438 posts
 desde 11/11/2006
 Porto Alegre

 Denunciar post

 #39  

Postado 2 de novembro de 2011


  Rafael novato disse:
Olá esse ressitor de amostragem é o de 1r 5w certo? até uns 10r
da certo no lugar dele né? pois dai o 317 trabalhra descansado e
so os tip's vão fazer o trabalho pesado certo? Grato!
É isso dai mesmo.. Nem é necessário chegares lá nos 10R. Bem
menor eu diria... Acho mesmo que com o de 1R5 vai funcionar
legal.. No máximo dos máximos 4R7 talvez..

 burn/omegafire


 Membros Plenos
  3
 85 posts
 desde 14/04/2006
 RJ- Rio de janeiro

 Denunciar post

 
 #40  

Postado 2 de novembro de 2011


A fonte ficou um sonho de consumo! Parabéns!

 mrvalterhugo


 Membros Plenos
  8
 560 posts
 desde 21/09/2010
 Londres

 Denunciar post

 #41  

Postado 5 de novembro de 2011


seria possivel trocar o trafo por um de 3,4,5 A?

 faller
  Autor do tópico


 Membros VIP

  9.897
 20.438 posts
 desde 11/11/2006
 Porto Alegre

 Denunciar post

 

 #42  

Postado 5 de novembro de 2011


  mrvalterhugo disse:
seria possivel trocar o trafo por um de 3,4,5 A?
Evidente que sim, e nesse caso nem necessita de dois
transistores. Pode ser Só o CI, se for o LM338 ou o CI e um
transistor, se for o LM317...
Esse tipo de topologia de fonte é tão simples que pode tudo...
Outro transformador, outra potência outra tensão...

 Phoenixz


 Membros Juniores
  0
 2 posts
 desde 30/10/2011
 Jundiaí, SP

 Denunciar post

 #43  

Postado 5 de novembro de 2011


Mr. Faller,
ia mandar essa duvida via mensagem privada, mas infelizmente
novos usuários não podem enviar mensagens privadas até terem
postado pelo menos 5 vezes  , bom, segue então a minha dúvida:
Boa tarde,
antes de mais nada, me desculpe por lhe mandar uma mensagem
sem nem lhe conhecer!
Li seus dois posts que explicam o funcionamento das fontes e os
motivos para não usa-las.
Estou montando um computador que utilizará uma fonte de 750W
(por causa da quantidade de coolers e outros fatores) e um monitor
(50W, lcd), estarei conectando ambos no mesmo dispositivo.
A minha duvida seria qual filtro o senhor sugere para esse caso?
(infelizmente não entendo nada sobre elétrica, então uma resposta
do genero "um filtro de linha" não seria o suficiente para
esclarecer minha duvida, visto que desconheco a diferenca entre
os modelos ou marcas, em termo de qualidade e durabilidade.
Desde ja muito obrigado, e desculpe novamente pelo abuso de sua
boa vontade (eu espero!  )
Em minha pesquisa, encontrei este dispositivo denominado:
Modulo de proteção, http://www.atera.com.br/dispprod.asp?
COD=PT100011P, o senhor acha que valhe a pena considerar isto
ao invés do filtro de linha? ou isto é a mesma cosia que um
estabilizador camuflado com 1 nome diferente (olhei as
especificacoes, parce 1 shortbreak, só q sem a bateria, sei la =[)
Bom, fico no aguardo, MUITO OBRIGADO de qualquer forma

 mrvalterhugo


 Membros Plenos
  8
 560 posts
 desde 21/09/2010
 Londres

 Denunciar post

 #44  

Postado 5 de novembro de 2011


esse esquema que fiz esta correto?
http://imageshack.us/photo/my-images/411/imagemqwy.jpg/
obs:imaginem que do lm337 esta o lm338 por que no proteus não
tinha;
não sei a polaridade do capacitor,se o parte rachurada e positivo
ou negativo e vice-versa.
portanto se tiver errado me corrijam.

 speednoz

 Membros Plenos
  0
 741 posts
 desde 07/12/2007
 Joinville, Santa Catarina

 Denunciar post

 #45  

Postado 5 de novembro de 2011


Na verdade, até hoje eu não entendo porque os próprios
datasheets trazem um capacitor de valor baixo na saída do
regulador se o próprio já trata de fazer um corte na onda e deixa-la
continua.

 faller
  Autor do tópico


 Membros VIP

  9.897
 20.438 posts
 desde 11/11/2006
 Porto Alegre

 Denunciar post


 

 #46  

Postado 5 de novembro de 2011


  Phoenixz disse:
Mr. Faller,
ia mandar essa duvida via mensagem privada, mas infelizmente
novos usuários não podem enviar mensagens privadas até terem
postado pelo menos 5 vezes  , bom, segue então a minha dúvida:
Boa tarde,
antes de mais nada, me desculpe por lhe mandar uma mensagem
sem nem lhe conhecer!
Li seus dois posts que explicam o funcionamento das fontes e os
motivos para não usa-las.
Estou montando um computador que utilizará uma fonte de 750W
(por causa da quantidade de coolers e outros fatores) e um monitor
(50W, lcd), estarei conectando ambos no mesmo dispositivo.
A minha duvida seria qual filtro o senhor sugere para esse caso?
(infelizmente não entendo nada sobre elétrica, então uma resposta
do genero "um filtro de linha" não seria o suficiente para
esclarecer minha duvida, visto que desconheco a diferenca entre
os modelos ou marcas, em termo de qualidade e durabilidade.
Desde ja muito obrigado, e desculpe novamente pelo abuso de sua
boa vontade (eu espero!  )
Em minha pesquisa, encontrei este dispositivo denominado:
Modulo de proteção, http://www.atera.com.br/dispprod.asp?
COD=PT100011P, o senhor acha que valhe a pena considerar isto
ao invés do filtro de linha? ou isto é a mesma cosia que um
estabilizador camuflado com 1 nome diferente (olhei as
especificacoes, parce 1 shortbreak, só q sem a bateria, sei la =[)
Bom, fico no aguardo, MUITO OBRIGADO de qualquer forma
Veja que como descrição de proteção ele fala:
- Máxima proteção de surto: 276 J
- Máxima corrente de pico 8/20µs: 4500 A
Isso dai é típico de proteções bem simples e ainda cita sua função
de estabilização. Um estabilizador disfarçado me parece e botando
fora 7% (eficiência de 93%) da energia por ele processada, para
nada, absolutamente nada além de atrapalhar...
  mrvalterhugo disse:
esse esquema que fiz esta correto?
http://imageshack.us/photo/my-images/411/imagemqwy.jpg/
obs:imaginem que do lm337 esta o lm338 por que no proteus não
tinha;
não sei a polaridade do capacitor,se o parte rachurada e positivo
ou negativo e vice-versa.
portanto se tiver errado me corrijam.
Por partes:
- Quanto a simbologia dos capacitores, tenho visto os mesmos por
ai, quando representados com esse símbolo que você usou, com o
retângulo preenchido sendo o terminal negativo, portanto os seus
estariam todos invertidos..
- Aquele resistor de 1 ohm, na entrada do CI, não tem função
nenhuma, não sei por que o colocaste ai..

- Ao meu ver deverias colocar um diodo entre os terminais de


entrada e saída do LM338, inversamente polarizado, ou seja, com
seu catodo na entrada e anodo na saída igual aquele do meu
esquemático....
- Com aqueles valores de componentes, rwsistor de 330 ohms
entre o pino de saída e o de ajuste do CI e potenciômetro de 2k7,
vai conseguir variar a tensão desde 1,2 Volts até 11 Volts mais ou
menos.. É isso que queres???
  speednoz disse:
Na verdade, até hoje eu não entendo porque os próprios
datasheets trazem um capacitor de valor baixo na saída do
regulador se o próprio já trata de fazer um corte na onda e deixa-la
continua.
A função daquele capacitor de baixo valor não é de filtragem da
baixa frequência, como o é aquele de alto valor. Capacitores
eletrolíticos, pelo seu tamanho e pelo seu bobinado de folhas,
acabam tendo uma componente indutiva de baixo valor que
atrapalham as altas frequências existentes ai nesse ponto.. A
função dos capacitores pequenos, de baixo valor e de preferência
constituidos por placas em paralelo, não bobinadas é a de eliminar
essas componentes de alta frequência.
Veja ai o modelo equivalente de um capacitor eletrolítico de alto
valor. Note que lá existe uma pequena indutância (ESL)

 =insane=


 Membros Plenos
  28
 2.188 posts
 desde 19/01/2007
 Curitiba-PR
 Denunciar post

 #47  

Postado 5 de novembro de 2011


Faller, você poderia explicar como os transistores atuam
fornecendo mais corrente à saída, porém mantendo a tensão do
regulador?
Já vi topologia semelhante (transistores em "paralelo") mas
usando NPNs, com a base ligada na saída do regulador (e não na
entrada). Mas neste caso, eu acho que entendi como funciona, pois
o coletor vai ligado na entrada, assim o transistor atuaria como um
segundo regulador, pois a tensão no emissor(saída do circuito)
seria muito próxima da tensão da base (tipo seguidor de emissor).
Já nesse esquema que você postou eu não entendi muito bem
(eletronica analógica é meu fraco  )
Pergunto pois tenho uma fontezinha montada com LM317 aqui, e
alguns tip2955 encostados, então queria saber um pouco melhor o
funcionamento deste circuito antes de me arriscar a montar algo
semelhante.
E parabéns pela montagem, ficou muito boa.

 faller
  Autor do tópico


 Membros VIP

  9.897
 20.438 posts
 desde 11/11/2006
 Porto Alegre

 Denunciar post

 

 #48  

Postado 5 de novembro de 2011


Imagine essa topologoia dai:

Imagine agora uma corrente de 1 Ampere passando pelo resistor


de 1 ohm.
Essa corrente provocará uma queda de tensão de 1R x 1 A = 1
Volts nesse resistor.
Note que entre emissor e base do transistor vai existir uma queda
da ordem de 0,7 Volts, sobrando desses 1 Volts sobre o resistor de
1 ohm (1 Volts) 0,3 Volts sobre o resistor de 0,1 ohm, no emissor
do transistor.
Ora, 0,3 Volts divididos por 0,1 Ohm vai dar uma corrente de 3
Amperes através desse resistor e consequentemente atraves do
emissor-coletor do transistor.
Adicionalmente existirá uma corrente de base do transistor, que
passará pelo regulador. Essa corrente é da ordem de 3A/50 = 60
miliAmperes. (o valor de 50 é referente a um ganho típico, ou hfe,
de um transistor desses dai)
Nessa hora se poderia dizer que a fonte estaria entregando, na
saída, algo como 1A + 3A + 60 miliAmperes, ou seja, um total de
4,06 Amperes
Note que tanto mais corrente é tomada da saída mais o regulador
irá dividir com o transistor esse fornecimento da mesma, pois se
aumentar a demanda de corrente no CI, aumentará também a
queda sobre o resistor de 1 Ohm e mais corrente passará pelo
transistor.
Com uma enorme diferença sobre aquelas outras fontes que
alimentam a base de um transistor NPN com a tensão regulada
delas que é a estabilidade ou regulação da tensão de saída.. Como
mostrei numa foto, essa minha fonte varia coisa de 20 mili Volts
entre uma corrente de saída de zero Amperes e uma corrente de
saída de 10 amperes, ou seja, muito estável e regulada.. Aquele
outro tipo de fonte que citas tem uma regulagem desastrosa..
Chega variar de 1 Volt a saída sem corrente e com corrente..
Outra vantagem dessa topologia dai, com transistor PNP.. O CI é
protegido por curto e por temperatura.. Essa proteção suprime a
corrente através do CI e desse modo através do resistor de 1 ohm..
Com corrente abaixo de 600 mili Amperes o transistor está fora do
circuito.. É como se ele nem existisse. As proteções do CI são
extendidas ao transistor portanto..
Eu costumo colocar o transistor no mesmo dissipador do CI e bem
próximo do mesmo, de modo que a potência dissipada no
transistor aqueça também o CI e desse modo faça o mesmo entrar
em proteção térmica se necessário for, por alta temperatura,
desse modo também cortando o transistor..
Quanto a como o regulador faz para regular a tensão mesmo com
um transistor em paralelo?? É só entender que o regulador, para
manter estável a tensão de saída, vai suprimir a corrente se a
tensão estiver querendo subir e vai passar a fornecer mais
corrente se a tensão estiver querendo baixar. Desse modo ele
mantém estável a tensão de saída mesmo com corrente variável..
Essa corrente é amostrada no resitor de 1 ohm e pede ajuda ao
transistor se necessário for.. Só isso, nada mais que isso..
O transistor age como seu nome sugere (transistor é um acrônimo
de "tranference resistor") que nada mais é do que um resistor
variável controlado pela corrente de base do mesmo..
Espero que tenhas entendido..

 =insane=


 Membros Plenos
  28
 2.188 posts
 desde 19/01/2007
 Curitiba-PR

 Denunciar post

 #49  

Postado 8 de novembro de 2011


Muitíssimo obrigado pela resposta Faller, aliás, foi praticamente
uma aula 
Ficou bem mais claro o porque desta topologia ser mais estável e
até mais segura que a outra que citei. Abandonei de vez a ideia de
montar aquela.
É que eu não gosto de montar um circuito sem saber o
funcionamento do mesmo, pois se estiver diante de algum
problema, a falta de experiencia me faz ficar "perdido".
Quando puder, tentarei montar com lm317 e tip2955 e digo o
resultado da experiencia.
Novamente, obrigado! E fico no aguardo de novas montagens.

 ls.bastos


 Membros Plenos
  9
 545 posts
 desde 08/08/2004
 Rio de Janeiro / RJ

 Denunciar post

 #50  

Postado 8 de novembro de 2011


Olá amigo, antes de tudo, parabéns pela montagem, ficou muito
legal!
Estou pra montar uma fonte ajustável também, mas estou na
dúvida se faço uma com 5 ou 10A. Sobre este seu projeto, se eu
modificar o trafo para um de 24VAC na saída, será que a fonte
entregará 24Vdc na saída ajustada?

olá faller, queria montar uma fonte igual a sua só que de 0V até 12V, como faço?
será 10A mesmo!
Teria como me passar um esquema?

 faller
  Autor do tópico


 Membros VIP

  9.897
 20.438 posts
 desde 11/11/2006
 Porto Alegre

 Denunciar post

 #52  

Postado 8 de novembro de 2011


  ls.bastos disse:
Estou pra montar uma fonte ajustável também, mas estou na dúvida se faço uma com 5 ou
10A. Sobre este seu projeto, se eu modificar o trafo para um de 24VAC na saída, será que a
fonte entregará 24Vdc na saída ajustada?
Não garanto que ela conseguirá entregar 24 Volts x 10 Amperes.. Talvez a corrente total ela
entregue somente com uma tensão pouco menor, pouca coisa... No entanto sim ela
conseguirá entregar 24 Volts na saída, bastando para tal mudar o valor do resistor entre o
pino de saída do CI e seu pino de ajuste de 330 para 250 Ohms, mantendo o potenciometro
em 4k7..
  nycolas95 disse:
olá faller, queria montar uma fonte igual a sua só que de 0V até 12V, como faço?
será 10A mesmo!
Teria como me passar um esquema?
Só mude o potenciômetro para 2k2 e mude o resistor de 330 para 270 ohms..
O transformador pode ter uma tensão da ordem de 13 a 15 Volts...

 nycolas95


 Membros Plenos
  10
 203 posts
 desde 04/10/2009
 Americana, SP

 Denunciar post

 #53  

Postado 9 de novembro de 2011


olá faller,
Vou montar esse seu esquema, agora veja bem, o potenciometro de 4k7 pode ser aqueles
lineares normais né?
Se eu quisse manter a tensão de saída sempre em 20V é só trocar o potênciometro 4k7 por
um resistor de mesmo valor com potência 5W+-?
E se por acaso eu quisesse colocar uma outra saida de 12V o que teria de fazer no circuito?
(ficando então a saída de 20V fixa e a de 12V fixa)
Se tiver como responder as perguntas separadamente, ficarei muito agradecido, obrigado
por compartilhar conosco essa fonte ;D
@faller
só achei capacitores de 0R10 e 0R22 x 5W qual seria melhor comprar?
poderia comprar no lugar do LM338 um LM339?

 faller
  Autor do tópico


 Membros VIP

  9.897
 20.438 posts
 desde 11/11/2006
 Porto Alegre

 Denunciar post

 #54  

Postado 9 de novembro de 2011


  nycolas95 disse:
olá faller,
Vou montar esse seu esquema, agora veja bem, o potenciometro de 4k7 pode ser aqueles
lineares normais né?
Tanto mais linear o potenciômetro mais linear a variação da tensão com o giro do mesmo.
Use um linear mesmo..
  nycolas95 disse:
Se eu quisse manter a tensão de saída sempre em 20V é só trocar o potênciometro 4k7 por
um resistor de mesmo valor com potência 5W+-?
Exatamente.. o melhor mesmo é ajustares para 20 Volts a tensão da fonte, desligar a mesma,
desconectar um dos lados do potenciômetro e medir a resistência do mesmo. Colocando
essa resistência, nesse valor, recuperas a tensão de 20 Volts. A dissipação do resistor será de
menos de 0,1 Watt. Pode colocar de 1/4 ou 1/8 de Watt.
Ou coloques uma resistência pouco mais baixa que o valor descoberto e um trim-pot de
baixo valor em série com a mesma. Ai dá ajuste fino..
Trim-pot:

  nycolas95 disse:
E se por acaso eu quisesse colocar uma outra saida de 12V o que teria de fazer no circuito?
(ficando então a saída de 20V fixa e a de 12V fixa)
Repita o circuito, dobre a fonte, faça duas fontes. Se a fonte de 12 Volts fixo puder ser de
até 1 ampere, use o LM7812 e não terás de colocar mais nenhuma peça.. Se for necessário
maior corrente, duplique essa fonte dai..
  nycolas95 disse:
@faller
só achei capacitores de 0R10 e 0R22 x 5W qual seria melhor comprar?
0R10 e 0R22 são resistores e não capacitores...
Qualquer uma das duas serve..
  nycolas95 disse:
poderia comprar no lugar do LM338 um LM339?
Seria como eu querer ir para Santa Catarina e em vez de usar a BR101, por não ter achado a
mesma, procurar a BR102, ou a BR100
Não tem absolutamente nada a ver, são componentes totalmente diferentes um do outro..
Pode usar o LM317, mas o LM339, só pelo nome dele e a cara vais ver que não dá..

 nycolas95


 Membros Plenos
  10
 203 posts
 desde 04/10/2009
 Americana, SP

 Denunciar post


 

 #55  

Postado 9 de novembro de 2011


me perdoe pelo erro do capacitor / resistor, nem notei que tinha escrito errado.
faller o LM338 tem o encapsulamento TO3? já o LM317 tem outro tipo que não me lembro,
isso não irá mudar nada? a corrente do LM317 não tem a capacidade bem menor?
em minha fonte antiga tinha 2 "reguladores" com encapsulamento TO3 mas não achei nada
escrito neles.
são esses : V
http://img857.imageshack.us/img857/5571/foto0313t.jpg

 faller
  Autor do tópico


 Membros VIP

  9.897
 20.438 posts
 desde 11/11/2006
 Porto Alegre

 Denunciar post

 #56  

Postado 9 de novembro de 2011


  nycolas95 disse:
...faller o LM338 tem o encapsulamento TO3? já o LM317 tem outro tipo que não me
lembro, isso não irá mudar nada? a corrente do LM317 não tem a capacidade bem menor?
em minha fonte antiga tinha 2 "reguladores" com encapsulamento TO3 mas não achei nada
escrito neles.
são esses : V
http://img857.imageshack.us/img857/5571/foto0313t.jpg
Sim o LM317 tem uma menor capacidade de manipular corrente.
Se auxiliado por transistores ele se comporta bem para fontes com até 10 a 15 Amperes de
saída.Lembre-se que ele, o regulador, não será quem manipula a maior parte da corrente.
Ele age como driver de corrente para os transistores auxiliares e estabiliza a tensão de saída,
justo suprimindo essa corrente de controle aos mesmos, se e quando necessário..
Se sua fonte for bem antiga eles bem podem ser transistores 2N3055..
Mas podem ser muitos outros componentes. Impossível se dizer sem teste ou exercício de
pesquisa até mesmo em cima do restante do circuito..

 nycolas95


 Membros Plenos
  10
 203 posts
 desde 04/10/2009
 Americana, SP

 Denunciar post

 #57  

Postado 9 de novembro de 2011


Então, poderia me indicar algo no qual eu possa facilmente substituir o LM338, pode ser de
TO3 pois o dissipador já está furado.
De preferência, irei comprar pelo site "soldafria".
Agradeço por todo o apoio e me desculpe pela "burreza" sei um pouco sobre eletrônica, mas
não o bastante para fazer alterações em componentes / circuitos.
Achei em uma eletrônica proximo de casa , um LM317 com encapsulamento TO3

 faller
  Autor do tópico


 Membros VIP

  9.897
 20.438 posts
 desde 11/11/2006
 Porto Alegre

 Denunciar post
 

 #58  

Postado 10 de novembro de 2011


  nycolas95 disse:
Então, poderia me indicar algo no qual eu possa facilmente substituir o LM338, pode ser de
TO3 pois o dissipador já está furado.
De preferência, irei comprar pelo site "soldafria".
Agradeço por todo o apoio e me desculpe pela "burreza" sei um pouco sobre eletrônica, mas
não o bastante para fazer alterações em componentes / circuitos.
Achei em uma eletrônica proximo de casa , um LM317 com encapsulamento TO3
Sinceramente amigo..
Veja ai sua pergunta e pergunte-se a si próprio se você entendeu do que ela se refere???
"poderia me indicar algo no qual eu possa facilmente substituir o LM338???"
Simplesmente não dá para entender o que queres..
Poderia fechar os olhos, nem tentar entender o que realmente querias saber e te responder...
Algo no qual poderia facilmente substituir o LM338..
Esse algo pode ser uma fonte.. Essa é a resposta.. Uma fonte é algo aonde podes substituir o
LM 338..
Sinto, mas não deu para perceber nem o cheiro da tua dúvida. Duvido que tu mesmo
consigas entender...
A qualidade das respostas sempre é diretamente proporcional a clareza da pergunta..

 nycolas95


 Membros Plenos
  10
 203 posts
 desde 04/10/2009
 Americana, SP

 Denunciar post

 #59  

Postado 10 de novembro de 2011


me desculpe Mr. Faller ;D tinha escrito sem ler (Y)
poderia me indicar algum componente no qual seja o substituto do LM338, sem fazer
alterações no circuito? em uma eletronica proxima de casa achei o LM317 no
encapsulamento TO3, esse poderia ser um substituto?

 faller
  Autor do tópico


 Membros VIP

  9.897
 20.438 posts
 desde 11/11/2006
 Porto Alegre

 Denunciar post

 #60  

Postado 10 de novembro de 2011


  nycolas95 disse:
....poderia me indicar algum componente no qual seja o substituto do LM338...
Tomara que na eletrônica sejas melhor que na redação, em português...
"Um componente no qual (no qual significa ai nesse componente) seja o substituto do
LM338???"
A concordância tá um desastre ai, mas deu agora para entender que queres um substituto
para o LM338. Porque não simplificar o pedido???
Podes usar:
LM138 e LM238 => Ambos substititos diretos, sem nenhuma alteração, podendo entregar
5 Amperes e sendo encontrados em TO3. Só duvido que os encontre..
LM150, LM250, LM350 => Todos substitutos diretos mas com uma corrente final pouco
mais baixa, de 3 Amperes somente e podem ser encontrados em TO3.
LM117, LM217, LM317 => Substitutos diretos mas com uma corrente final mais baixa
ainda, da ordem de 1,5 Amperes. São mais comuns em TO220, mas podem ser encontrados
em TO3 também.
Tome só um cuidado com a pinologia que pode, conforme o modelo ou fabricante, mudar
de um dispositivo para o outro. Vale consultar o datasheet..
Leia mais, muito mais. Ler ajuda a bem escrever..

 nycolas95

 Membros Plenos
  10
 203 posts
 desde 04/10/2009
 Americana, SP

 Denunciar post

 #61  

Postado 10 de novembro de 2011


Então será difícil montar essa fonte, nenhum dos LM's que possuem uma corrente de 10A
eu consigo encontrar, e se fosse para fazer uma fonte com 1,5A seria um disperdicio de
transformador.
Teria alguma loja online que eu encontre algum desses LM's?
soldafria - não tem nenhum de 10A
farnel - procurei rapído pelos LM's de 10A não achei nenhum
Queria muito fazer essa fonte, mas pelo que estou vendo, não vai dar certo.
@IMAGEM QUE POSTEI UM POUCO ACIMA
Com uma lanterna e uma lupa, consegui enxergar alguns traços do que estava escritos
naqueles "reguladores" com encapsulamento TO3, pelo que consigo ler é algo parecido com
"2N2055, 2N3055" algo assim.

 faller
  Autor do tópico


 Membros VIP

  9.897
 20.438 posts
 desde 11/11/2006
 Porto Alegre

 Denunciar post

 

 #62  

Postado 10 de novembro de 2011


  nycolas95 disse:
Então será difícil montar essa fonte, nenhum dos LM's que possuem uma corrente de 10A
eu consigo encontrar, e se fosse para fazer uma fonte com 1,5A seria um disperdicio de
transformador.
Teria alguma loja online que eu encontre algum desses LM's?
soldafria - não tem nenhum de 10A
farnel - procurei rapído pelos LM's de 10A não achei nenhum
Acorde amigo..
Não vais encontrar nenhum CI regulador de 10 Amperes e nem necessitas..
Note que justo nesse tópico onde estamos, lá no início, apresento um diagrama de uma fonte
ajustável de 1,2 a 20 Volts com capacidade de fornecer até 10 Amperes e uso um LM338
para isso, auxiliado por transistores baratos e de fácil acesso..
Poderia ter feito a fonte para até 15 Amperes pois o transformador atenderia. Era só colocar
um transistor a mais.. Não fiz por não necessitar de tamanha potência..
Se não achares o LM338, podes usar o LM317, de fácil aquisição e de baixo custo (menos
de R$ 1,00).. Acorde portanto amigo...
  nycolas95 disse:
@IMAGEM QUE POSTEI UM POUCO ACIMA
Com uma lanterna e uma lupa, consegui enxergar alguns traços do que estava escritos
naqueles "reguladores" com encapsulamento TO3, pelo que consigo ler é algo parecido com
"2N2055, 2N3055" algo assim.
Como imaginei e citei, deve ser um 2N3055..
Vale R$ 3,00 cada um e não te ajuda na elaboração da fonte por ser NPN e a fonte exigir
transistor darlington PNP.

 arh


 Membros Plenos
  40
 722 posts
 desde 13/05/2011
 mg

 Denunciar post

 
 #63  

Postado 12 de novembro de 2011


boa noite colegas do forum, caro faler, to precisando fazer uma fonte de 5 amp. 25v
e tenho aqui um lm 317
e o tip 120 e o 122, teria como fazer com esses tip? nao sei olhar no datasheet, mas to vendo
o datasheet do 147 e do 122 e comparando os 2.
mas como nao sei qual as caracteristicas principais que deve ser olhada, gostaria de tua
ajuda.
sera que consigo fazer esta fonte com estes tip, colocando 1 ou 2 ou 10 tip em paralelo
conseguiria esses 5 amp?

 faller
  Autor do tópico


 Membros VIP

  9.897
 20.438 posts
 desde 11/11/2006
 Porto Alegre

 Denunciar post

 #64  

Postado 12 de novembro de 2011


  arh disse:
boa noite colegas do forum, caro faler, to precisando fazer uma fonte de 5 amp. 25v
e tenho aqui um lm 317
e o tip 120 e o 122, teria como fazer com esses tip? nao sei olhar no datasheet, mas to vendo
o datasheet do 147 e do 122 e comparando os 2.
mas como nao sei qual as caracteristicas principais que deve ser olhada, gostaria de tua
ajuda.
sera que consigo fazer esta fonte com estes tip, colocando 1 ou 2 ou 10 tip em paralelo
conseguiria esses 5 amp?
Até daria se ele fosse PNP.
Os transistores que são PNP desse par dai são TIP125, TIP126 e TIP 127.
Com dois deles e um LM 317 tira fácil 5 Amperes ajustáveis até 25 Volts..
O transistor tem de ser
- PNP
- Aguentar no mínimo 5 Amperes
- Ser Darlington ( na verdade são dois transistores em série)

 nycolas95


 Membros Plenos
  10
 203 posts
 desde 04/10/2009
 Americana, SP

 Denunciar post

 #65  

Postado 13 de novembro de 2011


Já estou começando a montar a fonte, comprei boa parte dos componentes, falta o LM317
-TO3, capacitores de filtro e o resistor de 0R15 que na minha cidade só achei de 0R33!

 faller
  Autor do tópico


 Membros VIP

  9.897
 20.438 posts
 desde 11/11/2006
 Porto Alegre

 Denunciar post


 

 #66  

Postado 13 de novembro de 2011


  nycolas95 disse:
Já estou começando a montar a fonte, comprei boa parte dos componentes, falta o LM317
-TO3, capacitores de filtro e o resistor de 0R15 que na minha cidade só achei de 0R33!
Dois desses de 0R33 em paralelo e está resolvido, se não achares o de 0R15
Improvise vai..

 arh


 Membros Plenos
  40
 722 posts
 desde 13/05/2011
 mg

 Denunciar post

 #67  

Postado 13 de novembro de 2011


faller, nao to entendendo como tu calculaste esses
resistor http://i137.photobucket.com/albums/q227/lafaller/Fonte12a20V10A-
Esquemticodafonte.jpg
(voce esplico de outra forma na pagina passada mas nao entendi)
depois de filtranda digamos que ta 20v, através do resistor de 1R nao taria uma corrente de
20A ali nao?
acho que descobri o que ta me complicando, to olhando so o resistor e pra fazer os calculos
tem que somar as quedas de tensão da malha né

 Rafael.R


 Membros Plenos
  63
 898 posts
 desde 24/02/2010
 Bauru, SP

 Denunciar post

 #68  

Postado 13 de novembro de 2011


Faller como vai? Ja estou montando estás fontes a algum tempo (pois precisei de algumas)
mas ainda tenho dúvidas e como o tópico está movimentado te mando umas:
Esta é a minha fonte:

1º. Supondo que eu queira que meu regulador trabalhe no máximo a 1,2A, o cálculo é
0,7V/1,2A ou 0,6V/1,2A? Qual é a tensão correta que o resistor deve amostrar? 0,6V ou
0,7V?
2º. Se eu colocar uma carga e ir aumentando a corrente linearmente sei que o CI (conforme
o cálculo acima) ira trabalhar sozinho até 1,2A, acima disso o transistor ira ajudar. Até ai
tudo bem, mas conforme o consumo continua a aumentar até 10A ou mais, o CI LM317
ficará somente nos 1,2A ou pode aumentar também?
3º. Quando se calcula a corrente limite no Circuito Integrado, conforme a 1º questão, isto
deve ser feito em um determinado regime de tensão x corrente ou isto vale para toda a faixa
de tensão x corrente?
Me explico melhor:
Quero que minha fonte tenha em 12V uma corrente de 10A e destes, 1,2A passem pelo
LM317. Então o resistor na entrada do CI será de (0,7/1,2A) 0,58Ω
Agora, se eu for configurar a fonte para 20V x 10A, os cálculos são sempre os mesmo?
4º e ultima. Quanto ao resistor de polarização, os datasheets sempre mostram um valor de
240Ω, mas eu coloco 220Ω pois é o valor comercial encontrado. Este valor de 220Ω
influência no valor da tensão final? como no meu esquema acima, sempre coloco
potenciômetro de 5k, ja que 4k7 é difícil. Gostaria de entender como calcular este resistor.
Desculpe o texto longo e tantas perguntas:wacko:
Agradeço muito!

 faller
  Autor do tópico


 Membros VIP

  9.897
 20.438 posts
 desde 11/11/2006
 Porto Alegre

 Denunciar post

 #69  

Postado 13 de novembro de 2011


  arh disse:
faller, nao to entendendo como tu calculaste esses
resistor http://i137.photobucket.com/albums/q227/lafaller/Fonte12a20V10A-
Esquemticodafonte.jpg
(voce esplico de outra forma na pagina passada mas nao entendi)
depois de filtranda digamos que ta 20v, através do resistor de 1R nao taria uma corrente de
20A ali nao?
acho que descobri o que ta me complicando, to olhando so o resistor e pra fazer os calculos
tem que somar as quedas de tensão da malha né
Se olhares e entenderes essa distribuição de correntes ai, será meio caminho andado para
saber como é que uma fonte dessas funciona..
Note que tentei mostrar o caminho de cada corrente, para uma saída de 10 Amperes, não
importando a tensão de saída.. A tensão de entrada menos a tensão de saída vai estar ai
distribuida sobre a junção coletor emissor dos transistores, entre entrada e saída do CI (e por
isso eles aquecem, pelo produto dessa tensão diferencial multiplicada pela corrente em cada
um deles)
Algumas simplificações foram assumidas:
- Um hfe de 400 para o transistor darligton;
- Uma tensão Vbe de 1,4 Volts nas condições de corrente analisadas;
Uma breve explicação:
Note que se uma corrente de 2 Amperes passar pelo resistor de 1 ohm causará uma queda de
tensão sobre o mesmo de 2Volts.
Desses 2 Volts 1,4 estão na junção Vbe dos transistores, sobrando 0,6 Volts sobre os
resistores de 0R15. Ora, 0,6V/0,15 = 4A nesse resistor e consequentemente no emissor do
transistor.
Desses 4 Amperes é desviada, para a base do transistor, uma corrente Ib, 400 (hfe) vezes
menor que IC dele, ou seja, 4/400 = 0,01A..
Note que as correntes assim se dividem e se juntam ao final, resultando em 10 Amperes que
sai para a carga..
Assim dá para ver que cada um dos elementos colabora na condução da corrente..
Se o CI, que é a parte inteligente da coisa, sente que a tensão na saída tende a subir, ele pede
menos corrente da entrada e desse modo cai a tensão sobre o R de 1 ohm, reduzindo
também a corrente nos transistores.. Se a tensão de saída tender a cair, o CI pede mais
corrente, aumentando a tensão sobre 1 Ohm, aumentando desse modo sobre os transistores..
Dúvidas pergunte..
PS: Me deves uma aula sobre fontes...
  Rafael.R disse:
Faller como vai? Ja estou montando estás fontes a algum tempo (pois precisei de algumas)
mas ainda tenho dúvidas e como o tópico está movimentado te mando umas:
Esta é a minha fonte:

1º. Supondo que eu queira que meu regulador trabalhe no máximo a 1,2A, o cálculo é
0,7V/1,2A ou 0,6V/1,2A? Qual é a tensão correta que o resistor deve amostrar? 0,6V ou
0,7V?
Em eletrônica se convenciona algumas coisas que na verdade podem ser um pouco
diferentes em situações especiais..
O Vbe, de 0,6 ou 0,7, pode não ser tão 0,6 Volts assim, ou tão 0,7Volts assim... O Datasheet
(sempre o datasheet) indica o seguinte..

Veja ai, bem ele pode chegar a 2 Volts, totalmente diferente do que a didática ensina...
Como fazer então...
Fácil.. Deixe a eletrônica lhe ajudar..
Note que essa tensão dai, se fosse sempre Vbe = 0,6 Volts, aceitemos, sua fonte ficaria ai
nessa instabilidade tremenda... Até 1,2 Amperes, o CI trabalharia. Acima disso, pegaria
auxílio do transistor.. Mas e dai, o que aconteceria na hora de um curto??? Eu te digo.
Queimaria o CI pois ele teria de mandar por ele uma corrente tendendo ao infinito.. Claro,
isso ele não consegue, ele queima, o transformador não fornece, queima diodo... ou sabe
mais o que..
Bote alguma coisa ai para te ajudar.. Um resistor no emisor desse transistor, por exemplo...
Experimente analisar o circuito com o efeito desse resistor no emissor do transistor.
Veja como a operação ficará muito mais estável, pois se a corrente de emissor tender a
subir, a tensão sobre ele tmbém sobe e tende a cortar o transistor, correto??? Então já
estabeleceste uma realimentação negativa que vai segurar esse transistor.. Tens o
transistor "muito mais na mão" do que antes...
Esse é o único problema que vejo nessa sua fonte dai, que aliás tem uma implementação
interessante que é o diodo rápido invertido na saída. Excelente para remoção de surtos
negativos ou inversões, na hora de aplicar a fonte numa bateria, ou num capacitor carregado
inversamente..
Parabéns quase completo.. Para completo eu colocaria resistor no emissor do transistor..
  Rafael.R disse:
2º. Se eu colocar uma carga e ir aumentando a corrente linearmente sei que o CI (conforme
o cálculo acima) ira trabalhar sozinho até 1,2A, acima disso o transistor ira ajudar. Até ai
tudo bem, mas conforme o consumo continua a aumentar até 10A ou mais, o CI LM317
ficará somente nos 1,2A ou pode aumentar também?
Vai aumentar no CI pois o Vbe do transistor tem um componente dependente da corrente
circulante nele e esse Vbe aumenta com o aumento da corrente. Se o Vbe aumenta, maior
corrente terá de passar no CI...
  Rafael.R disse:
3º. Quando se calcula a corrente limite no Circuito Integrado, conforme a 1º questão, isto
deve ser feito em um determinado regime de tensão x corrente ou isto vale para toda a faixa
de tensão x corrente?
Me explico melhor:
Quero que minha fonte tenha em 12V uma corrente de 10A e destes, 1,2A passem pelo
LM317. Então o resistor na entrada do CI será de (0,7/1,2A) 0,58Ω
Agora, se eu for configurar a fonte para 20V x 10A, os cálculos são sempre os mesmo?
Isso tudo ai tem tudo a ver com a inserção do resistor de emissor.
Veja na distribuição de corrente que fiz no meu circuito ai acima..
Veja que com o resistor de emissor presente fica tremendamente fácil se analisar as
correntes. Sem o resistor de emissor, impossível...
Numa análise de correntes como fiz, algumas variáveis a gente fixa, por exemplo eu fixei o
Vbe em 1,4 Volts mesmo sabendo que não é...
Mas o tipo de erro que introduzo não é catastrófico pois sei que se ele aumentar a corrente
dos transistores diminuirá, ou seja, não vou correr o risco de danificar o transistor por não
ter considerado esse efeito..
Assim é a eletrônica, muitas variáveis interagindo. Não necessitas considerar todas mas sim
saber que existem e trabalhar sempre de modo seguro..
  Rafael.R disse:
4º e ultima. Quanto ao resistor de polarização, os datasheets sempre mostram um valor de
240Ω, mas eu coloco 220Ω pois é o valor comercial encontrado. Este valor de 220Ω
influência no valor da tensão final? como no meu esquema acima, sempre coloco
potenciômetro de 5k, ja que 4k7 é difícil. Gostaria de entender como calcular este resistor.
Desculpe o texto longo e tantas perguntas:wacko:
Agradeço muito!
O resistor tem limites.. Se muito pequeno, estabelece muita corrente através do mesmo e o
potenciômetro faísca e queima. Se muito grande determina uma corrente através dele muito
pequena, prejudica a estabilidade pois a corrente que sai do pino de ajuste passa a ser
importante, quase igual a corrente do resistor, e desestabiliza o CI.. Na prética fique por ai
de 150 Ohms a 300 ohms...
Para calcular o resistor é necessário que se entenda que esse CI estabelece uma tensão
extremamente estável entre seu pino de saída e o pino de ajuste. Essa tensão é de 1,25
Volts..
Essa tensão dai (1,25V), dividida pelo resistor é que vai estabelecer a corrente do
potenciômetro.
Por outro lado a corrente do potenciômetro x a resistência do mesmo, define uma tensão
entre o terra e o pino de ajuste. A tensão de saída será exatamente a tensão sobre o
potenciômetro + aqueles 1,25 Volts...
Resumindo..
Se quero uma fonte que dê no máximo 13,8 Volts e tenho um potenciômetro de 2k2, qual o
resistor que devo usar???
Ora, 13,8 Volts - 1,25 Volts = 12,55 Volts..
Para se ter essa tensão de 12,55 Volts sobre o potenciometro de 2k2 deve passar pelo
mesmo uma corrente de 12,55/2.200 = 0,0057045 Amperes.
Ora, o resitor que devo colocar lá deverá ser de 1,25V / 0,0057045A = 219,12 ohms..
Alguma dúvida, 220 =Ohms e deu.. Simples não...
Tomara que tenha me feito entender..
Abraço...
  1

 Rafael.R


 Membros Plenos
  63
 898 posts
 desde 24/02/2010
 Bauru, SP

 Denunciar post

 #70  

Postado 14 de novembro de 2011


Que disposição para escrever heim! Parabéns! Pois são dicas que serão levadas pra vida
toda. Obrigado!
  Citação
Isso tudo ai tem tudo a ver com a inserção do resistor de emissor.
Veja na distribuição de corrente que fiz no meu circuito ai acima..
Agora entendo a função desse resistor. Antes imaginava que ele servia somente para a
distribuição de corrente entre os transistores. Vou providenciar na minha fonte no mesmo
valor de 0,15R.
  Citação
Esse é o único problema que vejo nessa sua fonte dai, que aliás tem uma implementação
interessante que é o diodo rápido invertido na saída. Excelente para remoção de surtos
negativos ou inversões, na hora de aplicar a fonte numa bateria, ou num capacitor carregado
inversamente..
Este diodo é uma tentativa de combater o FCEM ao alimentar carrinhos de autorama, entre
outros como você explicou. Aqueles "motorzinhos" chegam a arrancar 4 ampéres... Acho
que está resolvendo.
Naturalmente, Quanto mais se sabe, mais se descobre que há muito por saber...
Isto me leva a mais duas dúvidas:
No caso específico da minha fonte, devo fazer os cálculos do resistor de entrada do LM317
usando então 2V como Vbe para o transistor MJ15004? Foi isso que você quis dizer? É
porque não ficou claro para mim. Recentemente tentei colocar uma carga de 10A e a fonte
entrava em foldback. Então com meu resistor de 1R do CI deve estar manipulando mais
corrente do que eu imaginava.
E a outra questão é meio diferente. Tendo o domínio dos cálculos, o conhecimento da
eletrônica e os manuais em mãos (claro), um engenheiro nunca dispensa o teste prático para
um ajuste fino de algum circuito sendo necessário as vezes modificações que fogem a teoria
e os cálculos que estavam ainda na "prancheta"? Resumindo: Apesar de se calcular tudo,
sempre havera uma modificação a ser feita para que tudo funcione como se deve!
Isso é verdade? É assim mesmo?
Abração e obrigado mais uma vez.

 faller
  Autor do tópico


 Membros VIP

  9.897
 20.438 posts
 desde 11/11/2006
 Porto Alegre

 Denunciar post

 #71  

Postado 14 de novembro de 2011


  Rafael.R disse:
....Isto me leva a mais duas dúvidas:
No caso específico da minha fonte, devo fazer os cálculos do resistor de entrada do LM317
usando então 2V como Vbe para o transistor MJ15004? Foi isso que você quis dizer? É
porque não ficou claro para mim. Recentemente tentei colocar uma carga de 10A e a fonte
entrava em foldback. Então com meu resistor de 1R do CI deve estar manipulando mais
corrente do que eu imaginava.
Não obrigatoriamente tens de ter ai 2 Volts.. Eu usei um resistor mais alto (1 ohm) na
amostragem por que estou usando transistores darlington que tem 2 Vbe's... Com o
MJ15004 pode até ser menos um pouco. Mas de modo geral não baixe muito essa amostra
ai pois gera instabilidade.
O compromisso entre o resistor de amostragem e o reistor de emissor é uma ciência. De um
correto, perfeito, adequado equilíbrio depende a estabilidade de sua fonte (não tem receita
para descobrir esse equilíbrio, aconselho muito bom senso e experimentação)
ATENÇÃO: O foldback pode ser ocasionada por incorreto, insuficiente arrefecimento..
  Rafael.R disse:
E a outra questão é meio diferente. Tendo o domínio dos cálculos, o conhecimento da
eletrônica e os manuais em mãos (claro), um engenheiro nunca dispensa o teste prático para
um ajuste fino de algum circuito sendo necessário as vezes modificações que fogem a teoria
e os cálculos que estavam ainda na "prancheta"? Resumindo: Apesar de se calcular tudo,
sempre havera uma modificação a ser feita para que tudo funcione como se deve!
Isso é verdade? É assim mesmo?
É assim sim.. Se deve buscar projetar com o conhecimento que se tem, sempre pensando em
não entrar em armadilha, projeto que se anzole, que entre em avalanche, e ainda usar o
coeficiente K (de kagasso) para tentar prever tudo que se consiga.
Não fugir de testar exaustivamente para checar se algo não foi previsto..

 nycolas95


 Membros Plenos
  10
 203 posts
 desde 04/10/2009
 Americana, SP

 Denunciar post

 #72  

Postado 14 de novembro de 2011


tudo comprado, começando a montagem da fonte.
Comprei os eletroliticos 25uF para colocar no lugar de 1uF e resistores de 0R10 para
colocar no local de 0R15, LM317 para colocar no lugar do LM338!
Agora, fazendo as trilhas dos capacitores para a corrosão.
@faller
Observando novamente as fotos, notei que você só fez a placa para os capacitores de filtro.
Como uniu todos os outros componentes? utilizando solda e fios? ou fez alguma outra
placa?
Teria como tirar foto destes detalhes para mim? Assim como das trilhas dos capacitores...
Obrigado

 arh

 Membros Plenos
  40
 722 posts
 desde 13/05/2011
 mg

 Denunciar post

 #73  

Postado 14 de novembro de 2011


primeiro gostaria de te dar os parabens faller, sua fonte e comentarios estão com nota 10.
procurei aqui na minha cidade o tip 147 e qualquer outro pnp com as caracteristicas que tu
descreveu e nao achei.
ai procurando alguma coisa sobre fonte na internet achei este
link http://forum.clubedohardware.com.br/montar-fonte-entrada/697682
que é até daqui do forum, achei esta fonte com o tip2955.
preciso de uma fonte com a saida de 19v 4a.
tenho um tip2955 e um lm317, será que teria como fazer?
(na verdade preciso de 3,5A de saida)

 faller
  Autor do tópico


 Membros VIP

  9.897
 20.438 posts
 desde 11/11/2006
 Porto Alegre

 Denunciar post

 

 #74  

Postado 14 de novembro de 2011


  nycolas95 disse:
tudo comprado, começando a montagem da fonte.
Comprei os eletroliticos 25uF para colocar no lugar de 1uF e resistores de 0R10 para
colocar no local de 0R15, LM317 para colocar no lugar do LM338!
Agora, fazendo as trilhas dos capacitores para a corrosão.
@faller
Observando novamente as fotos, notei que você só fez a placa para os capacitores de filtro.
Como uniu todos os outros componentes? utilizando solda e fios? ou fez alguma outra
placa?
Teria como tirar foto destes detalhes para mim? Assim como das trilhas dos capacitores...
Obrigado
Veja ai, a única foto que tenho dessa parte, aqui comigo, é essa dai:
Ai dá para ver os dois resistores um de cada transistor e o resistor amostrador. Os diodos
estão montados la, junto ao CI, não dá para ver dai pois a caixa tapa. O resistor também, em
paralelo com um dos diodos. Curto e direto...
Olhe ali o capacitor de tantalo, direto sobre o potenciômetro:
O outro, de tantalo, está soldado direto nos bornes de saída da fonte. Não tenho aqui a foto..
Repare a espessura dos fios que usei para as ligações de alta corrente:
Repare as ligações da ponte retificadora...
E deu... Não tem mais peças amigo..
Se eu quisesse colocar alguma coisa em uma placa de impresso, teria que inventar, pois não
teria uma peça sequer para colocar na placa...
Não vejo o que poderias colocar numa placa de impresso que não ficasse muito melhor
colocado ai direto sobre os componentes, autosuportada pelos mesmos..
  hamdan disse:
primeiro gostaria de te dar os parabens faller, sua fonte e comentarios estão com nota 10.
procurei aqui na minha cidade o tip 147 e qualquer outro pnp com as caracteristicas que tu
descreveu e nao achei.
ai procurando alguma coisa sobre fonte na internet achei este
link http://forum.clubedohardware.com.br/montar-fonte-entrada/697682
que é até daqui do forum, achei esta fonte com o tip2955.
preciso de uma fonte com a saida de 19v 4a.
tenho um tip2955 e um lm317, será que teria como fazer?
(na verdade preciso de 3,5A de saida)
Use o esquemático do colega Rafael.R, ai em cima citado.. Ele usa um MJ15004, podes
usar um 2955, se já o tens.
Agregue o resitor de emissor, que essa sua fonte tem e a do Rafael ainda não tem..
Essa fonte por ti citada tem umas cacetadas que é coisa de estagiário.. (com o devido
respeito). Falo dessa dai:
Ele me coloca um resistor de 100 Ohms na entrada, que limita a máxima corrente pelo CI
em algo como 33/100 = 330 mili Amperes. Impossível passar maior corrente ai..
Ai ele bota um fusível de 1 Ampere na saída desse CI.. É para jamais queimar..
Falta ai nesse circuito o diodo de proteção do CI aquele que vai inverso entre entrada e
saida do CI..
No mais está legal até..
A diferença enter usar o 2N2955 ou o MJ10004 e aquele que usei, é que aquele transistor
que usei é darlington, com ganho de corrente de 500 a 1.000 enquanto os 2N2955 ou
MJ15004 tem ganho por volta dos 20 a 80...

Você também pode gostar