Você está na página 1de 2

UNIVERSIDADE ROVUMA

FACULDADE DE CIÊNCIAS NATURAIS, MATEMÁTICA E ESTATÍSTICA


Curso de Licenciatura em Ensino de Física – 3ºAno

FICHA DE EXERCÍCIOS – FÍSICA MODERNA 2020

1. Uma pessoa veste roupas escuras e outra, roupas claras. Discuta qual delas veste
roupas mais apropriadas para um dia em que a temperatura ambiente está bem
abaixo da temperatura média do corpo humano.
2. A temperatura no centro da explosão de uma bomba H chega a 107 K. Calcule o
comprimento de onda da radiação eletromagnética associada à máxima energia
emitida por unidade de área, por unidade de tempo e por unidade de comprimento
de onda. Identifique a faixa do espectro eletromagnético à qual pertence essa
radiação.
3. Para um corpo negro mantido a certa temperatura, o comprimento de onda da
radiação eletromagnética associada à máxima energia emitida por unidade de
área, por unidade de tempo e por unidade de comprimento de onda é λm = 6,5 x
10−7 m. Calcule o valor de λm se for duplicada a energia emitida por esse corpo
negro por unidade de área e por unidade de tempo em todos os comprimentos de
onda.
4. Deduza a expressão matemática da lei de radiação de Rayleigh-Jeans a partir da
expressão matemática da lei de radiação de Planck. Para isso, tome o limite λ →
∞.
5. Deduza a expressão matemática da lei de radiação de Wien a partir da expressão
matemática da lei de radiação de Planck. Para isso, tome o limite λ → 0.
6. As paredes de um forno para a fundição de metais estão a uma temperatura de
1600ºC. Determine o comprimento de onda que corresponde à máxima
intensidade da potência emitida por unidade de área. Use b igual a 2,898 x 10-
3mk.

Hairazate Abdurramane
7. Porque com base na teoria de relatividade os fotões não podem possuir massa de
repouso? Explique justificando com expressões matemáticas
8. Fótons com energia E = 6,2 eV incidem numa placa de tungstênio. Calcule o
módulo da velocidade máxima dos elétrons arrancados sabendo que, para o
tungstênio, a função trabalho vale φ = 4,5 eV.
9. Determine a massa m e a velocidade v dos eléctrons que têm uma energia cinética
de 1,5 MeV.
10. Discuta a possibilidade de um feixe de luz branca arrancar elétrons ao incidir
sobre uma placa de tungstênio.
11. Um fóton com energia de 2 x 104 eV colide com um elétron livre em repouso num
dado referencial. O fóton é dispersado segundo um ângulo de 45º com a direção
inicial. Calcule (a) a energia do fóton dispersado e (b) os comprimentos de onda
do fóton antes e depois da colisão.
12. Considere o exercício anterior. (a) Calcule a energia do elétron depois da colisão
com o fóton. (b) Determine a direção em que se move o elétron após a colisão.
13. Determinar a diferença de potencial que se deve aplicar para deter os fotoeletrões
emitidos por uma superfície de níquel sob acção de luz ultra violeta de 2000Å de
comprimento de onda. O limite de energia do níquel vale 5,01 eV.
14. Sabendo que 2,96 𝑒𝑉 é a função trabalho para extrair os fotoelectrões dum metal,
quando sobre si incide um fluxo luminoso de 1,6 × 1015 𝐻𝑧. Determine o
comprimento de onda máximo acima do qual não se verifica o fenómeno
fotoeléctrico e o potencial de paragem deste mesmo metal.
15. No fenómeno fotoelétrico, a energia incidente sobre um fotão é de 2,5eV. Sabe se
que para a extração do electrão na superfície do metal é necessária uma tensão de
0,5eV Determine:
a) A energia cinética máxima ganha pelo electrão.
b) A tensão necessária para o efeito.

15. Fotões do comprimento de onda igual a 0,024 Å incidem sobre electrões livres.

a) Determinar o comprimento de onda de um fotão que é espalhado de 30 º a


partir da direcção incidente.
b) Qual seria o comprimento de onda se o ângulo de espalhamento fosse de 120º.

Hairazate Abdurramane

Você também pode gostar