Você está na página 1de 1

Cada vez mais as redes de computadores transformam a sociedade.

Graças a elas o
telefone celular pode ser usado para acesso à internet, enviar e receber e-mails,
assistir
TV e outras aplicações que seriam impensáveis se não existisse uma infraestrutura
de
rede adequada. Isso significa que a influência das tecnologias na sociedade é
indiscutível. Práticas sociais, relações comerciais e a educação são cada vez mais
orientadas por e para as Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC). Neste
contexto, as pessoas devem estar adaptadas aos padrões dos recursos
tecnológicos,
principalmente no tocante ao exercício profissional. Para tal, é essencial adquirir
habilidades e consolidar competências necessárias para a utilização de
computadores,
redes e outros dispositivos em diferentes situações. Tais habilidades estão
associadas à
aplicação dos recursos tecnológicos, ao uso das diversas mídias de comunicação, à
busca de informação e à solução de problemas com o auxílio da tecnologia.
Desta forma, podemos considerar como certa a necessidade de uma nova
alfabetização advinda dos avanços tecnológicos. Ela inclui habilidades, estratégias e
disposição necessárias para explorar com sucesso as rápidas mudanças
proporcionadas pelas tecnologias de informação e comunicação, de forma a
potencializar oportunidades de crescimento das pessoas no trabalho e na vida
privada, baseadas nas habilidades básicas de leitura, escrita e lógica matemática
(alfabetização) utilizadas nas escolas, que preparam os estudantes para o uso de
livros, papel e caneta, ampliando-as para o uso fluente da tecnologia. Esta nova
forma de alfabetização propõe um estado de conhecimento especializado, que
inclui
habilidades relacionadas às novas formas de ler e escrever adaptadas ao hipertexto
e
hipermídia, à busca e organização de informações através de aparato informático,
além de habilidades em comunicação e interação através das redes de
computadores.
A área de pesquisa em informática na educação tem evoluído de um contexto de
introdução do computador no ensino — laboratórios de informática e
desenvolvimento
de softwares educacionais —, para ambientes de ensino na internet, sistemas
inteligentes de ensino e cursos virtuais (Universidade Virtual). Ambientes de ensino
na internet têm sido a preocupação e a meta de uma vanguarda de professores que
perceberam a vantagem da utilização do ambiente de rede como ferramenta de
apoio
ao ensino de suas disciplinas. A experiência destes professores logo passou a ser
estudada, sistematizada e, por fim, tornou-se importante área de pesquisa, através
da
modelagem de arquiteturas, ambientes e procedimentos de ensino. Foram definidos
os componentes alternativos para estes ambientes, tais como: livros eletrônicos,
bases de exercícios, murais de discussão, fóruns de conversação, simuladores de
experiências, vídeos e outros elementos.