Você está na página 1de 2

UNIVERSIDADE EDUARDO

MONDLANE
Faculdade de Engenharia
Departamento de Engenharia Química
Cadeira: Termotecnia 2012

FICHA 1
1) Num trocador de calor onde o fluído quente entra a 900°C e sai a 600°C e o fluído frio entra a
100°C e sai a 500°C, qual a DTML para:
a. correntes paralelas;
b. correntes opostas.

2) Em um trocador de calor tubular (2 tubos concêntricos) 0,15 kg/s de água (C p=4,181 kJ/kg.K) são
aquecidos de 40°C para 80°C. O fluído quente é o óleo e o coeficiente médio global de
transferência de calor para o trocador é 250 W/m 2.K. Determine a área de transferência de
calor, se o óleo entra a 105°C e sai a 70°C.

3) Um permutador de calor do tipo casco e tubo (dois passos no casco, quatro passos nos tubos) é
utilizado para aquecer 10000 kg/h de água pressurizada de 35 a 120°C com 5000 kg/h de água
entrando no permutador de calor a 300°C. Se o coeficiente médio global de transferência de
calor for de 1500 W/m2.K. Determine a área necessária para o permutador de calor.

4) Um trocador de calor em contracorrente, com uma área de transferência de calor de 14 m 2,


deve resfriar óleo (Cph=2000 J/kg.s) com água (Cpc=4170 J/kg.s). O óleo entra a T h=110°C e
mh=2kg/s, enquanto a água entra a T c=30°C e em mc=0,48 kg/s. O coeficiente médio global de
transferência de calor é U=500 W/m2.°C. Calcule a temperatura de saída da agua e a taxa total
de transferência de calor, Q.

5) Considere um trocador de calor de tubos concentricos com uma area de 50m 2 operando nas
seguintes condicoes:

VARIÁVEIS FLUÍDO QUENTE FLUÍDO FRIO


Taxa de capacidade térmica kW/K 6 3
Temperatura de entrada, °C 60 30
Temperatura de saída --- 54
a. Determine a temperatura de saída do fluído quente.
b. Seria ou não possível concluir que o trocador é de correntes paralelas ou
contracorrente? Justifique.
c. Calcule o coeficiente global de TC.
d. Calcule a efectividade desse trocador.

6) Quer-se projectar um trocador de calor para resfriar m h=9,7 kg/s de uma solução de álcool
etílico (Cp=3,840kJ/(kg.°C)), de T1=75°C e T2=45°C, com água fria (Cp=4,180J/(kg.°C)) entrando no
lado dos tubos a t1=15°C, a uma vazão mc=9,6 kg/s. O coeficiente global de transferência de
calor baseado na superfície externa do tubo é U 0=500 W/m2.°C. Calcule a área de transferência
de calor em cada uma das seguintes configurações das correntes:

a. Correntes paralelas, no casco e tubos;


b. Contracorrente no casco e tubos;
c. Um passo no casco e dois passos nos tubos;
d. Correntes cruzadas, ambos fluidos não misturados.

7) Gases quentes de exaustão, que entram em um tubo aletado de um trocador de calor com
correntes cruzadas a 300°C e saem a 100°C, são utilizados para aquecer água pressurizada a uma
vazão de 1kg/s de 35 a 125°C. O calor específico do gás de exaustão é aproximadamente 1000
J/kg.K, e o coeficiente global de transferência de calor baseado na área da superfície do lado do
gás é U=1000 W/m2. Determine a área necessária da superfície do lado do gás utilizando o
método ε-NUT.

Bom trabalho!

Você também pode gostar