Você está na página 1de 7
172 THE OLD-TIME GOSPEL HOUR, INC. COPYRIGHT, 0 Espirito do Casamento - Pag. 1 CULTIVANDO O ESPIRITO DE UM CASAMENTO Deus pode realizar Seus altos propositos.através do casamento, quando tanto o marido como a esposa resolvem tornar-se tudo o que Ele quer que eles sejam como individuos. Quando cada cOnjuge decide ser conforme 4 imagem de Jesus Cristo, sua intimidade e unidade de espirito podem tornar-se real idade. 0 casamento precisa estar ancorado no centro da vontade e do propo- sito de Deus para suas vidas. @ 0 OBJETIVO DO MARTDO: SN Senhor, 0 que @ que exiges de mim, como homem e mari~ do, independente da atitu- de minha esposa para con- 0 ou para comigo? Nema: O OBJETIVO DA ESPOSA: SF Senhor, o que & que exiges >) de mim, como mulher e espo- a, independente da atitude ) Ne meu marido para contigo ‘ou para comi go? e or ° \ ° - ° ox 2 f ESPOSA “unidade" "“Sujeitando-vos uns aos outros no temor de Deus." Efésios 5.21 Esta atitude por parte de ambos os cOnjuges @ 0 modo de Deus reunir DUAS vidas em unidade de espirito, alma e corpo. 0 Espirito do Casamento - Pag. 2 A _unidade de um casamento @, na maioria dos casos, muito dificil. Duas pessoas vivem juntas, mas seguem dois rumos independente: OBJETIVO INDEPENDENTE OBJETIVO INDEPENDENTE As tentativas de conseguir uma unidade sao ESPOSA Sua uniao e comunicacao sao aon ea forca de sua independéncia os atrai de volta a um relacionamento egocéntrico. E essencial que o marido e a esposa se tornem cuidadosos quanto aqui- lo que fazem, consciente ou inconscientemente, para ferir o espirito um do outro. Cada cOnjuge deve estar preparado para se corrigir naqueles pontos em que ele ou ela ofende o seu companheiro, e para assumir a atitude e a respon- sabilidade adequadas em reagao a uma situacao em que 0 outro o ofendeu. MAGOANDO O ESPIRITO DO NOSSO COMPANHEIRO @ "Vive em perfetta harmonia, viz vet juntos em amor, como se tivée- seis um 8d espirito e uma 86 mente." (Pilipenses 2.2b - Cartas ae Igrejas Wovas.) Algumas das areas basicas em que o espirito do marido ou da esposa pode ser ferido pelo outro, S80 aS SEQUIN tes: COPYRIGHT, 1972 THE OLD-TIME GOSPEL HOUR, INC. @ |RAZOES PARA 0_ESPTRITO DO MARIDO "0 covagko alegre aformoseta_o rosto, mas pela dor do coragao o espirito se abate." (Provérbios 15.13; 17.22; 15.4; 16.18.) 0 Espirito do Casamento - Pag. 3 Existem muitas passagens da Biblia que ressaltam os efeitos de um espirito ferido, assim como os beneficios de um espirito sadio. "Retém as suas palavras o que possut © conhectmento, e 0 homem de entendi- mento & de prectoso espirito." (Pro- vérbios 17.27; 16.32.) JREAGIR AO ESPIRITO DA ESPOSA: 1. TENTA FORCAR A PROPRIA VONTADE. Quando a esposa resiste a vontade do marido, este sente nela uma a~ titude de rejeicao a sua pessoa. Ela pode reagir com um acesso de raiva, com uma greve de silencio, uma recusa de satisfazer as neces- sidades fisicas dele, etc... ~ TENTA SUBORNA-LO PARA OBTER 0 QUE DESEJA. 0 marido percebe sua falta de sin- ceridade quando faz algo especial ou um agrado "extra", a fim de le- va-lo a fazer algo que ela sabe que ele nao deseja fazer. - NAO TEM CONFIANCA NAS DECISOES DELE. Expressando desaprovaco, pondo em duvida ou mostrando preocupacao em relagao as decisdes_do marido, com uma atitude de desdém ou ressenti- mento. @ | RAZOES PARA 0 ESPIRITO DA ESPOSA REAGIR AO ESPIRITO DO MARIDO: 1. ELA SENTE QUE NAO TEM 0 PRIMEIRO LUGAR NA a Quando estavam namorando, as expres- sdes de amor dele a levavam a crer que ela era a pessoa mais importante do mundo. Quando a esposa sente que = nao tem o primeiro lugar, ela duvida do seu amor. 2. ELE PERMITE QUE OUTRAS PESSOAS 0 LE- VEM \TIVIDADES E RESPONSABILT QWE_REDUZAM 0 TEMPO DEDICADO A FAMILIA. Quando 0 marido di prioridade a coisas que nao deveriam ter pri oridade, ele tende a ser dirigi do por motivos secundarios em vez de pelas responsabilidades primarias que The foram dadas por Deus em relagao a esposa e aos filhos. 3. NAO RECONHECE SUAS TENTATIVAS DEAGRADA-LO- ——<“=C=~™S Como o marido muitas vezes se descuida de ver a vida do ponto de vista da es- posa, ele se esquece ou se torna insen- sivel @ preocupacdo dela com certos de- talhes e pequenas coisas especiais que ~ ela faz para expressar seu amor por ele. 4. NAO 0 COMPREENDE NEM 0 ENCORAJA EM SEUS FRACASSOS. Ninguém procura ser um fracasso. Por conseguinte, quando ele falha ea esposa mostra-se desgostosa, procurando realizar sozinha o em- preendimento, ele instintivamente reage, ou se retrai. 5. PROCURA ASSUMIR AS RESPONSABILIDA- DES DELE. Quando a mulher "toma o leme" por- que esta descontente com o que o marido faz, este geralmente fica muito magoado e pode ate passar a fazer menos. 6. NAO SE ADAPTA AS PRIORIDADES DELE. 0 centro de interesse da mulher esta ligado aos detalhes que cercam as suas responsabilidades no lar. Quan~ do ela nao adapta suas prioridades as do marido, cria pressao sobre ele. A mulher deve compreender que as diretrizes finais de Deus serao apresentadas através do centro de interesse do marido. 7, LEMBRANDO-O_DE_FRACASSOS ANTERIORES . 0 marido sente quando a esposa nao © perdoou por coisas acontecidas no passado. Ela pode usar esses fracas- SOS como um argumento para for¢ga-1o a aceitar seu ponto de vista. 8. DEIXA DE CULTIVAR A LEALDADE NOS Os filhos sentem logo as atitudes da mae em relacao aos atos do pai. As queixas dela durante o dia, em 0 Espirito do Casamento - Pag. 4 . ATACA 0 CARATER DELA EM VEZ DE TRATAR DOS_PROBLENAS REATS 0 marido muitas vezes se queixa de tarefas nao terminadas ou faz pergun- tas que dao idéia de uma rejeicao da mulher como pessoa. Em vez de permitir que ela expresse os seus pontos de vista, ele reage e aponta os defeitos dela, sem procurar compreender a si- tuagao. COMPARA-A DESFAVORAVELMENTE COM ‘OUTRAS MULHERES A esposa fica profundamente magoada quando o marido faz observacoes sobre outras mulheres, a respeito de sua boa aparéncia ou competéncia, as quais faltam a ela. « NAO QUVE COM PACIENCIA 0 PONTO SeVISTCE A mulher, geralmente, leva mais tempo para exprimir suas ideias. A falha dele em Ihe dar tempo para expressar- se ou Sua impaciencia produzem nela frustracao e desilusao. + PROCURA ACONSELHAR A ESPOSA. 0 aconselhar implica numa acentuagao das fraquezas e defeitos da pessoa. Quando 0 marido age assim, ele indica que nao aceita a mulher como ela é. . NAO CONSIDERA IMPORTANTES AS OPINTOES DEL 0 homem em geral considera as idéias femininas inferiores. Ela fica profun- damente ferida quando suas ideias nao sa0 acatadas, e nem mesmo ouvidas. Apesar de seu centro de interesse ser diferente do do homem, as opinioes dela tem o mesmo valor. Freqlentemente a COPYRIGHT, 1972 THE OLD-TIME GOSPEL HOUR, INC. COPYRIGHT, 1972 THE OLD-TIME GOSPEL HOUR, INC. relacdo a coisas que ele nao fez ou © seu receio de coisas que ele venha a fazer, irao destruir a espontanei- dade das relagoes entre os filhos e o pai. + FALTA DE ESPIRITO DE _GRATIDAQ. Quando a esposa ja espera atitudes e gestos especiais do marido, a motivacao dele no sentido de pro- Porciona-los decresce. A pressao dela para obter coisas que estao além de suas posses, faz com que ele se sinta deprimido. » INCOERENCIA NA DISCIPLINA. Quando a esposa julga o marido mui- to rigido ou mito tolerante, ela toma partido ou tenta ganhar para sia Simpatia dos filhos. 0 marido sente que ela esta sendo desleal a ele. TENTA CORRIGI-LO EM PUBLICO. A esposa pode_vir a fazer uso de gracejos em pablico, para enfatizar algo que vem tentanto modificar no marido. 0 Espirito do Casamento - Pag. 5 a mulher sabe avaliar melhor o carater de alguem devido a sua sensibilidade quanto ao espirito das pessoas, enquan:- to o marido tende a ignorar as falhas de carater e concentrar-se na natureza logica das ideias da pessoa. + FALTA DE LIDERANGA ESPIRITUAL. 0 papel da mulher & esperar lideran- ga espiritual do marido. Quando ele falha nesse sentido ou mostra desin- teresse, ela se ressente com a res~ ponsabilidade_do desenvolvimento es- piritual que @ colocada sobre ela. » FALTA DE DISCIPLINA INTERIOR. A admirac3o da mulher pelo marido & muito prejudicada quando ela percebe nele falta de disciplina que resulta em ira ou fraqueza moral. 0 marido pode ser excessivamente exigente em suas relacdes fisicas, fazendo com que a esposa tenha duvidas quanto ao motivo real pelo qual ele se casou com ela. COMUNICACAO _INADEQUADA EM GRANDES MODIFICACOES. ow A mulher @ capaz de grandes reajustes se as razoes para a mudanca The fo- rem explicadas, e se um intervalo ade- quado_de tempo for dado para a modi- ficacdo. A falta de tempo faz com que ela Se torne insegura e apreensiva. . FALHA NA DISCIPLINA DOS FILHOS. Quando o marido deixa de assumir suas responsabilidades na disciplina dos fi- Thos, a mulher tera responsabilidades maiores. Isso fara com que a esposa Pareca ma aos olhos dos filhos. Quando © marido defende os filhos ou toma po- sigao ao lado_dos filhos, por julgar que a esposa & muito exigente ou mui- 16. 0 Espirito do Casamento - Pag. 6 to tolerante, esta sente que ele esta sendo desleal, e esta tentando ganhar a simpatia dos filhos. « TENTA CORRIGI-LA EM PUBLICO. 0 marido pode vir a fazer gracejos ou observacées ferinas em publico, para enfatizar algo que vem tentando modi- ficar na esposa. . LEMBRA A ELA COISAS PASSADAS. Quando 0 marido se recusa a perdoar a esposa por falhas passadas, ele usa essas coisas para justificar seus pro- prios erros ou para leva-la a fazer aquilo que ele quer que ela faca. . RECUSA-SE_A_RECONHECER ERROS PESSOAIS. A esposa fica magoada se o marido se recusa a ser sincero quando sabe que esta errado. Sem sinceridade, a base para uma comunicacao eficaz entre os dois @ destruida. FALHA EM ASSUMIR SUAS RESPONSABILIDADES BASICAS. BASICAS. Quando o marido @ negligente em relacao as suas responsabilidades basicas no lar, tais como tratar do jardim, con- sertar uma torneira que esta pingando, etc. ela fica frustrada com a ma von- tade dele para com as tarefas domesticas. COPYRIGHT, 1972 THE OLD-TIME GOSPEL HOUR, INC. UM CONJUGE BEM SUCEDIDO COPYRIGHT, 1972 THE OLD-TIME GOo"EL HOUR. INC, Othando a vida do ponto de viste fo outro conguse ‘Se no podem, reconhe- a Sua anargirs. contra Beas por ter feito seu ccnjuge como fez. Mantenhe of olhas aber tos para 0s pontos for tes de teu conjuge pa" va que possa cooperar com Deus na transfor inagao dos" pontos. fra cos dele (=) fazer Sua obra através | materiats fos fracassos e suces~ {aveis, como undopar~ Periodicanente, passen a ceseal ensign e mantenta a | {Hvels;, ono uma oner- | tate estuaando’8 ‘Sberdade Finance! ra, Cultive © nibito ge se | seguindo or principios fconseihar con a fani= | de Deus para Finangas. ‘quando: preciso ser Saie senstvel e cart Sa" eele(a) © com ou brora fe) ros eristaor ge mtu Deseubra qual idades 0- risade! STeivas en potencial tenes Gv rion ne nt ivor de persona! e+ Se co seu conpaneiro i . Fortalega 0 espirito consent escaorin- de, atraes eas rene fe do seu conguge, Fontes negatives. en in prapris vida dos aunts voce nfo estave Procure ser sensivel para descobrir cotsas fue voce far e que Te- am Ovespirito dele(s) Breseir’ contra 0 seu espirite Palavra juntas furte prosoy depots Ge Vaeneitiear ae ‘esponsabiliaades de Eade porgao atusl {Ge pst, mie marico, po eareguao, Bo tro, ster) cutive 9 transparine Shade cardter, de, edo poser conpar~ Tiinar,eom aisereeio, feu persanenton 61d Satta ©. pauNctP10 00 0 pauvctPr0 oe 0 paunctP10 00s © 40 Princter0 ©. paunctP10 0. pRuncte10 oe ©. pRiNctot0 oe 0 princto10 VALOR FESSOAL AiTORIoADe TRELTOS PESSOAIs Doo aon Be MEOITAGAD ESPONSADILIOADE OISEERNINENTO. De CoRASEO Aceite que'o seu cén- } suonetan-se.un 20 ou- | tntreguen todes as | no futuro, vasa nas | Decore e medite sobre | Livre-se de todos os | Estabelecam uma ocasi | Andiem e encoragem ur Suge tm sore impor | troy dentro do conter- | posses ao Sennory e | trritogdes Cousagns pe-[ textos-cnwve das tecri, | ressentinentas passs~ | ao cetersinage para'= | a0 outro a Yirmar o Yotte de bese fo'devum retacsoranen- | Figue np expectativa | to-seu'cengage um "| turas antes do tomar | dos, causagos por ofen| leren as Eccrituras e | testamunho de estaree f correto para con,” | de‘aue'beus interve: | oportunidode'ae-denors-[-vecisoes importantes. | Sa3°3 sua pessoa rarer juntos reguiar | unidos en un s6 pro ews tha‘ge saneiva sonre- | trar anor'um pelo ow sente Stor a0" ado doa & naturet'a favor de vo | tro certs. Chay" con0 canal. “Tranan‘ta aus satista- | Faga con que as onze | cuttive o nibito de | Aprends a transtormr | oesonstre para o con | Acerte Togo as cotsas.| Encontre noves metos | cultivem juntos » con- Gio peles qutiaades”” | verdad essenciots’ | sar para suprir as ne- | prootemas om sivor~” |rpemeiro(a}s atravece | rey recponsapttiges | Bete descabrir mts | Manga ge que a vide Sntertores de seu con- | guanto ao anor aes- | cefsidades de seu com- ‘ie sue vias que atin | ASS4m_ responsabitida-| Principios pibticos. | erista una vida sipe- Soe oro se expressen'na | panheira(s) em vez" ce | Perdoe prontanente | giuvp paaraa divino | ¢¢ ‘ot! por suas par For Seratmente cx-sun vt | fear esperando receber| quando ofensiaa(a) | para conerate proprio | 'ayras.2soes © 2812" | porap yea bibtioteca a para sattsfarer Sait" | pelo seu conjuge oe pansamentoe) nas ° Ge'bons Tivros evanga- | Acefte o desafio de re- fecessidades propriss Seber" no ona Descubra as priorida- | Ticoss obras de pesgui- | sistir So pressses so" Hentifique os traces | A esposa deve se subne | Exergan un ministirio, | Perceba a necesstdade | Use o tomo livre de | Ses dejQeus pars a J sa. niniriog@ aiscos | ciais de se tortaren av perzoatsdage “gue | ter‘to narico e hows | cono‘casal, ue'no "| Ge eaclarecer maretra sabia, medi c Sock nao aprect . posse ser realizado _ | tengicos straves das | tando nas Eserituras, | jorenda a discernir | Estude ben of Iseros de | Evite tonar una pos nave f9) er En eS a coe ee ettcin| tiered rae | Selms efrovrbos. | glo to Teo date +] tevevo que € inportan iretto, sen tet ne . 4 . fara depots porttinar | fS) | curtive manetras ge | atitudede anor para Veritique se poten ou | Aprende a ver a capa- | crite cantratisar a | Aprovette as srritas | n'con a outro a2 (lleva masatraniae] tein dew io ser mdados chuage de Deus care, | vida en colsas lee enusedns por ele | verdades oprendidas. | Estabetega alvos i Sprenaisas na Pelavra, Sen estar "pregendo” "| Estabeleca alvos de para’ outro. “eudar™ aqueles que ‘fracoz. nes areas Aprenda a discernir en- | em que vocd € mais reg interpretacao | fortes teologtea ee aplica- fo pessoal da passa