Você está na página 1de 3

CANTOS PARA CAMPANHA DA FRATERNIDADE ANO: 1999

1 TUA BENCAO , SENHOR , NOS ILUMINE  Ainda que eu doe meus bens para os pobres,
Refrão: Tua benção, Senhor, nos ilumine. Que eu deixe meu corpo cm chamas arder;
Tua face, Senhor, sobre nos brilhe. Será como sonhos, será tudo em vão,
Teu poder encera paz e retidão, BIS Se eu não tenho amor, amor aos irmãos.
Bênçãos e frutos por todo esse chão. 5 CANTICO DE MARIA
 Deus se compadece de nos se compraz Refrão: Virá o dia em que todos, ao levantar a vista,
Em nós resplandece seu rosto de paz Veremos nesta terra reinar a liberdade
Pra que o povo todo encontre o caminho  Minha alma engrandece o Deus libertador.
E os povos descubram teu terno carinho. Se alegra o meu Espírito em Deus, meu Salvador .
 Que todos os povos te louvem Senhor Pois ele se lembrou do seu povo oprimido
Que todos os povos te cantem louvor E fez do sua serva a mãe dos esquecidos.
Por tua justiça se alegram as nações  Imenso é seu amor, sem fim sua bondade.
Com ela governas da praia aos sertões. Pra todos que na terra lhe segue na humildade
FINAL Bem forte é nosso Deus levanta o seu braço
Ter orgulho não é bom, mas nem por isso. Espalha os soberbos destrói todo pecado.
Nos orgulhamos da cruz de Jesus Cristo  Derruba os poderosos dos seus tronos erguidos
Nele está a vida e a ressurreição. BIS Com sangue e suor do seu povo oprimido
Nele a esperança de libertação E farta os famintos levanta os humilhados
2 BENDITO SEJA DEUS Arrasa os opressores, os ricos e os malvados.
Refrão: Bendito seja Deus.  Louvemos nosso Pai, Deus da Libertação.
Pai do Senhor Jesus Cristo. lª VEZ (2x) Que acaba injustiça, miséria e opressão.
Por Cristo nos brindou. 2ª VEZ (1x) Louvemos os irmãos, que lutam com valia.
Todas as bênçãos do Espírito. 3ª VEX (2x) Fermentando a história, para verem novo dia.
 Pois, juntamente com Cristo. 6 VAI , OPERÁRIO
Antes de o mundo criar Refrão: Vai, vai operário;
Deus já nos tinha escolhido Aprende a te defender,
A fim de nos consagrar Vai exigir teus direitos
De amor oferta sem mancha Pra todos efeitos , cumprir teu dever .
Para adoção destinou,  Unidos conscientizamos
Seus filhos somos par Cristo. O povo chamando a se modificar.
De sua graça o louvor. Com o Evangelho na vida
 Por sobre nós esta graça, conforme havia traçado. Pois a saída é pra melhorar.
Deus nosso Pai derramou, pelo seu filho amado.  Espírito Santo atuou
Que com seu sangue consegue Seu povo inflamou toda sua Igreja
Para nos a libertação , a remissão dos pecados . Veio nos encorajar
Graças sem comparação Agora é lutar em nossa defesa.
3 ESTE PRANTO EM MINIIAS MÃOS  Operário lutar todo dia
 Muito alegre eu te pedi o que era meu. Sem ter moradia, sem ter o que comer.
Partir! Um sonho tão normal Problemas tantos existem
Dissipei meus bens, o coração também. Mais o povo triste sem poder viver
No fim, meu mundo era irreal.  Sem água, sem pão, sem dinheiro.
Refrão: Confiei no teu amor e voltei. É um desespero pra sobreviver
Sim, aqui é meu lugar! O pobre com sua família
Eu gastei teus bens, o Pai e te dou. Lutar todo dia vivo a padecer.
Este pranto em minhas mãos.  Vamos lutar sem parar
 Mil amigos conheci; disseram adeus. Pois o ideal é se resolver
Caiu a solidão cm mim. Unidos sempre no Senhor,
Um patrão cruel levou-me a refletir: Com fé e amor lutar para vencer.
Meu Pai não trata um servo assim 7 O DESEMPREGO NO BRASIL
 Nem deixaste-me falar da ingratidão; Refrão: O desemprego no Brasil está demais
Morreu, no abraço, o mal que eu fiz. Está demais, está demais!
Festa, roupa nova, o anel, sandália aos pés; O desemprego, coisa ruim sempre nos traz,
Voltei à vida; sou feliz. Aumenta fome e também os marginais.
4 O AMOR E DOM SUPREMO  O desemprego no Brasil está demais
 Ainda que eu fale as línguas dos homens, Tem muita gente, sem Ter onde trabalhar.
Anda que eu fale a língua dos anjos, Pois quando chega a procura de trabalho
Serei como bronze que soa em vão, Tem uma placa: "Não há vagas", vela lá!
Se eu não tenho amor, amor aos irmãos.  Se alguém encontra um meio de sobreviver
Refrão: O amor paciente e tudo crê... Vendendo coisas para Ter o que comer. BIS
É compassivo, não tem rancor. Logo aparece o homem com a lei na mão
Não se alegra co'a a injustiça, e com o mal. E toma tudo e o leva pra prisão
Tudo suporta! E Dom total!  Tantos motivos que aumentam o desemprego
 Ainda que eu tenha vigor de profeta, Gente já farta aposentado trabalhando.
E o Dom da ciência, firmeza na fé; Quem é culpado ninguém sabe ninguém viu. BIS
Ainda que eu possa transpor as montanhas, E vai crescendo o desemprego no Brasil.
Se eu não tenho amor, de nada adianta!
CANTOS PARA CAMPANHA DA FRATERNIDADE ANO: 1999
 Pois muitas vezes o operário é obrigado. Refrão: Mudai de vida, mudai,
A trabalhar no Domingo e feriados Convertei-vos de coração!
Ficar sem tempo, pois amigos e, se recusa. BIS Fazei a vontade do Pai,
É mais um desempregado Amai, servi aos irmãos,
 Faz muito tempo que menino de operário Fazei a vontade do Pai,
Nascia forte, rosado e bem sadio.
Mas hoje em dia tudo isso já mudou. BIS
Lutai por um mundo de irmãos;
Agora é fome e mortandade infantil. Fazei a vontade do Pai,
8 NOS CAMINHOS DO MEU POVO O chão é de todos, e o pão!
 São horas de retomar o suor  Jesus Cristo o Filho de Deus
Que a vida precisa erguer Batizado por João no Jordão
Café da manhã, com silencio e pressa, Inaugura o Reino do Pai
Crianças precisam sorrir. Com este santo e solene Pregão
Refrão: Nos caminhos do meu povo  Pentecostes foi naquele dia
O preço é pago de novo! Que os apóstolos se animaram
Nos caminhos do meu povo
Pelo Espírito Santo de Deus
O preço é pago de novo!
E a multidão anunciaram
 São homens e são mulheres que vão
Em busca de um tempo melhor.  Escutai ó Igreja de Deus
Preparam a terra, fabricam peças. Eis o tempo da graça chegou
Que o pão é motivo maior! É o Senhor da justiça que passa
9 JUSTA MEDIDA Sua Páscoa entre nós começou.
Refrão: Homens, mulheres, esta vida nos convida. 12 SEU NOME É JESUS CRISTO
A plantar a convivência e a aprender justa medida  Seu nome é Jesus Cristo e passa fome.
Nada está pronto: tudo espera nossa mão E grita pela boca dos famintos;
Pra ganhar um jeito novo com sabor da criação. E a gente , quando o vê , passa adiante,
La—la—la—la
Às vezes, pra chegar depressa à Igreja,
 Sobrevivência: desafio do dia-a-dia
Que desperta mil cobiças c destr6i tanta alegria.
Seu nome é Jesus Cristo e está sem casa
 Mas bem que dava pra viver bem diferente: E dorme pelas beiras das calçadas;
Sem ninguém guardando muito E a gente , quando o vê , aperta o passo
Sem ninguém como indigente. E diz, que ele dormiu embriagado.
10 ARQUITETO DO MUNDO Refrão: Entre nós está e não o conhecemos BIS
 Sigo o meu caminho apressado Entre nós está e nós o desprezamos
Até o sol, verão matinal.  Seu nome é Jesus Cristo e é analfabeto
Ai do mim se chego atrasado, E vive mendigando um subemprego
Vivo o tempo marcado. E a gente, quando o vê diz: "é um à toa",
De um trabalho normal. Melhor que trabalhasse e não pedisse“
A vontade é ser um turista. Seu nome é Jesus Cristo e está banido,
Longe do sistema opressor: Das rodas sociais e das igrejas
Livre, sem deixar uma pista, Porque dele fizeram um rei potente,
Mas a vida de artista Enquanto ele vive como um pobre.
Também tem sua dor.  Seu nome é Jesus Cristo e está doente
Refrão: Eu faço parte, da tinta, da tela, BIS E vive atrás das grades da cadeia.
Da chama, da vela, E nós tão raramente vamos vê-lo
Eu sou um mártir Sabemos que ele é um marginal.
Peão de xadrez. Seu nome é Jesus Cristo, e anda sedento,
Chegou minha vez! Por um mundo de amor e de justiça
 Sou um arquiteto do mundo, Mas logo que contesta pela paz
Faço planos fenomenais. A ordem o obriga a ser de guerra.
Mão na massa luto vou  Seu nome é Jesus Cristo, e é difamado.
Fundo e não penso um segundo. E vive nos imundos meretrícios
Nos conselhos astrais Mas muitos o expulsam da cidade,
Ligo-me na rima perfeita Com medo de estender a mão a ele.
Jovem operário do amor Seu nome é Jesus Cristo, e é todo homem.
Em cada coisa a ser feita Que vive neste mundo ou quer viver,
Sou semente colheita Pois pra ele não existem mais fronteiras
Sou fruto do criador. Só quer fazer de nós todos irmãos.
11 PREGAÇÃO QUARESMAL
 João Batista clamou no deserto
“Preparai ao Senhor uma estrada
Eis que o Reino de Deus está perto
Escutai , geração transviada !"
CANTOS PARA CAMPANHA DA FRATERNIDADE ANO: 1999
13 LOUVAÇÃO QUARESMAL II  Pela mulher que em sua vida. BIS
Refrão: Eu vou cantar um bendito, BIS Vem dar força e nos ajuda
Um canto novo, louvor! A este mundo humanizar
 Ao Deus que em tempo propício. BIS 18 TRABALHO COM ALEGRIA
Sua graça derramou! Refrão: Trabalho co´a alegria ,
 Ao Deus e ao povo escolhido. BIS Trabalho com amor.
Tantas vezes desculpou. Completo cada dia
 Ao Deus que ao minivitas, BIS A obra do Criador! BIS
Penitentes perdoou.  Trabalho é um direito,
 Ao Deus que mandou seu Filho. BIS De todos também dever.
Entre irmão do pecador. Cada qual busca seu jeito
 Um povo arrependido, BIS De este mundo engrandecer!
Louvai crentes ao Senhor.  O estudo é minha lida,
14 SANTO (APÓS LOUVAÇÃO QUARESMAL II) E nele feliz serei.
 Santo, Santo, Santo é o Senhor. (BIS) Só é grande e feliz na vida
Ó Deus do universo, Deus, nosso Criador (BIS) Quem de amor faz sua lei!
No céu, na terra, brilha o esplendor (BIS) 19 FRATERNIDADE,PALAVRA TÃO BONITA
De tua imensa glória, ó Deus, nosso Senhor (BIS)  Fraternidade - palavra tão bonita!
Bendito seja aquele que vem! (BIS) Fraternidade é mudar o coração!
Aquele que vem vindo, em nome do Senhor! (BIS) Fraternidade que o mundo necessita!
Hosana ! Hosana! Hosana! Ó Salvador (BIS) Fraternidade é ser irmão do seu irmão!
Ó vem nos perdoar, no teu imenso amor! (BIS)  Tudo e todos pela vida!
Ó vem nos consolar, no teu imenso amor! (BIS)
Sem mais gente excluída
15 LOUVEMOS TODOS JUNTOS
Do banquete que nos dá Jesus,
 Louvemos todos juntos o nome do Senhor,
Por nós fez maravilhas, eterno é o seu amor! Caminho e Verdade, Vida e Luz!
 Louvemos pelo Cristo que veio nos salvar
Por nós deu o seu sangue, sem fim quis nos amar!
 Louvemos pela terra que nos dá de comer,
Se a terra é de todos, pra todos deve ser!
 Louvemos bem unidos, irmãos trabalhadores.
Na graça do Espírito, nós somos criadores!
 Louvemos com pandeiros, sanfonas, violões.
Louvemos com cirandas, com sambas e baiões.
 Louvemos com os anjos, os santos, todo povo.
Cantemos todos juntos a Deus um canto novo.
OBS.: TODA LINHA É REPETIDA
Santo, Santo, Santo, Santo, Santo, Santo, Santo.
Santo, Santo, é Javé, nosso Deus criador!
Santo, Santo, Santo (9 x)
É Jesus, nosso Libertador.
Santo, Santo, Santo. (9 x)
É o Espírito Santo de amor!
16 NOSSA ALEGRIA
 Nossa alegria é saber que, um dia,
Todo esse povo se libertará
Pois, Jesus Cristo é o Senhor do mundo. BIS
Nossa esperança realizará
 O Cristo veio libertar os pobres,
Pois ser cristão é ser libertador!
Nascemos livres pra crescer na vida, BIS
Não pra ser pobres, nem viver na dor
17 LOUVADO SEJAS, MEU SENHOR
Refrão: Louvado Sejas, meu Senhor,
Por todas as tuas criaturas!
 Pelo raiar de um novo dia. BIS
Despertando a passarada,
Para a vida celebrar.

Você também pode gostar