Você está na página 1de 3

L.

Portuguesa / 2º ano EM

Exercícios de Revisão

Questão 01)- Complete as lacunas a seguir utilizando o particípio regular ou


irregular dos verbos entre parênteses: 

a) No acidente, os ocupantes do veículo haviam ficado presos nas ferragens.


(prender)

b) O espetáculo foi suspenso em virtude do mau tempo. (suspender)

c) O garoto foi salvo pelo Corpo de Bombeiros que atuava naquela região.
(salvar)  

d) Sua proposta foi aceito por todos durante a reunião. (aceitar)

e) O candidato de sua preferência foi eleito pela segunda vez, ocupando agora
o cargo de Governador. (eleger)

f) Vovó já havia fritado os bolinhos de chuva. (fritar)

Questão 02)- “Acesas” é particípio adjetivo de “acender”, verbo chamado


abundante, porque possui dupla forma de particípio (acendido e aceso). Em
abundância, que é geralmente do particípio, em alguns verbos ocorre em
outras formas. Assim, por exemplo, é o caso de:
a) coser      
b) olhar             
c) haver                
d) vir                   
e) dançar

Questão 03)- Considere (D) para verbos defectivos e (A) para abundantes e
assinale a sequência correta:
( ) destruir
( ) ir
( ) precaver-se
( ) falir
( ) haver
( ) colorir
a) A, A, D, D, A e D.
b) A, A, A, D, D, e D.
c) A, D, A, D, A e D.
d) D, D, A, A, D e A.
Questão 04)- Sobre os verbos defectivos, é correto afirmar:
I. Os verbos defectivos são aqueles que apresentam deficiência na sua
conjugação, ou seja, por não apresentarem todas as formas verbais, não
podem ser conjugados em determinadas pessoas, tempos ou modos.
II. Os verbos defectivos apresentam-se de acordo com o modelo de sua
conjugação, sendo suas formas predizíveis graças às regras gerais de
flexionamento.
III. Existem várias razões para que determinados verbos sejam classificados
como defectivos, entre elas estão a eufonia e a significação. 
IV. Os verbos defectivos são aqueles que apresentam duas formas de mesmo
valor. Em geral, essas formas são mais frequentes no particípio.
V. Quase sempre faltam as formas rizotônicas dos verbos defectivos. Chama-
se rizotônica a forma verbal que tem a sílaba tônica no radical.
a) II e IV.
b) I, III e V.
c) I, II e V.
d) II, III e IV.
e) II e V.

1)- “c”. Os verbos “coser”, “olhar”, “vir” e “dançar” não são considerados
verbos abundantes, pois somente podem ser conjugados no particípio regular:
“cosido”, “olhado”, “visto” e “dançado”. Já o verbo haver é considerado
abundante porque admite as duas formas, havemos/hemos, muito embora não
estejam no particípio (forma em que usualmente encontramos os verbos
abundantes), mas sim no presente do indicativo. É importante ressaltar que a
segunda forma, “hemos”, é pouco utilizada na língua portuguesa.

Você também pode gostar