Você está na página 1de 4

Matemática Financeira https://www.udemy.

com/matematica-financeira-completa
Arthur Borges

O problema agora reside na necessidade de elevarmos 1,01 à décima segunda potência.


Pode-se fazer 12 multiplicações à mão, que vai dar muito trabalho, ou na calculadora,
Lista de exercícios 2: Juros compostos e taxas que dá bem menos trabalho. Pode-se consultar a tabela financeira, em uma das últimas
equivalentes em juros compostos aulas do curso, ou usar uma calculadora financeira ou científica que tenha geralmente
o botão 𝑦 𝑥 . Usando um desses recursos, obtemos:

Exercícios 𝑀 = 5000 ⋅ 1,126825

𝑀 = 𝑅$5.634,13
S-1) Uma aplicação financeira paga juros de 1%am, e os rendimentos são
depositados na própria conta da aplicação. Um investidor que aplica O saldo da conta ao final do período seria de R$5.634,13.
R$1.000,00 hoje terá quanto de saldo depois de dois meses? 2.2) Os juros do cheque especial são debitados na própria conta-corrente
Solução: devedora em uma periodicidade mensal. Uma pessoa com
Se os rendimentos são depositados na própria conta da aplicação, então eles passam a dificuldades não conseguiu repor um débito de R$3.357,15 e deixou
render juros nos períodos seguintes, significando que se trata de juros compostos. A a conta como está. Sabendo que a taxa de juros é de 8%am, qual o
partir fórmula do montante em juros compostos: valor da dívida depois de 10 meses?
𝑀 = 𝐶 ⋅ (1 + 𝑖)𝑛
2.3) Não deu para pagar a fatura integral do cartão de crédito de
𝑀 = 1000 ⋅ (1 + 0,01)2 = 1000 ⋅ (1,01)2 R$12.398,45, então titular optou por pagar apenas o valor mínimo
de 15% e quebrou o plástico para não cair em tentação. As
𝑀 = 1000 ⋅ 1,01 ⋅ 1,01 = 1000 ⋅ 1,0201
dificuldades financeiras aumentaram até que no sexto mês seguinte
𝑀 = 𝑅$1.020,10 o carro foi vendido para quitação da dívida. Sabendo que os juros do
O saldo final é o montante final do rendimento de juros, que é R$1.020,10. rotativo do cartão de crédito são de 12% ao mês, qual o valor a ser
pago, sem negociação com a instituição financeira emissora do
2.1) Uma aplicação financeira paga juros de 1%am, e os rendimentos são cartão?
depositados na própria conta da aplicação. Um investidor que aplica
R$2.000,00 hoje terá quanto de saldo depois de quatro meses? 2.4) A formatura ocorrerá daqui a quatro anos, e o custo da festa será de
R$8.000,00 por estudante. Quanto um estudante deve aplicar hoje
S-2) Uma aplicação financeira paga juros de 1%am, e os rendimentos são numa conta poupança para que tenha o valor para a festa na época
depositados na própria conta da aplicação. Um investidor que aplica da formatura, sabendo que a poupança rende 0,5%am?
R$5.000,00 hoje terá quanto de saldo depois de doze meses?
2.5) O estudante do exercício (2.4) não se preocupou com a formatura no
Solução:
começo do curso e, faltando um ano para a festa, decidiu aplicar o
Pelos mesmos princípios do exercício 1, temos: dinheiro do exercício 6. A que taxa mensal ele deve aplicar para
𝑀 = 5000 ⋅ (1 + 0,01)12 conseguir os R$8.000,00?
𝑀 = 5000 ⋅ (1,01)12
Matemática Financeira https://www.udemy.com/matematica-financeira-completa
Arthur Borges

2.6) O índice Bovespa nos últimos 20 anos saltou de 11.428,77 pontos 2.7) Uma maravilhosa aplicação financeira promete pagar 2%am de
para 93.284,75 (abr/2019). Determine: juros. Em quanto tempo R$1.000,00 se tornam R$2.000,00?
a) O rendimento médio anual no período; 2.8) O estudante do exercício (2.4) conseguiu uma aplicação financeira
que paga 1% ao mês de rendimentos depositados na própria
b) O rendimento médio mensal no período.
aplicação. Em quanto tempo o estudante alcança os R$8.000,00,
S-3) Uma aplicação financeira paga 1% ao mês, em quanto tempo fazendo a mesma aplicação?
R$1.000,00 aplicados nela se tornam R$2.000,00? 2.9) Em quanto tempo duplica o valor de:
Solução:
a) Uma aplicação na poupança a 0,5%am;
Dessa vez queremos encontrar o valor de 𝑛 da equação do montante:
b) Uma dívida no cheque especial a 9%am;
𝑀 = 𝐶 ⋅ (1 + 𝑖)𝑛
c) Uma dívida no rotativo do cartão a 12%am;
2000 = 1000 ⋅ (1 + 0,01)𝑛
d) Uma aplicação que só rende a taxa de inflação de 4,5%aa?
2 = 1 ⋅ (1,01)𝑛
Respostas:
(1,01)𝑛 = 2 2.1) R$2.081,21; 2.2) R$7.247,84; 2.3) R$20.801,49; 2.4) R$6.296,78; 2.5) 2,02%am; 2.6)
Chegamos a uma equação exponencial em que devemos encontrar o número a que a) 11,07%aa; b) 0,8786%am; 2.7) 35 meses; 2.8) 24 meses; 2.9) a) 139 meses; b) 8 meses;
elevado 1,01 resulta em 2. Para resolvermos essa equação, aplicamos logaritmo, assim: c) 6,1 meses; d) 1,31 anos ou 15,7meses;.

log(1,01)𝑛 = log 2

Ou seja, se dois termos são iguais, os logaritmos desses dois termos são iguais. Nesse
caso em específico, usou o logaritmo de base 10, e equação pode ser reescrita como:

𝑛 ⋅ log 1,01 = log 2

log 2
𝑛=
log 1,01

Os logaritmos decimais de 2 e de 1,01 podem ser obtidos por calculadoras financeiras


ou científicas, logo:

0,3010
𝑛= = 69,7
0,004321

Chega-se à conclusão de que são necessários 70 meses para R$1.000,00 se tornarem


R$2.000,00 a uma taxa de 1%am, pois o pagamento é mensal, ou seja, uma fração de
rendimento não é paga em uma fração de mês.
Matemática Financeira https://www.udemy.com/matematica-financeira-completa
Arthur Borges

8.000
(1 + 𝑖)12 = = 1,27049
6.296,78
Lista de exercícios 2: Resolução comentada
Agora chegou o momento de extrairmos a raiz 12ª, que só é possível com calculadora.
2.1) Se os juros são depositados na própria conta da aplicação, então os juros pagos Assim ficamos:
passam a render juros, o que significa que estamos diante de juros compostos. Usando
a fórmula do montante: (1 + 𝑖) = 12√1,27049 = 1,0202 ⟹ 𝑖 = 2,02%𝑎𝑚

𝑀 = 𝐶(1 + 𝑖)𝑛 ⟹ 𝑀 = 2.000(1 + 0,01)4 2.6) a) O capital é o ibovespa 20 anos atrás, 𝐶 = 11.428,77, e o montante, o ibovespa
atual, 𝑀 = 93.284,75, então:
𝑀 = 2.000(1,01)4 = 2.000(1,04060401)
𝑀 = 𝐶(1 + 𝑖)𝑛 ⟹ 93.284,75 = 11.428,77(1 + 𝑖)20
𝑀 = 𝑅$2.081,21
93.284,75
(1 + 𝑖)20 = = 8,1623
A potência (1,01)4 pode ser feita multiplicando-se 4 vezes numa calculadora comum, 11.428,77
consultando uma tabela financeira (ao final do curso), usando calculadora científica ou
financeira. A matemática financeira é muito dependente de calculadora. (1 + 𝑖) = 20√8,1623 = 1,1107 ⟹ 𝑖 = 11,07%𝑎𝑎

2.2) Analogamente às questões já resolvidas, temos de calcular o montante para 10 b) Analogamente:


meses de juros, logo:
𝑀 = 𝐶(1 + 𝑖)𝑛 ⟹ 93.284,75 = 11.428,77(1 + 𝑖)240
𝑀 = 𝐶(1 + 𝑖)𝑛 = 3.357,15(1 + 0,08)10
93.284,75
(1 + 𝑖)240 = = 8,1623
𝑀 = 3.357,15(2,158924997) ⟹ 𝑀 = 𝑅$7.247,84 11.428,77
240
2.3) Analogamente às questões já resolvidas, temos de calcular o montante para 6 (1 + 𝑖) = √8,1623 = 1,008786 ⟹ 𝑖 = 0,8786%𝑎𝑚
meses de juros. Como a pessoa pagou 15% da fatura, a taxa de juros incidiu sobre os
85% inadimplentes: 2.7) O mais difícil de se obter nos juros compostos é o tempo, porque ele é o expoente.
Precisamos então do auxílio de logaritmos. Equacionando:
𝑀 = 𝐶(1 + 𝑖)𝑛 = 0,85 ⋅ 12.398,45(1 + 0,12)6
𝑀 = 𝐶(1 + 𝑖)𝑛 ⟹ 2.000 = 1.000(1 + 0,02)𝑛
𝑀 = 10.538,68(1,586874322944) ⟹ 𝑀 = 𝑅$20.801,49
⟹ (1,02)𝑛 = 2
2.4) Agora temos de encontrar o capital que renderá juros e chegará ao montante de
R$8.0000,00. Aplicando na fórmula dos juros compostos: Se dois números são iguais, então o logaritmo desses dois números também é igual, logo
podemos escrever:
𝑀 = 𝐶(1 + 𝑖)𝑛 ⟹ 8.000 = 𝐶(1 + 0,005)48
log(1,02)𝑛 = log 2
8.000 = 𝐶 ⋅ 1,27048916 ⟹ 𝐶 = 𝑅$ 6.296,78
Usamos aqui o logaritmo de base 10 porque é um logaritmo que aparece nas
2.5) Obtivemos do exercício (2.4) que o estudante aplicaria R$6.296,78. Agora calculadoras, a omissão da base significa base 10. Da propriedade log 𝑏 𝑎𝑛 = 𝑛 ⋅ log 𝑏 𝑎,
precisamos encontrar a taxa para esse valor render por 1 ano e chegar a 8.000. temos que:
Equacionando:
log 2
𝑛 ⋅ log(1,02) = log 2 ⟹ 𝑛 =
𝑀 = 𝐶(1 + 𝑖)𝑛 ⟹ 8.000 = 6.296,78(1 + 𝑖)12 log(1,02)
Matemática Financeira https://www.udemy.com/matematica-financeira-completa
Arthur Borges

Por meio de calculadora ou de tabela de logaritmos, podemos obter os logaritmos de 2 Aplicando logaritmo:
e de 1,02, então:
log 2
0,30103 log(1,12)𝑛 = log 2 ⟹ 𝑛 ⋅ log(1,12) = log 2 ⟹ 𝑛 = = 6,1𝑚𝑒𝑠𝑒𝑠
log(1,12)
𝑛= ⟹ 𝑛 = 35𝑚𝑒𝑠𝑒𝑠
0,0086002
d) Analogamente ao item (a):
2.8) Como na questão anterior, vamos lidar com logaritmos para calcular o tempo. O
capital vem do exercício (2.4), 𝐶 = 𝑅$ 6.296,78, 𝑖 = 1%𝑎𝑚 e 𝑀 = 8.000. 𝑀 = 𝐶(1 + 𝑖)𝑛 ⟹ 2𝐶 = 𝐶(1 + 0,045)𝑛 ⟹ (1,045)𝑛 = 2
Equacionando:
Aplicando logaritmo:
𝑀 = 𝐶(1 + 𝑖)𝑛 ⟹ 8.000 = 6.296,78(1 + 0,01)𝑛 ⟹ (1,01)𝑛 = 1,27
log 2
log(1,045)𝑛 = log 2 ⟹ 𝑛 ⋅ log(1,045) = log 2 ⟹ 𝑛 = = 1,31𝑎𝑛𝑜𝑠
Aplicando logaritmo: log(1,045)

log 1,27
log(1,01)𝑛 = log 1,27 ⟹ 𝑛 ⋅ log(1,01) = log 1,27 ⟹ 𝑛 =
log(1,01)

0,1038
𝑛= ⟹ 𝑛 = 24𝑚𝑒𝑠𝑒𝑠
0,004321

2.9) a) Duplicar o valor de uma aplicação significa 𝑀 = 2𝐶, equacionando:

𝑀 = 𝐶(1 + 𝑖)𝑛 ⟹ 2𝐶 = 𝐶(1 + 0,005)𝑛

Os 𝐶𝑠 se cancelam por divisão, ficando:

(1,005)𝑛 = 2

Aplicando logaritmo:

log 2
log(1,005)𝑛 = log 2 ⟹ 𝑛 ⋅ log(1,005) = log 2 ⟹ 𝑛 = = 139𝑚𝑒𝑠𝑒𝑠
log(1,005)

b) Analogamente ao item (a):

𝑀 = 𝐶(1 + 𝑖)𝑛 ⟹ 2𝐶 = 𝐶(1 + 0,09)𝑛 ⟹ (1,09)𝑛 = 2

Aplicando logaritmo:

log 2
log(1,09)𝑛 = log 2 ⟹ 𝑛 ⋅ log(1,09) = log 2 ⟹ 𝑛 = = 8𝑚𝑒𝑠𝑒𝑠
log(1,09)

c) Analogamente ao item (a):

𝑀 = 𝐶(1 + 𝑖)𝑛 ⟹ 2𝐶 = 𝐶(1 + 0,12)𝑛 ⟹ (1,12)𝑛 = 2